SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
ALUNO (A): ________________________________________________________________________
ANO: __1º__ TURMA: _____ DATA: ____/____/ 2015_
PRODUTOR: Vinícius Augusto / Evandro Batista
Revisão de História 1
01. Leia o texto abaixo e atente para os itens:
O patrimônio histórico na sociedade contemporânea
As políticas de Estado para a cultura no Ocidente têm como um de seus pilares a preservação do
patrimônio histórico e artístico nacional, questão que motivou a intervenção pioneira ocorrida no século
XVIII, na França, a partir da reação dos enciclopedistas ao vandalismo que se seguiu à Revolução de
1789. Durante o século XIX, nesse país, e também na Inglaterra, na Alemanha e em outras nações
europeias, foram criadas instituições, predominantemente públicas, mas também privadas, foram
elaboradas leis, e foram realizados trabalhos de inventário, de conservação e de restauração de
monumentos de modo a estruturar a prática preservacionista, consolidando um modelo que perdura até
os dias atuais.
Atualmente, na grande maioria das legislações nacionais consta o preceito de que é dever do
Estado preservar o patrimônio histórico e artístico. Após a Segunda Guerra Mundial, essa questão foi
introduzida na agenda internacional com a criação de um organismo multilateral – a UNESCO, braço
das Nações Unidas para a educação, ciência e cultura – que assumiu a missão de defender os bens
culturais considerados patrimônio da humanidade. A atuação da UNESCO se apoia na Convenção do
Patrimônio Mundial, de 1972, mas, para alcançar resultados, depende essencialmente da iniciativa dos
Estados nacionais.
[...]
Cecília Londres
a) Utilizando seus conhecimentos sobre os patrimônios históricos culturais. Explique com as suas
palavras como os patrimônios históricos influenciam na sociedade no âmbito cultural.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
b) Segundo o texto qual e a responsabilidade dos governos e órgãos em relação aos patrimônios
históricos?
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
c) Cite exemplos de patrimônios históricos culturais matérias e imateriais.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
02. A cidade de Ouro Preto, antiga Vila Rica, é considerada
uma das maiores riquezas do estado de Minas Gerais,
localizada a 95 quilômetros de Belo Horizonte. Dotada de uma
arquitetura barroca, criada por artistas como Antônio
Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e com a participação de
escravos, a cidade se tornou palco de manifestações culturais
e históricas do ciclo do ouro no Brasil. A arte de Aleijadinho
é mundialmente reconhecida como a maior produção do
barroco nacional, de caráter sacro e religioso, tendo o mesmo
adaptado os estilos europeus ao estilo que o Brasil ainda não
possuía.
Como o patrimônio histórico de Ouro Preto influencia na vida de sua população?
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
03. Ainda sobre patrimônios históricos culturais, cite pelo menos três que você conheça.
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
04. No período arcaico (séc. VIII – séc. VI a.c) conhecemos o surgimento e evolução das polis na
Grécia Antiga, sendo Atenas e Esparta, o modelo de organização mais desenvolvido em relação à
sociedade e à política das cidades antigas. Sobre a Cidade – Estado de Atenas, explique a organização
social e o desenvolvimento de sua democracia.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
05. Após as reformas dos legisladores Drakon, Sólon e Clístenes, Atenas construiu seu regime
democrático no período arcaico (séc. VIII-VI a.C.) e viveu o apogeu desse sistema político no período
clássico (séc. VI-IV a.C.). Atenas era realmente democrática? Justifique sua resposta.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
06. No tópico “Os gregos, das ruínas de Micenas para uma nova civilização”, Funari diz que “os séculos
XI e IX que se sucederam às invasões dóricas são um tanto obscuros”. Nesse período (1100 – 800
a.C.), conhecido como “Época das trevas”, é incorreto dizer que:
a) Com o abandono da escrita, houve um retrocesso cultural.
b) A sociedade organizava-se agora de forma diferente, criando novos valores.
c) No lugar de palácios, surgia uma nova sociedade, com menos hierarquias, de camponeses e
guerreiros.
d) É justamente essa civilização camponesa e guerreira que irá fundar, depois, a Grécia clássica.
07. Em relação à Atenas do Período Clássico, é incorreto dizer:
a) Possuía uma sociedade democrática, com direitos para toda a população.
b) O poder político dos aristocratas foi extinto.
c) A tirania permaneceu como a única maneira de executar as reformas.
d) Possibilitava a participação de qualquer cidadão ateniense na vida política.
TEXTOS PARA AS QUESTÕES 8 À 10:
TEXTO 1
Como se forjam caveiras: a Tropa de Elite
Durante o curso não há graduações ou patentes. Todos os candidatos são colocados no mesmo
patamar, como candidatos, independente das funções que desempenham em sua corporação ou tempo
de serviço.
Exercícios intermináveis pela noite, marchas que duram dias, frio, fome e sono... Misturam-se a
instruções de sniper, emboscada, defesa pessoal, conduta de patrulha, montanhismo, sobrevivência no
mar, primeiros socorros, armamento, situações com reféns e diversas outras situações de risco e
disciplinas pertinentes.
Durante o curso os candidatos dormem em qualquer lugar, comem quando tem a oportunidade e sua
única preocupação é a sobrevivência. Existe um jargão que reflete bem esse pensamento:
“Se mandarem sentar, deite”.
“Se mandarem deitar, durma.”
Ou seja, aproveite todo e qualquer momento de descanso, você não sabe quando terá outro.
Um de operações especiais deve ter um psicológico inabalável e um condicionamento físico de
atleta. É lógico que o fator sorte também conta muito, afinal ninguém está a salvo de ficar doente
durante um curso tão árduo e longo. A duração de um curso de operações especiais varia bastante, mas
geralmente é entre 6 e 8 meses.
Thyago Ferreira
TEXTO 2
Educação espartana na Grécia Antiga: O começo do treinamento e da educação
Até os sete anos de idade as crianças eram criadas pelas suas mães, mas depois disso ficavam sob
a tutela do estado, que ficava responsável de prover o conhecimento sobre as tradições do povo
espartano. Aos doze anos a criança começava a receber as instruções necessárias para a vida militar,
que eram ensinadas por meio de vários testes físicos rigorosos e por vários métodos que buscavam
ensinar as crianças a obedecer e a serem cada vez mais resistentes. As crianças deveriam conseguir
sozinhas seu próprio sustento por meio da caça de animais e por meio de roubo. Mas eram espancadas
e repreendidas caso fossem pegas durante a ação.
Os adolescentes eram incentivados a lutar entre si e quando completavam 17 anos eram
submetidos a um último teste: a Kriptia, em que os adolescentes teriam uma noite inteira, sozinhos,
para capturar escravos. Quem conseguisse sobreviver a essa noite era considerado valente, forte e
apto para a guerra. Quando se “formava” o espartano, ou espartana, recebia um lote de terra, para
construir seu lar.
Até os 30 anos o espartano era proibido de se casar e só após completar essa idade poderia ser
considerado um cidadão, além de um soldado. A partir dessa idade nova ele poderia participar das
assembleias realizadas na cidade-estado e participar, como um cidadão comum, da escolha de novas
leis.
Fonte: http://www.estudopratico.com.br/educacao-espartana-na-grecia-antiga/#ixzz2dOjkMcXB
08. Analise os dois textos, e compare-os de acordo com o tema.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
09. Cite e explique as duas principais características da cidade-estado Esparta.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
10. Realize uma análise sobre a sociedade espartana.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
11. Comente sobre o ostracismo e a sua importância.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
12. Leia o texto abaixo e responda a pergunta que segue-o.
Mídia e culto à beleza do corpo
Há nas sociedades contemporâneas uma intensificação do culto ao corpo, onde os indivíduos
experimentam uma crescente preocupação com a imagem e a estética.
Entendida como consumo cultural, a prática do culto ao corpo coloca-se hoje como preocupação geral,
que perpassa todas as classes sociais e faixas etárias, apoiada num discurso que ora lança mão da
questão estética, ora da preocupação com a saúde.
Segundo Pierre Bourdieu, sociólogo francês, a linguagem corporal é marcadora pela distinção
social, que coloca o consumo alimentar, cultural e forma de apresentação – como o vestuário, higiene,
cuidados com a beleza etc. – como os mais importantes modos de se distinguir dos demais indivíduos.
Nas sociedades modernas há uma crescente preocupação com o corpo, com a dieta alimentar e o
consumo excessivo de cosméticos, impulsionados basicamente pelo processo de massificação das
mídias a partir dos anos 1980, onde o corpo ganha mais espaço, principalmente nos meios midiáticos.
Não por acaso que foi nesse período que surgiram as duas maiores revistas brasileiras voltados para o
tema: “Boa Forma” (1984) e “Corpo a Corpo” (1987).
Contudo, foi o cinema de Hollywood que ajudou a criar novos padrões de aparência e beleza,
difundindo novos valores da cultura de consumo e projetando imagens de estilos de vida glamorosos
para o mundo inteiro.
Da mesma forma, podemos pensar em relação à televisão, que veicula imagens de corpos perfeitos
através dos mais variados formatos de programas, peças publicitárias, novelas, filmes etc. Isso nos
leva a pensar que a imagem da “eterna” juventude, associada ao corpo perfeito e ideal, atravessa todas
as faixas etárias e classes sociais, compondo de maneiras diferentes diversos estilos de vida. Nesse
sentido, as fábricas de imagens como o cinema, televisão, publicidade, revistas etc., têm contribuído
para isso.
Os programas de televisão, revistas e jornais têm dedicado espaços em suas programações cada
vez maiores para apresentar novidades em setores de cosméticos, de alimentação e vestuário.
Propagandas veiculadas nessas mídias estão o tempo todo tentando vender o que não está disponível
nas prateleiras: sucesso e felicidade.
O consumismo desenfreado gerado pela mídia em geral foca principalmente adolescentes como
alvos principais para as vendas, desenvolvendo modelos de roupas estereotipados, a indústria de
cosméticos lançando a cada dia novos cremes e géis redutores para eliminar as “formas indesejáveis”
do corpo e a indústria farmacêutica faturando alto com medicamentos que inibem o apetite.
Preocupados com a busca desenfreada da “beleza perfeita” e pela vaidade excessiva, sob influência
dos mais variados meios de comunicação, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica apresenta uma
estimativa de que cerca de 130 mil crianças e adolescentes submeteram-se no ano de 2009 a
operações plásticas.
Evidentemente que a existência de cuidados com o corpo não é exclusividade das sociedades
contemporâneas e que devemos ter uma especial atenção para uma boa saúde. No entanto, os cuidados
com o corpo não devem ser de forma tão intensa e ditatorial como se tem apresentado nas últimas
décadas. Devemos sempre respeitar os limites do nosso corpo e a nós a mesmos.
Orson Camargo
* Uma das principais características da sociedade grega é o culto ao corpo. Segundo o texto, fale
sobre a cultura grega do culto ao corpo e como influenciou na sociedade contemporânea.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
13. Explique com suas palavras o que foram as Guerras Médicas.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
14. Explique como ocorreu a Guerra do Peloponoso e de que forma ela contribuiu para o fim do
esplendor grego.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
15. A cerca do clássico responda:
a) Quais as considerações sobre o clássico afirmadas por Voltaire, Michelet, Bodin e Edward Gibbon?
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
b) Explique a afirmação: HISTÓRIA NÃO É PASSADO.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
c) Atualmente como o clássico vem sendo usado?
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
d) Explique a afirmação: HISTÓRIA SÓ SE FAZ COM DOCUMENTO.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
GABARITO
1- a) Os patrimônios históricos culturais, influenciam na cultura, através das danças, do artesanato, da
literatura. Da uma identificação à sociedade.
b) Tem a responsabilidade de conservar e proteger.
c) Materiais: Museu do Louvre, Museu da Inconfidência, Palácio do Catete (Pessoal)
Imateriais: Bumba-meu-boi, São Gonçalo do Amarante. (Pessoal)
2- Influencia, no turismo, na economia, na cultura, na identidade do povo.
3- Palácio Olímpio Campos, Museu da Gente Sergipana, Catedral Metropolitana.
4- A organização social de Atenas era dividida em Eupátridas, Georgois, Thetas, Demiurgos e os
escravos. O desenvolvimento de sua democracia se deu através das mudanças feitas pelos legisladores
Drácon, Sólon, e Clístenes, visando a elevação dos direitos políticos aos cidadãos atenienses.
5- Sim, pois com a criação da Bulé, Eclésia, e Helieu o povo poderia escolher através do voto seus
representantes.
6- d
7- c
8- Observando os dois textos, podemos ver a semelhança na educação para a guerra, e como a cultura
espartana serve de orientação até os dias atuais.
9 - Militarismo, oligarquia.
10 - A sociedade espartana, desde sua origem tem o militarismo como força principal, eram treinados
desde criança para a guerra. A política de Esparta era para poucos, somente para cidadãos, o resto
que não era espartano não tinha absolutamente nenhum direito, como os escravos. Podemos observar
que para manter os marginalizados e escravos controlados era através da morte e do medo. Toda sua
cultura voltada para a guerra dava a Esparta a característica de isolamento em relação às outras pólis
gregas, sendo temida pelo seu exército.
11- O Ostracismo foi criado por Clístenes com o objetivo de proteger a democracia contra a tirania.
Foi de grande importância para a sua proteção e fortalecimento. Protegido foi conservado até os dias
de hoje, sendo o modelo para vários países.
12- A Grécia tinha como característica o culto ao corpo, os gregos tinham a cultura do corpo perfeito,
da beleza ao extremo, derivada muito de sua mitologia, tanto que as olimpíadas foram criadas com o
intuito de promover o corpo dos atletas, sendo passado óleos para definir os músculos. Nos dias de
hoje essa cultura greco-romana do “corpo perfeito” molda hoje os padrões de beleza da sociedade,
criando casos de preconceito há quem estiver fora desse padrão.
13- Por muito tempo os pesas dominaram algumas polis gregas. Quando os gregos decidem se rebelar
para tomar suas cidades de volta começam as Guerras Médicas. Para auxiliar na guerra é assinado um
tratado na Confederação de Delos, que dizia que toas as cidades-estados doariam navios, soldados e
riquesa. Inicialmente a guerra era Grécia e Atenas contra a Pérsia, porém com o tempo passou a ser as
cidades gregas contra a Pérsia. A Guerra só acaba quando é assinada a Paz de Ciman.

Mais conteúdo relacionado

Destaque (20)

Resolução da Revisão
Resolução da RevisãoResolução da Revisão
Resolução da Revisão
 
Revisão de Física 1
Revisão de Física 1Revisão de Física 1
Revisão de Física 1
 
Linguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologiasLinguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologias
 
SEMANA 25
SEMANA 25SEMANA 25
SEMANA 25
 
Exercícios 1
Exercícios 1Exercícios 1
Exercícios 1
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
 
SEMANA 23
SEMANA 23SEMANA 23
SEMANA 23
 
SEMANA 21
SEMANA 21SEMANA 21
SEMANA 21
 
SEMANA 24
SEMANA 24SEMANA 24
SEMANA 24
 
SEMANA 22
SEMANA 22SEMANA 22
SEMANA 22
 
SEMANA 20
SEMANA 20SEMANA 20
SEMANA 20
 
Bioquímica 2
Bioquímica 2Bioquímica 2
Bioquímica 2
 
SEMANA 16
SEMANA 16SEMANA 16
SEMANA 16
 
Bioquímica 3
Bioquímica 3 Bioquímica 3
Bioquímica 3
 
SEMANA 17
SEMANA 17SEMANA 17
SEMANA 17
 
SEMANA 13
SEMANA 13SEMANA 13
SEMANA 13
 
SEMANA 15
SEMANA 15SEMANA 15
SEMANA 15
 
SEMANA 19
SEMANA 19SEMANA 19
SEMANA 19
 
SEMANA 18
SEMANA 18SEMANA 18
SEMANA 18
 
SEMANA 14
SEMANA 14SEMANA 14
SEMANA 14
 

Semelhante a Revisão de História

Pablo- Avaliação de Física.docx
Pablo- Avaliação de Física.docxPablo- Avaliação de Física.docx
Pablo- Avaliação de Física.docxALINEARRUDAVIEIRAWER
 
Atividade de recuperação de história
Atividade de recuperação de históriaAtividade de recuperação de história
Atividade de recuperação de históriaLais Regina Casquel
 
5º ano edu. para a cidadania ativ. compl
5º ano edu. para a cidadania ativ. compl5º ano edu. para a cidadania ativ. compl
5º ano edu. para a cidadania ativ. complGiselda Rodrigues
 
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correção
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correçãoTeste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correção
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correçãoAna Pereira
 
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdf
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdfAvaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdf
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdfJanaina127399
 
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondUm conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondUm conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOkNeon Online
 
História, Crise e Dependência do Brasil
História, Crise e Dependência do BrasilHistória, Crise e Dependência do Brasil
História, Crise e Dependência do Brasilcarlos ars
 
Homem cultura sociedade u1
Homem cultura sociedade u1Homem cultura sociedade u1
Homem cultura sociedade u1ingrid stefanny
 
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)Matheus Alves
 

Semelhante a Revisão de História (20)

História – brasil república velha 13 – 2013
História – brasil república velha 13 – 2013História – brasil república velha 13 – 2013
História – brasil república velha 13 – 2013
 
Avaliação diagnóstica 9º ano
Avaliação diagnóstica 9º anoAvaliação diagnóstica 9º ano
Avaliação diagnóstica 9º ano
 
Pablo- Avaliação de Física.docx
Pablo- Avaliação de Física.docxPablo- Avaliação de Física.docx
Pablo- Avaliação de Física.docx
 
Atividade de recuperação de história
Atividade de recuperação de históriaAtividade de recuperação de história
Atividade de recuperação de história
 
Portfólio holocausto
Portfólio holocaustoPortfólio holocausto
Portfólio holocausto
 
5º ano edu. para a cidadania ativ. compl
5º ano edu. para a cidadania ativ. compl5º ano edu. para a cidadania ativ. compl
5º ano edu. para a cidadania ativ. compl
 
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correção
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correçãoTeste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correção
Teste hgp o golpe militar de 28 de maio o estado novo_correção
 
Apostila patrimonio 8o ano
Apostila patrimonio 8o anoApostila patrimonio 8o ano
Apostila patrimonio 8o ano
 
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdf
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdfAvaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdf
Avaliações Tecendo Linguagens 7º ano.pdf
 
Fichas
FichasFichas
Fichas
 
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondUm conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
 
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumondUm conto real da história do brasil por simone helen drumond
Um conto real da história do brasil por simone helen drumond
 
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk
4_ DIREITO CONSTITUCIONAL - PCMSOk
 
Apostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio culturalApostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio cultural
 
Apostila patrimonio 2014
Apostila patrimonio 2014Apostila patrimonio 2014
Apostila patrimonio 2014
 
História, Crise e Dependência do Brasil
História, Crise e Dependência do BrasilHistória, Crise e Dependência do Brasil
História, Crise e Dependência do Brasil
 
Homem cultura sociedade u1
Homem cultura sociedade u1Homem cultura sociedade u1
Homem cultura sociedade u1
 
Livro unico
Livro unicoLivro unico
Livro unico
 
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)
Apostila de sociologia - Volume 2 (2° ano do EM)
 
atividade 2 ano.pdf
atividade 2 ano.pdfatividade 2 ano.pdf
atividade 2 ano.pdf
 

Mais de Evandro Batista

Mais de Evandro Batista (13)

Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Mitose e Meiose
Mitose e MeioseMitose e Meiose
Mitose e Meiose
 
POLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELESPOLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELES
 
A POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELESA POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELES
 
Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta
 
Modelo de Fichamento
Modelo de FichamentoModelo de Fichamento
Modelo de Fichamento
 
Bioquímica 1
Bioquímica 1Bioquímica 1
Bioquímica 1
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana Plasmática
 
Movimento de Rotacao e Translacao
Movimento de Rotacao e TranslacaoMovimento de Rotacao e Translacao
Movimento de Rotacao e Translacao
 

Último

Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 

Último (20)

Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 

Revisão de História

  • 1. ALUNO (A): ________________________________________________________________________ ANO: __1º__ TURMA: _____ DATA: ____/____/ 2015_ PRODUTOR: Vinícius Augusto / Evandro Batista Revisão de História 1 01. Leia o texto abaixo e atente para os itens: O patrimônio histórico na sociedade contemporânea As políticas de Estado para a cultura no Ocidente têm como um de seus pilares a preservação do patrimônio histórico e artístico nacional, questão que motivou a intervenção pioneira ocorrida no século XVIII, na França, a partir da reação dos enciclopedistas ao vandalismo que se seguiu à Revolução de 1789. Durante o século XIX, nesse país, e também na Inglaterra, na Alemanha e em outras nações europeias, foram criadas instituições, predominantemente públicas, mas também privadas, foram elaboradas leis, e foram realizados trabalhos de inventário, de conservação e de restauração de monumentos de modo a estruturar a prática preservacionista, consolidando um modelo que perdura até os dias atuais. Atualmente, na grande maioria das legislações nacionais consta o preceito de que é dever do Estado preservar o patrimônio histórico e artístico. Após a Segunda Guerra Mundial, essa questão foi introduzida na agenda internacional com a criação de um organismo multilateral – a UNESCO, braço das Nações Unidas para a educação, ciência e cultura – que assumiu a missão de defender os bens culturais considerados patrimônio da humanidade. A atuação da UNESCO se apoia na Convenção do Patrimônio Mundial, de 1972, mas, para alcançar resultados, depende essencialmente da iniciativa dos Estados nacionais. [...] Cecília Londres a) Utilizando seus conhecimentos sobre os patrimônios históricos culturais. Explique com as suas palavras como os patrimônios históricos influenciam na sociedade no âmbito cultural. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ b) Segundo o texto qual e a responsabilidade dos governos e órgãos em relação aos patrimônios históricos? ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ c) Cite exemplos de patrimônios históricos culturais matérias e imateriais. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________
  • 2. 02. A cidade de Ouro Preto, antiga Vila Rica, é considerada uma das maiores riquezas do estado de Minas Gerais, localizada a 95 quilômetros de Belo Horizonte. Dotada de uma arquitetura barroca, criada por artistas como Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e com a participação de escravos, a cidade se tornou palco de manifestações culturais e históricas do ciclo do ouro no Brasil. A arte de Aleijadinho é mundialmente reconhecida como a maior produção do barroco nacional, de caráter sacro e religioso, tendo o mesmo adaptado os estilos europeus ao estilo que o Brasil ainda não possuía. Como o patrimônio histórico de Ouro Preto influencia na vida de sua população? ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 03. Ainda sobre patrimônios históricos culturais, cite pelo menos três que você conheça. ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 04. No período arcaico (séc. VIII – séc. VI a.c) conhecemos o surgimento e evolução das polis na Grécia Antiga, sendo Atenas e Esparta, o modelo de organização mais desenvolvido em relação à sociedade e à política das cidades antigas. Sobre a Cidade – Estado de Atenas, explique a organização social e o desenvolvimento de sua democracia. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 05. Após as reformas dos legisladores Drakon, Sólon e Clístenes, Atenas construiu seu regime democrático no período arcaico (séc. VIII-VI a.C.) e viveu o apogeu desse sistema político no período clássico (séc. VI-IV a.C.). Atenas era realmente democrática? Justifique sua resposta. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________
  • 3. 06. No tópico “Os gregos, das ruínas de Micenas para uma nova civilização”, Funari diz que “os séculos XI e IX que se sucederam às invasões dóricas são um tanto obscuros”. Nesse período (1100 – 800 a.C.), conhecido como “Época das trevas”, é incorreto dizer que: a) Com o abandono da escrita, houve um retrocesso cultural. b) A sociedade organizava-se agora de forma diferente, criando novos valores. c) No lugar de palácios, surgia uma nova sociedade, com menos hierarquias, de camponeses e guerreiros. d) É justamente essa civilização camponesa e guerreira que irá fundar, depois, a Grécia clássica. 07. Em relação à Atenas do Período Clássico, é incorreto dizer: a) Possuía uma sociedade democrática, com direitos para toda a população. b) O poder político dos aristocratas foi extinto. c) A tirania permaneceu como a única maneira de executar as reformas. d) Possibilitava a participação de qualquer cidadão ateniense na vida política. TEXTOS PARA AS QUESTÕES 8 À 10: TEXTO 1 Como se forjam caveiras: a Tropa de Elite Durante o curso não há graduações ou patentes. Todos os candidatos são colocados no mesmo patamar, como candidatos, independente das funções que desempenham em sua corporação ou tempo de serviço. Exercícios intermináveis pela noite, marchas que duram dias, frio, fome e sono... Misturam-se a instruções de sniper, emboscada, defesa pessoal, conduta de patrulha, montanhismo, sobrevivência no mar, primeiros socorros, armamento, situações com reféns e diversas outras situações de risco e disciplinas pertinentes. Durante o curso os candidatos dormem em qualquer lugar, comem quando tem a oportunidade e sua única preocupação é a sobrevivência. Existe um jargão que reflete bem esse pensamento: “Se mandarem sentar, deite”. “Se mandarem deitar, durma.” Ou seja, aproveite todo e qualquer momento de descanso, você não sabe quando terá outro. Um de operações especiais deve ter um psicológico inabalável e um condicionamento físico de atleta. É lógico que o fator sorte também conta muito, afinal ninguém está a salvo de ficar doente durante um curso tão árduo e longo. A duração de um curso de operações especiais varia bastante, mas geralmente é entre 6 e 8 meses. Thyago Ferreira
  • 4. TEXTO 2 Educação espartana na Grécia Antiga: O começo do treinamento e da educação Até os sete anos de idade as crianças eram criadas pelas suas mães, mas depois disso ficavam sob a tutela do estado, que ficava responsável de prover o conhecimento sobre as tradições do povo espartano. Aos doze anos a criança começava a receber as instruções necessárias para a vida militar, que eram ensinadas por meio de vários testes físicos rigorosos e por vários métodos que buscavam ensinar as crianças a obedecer e a serem cada vez mais resistentes. As crianças deveriam conseguir sozinhas seu próprio sustento por meio da caça de animais e por meio de roubo. Mas eram espancadas e repreendidas caso fossem pegas durante a ação. Os adolescentes eram incentivados a lutar entre si e quando completavam 17 anos eram submetidos a um último teste: a Kriptia, em que os adolescentes teriam uma noite inteira, sozinhos, para capturar escravos. Quem conseguisse sobreviver a essa noite era considerado valente, forte e apto para a guerra. Quando se “formava” o espartano, ou espartana, recebia um lote de terra, para construir seu lar. Até os 30 anos o espartano era proibido de se casar e só após completar essa idade poderia ser considerado um cidadão, além de um soldado. A partir dessa idade nova ele poderia participar das assembleias realizadas na cidade-estado e participar, como um cidadão comum, da escolha de novas leis. Fonte: http://www.estudopratico.com.br/educacao-espartana-na-grecia-antiga/#ixzz2dOjkMcXB 08. Analise os dois textos, e compare-os de acordo com o tema. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 09. Cite e explique as duas principais características da cidade-estado Esparta. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 10. Realize uma análise sobre a sociedade espartana. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 11. Comente sobre o ostracismo e a sua importância. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________
  • 5. 12. Leia o texto abaixo e responda a pergunta que segue-o. Mídia e culto à beleza do corpo Há nas sociedades contemporâneas uma intensificação do culto ao corpo, onde os indivíduos experimentam uma crescente preocupação com a imagem e a estética. Entendida como consumo cultural, a prática do culto ao corpo coloca-se hoje como preocupação geral, que perpassa todas as classes sociais e faixas etárias, apoiada num discurso que ora lança mão da questão estética, ora da preocupação com a saúde. Segundo Pierre Bourdieu, sociólogo francês, a linguagem corporal é marcadora pela distinção social, que coloca o consumo alimentar, cultural e forma de apresentação – como o vestuário, higiene, cuidados com a beleza etc. – como os mais importantes modos de se distinguir dos demais indivíduos. Nas sociedades modernas há uma crescente preocupação com o corpo, com a dieta alimentar e o consumo excessivo de cosméticos, impulsionados basicamente pelo processo de massificação das mídias a partir dos anos 1980, onde o corpo ganha mais espaço, principalmente nos meios midiáticos. Não por acaso que foi nesse período que surgiram as duas maiores revistas brasileiras voltados para o tema: “Boa Forma” (1984) e “Corpo a Corpo” (1987). Contudo, foi o cinema de Hollywood que ajudou a criar novos padrões de aparência e beleza, difundindo novos valores da cultura de consumo e projetando imagens de estilos de vida glamorosos para o mundo inteiro. Da mesma forma, podemos pensar em relação à televisão, que veicula imagens de corpos perfeitos através dos mais variados formatos de programas, peças publicitárias, novelas, filmes etc. Isso nos leva a pensar que a imagem da “eterna” juventude, associada ao corpo perfeito e ideal, atravessa todas as faixas etárias e classes sociais, compondo de maneiras diferentes diversos estilos de vida. Nesse sentido, as fábricas de imagens como o cinema, televisão, publicidade, revistas etc., têm contribuído para isso. Os programas de televisão, revistas e jornais têm dedicado espaços em suas programações cada vez maiores para apresentar novidades em setores de cosméticos, de alimentação e vestuário. Propagandas veiculadas nessas mídias estão o tempo todo tentando vender o que não está disponível nas prateleiras: sucesso e felicidade. O consumismo desenfreado gerado pela mídia em geral foca principalmente adolescentes como alvos principais para as vendas, desenvolvendo modelos de roupas estereotipados, a indústria de cosméticos lançando a cada dia novos cremes e géis redutores para eliminar as “formas indesejáveis” do corpo e a indústria farmacêutica faturando alto com medicamentos que inibem o apetite. Preocupados com a busca desenfreada da “beleza perfeita” e pela vaidade excessiva, sob influência dos mais variados meios de comunicação, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica apresenta uma estimativa de que cerca de 130 mil crianças e adolescentes submeteram-se no ano de 2009 a operações plásticas. Evidentemente que a existência de cuidados com o corpo não é exclusividade das sociedades contemporâneas e que devemos ter uma especial atenção para uma boa saúde. No entanto, os cuidados com o corpo não devem ser de forma tão intensa e ditatorial como se tem apresentado nas últimas décadas. Devemos sempre respeitar os limites do nosso corpo e a nós a mesmos. Orson Camargo * Uma das principais características da sociedade grega é o culto ao corpo. Segundo o texto, fale sobre a cultura grega do culto ao corpo e como influenciou na sociedade contemporânea. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________
  • 6. 13. Explique com suas palavras o que foram as Guerras Médicas. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 14. Explique como ocorreu a Guerra do Peloponoso e de que forma ela contribuiu para o fim do esplendor grego. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 15. A cerca do clássico responda: a) Quais as considerações sobre o clássico afirmadas por Voltaire, Michelet, Bodin e Edward Gibbon? ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ b) Explique a afirmação: HISTÓRIA NÃO É PASSADO. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ c) Atualmente como o clássico vem sendo usado? ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ d) Explique a afirmação: HISTÓRIA SÓ SE FAZ COM DOCUMENTO. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________
  • 7. GABARITO 1- a) Os patrimônios históricos culturais, influenciam na cultura, através das danças, do artesanato, da literatura. Da uma identificação à sociedade. b) Tem a responsabilidade de conservar e proteger. c) Materiais: Museu do Louvre, Museu da Inconfidência, Palácio do Catete (Pessoal) Imateriais: Bumba-meu-boi, São Gonçalo do Amarante. (Pessoal) 2- Influencia, no turismo, na economia, na cultura, na identidade do povo. 3- Palácio Olímpio Campos, Museu da Gente Sergipana, Catedral Metropolitana. 4- A organização social de Atenas era dividida em Eupátridas, Georgois, Thetas, Demiurgos e os escravos. O desenvolvimento de sua democracia se deu através das mudanças feitas pelos legisladores Drácon, Sólon, e Clístenes, visando a elevação dos direitos políticos aos cidadãos atenienses. 5- Sim, pois com a criação da Bulé, Eclésia, e Helieu o povo poderia escolher através do voto seus representantes. 6- d 7- c 8- Observando os dois textos, podemos ver a semelhança na educação para a guerra, e como a cultura espartana serve de orientação até os dias atuais. 9 - Militarismo, oligarquia. 10 - A sociedade espartana, desde sua origem tem o militarismo como força principal, eram treinados desde criança para a guerra. A política de Esparta era para poucos, somente para cidadãos, o resto que não era espartano não tinha absolutamente nenhum direito, como os escravos. Podemos observar que para manter os marginalizados e escravos controlados era através da morte e do medo. Toda sua cultura voltada para a guerra dava a Esparta a característica de isolamento em relação às outras pólis gregas, sendo temida pelo seu exército. 11- O Ostracismo foi criado por Clístenes com o objetivo de proteger a democracia contra a tirania. Foi de grande importância para a sua proteção e fortalecimento. Protegido foi conservado até os dias de hoje, sendo o modelo para vários países. 12- A Grécia tinha como característica o culto ao corpo, os gregos tinham a cultura do corpo perfeito, da beleza ao extremo, derivada muito de sua mitologia, tanto que as olimpíadas foram criadas com o intuito de promover o corpo dos atletas, sendo passado óleos para definir os músculos. Nos dias de hoje essa cultura greco-romana do “corpo perfeito” molda hoje os padrões de beleza da sociedade, criando casos de preconceito há quem estiver fora desse padrão. 13- Por muito tempo os pesas dominaram algumas polis gregas. Quando os gregos decidem se rebelar para tomar suas cidades de volta começam as Guerras Médicas. Para auxiliar na guerra é assinado um tratado na Confederação de Delos, que dizia que toas as cidades-estados doariam navios, soldados e riquesa. Inicialmente a guerra era Grécia e Atenas contra a Pérsia, porém com o tempo passou a ser as cidades gregas contra a Pérsia. A Guerra só acaba quando é assinada a Paz de Ciman.