Inês de Castro e o rei Pedro de Portugal
Introdução   <ul><li>É uma lenda romântica de uma galega chamada Inês de Castro e o rei Pedro Portugal de quem teve quatro...
Inês de Castro <ul><li>Inês de Castro era filha de um mordomo-mor do rei e de uma dama portuguesa, Aldonça Lourenço de Val...
<ul><li>Depois da morte de D.Constança, que era a muher de D.Pedro, el mandou regresar a D.Inês do exílio e os dous foram ...
Assassinato de D. Inês <ul><li>Havia boatos de que o Príncipe tinha se casado secretamente com D. Inês. Na Família Real um...
Rainha póstuma <ul><li>D. Pedro tornou-se no oitavo rei de Portugal e  afirmou que se tinha casado secretamente com D. Inê...
<ul><li>O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é um dos principais monumentos de Portugal e é a primeira obra de estilo gót...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inês de Castro e o Rei de Portugal

1.344 visualizações

Publicada em

Os amores da galega Inés de Castro co rei de Portugal

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inês de Castro e o Rei de Portugal

  1. 1. Inês de Castro e o rei Pedro de Portugal
  2. 2. Introdução <ul><li>É uma lenda romântica de uma galega chamada Inês de Castro e o rei Pedro Portugal de quem teve quatro filhos. Foi executada às ordens do pai deste, o Rei D. Alfonso IV. </li></ul>
  3. 3. Inês de Castro <ul><li>Inês de Castro era filha de um mordomo-mor do rei e de uma dama portuguesa, Aldonça Lourenço de Valadares. </li></ul><ul><li>O romance entre ela e Pedro começou a ser comentado de mal aceite na corte e pelo própio povo. D. Alfonso IV  que era o pai do Pedro não aprovava esta relação, não só por motivos de diplomacia. E mandou exilar a D. Inês no castelo de Alburquerque, na fronteira castelhana, ainda que, segundo a lenda, continuavam a corresponder-se com frequência. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Depois da morte de D.Constança, que era a muher de D.Pedro, el mandou regresar a D.Inês do exílio e os dous foram viver juntos em sua casa, o que provocou grande escândalo na corte, para enorme desgosto de El-Rei seu pai, el tentou remediar a situação casando novamente o seu filho com uma dama de sangue real, mais D. Pedro rejeitou a proposta e D.Inês foi tendo filhos del. </li></ul>
  5. 5. Assassinato de D. Inês <ul><li>Havia boatos de que o Príncipe tinha se casado secretamente com D. Inês. Na Família Real um incidente deste tipo assumia graves implicações políticas mais o rei D. Afonso IV decidiu que a melhor solução seria matar a dama galega e queriaos casar, mais o  Pedro percebeu que se tratava de uma cilada e respondeu que não pensava casar-se com ela. </li></ul><ul><li>En janeiro de 1355 aproveitando a ausência de D. Pedro que iva numa excursão de caça, o rei mandou que matarem a D.Inês em Santa Clara. </li></ul><ul><li>Segundo a lenda, as lágrimas derramadas no rio Mondego pela morte de Inês teriam criado a Fonte dos Amores da Quinta das Lágrimas, e algumas algas avermelhadas que ali crescem seriam o seu sangue derramado. </li></ul><ul><li>A morte de D. Inês provocou a revolta de D. Pedro contra D. Afonso IV. Após meses de conflito, a Rainha D.Beatriz conseguiu intervir para selar a paz em Agosto de 1355. </li></ul>
  6. 6. Rainha póstuma <ul><li>D. Pedro tornou-se no oitavo rei de Portugal e afirmou que se tinha casado secretamente com D. Inês, em 1354, « em dia que não se lembrava ». E perseguiu os assassinos de D. Inês, que tinham fugido para o Reino de Castela e forom apanhados e executados. Segundo a lenda o Rei mandou arrancar o coração de um pelo peito e o do outro pelas costas, assistindo à execução enquanto se banqueteava, mais un conseguiu escapar. </li></ul><ul><li>A cerimónia foi tétrica mais D.Pedro teria imposto beijar a mão da rainha morta. D. Pedro mandou construir os dois esplêndidos túmulos de D.Pedro e de D.Inês no mosteiro de Alcobaça, para onde transladou o corpo da sua amada Inês e os restos de ambos jazem juntos até hoje, frente a frente, para que segundo a lenda « possam olhar-se nos olhos quando despertarem no dia do juízo final ». </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é um dos principais monumentos de Portugal e é a primeira obra de estilo gótico, que se realizou em Portugal e está classificado como Património da Humanidade. foi iniciada em 1178. </li></ul><ul><li>Foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal. </li></ul>

×