SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Gerenciamento de Projetos de Software e o PMBoK Prof. Camilo Almendra, MSc
- Aula -Introdução a Iniciação de Projetos de Software 2
Agenda Introdução a Gerenciamento de Projetos Conhecendo o PMBoK Processos de Iniciação Visão do Projeto Conclusões e Exercício 3
Introdução a Gerenciamento de Projetos 4
Gerenciamento de Projetos “Projeto é um empreendimento único e  temporário, concebido para criar um produto,  serviço ou resultado único.”  “Gerenciamento de Projetos é a aplicação de  conhecimento, habilidades, técnicas e ferramentas  em atividades de projeto, a fim de cumprir os  requisitos do projeto.” PMBoK, 4ª edição 5
Quem precisa de software? Usuários Pessoas que vão utilizar o software para realizar alguma atividade Partes interessadas (stakeholders) Qualquer parte interessada no sucesso do projeto Patrocinadores Gerência sênior Investidores Essas partes também podem ser usuários Usuários Patrocinadores 6
Quem faz software? Equipe de desenvolvimento Analistas de negócios ou requisitos Contato com usuários e partes interessadas Modelam o comportamento do software Comunicam os requisitos à equipe Arquitetos e projetistas Desenham soluções técnicas Programadores Escrevem os programas Testadores Planejam e executam verificações ao longo do desenvolvimento Equipe 7
Interno Externo Produto, serviço Onde estão essas pessoas? Empresa Empresa Equipe Equipe Equipe Usuários Usuários Usuários Patrocinadores Patrocinadores Patrocinadores Empresa 8
Quem articula? Gerente de projetos planeja e guia o projeto Responsável por identificar usuários e partes interessadas Determinar  as necessidades que justificam o projeto Coordenar  a equipe de desenvolvimento Comunicar e facilitar a comunicação entre todas as partes Gerente de Projeto 9
Quem articula? Equipe Usuários Gerente de Projeto Patrocinadores 10
Sucesso só depende dos envolvidos? Fatores organizacionais Cultura da organização Infra-estrutura Processos e ferramentas disponíveis Suporte executivo Tolerância do patrocinador a riscos Fatores humanos Existência de profissionais capacitados Retenção de pessoas Fatores externos Concorrentes Legislação 11
Como começar um projeto? 12
Conhecendo o PMBoK 13
O que é o PMBoK Corpo de conhecimento sobre gestão de projetos Mantido pelo PMI (Project Management Institute) Material Didático e de Referência Compreende: Processos Práticas Técnicas Ferramentas Código de ética 14
Áreas de Conhecimento 15
Grupos de Processos INICIAÇÃO PLANEJAMENTO EXECUÇÃO CONTROLE ENCERRAMENTO 16
Processos de Iniciação 17
Processos de Iniciação Grupo de processos Iniciação engloba os processos voltados para concepção e autorização de um novo projeto Os processos desse grupo são: Desenvolver termo de abertura do projeto Identificar  as partes interessadas 18
Desenvolver termo de abertura do projeto Objetivos Estabelecer  escopo inicial Estabelecer  estimativas iniciais de custos e prazo Conseguir autorização formal para o início do projeto Definir quem será o gerente de projetos! Integração 19
Desenvolver termo de abertura do projeto Entradas Declaração de trabalho Caso de Negócio Benefícios Reconhece formalmente a existência do projeto Concede ao gerente de projeto autoridade para uso dos recursos Fornece requisitos de alto nível Consolida a visão do projeto Integração 20
Identificar as partes interessadas Objetivo Identificar partes interessadas internas e externas Documentar poder de influência e interesses Identificar impactos positivos ou negativos da influência de cada parte interessada Benefícios Análise de ameaças e oportunidades Ganhar comprometimento com o projeto Comunicação 21
Importância da Iniciação Consolidar  o que será feito Alinhamento entre projeto e estratégia de negócio A isso chama-se VISÃO DO PROJETO Identificar quem estará envolvido Comunicação começa a ser estruturada Na fase de Planejamento, tudo será detalhado Sempre observando os objetos de alto nível estabelecidos 22
Visão do Projeto 23
Importância da Visão Servir como guia durante TODO o ciclo de vida do projeto Orientar  a definição do escopo Orientar  o que NÃO incluir no escopo Compartilhar um entendimento comum do projeto entre todos os envolvidos (usuários, partes interessadas, equipe) Ser o pontapé inicial do projeto 24
Documento de Visão 25
Documento de Visão Declaração do Problema Histórico Descriçãoresumida do problemaque o projeto resolve Explicaçãojustificando a decisãodaorganização de seguir com o projeto Citação a projetospassadoscorrelatos Partes interessadas e Usuários Listagem (importância, influência, informações de contato) 26
Documento de Visão Declaração do Problema Riscos Lista de potenciaisriscosaoprojeto InternosouExternos Premissas São condições que a equipe considera como verdade, ou fato consumado Em geral, são identificadas durante os processos de estimativa 27
Documento de Visão Visão da Solução Declaração da Visão Descreve o que o projeto deve alcançar! Deve ser convincente, para justificar o investimento de tempo e dinheiro no projeto Pode ser fornecida pelo próprio patrocinador Exemplo: “... pousar um homem na Lua, e retornar com ele a salvo para a Terra.” John F. Kennedy, 1961 28
Documento de Visão Visão da Solução Lista de Funcionalidades Requisitos funcionais (alto nível) Requisitos não-funcionais (características de qualidade) Plano de entregas Caso já seja possível, descrever o plano de entregas Importante caso existam data importantes (e.g., tempo para entrar no mercado) Funcionalidades não incluídas Importante tanto quanto o que vai ser feito! Reforça o entendimento do que será feito 29
Comunicando a Visão Uma vez desenvolvida, a Visão do Projeto deve ser compartilhada com todos os envolvidos Quanto mais cedo for revisada e entendida, mais rápido lacunas ou inconsistências serão resolvidas São incomuns modificações na Visão Se a Visão mudou, o projeto pode perder o significado e justificativa 30
Conclusões e Exercício 31
Conclusões Projetos são empreendimentos complexos Envolvem muitas pessoas Envolvem expectativas de negócio PMBoK Fornece um modelo genérico para gestão de projetos Pode ser aplicado a software Processos de iniciação Gatilho inicial do planejamento do projeto Visão do projeto é a entrada principal Próximos passos Exercitar a iniciação de um projeto Insumos para Planejamento de Projeto 32
Bibliografia Andrew Stellman, Jennifer Greene, “Applied Software Project Management”, O’Reilly, 2005. Ian Sommerville, “Engenharia de Software”, 6º Edição, Addison Wesley Bra, 6ª Edição, 2003.   Project Management Institute, “A Guide to the Project Management Body of Knowledge”, 4ª edição, 2008. 33
OBRIGADO! Licença: Onde rever os slides: www.slideshare.net/ccalmendra 34

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemploPlano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
Rudileine Fonseca
 

Mais procurados (20)

Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
 
Fundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de ProjetosFundamentos da Gestão de Projetos
Fundamentos da Gestão de Projetos
 
Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemploPlano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
Plano+de+gerenciamento+da+qualidadev exemplo
 
Introdução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de ProjetosIntrodução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de Projetos
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Gestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasGestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e Ferramentas
 
Gerenciamento dos Riscos em Projetos
Gerenciamento dos Riscos em ProjetosGerenciamento dos Riscos em Projetos
Gerenciamento dos Riscos em Projetos
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 
Aula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de ProjetosAula Pronta - Gerenciamento de Projetos
Aula Pronta - Gerenciamento de Projetos
 
Gestão de Projetos com Ms project
Gestão de Projetos com Ms projectGestão de Projetos com Ms project
Gestão de Projetos com Ms project
 
Aula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e CronogramaAula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e Cronograma
 
Gerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TIGerenciamento de Projetos de TI
Gerenciamento de Projetos de TI
 
Gerenciamento de riscos em projetos de TI
Gerenciamento de riscos em projetos de TIGerenciamento de riscos em projetos de TI
Gerenciamento de riscos em projetos de TI
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestao De Projetos
 
Aula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias ÁgeisAula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias Ágeis
 
Gerenciamento do Escopo em Projetos
Gerenciamento do Escopo em ProjetosGerenciamento do Escopo em Projetos
Gerenciamento do Escopo em Projetos
 
Escritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMOEscritório de Projetos - PMO
Escritório de Projetos - PMO
 
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casosGestão de projetos baseada no estudo de casos
Gestão de projetos baseada no estudo de casos
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de ProjetosElaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
Elaboração e Gestão de Projetos - 1. Fundamentos de Gestão de Projetos
 

Destaque

3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V53.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
Fladhimyr Castello
 
Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
lcbj
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
André Franciscato Paggi
 
Padroes De Projeto
Padroes De ProjetoPadroes De Projeto
Padroes De Projeto
ejdn1
 

Destaque (9)

3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V53.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
3.2.Areasda Gerenciade Projetos.V5
 
Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
 
Aula 06 o cristo consolador - evangelho
Aula 06   o cristo consolador - evangelhoAula 06   o cristo consolador - evangelho
Aula 06 o cristo consolador - evangelho
 
Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
 
Pmbok - Em busca de campeões
Pmbok - Em busca de campeõesPmbok - Em busca de campeões
Pmbok - Em busca de campeões
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
 
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
 
Gestão de projeto PMBOK 5 com um Toque Agil - praticas de fundamentos
Gestão de projeto PMBOK 5 com um Toque Agil -  praticas de fundamentosGestão de projeto PMBOK 5 com um Toque Agil -  praticas de fundamentos
Gestão de projeto PMBOK 5 com um Toque Agil - praticas de fundamentos
 
Padroes De Projeto
Padroes De ProjetoPadroes De Projeto
Padroes De Projeto
 

Semelhante a Introdução à Iniciação de Projetos de Software

WorkShop-PM Canvas - GEITec
WorkShop-PM Canvas - GEITecWorkShop-PM Canvas - GEITec
WorkShop-PM Canvas - GEITec
feredestech
 

Semelhante a Introdução à Iniciação de Projetos de Software (20)

Introdução a Gestão de Projetos
Introdução a Gestão de ProjetosIntrodução a Gestão de Projetos
Introdução a Gestão de Projetos
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
 
Gestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TIGestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TI
 
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.pptMarco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
 
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.pptMarco-Logico-de-Projetos.ppt
Marco-Logico-de-Projetos.ppt
 
Marco-Logico-de-Projetos.ppt uma aventura no mundo dos negocios
Marco-Logico-de-Projetos.ppt uma aventura no mundo dos negociosMarco-Logico-de-Projetos.ppt uma aventura no mundo dos negocios
Marco-Logico-de-Projetos.ppt uma aventura no mundo dos negocios
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
Administração de projetos Gerenciamento de projetos - Aula 3
Administração de projetos  Gerenciamento de projetos - Aula 3Administração de projetos  Gerenciamento de projetos - Aula 3
Administração de projetos Gerenciamento de projetos - Aula 3
 
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de ProjetosTreinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
WorkShop-PM Canvas - GEITec
WorkShop-PM Canvas - GEITecWorkShop-PM Canvas - GEITec
WorkShop-PM Canvas - GEITec
 
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
 
Gestão de Projetos (18/08/2014)
Gestão de Projetos (18/08/2014)Gestão de Projetos (18/08/2014)
Gestão de Projetos (18/08/2014)
 
Gestão de Projetos (18/03/2015)
Gestão de Projetos (18/03/2015)Gestão de Projetos (18/03/2015)
Gestão de Projetos (18/03/2015)
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (17/02/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (17/02/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (17/02/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (17/02/2014)
 
(Transformar 16) sessão 4
(Transformar 16) sessão 4(Transformar 16) sessão 4
(Transformar 16) sessão 4
 
PM2ALL Iniciar o projeto (PMBOK)
PM2ALL Iniciar o projeto (PMBOK)PM2ALL Iniciar o projeto (PMBOK)
PM2ALL Iniciar o projeto (PMBOK)
 
PM Canvas - Um Resumo para Estudo
PM Canvas - Um Resumo para EstudoPM Canvas - Um Resumo para Estudo
PM Canvas - Um Resumo para Estudo
 
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico GonzalesGestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
 

Mais de Camilo Almendra

Gestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em EmpresasGestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em Empresas
Camilo Almendra
 

Mais de Camilo Almendra (13)

NPI - Palestra WTISC 2015 - UFC Quixadá
NPI - Palestra WTISC 2015 - UFC QuixadáNPI - Palestra WTISC 2015 - UFC Quixadá
NPI - Palestra WTISC 2015 - UFC Quixadá
 
Seminário - Estudos Empíricos em Engenharia de Software - RE@Quixadá
Seminário - Estudos Empíricos em Engenharia de Software - RE@QuixadáSeminário - Estudos Empíricos em Engenharia de Software - RE@Quixadá
Seminário - Estudos Empíricos em Engenharia de Software - RE@Quixadá
 
Estágio Supervisionado e NPI - UFC Quixadá
Estágio Supervisionado e NPI - UFC QuixadáEstágio Supervisionado e NPI - UFC Quixadá
Estágio Supervisionado e NPI - UFC Quixadá
 
Workshop de Requisitos
Workshop de RequisitosWorkshop de Requisitos
Workshop de Requisitos
 
Gestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em EmpresasGestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em Empresas
 
Empreendedorismo: Tendências na Internet
Empreendedorismo: Tendências na InternetEmpreendedorismo: Tendências na Internet
Empreendedorismo: Tendências na Internet
 
Relato Experiência Taxonomia SOLO
Relato Experiência Taxonomia SOLORelato Experiência Taxonomia SOLO
Relato Experiência Taxonomia SOLO
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Das Fábricas aos Time Auto-organizados
Das Fábricas aos Time Auto-organizadosDas Fábricas aos Time Auto-organizados
Das Fábricas aos Time Auto-organizados
 
Dissertação - Janeiro/2003 - DC/UFC
Dissertação - Janeiro/2003 - DC/UFCDissertação - Janeiro/2003 - DC/UFC
Dissertação - Janeiro/2003 - DC/UFC
 
Introdução de Kanban para Equipes Scrum
Introdução de Kanban para Equipes ScrumIntrodução de Kanban para Equipes Scrum
Introdução de Kanban para Equipes Scrum
 
Verificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de SoftwareVerificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de Software
 
Introdução a Gerência de Configuração de Software
Introdução a Gerência de Configuração de SoftwareIntrodução a Gerência de Configuração de Software
Introdução a Gerência de Configuração de Software
 

Último

Último (8)

ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 

Introdução à Iniciação de Projetos de Software

  • 1. Gerenciamento de Projetos de Software e o PMBoK Prof. Camilo Almendra, MSc
  • 2. - Aula -Introdução a Iniciação de Projetos de Software 2
  • 3. Agenda Introdução a Gerenciamento de Projetos Conhecendo o PMBoK Processos de Iniciação Visão do Projeto Conclusões e Exercício 3
  • 5. Gerenciamento de Projetos “Projeto é um empreendimento único e temporário, concebido para criar um produto, serviço ou resultado único.” “Gerenciamento de Projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, técnicas e ferramentas em atividades de projeto, a fim de cumprir os requisitos do projeto.” PMBoK, 4ª edição 5
  • 6. Quem precisa de software? Usuários Pessoas que vão utilizar o software para realizar alguma atividade Partes interessadas (stakeholders) Qualquer parte interessada no sucesso do projeto Patrocinadores Gerência sênior Investidores Essas partes também podem ser usuários Usuários Patrocinadores 6
  • 7. Quem faz software? Equipe de desenvolvimento Analistas de negócios ou requisitos Contato com usuários e partes interessadas Modelam o comportamento do software Comunicam os requisitos à equipe Arquitetos e projetistas Desenham soluções técnicas Programadores Escrevem os programas Testadores Planejam e executam verificações ao longo do desenvolvimento Equipe 7
  • 8. Interno Externo Produto, serviço Onde estão essas pessoas? Empresa Empresa Equipe Equipe Equipe Usuários Usuários Usuários Patrocinadores Patrocinadores Patrocinadores Empresa 8
  • 9. Quem articula? Gerente de projetos planeja e guia o projeto Responsável por identificar usuários e partes interessadas Determinar as necessidades que justificam o projeto Coordenar a equipe de desenvolvimento Comunicar e facilitar a comunicação entre todas as partes Gerente de Projeto 9
  • 10. Quem articula? Equipe Usuários Gerente de Projeto Patrocinadores 10
  • 11. Sucesso só depende dos envolvidos? Fatores organizacionais Cultura da organização Infra-estrutura Processos e ferramentas disponíveis Suporte executivo Tolerância do patrocinador a riscos Fatores humanos Existência de profissionais capacitados Retenção de pessoas Fatores externos Concorrentes Legislação 11
  • 12. Como começar um projeto? 12
  • 14. O que é o PMBoK Corpo de conhecimento sobre gestão de projetos Mantido pelo PMI (Project Management Institute) Material Didático e de Referência Compreende: Processos Práticas Técnicas Ferramentas Código de ética 14
  • 16. Grupos de Processos INICIAÇÃO PLANEJAMENTO EXECUÇÃO CONTROLE ENCERRAMENTO 16
  • 18. Processos de Iniciação Grupo de processos Iniciação engloba os processos voltados para concepção e autorização de um novo projeto Os processos desse grupo são: Desenvolver termo de abertura do projeto Identificar as partes interessadas 18
  • 19. Desenvolver termo de abertura do projeto Objetivos Estabelecer escopo inicial Estabelecer estimativas iniciais de custos e prazo Conseguir autorização formal para o início do projeto Definir quem será o gerente de projetos! Integração 19
  • 20. Desenvolver termo de abertura do projeto Entradas Declaração de trabalho Caso de Negócio Benefícios Reconhece formalmente a existência do projeto Concede ao gerente de projeto autoridade para uso dos recursos Fornece requisitos de alto nível Consolida a visão do projeto Integração 20
  • 21. Identificar as partes interessadas Objetivo Identificar partes interessadas internas e externas Documentar poder de influência e interesses Identificar impactos positivos ou negativos da influência de cada parte interessada Benefícios Análise de ameaças e oportunidades Ganhar comprometimento com o projeto Comunicação 21
  • 22. Importância da Iniciação Consolidar o que será feito Alinhamento entre projeto e estratégia de negócio A isso chama-se VISÃO DO PROJETO Identificar quem estará envolvido Comunicação começa a ser estruturada Na fase de Planejamento, tudo será detalhado Sempre observando os objetos de alto nível estabelecidos 22
  • 24. Importância da Visão Servir como guia durante TODO o ciclo de vida do projeto Orientar a definição do escopo Orientar o que NÃO incluir no escopo Compartilhar um entendimento comum do projeto entre todos os envolvidos (usuários, partes interessadas, equipe) Ser o pontapé inicial do projeto 24
  • 26. Documento de Visão Declaração do Problema Histórico Descriçãoresumida do problemaque o projeto resolve Explicaçãojustificando a decisãodaorganização de seguir com o projeto Citação a projetospassadoscorrelatos Partes interessadas e Usuários Listagem (importância, influência, informações de contato) 26
  • 27. Documento de Visão Declaração do Problema Riscos Lista de potenciaisriscosaoprojeto InternosouExternos Premissas São condições que a equipe considera como verdade, ou fato consumado Em geral, são identificadas durante os processos de estimativa 27
  • 28. Documento de Visão Visão da Solução Declaração da Visão Descreve o que o projeto deve alcançar! Deve ser convincente, para justificar o investimento de tempo e dinheiro no projeto Pode ser fornecida pelo próprio patrocinador Exemplo: “... pousar um homem na Lua, e retornar com ele a salvo para a Terra.” John F. Kennedy, 1961 28
  • 29. Documento de Visão Visão da Solução Lista de Funcionalidades Requisitos funcionais (alto nível) Requisitos não-funcionais (características de qualidade) Plano de entregas Caso já seja possível, descrever o plano de entregas Importante caso existam data importantes (e.g., tempo para entrar no mercado) Funcionalidades não incluídas Importante tanto quanto o que vai ser feito! Reforça o entendimento do que será feito 29
  • 30. Comunicando a Visão Uma vez desenvolvida, a Visão do Projeto deve ser compartilhada com todos os envolvidos Quanto mais cedo for revisada e entendida, mais rápido lacunas ou inconsistências serão resolvidas São incomuns modificações na Visão Se a Visão mudou, o projeto pode perder o significado e justificativa 30
  • 32. Conclusões Projetos são empreendimentos complexos Envolvem muitas pessoas Envolvem expectativas de negócio PMBoK Fornece um modelo genérico para gestão de projetos Pode ser aplicado a software Processos de iniciação Gatilho inicial do planejamento do projeto Visão do projeto é a entrada principal Próximos passos Exercitar a iniciação de um projeto Insumos para Planejamento de Projeto 32
  • 33. Bibliografia Andrew Stellman, Jennifer Greene, “Applied Software Project Management”, O’Reilly, 2005. Ian Sommerville, “Engenharia de Software”, 6º Edição, Addison Wesley Bra, 6ª Edição, 2003.   Project Management Institute, “A Guide to the Project Management Body of Knowledge”, 4ª edição, 2008. 33
  • 34. OBRIGADO! Licença: Onde rever os slides: www.slideshare.net/ccalmendra 34