Experiências em artes plásticas na evangelização juvenil

1.987 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.987
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Experiências em artes plásticas na evangelização juvenil

  1. 1. Facilitadora: Márcia Albuquerque
  2. 2. As artes plásticas traduzem fator de grandeincentivo às crianças e aos jovens. Muitosdespertarão, pois são Espíritos reencarnadose podem trazer grande bagagem artística quedeverão extrapolar de si mesmos.O que sente o pequeno artista com as mãoslambuzadas de tinta, debruçado sobre opapel? Um mundo branco onde ele pode agir,criar.
  3. 3. O que sente o pequeno escultor, trabalhandocom as mãos num pedaço de argila? O podercriador do Espírito modificando as formas damatéria.Tanto as artes plásticas como os trabalhosmanuais podem ser utilizados de acordo como conteúdo da aula, numa forma deintroduzir ou concretizar o ensino,facilitando a compreensão.
  4. 4. Pinturas e criações deverão ser estimuladassem interesse de julgamento, mas dandooportunidade de apreciar os valores naturais.O desenho, a pintura, a modelagem sãoatividades criadoras, que poderão conduziras energias do Espírito para canais criativossuperiores.
  5. 5. O barro, as massas e as tintas, favorecem odesenvolver da criatividade, auxiliam naconquista de sensibilidades, e são excelentesmaneiras de se fixar conteúdos e lições. Taisatividades devem, sempre, é claro, viremacompanhadas de bons objetivos, e nãofuncionarem apenas como simplespreenchimentos de tempo.
  6. 6. Iniciar as atividades artísticas com umaprece e uma música suave a envolver oambiente forma o clima ideal.Mesmo as atividades individuais, devem serexecutadas num clima de afeto e respeitomútuo, num ambiente de cooperação. Aenergia anímica e criadora da criança seguiráos canais superiores da vida, ampliando suasfronteiras vibratórias superiores.
  7. 7. Não utilize desenhos mimeografados para a criança pintar.  A criança é criativa por excelência. Use a sua criatividade e ofereça experiências variadas.  Além das atividades livres, utilize a arte para desenvolver conteúdos doutrinários, auxiliando o desenvolvimento das potencialidades interiores da criança e do jovem. Fonte:Walter de Oliveira Alvez – Prática Pedagógica na Evangelização
  8. 8. Os cartões foram confeccionados pelos jovens eentregues na época do Natal no PresídioMunicipal de Camaquã. Os cartões eram nominaisa cada presidiário pois foi disponibilizada a listade nomes dos detentos. Atrás os cartões traziamuma mensagem de fé, coragem, otimismo,consolo, etc, escolhidas pelos jovens.
  9. 9. Material: Papel de gramatura 240, tinta acrílica branca de parede, tintas têmpera coloridas, pincéis, canetas pretas de CD, cola Cascorez, verniz a base d’água para artesanato, papeis cartona coloridos, vidros com água e panos para limpar os pincéis.Técnica:5. Com antecedência preparar a base para pintura passando sobre o papel gramatura 240, duas de mão de tinta acrílica branca fosca (tinta de parede) que deve ser aplicada com rolo. Deixar secar.
  10. 10. 2- Após recortar em quadrados ou retângulos e isso transformará o papel em uma mini tela de pintura.3- Pintar as mini telinhas livremente, deixar que extravasem a criatividade e criem seus desenhos que podem ser abstratos ou não com a técnica de aquarela, ou seja, usando a água para dissolver e espalhar as cores. Deixar secar.4- Complementar as formas que se criaram desenhando com a caneta para CD.5- Após secarem as pinturas, passar o verniz com o pincel e deixar secar.6- Colar as “telinhas” em papel de textura grossa que poderá ser de preferência o papel cartona ou cartão.6- Atrás escrever uma mensagem ou então fazer o cartão dobrável para escrever a mensagem dentro.7- As mensagens são de escolha livre.
  11. 11. Os cartões foram feitos pelos jovens e entregues no Asilo de Idosos.Material: EVA de várias cores, Cola de silicone (cola quente), papel cartão da cor desejada e canetas para escrever as mensagens.Técnica: Se pode pesquisar várias na internet e usar a criatividade.
  12. 12. Os cartões foram feitos pelos jovens e entregues no Asilo de Idosos. Também foram todos nominais.Material: EVA de várias cores, cola, cartolina, canetas hidrocores, bisnagas de tinta relevo dimensional.Técnica: Deixar que criem livremente as formas a serem recortadas e coladas no cartão. Os desenhos são feitos com tinta relevo dimensional e canetas hidrocores.
  13. 13. Planta decorada pelos jovens e entregues no Asilo de Idosos. Os corações continham o nome de cada um. O objetivo era que a planta alegrasse e ao mesmo tempo deixasse a lembrança e o carinho dos jovens.Material: Um vaso de planta, EVA de várias cores, cola, fio de nilon, pauzinhos de crurrasquinho, canetas hidrocores, bisnagas de tinta relevo dimensional.Técnica: Deixar que criem livremente as formas a serem recortadas e coladas nos pauzinhos de crurrasquinho e penduradas na árvore.
  14. 14. Confeccionados para decorarem os quartos dos internos do Asilo Casa Lar. Também pode ser utilizada nas visitas aos abrigos infantis.Material: Papeis decorados, papel grosso (cartão), cola, fio de nilon, pauzinhos de picolé.Técnica: Recortar os desenhos, colar sobre o papel cartão em ambos os lados, passar o fio de nilon e prender no pauzinho de picole.Obs: Essa técnica precisa ser aprimorada, mas fica a ideia.
  15. 15. Material: Papel Pardo ou branco que se compra em metro, tintas, canetas hidrocor tipo pincel atômico, papeis cartão coloridos.Técnica: Após a exposição do tema, deixar que eles reforcem e memorizem melhor o aprendizado montando a árvore de seguinte maneira:6. Raiz:Jesus Cristo7. Parte inferior do caule: Raças negra e amarela8. Frutos: Os missionários do oriente (Lao-Tsé, Confúcio, Fo-Hi)9. Parte superior do caule: Raças adâmicas10. Galhos: Os povos originados dos Espíritos de Capela.11. Frutos nos galhos: As características do pensamento religioso daqueles povos.
  16. 16. Material: Para cada mochinho se utiliza 9 garrafas pet de 2 litros, fita adesiva larga, folhas de EVA, cola quente, esponta para fazer o assento, tecido para fazer a capa.Técnica: Pedir a algum voluntário que saiba costurar que costure as capas e leve pronta. Às crianças cabe juntar as garrafas pet com a fita adesiva, recortar em EVA os desenhos que quiserem (pode- se levar moldes) e colar com a cola quente cuja pistola fica a cargo do evangelizador ou outro adulto por motivos de segurança.
  17. 17. Material: Papel pardo, têmpera, canetas hidrocores tipo pincel atômico, vidros com água, panos e pincéis.Técnica: Pintura e desenho.
  18. 18. Material: Papel pardo, têmpera, canetas hidrocores tipo pincel atômico, picotes de EVA, revistas para recortar, cola, vidros com água, panos e pincéis.Técnica: Pintura, colagem e desenho.
  19. 19. Material: Papeis para desenho e lápis coloridos e/ou lápis de cera.Técnica: Os jovens assistiram uma compilação do filme “Irmão Sol, Irmã Lua” e depois foi colocada a música “Oração de São Francisco” para que se envolvessem pela música para criarem seus desenhos”.
  20. 20. Material: Papel pardo, potes grandes de várias cores de tinta para pintura a dedo ou têmpera, vidros com água, panos e pincéis.Técnica: Pintura

×