Aprendizado colaborativomediado pelo computador     MARK WARSCHAUER - 1997             RESUMO POR             MARIA APAREC...
Introduzir um arcabouço conceitual paraguiar os estudos sobre o papel da interaçãovia computador com base na TeoriaSociocu...
O papel da interação é promover ‘input’ ou ‘output’na L2Pesquisas sobre:• Tipos de interações que facilitam o ‘intake’• No...
A perspectiva sociocultural enfoca o papel da interação        dentro de um contexto social e culturalCONCEITOS DE VYGOTSK...
Como os aprendizes atravessam a ZDP?  • Por modelos (professor)  • Por mediação de textos (através das interações e colabo...
Estudos que investigaram o uso da tecnologia paraencorajar o aprendizado colaborativo em ambientesinstrucionais1.   Intera...
Halliday: usamos a linguagem para:1. Interagir através da comunicação (fala)2. Interpretar nossas experiências, dando-lhes...
Halliday: usamos a linguagem para:1. Interagir através da comunicação (fala)2. Interpretar nossas experiências, dando-lhes...
Resultados de um estudo com alunos do ensino médio naFrança:• Rápida interação• Oportunidade para reflexão no meio da inte...
Diferença entre a conversa presencial em grupo e acomunicação online:1. CMC = oportunidade de construção conjunta de conhe...
• Alguns estudos relatam maior participação dos  alunos na comunicação mediada por computador• A CMC quebra o paradigma do...
Essa independência estende o potencial da colaboraçãoonline pois:1. Permite reflexão e análise crítica (e-mail – assíncron...
• Fácil, mais rápida, mais barato e mais frequente• maior autenticidade    Origem: Movimento Escola Moderna de Freinet (19...
1. Alunos de um curso de francês trocaram experiências com alunos imigrantes deuma escola na França (redação e discussão p...
Análise de um projeto entre alunos secundaristas daFinlândia e Inglaterra demonstrou :(a)Mudança no paradigma professor-tu...
Pode proporcionar informação atualizada e autêntica, que pode serincorporada em atividades colaborativas na sala de aulaEx...
• São experienciais, têm um objetivo claro e são realizadas em  conjunto com outros aprendizes via Internet• As questões l...
É a aprendizagem que acontece (é situada) dentro de um ambienteespecífico, mas que pode ser aplicada em outros contextosIn...
Sob o enfoque da teoria sociocultural, que enfatiza o valor educacional da criação de comunidades interculturais e a inves...
1. Como os aprendizes constroem sentido através da comunicação online? De que modo esse processo é diferente ou similar ao...
Computer mediated collaborative learning-Warschauer97
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Computer mediated collaborative learning-Warschauer97

499 visualizações

Publicada em

Resumo do artigo de Mark Warschauer intitulado "Computer-Mediated Collaborative Learning: Theory and Practice", publicado no periódico The Modern Language Journal, Vol. 81, No. 4, 1997.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Computer mediated collaborative learning-Warschauer97

  1. 1. Aprendizado colaborativomediado pelo computador MARK WARSCHAUER - 1997 RESUMO POR MARIA APARECIDA MOREIRA – UFF 2011
  2. 2. Introduzir um arcabouço conceitual paraguiar os estudos sobre o papel da interaçãovia computador com base na TeoriaSociocultural
  3. 3. O papel da interação é promover ‘input’ ou ‘output’na L2Pesquisas sobre:• Tipos de interações que facilitam o ‘intake’• Noticing input• Planning outputDentro desta abordagem não é possível investigar como osindivíduos usam a colaboração online para:• Tornar-se membros competentes de uma comunidade de fala ou grupo social• Adquirir conhecimento cultural• Desenvolver letramentos
  4. 4. A perspectiva sociocultural enfoca o papel da interação dentro de um contexto social e culturalCONCEITOS DE VYGOTSKY:Todas nossas funções cognitivas se desenvolvem pelainteração social, cuja base é a línguaNosso desenvolvimento cultura começa no nível social paradepois ocorrer no nível intrapessoalZona de Desenvolvimento ProximalCONCEITOS DE BATKHIN:A linguagem é formada através de constantes interações. Ainteração mais focada leva a formas mais efetivas deaprendizagem
  5. 5. Como os aprendizes atravessam a ZDP? • Por modelos (professor) • Por mediação de textos (através das interações e colaboraçãoO modelo de Bayer (1990) de aprendizagem colaborativa enfatiza o uso dalinguagem, da colaboração entre pares e das tarefas de resolução de problemas. Oprofessor auxilia como um guia (e não modelo) enquanto os alunos colaboram parafazer conexões entre novas ideias e o conhecimento prévio. Usam a lingua comoferramenta de aprendizagem e desenvolvem competências linguísticas e cognitivasWells and Chang-Wells (1992) o aprendizado= criação de uma comunidade deprática colaborativa, na qual os aprendizes desenvolvem seu pensamento através dalinguagem e não do modeloO texto como mediação e instrumento de reflexaoTexto= amplificador cognitivo
  6. 6. Estudos que investigaram o uso da tecnologia paraencorajar o aprendizado colaborativo em ambientesinstrucionais1. Interação mediada pelo computador e baseada em textos2. Comunicação de muitos pra muitos3. Independência entre tempo e espaço4. Comunicação de longa distância5. Hipertexto
  7. 7. Halliday: usamos a linguagem para:1. Interagir através da comunicação (fala)2. Interpretar nossas experiências, dando-lhes significado (texto escrito)CMC = amplificador cognitivo ; fala + escrita (reflexão +interação)A interação humana sob uma forma textual: que pode serfacilmente transmitida, armazenada, re-avaliada, editada ere-escritaPara alguns cientistas, esta é a 4a revolução nos modos deprodução do conhecimento, sendo as outra 3: alinguagem, a escrita e a imprensa
  8. 8. Halliday: usamos a linguagem para:1. Interagir através da comunicação (fala)2. Interpretar nossas experiências, dando-lhes significado (texto escrito) CMC ESCRITA FALA transmitida (reflexão + armazenada (interação) cognição) re-avaliada editada 4ª REVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO (linguagem, escrita e imprensa)
  9. 9. Resultados de um estudo com alunos do ensino médio naFrança:• Rápida interação• Oportunidade para reflexão no meio da interação• Maior expressividade dos alunos nesse meio do que nas redações tradicionais ou nos debates orais• Enriquecimento da argumentaçãoChats= thinking devices
  10. 10. Diferença entre a conversa presencial em grupo e acomunicação online:1. CMC = oportunidade de construção conjunta de conhecimento, através da interação e reflexão2. Diferenças na mudança de turno, padrões de interrupção, equilíbrio entre as falas dos interlocutores, consenso e atitudes decisórias3. As dinâmicas da CMC permitem maior equidade na participação do que na discussão face-a-face, pois nesse meio: • não há marcação de gênero, etnia ou classe social • o uso de signos não-verbais que podem intimidar o interlocutor é menor • a contribuição pode ocorrer no tempo e espaço de cada umAspectos que podem interferir na colaboração:• Mais difícil chegar a um consenso• A prevalência de linguagem hostil• Sobrecarga de informação
  11. 11. • Alguns estudos relatam maior participação dos alunos na comunicação mediada por computador• A CMC quebra o paradigma do discurso da sala de aula, geralmente dominado pelo professor (IRF)• A CMC propicia um discurso de melhor qualidade (sintaticamente e lexicalmente) e com mais recursos discursivos
  12. 12. Essa independência estende o potencial da colaboraçãoonline pois:1. Permite reflexão e análise crítica (e-mail – assíncrona)2. Permite aos alunos iniciar a comunicação fora do ambiente escolarPossibilidades pedagógicas do uso do e-mail:Através de uma lista de discussão, os alunos podem trabalharcolaborativamente em pares ou em grupos por um períodorelativamente mais longoA natureza assíncrona do e-mail é adequada para tarefas escritasmais complexas como a resolução de problemas
  13. 13. • Fácil, mais rápida, mais barato e mais frequente• maior autenticidade Origem: Movimento Escola Moderna de Freinet (1924) troca de correspondência entre alunos de diferentes lugares e culturasUm para um: (tandem) – interação com um par mais capaz eproceso de assimilação da linguagem do outroTodos para todos:(a)Publicações compartilhadas (revistas, jornais)(b)Trocas de experiências culturais com outros povos(c) Compêndio folclórico / narrativas orais
  14. 14. 1. Alunos de um curso de francês trocaram experiências com alunos imigrantes deuma escola na França (redação e discussão por email)2. Alunos do curso de francês em 3 universidades americanas que produziramjornais e vídeos colaborativamente (e-mail)3. alunos de inglês como LE de 3 países participaram de um projeto para criarsoluções ambientasis para o mundo4. Projeto de literatura americana realizado por alunos da Bulgária em conjuntocom universitários americanos, discutindo aspectos culturais e linguisticos5. Uma classe de escola secundária em Michigan pesquisou os povos da AméricaLatina sobre vários assuntos:AIDS, drogas e estereótipos internacionais
  15. 15. Análise de um projeto entre alunos secundaristas daFinlândia e Inglaterra demonstrou :(a)Mudança no paradigma professor-turma para um ambiente mais individualizado e centrado no aluno(b)Maior foco na produção dos alunos e não no conteúdo programático(c) O e-mail proporciona mais liberdade de expressão(d)Edição e revisão mais frequente e maior colaboração(e) Aperfeiçoamento da expressão escrita, que se tornou mais versátil(f) a leitura passou a ser vista como uma produção colaborativa e pública
  16. 16. Pode proporcionar informação atualizada e autêntica, que pode serincorporada em atividades colaborativas na sala de aulaEx: tarefas ou dramatizações usando informações reais e atualizadasrelacionadas aos seus interessesO potencial dessas atividades não é apenas localizar informações mascontruir conhecimento colaborativamente através da tecnologiaCMC permite que os alunos criem suas próprias publicações e produçõesmultimídias Exemplo de projetos: • Produção de um jornal da classe • Produção e publicação de vídeos promocionais • Produção conjunta de vídeos com grupos remotos
  17. 17. • São experienciais, têm um objetivo claro e são realizadas em conjunto com outros aprendizes via Internet• As questões linguísticas são resolvidas dentro de um contexto significativo e em colaboração• A colaboração internacional é combinada com a colaboração intra- classe Todas essas atividades estão de acordo com a visão vigotskiana de que o ensino da escrita é um processo complexo que deve ser significativo para o aluno, devendo ser incorporado em tarefas que são relevantes e necessárias à vida. Também são compatíveis com a visão de Aprendizagem Situada
  18. 18. É a aprendizagem que acontece (é situada) dentro de um ambienteespecífico, mas que pode ser aplicada em outros contextosIncentiva os aprendizes a conduzir ativamente tarefas significativas e aresolver problemas em um ambiente que reflete seus própriosinteresses atuais , bem como seus objetivos futurosOcorre em um nível micro sempre que o aprendiz se engaja emcomunicações autênticas fora do ambiente instrucionalHABILIDADE PARA O SÉCULO XXI: acessar e interpretar informações atravésda comunicação e colaboração com pessoas de várias culturasPortanto, CMC através da internet não é apenas uma oportunidade para aprática da aprendizagem situada, mas também um contexto para odesenvolvimento de tal habilidade.
  19. 19. Sob o enfoque da teoria sociocultural, que enfatiza o valor educacional da criação de comunidades interculturais e a investigação crítica, a tecnologia torna-se uma ferramenta potencialmente útil para a aprendizagem colaborativa POTENCIALIDADE X REALIDADE• A tecnologia pode também ser usada para reforçar o modelo educacional da transmissão• As expectativas da sociedade ou da instituição podem frustrar a implementação de inovações
  20. 20. 1. Como os aprendizes constroem sentido através da comunicação online? De que modo esse processo é diferente ou similar ao processo com outras mídias? Que ferramentas de análise devemos utilizar?2. Como os aprendizes focam na forma e no conteúdo da CMC? Que aspectoslinguísticos eles tendem a observar/incorporar a sua própria linguagem?3. Como a participação em CMC afeta a motivação e a identidade dosaprendizes? Como os projetos podem ajudá-los a fazerem parte de umacomunidade?4. Qual é o papel do professor? Como ocorre a transição do papel central doprofessor para um papel mais periférico? Que tipo de interação online porparte do professor pode facilitar/atrapalhar a iniciativa do aprendiz?5. Como as diferenças linguísticas e culturais (de gênero, etnia,etc) sãoreproduzidas ou transformadas na interação online? Como os projetos comCMC podem incluir estudantes de culturas variadas?

×