SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Na lição anterior vimos as evidências da verdadeira
conversão. Hoje vamos ver quais são as evidências que
estamos caminhando em santidade como Jesus.
O verso 12 começa com uma ordem clara: “revistam-se”!
Eis aqui um mandamento, o verbo está no imperativo,
mostrando que, de uma vez e para sempre, os cristãos deviam
tomar como vestimenta as virtudes cristãs apresentadas pelo
apóstolo que nada mais pregava as palavras e os ensinos de
Jesus.
Devemos nos revestir de uma nova roupagem, jogando fora os
trapos velhos da velha vida.
Paulo expõe quatro motivos que devem encorajar-nos a andar
em novidade de vida.
1 - O povo de Deus foi escolhido na eternidade- 03:12
O apóstolo Paulo ordena: revesti-vos, pois, vocês são “povo
escolhido de Deus”.
Não fomos nós que escolhemos Cristo, mas Ele nos escolheu
antes da fundação do mundo. Foi por pura Graça de Cristo que
fomos escolhidos e não por mérito próprio. Deus nos escolheu
por Seu propósito soberano e eterno (2ª Tim. 01:09).
Jesus nos escolheu não porque praticávamos boas obras, mas
para fazermos boas obras.
Ele nos escolheu, não porque éramos santos, mas para sermos
santos. Ele nos escolheu não porque éramos obedientes, mas
para obediência.
2 - O povo de Deus foi separado como
propriedade exclusiva de Deus – 03:12
Ser santo é ser separado do mundo para Deus. Agora tirados do
mundo, somos propriedade de Deus – I Pedro 02:09. “Somos
feitos santos aos olhos de Deus por causa do sacrifício de Cristo
na cruz, ainda que a santidade seja um alvo progressivo da
salvação” – Bruce Barton.
Assim como o casamento separa um homem e uma mulher, um
para o outro, a salvação separa o convertido exclusivamente
para Cristo. Como também seria um escândalo ver um homem
ou uma mulher casada correr para os braços de outra pessoa,
também é um escândalo um cristão viver para o mundo ou
para agradar sua carne, sendo que já foi separado (a) para
Cristo (o noivo).
3 - O povo de Deus é profundamente amado
03:12 b
Antes de nossa conversão estávamos sem esperança e sem
Deus. Estávamos perdidos e mortos em nossos pecados e
delitos.
Éramos escravos do Diabo, do mundo e da carne. Estávamos
debaixo da ira de Deus. Mas agora somos propriedade exclusiva
de Deus e também amados de Deus.
Somos o “tesouro particular” do Senhor, a “menina dos olhos”
o Seu prazer.
Sua misericórdia não tem fim, Seu amor é revelado a nós pela
obra da Cristo, que se tornou nosso Salvador, nossa
providência, nossa redenção.
4 - O povo de Deus foi completamente perdoado
03:13
Deus não apenas nos escolheu, nos santificou e nos amou, mas
também nos perdoou cancelando toda a nossa dívida.
O perdão de Deus é completo e final.
Trata-se de um perdão que abrange todos os nossos pecados
do passado, presente e futuro.
Na verdade não há mais nenhuma condenação para aqueles
que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:1).
Nenhuma acusação pode prosperar contra nós, pois o Deus que
nos ama já nos perdoou e nos declarou justos!
Bondade:
• É exatamente o oposto da maldade, da malícia, do sentimento
de vingança.
• Bondade é uma virtude do homem para quem o bem do seu
próximo é tão valioso como para si mesmo.
• Ser bom é ser benevolente para os outros como Deus tem isso
para nós.
• A bondade é a iniciativa em responder de forma generosa às
necessidades dos outros.
• A palavra grega para bondade é “chrestoteta” é pode ser
traduzida como atitude de bondade através de atos e gestos.
Mostra a pessoa de espírito amigável, tenra, dócil e
preocupada com a necessidade dos outros.
Humildade:
• No mundo moderno humildade não é considerada uma
virtude, mas uma fraqueza. Hoje em dia ninguém quer ser
humilde. É uma virtude em baixa hoje em dia! Temos que ter
uma correta compreensão do que é ser humilde. Ser humilde
é não ter um elevado conceito de si mesmo (Romanos 12:3).
O centurião romano disse para Jesus: “Não sou digno que
entres em minha casa” (Lucas 7:6). Uma pessoa humilde está
pronta a reconhecer o valor dos outros e a reconhecer suas
limitações e seus próprios erros. Uma pessoa humilde é
aquela que reconhece seus erros e está pronta a aceitar ser
corrigida. O publicano orou: “Senhor, sê propício a mim”
(Lucas 18:13).
Mansidão:
• Mansidão não é fraqueza, mas controle do Espírito. Os
homens mais usados por Deus foram mansos. Moisés, o líder
de “punhos de aço” que tirou e conduziu o povo pelo deserto
é considerado um dos homens mais mansos da Bíblia. Jesus é
um grande exemplo de mansidão (Mateus 11:29). Mansidão é
uma disposição de ceder nossos direitos em favor dos outros.
• É uma pessoa que está pronta a sofrer os danos em vez de
causar danos. Também mansidão é uma característica de
alguém submisso à vontade de Deus, mediante o poder que
opera pelo Espírito Santo. Uma pessoa mansa conserva o
domínio próprio porque é guiada por Deus. Tem ao mesmo
tempo a energia e a suavidade da verdadeira gentileza. Leia
(Prov. 16:32).
Paciência: (03:12 e 13)
• Paulo fecha a lista com a palavra paciência. É um tipo de
paciência longânime. É saber suportar ofensas sem
retaliações. É sofrer maus tratos sem amargurar a alma. É
paciência estendida ao máximo! É uma virtude cada vez mais
em falta nos dias de hoje. É a paciência que Cristo espera de
nós para amparar o fraco até que ele se levante.
• Paulo também registra este tipo de paciência: “Nós que
somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e
não agradar a nós mesmos” (Romanos 15:1). A Igreja é uma
comunidade de pessoas pacientes e perdoadoras. E perdão
não é unilateral, mas bilateral. Quem ofendeu deve pedir
perdão e quem foi ofendido deve perdoar. É um perdão que
não tem limites!
A santificação só é possível mediante o uso dos poderosos
recursos oferecidos por Deus. E Paulo cita quais são estes
recursos:
VS 15 - A Paz de Cristo
VS 16 - A Palavra de Cristo
VS 17 – O Nome de Cristo.
Quando utilizamos estes recursos o Nome do Senhor é
Glorificado e sua vida passa a ser instrumento vivo nas Mãos
poderosas do Senhor!
Próxima semana:
Relações familiares e no trabalho
Colossenses 03:18 e 04:01.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Uma breve história de toda a Bíblia
Uma breve história de toda a BíbliaUma breve história de toda a Bíblia
Uma breve história de toda a BíbliaAry Queiroz Jr
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraLuis Carlos Oliveira
 
Lição 9 - Fuja da Corrupção Mundana
Lição 9 - Fuja da Corrupção MundanaLição 9 - Fuja da Corrupção Mundana
Lição 9 - Fuja da Corrupção MundanaÉder Tomé
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Márcio Martins
 
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 2 Graça
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação  Aula 2 GraçaCURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação  Aula 2 Graça
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 2 GraçaDr. Paulo Lis
 
sermão “o crente não perde a salvação”
sermão “o crente não perde a salvação”sermão “o crente não perde a salvação”
sermão “o crente não perde a salvação”Djalma C. Filho
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Joel Silva
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaErberson Pinheiro
 
Propósito em conhecer a Deus.
Propósito em conhecer a Deus.Propósito em conhecer a Deus.
Propósito em conhecer a Deus.Quenia Damata
 
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?O ÚLTIMO CHAMADO
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.Márcio Martins
 
Para onde
Para ondePara onde
Para ondel7g7r7
 
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravação
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravaçãoCURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravação
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravaçãoDr. Paulo Lis
 
Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Márcio Martins
 

Mais procurados (19)

Uma breve história de toda a Bíblia
Uma breve história de toda a BíbliaUma breve história de toda a Bíblia
Uma breve história de toda a Bíblia
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
 
Pré revisão
Pré revisãoPré revisão
Pré revisão
 
Lição 9 - Fuja da Corrupção Mundana
Lição 9 - Fuja da Corrupção MundanaLição 9 - Fuja da Corrupção Mundana
Lição 9 - Fuja da Corrupção Mundana
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
 
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 2 Graça
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação  Aula 2 GraçaCURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação  Aula 2 Graça
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 2 Graça
 
sermão “o crente não perde a salvação”
sermão “o crente não perde a salvação”sermão “o crente não perde a salvação”
sermão “o crente não perde a salvação”
 
Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)Colossences 1 (parte 4)
Colossences 1 (parte 4)
 
O que devo fazer para ser salvo?
O que devo fazer para ser salvo?O que devo fazer para ser salvo?
O que devo fazer para ser salvo?
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
Propósito em conhecer a Deus.
Propósito em conhecer a Deus.Propósito em conhecer a Deus.
Propósito em conhecer a Deus.
 
Perdão
Perdão Perdão
Perdão
 
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?
O QUE PRECISO FAZER PARA SER SALVO?
 
Treinamento PPT
Treinamento PPTTreinamento PPT
Treinamento PPT
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.
 
Para onde
Para ondePara onde
Para onde
 
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravação
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravaçãoCURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravação
CURSO BIBLICO A Doutrina da Salvação Aula 1 depravação
 
Estudo sobre arrependimento
Estudo sobre arrependimentoEstudo sobre arrependimento
Estudo sobre arrependimento
 
Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.
 

Semelhante a Evidências de uma vida santa

Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusErberson Pinheiro
 
Ebd lição 13.pptx
Ebd lição 13.pptxEbd lição 13.pptx
Ebd lição 13.pptxValmirPires5
 
Lição 09 a graça
Lição 09   a graçaLição 09   a graça
Lição 09 a graçaajcm3110
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvaçãoRicardo Gondim
 
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdf
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdfALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdf
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdfJayronSilvaPinto
 
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptxJoel Silva
 
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultosJoel Silva
 
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultosJoel Silva
 
Um Evangelho Reformado - Paul Washer
Um Evangelho Reformado - Paul WasherUm Evangelho Reformado - Paul Washer
Um Evangelho Reformado - Paul Washermaterialcristao
 
Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2fogotv
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusÉder Tomé
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05Joel Silva
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 083º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 08Joel Silva
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015Joel Oliveira
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusÉder Tomé
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoÉder Tomé
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteRicardo Gondim
 
16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalho16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalhopohlos
 

Semelhante a Evidências de uma vida santa (20)

Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Ebd lição 13.pptx
Ebd lição 13.pptxEbd lição 13.pptx
Ebd lição 13.pptx
 
Lição 09 a graça
Lição 09   a graçaLição 09   a graça
Lição 09 a graça
 
Pré revisão 3
Pré revisão 3Pré revisão 3
Pré revisão 3
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
 
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdf
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdfALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdf
ALUNO-Licao-05-Quem-segue-a-Cristo-Anda-na-Pratica-do-Perdao-e-do-Amor.pdf
 
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 13.pptx
 
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
 
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos3º trimestre 2015 lição 13 adultos
3º trimestre 2015 lição 13 adultos
 
Graça
GraçaGraça
Graça
 
Um Evangelho Reformado - Paul Washer
Um Evangelho Reformado - Paul WasherUm Evangelho Reformado - Paul Washer
Um Evangelho Reformado - Paul Washer
 
Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 083º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande SacerdoteAula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
Aula 6 - Cristo o Grande Sacerdote
 
16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalho16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalho
 

Mais de Joel Silva

A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeJoel Silva
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Joel Silva
 
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Joel Silva
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Joel Silva
 
Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Joel Silva
 
Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Joel Silva
 
Como devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsComo devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsJoel Silva
 
Deus e o casamento
Deus e o casamentoDeus e o casamento
Deus e o casamentoJoel Silva
 
Dominando a ira
Dominando a iraDominando a ira
Dominando a iraJoel Silva
 
Doutrina i corintios
Doutrina  i corintiosDoutrina  i corintios
Doutrina i corintiosJoel Silva
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintiosJoel Silva
 
Doutrina multiformidade cristã
Doutrina  multiformidade cristãDoutrina  multiformidade cristã
Doutrina multiformidade cristãJoel Silva
 
Doutrina o perigo das amizades
Doutrina  o perigo das amizadesDoutrina  o perigo das amizades
Doutrina o perigo das amizadesJoel Silva
 
Doutrina o trigo e joio
Doutrina  o trigo e joioDoutrina  o trigo e joio
Doutrina o trigo e joioJoel Silva
 
Doutrina sal da terra.
Doutrina  sal da terra.Doutrina  sal da terra.
Doutrina sal da terra.Joel Silva
 
Doutrina tiago 3 (parte 1)
Doutrina  tiago 3 (parte 1)Doutrina  tiago 3 (parte 1)
Doutrina tiago 3 (parte 1)Joel Silva
 

Mais de Joel Silva (20)

A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidade
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)Colossences 1 (parte 1)
Colossences 1 (parte 1)
 
Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)Colossences 1 (parte 2)
Colossences 1 (parte 2)
 
Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)Colossences 1 (parte 3)
Colossences 1 (parte 3)
 
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
Colossences 1 (parte 05) e cap. 02 (parte 01)
 
Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)Colossences 2 (parte 2)
Colossences 2 (parte 2)
 
Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)Colossences 2 (parte 3)
Colossences 2 (parte 3)
 
Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)Colossences 3 (parte 3)
Colossences 3 (parte 3)
 
Colossences 4
Colossences 4Colossences 4
Colossences 4
 
Como devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãsComo devem se vestir as mulheres cristãs
Como devem se vestir as mulheres cristãs
 
Deus e o casamento
Deus e o casamentoDeus e o casamento
Deus e o casamento
 
Dominando a ira
Dominando a iraDominando a ira
Dominando a ira
 
Doutrina i corintios
Doutrina  i corintiosDoutrina  i corintios
Doutrina i corintios
 
Doutrina ii corintios
Doutrina  ii corintiosDoutrina  ii corintios
Doutrina ii corintios
 
Doutrina multiformidade cristã
Doutrina  multiformidade cristãDoutrina  multiformidade cristã
Doutrina multiformidade cristã
 
Doutrina o perigo das amizades
Doutrina  o perigo das amizadesDoutrina  o perigo das amizades
Doutrina o perigo das amizades
 
Doutrina o trigo e joio
Doutrina  o trigo e joioDoutrina  o trigo e joio
Doutrina o trigo e joio
 
Doutrina sal da terra.
Doutrina  sal da terra.Doutrina  sal da terra.
Doutrina sal da terra.
 
Doutrina tiago 3 (parte 1)
Doutrina  tiago 3 (parte 1)Doutrina  tiago 3 (parte 1)
Doutrina tiago 3 (parte 1)
 

Último

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptxCURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptxWerquesonSouza
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 

Último (10)

Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptxCURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 

Evidências de uma vida santa

  • 1.
  • 2. Na lição anterior vimos as evidências da verdadeira conversão. Hoje vamos ver quais são as evidências que estamos caminhando em santidade como Jesus.
  • 3. O verso 12 começa com uma ordem clara: “revistam-se”! Eis aqui um mandamento, o verbo está no imperativo, mostrando que, de uma vez e para sempre, os cristãos deviam tomar como vestimenta as virtudes cristãs apresentadas pelo apóstolo que nada mais pregava as palavras e os ensinos de Jesus. Devemos nos revestir de uma nova roupagem, jogando fora os trapos velhos da velha vida. Paulo expõe quatro motivos que devem encorajar-nos a andar em novidade de vida.
  • 4. 1 - O povo de Deus foi escolhido na eternidade- 03:12 O apóstolo Paulo ordena: revesti-vos, pois, vocês são “povo escolhido de Deus”. Não fomos nós que escolhemos Cristo, mas Ele nos escolheu antes da fundação do mundo. Foi por pura Graça de Cristo que fomos escolhidos e não por mérito próprio. Deus nos escolheu por Seu propósito soberano e eterno (2ª Tim. 01:09). Jesus nos escolheu não porque praticávamos boas obras, mas para fazermos boas obras. Ele nos escolheu, não porque éramos santos, mas para sermos santos. Ele nos escolheu não porque éramos obedientes, mas para obediência.
  • 5. 2 - O povo de Deus foi separado como propriedade exclusiva de Deus – 03:12 Ser santo é ser separado do mundo para Deus. Agora tirados do mundo, somos propriedade de Deus – I Pedro 02:09. “Somos feitos santos aos olhos de Deus por causa do sacrifício de Cristo na cruz, ainda que a santidade seja um alvo progressivo da salvação” – Bruce Barton. Assim como o casamento separa um homem e uma mulher, um para o outro, a salvação separa o convertido exclusivamente para Cristo. Como também seria um escândalo ver um homem ou uma mulher casada correr para os braços de outra pessoa, também é um escândalo um cristão viver para o mundo ou para agradar sua carne, sendo que já foi separado (a) para Cristo (o noivo).
  • 6. 3 - O povo de Deus é profundamente amado 03:12 b Antes de nossa conversão estávamos sem esperança e sem Deus. Estávamos perdidos e mortos em nossos pecados e delitos. Éramos escravos do Diabo, do mundo e da carne. Estávamos debaixo da ira de Deus. Mas agora somos propriedade exclusiva de Deus e também amados de Deus. Somos o “tesouro particular” do Senhor, a “menina dos olhos” o Seu prazer. Sua misericórdia não tem fim, Seu amor é revelado a nós pela obra da Cristo, que se tornou nosso Salvador, nossa providência, nossa redenção.
  • 7. 4 - O povo de Deus foi completamente perdoado 03:13 Deus não apenas nos escolheu, nos santificou e nos amou, mas também nos perdoou cancelando toda a nossa dívida. O perdão de Deus é completo e final. Trata-se de um perdão que abrange todos os nossos pecados do passado, presente e futuro. Na verdade não há mais nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:1). Nenhuma acusação pode prosperar contra nós, pois o Deus que nos ama já nos perdoou e nos declarou justos!
  • 8. Bondade: • É exatamente o oposto da maldade, da malícia, do sentimento de vingança. • Bondade é uma virtude do homem para quem o bem do seu próximo é tão valioso como para si mesmo. • Ser bom é ser benevolente para os outros como Deus tem isso para nós. • A bondade é a iniciativa em responder de forma generosa às necessidades dos outros. • A palavra grega para bondade é “chrestoteta” é pode ser traduzida como atitude de bondade através de atos e gestos. Mostra a pessoa de espírito amigável, tenra, dócil e preocupada com a necessidade dos outros.
  • 9. Humildade: • No mundo moderno humildade não é considerada uma virtude, mas uma fraqueza. Hoje em dia ninguém quer ser humilde. É uma virtude em baixa hoje em dia! Temos que ter uma correta compreensão do que é ser humilde. Ser humilde é não ter um elevado conceito de si mesmo (Romanos 12:3). O centurião romano disse para Jesus: “Não sou digno que entres em minha casa” (Lucas 7:6). Uma pessoa humilde está pronta a reconhecer o valor dos outros e a reconhecer suas limitações e seus próprios erros. Uma pessoa humilde é aquela que reconhece seus erros e está pronta a aceitar ser corrigida. O publicano orou: “Senhor, sê propício a mim” (Lucas 18:13).
  • 10. Mansidão: • Mansidão não é fraqueza, mas controle do Espírito. Os homens mais usados por Deus foram mansos. Moisés, o líder de “punhos de aço” que tirou e conduziu o povo pelo deserto é considerado um dos homens mais mansos da Bíblia. Jesus é um grande exemplo de mansidão (Mateus 11:29). Mansidão é uma disposição de ceder nossos direitos em favor dos outros. • É uma pessoa que está pronta a sofrer os danos em vez de causar danos. Também mansidão é uma característica de alguém submisso à vontade de Deus, mediante o poder que opera pelo Espírito Santo. Uma pessoa mansa conserva o domínio próprio porque é guiada por Deus. Tem ao mesmo tempo a energia e a suavidade da verdadeira gentileza. Leia (Prov. 16:32).
  • 11. Paciência: (03:12 e 13) • Paulo fecha a lista com a palavra paciência. É um tipo de paciência longânime. É saber suportar ofensas sem retaliações. É sofrer maus tratos sem amargurar a alma. É paciência estendida ao máximo! É uma virtude cada vez mais em falta nos dias de hoje. É a paciência que Cristo espera de nós para amparar o fraco até que ele se levante. • Paulo também registra este tipo de paciência: “Nós que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar a nós mesmos” (Romanos 15:1). A Igreja é uma comunidade de pessoas pacientes e perdoadoras. E perdão não é unilateral, mas bilateral. Quem ofendeu deve pedir perdão e quem foi ofendido deve perdoar. É um perdão que não tem limites!
  • 12. A santificação só é possível mediante o uso dos poderosos recursos oferecidos por Deus. E Paulo cita quais são estes recursos: VS 15 - A Paz de Cristo VS 16 - A Palavra de Cristo VS 17 – O Nome de Cristo. Quando utilizamos estes recursos o Nome do Senhor é Glorificado e sua vida passa a ser instrumento vivo nas Mãos poderosas do Senhor!
  • 13. Próxima semana: Relações familiares e no trabalho Colossenses 03:18 e 04:01.