SAÚDE INDIVIDUAL E
COMUNITÁRIA
O QUE É A PROMOÇÃO DE SAÚDE?
CIÊNCIAS
NATURAIS
9º ANO
Promoção de saúde
 Carta de OTAVA (1986)
“Processo que visa aumentar a capacidade
dos indivíduos e das comunidades para
c...
AVALIAÇÃO
SAÚDE INDIVIDUAL
SAÚDE DA
POPULAÇÃO
UTILIZAÇÃO DE
INDICADORES
OBTENÇÃO DE
INFORMAÇÃO
IDENTIFICAÇÃO DE
PROBLEMAS
...
Implementação de programas de saúde
pública – Vigilância médica periódica
ACÇÃO:
 Consultas de
acompanhamento regular
por...
Implementação de programas de saúde
pública - Rastreio
ACÇÃO:
 Realização de diagnósticos
(gratuitos e voluntários).
RESU...
Implementação de programas de saúde
pública - Rastreio
 Têm como objectivo diagnosticar doenças
numa fase precoce da sua ...
Implementação de programas de saúde
pública - Vacinação
ACÇÃO:
 Aplicação sistemática e
gratuita de vacinas
RESULTADO:
 ...
Implementação de programas de saúde
pública - Vacinação
http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/doe...
Implementação de programas de saúde
pública - Vacinação
 As vacinas do nosso PNV permitem combater:
 Difteria
 Doença i...
Implementação de programas de
educação para a saúde e sexualidade –
Programa Nacional de Saúde Escolar
 Reflexão sobre te...
Criação de ambientes e infra-estruturas
estimulantes
 A qualidade de vida é influenciada pela
qualidade do ambiente circu...
fim
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

37583321 saude-3

645 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
645
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
276
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Carta de Otava - 1986
    Carta de Banguecoque – Nova carta, foi adoptada na 6ª Conferência Mundial sobre promoção de Saúde em 2005, com o patrocínio da OMS.
  • Profilaxia – Prevenção do aparecimento de doenças.
    Visitas a escolas e locais de trabalho para verificar condições de estudo e trabalho.
  • Identificação de problemas de saúde:
    Saúde oral
    Visão
    Audição
    Cancro mama e próstata
    Hipertensão arterial
    Colesterol
    Osteoporose
    O SNS recomenda que todos os homens com mais de 50 anos façam um exame periódico à próstata e todas as mulheres com mais de 40 anos façam um exame à mama, como forma de prevenção contra o cancro.
  • Em Portugal, administram-se vacinas desde o início do séc. XIX, nomeadamente a anti-variólica, mas foi apenas a partir de 1965, com a criação do Programa Nacional de vacinação (PNV), que os seus benefícios foram mais significativos.
    Grande vitória da vacinação, a nível mundial, foi a erradicação da varíola. Esta doença durante muitos séculos matou milhões de pessoas, foi considerada eliminada em 1978 e erradicada em 1980; o último caso ocorreu na Etiópia em 1977.
    Apesar de, por vezes, a imunidade não ser total, quem está vacinado tem maior resistência aos agentes patogénicos para que foi vacinado.
    A vacinação para além da protecção pessoal, traz também benefícios para a comunidade (interrompe transmissão de doenças).
  • No conjunto das doenças infecciosas, a tuberculose continua a ser a primeira causa de morte a nível mundial. Na década de 60, chegou a pensar-se que a tuberculose seria erradicada no ano 2000. Porém hoje assiste-se a um aumento do número de casos de tuberculose. De acordo com OMS a China, Índia, Bangladesh, Paquistão, Indonésia e Filipinas são os seis países responsáveis por 50% do número total de casos de tuberculose. Nestes países o aumento de casos de doença deve-se essencialmente a: Bacilos resistentes às drogas conhecidas; aumento do número de casos com Sida; baixo nível económico das populações.
    Para além PNV… existe a vacina da gripe (recomendada a grupos de risco: idosos e crianças); vacinas para grupos profissionais mais expostos; vacinas para pessoas que viajam para outros países.
  • Embora as vacinas sejam administradas sobretudo em crianças e adolescentes, os adultos devem ter actualizadas as suas vacinações contra a hepatite B (principalmente se tiverem comportamentos de risco, como vários parceiros sexuais e toxicodependência) e contra a difteria e o tétano (reforços de 10 em 10 anos).
    A Rubéola pode causar graves problemas no desenvolvimento do feto, pelo que é aconselhada a vigilância médica da grávida caso esta não esteja imunizada.
    A papeira, vulgarmente designada por trasorelho, origina, em certas situações, nos indivíduos do sexo masculino, durante a puberdade, problemas de infertildade.
  • Embora as vacinas sejam administradas sobretudo em crianças e adolescentes, os adultos devem ter actualizadas as suas vacinações contra a hepatite B (principalmente se tiverem comportamentos de risco, como vários parceiros sexuais e toxicodependência) e contra a difteria e o tétano (reforços de 10 em 10 anos).
  • A implementação de programas neste âmbito pode envolver profissionais de saúde e educadores. A intenção é ajudar as pessoas a compreender e valorizar comportamentos promotores de saúde, recorrendo à reflexão sobre temáticas como:
    Importância de de fazer regularmente exercício físico adequado a cada pessoa (previne o aparecimento de doenças e pode facilitar o convívio);
    A limpeza diária do corpo (previne doenças)
    Um repouso de qualidade, dormindo o número de horas adequado à idade e às necessidades de cada um, num espaço limpo, arejado e silencioso;
    A escolha de dietas equilibradas;
    A importância de viver plenamente e de modo responsável a sexualidade;
    Os riscos associados ao stress, ansiedade e depressão;
    O reconhecimento de comportamentos sexuais de risco;
    As consequências nefastas do consumo de substâncias nocivas.
  • A organização de espaços urbanos deve prever a existência de zonas verdes e de outros espaços de lazer.
    O planeamento atempado das vias de comunicação e das redes de transporte diminui a poluição e os problemas de saúde associados, o tempo perdido no trânsito e evita situações de stresse.
  • 37583321 saude-3

    1. 1. SAÚDE INDIVIDUAL E COMUNITÁRIA O QUE É A PROMOÇÃO DE SAÚDE? CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO
    2. 2. Promoção de saúde  Carta de OTAVA (1986) “Processo que visa aumentar a capacidade dos indivíduos e das comunidades para controlarem a sua saúde, no sentido de a melhorar”
    3. 3. AVALIAÇÃO SAÚDE INDIVIDUAL SAÚDE DA POPULAÇÃO UTILIZAÇÃO DE INDICADORES OBTENÇÃO DE INFORMAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DE PROBLEMAS IMPLEMENTAÇÃO DE MEDIDAS DE ACÇÃO PROMOTORAS DE SAÚDE
    4. 4. Implementação de programas de saúde pública – Vigilância médica periódica ACÇÃO:  Consultas de acompanhamento regular por um médico de família. RESULTADO:  Prevenção do aparecimento de doenças;  Tratamento de doenças;  Identificação de doenças contagiosas;  Identificação de comportamentos de risco  Violência  abuso de substâncias tóxicas  Distúrbios alimentares
    5. 5. Implementação de programas de saúde pública - Rastreio ACÇÃO:  Realização de diagnósticos (gratuitos e voluntários). RESULTADO:  Detecção de situações de violência;  Redução de riscos de trabalho;  Promoção de hábitos de higiene e alimentação equilibrada;  Identificação de problemas de saú
    6. 6. Implementação de programas de saúde pública - Rastreio  Têm como objectivo diagnosticar doenças numa fase precoce da sua evolução..
    7. 7. Implementação de programas de saúde pública - Vacinação ACÇÃO:  Aplicação sistemática e gratuita de vacinas RESULTADO:  Erradicação de algumas doenças infecto- contagiosas;  Criação em cada indivíduo, de imunidade em relação a doenças potencialmente perigosas.
    8. 8. Implementação de programas de saúde pública - Vacinação http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/doencas/doencas+infecciosas/tuberculose.htm
    9. 9. Implementação de programas de saúde pública - Vacinação  As vacinas do nosso PNV permitem combater:  Difteria  Doença invasiva por Haemophilus influenze b  Meningite C  Hepatite B  Papeira  Poliomielite  Rubéola  Sarampo  Tétano  Tosse convulsa  Tuberculose
    10. 10. Implementação de programas de educação para a saúde e sexualidade – Programa Nacional de Saúde Escolar  Reflexão sobre temáticas diversificadas…
    11. 11. Criação de ambientes e infra-estruturas estimulantes  A qualidade de vida é influenciada pela qualidade do ambiente circundante.  Gestão das autarquias é muito importante.
    12. 12. fim

    ×