SlideShare uma empresa Scribd logo

A2. MEP1 - Mod 1 - Tema2

Poliana Bellan
Poliana Bellan
Poliana BellanEnglish Teacher / Interpreter em Poliana Bellan - English For Your Needs

MEP: Mediunidade - Estudo e Prática

A2. MEP1 - Mod 1 - Tema2

1 de 21
Baixar para ler offline
Sejam todos bem-vindos!
25. OUVIRÁS DÊ
CERTO
Salva-te a ti mesmo e desce
da cruz.” (MARCOS, 15:30.)
Se te encontras realmente empenhado na execução do bem,
ouvirás, decerto, as provocações do mal em todos os instantes de
testemunho:
- “Se, em verdade, vives à procura do Cristo, por que choras sob o fardo
das provações?”
- “De que te serve a fé para o caminho de tanta dor?”
- “Se és médium com tarefa na caridade, onde estão os Espíritos
protetores que te não aliviam as amarguras?”
- “Se guardas confiança em Jesus, mostra-te livre dos obstáculos...”
- “Se louvas o Espiritismo como Doutrina de luz, por que te
demoras na sombra das aflições?”
Registrarás interrogações como essas a cada passo.
É necessário te reveres à altura do conhecimento superior com que
a Bondade Divina te favorece, demonstrando que os princípios
sublimes de tua fé não se movimentam na direção do conforto
imediatista da carne, mas sim no rumo do burilamento espiritual,
elos tempos afora.
Ensinarás com o teu exemplo que o Evangelho não é oficina de
vantagens na experiência material, mas sim templo de trabalho
redentor para que venhamos a consertar nós mesmos, diante da
Vida Eterna.
Farás da mediunidade instrumento para a lavoura do bem, ainda
mesmo te custe imensuráveis sacrifícios , ajudando aos outros
sem cogitar de auxílio a ti mesmo, como quem sabe que a Lei
do Amor é o sustentáculo do Universo, providenciando socorro
natural a quem se consagra ao socorro dos semelhantes.
Converterás o Espiritismo, na tua senda, em força educativa da
alma, sem exigir que o mundo se te afeiçoe às conveniências.
Buscarás a luz onde a luz se encontre.
Desculparás toda ofensa.
Elegerás na fraternidade a tua bandeira.
Conjugarás o verbo servir onde estiveres.
Começarás o trabalho de redenção em ti mesmo.
Orarás por quem te fira ou calunie.
Amarás os próprios adversários.
Ajudarás sem exigência.
Contudo, para o exercício de semelhante
apostolado, não passarás sobre a Terra sem o
assédio da incompreensão e do escárnio, porque o
próprio Cristo foi por eles visado, através daqueles
que, em lhe rodeando o madeiro de sacrifício, lhe
gritavam, zombeteiros e irônicos:
- “Salva-te a ti mesmo e desce da cruz”.
MEDIUNIDADE,
METAPSÍQUICA E
PARAPSICOLOGIA
MÓDULO 1 - TEMA 2
Anúncio

Recomendados

Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiunsOlm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiunsCarlos Alberto Freire De Souza
 
Natureza das Reuniões Mediúnicas
Natureza das Reuniões MediúnicasNatureza das Reuniões Mediúnicas
Natureza das Reuniões MediúnicasProf. Paulo Ratki
 
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...
Avaliação da reunião mediúnica ( estudo sistematizado da mediunidade ( Leonar...Leonardo Pereira
 
O caráter da revelação espírita - ESDE - 4
O caráter da revelação  espírita - ESDE - 4O caráter da revelação  espírita - ESDE - 4
O caráter da revelação espírita - ESDE - 4Graça Maciel
 
Introdução do Livro dos Espíritos - itens de 11 a 17
Introdução do Livro dos Espíritos - itens de 11 a 17Introdução do Livro dos Espíritos - itens de 11 a 17
Introdução do Livro dos Espíritos - itens de 11 a 17Ana Lucia Silva
 
Olm 101103-reuniões e sociedade-regulamento-disertações espíritas
Olm 101103-reuniões e sociedade-regulamento-disertações espíritasOlm 101103-reuniões e sociedade-regulamento-disertações espíritas
Olm 101103-reuniões e sociedade-regulamento-disertações espíritasCarlos Alberto Freire De Souza
 
Das penas e recompensas futuras espiritismo o céu e inferno_com_2014
Das penas e recompensas futuras espiritismo o céu e inferno_com_2014Das penas e recompensas futuras espiritismo o céu e inferno_com_2014
Das penas e recompensas futuras espiritismo o céu e inferno_com_2014Claudio Macedo
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_wA comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_wcarlos freire
 
Roteiro 3 triplice aspecto da doutrina espírita
Roteiro 3   triplice aspecto da doutrina espíritaRoteiro 3   triplice aspecto da doutrina espírita
Roteiro 3 triplice aspecto da doutrina espíritaBruno Cechinel Filho
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862igmateus
 
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursoresjcevadro
 
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1Daniel de Melo
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRosimeire Alves
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coemWagner Quadros
 
Mediunidade aula 00 inaugural
Mediunidade   aula 00 inauguralMediunidade   aula 00 inaugural
Mediunidade aula 00 inauguralAugusto Luvisotto
 
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1Poliana Bellan
 
Desencarne
DesencarneDesencarne
DesencarneFatoze
 
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismo
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismoA audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismo
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismojcevadro
 
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o EspiritismoCB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o EspiritismoRoseli Lemes
 
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaResumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaGraça Maciel
 

Mais procurados (20)

A comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_wA comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_w
 
Roteiro 3 triplice aspecto da doutrina espírita
Roteiro 3   triplice aspecto da doutrina espíritaRoteiro 3   triplice aspecto da doutrina espírita
Roteiro 3 triplice aspecto da doutrina espírita
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
 
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores
2.o fenômeno mediúnico através dos tempos. médiuns precursores
 
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
AULA 112 EAE DM - ESTUDO DO PERISPÍRITO E DOS CENTROS DE FORÇA - 20210709v1
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
 
3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coem
 
Mediunidade aula 00 inaugural
Mediunidade   aula 00 inauguralMediunidade   aula 00 inaugural
Mediunidade aula 00 inaugural
 
Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.
 
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1
A1. MEP 1 - Mod 1 - Tema1
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Palestra Espírita - As três revelações
Palestra Espírita - As três revelaçõesPalestra Espírita - As três revelações
Palestra Espírita - As três revelações
 
Estudando o Livro dos Médiuns I
Estudando o Livro dos Médiuns IEstudando o Livro dos Médiuns I
Estudando o Livro dos Médiuns I
 
Desencarne
DesencarneDesencarne
Desencarne
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
 
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismo
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismoA audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismo
A audiência, a psicopictografia, psicometria e o sonambulismo
 
Depressão na visão Espírita
Depressão na visão EspíritaDepressão na visão Espírita
Depressão na visão Espírita
 
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o EspiritismoCB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina EspíritaResumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita
 

Destaque

Najnowsze osiągnięcia robotyki
Najnowsze osiągnięcia robotykiNajnowsze osiągnięcia robotyki
Najnowsze osiągnięcia robotykigrzesiekAAAAA
 
Silabo evaluacion educativa pato tobar
Silabo evaluacion educativa pato tobarSilabo evaluacion educativa pato tobar
Silabo evaluacion educativa pato tobarverito velasquez
 
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, Twitter
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, TwitterDaina Middleton, Global Head of Business Marketing, Twitter
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, TwitterB&T Magazine
 
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)Oh Huda
 
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...verito velasquez
 
Redes sociales
Redes socialesRedes sociales
Redes socialesalex16201
 
Undergraduate Research Report
Undergraduate Research ReportUndergraduate Research Report
Undergraduate Research ReportAnthony Katsaros
 
Top 8 workforce coordinator resume samples
Top 8 workforce coordinator resume samplesTop 8 workforce coordinator resume samples
Top 8 workforce coordinator resume samplesowenrodriguez458
 
Gprs campus card system solution
Gprs campus card system solutionGprs campus card system solution
Gprs campus card system solutioncaimoremichelle
 

Destaque (12)

Najnowsze osiągnięcia robotyki
Najnowsze osiągnięcia robotykiNajnowsze osiągnięcia robotyki
Najnowsze osiągnięcia robotyki
 
Silabo evaluacion educativa pato tobar
Silabo evaluacion educativa pato tobarSilabo evaluacion educativa pato tobar
Silabo evaluacion educativa pato tobar
 
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, Twitter
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, TwitterDaina Middleton, Global Head of Business Marketing, Twitter
Daina Middleton, Global Head of Business Marketing, Twitter
 
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)
NUR SYUHADA AZHAR. RESUME (1)
 
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...
Instrumentos de evaluación, por solución de problemas reactivos de verdadero ...
 
Redes sociales
Redes socialesRedes sociales
Redes sociales
 
2016 Summer Saratogan
2016 Summer Saratogan2016 Summer Saratogan
2016 Summer Saratogan
 
Undergraduate Research Report
Undergraduate Research ReportUndergraduate Research Report
Undergraduate Research Report
 
Insight_Medtech
Insight_MedtechInsight_Medtech
Insight_Medtech
 
Top 8 workforce coordinator resume samples
Top 8 workforce coordinator resume samplesTop 8 workforce coordinator resume samples
Top 8 workforce coordinator resume samples
 
Gprs campus card system solution
Gprs campus card system solutionGprs campus card system solution
Gprs campus card system solution
 
2014 Winter Saratogan
2014 Winter Saratogan2014 Winter Saratogan
2014 Winter Saratogan
 

Semelhante a A2. MEP1 - Mod 1 - Tema2

_ MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx
_   MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx_   MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx
_ MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptxIone Dias de Oliva
 
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02Alcides lambiasi
 
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidadeInimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidadeClaudio Macedo
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaAnselmo Heib
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Leonardo Pereira
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentaisJose Luiz Maio
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesushome
 
Estudando o espiritismo
Estudando o espiritismoEstudando o espiritismo
Estudando o espiritismoanaccc2013
 
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesusjcevadro
 
Da alma humana antónio j. freire - feb
Da alma humana   antónio j. freire - febDa alma humana   antónio j. freire - feb
Da alma humana antónio j. freire - febHelio Cruz
 
Da alma humana
Da alma humanaDa alma humana
Da alma humanarobsonbar
 
Vibrações compensadas lar de amor
Vibrações compensadas   lar de amorVibrações compensadas   lar de amor
Vibrações compensadas lar de amorLorena Dias
 
Boletim OPAE - JUNHO 2016
Boletim OPAE   - JUNHO 2016Boletim OPAE   - JUNHO 2016
Boletim OPAE - JUNHO 2016O PAE PAE
 
BOLETIM O PAE - JUNHO/2016
BOLETIM O PAE   -  JUNHO/2016BOLETIM O PAE   -  JUNHO/2016
BOLETIM O PAE - JUNHO/2016O PAE PAE
 
Herculano pires obsessão - o passe - a doutrinação
Herculano pires   obsessão - o passe - a doutrinaçãoHerculano pires   obsessão - o passe - a doutrinação
Herculano pires obsessão - o passe - a doutrinaçãoEWALDO DE SOUZA
 

Semelhante a A2. MEP1 - Mod 1 - Tema2 (20)

_ MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx
_   MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx_   MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx
_ MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS II.pptx
 
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidadeInimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
Inimigos desencarnados obsessao mal da humanidade
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espirita
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
 
Estudando o espiritismo
Estudando o espiritismoEstudando o espiritismo
Estudando o espiritismo
 
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
 
Mediunidade o que é isso apostila 037
Mediunidade o que é isso   apostila 037Mediunidade o que é isso   apostila 037
Mediunidade o que é isso apostila 037
 
Da alma humana antónio j. freire - feb
Da alma humana   antónio j. freire - febDa alma humana   antónio j. freire - feb
Da alma humana antónio j. freire - feb
 
Da alma humana
Da alma humanaDa alma humana
Da alma humana
 
Vibrações compensadas lar de amor
Vibrações compensadas   lar de amorVibrações compensadas   lar de amor
Vibrações compensadas lar de amor
 
Boletim o pae junho
Boletim o pae   junho Boletim o pae   junho
Boletim o pae junho
 
Boletim OPAE - JUNHO 2016
Boletim OPAE   - JUNHO 2016Boletim OPAE   - JUNHO 2016
Boletim OPAE - JUNHO 2016
 
BOLETIM O PAE - JUNHO/2016
BOLETIM O PAE   -  JUNHO/2016BOLETIM O PAE   -  JUNHO/2016
BOLETIM O PAE - JUNHO/2016
 
Obsessao e mediunidade
Obsessao e mediunidadeObsessao e mediunidade
Obsessao e mediunidade
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
 
Herculano pires obsessão - o passe - a doutrinação
Herculano pires   obsessão - o passe - a doutrinaçãoHerculano pires   obsessão - o passe - a doutrinação
Herculano pires obsessão - o passe - a doutrinação
 

Último

Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfengrobertomourafilho
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxRodrigoTavares484059
 
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosPoesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosMiraSandre2
 
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialOração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialJuniorCavecchia
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxjoseciceroroberto197
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.cecilcavalcanti
 
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadececilcavalcanti
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxjoseciceroroberto197
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andrade
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andradeDESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andrade
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andradeEduardoJuc8
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptxMarta Gomes
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxjoseciceroroberto197
 

Último (17)

Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Invocação À Luz
Invocação À LuzInvocação À Luz
Invocação À Luz
 
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosPoesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
 
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialOração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da Sobriedade
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.
mae de santo, tabagira de oxossi., de volta a america.
 
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andrade
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andradeDESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andrade
DESOBSESSÃO RECURSOS ESPÍRITAS. por josiete andrade
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
 

A2. MEP1 - Mod 1 - Tema2

  • 2. 25. OUVIRÁS DÊ CERTO Salva-te a ti mesmo e desce da cruz.” (MARCOS, 15:30.)
  • 3. Se te encontras realmente empenhado na execução do bem, ouvirás, decerto, as provocações do mal em todos os instantes de testemunho: - “Se, em verdade, vives à procura do Cristo, por que choras sob o fardo das provações?” - “De que te serve a fé para o caminho de tanta dor?” - “Se és médium com tarefa na caridade, onde estão os Espíritos protetores que te não aliviam as amarguras?” - “Se guardas confiança em Jesus, mostra-te livre dos obstáculos...” - “Se louvas o Espiritismo como Doutrina de luz, por que te demoras na sombra das aflições?” Registrarás interrogações como essas a cada passo. É necessário te reveres à altura do conhecimento superior com que a Bondade Divina te favorece, demonstrando que os princípios sublimes de tua fé não se movimentam na direção do conforto imediatista da carne, mas sim no rumo do burilamento espiritual, elos tempos afora.
  • 4. Ensinarás com o teu exemplo que o Evangelho não é oficina de vantagens na experiência material, mas sim templo de trabalho redentor para que venhamos a consertar nós mesmos, diante da Vida Eterna. Farás da mediunidade instrumento para a lavoura do bem, ainda mesmo te custe imensuráveis sacrifícios , ajudando aos outros sem cogitar de auxílio a ti mesmo, como quem sabe que a Lei do Amor é o sustentáculo do Universo, providenciando socorro natural a quem se consagra ao socorro dos semelhantes. Converterás o Espiritismo, na tua senda, em força educativa da alma, sem exigir que o mundo se te afeiçoe às conveniências. Buscarás a luz onde a luz se encontre. Desculparás toda ofensa. Elegerás na fraternidade a tua bandeira. Conjugarás o verbo servir onde estiveres. Começarás o trabalho de redenção em ti mesmo.
  • 5. Orarás por quem te fira ou calunie. Amarás os próprios adversários. Ajudarás sem exigência. Contudo, para o exercício de semelhante apostolado, não passarás sobre a Terra sem o assédio da incompreensão e do escárnio, porque o próprio Cristo foi por eles visado, através daqueles que, em lhe rodeando o madeiro de sacrifício, lhe gritavam, zombeteiros e irônicos: - “Salva-te a ti mesmo e desce da cruz”.
  • 7. FENÔMENOS CONSIDERADOS NATURAIS: Mediúnicos intermediados pelos médiuns “médium é toda pessoa que sente, num grau qualquer, a influência dos Espíritos. Essa faculdade é inerente ao homem e, por conseguinte, não constitui um privilégio exclusivo [...].” Mediunidade é a faculdade psíquica que os médiuns possuem, manifestada de forma mais ou menos intensa, e por meio de uma variedade significativa de tipos (videntes, psicógrafos, audientes, musicistas, de cura, etc.) A prática mediúnica é denominada mediunismo. Anímicos (do grego, anima = alma) emancipação da alma São produzidos pelo próprio Espírito encarnado que, nesta situação, não age como intermediário ou intérprete do pensamento dos Espíritos “[...] conjunto dos fenômenos psíquicos produzidos com a cooperação consciente ou inconsciente dos médiuns em ação.”
  • 8. FENÔMENOS CONSIDERADOS NATURAIS: a materialização, a transfiguração, a levitação, o transporte, a bilocação, a voz direta, a escrita direta, a tiptologia e a sematologia efeitos físicos ou objetivos Fenômenos mediúnicos a inspiração, a intuição, a vidência, a audiência, a psicometria, o desdobramento, a psicografia, a psicofonia e os curadores. efeitos intelectuais ou subjetivos
  • 9. METAPSÍQUICA OU METAPSIQUISMO Metapsíquica - definida pelo criador Charles Robert Richet professor da Sorbonne e cientista - "(...)ciência que tem por objeto a produção de fenômenos, mecânicos ou psicológicos, devidos a forças que parece serem inteligentes ou a poderes desconhecidos, latentes na inteligência humana". "Metapsíquica Subjetiva" Mediunidade de Efeitos Físicos telecinésicos "Metapsíquica Objetiva" Mediunidade de Efeitos Psíquicos/ Inteligentes criptestésicos
  • 10. METAPSÍQUICA OU METAPSIQUISMO A telecinese seria uma exteriorização do psiquismo inconsciente. Atualmente, a telecinesia é estudada de acordo com a metodologia científica, de forma que parapsicólogos e cientistas já obtiveram alguns bons resultados. http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/ciencia/a-ciencia-e-o- TK (telekinesis) ou PK (psicokinesis) Para Richet e seguidores, a telecinesia é possível porque o indivíduo mobiliza, de forma inconsciente, energias fisiológicas. (fluido vital) que impregnam um determinado objeto, movendo-o.
  • 11. PARAPSICOLOGIA Nos EUA, em 1930, Joseph Banks Rhine iniciou os estudos que desemborcaram na estruturação de um novo ramo da ciência preocupado em estudar os fenômenos chamados "inabituais", a parapsicologia. Enquanto o método da metapsíquica se baseava no aspecto qualitativo dos fenômenos e no testemunho pessoal dos que presenciavam os mesmos, a parapsicologia introduziu o método quantitativo. Este método procura estabelecer um meio de fazer com que os fenômenos se reproduzam sob determinadas condições e busca seguir os padrões utilizados na metodologia científica. Esta se serve de métodos que possam ser testados, repetidos e confirmados e, por ela, devem ser descobertas a causa e a lei que rege o objeto da investigação.
  • 12. PARAPSICOLOGIA Do Grego: para = além de + psique = alma, espírito, mente, essência + logos = estudo, ciência o estudo do que está além da psique, viabilizado por indivíduos popularmente conhecidos como “sensitivos” ou “psíquicos”. A parapsicologia inclui o estudo e investigação da clarividência, telepatia, transes, telecinese, mediunismo, poltergeist, etc. A finalidade dos parapsicólogos é colocar esses fenômenos no âmbito das leis naturais, ampliando — se necessário — as fronteiras destas últimas.
  • 13. O QUE HÁ EM COMUM OU DIVERGENTE ENTRE: MEDIUNIDADE, METAPSÍQUICA E PARAPSICOLOGIA Para a Doutrina Espirita os fenômenos paranormais, ou extrassensoriais, são considerados de dois tipos: anímicos e mediúnicos. Para o Espiritismo, os fenômenos mediúnicos podem apresentar duas formas de manifestação: efeitos físicos, que revelam ações de impacto no meio ambiente, e efeitos intelectuais, cuja manifestação exige certo grau de elaboração mental e de interpretação intelectual.
  • 14. (...) a prática espírita, manifestada na forma do mediunismo e do animismo, fundamenta-se, necessariamente, nos parâmetros de moralidade, expressos no Evangelho de Jesus.
  • 16. A PRECE DO PUBLICANO E DO FARISEU PUBLICANOS grupo de judeus ultraconservadores. Os fariseus observavam os mínimos detalhes da Lei (Antigo Testamento), eram apegados as tradições e aos costumes dos antepassados. trabalhavam para o império Romano, cobrando impostos, eram em sua maioria corruptos. https://www.esbocandoideias.com/2012/12/o-que-significa- publicano.html#sthash.ET6ywAxP.dpuf FARISEUS
  • 17. OBJETIVOS DO EXERCÍCIO > Identificar na prece do publicano e do fariseu a maneira correta de orar, ensinada por Jesus. > Destacar os sentimentos suscitados pela prece proferida pelos dois personagens do Evangelho.
  • 21. Até a próxima semana!