UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE  DE LETRAS – CEPAE ESPECIALIZAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA: ENSINO E APRENDIZAGEM D...
INTRODUÇÃO <ul><li>A organização da sala de aula: </li></ul><ul><li>Cadeiras enfileiradas individualizando o aprendiz; </l...
<ul><li>Benson (2005): </li></ul><ul><li>Que oportunidades as TIC oferecem aos alunos em termos de escolha e controle? </l...
2.1 IngRede: Uma disciplina de leitura em inglês   <ul><li>Nasceu na UFMG de um projeto interinstitucional; </li></ul><ul>...
IngRede: uma disciplina de  leitura em inglês <ul><li>Vantagens da autonomia: </li></ul><ul><li>O aluno pode trabalhar soz...
GRUPO FRACTALIZADO <ul><li>Mandelbrot (1982): </li></ul><ul><li>Formas compostas de estruturas similares em escalas difere...
GRUPO FRACTALIZADO <ul><li>Design de grupos fractalizados permitem: </li></ul><ul><li>Alunos possam escolher outros textos...
COMPLEXIDADE E APRENDIZAGEM <ul><li>Produz perturbações e instabilidades; </li></ul><ul><li>O sistema se auto-organiza e s...
COMPLEXIDADE E APRENDIZAGEM <ul><li>Qualidades de um sistema complexo adaptativo: </li></ul><ul><li>Capacidade de trocar e...
3.1. GRUPOS FRACTALIZADOS <ul><li>Oportunidades de negociações dentre os membros de cada grupo; </li></ul><ul><li>Revezame...
3.2. IngRed <ul><li>Possibilita customização; </li></ul><ul><li>Cada aluno busca condições para seu próprio aprendizado; <...
CONCLUSÃO <ul><li>A aprendizagem pode acontecer em ambientes com e sem interação, com e sem interatividade, mas, não acont...
<ul><li>A aprendizagem online não faz sentido se não valorizarmos a aprendizagem através da cooperação, colaboração, diálo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reconfigurando a sala de aula

418 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reconfigurando a sala de aula

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS – CEPAE ESPECIALIZAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA: ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS RECONFIGURANDO A SALA DE AULA EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM VERA MENEZES JUNIA BRAGA LIVIA CAMPOS ALVES E LIMA
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>A organização da sala de aula: </li></ul><ul><li>Cadeiras enfileiradas individualizando o aprendiz; </li></ul><ul><li>Cadeiras em pequenos grupos como construção colaborativa do conhecimento; </li></ul><ul><li>Ambiente virtual X autonomia; </li></ul><ul><li>Teoria sócio-cultural: interação, mediação, colaboração e construção social do conhecimento. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Benson (2005): </li></ul><ul><li>Que oportunidades as TIC oferecem aos alunos em termos de escolha e controle? </li></ul><ul><li>De que forma as TIC ajudam os aprendizes a tirar vantagem dessas oportunidades? </li></ul>Teoria da atividade e teoria construtivista: Centrado no aluno que constroi significado e escolhe como suprir suas necessidades.
  4. 4. 2.1 IngRede: Uma disciplina de leitura em inglês <ul><li>Nasceu na UFMG de um projeto interinstitucional; </li></ul><ul><li>Objetivo de oferecer oportunidades de desenvolvimento de leitura para grandes grupos; </li></ul><ul><li>CD-ROM com aulas e atividades voltadas para estratégias de leitura; </li></ul><ul><li>Plataforma Moodle. </li></ul>
  5. 5. IngRede: uma disciplina de leitura em inglês <ul><li>Vantagens da autonomia: </li></ul><ul><li>O aluno pode trabalhar sozinho com o CD-ROM ou com o material na internet; </li></ul><ul><li>Pode optar por trabalhar em rede interagindo com outros colegas; </li></ul><ul><li>Combinação de todas as opções. </li></ul>
  6. 6. GRUPO FRACTALIZADO <ul><li>Mandelbrot (1982): </li></ul><ul><li>Formas compostas de estruturas similares em escalas diferentes. </li></ul><ul><li>Processo fractal (Gleick, 1989): </li></ul><ul><li>“ Abarca toda a estrutura em termos das ramificações que a produzem, ramificações que se comportam de maneira coerente, das grandes a pequenas escalas” </li></ul>
  7. 7. GRUPO FRACTALIZADO <ul><li>Design de grupos fractalizados permitem: </li></ul><ul><li>Alunos possam escolher outros textos e materiais na língua de sua habilitação; </li></ul><ul><li>Exercer total controle sobre o gerenciamento do tempo e da tarefa. </li></ul><ul><li>Para Braga (2007): </li></ul><ul><li>A tecnologia permite o trabalho simultâneo de vários grupos interagindo em línguas diferentes, favorecendo a dispersão do controle e a mobilização de competências. </li></ul>
  8. 8. COMPLEXIDADE E APRENDIZAGEM <ul><li>Produz perturbações e instabilidades; </li></ul><ul><li>O sistema se auto-organiza e se adapta às novas condições; </li></ul><ul><li>Sistema complexo adaptativo é qualquer sistema que envolve elementos ou agentes que interagem entre si e processam mudanças ao longo de sua evolução além de trocar insumos com o ambiente. </li></ul>
  9. 9. COMPLEXIDADE E APRENDIZAGEM <ul><li>Qualidades de um sistema complexo adaptativo: </li></ul><ul><li>Capacidade de trocar energia com outros sistemas </li></ul><ul><li>Capacidade de seleção natural e auto-organização </li></ul><ul><li>Controle descentralizado permitindo a interação entre os pares </li></ul>
  10. 10. 3.1. GRUPOS FRACTALIZADOS <ul><li>Oportunidades de negociações dentre os membros de cada grupo; </li></ul><ul><li>Revezamento de líderes, gera novas adaptações e processos de auto-realização; </li></ul><ul><li>Dispersão do controle possibilita a emergência de uma liderança e o reconhecimento do grupo; </li></ul><ul><li>A liderança descentralizada e a diversidade de idéias favoreceram também a mobilização de competências. </li></ul>
  11. 11. 3.2. IngRed <ul><li>Possibilita customização; </li></ul><ul><li>Cada aluno busca condições para seu próprio aprendizado; </li></ul><ul><li>A interatividade possibilita que os alunos tenham feedback das atividades desencadeando novas causas e efeitos no sistema ampliando suas possibilidades; </li></ul><ul><li>A adaptabilidade permite que o aluno possa fazer escolhas de acordo com seus estilos. </li></ul>
  12. 12. CONCLUSÃO <ul><li>A aprendizagem pode acontecer em ambientes com e sem interação, com e sem interatividade, mas, não acontecerá se não houver ação por parte do aprendiz. </li></ul><ul><li>A dispersão do controle propiciado pelas novas configurações da sala de aula no ambiente virtual é uma condição que favorece a aprendizagem individual e/ou coletiva. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>A aprendizagem online não faz sentido se não valorizarmos a aprendizagem através da cooperação, colaboração, diálogo, e/ou participação em comunidade. </li></ul><ul><li>Benson (2001) diz que o mais importante não é as caracteristicas da tecnologia, mas as características das atividades nas quais a tecnologia tem um papel. </li></ul>

×