SlideShare uma empresa Scribd logo

Timoteo

1 de 23
Baixar para ler offline
Timoteo
LIÇÃO ANTERIOR



APOLO    O PREGADOR
         QUE ATRAIU
          MULTIDÕES
TIMOTEO




Um jovem
  fiel
OBJETIVOS DA LIÇÃO
         • Ter convicção da importância do
SABER
           compartilhar as verdades bíblicas
           aprendidas

SENTIR
         • Confiar na Palavra de Deus

         • Perseverar em estudar a Bíblia e
AGIR
           compartilhar com os outros o que
           aprendeu
Introdução
Quando nos propomos a estudar a vida de
homens de Deus, o objetivo deve ir além do mero
conhecimento biográfico e conhecimento
subjetivo. Devemos procurar saber o que Deus,
através dessa personalidade bíblica, quer nos
ensinar. Durante toda esta série temos visto
casais, homens, mulheres e jovens que nos
deixaram um legado de fé, de conduta e de uma
vida cristã digna. Em relação a          , com
certeza, não poderia ser diferente, pois era um
jovem que dentro de suas limitações soube ser
servo e fiel no propósito divino.
Introdução
Vivemos e convivemos com uma série de
desafios, lutas internas e externas, conflitos,
busca de razões etc. No entanto, o que se
pretende na vida cristã não é ser o maior ou viver
à busca do ser, mas, simplesmente
ser servo e fiel. Ao estudarmos a trajetória de
Timóteo veremos que ele se limitou a esta
verdade, reconhecendo que o princípio de
superioridade ensinado por Jesus é a humildade:
nada mais basta ao cristão se não resolver ser
um servo e nesta condição, ser fiel.
Anúncio

Recomendados

Panorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoPanorama do NT - 1Timóteo
Panorama do NT - 1TimóteoRespirando Deus
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesRespirando Deus
 
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUSA NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUSSandra Dias
 
Panorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosPanorama do NT - Efésios
Panorama do NT - EfésiosRespirando Deus
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroEdnilson do Valle
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasRespirando Deus
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusRespirando Deus
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.RODRIGO FERREIRA
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesMárcio Martins
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblicovalmarques
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesRespirando Deus
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Maduraguestc5d870
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoRespirando Deus
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãJoanilson França Garcia
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesRespirando Deus
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesRespirando Deus
 
Carta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossensesCarta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossensesUEPB
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipseRespirando Deus
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéÉder Tomé
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósÉder Tomé
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAlberto Nery
 
Estudo em i timóteo
Estudo em i timóteoEstudo em i timóteo
Estudo em i timóteoUFES
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosRODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
O pecado de Davi
O pecado de DaviO pecado de Davi
O pecado de Davi
 
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2TessalonicensesPanorama do NT - 2Tessalonicenses
Panorama do NT - 2Tessalonicenses
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Panorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2TimóteoPanorama do NT - 2Timóteo
Panorama do NT - 2Timóteo
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 
Panorama do NT - Tiago
Panorama do NT - TiagoPanorama do NT - Tiago
Panorama do NT - Tiago
 
Carta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossensesCarta de paulo aos colossenses
Carta de paulo aos colossenses
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Estudo em i timóteo
Estudo em i timóteoEstudo em i timóteo
Estudo em i timóteo
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
 

Semelhante a Timoteo

EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07
EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07
EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07Samarone Melo
 
3º trimestre 2015 lição 07 adultos
3º trimestre 2015 lição 07 adultos3º trimestre 2015 lição 07 adultos
3º trimestre 2015 lição 07 adultosJoel Silva
 
3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 07 AdultosJoel Silva
 
Lição 07 - Eu sei em quem tenho crido
Lição 07 - Eu sei em quem tenho cridoLição 07 - Eu sei em quem tenho crido
Lição 07 - Eu sei em quem tenho cridoRegio Davis
 
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptxJoel Silva
 
Lição 7 eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015
Lição 7   eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015Lição 7   eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015
Lição 7 eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015Andrew Guimarães
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoJessé Lopes
 
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdf
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdfoexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdf
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdfTiago Silva
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho crido
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho cridoEBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho crido
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho cridoGIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaPr. Gerson Eller
 
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDOLIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDOLourinaldo Serafim
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progressoDalila Melo
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progressoDalila Melo
 
Culto infaltil - Timóteo
Culto infaltil - TimóteoCulto infaltil - Timóteo
Culto infaltil - TimóteoLé Souza
 
Lição 07 eu sei em quem tenho crido
Lição 07    eu sei em quem tenho cridoLição 07    eu sei em quem tenho crido
Lição 07 eu sei em quem tenho cridoPr. Gerson Eller
 
Obreiro aprovado
Obreiro aprovadoObreiro aprovado
Obreiro aprovadoshalonahr
 
A Organização de uma Igreja Local
A Organização de uma Igreja LocalA Organização de uma Igreja Local
A Organização de uma Igreja LocalAntonio Fernandes
 

Semelhante a Timoteo (20)

EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07
EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07
EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO - LIÇÃO 07
 
3º trimestre 2015 lição 07 adultos
3º trimestre 2015 lição 07 adultos3º trimestre 2015 lição 07 adultos
3º trimestre 2015 lição 07 adultos
 
3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos
3º Trimestre 2015 Lição 07 Adultos
 
Lição 07 - Eu sei em quem tenho crido
Lição 07 - Eu sei em quem tenho cridoLição 07 - Eu sei em quem tenho crido
Lição 07 - Eu sei em quem tenho crido
 
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 07.pptx
 
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
 
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
EPÍSTOLAS PAULINAS E GERAIS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
 
Lição 7 eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015
Lição 7   eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015Lição 7   eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015
Lição 7 eu sei em quem tenho crido 3º trimestre de 2015
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de Timóteo
 
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdf
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdfoexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdf
oexemplodetimoteo-200128171128 (3).pdf
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho crido
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho cridoEBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho crido
EBD CPAD Lições bíblicas 3° trimestre2015 aula 7 eu sei em quem tenho crido
 
Uma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderançaUma mensagem à igreja local e à liderança
Uma mensagem à igreja local e à liderança
 
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDOLIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO
LIÇÃO 07 - EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO
 
Fiéis à verdade
Fiéis à verdadeFiéis à verdade
Fiéis à verdade
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
 
Culto infaltil - Timóteo
Culto infaltil - TimóteoCulto infaltil - Timóteo
Culto infaltil - Timóteo
 
Lição 07 eu sei em quem tenho crido
Lição 07    eu sei em quem tenho cridoLição 07    eu sei em quem tenho crido
Lição 07 eu sei em quem tenho crido
 
Obreiro aprovado
Obreiro aprovadoObreiro aprovado
Obreiro aprovado
 
A Organização de uma Igreja Local
A Organização de uma Igreja LocalA Organização de uma Igreja Local
A Organização de uma Igreja Local
 

Mais de Luzimeire Almeida (18)

Regra de tres
Regra de tresRegra de tres
Regra de tres
 
Razões especiais 05032013
Razões especiais 05032013Razões especiais 05032013
Razões especiais 05032013
 
Proporcionalidade 19032013
Proporcionalidade 19032013Proporcionalidade 19032013
Proporcionalidade 19032013
 
Conjuntos numéricos (1)
Conjuntos numéricos (1)Conjuntos numéricos (1)
Conjuntos numéricos (1)
 
Avaliação da aprendizagem matematica
Avaliação da aprendizagem matematicaAvaliação da aprendizagem matematica
Avaliação da aprendizagem matematica
 
Sistema de numeração decimal
Sistema de numeração decimalSistema de numeração decimal
Sistema de numeração decimal
 
Sermão para a pascoa
Sermão para a pascoaSermão para a pascoa
Sermão para a pascoa
 
Timoteo
TimoteoTimoteo
Timoteo
 
Sara
SaraSara
Sara
 
JóJó
 
Calebe
CalebeCalebe
Calebe
 
Arão
ArãoArão
Arão
 
Tomé
ToméTomé
Tomé
 
Estevão
EstevãoEstevão
Estevão
 
Tiago
TiagoTiago
Tiago
 
Poncio pilatos
Poncio pilatosPoncio pilatos
Poncio pilatos
 
Marcos
MarcosMarcos
Marcos
 
Estevão
EstevãoEstevão
Estevão
 

Timoteo

  • 2. LIÇÃO ANTERIOR APOLO O PREGADOR QUE ATRAIU MULTIDÕES
  • 4. OBJETIVOS DA LIÇÃO • Ter convicção da importância do SABER compartilhar as verdades bíblicas aprendidas SENTIR • Confiar na Palavra de Deus • Perseverar em estudar a Bíblia e AGIR compartilhar com os outros o que aprendeu
  • 5. Introdução Quando nos propomos a estudar a vida de homens de Deus, o objetivo deve ir além do mero conhecimento biográfico e conhecimento subjetivo. Devemos procurar saber o que Deus, através dessa personalidade bíblica, quer nos ensinar. Durante toda esta série temos visto casais, homens, mulheres e jovens que nos deixaram um legado de fé, de conduta e de uma vida cristã digna. Em relação a , com certeza, não poderia ser diferente, pois era um jovem que dentro de suas limitações soube ser servo e fiel no propósito divino.
  • 6. Introdução Vivemos e convivemos com uma série de desafios, lutas internas e externas, conflitos, busca de razões etc. No entanto, o que se pretende na vida cristã não é ser o maior ou viver à busca do ser, mas, simplesmente ser servo e fiel. Ao estudarmos a trajetória de Timóteo veremos que ele se limitou a esta verdade, reconhecendo que o princípio de superioridade ensinado por Jesus é a humildade: nada mais basta ao cristão se não resolver ser um servo e nesta condição, ser fiel.
  • 7. (Atos 16:1) “Chegou a Derbe e Listra. Estava ali certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia crente, mas de pai grego.”
  • 8. Não dispomos de informações precisas sobre as circunstâncias do nascimento de Timóteo. Só sabemos que sua mãe era judia e seu pai era grego, por isso ele não foi circuncidado como bebê. Possivelmente enfrentava rejeição de parte dos judeus. Não era partidário do judaísmo, pois se fosse não precisaria ter sido circuncidado por orientação de Paulo (Atos 16:3 “Paulo quis que este fosse com ele e, tomando-o, o circuncidou, por causa dos judeus que estavam naqueles lugares, por que todos sabiam que seu pai era grego.”). Sua mãe, Eunice, e sua avó, Lóide, ensinaram a Timóteo nas Sagradas Escrituras do Velho Testamento (2timóteo 1:5; 3:15)
  • 9. II- SUA CONVERSÃO (2 Timóteo 1:3-5) “Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço menção de ti nas minha orações noite e dia. Lembrando-me das tuas lágrimas, desejo muito ver- te, para me encher de gozo; trazendo a memória a fé não fingida que há em ti, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti.”
  • 10. É provável que Timóteo tenha se convertido em conseqüência da Primeira Viagem Missionária de Paulo(Atos 14: 8-21). Quando ainda era adolescente, Paulo o chamou “amado filho Timóteo”(2 Timóteo 1:2) e “verdadeiro filho na fé”(1 Timóteo 1:2). Em 2Timóteo 1:5 notamos que Paulo reconheceu que a fé que Timóteo tinha era a mesma que existia em sua mãe e em sua avó. Isto não quer dizer que neste caso a fé seja hereditária; era a respeito da qualidade da fé e onde esta estava depositada. Por Atos 16:2 observamos que as igrejas em Listra e Icônio davam bom testemunho da sua fé.
  • 13. APLICAÇÃO • Os irmãos da Igreja falam bem de sua fé?
  • 14. III- SEU MINISTÉRIO (2 Timóteo 1:9) “... que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e a graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempo eterno,”
  • 15. Paulo, ao escrever para várias igrejas, faz menção de Timóteo. Pelas cartas, vemos como Timóteo acompanhava a Paulo e o valor que Paulo lhe atribuiu. Na saudação final da carta aos Romanos chamou Timóteo de “meu cooperador” (Rm 16:21). Nas cartas as igrejas de Corinto e Colossos e ao irmão Filemom, Paulo chamou Timóteo de “irmão”. Em Filipenses, Paulo chamou Timóteo de “servo”. Timóteo, filho na fé de Paulo, tornou-se irmão querido e cooperador no ministério de Paulo, e como Paulo era “servo do Senhor”. Timóteo foi enviado a Tessalônica para encorajar os irmãos ali em virtude de perseguições (1Tessalonicenses 3:1- 10). Trabalhou juntamente com Paulo em Corinto, uma cidade difícil (2Coríntios 1:19), e ficou com Silas em Beréia, partindo depois para Atenas(Atos 17:14-15). Foi enviado em missão especial à Macedônia indo depois para Corinto(1coríntios 4:17). Quando Paulo escreveu sua primeira Carta a Timóteo, este estava em Éfeso, tentando organizar a igreja ali(1 Timóteo 1:3).
  • 16. TIMOTEO Amado Filho Verdadeiro Filho na Meu cooperador fé Servo do Irmão Senhor
  • 17. Tarefas que Paulo entregou a Timóteo Encorajar os irmãos perseguidos em Tessalônica (1Ts 3: 1-10) Auxiliou Paulo no difícil trabalho em Corinto Ficou em Béreia para auxiliar Silas Seguiu em missão especial para a Macedônia e depois para Corinto Foi mandando à Éfeso para organizar a Igreja daquela cidade
  • 18. Conselhos que o apóstolo Paulo deu a Timóteo para que ele fosse “um bom ministro do Senhor” Rejeitar as fábulas profanas Exercitar-se na piedade Ensinar a Palavra de Deus Ser exemplo para os fiéis Aplicar-se à leitura, à exortação e ao ensino Não negligenciar o dom que Deus lhe deu Dedicar-se ao trabalho inteiramente, para que houvesse progresso Ter cuidado consigo mesmo e perseverar
  • 19. IV- SUA FIDELIDADE (Filipenses 2:19-22) Não basta ser servo, tem que ser Fiel. O serviço prestado por Timóteo ao Evangelho foi marcado por abnegação pessoal, isto é, tinha em vista exclusivamente o trabalho do Senhor. Ele se preocupou com a propagação do Evangelho, e isto ele fez com fidelidade (Fp 2:22). Esta fidelidade derivada da compreensão e certeza que Deus é fiel.(2Timóteo 2:13), e consequentemente ele se reflete no serviço que prestamos a Deus. Nosso relacionamento conosco mesmo, com os outros, com o trabalho e com Deus deve ser fundamentado na fidelidade. No exercício de nossas obrigações , devemos ter em vista o que Deus quer de nós e não o que esperamos, pois sendo nosso Deus fiel, a nossa preocupação deve ser de fidelidade pra com a Sua palavra (Tito 3:8), para com a sua obra (2 Timóteo 3:1) e para com o próximo (1Timóteo 4:12)
  • 20. APLICAÇÃO 1- Dependo da fidelidade dos outros para ser fiel? Ou de Deus? 2- Meu serviço está sendo executado com fidelidade e amor?
  • 21. CONCLUSÃO • As palavras de Paulo a respeito de Timóteo em Filipenses 2:20 dizem muito: “Porque a ninguém tenho de igual sentimento que, sinceramente, cuide dos vosso interesses”. Que testemunho de fidelidade! Que comendação do Apóstolo Paulo. • Como muitos cristãos primitivos, Timóteo foi preso pela fé. Não sabemos onde ou quando, mas sabemos, de Hebreus 13:23, que ele foi solto. Deve ter visitado Paulo muito na cadeia e um dos últimos pedidos de Paulo está em 2Timóteo4:13 - “Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, bem como os livros, especialmente os pergaminhos”.
  • 22. CONCLUSÃO • Devemos muito a Timóteo hoje pelo exemplo de fidelidade a Deus em circunstâncias difíceis e de muita perseguição. Ele, como jovem, se dispôs a aprender com os ensinamentos e exemplo de vida do crente mais experiente – o Apóstolo Paulo. Acatou os desejos das igrejas e sempre trabalhava bem para onde foi mandado. • Timóteo é um exemplo de servo fiel a ser imitado pela juventude de hoje
  • 23. TIMOTEO Amado Filho Verdadeiro Filho na Meu cooperador fé Servo do Irmão Senhor