A Epistola de Tiago

12.524 visualizações

Publicada em

Uma análise teológica e devocional da Carta de Tiago feita no Mergulhando na Palavra da Bola de Neve Campina Grande.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
167
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
467
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Epistola de Tiago

  1. 1. UM ESBOÇO TEOLOGICO
  2. 2. A Epístola  A carta de Tiago, é uma carta aberta, ou seja, destinada a um público geral, assemelha-se a 1 Pedro e 1 João, seus assuntos na opinião de alguns escritores não são teológicos, pois, não tratam de doutrinas, especificas, porém ao analisarmos o seu conteúdo verificamos muitas doutrinas como a doutrina de Deus, Escatologia, Senhorio de Cristo entre outras.
  3. 3. O Autor  O autor da carta simplesmente se identifica como Tiago (lakobos). Sabemos que no novo testamento há pelo menos quatro Tiagos, são eles: 1.Tiago o filho de Zebedeu. Chamado a ser seguidor de Jesus (Mc 1.19), Tiago, junto com seu irmão João e Pedro, tornou-se um dos apóstolos mais íntimos de Jesus (Mc 5:37; 9:2; 10:35). 2.Tiago o filho de Alfeu. Também um dos doze, mencionado apenas na lista dos apóstolos em Marcos 15:40. 3. Tiago o pai de Judas que não é o Iscariotes (João 14:22).4.Tiago o irmão do Senhor (Gl1:19).
  4. 4.  Consideramos o autor da carta de Tiago como sendo o irmão de Jesus devido a sua autoridade sobre a Igreja e importância, o Tiago que presidiu o concilio em Jerusalém (At 15) é identificado em (Gl 1:19), como o irmão do Senhor. Tiago era cético a respeito do ministério de Jesus, só vindo a acreditar após a ressurreição (1Cor 15:7), quando foi testemunha ocular deste acontecimento.
  5. 5. Data e Ocasião  Foi escrita entre 44d.C, o começo da perseguição que se difundiu com a Diáspora (At 12) e 62d.C o ano da morte de Tiago. Curiosidade: O Martírio dos Apóstolos (WEB)
  6. 6. Resumo da Teologia  A Igreja A Tentação A Vida Cristã A Relação com a Justificação pela FÉ como Expressa por Paulo
  7. 7. A Igreja  Tiago revela pouco sobre a natureza da igreja, porém são muitos importantes. Ele usa o termos Judaico Sinagoga para designar reuniões cristãs (2:2). Faz referencia a: Anciãos da Igreja e os instrui nos deveres pastorais (5:14) e (5:16). Unção com óleo nos doentes acompanhado da confissão de pecados. Tiago fala para pessoas que conhecem a doutrina cristã, porém, insiste em orientá-los.
  8. 8.  Tiago admoesta os mestres a manterem a língua moderada, isto, é existe condenação em falar coisas vãs, as valorizando, mas que os atos.
  9. 9. A Tentação  Tiago está preocupado seriamente sobre a questão das pessoas colocarem a culpa da tentação em DEUS, ou mesmo de fazê-lo criador do mal. Pessoas estavam pondo em DEUS a culpa pela situação que estavam. Tiago insiste que DEUS não pode ser tentado nem tenta ninguém a pecar. Cada pessoa quando é atraída e engodada por seus próprios desejos (1:14).
  10. 10.  A tradução da RC, “concupiscência”, não é adequada, pois, esse termo, geralmente conota tentações a pecados sexuais. Esse não é o pensamento de Tiago. A palavra se traduz mais claramente com relação ao termo (epithymia) “desejo”, não quer dizer uma coisa necessariamente má, porém quando este desejo está acima de DEUS, engana e acaba-se pecando.
  11. 11.  Exemplo claro está em Lc 12:16, quando o desejo do rico fazendeiro de acumular riquezas sobrepõe-se a fazer a vontade de DEUS.
  12. 12. A vida Cristã  Tiago revela que quando entramos na vida Cristã, somo gerados pela Palavra da Verdade, somos como primícias das suas criaturas. Acontece como se DEUS estivesse criando o mundo novamente como no Éden. (1:18) A palavra quando é recebida é enxertada no coração (1:21) sendo assim o homem encontra a salvação. A palavra gerar, conceber, significa dar a LUZ.
  13. 13.  Tiago também refere-se ao diabo como fonte da tentação e do pecado, além da natureza humana é claro. E nos orienta “resisti ao diabo e ele fugirá de vós” Esta resistência pode fazer referencia não apenas à tentação ao pecado, mas as toda as astúcias, pelas quais satanás tenta desviar os homens da verdade. Efésios 6:13 Tiago mostra como todo cristão vive hoje esperando a volta de Cristo, porém, rodeado por tentações.
  14. 14.  Pela vontade de DEUS nascemos de novo (1:18) A palavra de DEUS é enxertada no nosso coração (1:21) Porém estamos sujeitos ao mundo e suas tentações e provações (1:2) Mesmo assim vivendo a crise do Já e ainda Não, o verdadeiro cristão espera a volta de JESUS a PAROUSIA (2:5)
  15. 15. A Relação com a Justificação pela FÉ como Expressa por Paulo  O tema central da doutrina Paulina é a justificação pela fé, absolvição divina totalmente pela graça. Nenhum ser humano será justificado diante de DEUS pelas obras (Rm 3:20). Tiago parece contradizer Paulo. “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura a fé pode salvá-lo (Tiago 2:14-18). Entendemos que Tiago deve estar refutando algumas perversões da doutrina de Paulo. Ver Pagina 786 paragrafo 2 Teologia do Novo Testamento
  16. 16. Fé X Obras O que é a fé...  Os termos do N.T. sobre fé... Há diferentes sentidos para o termo fé no original: No grego clássico, a palavra pistis tem dois sentidos: Ela indica uma convicção baseada na confiança em uma pessoa e no seu testemunho, que como tal, se distingue do conhecimento apoiado numa investigação pessoal; E a confiança propriamente dita, na qual essa convicção descansa sem sombra de dúvidas. Essa é mais simples e profunda convicção intelectual de que uma pessoa é fidedigna, pressupõe uma relação pessoal com o objeto da confiança, um sair de si mesmo para descansar no outro. “Olhos fechados!”. Na septuaginta, a transição do emprego da palavra pistis no Grego clássico para o uso do N.T., no qual o sentido de “confiança” é da máxima importância.
  17. 17. Fé X Obras  No V.T. essa palavra significa ordinariamente “fidelidade”. A ordem dos estágios dos estágios sucessivos da fé:1. A confiança geral em Deus e em Cristo.2. Aceitação do seu testemunho com base nessa confiança.3. Submissão a Cristo e confiança nele para a salvação da alma. Denominada fé salvífica.
  18. 18. Tipos de fé  Fé Histórica:Pura e simples apreensão da verdade, vazia de qualquerpropósito moral ou espiritual.Citação: Jo 3.2.Fé resultante da tradição, da educação, da opinião pública,do discernimento da grandeza da Escritura, e de outrosfatores acompanhados pelo poder do Espírito Santo.Pode ser muito ortodoxa e escriturística, mas não estáarraigada no coração. (Mt 7.26; At 26:27,28; Tg 2.19).É uma fides humana.
  19. 19. Tipos de fé  Fé Miraculosa.A fé miraculosa, assim chamada, é a persuasãoproduzida na mente de uma pessoa de que um milagreserá realizado por ela ou a favor dela.DEUS FAZ MILAGRES, mas independe dainstrumentalidade humana.Essa é a fé dos milagres no sentido ativo, Mt 17. 20; Mc16.17, 18.DEUS É IMUTAVELMENTE SOBERANO.
  20. 20. Tipos de fé  Fé Temporal.Esta é a persuasão das verdades religiosas, que vemacompanhada de algumas incitações de consciência e deuma agitação de afetos. É emocional. Não tem raízes numcoração regenerado. Mt 13. 20, 21.É chamada fé temporária, porque não se mantém nos dias deprovação e perseguição, é denominada por alguns féimaginária, aparentemente genuína, mas de caráterpassageiro.Mt 13.21. Essa fé se baseia na vida emocional e buscasatisfação pessoal, em vez da glória de Deus.
  21. 21. Tipos de fé:  A fé salvadora.A verdadeira fé salvadora tem sua sede no coração e suasraízes na vida regenerada.Muitas vezes faz distinção entre o habitus e o actos da fé.Essa fé não é humana, mas uma potencialidade produzidapor Deus no coração do pecador. A semente da fé éimplantada no coração do homem, na regeneração.A fé verdadeira é fruto da obra do espirito Santo nas nossasvidas, autenticando a veracidade do evangelho e obra eexpiação de Cristo, nos assegurando o alicerce para ocumprimento dos planos de Deus nas nossas vidas.
  22. 22. A fé produz  Maturidade Cristã nas provações (1.2-18). A permissão para que as provações atinjam seu propósito (1:2-18). A sabedoria, a oração e o exercício da fé (1:5-8). A pobreza e a riqueza (1:911). As provações e tentações (1:12-18).
  23. 23. Língua  O versículo 6, do capítulo 3, conclui uma série de três particípios: Quando a língua contamina (spilousa) o corpo inteiro, ela realiza exatamente o que é oposto â religião pura. Guardar-se incontaminado (aspilon) do mundo. Os pecados cometidos com a língua espalham poluição espiritual na pessoa inteira.
  24. 24.
  25. 25. Dois particípios  Tiago retorna a figura do fogo, para caracterizar a extensão e a origem da devastação causada pela língua. Ao dizer, que a língua põe em chamas toda a carreira da existência humana. De onde vem este enorme potencial de destruição? Do INFERNO!!!! Provérbios: a ruína do insensato de lábios (10:8; 12.18; 29.20). A vanglória arrogante e a difamação (18.12/10:18).
  26. 26. Obras  O verdadeiro cristianismo é contemplado em suas obras (1:19-2:26). Obras de amor ao próximo, Tiago nos exorta quanto ao falar e ao domínio próprio, controlando nossa ira (1: 21-27). Tornando-nos VERDADEIROS PRATICANTES DA PALAVRA (1:21-27). Cultivarmos a IMPARCIALIDADE e a LEI DO AMOR ( 2:1-13).
  27. 27. Conflitos e Crises  As dissensões dentro da comunidade (3:1-4, 12). Os efeitos nocivos da língua sem controle. (3:1-12). A verdadeira sabedoria traz paz. (3: 13-18). Os prazeres malignos são a fonte de dissensões. (4:1- 3). Um chamado ao arrependimento. ( 4:4-10). A maledicência é proibida. (4: 11-12).
  28. 28. Cosmovisão Cristã  Implicações de uma cosmovisão cristã (4: 13 – 5:11). A arrogância é condenada (4:13-17). Condenados aqueles que fazem mal uso da riqueza( 5:1-6). Um estímulo à perseverança paciente ( 5: 7-11).
  29. 29. Estratégia de mudança  Os juramentos (5:12). A oração e a cura (5:13-18). Uma chamada final à ação ( 5:19-20).
  30. 30. A Igreja – Instruções:  Tiago revela pouco sobre a estrutura da Igreja. É notável o fato dele usar o termo judaico sinagoga para designar reuniões cristãs. (2.2.). Faz referência aos anciãos da igreja (5:14); E os instrui aos deveres pastorais cristãos: (visitar as viúvas e os órfãos, visitar os doentes e ungi-los com óleo. Tudo isso deve ser acompanhado pela confissão de pecados (5:16).
  31. 31. Igreja X Relacionamento  No versículo 5:20, provavelmente Tiago esteja se referindo ao ministério dos anciãos, que recuperaram um homem que se desviou da verdade para o erro, e que assim salvaram uma alma da morte. Nas igrejas com as quais Tiago estava familiarizado, os mestres desempenhavam um papel importante. A ponto de Tiago, aconselharem seus leitores a serem cuidadosos e buscarem essa posição (3:1).
  32. 32.
  33. 33. Títulos e excelência  Seria provavelmente um zelo de Tiago e uma exortação aos mestres advertindo-os, a prudência e sabedoria no falar (3:2). Sugere que ele estava ciente dos problemas práticos dos mestres, que eram intemperantes, imprudentes, e que estavam mais interessado na eloquência das palavras do que na solidez da conduta.
  34. 34. A tentação  Tiago está interessado na tentação, que reflete sua ideia sobre a natureza humana. Aparentemente, estava familiarizado com os cristãos, que evitavam responsabilidades pessoais por seus pecados, procurando culpados. Tiago insiste que Deus não pode ser tentado nem a ninguém tenta, ou incita a pecar. Cada pessoa é tentada quando é atraída e engodada pelos seus próprios desejos (1:14).
  35. 35. Desejos  A palavra concupiscência não é adequada para essa tradução, pois esse termo, conota geralmente tentação à pecados sexuais, e esse não é o pensamento de Tiago no texto. A palavra usada para desejo epithymia, não é em si mesma uma palavra que contenha uma conotação má; na verdade, Paulo a usa a respeito do desejo de estar com Cristo (Fp. 1.23.). Tiago refere-se a desejos humanos, psicológicos, inerentes ao ser humano, resposta aos impulsos.
  36. 36.
  37. 37. Sabedoria Profética  Tiago é profético em sua paixão pela fé plena no Senhor e suas denuncias duras e repetidas quanto ao comportamento incrédulo. Como o profeta Jeremias, que chorava pelas pessoas para quem pregava, Tiago mostra delicadeza de coração quando chama seus leitores repetidamente de irmãos, ou amados irmãos. (1.2, 16, 19; 2:1, 5). Tiago não desfere nenhum soco enquanto urge obediência aos seus leitores. (2:20).
  38. 38. Conselhos Práticos  Alguns dos ataques mais pungentes no Novo Testamento estão em Tiago: “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimizade com Deus?”. (4:4). “Purificai as mãos pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Afligi-vos, lamentai e chorai”. (4:8,9).
  39. 39.

×