Os Espíritos hipócritas: são quase sempre muito inteligentes e não tem no coração nenhuma fibra sensível. Nada os toca. 
F...
Se uns combatem o Espiritismo por ignorância, outros o fazem precisamente porque lhe sentem toda a importância, pressentem...
REVOLUÇÃO SOCIAL 
Ficai, portanto, certos de que, quando uma revolução social se produz na Terra, abala igualmente o mundo...
O Espiritismo vem revelar outra categoria de falsos cristos e de falsos profetas, bem mais perigosa, e que não se encontra...
O Espiritismo revoluciona o mundo visível e o mundo invisível. 
Há algum tempo os nossos adversários têm em mira as socied...
Assim como há Espíritos protetores para as instituições, as cidades e os povos, os Espíritos malfeitores também se ligam a...
Porquanto não pode operar a mudança e fazer-se acolhido, senão por meio da máscara que toma e de um falso aspecto de virtu...
TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES 
Os grandes termos - caridade, humildade, amor de Deus - lhe servem como que de carta ...
TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES 
Por isso mesmo, o que o fascinador mais teme são as pessoas que vêem claro. 
Daí o co...
TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES 
São eles que semeiam os germes das discórdias entre os grupos. 
Que os levam isolar-s...
TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES 
...Uma de suas táticas para alcançar os seus fins é a desunião, pois sabem muito bem ...
O QUE PREDISPÕE À OBSESSÃO?
(Allan Kardec - O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações espíritas » Capítulo XXIX - Das reuniões e das Soc...
Se não se desencorajar esse elemento por uma resistência enérgica. A obsessão se torna um mal contagioso que se manifestar...
Como o mais poderoso antídoto desse veneno é a caridade, é ela que eles procuram abafar. 
Não se deve pois esperar que o m...
Se um dos membros do grupo cair sob a influência da obsessão, todos os esforços devem tender, desde os primeiros sinais, a...
Pode-se, pois, estatuir como princípio que todo aquele que numa reunião espírita provoca desordem, ou desunião, ostensiva ...
Visto ser necessário evitar toda causa de perturbação e de distração, uma Sociedade espírita deve, ao organizar-se, dar to...
MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES 
Muitos são os meios usados pelos obsessores, quase todos eles bastante estudados, pois ...
MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES 
Procuram disseminar a desconfiança entre os participantes. 
Querem intrometer-se nos tr...
MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES 
Usam de manobras no sentido de aguçar o amor- próprio. 
O melindre. 
O personalismo. 
O...
ALERTA DE KARDEC 
Que todos os Espíritas sinceros se unam, pois, numa santa comunhão de pensamentos, para enfrentar a temp...
Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
- Sem dúvida, passam pelos santuários da fé na condição de urnas cerradas. 
Impermeáveis ao bom aviso, continuam inacessív...
- Sim. A palavra desempenha significativo papel nas construções do espírito. 
Sermões e conferências de sacerdotes e doutr...
O Assistente meditou um instante e acrescentou: 
- Entre os homens, porém, se não é fácil cultivar a vida digna, é muito d...
A mente, por isso, continua encarcerada nos interesses quase sempre inferiores do mundo, cristalizada e enfermiça em paisa...
Daí o valor do culto religioso respeitável, formando ambiente propício à ascensão espiritual, com indiscutíveis vantagens,...
Todos os santuários, em seus atos públicos, estão repletos de almas necessitadas que a eles comparecem, sem o veículo dens...
Sorriu bem-humorado e prosseguiu: 
- Em razão disso, as entidades vampirizantes operam contra eles, muitas vezes envolvend...
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02

141 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Osinimigosdesencarnadosesuaacaocontraosgruposespiritas 121216064833-phpapp02

  1. 1. Os Espíritos hipócritas: são quase sempre muito inteligentes e não tem no coração nenhuma fibra sensível. Nada os toca. Fingem todos os bons sentimentos para ganhar a confiança, e ficam felizes quando encontram tolos que os aceitam como Espíritos bons, pois então podem dirigi-los à vontade. O nome de Deus, longe de lhes inspirar o menor temor, serve- lhes de máscara para as suas torpezas. ESE – Capítulo VIII – Pelos Espíritos Endurecidos- Item 75
  2. 2. Se uns combatem o Espiritismo por ignorância, outros o fazem precisamente porque lhe sentem toda a importância, pressentem o seu futuro e nele vêem um poderoso elemento regenerador. KARDEC, Allan. Instruções de Allan Kardec ao Movimento Espírita. Org. por Evandro Noleto Bezerra. Rio de Janeiro: FEB, 2005. - cap. 22 ADVERSÁRIOS DO ESPIRITISMO
  3. 3. REVOLUÇÃO SOCIAL Ficai, portanto, certos de que, quando uma revolução social se produz na Terra, abala igualmente o mundo invisível, onde todas as paixões, boas e más, se exacerbam, como entre vós. (Doutor Barry) A Gênese - Sinais dos tempos – item 9
  4. 4. O Espiritismo vem revelar outra categoria de falsos cristos e de falsos profetas, bem mais perigosa, e que não se encontra entre os homens, mas entre os desencarnados. (ESE - Não Acrediteis Em Todos Os Espíritos, item 7).
  5. 5. O Espiritismo revoluciona o mundo visível e o mundo invisível. Há algum tempo os nossos adversários têm em mira as sociedades e as reuniões espíritas, onde semeiam em profusão o fermento da discórdia e do ciúme. (Allan Kardec - Revista Espírita 1865 » Novembro)
  6. 6. Assim como há Espíritos protetores para as instituições, as cidades e os povos, os Espíritos malfeitores também se ligam aos grupos e aos indivíduos. Ligam-se primeiro aos mais fracos aos mais acessíveis, procurando transformá-los em seus instrumentos. E pouco a pouco, vão envolvendo a todos, porque sua alegria maligna é tanto maior quanto maior o número dos que tenham subjugado. (O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações espíritas » Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 340)
  7. 7. Porquanto não pode operar a mudança e fazer-se acolhido, senão por meio da máscara que toma e de um falso aspecto de virtude. Para chegar a tais fins, preciso é que o Espírito seja destro, ardiloso e profundamente hipócrita. Allan Kardec - LM - Item -239
  8. 8. TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES Os grandes termos - caridade, humildade, amor de Deus - lhe servem como que de carta de crédito, porém, através de tudo isso, deixa passar sinais de inferioridade, que só o fascinado é incapaz de perceber. Allan Kardec - LM - Item -239
  9. 9. TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES Por isso mesmo, o que o fascinador mais teme são as pessoas que vêem claro. Daí o consistir a sua tática, quase sempre, em inspirar ao seu intérprete o afastamento de quem quer que lhe possa abrir os olhos. Allan Kardec - LM - Item -239
  10. 10. TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES São eles que semeiam os germes das discórdias entre os grupos. Que os levam isolar-se uns dos outros e a se olharem com prevenções. (ESE - Os Falsos Profetas da Erraticidade - Item 10 – Erasto Discípulo de São Paulo, 1862).
  11. 11. TÁTICA DOS ESPÍRITOS MISTIFICADORES ...Uma de suas táticas para alcançar os seus fins é a desunião, pois sabem muito bem que podem facilmente dominar aquele que estiver sem apoio. Assim, o seu primeiro cuidado, quando querem apoderar-se de alguém, é sempre inspirar- lhe a desconfiança e o isolamento. A fim de que ninguém possa desmascará-lo, esclarecendo a vítima com seus conselhos salutares. Allan Kardec - Revista Espírita - 1858/1859.
  12. 12. O QUE PREDISPÕE À OBSESSÃO?
  13. 13. (Allan Kardec - O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações espíritas » Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 340) Todas as vezes, pois, que, num grupo, um dos seus componentes cai na armadilha, cumpre se proclame que há no campo um inimigo, um lobo no redil. E que todos se ponham em guarda, visto ser mais que provável a multiplicação de suas tentativas.
  14. 14. Se não se desencorajar esse elemento por uma resistência enérgica. A obsessão se torna um mal contagioso que se manifestará entre os médiuns pela perturbação da mediunidade. E entre os demais pela hostilidade recíproca, a perversão do senso moral e a destruição da harmonia. (Allan Kardec - O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações espíritas » Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 340)
  15. 15. Como o mais poderoso antídoto desse veneno é a caridade, é ela que eles procuram abafar. Não se deve pois esperar que o mal se torne incurável para lhe aplicar o remédio. Nem mesmo se devem esperar os primeiros sintomas, pois é necessário sobretudo preveni-lo. (Allan Kardec - O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações espíritas » Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 340)
  16. 16. Se um dos membros do grupo cair sob a influência da obsessão, todos os esforços devem tender, desde os primeiros sinais, a lhe abrir os olhos, antes que o mal se agrave. A fim de levá-lo à compreensão de que foi enganado e ao desejo de ajudar os que o procuram livrar. (Allan Kardec - O Livro dos Médiuns» Capítulo XXIX » 340)
  17. 17. Pode-se, pois, estatuir como princípio que todo aquele que numa reunião espírita provoca desordem, ou desunião, ostensiva ou sub- repticiamente, por quaisquer meios, é, ou um agente provocador, ou, pelo menos, um mau espírita, do qual cumpre que os outros se livrem o mais depressa possível. (O Livro dos Médiuns» Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 337)
  18. 18. Visto ser necessário evitar toda causa de perturbação e de distração, uma Sociedade espírita deve, ao organizar-se, dar toda a atenção às medidas apropriadas . (O Livro dos Médiuns» Capítulo XXIX - Das reuniões e das Sociedades Espíritas » 337)
  19. 19. MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES Muitos são os meios usados pelos obsessores, quase todos eles bastante estudados, pois já sabemos que sua ação é organizada. A ação desses obsessores, logicamente, não fica circunscrita aos grupos mediúnicos. Ela se alastra à procura de terreno fértil e o que foi dito para as reuniões vale igualmente para todo o movimento espírita. Suely C. Schubert –Obsessão e desobsessão
  20. 20. MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES Procuram disseminar a desconfiança entre os participantes. Querem intrometer-se nos trabalhos, trazer a desunião no grupo, intrigas, maledicência. Causa mal estar aos que trabalham corretamente, deturpando a verdade. Desânimo e desmotivação para as questões espirituais. (Estudo, pratica do bem, bom humor, estado intimo, etc...)
  21. 21. MEIOS UTILIZADOS PELOS OBSESSORES Usam de manobras no sentido de aguçar o amor- próprio. O melindre. O personalismo. O apego aos pontos de vista pessoais. A vaidade. E toda a corte de deficiências que avassalam o ser humano.. Suely C. Schubert – Obsessão e desobsessão
  22. 22. ALERTA DE KARDEC Que todos os Espíritas sinceros se unam, pois, numa santa comunhão de pensamentos, para enfrentar a tempestade. Que todos os que estão penetrados da grandeza do objetivo ponham de lado as pueris questões secundárias. Que façam calar as suscetibilidades do amor-próprio, para ver apenas a importância do resultado para o qual a Providência conduz a Humanidade. (Allan Kardec - Revista Espírita 1865 » Novembro)
  23. 23. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  24. 24. - Sem dúvida, passam pelos santuários da fé na condição de urnas cerradas. Impermeáveis ao bom aviso, continuam inacessíveis à mudança necessária. - Mas este mesmo fenômeno se repete nas igrejas de outras confissões religiosas? Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  25. 25. - Sim. A palavra desempenha significativo papel nas construções do espírito. Sermões e conferências de sacerdotes e doutrinadores, em variados setores da fé, sempre que inspirados no Infinito Bem, guardam o objetivo da elevação moral. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  26. 26. O Assistente meditou um instante e acrescentou: - Entre os homens, porém, se não é fácil cultivar a vida digna, é muito difícil habilitar-se a criatura à morte libertadora. Comumente, desencarna-se a alma, sem que se lhe desagarrem os pensamentos, enovelados em situações, pessoas e coisas da Terra. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  27. 27. A mente, por isso, continua encarcerada nos interesses quase sempre inferiores do mundo, cristalizada e enfermiça em paisagens inquietantes, criadas por ela mesma. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  28. 28. Daí o valor do culto religioso respeitável, formando ambiente propício à ascensão espiritual, com indiscutíveis vantagens, não só para os Espíritos encarnados que a ele assistem, com sinceridade e fervor, mas também para os desencarnados, que aspiram à própria transformação. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  29. 29. Todos os santuários, em seus atos públicos, estão repletos de almas necessitadas que a eles comparecem, sem o veículo denso, sequiosas de reconforto. Os expositores da boa palavra podem ser comparados a técnicos eletricistas, desligando «tomadas mentais», através dos princípios libertadores que distribuem na esfera do pensamento. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz
  30. 30. Sorriu bem-humorado e prosseguiu: - Em razão disso, as entidades vampirizantes operam contra eles, muitas vezes envolvendo-lhes os ouvintes em fluidos entorpecentes, conduzindo esses últimos ao sono provocado, para que se lhes adie a renovação. Nos Domínios da Mediunidade – Chico Xavier, pelo Espírito André Luiz

×