1 modernismo portugal 2012

4.226 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.226
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 modernismo portugal 2012

  1. 1. O MODERNISMO EM PORTUGAL 1915
  2. 2. TrovadorismoRenascimento Quinhentismo Barroco BarrocoNeoclassicismo Arcadismo Romantismo Romantismo Realismo-Naturalismo Realismo Parnasianismo Simbolismo Pré – ModernismoModernismo ModernismoNeo-Realismo Lit. Contemporânea
  3. 3. Ode triunfal[...]Ó rodas, ó engrenagens, r-r-r-r-r-r- eterno!Forte espasmo retido dos maquinismos em fúria!Em fúria fora e dentro de mim,Por todos os meus nervos dissecados fora,Por todas as papilas fora de tudo com que eu sinto![...] Fernando Pessoa (Álvaro de Campos)
  4. 4. Início do século XX - Europa• Fim da noção rígida dos estilos literários, da arte tradicional• Ruptura com o passado• Cada artista cria suas próprias concepções de arte: revolução a• Nasce expressão irreverente, polêmica, experimental
  5. 5. Momento histórico • Belle Époque 1900-1914 • Euforia burguesa • Progresso. Era da máquina
  6. 6. 1900-1916 - mundo • Vida urbana com ritmo acelerado• Avanços científicos e tecnológicos (telégrafo, cinema comercial, rádio (voz), 1º voo, linha montagem Ford, tanques de guerra blindados, transatlântico,
  7. 7. 1910 - Portugal• Fim do regime monárquico• Instalação da República
  8. 8. 1914-1918 - mundo• 1º Guerra Mundial• Gás mostarda
  9. 9. 1920 - Portugal• Influência do fascismo italiano e nazismo alemão
  10. 10. 1928 - Portugal• Ditadura de Salazar, até 1974• Estado Novo, 1933
  11. 11. VANGUARDAS ARTÍSTICAS EUROPEIAS - “ISMOS” -Aqueles que preveem e anunciam o futuro, os novos tempos
  12. 12. Vanguardas europeias Movimentos que mudaram nossas ideias• Expressionismo• Cubismo• Futurismo• Abstracionismo• Dadaísmo• Surrealismo
  13. 13. Expressionismo• Exprimir emoções (angústias)• Distorção violenta• Cor forte• Traço exagerado (caricatura)• Munch
  14. 14. Lasar Segall Almada Negreiros• Linguagem fragmentada, elíptica, frases nominais (substantivos e adjetivos), às vezes até sem sujeito;• Despreocupação com a organização do texto em estrofes; uso de rimas (musicalidade);• Combate à fome, a inércia e aos valores do mundo burguês.
  15. 15. Cubismo• Várias visões de um tema (diferentes pontos)• Formas geométricas (natureza, humana)• Efeito estranhamento (ilogismo)• Picasso, Braque
  16. 16. • Humor;• Antiintelectualismo;• Valorização dos cinco sentidos;• Superposição de planos – frases breves e rápidas – cinematográficas;• Ilogismo – mais analógico que lógico.
  17. 17. Poeminha cinético Era um homem bem vestido Foi beber no botequim Bebeu muito, bebeu tanto Ques i a u de lá a s m . s i (Millôr Fernandes)
  18. 18. Futurismo• Negação do passado• Valorização da tecnologia• Exalta: movimento, energia, velocidade, multidões, transformações da modernidade• Dinamismo• Sincronia (som, luz, movimento)• Marinetti
  19. 19. Abstracionismo• Não representa realidade exterior, sem tema reconhecível• Cores e formas autônomas
  20. 20. Dadaísmo• Sem sentido• Agressividade, improvisação, desordem;• Descrença da geração da guerra (modernidade)• Dadá não significa nada (antiarte, antiliteratura)• Tristan Tzara
  21. 21. • Rejeição a qualquer tipo de racionalização e equilíbrio;• Livre associação de palavras – o acaso substitui a inspiração, a brincadeira substitui a seriedade;• Invenção de palavras com base na exploração da sonoridade.
  22. 22. Surrealismo• Expressão da imaginação, do sonho, do inconsciente• Livre associação de ideias• Breton, Dalí, Ernst
  23. 23. Modernismo literário Portugal• 1ª geração (1915 – Revista Orpheu)• 2ª geração (1927 – Revista Presença)• 3ª geração (1940 – Neorrealismo)
  24. 24. Orfismo• Autores responsáveis pela revista Orpheu, e por trazer Portugal de volta às discussões culturais na Europa
  25. 25. Presencismo• Integrada por aqueles que ficaram de fora do orfismo e fundaram a revista Presença• Buscavam, sem romper com as idéias da geração anterior, aprofundar em Portugal a discussão sobre teoria da literatura e sobre novas formas de expressão que continuavam surgindo pelo mundo;
  26. 26. Neorrealismo• Contra o fascismo• Defendem uma literatura como crítica/denúncia social, combativa, reformadora, a serviço da sociedade• Próxima do realismo do Brasil, novo realismo para “alertar” as pessoas e tirá-las da passividade

×