SlideShare uma empresa Scribd logo
EBD 2º Trimestre 2018 Lição 7
Para Jovens
Nossa Esperança Na Vinda do
Senhor
Segunda,
Hebreus 5:14,A
Necessidadede
Crescer naFé
 Aqui se trata de crescimento espiritual não físico e numérico.
 Significa que estamos nos tornando mais semelhante a Jesus
 Aprendemos discernir entre o bem e o mal (Hebreus 5:14).
Andamos mais pelo Espírito e menos pela carne Gál 5:13-26
 Possuimos e aumentamos as virtudes cristãs nas nossas vidas:
fé, virtude, conhecimento, domínio próprio, perseverança,
piedade, fraternidade, amor (2 Pedro 1:5-11).
 Se estas coisas existem em nós e em nós estão aumentando,
nós seremos ativos, frutíferos, firmes e não vamos tropeçar.
 Nisto, podemos entender crescimento espiritual como uma
mudança para o melhor do nosso próprio caráter.
 Você cresce espiritualmente quando pratica tal virtude e
também quando você erra e reflete sobre o erro.
 Às vezes, apanhando e sofrendo por uma falha sua, faz você
crescer. Este é o valor da disciplina do Senhor Heb 12:1-13
Terça,
1ªCoríntios6:14
AsConsequências
daRessurreição
 Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares era outra
expressão que os coríntios usavam para justificar seu estilo de vida
dominado pelo pecado
 O alimento é gratificante e essencial para a vida. Quando os coríntios
ficavam com fome, eles comiam.
 Seguindo a mesma lógica, toda vez que desejavam ter relações sexuais, eles
se entregavam ao desejo. Na opinião deles, nenhuma atividade física deveria
afetar a vida espiritual de uma pessoa, assim como comer alimentos não
afetava a espiritualidade de ninguém.
 O raciocínio dos coríntios tinha duas falhas: (1) O estômago e o processo
digestivo, de certo modo, não passam de coisas terrenas e de nada servem na
eternidade. Mas o corpo, por meio do poder de ressurreição de Cristo, é
eterno. Ele foi santificado por Deus para render-lhe glória (v. 20).
 (2) Embora a finalidade do estômago seja digerir alimentos, não é o objetivo
do corpo envolver-se com a imoralidade.
 Além disso, segundo Seu próprio intento, Deus pôs restrições ao ato de comer
e à atividade sexual.
 Comer a ponto de se tornar gula e ter relações sexuais levianas fora do
casamento são atos que violam o intento do Senhor e, portanto, são pecados.
Quarta,
Mateus24:42
A Exortação Para
a Vigilância
 A vida de Cristo em nós é como riquezas incontáveis e o ladrão
das almas trabalha em todo tempo para tomar do Senhor
algumas vidas.
 E ele é sagaz, sujo, sorrateiro e certamente se esforçará para
tirar do caminho todo aquele que possuir alguma riqueza.
 Precisamos estar atentos. Nossa vida diária é uma luta
constante contra nossa carne, contra o diabo e as hostes
espirituais.
 Tudo isso coopera para nos ludibriar e tirar o nosso foco da
nossa permanência e firmeza para a volta de Jesus.
 A salvação precisa ser desenvolvida. O arrependimento precisa
ser reforçado a cada dia.
 Infelizmente o diabo tenta tirar o nosso alvo do alto. O mundo
com suas muitas distrações pode ser uma grande armadilha
para nos fazer vacilar.
 E essa não é uma exortação para os crentes mundanos, mas
para os cristãos regenerados, mesmo os que não vivem
dissolutamente. Devemos todos permanecer atentos. Vigia, o
Senhor não tarda!
Quinta,
João 14:3
Nosso Destino:
Morar como Pai
 Um dia todos que são salvos irão morar no Céu!
 Jesus foi ao Céu para nos preparar um lugar.
 O Céu é o lugar espiritual onde Deus habita e poderemos ve-lo
 No Céu veremos a Deus e vamos estar sempre com ele.
 A Bíblia fala sobre três tipos de céus: O céu que é nossa
atmosfera, onde estão as nuvens; O céu que é o espaço, onde as
estrelas estão; O céu é um lugar espiritual, é a habitação de
Deus e dos seus anjos.
 Deus não mora nas nuvens, ele mora no céu espiritual.
 Quem quer estar junto de Deus no céu para sempre só precisa
convidar Jesus para entrar em sua vida.
 A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos
ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Pelo poder
que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu
domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados,
tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso. Filip 3:20-21
Sexta
1ªTess.5:18
O Consolo do
Cristão
 Todos passamos fases na vida em que precisamos de consolo.
 Deus sempre consola quem o busca com o coração machucado.
 Ele enxuga as lágrimas dos que choram, dá forças aos que estão
cansados e coloca um sorriso nos que estão sofrendo.
 Quem procura consolo no Senhor nunca ficará frustrado!
 Quem se aproxima de Deus com humildade e com o coração
quebrantado recebe consolo e conforto.
 As vezes somos mal interpretados, julgados e machucados
 Outras vezes as pessoas não entendem o nosso sofrimento e as
batalhas que nós enfrentamos.
 Mas o Senhor sabe todas as coisas e está sempre de braços
abertos para aqueles que estão cansados e oprimidos.
 Através do sacrifício de Jesus, recebemos o amor do Pai, e
sempre que precisamos do consolo, Deus nos toca com o Seu
Espírito Santo, o nosso Consolador.
Sábado,
1ªTess.5:3
OCaráter
surpreendenteda
ChegadadoReino
 POIS QUE, QUANDO DISSEREM. Neste texto, o escritor fala
do período posterior a vinda de Cristo para arrebatar a sua
igreja.
 No entanto, este texto reforça a tese defendida por aqueles que
ensinam de que a vinda de Cristo se dará depois da grande
tribulação
 Como os textos escatológicos da bíblia só o tempo do seu
cumprimento tem a palavra final, cabe a cada um de nós
apenas expor pontos de vistas, ideias e pensamentos.
 HÁ PAZ E SEGURANÇA. Na realidade nos primeiros 3 anos e
meio da grande tribulação haverá um tempo de falsa paz
mundial.
 O anticristo se levantará para governar sobre todas as nações
do mundo e estabelecerá por um curto período de tempo (três
anos e meio) a paz entre todos os povos.
 Neste mesmo tempo, os povos terão a sensação de segurança
baseados nas promessas falsas de paz permanente entre todos
1ª Tess. 5: 3
 ENTÃO LHES SOBREVIRÁ. Jesus disse: Passarão os céus e a
terra, mas as minhas palavras não hão de passar Mat 24:35
 Tudo que as profecias escatológicas predizem dos fatos futuros
que sucederão com a humanidade terão fiel cumprimento.
 Nada há de mudar os fatos que estão previsto para
acontecerem sobre a terra e os seus moradores.
 A melhor coisa que se tem que fazer e ser fiel a Cristo Jesus e
a mensagem do evangelho para escapar da grande tribulação.
 REPENTINA DESTRUIÇÃO. Através do engano e da mentira,
o anticristo enganará todas as nações do mundo, inclusive
Israel.
 E depois de 3 anos e meio de governo sobre todos os povos,
 Israel, o povo do Deus altíssimo descobrirá que está sendo
enganado pelo homem da iniquidade, o filho da perdição, pelo
que romperá a aliança com o anticristo,
 Assim começarão as perseguições contra o povo de Deus que
1ª Tess.5:3
linguagem para representar os atos poderosos de destruição
que há de suceder contra o anticristo e todos os povos rebeldes.
Basta ler o apocalipse, e perceberão quão terríveis tormentos
hão de vir sobre os inimigos de Deus. Muitas dores e tormentos
hão de vir ao mundo.
 ÀQUELA QUE ESTÁ GRÁVIDA. As dores de um parto,
conforme a ciência explica é muito forte, depois anuncia o que
acontecerá
 Da mesma forma, a intensidade dos fatos que ocorrerão
durante a grande tribulação serão fortes, bem como todas as
profecias escatológicas são avisos antecipados destas
realidades.
 E DE MODO NENHUM ESCAPARÃO. O anticristo com todo o
seu aparato, e grande apoio de quase todas as nações, não terão
como evitar o derramar da ira de Deus sobre os seus inimigos.
 A mesma bíblia que diz que Deus é amor bondade e
misericórdia, também diz que Deus é um fogo consumidor e que
WWW.MOLDADO.COM
5 REFLEXÕES
1ªApresentetrês
motivosquejustifiquem
adiscussãosobreas
ÚltimasCoisasna
epístola.
 Evitar os problemas com as heresias,
O que Paulo escreve aos tessalonicenses a fim que evitassem
heresias foi que ; Regozijai-vos sempre. Orai sem cessarem
em tudo dai graças...Não extingais o Espírito. Não desprezeis
as profecias. Examinai tudo, mas retende só o bem. Abstende
de toda aparência do mal. E santifiquem-se em tudo
 impedir um entristecimento impróprio daqueles irmãos,
Para impedir esse entristecimento foi necessário que Paulo os
confortassem os enchendo de esperança, de fé e convicção da
vinda de Cristo principalmente para aqueles que morresse
servindo a Deus
 confirmar as promessas que deveria encher o coração dos
tessalonicenses.
O arrebatamento da igreja tanto para os vivos quanto para
aqueles que haviam falecidos salvos em Jesus foi o maior
conforto e alimento de fé e esperança para aqueles irmãos
2ªQuaisastrês
verdadesquepodem
serextraídasapartirdo
debatesobre
escatologiaem
1Tessalonicenses?
 A ressurreição dos santos é uma verdade,
 A Bíblia diz que a ressurreição é real e que esta vida não é tudo o que existe.
 Embora a morte seja o fim da vida física, não é o fim da existência humana.
 Muitos acreditam que existe uma ressurreição geral no final dos tempos,
 A Bíblia ensina que não haverá só uma ressurreição, mas uma série de
ressurreições, umas para a vida eterna no céu e outras à condenação eterna
 A primeira grande ressurreição foi a ressurreição de Jesus Cristo
 A ressurreição para a vida eterna é descrita como "a primeira ressurreição
Apoc 20:5-6, a ressurreição para julgamento e tormento é descrita como "a
segunda morte Apocalipse 20:6, 13-15
 A primeira grande ressurreição da Igreja ocorrerá no momento do
arrebatamento
 Uma outra grande ressurreição ocorrerá quando Cristo voltar à terra (a Sua
Segunda Vinda) no final do período de tribulação. Após o arrebatamento
 Pode haver uma outra ressurreição no fim do Milênio, uma mencionada de
forma implícita nas Escrituras
 Há uma ressurreição final, aparentemente de todos os mortos incrédulos de
todas as épocas. Jesus Cristo irá ressuscitá-los de entre os mortos (João 5:25-
29) depois do Milênio
2ª Reflexão
 a certeza da vindo do Senhor exige vigilância
 Todo crente precisa vigiar, para não cair no pecado.
 Um dia Jesus voltará e não queremos ser
encontrados vivendo no pecado, sem arrependimento
nem preocupação com as coisas de Deus.
 Por vezes perdemos o foco e não fazemos o que é
certo.
 Por isso, é importante ficar atento, pedir perdão
pelos pecados e mudar o comportamento.
 Não estamos sozinhos. Jesus nos ajuda a vigiar e a
corrigir as coisas erradas.
 Também temos a igreja. Juntos, podemos escapar
das armadilhas do diabo e ficar prontos para a vinda
de Jesus.
2ª Reflexão
 no Dia do Senhor a justiça do Pai será executada..
 A justiça de Deus é vista; na distribuição de prêmios e punições, A
justiça de Deus é vista na premiação dos justos
 Na verdade, há recompensa para o justo SI 58.11. Os santos não
devem servi-lo sem recompensa, ele recompensará os clamores e as
lágrimas:
 E os justos são derrotados por causa dele, e não derrotados por ele.
 Porque Deus não é injusto para ficar esquecido do vosso trabalho e do
amor que evidenciastes para com o seu nome" (Hb 6.10).
 Ele nos dá um prêmio, não porque mereçamos, mas porque nos
prometeu.A justiça de Deus é vista na punição dos ímpios
 Ele é justo em punir os ofensores. Por que Deus é justo em punir os
pecadores?
 Porque Deus pune os pecadores baseado em uma lei. "Onde não há lei,
também não há transgressão" (Rm 4.15).
 Deus deu uma lei aos homens e a quebraram, por isso são punidos
justamente.
 Porque Deus pune os pecadores fundamentado em provas concretas;
Ele é justo em punir os ímpios, e sempre os pune com provas
 Que maior evidência há do que a própria consciência de uma pessoa
3ªQualosignificadoda
palavrausadanoversículo
17paradescreveraação
promovidaporCristoem
relaçãoaosqueestiverem
vivosquantoasuavinda?
 significa “tomar com força”, “arrebatar com rapidez”,
“reivindicar para si”.
 A palavra arrebatamento não aparece na Bíblia. O conceito de
Arrebatamento, é claramente ensinado nas Escrituras.
 O Arrebatamento da igreja é o evento no qual Deus remove
todos os crentes da terra para abrir caminho para q Seu justo
julgamento seja derramado sobre a terra durante o período da
grande Tribulação.
 O Arrebatamento é descrito principalmente em I
Tessalonicenses 4:13-18 e I Coríntios 15:50-54.
 I Tess 4:13-18 descreve o Arrebatamento como Deus
ressuscitando todos os crentes que já morreram, dando a eles
corpos glorificados.
 “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz
de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em
Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos
vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a
encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o
Senhor I Tess. 4:16-17
3ª
Arrebatamento
 I Coríntios 15:50-54 focaliza na natureza instantânea do
Arrebatamento e nos corpos glorificados que receberemos.
 “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos
dormiremos, mas todos seremos transformados; Num
momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última
trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão
incorruptíveis, e nós seremos transformados I Cor 15:51-54
 O Arrebatamento é o acontecimento glorioso que devemos
todos esperar ansiosamente.
 Finalmente ficaremos livres do pecado.
 Estaremos para sempre na presença de Deus.
 Há excessivo debate a respeito do significado e magnitude do
Arrebatamento. Esta não é a intenção de Deus.
 Mas ao invés disso, no que diz respeito ao Arrebatamento,
Deus quer que “encorajemos uns aos outros com estas
palavras.”
4ªComosepode
justificararelevância
dasquestões
escatológicasparaa
Igreja
contemporânea?
 Este é um tema que promove despertamento da Igreja, nos faz
superar uma visão imediatista do mundo, e anuncia o Deus que
Reina inclusive na história
 Jesus voltará e todos que o amam serão levados para o Céu.
 Os mortos em Cristo ressuscitarão e os salvos vivos, serão
transformados.
 Todos salvos subirão a Céu para morar para sempre. Esse
acontecimento é conhecido como o arrebatamento.
 Jesus foi para nos preparar um lugar no Céu.
 Enoque e Elias foram arrebatados, subiram vivos ao Céu.
 Algumas pessoas na Bíblia também foram ao Céu em espírito
numa visão. E um dia nós vamos nos juntar a eles.
 Portanto, amados, enquanto esperam estas coisas, empenhem-
se para serem encontrados por ele em paz, imaculados e
inculpáveis 2 Pd 3:14
5ªÉcorretoafirmarqueao
sediscutirsobreofimde
tudo,inevitavelmente
reflete-sesobreocomeço
detodasascoisas?
Justifiquesuaresposta.
 Sim, pois anunciar o fim implica em dizer que há um Senhor no
universo o qual, sendo responsável pela criação de todas as coisas,
também estabeleceu um fim para as mesmas.
 No dicionário da língua portuguesa, a palavra soberania está
explicada como ‘autoridade suprema que detém o poder sem
restrições’.
 Teologicamente, ‘soberania’ significa controle e domínio absoluto de
Deus sobre tudo e sobre todos.
 Assim, Deus é e está além e acima de toda força, poder ou autoridade.
 Nossa mente não consegue entender muito bem os atributos de Deus.
 Ele é um Ser Todo-Poderoso, Todo-Bom, Todo-Conhecedor, Todo-Sábio
 O fim do mundo será terrível. Deus castigará todo pecador
 Haverá medo e pânico, terremotos, sinais no céu e os elementos serão
destruídos com fogo.
 Ninguém poderá escapar do julgamento de Deus. Assim como ele criou
todas as coisas pelo seu poder, também tem um fim para tudo através
do seu poder, e domínio de sua criação
www.moldado.com
Moldado.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ebd-2o-trimestre-2018-licao-7-jovens.pptx

A armadura de deus vincent cheung
A armadura de deus   vincent cheungA armadura de deus   vincent cheung
A armadura de deus vincent cheung
Patricia Sigone Sigone
 
Apostila para Discipulado
Apostila para DiscipuladoApostila para Discipulado
Apostila para Discipulado
Marcelo Eduardo
 
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docxApostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
JooAlbertoSoaresdaSi
 
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdfdiscipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
DivinoHenriqueSantan
 
Book cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-curaBook cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-cura
tadslideshare
 
03 santificação
03 santificação03 santificação
03 santificação
Joéliton Silva
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Gerson G. Ramos
 
Crê na vida eterna
Crê na vida eternaCrê na vida eterna
Crê na vida eterna
Pastor Robson Colaço
 
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Paulo De Tarso Fernandes
 
A atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinosA atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinos
Moisés Sampaio
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
Antonio Rodrigues
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Éder Tomé
 
Lição 05- Predições de Juízo e Glória
Lição 05- Predições de   Juízo e GlóriaLição 05- Predições de   Juízo e Glória
Lição 05- Predições de Juízo e Glória
Maxsuel Aquino
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Erberson Pinheiro
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
Pastor Robson Colaço
 
Aula 5 filipenses e colossenses
Aula 5   filipenses e colossensesAula 5   filipenses e colossenses
Aula 5 filipenses e colossenses
Pastor W. Costa
 
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiçaEBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
Sídine Custódio Vêncio
 
Lição 07 - A graça Divina.pptx
Lição 07 - A graça Divina.pptxLição 07 - A graça Divina.pptx
Lição 07 - A graça Divina.pptx
Joel Silva
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
Rosemeire Souza
 
Guerra
GuerraGuerra
Guerra
lucinda34
 

Semelhante a ebd-2o-trimestre-2018-licao-7-jovens.pptx (20)

A armadura de deus vincent cheung
A armadura de deus   vincent cheungA armadura de deus   vincent cheung
A armadura de deus vincent cheung
 
Apostila para Discipulado
Apostila para DiscipuladoApostila para Discipulado
Apostila para Discipulado
 
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docxApostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
 
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdfdiscipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
discipulado-para-os-novos-convertidos.pdf
 
Book cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-curaBook cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-cura
 
03 santificação
03 santificação03 santificação
03 santificação
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
 
Crê na vida eterna
Crê na vida eternaCrê na vida eterna
Crê na vida eterna
 
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
 
A atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinosA atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinos
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 
Lição 05- Predições de Juízo e Glória
Lição 05- Predições de   Juízo e GlóriaLição 05- Predições de   Juízo e Glória
Lição 05- Predições de Juízo e Glória
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
 
Aula 5 filipenses e colossenses
Aula 5   filipenses e colossensesAula 5   filipenses e colossenses
Aula 5 filipenses e colossenses
 
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiçaEBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
EBD - IEPBC - Lição 4 - Deus espera de mim fome e sede de justiça
 
Lição 07 - A graça Divina.pptx
Lição 07 - A graça Divina.pptxLição 07 - A graça Divina.pptx
Lição 07 - A graça Divina.pptx
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
 
Guerra
GuerraGuerra
Guerra
 

Mais de KARINEVONEYVIEIRABAR

ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptxebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptxApresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
O APOCALIPSE. A VITORIA FINAL DE JESUS
O APOCALIPSE.   A VITORIA FINAL DE JESUSO APOCALIPSE.   A VITORIA FINAL DE JESUS
O APOCALIPSE. A VITORIA FINAL DE JESUS
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUSO POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.pptprojetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptxO Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptxDESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptxA LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptxDESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptxLIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 

Mais de KARINEVONEYVIEIRABAR (20)

ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
 
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3-trimestre-2020-licao-10O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-12 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-1 O FIM DE TODAS AS COISAS .pptx
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-4-para-jovens.pptx
 
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptxebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
ebd-2o-trimestre-licao-9-2018-adulto.pptx
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-13-jovens.pptx
 
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptxApresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
Apresentação Cancao de Exilio FACULDADE PERIODO 4 .pptx
 
O APOCALIPSE. A VITORIA FINAL DE JESUS
O APOCALIPSE.   A VITORIA FINAL DE JESUSO APOCALIPSE.   A VITORIA FINAL DE JESUS
O APOCALIPSE. A VITORIA FINAL DE JESUS
 
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUSO POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
O POVO DE DEUS É SELADO. OS 144 MIL SELADOS DE DEUS
 
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
DIGNO É O CORDEIRO APOCALIPSE CAPITULO 4 E 5
 
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.pptprojetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
projetoartenaescolaslidesnovo-090413123554-phpapp02.ppt
 
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptxO Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
O Arrebatamento dos Salvos - Lição 2 .pptx
 
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptxDESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
 
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptxA LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
A LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO E SUAS CONTRIBUIÇÕES - apresentação .pptx
 
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptxDESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE  NATURAL.pptx
DESCOBRINDO E EXPLORANDO O AMBIENTE NATURAL.pptx
 
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptxLIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
 

Último

AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
FredPaixaoeSilva
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
MarcoAurlioResende
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Shakil Y. Rahim
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

ebd-2o-trimestre-2018-licao-7-jovens.pptx

  • 1. EBD 2º Trimestre 2018 Lição 7 Para Jovens Nossa Esperança Na Vinda do Senhor
  • 2. Segunda, Hebreus 5:14,A Necessidadede Crescer naFé  Aqui se trata de crescimento espiritual não físico e numérico.  Significa que estamos nos tornando mais semelhante a Jesus  Aprendemos discernir entre o bem e o mal (Hebreus 5:14). Andamos mais pelo Espírito e menos pela carne Gál 5:13-26  Possuimos e aumentamos as virtudes cristãs nas nossas vidas: fé, virtude, conhecimento, domínio próprio, perseverança, piedade, fraternidade, amor (2 Pedro 1:5-11).  Se estas coisas existem em nós e em nós estão aumentando, nós seremos ativos, frutíferos, firmes e não vamos tropeçar.  Nisto, podemos entender crescimento espiritual como uma mudança para o melhor do nosso próprio caráter.  Você cresce espiritualmente quando pratica tal virtude e também quando você erra e reflete sobre o erro.  Às vezes, apanhando e sofrendo por uma falha sua, faz você crescer. Este é o valor da disciplina do Senhor Heb 12:1-13
  • 3. Terça, 1ªCoríntios6:14 AsConsequências daRessurreição  Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares era outra expressão que os coríntios usavam para justificar seu estilo de vida dominado pelo pecado  O alimento é gratificante e essencial para a vida. Quando os coríntios ficavam com fome, eles comiam.  Seguindo a mesma lógica, toda vez que desejavam ter relações sexuais, eles se entregavam ao desejo. Na opinião deles, nenhuma atividade física deveria afetar a vida espiritual de uma pessoa, assim como comer alimentos não afetava a espiritualidade de ninguém.  O raciocínio dos coríntios tinha duas falhas: (1) O estômago e o processo digestivo, de certo modo, não passam de coisas terrenas e de nada servem na eternidade. Mas o corpo, por meio do poder de ressurreição de Cristo, é eterno. Ele foi santificado por Deus para render-lhe glória (v. 20).  (2) Embora a finalidade do estômago seja digerir alimentos, não é o objetivo do corpo envolver-se com a imoralidade.  Além disso, segundo Seu próprio intento, Deus pôs restrições ao ato de comer e à atividade sexual.  Comer a ponto de se tornar gula e ter relações sexuais levianas fora do casamento são atos que violam o intento do Senhor e, portanto, são pecados.
  • 4. Quarta, Mateus24:42 A Exortação Para a Vigilância  A vida de Cristo em nós é como riquezas incontáveis e o ladrão das almas trabalha em todo tempo para tomar do Senhor algumas vidas.  E ele é sagaz, sujo, sorrateiro e certamente se esforçará para tirar do caminho todo aquele que possuir alguma riqueza.  Precisamos estar atentos. Nossa vida diária é uma luta constante contra nossa carne, contra o diabo e as hostes espirituais.  Tudo isso coopera para nos ludibriar e tirar o nosso foco da nossa permanência e firmeza para a volta de Jesus.  A salvação precisa ser desenvolvida. O arrependimento precisa ser reforçado a cada dia.  Infelizmente o diabo tenta tirar o nosso alvo do alto. O mundo com suas muitas distrações pode ser uma grande armadilha para nos fazer vacilar.  E essa não é uma exortação para os crentes mundanos, mas para os cristãos regenerados, mesmo os que não vivem dissolutamente. Devemos todos permanecer atentos. Vigia, o Senhor não tarda!
  • 5. Quinta, João 14:3 Nosso Destino: Morar como Pai  Um dia todos que são salvos irão morar no Céu!  Jesus foi ao Céu para nos preparar um lugar.  O Céu é o lugar espiritual onde Deus habita e poderemos ve-lo  No Céu veremos a Deus e vamos estar sempre com ele.  A Bíblia fala sobre três tipos de céus: O céu que é nossa atmosfera, onde estão as nuvens; O céu que é o espaço, onde as estrelas estão; O céu é um lugar espiritual, é a habitação de Deus e dos seus anjos.  Deus não mora nas nuvens, ele mora no céu espiritual.  Quem quer estar junto de Deus no céu para sempre só precisa convidar Jesus para entrar em sua vida.  A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso. Filip 3:20-21
  • 6. Sexta 1ªTess.5:18 O Consolo do Cristão  Todos passamos fases na vida em que precisamos de consolo.  Deus sempre consola quem o busca com o coração machucado.  Ele enxuga as lágrimas dos que choram, dá forças aos que estão cansados e coloca um sorriso nos que estão sofrendo.  Quem procura consolo no Senhor nunca ficará frustrado!  Quem se aproxima de Deus com humildade e com o coração quebrantado recebe consolo e conforto.  As vezes somos mal interpretados, julgados e machucados  Outras vezes as pessoas não entendem o nosso sofrimento e as batalhas que nós enfrentamos.  Mas o Senhor sabe todas as coisas e está sempre de braços abertos para aqueles que estão cansados e oprimidos.  Através do sacrifício de Jesus, recebemos o amor do Pai, e sempre que precisamos do consolo, Deus nos toca com o Seu Espírito Santo, o nosso Consolador.
  • 7. Sábado, 1ªTess.5:3 OCaráter surpreendenteda ChegadadoReino  POIS QUE, QUANDO DISSEREM. Neste texto, o escritor fala do período posterior a vinda de Cristo para arrebatar a sua igreja.  No entanto, este texto reforça a tese defendida por aqueles que ensinam de que a vinda de Cristo se dará depois da grande tribulação  Como os textos escatológicos da bíblia só o tempo do seu cumprimento tem a palavra final, cabe a cada um de nós apenas expor pontos de vistas, ideias e pensamentos.  HÁ PAZ E SEGURANÇA. Na realidade nos primeiros 3 anos e meio da grande tribulação haverá um tempo de falsa paz mundial.  O anticristo se levantará para governar sobre todas as nações do mundo e estabelecerá por um curto período de tempo (três anos e meio) a paz entre todos os povos.  Neste mesmo tempo, os povos terão a sensação de segurança baseados nas promessas falsas de paz permanente entre todos
  • 8. 1ª Tess. 5: 3  ENTÃO LHES SOBREVIRÁ. Jesus disse: Passarão os céus e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar Mat 24:35  Tudo que as profecias escatológicas predizem dos fatos futuros que sucederão com a humanidade terão fiel cumprimento.  Nada há de mudar os fatos que estão previsto para acontecerem sobre a terra e os seus moradores.  A melhor coisa que se tem que fazer e ser fiel a Cristo Jesus e a mensagem do evangelho para escapar da grande tribulação.  REPENTINA DESTRUIÇÃO. Através do engano e da mentira, o anticristo enganará todas as nações do mundo, inclusive Israel.  E depois de 3 anos e meio de governo sobre todos os povos,  Israel, o povo do Deus altíssimo descobrirá que está sendo enganado pelo homem da iniquidade, o filho da perdição, pelo que romperá a aliança com o anticristo,  Assim começarão as perseguições contra o povo de Deus que
  • 9. 1ª Tess.5:3 linguagem para representar os atos poderosos de destruição que há de suceder contra o anticristo e todos os povos rebeldes. Basta ler o apocalipse, e perceberão quão terríveis tormentos hão de vir sobre os inimigos de Deus. Muitas dores e tormentos hão de vir ao mundo.  ÀQUELA QUE ESTÁ GRÁVIDA. As dores de um parto, conforme a ciência explica é muito forte, depois anuncia o que acontecerá  Da mesma forma, a intensidade dos fatos que ocorrerão durante a grande tribulação serão fortes, bem como todas as profecias escatológicas são avisos antecipados destas realidades.  E DE MODO NENHUM ESCAPARÃO. O anticristo com todo o seu aparato, e grande apoio de quase todas as nações, não terão como evitar o derramar da ira de Deus sobre os seus inimigos.  A mesma bíblia que diz que Deus é amor bondade e misericórdia, também diz que Deus é um fogo consumidor e que
  • 11. 1ªApresentetrês motivosquejustifiquem adiscussãosobreas ÚltimasCoisasna epístola.  Evitar os problemas com as heresias, O que Paulo escreve aos tessalonicenses a fim que evitassem heresias foi que ; Regozijai-vos sempre. Orai sem cessarem em tudo dai graças...Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo, mas retende só o bem. Abstende de toda aparência do mal. E santifiquem-se em tudo  impedir um entristecimento impróprio daqueles irmãos, Para impedir esse entristecimento foi necessário que Paulo os confortassem os enchendo de esperança, de fé e convicção da vinda de Cristo principalmente para aqueles que morresse servindo a Deus  confirmar as promessas que deveria encher o coração dos tessalonicenses. O arrebatamento da igreja tanto para os vivos quanto para aqueles que haviam falecidos salvos em Jesus foi o maior conforto e alimento de fé e esperança para aqueles irmãos
  • 12. 2ªQuaisastrês verdadesquepodem serextraídasapartirdo debatesobre escatologiaem 1Tessalonicenses?  A ressurreição dos santos é uma verdade,  A Bíblia diz que a ressurreição é real e que esta vida não é tudo o que existe.  Embora a morte seja o fim da vida física, não é o fim da existência humana.  Muitos acreditam que existe uma ressurreição geral no final dos tempos,  A Bíblia ensina que não haverá só uma ressurreição, mas uma série de ressurreições, umas para a vida eterna no céu e outras à condenação eterna  A primeira grande ressurreição foi a ressurreição de Jesus Cristo  A ressurreição para a vida eterna é descrita como "a primeira ressurreição Apoc 20:5-6, a ressurreição para julgamento e tormento é descrita como "a segunda morte Apocalipse 20:6, 13-15  A primeira grande ressurreição da Igreja ocorrerá no momento do arrebatamento  Uma outra grande ressurreição ocorrerá quando Cristo voltar à terra (a Sua Segunda Vinda) no final do período de tribulação. Após o arrebatamento  Pode haver uma outra ressurreição no fim do Milênio, uma mencionada de forma implícita nas Escrituras  Há uma ressurreição final, aparentemente de todos os mortos incrédulos de todas as épocas. Jesus Cristo irá ressuscitá-los de entre os mortos (João 5:25- 29) depois do Milênio
  • 13. 2ª Reflexão  a certeza da vindo do Senhor exige vigilância  Todo crente precisa vigiar, para não cair no pecado.  Um dia Jesus voltará e não queremos ser encontrados vivendo no pecado, sem arrependimento nem preocupação com as coisas de Deus.  Por vezes perdemos o foco e não fazemos o que é certo.  Por isso, é importante ficar atento, pedir perdão pelos pecados e mudar o comportamento.  Não estamos sozinhos. Jesus nos ajuda a vigiar e a corrigir as coisas erradas.  Também temos a igreja. Juntos, podemos escapar das armadilhas do diabo e ficar prontos para a vinda de Jesus.
  • 14. 2ª Reflexão  no Dia do Senhor a justiça do Pai será executada..  A justiça de Deus é vista; na distribuição de prêmios e punições, A justiça de Deus é vista na premiação dos justos  Na verdade, há recompensa para o justo SI 58.11. Os santos não devem servi-lo sem recompensa, ele recompensará os clamores e as lágrimas:  E os justos são derrotados por causa dele, e não derrotados por ele.  Porque Deus não é injusto para ficar esquecido do vosso trabalho e do amor que evidenciastes para com o seu nome" (Hb 6.10).  Ele nos dá um prêmio, não porque mereçamos, mas porque nos prometeu.A justiça de Deus é vista na punição dos ímpios  Ele é justo em punir os ofensores. Por que Deus é justo em punir os pecadores?  Porque Deus pune os pecadores baseado em uma lei. "Onde não há lei, também não há transgressão" (Rm 4.15).  Deus deu uma lei aos homens e a quebraram, por isso são punidos justamente.  Porque Deus pune os pecadores fundamentado em provas concretas; Ele é justo em punir os ímpios, e sempre os pune com provas  Que maior evidência há do que a própria consciência de uma pessoa
  • 15. 3ªQualosignificadoda palavrausadanoversículo 17paradescreveraação promovidaporCristoem relaçãoaosqueestiverem vivosquantoasuavinda?  significa “tomar com força”, “arrebatar com rapidez”, “reivindicar para si”.  A palavra arrebatamento não aparece na Bíblia. O conceito de Arrebatamento, é claramente ensinado nas Escrituras.  O Arrebatamento da igreja é o evento no qual Deus remove todos os crentes da terra para abrir caminho para q Seu justo julgamento seja derramado sobre a terra durante o período da grande Tribulação.  O Arrebatamento é descrito principalmente em I Tessalonicenses 4:13-18 e I Coríntios 15:50-54.  I Tess 4:13-18 descreve o Arrebatamento como Deus ressuscitando todos os crentes que já morreram, dando a eles corpos glorificados.  “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor I Tess. 4:16-17
  • 16. 3ª Arrebatamento  I Coríntios 15:50-54 focaliza na natureza instantânea do Arrebatamento e nos corpos glorificados que receberemos.  “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados I Cor 15:51-54  O Arrebatamento é o acontecimento glorioso que devemos todos esperar ansiosamente.  Finalmente ficaremos livres do pecado.  Estaremos para sempre na presença de Deus.  Há excessivo debate a respeito do significado e magnitude do Arrebatamento. Esta não é a intenção de Deus.  Mas ao invés disso, no que diz respeito ao Arrebatamento, Deus quer que “encorajemos uns aos outros com estas palavras.”
  • 17. 4ªComosepode justificararelevância dasquestões escatológicasparaa Igreja contemporânea?  Este é um tema que promove despertamento da Igreja, nos faz superar uma visão imediatista do mundo, e anuncia o Deus que Reina inclusive na história  Jesus voltará e todos que o amam serão levados para o Céu.  Os mortos em Cristo ressuscitarão e os salvos vivos, serão transformados.  Todos salvos subirão a Céu para morar para sempre. Esse acontecimento é conhecido como o arrebatamento.  Jesus foi para nos preparar um lugar no Céu.  Enoque e Elias foram arrebatados, subiram vivos ao Céu.  Algumas pessoas na Bíblia também foram ao Céu em espírito numa visão. E um dia nós vamos nos juntar a eles.  Portanto, amados, enquanto esperam estas coisas, empenhem- se para serem encontrados por ele em paz, imaculados e inculpáveis 2 Pd 3:14
  • 18. 5ªÉcorretoafirmarqueao sediscutirsobreofimde tudo,inevitavelmente reflete-sesobreocomeço detodasascoisas? Justifiquesuaresposta.  Sim, pois anunciar o fim implica em dizer que há um Senhor no universo o qual, sendo responsável pela criação de todas as coisas, também estabeleceu um fim para as mesmas.  No dicionário da língua portuguesa, a palavra soberania está explicada como ‘autoridade suprema que detém o poder sem restrições’.  Teologicamente, ‘soberania’ significa controle e domínio absoluto de Deus sobre tudo e sobre todos.  Assim, Deus é e está além e acima de toda força, poder ou autoridade.  Nossa mente não consegue entender muito bem os atributos de Deus.  Ele é um Ser Todo-Poderoso, Todo-Bom, Todo-Conhecedor, Todo-Sábio  O fim do mundo será terrível. Deus castigará todo pecador  Haverá medo e pânico, terremotos, sinais no céu e os elementos serão destruídos com fogo.  Ninguém poderá escapar do julgamento de Deus. Assim como ele criou todas as coisas pelo seu poder, também tem um fim para tudo através do seu poder, e domínio de sua criação