Inundações

16.464 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Inundações

  1. 1. O que são?  Inundações são a consequência da acumulação de grandes quantidades de agua em locais habitualmente secos.
  2. 2.  Podem originar-se por diversos fenómenos atmosféricos como temporais, frentes frias e furacões, que provocam tormentas ou chuvas de curta duração, mas muito intensas e contínuas.  Excesso de precipitação, logo faz aumentar o caudal dos cursos de água, originando o extravase do leito normal e a inundação das margens;  Acumulação de detritos em galerias pluviais, canais de drenagem e cursos de água.
  3. 3.  As barragens podem apresentar falhas ou fugas (rupturas) que causam inundações e avalanches.  As inundações também podem ser consequência de maremotos.
  4. 4. • As inundações podem ser divididas de acordo com a sua velocidade evolutiva. As inundações de evolução lenta são resultado de um aumento de volume dos corpos de água até a abundância de precipitações durante um longo período ( dias ou semanas) e que provocam o locomoção dos habitantes; • As inundações de evolução rápida ou súbita são causadas por um rápido aumento do volume dos corpos de água devido aos fenómenos naturais como marés altas e tormentas.
  5. 5. As inundações podem ser classificadas de acordo com o regime de leitos:  Inundação do tipo torrencial É resultado de um aumento do volume de água em rios ou lagos e é causada por chuvas intensas, ciclones, marés altas, rompimento dos muros de contenção de uma represa ou a insuficiência dos diques de um rio para conter sua vazão. Por exemplo, se a área de uma bacia onde é armazenada a água é muito pequena e tem fortes declives, o nível de água aumenta de maneira repentina e a bacia transborda com o aumento dos limites de vazão causado pelas chuvas intensas.
  6. 6.  Encharcamento Fenómeno que acontece devido à saturação do solo, caracterizada pela presença de grossas capas de água sobre a superfície do solo em pequenas extensões; geralmente presente em regiões planas. O fenómeno pode durar poucas horas ou até vários dias.
  7. 7.  Arrasto de material sólido;  Amplas regiões cobertas de água;  Erosão acentuada;  Interrupção das vias de comunicação;  Destruição de casas;  Perda de vidas;  Destruição de colheitas;  Acúmulo de lodo, areia e lama;  Diminuição de água potável;  Poluição de rios e mar;  Propagação de doenças devido á poluição da água.
  8. 8.  Construir barragens e diques;  Evitar a urbanização excessiva;  Aumentar as áreas naturais de prado e floresta ao longo das margens dos rios; - As construções urbanas impermeabilizam os terrenos, enquanto que as áreas de prado e floresta favorecem a infiltração de água no solo.
  9. 9. Barragem de Alqueva
  10. 10. Praça do comércio - 1945
  11. 11. Avenida da República - 1945
  12. 12. Campo grande - 1946
  13. 13. Avenida de berna- 1946
  14. 14. Rua de São Paulo 1946
  15. 15. Entrecampos - 1946

×