SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
1
Ficha de verificação de leitura – O cavaleiro da Dinamarca
Seleciona a opção correta, circundando a alínea.
1. Onde fica situadaa Dinamarca?
a) Nonorte da Europa.
b) No centroda Europa.
c) Nosul da Europa.
2. Na Dinamarca,os pinheirossobressaemnaflorestaporque
a) são muitoaltos.
b) não perdemassuas folhas.
c) ficamdespidosnoinverno.
3. O cavaleiromoravanuma florestacheiade
a) carvalhos,sobreiros,pinheirose bétulas.
b) cedros,pinheiros,tíliase carvalhos.
c) pinheiros,tílias,abetose carvalhos.
4. O cavaleirovivia
a) no cimode um outeirorodeadode flores.
b) numa clareirarodeadade bétulas.
c) numapequenailhanomeiode umrio.
5. Em frente dasua casa estava
a) umlago tranquilocheiode peixes.
b) a árvore maisalta da floresta.
c) a casa de unslenhadoresseusamigos.
6. Para a famíliadoCavaleiro,amaiorfestado ano era
a) a Páscoa.
b) o Carnaval.
c) o Natal.
7. Naquele ano,ocavaleiroanunciouque
a) estavadoente,peloque iaemperegrinaçãoaJerusalém.
b) ia passar a próximanoite de natal a rezar na gruta onde Jesusnasceu.
c) iriavisitaro seuirmãodoente.
8. Segundooscálculosdo Cavaleiro,este regressariaacasa
a) no anoseguinte.
b) dezoitomesesdepois.
c) dali por doisanos.
9. A viagemde idado Cavaleiro
a) decorreusemcontratempos.
b) foi difícil e demorada.
c) permitiu-lheouvirmuitasestórias.
10. O cavaleirofeza viagem
a) todapor mar.
b) por terra.
c) a cavalo.
2
11. Ao chegarà Palestina,ocavaleiroseguiuparaJerusalém
a) onde conheceuoMercador de Veneza.
b) ouviua estóriade Dante.
c) com outrosperegrinos.
12. Na noite de Natal,o Cavaleirojulgououvir
a) umcoro de anjos.
b) um grupo de pastores.
c) campainhascelestes.
13. Passadoo Natal,o CavaleiroficounaPalestina
a) até o invernopassar.
b) três dias.
c) maisdoismeses.
14. No portode Jafateve de
a) aguardar pelobomtempo.
b) ficar internadoportermuitafebre.
c) pedirajudaa um banqueirorico.
15. A caminhoda Itália,
a) o CavaleiroconheceuPêroDias.
b) o barco foi apanhadoporuma tempestade.
c) assistiuaonaufrágiode umnavio.
16. Na Itália,oCavaleirodesembarcouem
a) Veneza.
b) Ravena.
c) Ferrara.
17. O Cavaleiroaceitou oconvite doMercador e
a) foi jantara suacasa.
b) seguiucomele para Veneza.
c) foi visitarigrejase palácios.
18. O Mercador contou ao Cavaleiroaestóriade
a) Dante e Beatriz.
b) Giotto e Cimabué.
c) Vaninae Guidobaldo.
19. O Cavaleiropermaneceunacasa do Mercador durante
a) trêsdias.
b) cinco dias.
c) nove dias.
20. O Mercador deuao Cavaleiro
a) algumasmoedasde ouropara a viagemde regressoacasa.
b) um cavaloe cartas de apresentação.
c) um mapada Europa.
21. Aconselhadopeloseunovoamigo,operegrinodecidiu
a) parar emFlorençadurante trêssemanas.
b) voltar dali a trêsanos.
c) fazera viagemporterra até Génova.
3
22. O CavaleirochegouaFlorença
a) no iníciode fevereiro.
b) no iníciode abril.
c) no iníciode maio.
23. Aí, ficouhospedadoemcasade umamigodo Mercador, um Banqueirochamado
a) Averardo.
b) Jacob Orso.
c) Michelangelo.
24. Na casa do Banqueiro,operegrinoficouespantadocom
a) as cançõesque ouviu.
b) o telescópioque ele possuía.
c) os temasde conversa.
25. O Banqueirocontou-lhe
a) uma estória.
b) duas estórias.
c) trêsestórias.
26. Uma dasmaioresfigurasda Literaturadaquelacidade foi
a) Guidobaldo.
b) Giotto.
c) Dante.
27. Giottoficouconhecidopoisfoi
a) o primeiropintorde Itália.
b) o maior pintorda Europa.
c) descobertoporCimabué.
28. Dante foi tercom Beatriz,auxiliadopor
a) Virgílio.
b) Homero.
c) Elias.
29. Beatrizencontrava-se noParaísoTerrestre,que se situa
a) a seguirao Inferno.
b) ao ladodoPurgatório.
c) por cimado Purgatório.
30. Aí, Dante encontroua sua amada
a) entre bosques,fontese flores.
b) rodeadade animaisselvagens.
c) a tocar harpaem conjuntocomoutras almas.
31. Beatrizmandouchamar Dante para lhe pedir
a) que fosse falarcomo deusdos mortospara a deixarregressar.
b) que emendasse oseucomportamento.
c) que buscasse o livro sagradoao Purgatório.
32. Depoisde Florença,oCavaleirodirigiu-se paraGénova,mas,pertodofim,
a) foi assaltadopormalfeitores.
b) o cavalo morreu,exausto.
c) adoeceu.
4
33. Aí, o Cavaleirofoi pedirajuda
a) a um convento.
b) a um paláciocor-de-rosa.
c) à mansão dosduques.
34. Esse contratempofê-loatrasar-se quantotempo?
a) Um mêse meio.
b) Dois mesese meio.
c) Três mesese meio.
35. Quando,finalmente,chegouaGénova,
a) soube,porcarta, que a mulherestavadoente.
b) decidiupermanecertrêsdiasavisitara cidade.
c) os barcos játinhampartido.
36. Então, o cavaleirodecidiu
a) viajaraté à Flandresporterra.
b) falar com umarmador que o levasse àDinamarca.
c) ir à igrejarezar.
37. Em Antuérpia,oCavaleiroficouhospedadoemcasade um
a) mercadorgaulês.
b) navegadorportuguês.
c) negociante flamengo.
38. Nessacasa,ouviuumaestóriade
a) amor impossível.
b) morte e frustração.
c) fadase feiticeiros.
39. Um capitãode um naviotrouxe trêscofresque continham
a) prata, ouroe marfim.
b) ouro, incensoe mirra.
c) ouro,pérolase pimenta.
40. Quandoo Cavaleirodisse aoseuanfitriãoque iapartir,este
a) revelou asua tristeza pelapartidadoperegrino.
b) convidou-oaficar.
c) desejou-lhe boasorte.
41. O cavaleirodecidiuseguirviagemporterrae chegouà sua florestadodia
a) 23 de novembro.
b) 24 de novembro.
c) 25 de novembro.
42. Na floresta,ocavaleirosentiu-secomose estivesse num
a) local familiar.
b) sítio misterioso.
c) labirinto.
43. O Cavaleiropercebeuque nãoestavaperdidoquando
a) avistouorio que passavapertoda sua casa.
b) viua casa do lenhadorseu vizinho.
c) viumarcas de trenósna neve.
5
44. Segundoocavaleiro,nãocorreriaperigopois
a) na noite de Natal,osanimaisnãoatacam os homens.
b) sabia o caminhopara casa de olhosfechados.
c) a intensidadedaneve estavaadiminuir.
45. Algunsanimaisvieramaoencontrodocavaleiro.Quais?
a) Esquilos,lobose corujas.
b) Lobos e um urso.
c) Leõesda montanhae um falcão.
46. Para não se perder,o peregrino
a) seguiuorasto de um cavalo.
b) guiou-se pelaestrelapolar.
c) seguiuorio.
47. Quandodeixoude vere de ouviro que quer que fosse,que fezoCavaleiro?
a) Chorou.
b) Fez umdesvio.
c) Rezou.
48. Ao veruma luz,o peregrinopensouque se tratava
a) do lume dachaminé dasua casa.
b) da fogueirade um lenhadorperdidonaneve,comoele.
c) da sua famíliaque vinhaaoseuencontro.
49. Ao aproximar-se,oCavaleiropercebeuque se tratavadoabetomaisalto da florestaque
a) tinhasidoiluminadoporanjos.
b) tinhasido cortado e ardiapara o guiaraté casa.
c) estavatodoiluminadopeloluar.
50. Nestaobra, a viagemsimboliza
a) a imortalidade.
b) a fugaàs responsabilidades.
c) a capacidade de o Homemvenceros obstáculos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...Cristina Leitão
 
A Nau Catrineta- Interpretação
A Nau Catrineta- InterpretaçãoA Nau Catrineta- Interpretação
A Nau Catrineta- InterpretaçãoA. Simoes
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosquintaldasletras
 
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase Passiva
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase PassivaFicha formativa_ Frase Ativa e Frase Passiva
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase PassivaRaquel Antunes
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoRaquel Antunes
 
Teste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoTeste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoSofia Ribeiro
 
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Graça Moutinho
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Raquel Antunes
 
Funções sint 10º ano
Funções sint 10º anoFunções sint 10º ano
Funções sint 10º anopaulinhaguiar
 
Cavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da DinamarcaCavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da DinamarcaLurdes Augusto
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoMargarida Gomes
 
O rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscasO rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscasOdete Almeida
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasDina Baptista
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarLara Morgado
 
Teste sumativo 2 bruno
Teste sumativo 2 brunoTeste sumativo 2 bruno
Teste sumativo 2 brunoDelfina Sousa
 

Mais procurados (20)

Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
 
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - SínteseO Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
 
A Nau Catrineta- Interpretação
A Nau Catrineta- InterpretaçãoA Nau Catrineta- Interpretação
A Nau Catrineta- Interpretação
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercícios
 
Cavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da Dinamarca Cavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da Dinamarca
 
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase Passiva
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase PassivaFicha formativa_ Frase Ativa e Frase Passiva
Ficha formativa_ Frase Ativa e Frase Passiva
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correção
 
Teste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoTeste rochas 7º ano
Teste rochas 7º ano
 
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Funções sint 10º ano
Funções sint 10º anoFunções sint 10º ano
Funções sint 10º ano
 
Cavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da DinamarcaCavaleiro da Dinamarca
Cavaleiro da Dinamarca
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenação
 
Teste Português Anne Frank (8ºano)
Teste Português Anne Frank (8ºano)Teste Português Anne Frank (8ºano)
Teste Português Anne Frank (8ºano)
 
O rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscasO rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscas
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
 
Teste sumativo 2 bruno
Teste sumativo 2 brunoTeste sumativo 2 bruno
Teste sumativo 2 bruno
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
 

Destaque

Factores Abióticos Temperatura
Factores Abióticos TemperaturaFactores Abióticos Temperatura
Factores Abióticos TemperaturaTeresa Monteiro
 
8ºc trabalho saga
8ºc trabalho saga8ºc trabalho saga
8ºc trabalho sagaLurdes
 
Verificação de leitura "Histórias da terra e do mar"
Verificação de leitura  "Histórias da terra e do mar"Verificação de leitura  "Histórias da terra e do mar"
Verificação de leitura "Histórias da terra e do mar"Sheyla Tasso
 
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner "Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner inessalgado
 
FT6 - Rochas e Minerais
FT6 - Rochas e MineraisFT6 - Rochas e Minerais
FT6 - Rochas e MineraisGabriela Bruno
 

Destaque (7)

Resumo saga
Resumo sagaResumo saga
Resumo saga
 
Factores Abióticos Temperatura
Factores Abióticos TemperaturaFactores Abióticos Temperatura
Factores Abióticos Temperatura
 
8ºc trabalho saga
8ºc trabalho saga8ºc trabalho saga
8ºc trabalho saga
 
Book saga
Book sagaBook saga
Book saga
 
Verificação de leitura "Histórias da terra e do mar"
Verificação de leitura  "Histórias da terra e do mar"Verificação de leitura  "Histórias da terra e do mar"
Verificação de leitura "Histórias da terra e do mar"
 
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner "Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
 
FT6 - Rochas e Minerais
FT6 - Rochas e MineraisFT6 - Rochas e Minerais
FT6 - Rochas e Minerais
 

Semelhante a Viagem de regresso do Cavaleiro à sua terra natal

Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docx
Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docxFicha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docx
Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docxFlorbelaGraa2
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaAntonioEsposende
 
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017Odilia Oliveira
 
Dial9cdr teste lusiadas_3
Dial9cdr teste lusiadas_3Dial9cdr teste lusiadas_3
Dial9cdr teste lusiadas_3airpereira
 
Fv cavaleiro da dinamarca 2010
Fv cavaleiro da dinamarca 2010Fv cavaleiro da dinamarca 2010
Fv cavaleiro da dinamarca 2010Flor Lima
 
Ficha - O Velho que Lia Romances de Amor
Ficha -  O Velho que Lia Romances de AmorFicha -  O Velho que Lia Romances de Amor
Ficha - O Velho que Lia Romances de Amorlurdesgracio
 
Ficha o velho que lia romances de amor
Ficha  o velho que lia romances de amorFicha  o velho que lia romances de amor
Ficha o velho que lia romances de amorlurdesgracio
 
Semana da leitura concurso secundário
Semana da leitura concurso secundárioSemana da leitura concurso secundário
Semana da leitura concurso secundárioAlice Cruz
 
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64luisprista
 

Semelhante a Viagem de regresso do Cavaleiro à sua terra natal (16)

Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docx
Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docxFicha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docx
Ficha de verificação de leitura (preparação) - O Cavaleiro da Dinamarca.docx
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
 
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017
Cnl contos aia_tesouro_prova_3ciclo_11jan2017
 
Dial9cdr teste lusiadas_3
Dial9cdr teste lusiadas_3Dial9cdr teste lusiadas_3
Dial9cdr teste lusiadas_3
 
Questionário a aia
Questionário a aiaQuestionário a aia
Questionário a aia
 
A aia
A aiaA aia
A aia
 
Passa ou repassa
Passa ou repassaPassa ou repassa
Passa ou repassa
 
teste adaptado- AAia.doc
teste adaptado-  AAia.docteste adaptado-  AAia.doc
teste adaptado- AAia.doc
 
Fv cavaleiro da dinamarca 2010
Fv cavaleiro da dinamarca 2010Fv cavaleiro da dinamarca 2010
Fv cavaleiro da dinamarca 2010
 
Aia
AiaAia
Aia
 
Presentation2 cavaleiro
Presentation2   cavaleiroPresentation2   cavaleiro
Presentation2 cavaleiro
 
Ficha - O Velho que Lia Romances de Amor
Ficha -  O Velho que Lia Romances de AmorFicha -  O Velho que Lia Romances de Amor
Ficha - O Velho que Lia Romances de Amor
 
Ficha o velho que lia romances de amor
Ficha  o velho que lia romances de amorFicha  o velho que lia romances de amor
Ficha o velho que lia romances de amor
 
Semana da leitura concurso secundário
Semana da leitura concurso secundárioSemana da leitura concurso secundário
Semana da leitura concurso secundário
 
Gabaritooo 8 ano
Gabaritooo 8 anoGabaritooo 8 ano
Gabaritooo 8 ano
 
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 64
 

Último

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 

Último (20)

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 

Viagem de regresso do Cavaleiro à sua terra natal

  • 1. 1 Ficha de verificação de leitura – O cavaleiro da Dinamarca Seleciona a opção correta, circundando a alínea. 1. Onde fica situadaa Dinamarca? a) Nonorte da Europa. b) No centroda Europa. c) Nosul da Europa. 2. Na Dinamarca,os pinheirossobressaemnaflorestaporque a) são muitoaltos. b) não perdemassuas folhas. c) ficamdespidosnoinverno. 3. O cavaleiromoravanuma florestacheiade a) carvalhos,sobreiros,pinheirose bétulas. b) cedros,pinheiros,tíliase carvalhos. c) pinheiros,tílias,abetose carvalhos. 4. O cavaleirovivia a) no cimode um outeirorodeadode flores. b) numa clareirarodeadade bétulas. c) numapequenailhanomeiode umrio. 5. Em frente dasua casa estava a) umlago tranquilocheiode peixes. b) a árvore maisalta da floresta. c) a casa de unslenhadoresseusamigos. 6. Para a famíliadoCavaleiro,amaiorfestado ano era a) a Páscoa. b) o Carnaval. c) o Natal. 7. Naquele ano,ocavaleiroanunciouque a) estavadoente,peloque iaemperegrinaçãoaJerusalém. b) ia passar a próximanoite de natal a rezar na gruta onde Jesusnasceu. c) iriavisitaro seuirmãodoente. 8. Segundooscálculosdo Cavaleiro,este regressariaacasa a) no anoseguinte. b) dezoitomesesdepois. c) dali por doisanos. 9. A viagemde idado Cavaleiro a) decorreusemcontratempos. b) foi difícil e demorada. c) permitiu-lheouvirmuitasestórias. 10. O cavaleirofeza viagem a) todapor mar. b) por terra. c) a cavalo.
  • 2. 2 11. Ao chegarà Palestina,ocavaleiroseguiuparaJerusalém a) onde conheceuoMercador de Veneza. b) ouviua estóriade Dante. c) com outrosperegrinos. 12. Na noite de Natal,o Cavaleirojulgououvir a) umcoro de anjos. b) um grupo de pastores. c) campainhascelestes. 13. Passadoo Natal,o CavaleiroficounaPalestina a) até o invernopassar. b) três dias. c) maisdoismeses. 14. No portode Jafateve de a) aguardar pelobomtempo. b) ficar internadoportermuitafebre. c) pedirajudaa um banqueirorico. 15. A caminhoda Itália, a) o CavaleiroconheceuPêroDias. b) o barco foi apanhadoporuma tempestade. c) assistiuaonaufrágiode umnavio. 16. Na Itália,oCavaleirodesembarcouem a) Veneza. b) Ravena. c) Ferrara. 17. O Cavaleiroaceitou oconvite doMercador e a) foi jantara suacasa. b) seguiucomele para Veneza. c) foi visitarigrejase palácios. 18. O Mercador contou ao Cavaleiroaestóriade a) Dante e Beatriz. b) Giotto e Cimabué. c) Vaninae Guidobaldo. 19. O Cavaleiropermaneceunacasa do Mercador durante a) trêsdias. b) cinco dias. c) nove dias. 20. O Mercador deuao Cavaleiro a) algumasmoedasde ouropara a viagemde regressoacasa. b) um cavaloe cartas de apresentação. c) um mapada Europa. 21. Aconselhadopeloseunovoamigo,operegrinodecidiu a) parar emFlorençadurante trêssemanas. b) voltar dali a trêsanos. c) fazera viagemporterra até Génova.
  • 3. 3 22. O CavaleirochegouaFlorença a) no iníciode fevereiro. b) no iníciode abril. c) no iníciode maio. 23. Aí, ficouhospedadoemcasade umamigodo Mercador, um Banqueirochamado a) Averardo. b) Jacob Orso. c) Michelangelo. 24. Na casa do Banqueiro,operegrinoficouespantadocom a) as cançõesque ouviu. b) o telescópioque ele possuía. c) os temasde conversa. 25. O Banqueirocontou-lhe a) uma estória. b) duas estórias. c) trêsestórias. 26. Uma dasmaioresfigurasda Literaturadaquelacidade foi a) Guidobaldo. b) Giotto. c) Dante. 27. Giottoficouconhecidopoisfoi a) o primeiropintorde Itália. b) o maior pintorda Europa. c) descobertoporCimabué. 28. Dante foi tercom Beatriz,auxiliadopor a) Virgílio. b) Homero. c) Elias. 29. Beatrizencontrava-se noParaísoTerrestre,que se situa a) a seguirao Inferno. b) ao ladodoPurgatório. c) por cimado Purgatório. 30. Aí, Dante encontroua sua amada a) entre bosques,fontese flores. b) rodeadade animaisselvagens. c) a tocar harpaem conjuntocomoutras almas. 31. Beatrizmandouchamar Dante para lhe pedir a) que fosse falarcomo deusdos mortospara a deixarregressar. b) que emendasse oseucomportamento. c) que buscasse o livro sagradoao Purgatório. 32. Depoisde Florença,oCavaleirodirigiu-se paraGénova,mas,pertodofim, a) foi assaltadopormalfeitores. b) o cavalo morreu,exausto. c) adoeceu.
  • 4. 4 33. Aí, o Cavaleirofoi pedirajuda a) a um convento. b) a um paláciocor-de-rosa. c) à mansão dosduques. 34. Esse contratempofê-loatrasar-se quantotempo? a) Um mêse meio. b) Dois mesese meio. c) Três mesese meio. 35. Quando,finalmente,chegouaGénova, a) soube,porcarta, que a mulherestavadoente. b) decidiupermanecertrêsdiasavisitara cidade. c) os barcos játinhampartido. 36. Então, o cavaleirodecidiu a) viajaraté à Flandresporterra. b) falar com umarmador que o levasse àDinamarca. c) ir à igrejarezar. 37. Em Antuérpia,oCavaleiroficouhospedadoemcasade um a) mercadorgaulês. b) navegadorportuguês. c) negociante flamengo. 38. Nessacasa,ouviuumaestóriade a) amor impossível. b) morte e frustração. c) fadase feiticeiros. 39. Um capitãode um naviotrouxe trêscofresque continham a) prata, ouroe marfim. b) ouro, incensoe mirra. c) ouro,pérolase pimenta. 40. Quandoo Cavaleirodisse aoseuanfitriãoque iapartir,este a) revelou asua tristeza pelapartidadoperegrino. b) convidou-oaficar. c) desejou-lhe boasorte. 41. O cavaleirodecidiuseguirviagemporterrae chegouà sua florestadodia a) 23 de novembro. b) 24 de novembro. c) 25 de novembro. 42. Na floresta,ocavaleirosentiu-secomose estivesse num a) local familiar. b) sítio misterioso. c) labirinto. 43. O Cavaleiropercebeuque nãoestavaperdidoquando a) avistouorio que passavapertoda sua casa. b) viua casa do lenhadorseu vizinho. c) viumarcas de trenósna neve.
  • 5. 5 44. Segundoocavaleiro,nãocorreriaperigopois a) na noite de Natal,osanimaisnãoatacam os homens. b) sabia o caminhopara casa de olhosfechados. c) a intensidadedaneve estavaadiminuir. 45. Algunsanimaisvieramaoencontrodocavaleiro.Quais? a) Esquilos,lobose corujas. b) Lobos e um urso. c) Leõesda montanhae um falcão. 46. Para não se perder,o peregrino a) seguiuorasto de um cavalo. b) guiou-se pelaestrelapolar. c) seguiuorio. 47. Quandodeixoude vere de ouviro que quer que fosse,que fezoCavaleiro? a) Chorou. b) Fez umdesvio. c) Rezou. 48. Ao veruma luz,o peregrinopensouque se tratava a) do lume dachaminé dasua casa. b) da fogueirade um lenhadorperdidonaneve,comoele. c) da sua famíliaque vinhaaoseuencontro. 49. Ao aproximar-se,oCavaleiropercebeuque se tratavadoabetomaisalto da florestaque a) tinhasidoiluminadoporanjos. b) tinhasido cortado e ardiapara o guiaraté casa. c) estavatodoiluminadopeloluar. 50. Nestaobra, a viagemsimboliza a) a imortalidade. b) a fugaàs responsabilidades. c) a capacidade de o Homemvenceros obstáculos.