SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
C.E. Urbano Rocha 
Imperatriz, _______ / _______/ 2014 
Aluno (a) : _______________________________________ nº _______ 
Professora: Mary Alvarenga Séries: 1º ano Turma: __________ 
Atividade de Filosofia 
Procure explicar o que é felicidade e como a felicidade pode se relacionar com as angústias, as escolhas e problemas encontrados no percurso da existência. (15 linhas) 
________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ 
____________________________________________________________________ 
Boa Sorte!!!
C.E. Urbano Rocha 
Imperatriz, _____ / _____/ 2014 
Aluno: ___________________________________________ _ nº _____ 
Professora: Mary Alvarenga Séries: 2º ano Turma: ________ 
Atividade de Filosofia 
 Leitura complementar (página 177) 
"O mundo e a consciência" 
Questões: 
1. Qual é a distinção feita pelo autor entre consciência e mundo e consciência no mundo? 
 A filosofia de Descartes é um dualismo que separou corpo e mente, mundo e consciência. No entanto, segundo os filósofos contemporâneos, não existe pura consciência: a consciência está no mundo, daí a importância da história , do contexto em que agimos e pensamos 
2. Em que sentido Descartes teria descartado a história? 
 Em seu método, estritamente racional, Descartes trata superficialmente da história, que na verdade é o contexto necessário de todo conhecimento e ação humanos. 
3. Explique o que significa dizer que a filosofia de Descartes projetou luz e sombra. 
 A filosofia de Descartes projetou luz porque valorizou a capacidade humana de pensar por si mesmo, bem como os frutos da ciência, que deram a possibilidade de o homem agir sobre a natureza em seu benefício. Projetou sombra, porque tanto Descarte como Bacon acreditavam que progresso e sabedoria seguiriam juntos, o que se provou não ser verdadeiro, porque nem sempre o progresso está a serviço da autonomia e felicidade humana, como já temos constatado com os problemas do mal uso das tecnologias. 
Boa Sorte!!!
C.E. Urbano Rocha 
C.E. Urbano Rocha 
Imperatriz, _____ / _____/ 2014 
Aluno: ________________________________________ nº _____ 
Professora: Mary Alvarenga Séries: 3º ano Turma A 
Recuperação de Filosofia 
1. Preencha o quadro abaixo caracterizando o conhecimento científico e o senso comum. 
SENSO COMUM CONHECIMENTO CIENTÍFICO 
 Transmitido de geração para geração; 
 Tradição cultural; 
 Educação não formal; 
 Baseado na imitação e em experiências pessoais; 
 Empírico e desprovido de explicações; 
 Experiência do dia-a-dia (casuais). 
 Resulta de investigação; 
 Objeto da ciência é o universo material, físico, e o que for perceptível pelos órgãos dos sentidos; 
 É verificável, na prática, pela demonstração ou pela experiência; 
 É transmitido por intermédio de treinamento apropriado; 
 Conhecimento obtido de modo racional; 
 Explica o por quê; 
 Acompanha procedimentos científicos. 
2. A medida em que as ciências tornavam-se autônomas, surgiu a necessidade de sua classificação. 
 A partir disso, dê exemplos: 
a) Ciências Humanas: psicologia, sociologia, ciências sociais, economia, história, geografia humana, linguística, etnologia etc. 
b) Ciências Naturais: física, química, biologia, geologia, geografia física etc. 
c) Ciências Formais: Matemática e lógica 
3. Só há ciência onde a discussão é possível, e só pode haver discussão entre mim e outra pessoas na medida em que eu estou em condições de esclarecer, com suficiente exatidão, o significado das expressões que uso e meu interlocutor possa, também, explicar-me o significado das palavras por ele empregadas.” 
(S. Wolfang. A filosofia Contemporânea. São Paulo: EPU/Edusp, (1977. p. 283)
 De acordo com o texto, assinale a alternativa que apresenta uma das características fundamentais do discurso científico. 
a) Na ciência devem ser usadas expressões subjetivas. 
b) As expressões usadas são provenientes do Senso Comum. 
c) A objetividade das expressões é uma característica sem importância para a ciência. 
d) Na ciência a linguagem utilizada tem caráter universal. 
4. O que distingue a observação da experimentação? 
A observação cientifica é realizada de acordo com as condições apresentadas naturalmente. Na experimentação os fenômenos são examinados em situação determinada pelo experimentados. 
Boa Sorte!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova filosofia 1º ano / I bimestre
Prova filosofia 1º ano /  I bimestreProva filosofia 1º ano /  I bimestre
Prova filosofia 1º ano / I bimestreMary Alvarenga
 
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Miro Santos
 
Atividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaAtividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaMary Alvarenga
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Mary Alvarenga
 
Simulado de Filosofia - 1º ano / 2015
Simulado de Filosofia - 1º ano  / 2015 Simulado de Filosofia - 1º ano  / 2015
Simulado de Filosofia - 1º ano / 2015 Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02Cleto Lima de Santana
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades Diversas Cláudia
 
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia -  Política, poder e EstadoCruzadinha de Filosofia -  Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e EstadoMary Alvarenga
 
Prova de Filosofia IV bimestre 2015
Prova de Filosofia  IV bimestre 2015Prova de Filosofia  IV bimestre 2015
Prova de Filosofia IV bimestre 2015Mary Alvarenga
 
Filosofia II bimestre -1º ano
Filosofia II  bimestre -1º anoFilosofia II  bimestre -1º ano
Filosofia II bimestre -1º anoMary Alvarenga
 
Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Mary Alvarenga
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Prova filosofia 1º ano / I bimestre
Prova filosofia 1º ano /  I bimestreProva filosofia 1º ano /  I bimestre
Prova filosofia 1º ano / I bimestre
 
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1Atividades de Reflexão - Sociologia 1
Atividades de Reflexão - Sociologia 1
 
Atividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaAtividade de Filosofia
Atividade de Filosofia
 
Atividades filosofia mito
Atividades filosofia mitoAtividades filosofia mito
Atividades filosofia mito
 
A lenda da filosofia
A lenda da filosofia   A lenda da filosofia
A lenda da filosofia
 
Estetica
Estetica   Estetica
Estetica
 
Ética e Moral
Ética e Moral   Ética e Moral
Ética e Moral
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
 
Simulado de Filosofia - 1º ano / 2015
Simulado de Filosofia - 1º ano  / 2015 Simulado de Filosofia - 1º ano  / 2015
Simulado de Filosofia - 1º ano / 2015
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
Atividades de filosofia
Atividades de filosofiaAtividades de filosofia
Atividades de filosofia
 
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02
Apostiladefilosofia3ano 110821082512-phpapp02
 
Prova filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º anoProva filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º ano
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia -  Política, poder e EstadoCruzadinha de Filosofia -  Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
 
Prova de Filosofia IV bimestre 2015
Prova de Filosofia  IV bimestre 2015Prova de Filosofia  IV bimestre 2015
Prova de Filosofia IV bimestre 2015
 
Filosofia II bimestre -1º ano
Filosofia II  bimestre -1º anoFilosofia II  bimestre -1º ano
Filosofia II bimestre -1º ano
 
Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
 

Semelhante a Atividade de Filosofia - III bimestre

Educar na era planetária trabalho02
Educar na era planetária  trabalho02Educar na era planetária  trabalho02
Educar na era planetária trabalho02Edson Demarch
 
Educar na era planetária trabalho
Educar na era planetária  trabalhoEducar na era planetária  trabalho
Educar na era planetária trabalhoEdson Demarch
 
Educar na era planetária trabalho 01
Educar na era planetária  trabalho 01Educar na era planetária  trabalho 01
Educar na era planetária trabalho 01Edson Demarch
 
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuances
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuancesA ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuances
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuancesUNEB
 
bioquimica e arte
bioquimica e artebioquimica e arte
bioquimica e arteEdu Rocha
 
Monografia geo 1
Monografia geo 1Monografia geo 1
Monografia geo 1leprechau
 
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdf
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdfLivro Educacao Estetica - Volume 1.pdf
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdfDirceGrein
 
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)Adriana Bruno
 
Texto: Pensar e conhecer
Texto: Pensar e conhecerTexto: Pensar e conhecer
Texto: Pensar e conhecerMary Alvarenga
 
Os sentidos no ensino de história
Os sentidos no ensino de históriaOs sentidos no ensino de história
Os sentidos no ensino de históriawsshist
 
1 livro de metodologia da pesquisa
1   livro de metodologia da pesquisa1   livro de metodologia da pesquisa
1 livro de metodologia da pesquisaIfeIepa
 
Tcc 2014 cybelle manvailler
Tcc 2014 cybelle manvaillerTcc 2014 cybelle manvailler
Tcc 2014 cybelle manvaillerAcervo_DAC
 
O estudo cientifico da aprendizagem
O estudo cientifico da aprendizagemO estudo cientifico da aprendizagem
O estudo cientifico da aprendizagemQuitriaSilva2
 
Construção do Texto Cientifico
Construção do Texto CientificoConstrução do Texto Cientifico
Construção do Texto Cientificomegainfoin
 
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)DafianaCarlos
 
História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012João Lima
 

Semelhante a Atividade de Filosofia - III bimestre (20)

Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
 
Educar na era planetária trabalho02
Educar na era planetária  trabalho02Educar na era planetária  trabalho02
Educar na era planetária trabalho02
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Educar na era planetária trabalho
Educar na era planetária  trabalhoEducar na era planetária  trabalho
Educar na era planetária trabalho
 
Educar na era planetária trabalho 01
Educar na era planetária  trabalho 01Educar na era planetária  trabalho 01
Educar na era planetária trabalho 01
 
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuances
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuancesA ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuances
A ficção dentro da ficção de george orwell e suas nuances
 
bioquimica e arte
bioquimica e artebioquimica e arte
bioquimica e arte
 
Monografia geo 1
Monografia geo 1Monografia geo 1
Monografia geo 1
 
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdf
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdfLivro Educacao Estetica - Volume 1.pdf
Livro Educacao Estetica - Volume 1.pdf
 
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)
Texto teorias educ dri_lu_joao_bertomeu_rev teias_ppge (2)
 
Texto: Pensar e conhecer
Texto: Pensar e conhecerTexto: Pensar e conhecer
Texto: Pensar e conhecer
 
Os sentidos no ensino de história
Os sentidos no ensino de históriaOs sentidos no ensino de história
Os sentidos no ensino de história
 
1 livro de metodologia da pesquisa
1   livro de metodologia da pesquisa1   livro de metodologia da pesquisa
1 livro de metodologia da pesquisa
 
Transdisciplinaridade
TransdisciplinaridadeTransdisciplinaridade
Transdisciplinaridade
 
Tcc 2014 cybelle manvailler
Tcc 2014 cybelle manvaillerTcc 2014 cybelle manvailler
Tcc 2014 cybelle manvailler
 
O estudo cientifico da aprendizagem
O estudo cientifico da aprendizagemO estudo cientifico da aprendizagem
O estudo cientifico da aprendizagem
 
Construção do Texto Cientifico
Construção do Texto CientificoConstrução do Texto Cientifico
Construção do Texto Cientifico
 
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)
Anais_IV Encontro de Educação e Visualidade 2016 vf (1)
 
Manual
ManualManual
Manual
 
História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012História, Arte e Criatividade 2012
História, Arte e Criatividade 2012
 

Mais de Mary Alvarenga

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinhaCiclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)Mary Alvarenga
 
Caça palavras - BULLYING
Caça palavras  -  BULLYING  Caça palavras  -  BULLYING
Caça palavras - BULLYING Mary Alvarenga
 
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiCruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiMary Alvarenga
 
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -Mary Alvarenga
 
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
Texto informativo  - Bullying não é brincadeiraTexto informativo  - Bullying não é brincadeira
Texto informativo - Bullying não é brincadeiraMary Alvarenga
 
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiTexto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiMary Alvarenga
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.Mary Alvarenga
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Mary Alvarenga
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisMary Alvarenga
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Mary Alvarenga
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying Mary Alvarenga
 

Mais de Mary Alvarenga (20)

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinhaCiclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
 
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
 
Caça palavras - BULLYING
Caça palavras  -  BULLYING  Caça palavras  -  BULLYING
Caça palavras - BULLYING
 
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiCruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
 
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
 
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
Texto informativo  - Bullying não é brincadeiraTexto informativo  - Bullying não é brincadeira
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
 
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiTexto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias
 
Poemas de Natal
Poemas de Natal Poemas de Natal
Poemas de Natal
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying
 

Último

Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Atividade de Filosofia - III bimestre

  • 1. C.E. Urbano Rocha Imperatriz, _______ / _______/ 2014 Aluno (a) : _______________________________________ nº _______ Professora: Mary Alvarenga Séries: 1º ano Turma: __________ Atividade de Filosofia Procure explicar o que é felicidade e como a felicidade pode se relacionar com as angústias, as escolhas e problemas encontrados no percurso da existência. (15 linhas) ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ Boa Sorte!!!
  • 2. C.E. Urbano Rocha Imperatriz, _____ / _____/ 2014 Aluno: ___________________________________________ _ nº _____ Professora: Mary Alvarenga Séries: 2º ano Turma: ________ Atividade de Filosofia  Leitura complementar (página 177) "O mundo e a consciência" Questões: 1. Qual é a distinção feita pelo autor entre consciência e mundo e consciência no mundo?  A filosofia de Descartes é um dualismo que separou corpo e mente, mundo e consciência. No entanto, segundo os filósofos contemporâneos, não existe pura consciência: a consciência está no mundo, daí a importância da história , do contexto em que agimos e pensamos 2. Em que sentido Descartes teria descartado a história?  Em seu método, estritamente racional, Descartes trata superficialmente da história, que na verdade é o contexto necessário de todo conhecimento e ação humanos. 3. Explique o que significa dizer que a filosofia de Descartes projetou luz e sombra.  A filosofia de Descartes projetou luz porque valorizou a capacidade humana de pensar por si mesmo, bem como os frutos da ciência, que deram a possibilidade de o homem agir sobre a natureza em seu benefício. Projetou sombra, porque tanto Descarte como Bacon acreditavam que progresso e sabedoria seguiriam juntos, o que se provou não ser verdadeiro, porque nem sempre o progresso está a serviço da autonomia e felicidade humana, como já temos constatado com os problemas do mal uso das tecnologias. Boa Sorte!!!
  • 3. C.E. Urbano Rocha C.E. Urbano Rocha Imperatriz, _____ / _____/ 2014 Aluno: ________________________________________ nº _____ Professora: Mary Alvarenga Séries: 3º ano Turma A Recuperação de Filosofia 1. Preencha o quadro abaixo caracterizando o conhecimento científico e o senso comum. SENSO COMUM CONHECIMENTO CIENTÍFICO  Transmitido de geração para geração;  Tradição cultural;  Educação não formal;  Baseado na imitação e em experiências pessoais;  Empírico e desprovido de explicações;  Experiência do dia-a-dia (casuais).  Resulta de investigação;  Objeto da ciência é o universo material, físico, e o que for perceptível pelos órgãos dos sentidos;  É verificável, na prática, pela demonstração ou pela experiência;  É transmitido por intermédio de treinamento apropriado;  Conhecimento obtido de modo racional;  Explica o por quê;  Acompanha procedimentos científicos. 2. A medida em que as ciências tornavam-se autônomas, surgiu a necessidade de sua classificação.  A partir disso, dê exemplos: a) Ciências Humanas: psicologia, sociologia, ciências sociais, economia, história, geografia humana, linguística, etnologia etc. b) Ciências Naturais: física, química, biologia, geologia, geografia física etc. c) Ciências Formais: Matemática e lógica 3. Só há ciência onde a discussão é possível, e só pode haver discussão entre mim e outra pessoas na medida em que eu estou em condições de esclarecer, com suficiente exatidão, o significado das expressões que uso e meu interlocutor possa, também, explicar-me o significado das palavras por ele empregadas.” (S. Wolfang. A filosofia Contemporânea. São Paulo: EPU/Edusp, (1977. p. 283)
  • 4.  De acordo com o texto, assinale a alternativa que apresenta uma das características fundamentais do discurso científico. a) Na ciência devem ser usadas expressões subjetivas. b) As expressões usadas são provenientes do Senso Comum. c) A objetividade das expressões é uma característica sem importância para a ciência. d) Na ciência a linguagem utilizada tem caráter universal. 4. O que distingue a observação da experimentação? A observação cientifica é realizada de acordo com as condições apresentadas naturalmente. Na experimentação os fenômenos são examinados em situação determinada pelo experimentados. Boa Sorte!!!