Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem Vera Menezes (UFMG) Junia Braga (UFMG
<ul><li>Disciplina: Ensino e Aprendizagem de Línguas mediados por computador </li></ul><ul><li>Professoras: Drª. Eliane Ca...
Modelos de organização da sala de aula
 
<ul><li>Qual é o melhor modelo? </li></ul><ul><li>Configuração em filas </li></ul><ul><li>Configuração em grupo </li></ul>
 
<ul><li>Principal reclamação em relação ao  ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras: </li></ul><ul><li>Falta de autono...
 
<ul><li>Os cursos, geralmente, se organizam em grandes grupos recebendo informações/instruções ou em pequenos grupos inter...
<ul><li>Benson (2005, p. 186), discute  a questão da autonomia no contexto da aprendizagem mediada por tecnologia da infor...
Descrição dos cursos <ul><li>Tipos de design para cursos on-line de cursos da UFMG: </li></ul><ul><li>Disciplina de Inglês...
IngRede: uma disciplina de leitura em Inglês (Projeto interinstitucional) Objetivo: oferecer disciplinas de leitura em Ing...
<ul><li>Responsáveis:  </li></ul><ul><li>Professora Kátia Tavares da UFRJ para atender aprendizes iniciantes e o material ...
<ul><li>O objetivo foi oferecer oportunidades de desenvolvimento de leitura para grandes grupos.  </li></ul><ul><li>Após a...
<ul><li>Oferta de duas disciplinas on-line através da plataforma  Moodle , um sistema de gerenciamento de aprendizagem, co...
<ul><li>Desenvolvimento do Projeto: </li></ul><ul><li>Atividades elaboradas de forma interativa </li></ul><ul><li>Feedback...
Grupo Fractalizado O que é ? Prática em que os  futuros professores devem usar a língua que irão ensinar no maior número p...
<ul><li>Sobre a disciplina: </li></ul><ul><li>Foram intituladas dimensões comunicativas </li></ul><ul><li>Interação entre ...
<ul><li>De acordo com as perguntas de Benson, pode-se afirmar que o  design  de grupos fractalizados permite que os alunos...
Essas condições permitem que os aprendizes desenvolvam relações de colaboração, interdependência e reciprocidade, além de ...
Complexidade e aprendizagem Sistema complexo adaptativo Sistema que envolve elementos ou agentes que interagem entre si, e...
Sistema complexo adaptativo Feedback Auto-organização  Dinâmica  Emergência
RESULTADOS : Grupos fractalizados A interação em pequenos grupos promoveu oportunidades de negociação dentre os membros de...
IngRede Uma das características dos cursos de leitura online é a possibilidade de customização. Essa especificidade permit...
CONCLUSÃO: A aprendizagem pode acontecer em ambientes com e sem interação, com e sem interatividade, mas, provavelmente , ...
“ O mais importante não é as características da tecnologia, mas as características das atividades nas quais a tecnologia t...
REFERÊNCIAS: MENEZES, VERA .  Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem .  UFMG , 2008 . http://...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem

702 visualizações

Publicada em

Tecnologia no Ensino de Línguas.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
702
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem

  1. 1. Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem Vera Menezes (UFMG) Junia Braga (UFMG
  2. 2. <ul><li>Disciplina: Ensino e Aprendizagem de Línguas mediados por computador </li></ul><ul><li>Professoras: Drª. Eliane Carolina </li></ul><ul><li>Ms. Margarida Rosa </li></ul><ul><li>Aluna : Bruna Maressa S. Mendonça </li></ul>
  3. 3. Modelos de organização da sala de aula
  4. 5. <ul><li>Qual é o melhor modelo? </li></ul><ul><li>Configuração em filas </li></ul><ul><li>Configuração em grupo </li></ul>
  5. 7. <ul><li>Principal reclamação em relação ao ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras: </li></ul><ul><li>Falta de autonomia dos alunos </li></ul><ul><li>Com o advento da internet através do ensino on-line observamos que no mundo virtual esses padrões se repetem com frequência. </li></ul>
  6. 9. <ul><li>Os cursos, geralmente, se organizam em grandes grupos recebendo informações/instruções ou em pequenos grupos interagindo de forma síncrona ou assíncrona mediados pelo professor </li></ul><ul><li>O ambiente virtual em si não é sinônimo de autonomia e criatividade e pode ser tão ou mais tradicional que a sala de aula presencial </li></ul>
  7. 10. <ul><li>Benson (2005, p. 186), discute a questão da autonomia no contexto da aprendizagem mediada por tecnologia da informação e propõe que se faça duas perguntas: </li></ul><ul><li>Que oportunidades a tecnologia da informação oferece aos alunos em termos de escolha e controle? </li></ul><ul><li>2. De que forma a tecnologia da informação ajuda os aprendizes a tirar vantagem dessas oportunidades. </li></ul>
  8. 11. Descrição dos cursos <ul><li>Tipos de design para cursos on-line de cursos da UFMG: </li></ul><ul><li>Disciplina de Inglês Instrumental; </li></ul><ul><li>Disciplina de Inglês Instrumental voltada para formação docente de graduandos em Letras; </li></ul>
  9. 12. IngRede: uma disciplina de leitura em Inglês (Projeto interinstitucional) Objetivo: oferecer disciplinas de leitura em Inglês para todos os alunos
  10. 13. <ul><li>Responsáveis: </li></ul><ul><li>Professora Kátia Tavares da UFRJ para atender aprendizes iniciantes e o material elaborado foi reunido em um CD-ROM com aulas e atividades voltadas para o desenvolvimento de estratégias de leitura . </li></ul><ul><li>Júnia Braga , responsável pela implantação da disciplina da UFMG para 1000 alunos, sentiu -se a necessidade de planejar um segundo nível. </li></ul>
  11. 14. <ul><li>O objetivo foi oferecer oportunidades de desenvolvimento de leitura para grandes grupos. </li></ul><ul><li>Após a elaboração do material, cada instituição teve total liberdade para customização e implementação das atividades </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Oferta de duas disciplinas on-line através da plataforma Moodle , um sistema de gerenciamento de aprendizagem, com diversidade de ferramentas para criação e desenvolvimento de atividades individuais e colaborativas. </li></ul><ul><li>Envolveram: </li></ul><ul><li>CD-ROM para o desenvolvimento de estratégias de leitura </li></ul><ul><li>Atividades de leitura de textos de interesse geral e específico </li></ul>
  13. 16. <ul><li>Desenvolvimento do Projeto: </li></ul><ul><li>Atividades elaboradas de forma interativa </li></ul><ul><li>Feedbacks automáticos </li></ul><ul><li>Fórum de discussão </li></ul><ul><li>O IngRede procurou aumentar o grau de autonomia </li></ul>
  14. 17. Grupo Fractalizado O que é ? Prática em que os futuros professores devem usar a língua que irão ensinar no maior número possível de suas atividades acadêmicas. Mesmo que tenha alunos de diferentes habilitações não privar os alunos de usar a língua de sua habilitação, buscou-se um desenho pedagógico que denominou-se de Grupo Fractalizado .
  15. 18. <ul><li>Sobre a disciplina: </li></ul><ul><li>Foram intituladas dimensões comunicativas </li></ul><ul><li>Interação entre alunos divididos de acordo com suas habilitações </li></ul><ul><li>Interação em um ambiente on-line desenvolvendo tarefas colaborativas sem intervenção direta do professor </li></ul>
  16. 19. <ul><li>De acordo com as perguntas de Benson, pode-se afirmar que o design de grupos fractalizados permite que os alunos possam escolher outros textos e materiais na língua de sua habilitação e exercer total controle sobre o gerenciamento do tempo e da tarefa. </li></ul><ul><li>Braga (2007) conclui que a tecnologia permite o trabalho simultâneo de vários grupos interagindo em línguas diferentes , favorecendo a dispersão do controle e a mobilização de competências. </li></ul>
  17. 20. Essas condições permitem que os aprendizes desenvolvam relações de colaboração, interdependência e reciprocidade, além de possibilitar que vivenciem atribuições comuns de um professor, tais como a promoção, a facilitação das discussões.
  18. 21. Complexidade e aprendizagem Sistema complexo adaptativo Sistema que envolve elementos ou agentes que interagem entre si, em constante adaptação com o ambiente, à medida que buscam acomodação mútua p ara otimizar possíveis benefícios que assegurem sua sobrevivência.
  19. 22. Sistema complexo adaptativo Feedback Auto-organização Dinâmica Emergência
  20. 23. RESULTADOS : Grupos fractalizados A interação em pequenos grupos promoveu oportunidades de negociação dentre os membros de cada grupo, permitindo uma melhor organização e, consequentemente, maior igualdade de participação no empreendimento comum do grupo .
  21. 24. IngRede Uma das características dos cursos de leitura online é a possibilidade de customização. Essa especificidade permitiu que os alunos tirassem maior proveito das oportunidades de escolha e controle oferecidos pelo uso da tecnologia nesses grandes grupos .
  22. 25. CONCLUSÃO: A aprendizagem pode acontecer em ambientes com e sem interação, com e sem interatividade, mas, provavelmente , não acontecerá se não houver ação por parte do aprendiz. Ou seja, se o aprendiz não utilizar as informações para gerar conhecimentos em práticas sociais da linguagem como o debate e a negociação de sentido com os colegas.
  23. 26. “ O mais importante não é as características da tecnologia, mas as características das atividades nas quais a tecnologia tem um papel. Acreditamos que quanto mais diversificadas forem as opções, tanto no que concerne à tarefa quanto às ferramentas, melhor será o ambiente de aprendizagem.”
  24. 27. REFERÊNCIAS: MENEZES, VERA . Reconfigurando a sala de aula em ambientes virtuais de aprendizagem . UFMG , 2008 . http://professoresnotadez.blogspot.com/2010/09/o-segredo-dos-bons-professores.html < Acesso em 15-06-2011>

×