SlideShare uma empresa Scribd logo

Modernismo em Portugal

Modernismo em Portugal

1 de 28
Baixar para ler offline
Modernismo em
Portugal
Língua Portuguesa e Literatura
Professora orientadora: Isabel
2012
Anna Beatriz
Bruno Manjagalli
Gabriel Vinícius
Giovana Loro
Glaucia Barbosa
Jéssica Santana
Larissa Cristina
Mayara Tamires
Mayara Tayla
Osny Victor
Patricia Caroline
Rafaela Ferraz
Thayne Moura
02
03
10
11
12
15
20
26
27
28
29
30
35
Modernismo em Portugal
Escritor e artista plástico, José Sobral de Almada Negreiros
nasceu em S. Tomé e Príncipe a 07 de Abril de 1893. Foi
um dos fundadores da revista “Orpheu” (1915), veículo de
introdução do modernismo em Portugal, onde conviveu
de perto com Fernando Pessoa. Faleceu a 15 de Junho
de 1970 no Hospital de S. Luís dos Franceses, em Lisboa, no
mesmo quarto onde morrera seu amigo Fernando Pessoa.
Além da literatura e da pintura a óleo, Almada desenvolveu ainda
composições coreográficas para ballet. Trabalhou em tapeçaria,
gravura, pintura mural, caricatura, mosaico, azulejo e vitral.
Em 1917, o escritor chocou o povo português com a divulgação
do “Ultimatum Futurista”, no qual fazia um apelo aos jovens para
que assumissem a recuperação da pátria e do espírito português,
comprometidos pela fraqueza e saudosismo das gerações
anteriores. Na exaltação que faz da guerra como mecanismo
transformador, fica evidente a influência das ideias do líder
futurista Marinetti.

Recomendados

Modernismo em Portugal & Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal & Fernando PessoaModernismo em Portugal & Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal & Fernando Pessoawhybells
 
Geração ‘Orpheu’
Geração  ‘Orpheu’Geração  ‘Orpheu’
Geração ‘Orpheu’Maria Pereira
 
Literatura aula 21 - modernismo em portugal
Literatura   aula 21 - modernismo em portugalLiteratura   aula 21 - modernismo em portugal
Literatura aula 21 - modernismo em portugalJuliana Oliveira
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em PortugalMichele Pó
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em PortugalBlog Estudo
 
O Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento LiterárioO Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento LiterárioCeber Alves
 
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly Mendes
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly MendesLiteratura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly Mendes
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly MendesNatália Malheiro
 
1 modernismo portugal 2012
1 modernismo portugal 20121 modernismo portugal 2012
1 modernismo portugal 2012Luan02
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugalMara Virginia
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugalJoão Ribeiro
 
Geração 'Orpheu' (folheto)
Geração 'Orpheu' (folheto)Geração 'Orpheu' (folheto)
Geração 'Orpheu' (folheto)Maria Pereira
 
Modernismo Portugal
Modernismo PortugalModernismo Portugal
Modernismo Portugalbianca
 
Modernismo e Fernando Pessoa
Modernismo e Fernando PessoaModernismo e Fernando Pessoa
Modernismo e Fernando PessoaCarla Luís
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugalgofontoura
 
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e Presença
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e PresençaModernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e Presença
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e PresençaLuiz Felipe
 
MODERNISMO EM PORTUGAL
MODERNISMO EM PORTUGALMODERNISMO EM PORTUGAL
MODERNISMO EM PORTUGALluisant
 
Modernismo em portugal e fernando pessoa
Modernismo em portugal e fernando pessoaModernismo em portugal e fernando pessoa
Modernismo em portugal e fernando pessoaAndréia Peixoto
 
Almada Negreiros
Almada NegreirosAlmada Negreiros
Almada NegreirosPaulo Dias
 

Mais procurados (20)

Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
O Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento LiterárioO Modernismo em Portugal - Movimento Literário
O Modernismo em Portugal - Movimento Literário
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly Mendes
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly MendesLiteratura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly Mendes
Literatura - Modernismo em Portugal - 3aço - Prof. Kelly Mendes
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugal
 
O modernismo em portugal
O modernismo em portugalO modernismo em portugal
O modernismo em portugal
 
1 modernismo portugal 2012
1 modernismo portugal 20121 modernismo portugal 2012
1 modernismo portugal 2012
 
O Modernismo
O ModernismoO Modernismo
O Modernismo
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugal
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugal
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugal
 
Geração 'Orpheu' (folheto)
Geração 'Orpheu' (folheto)Geração 'Orpheu' (folheto)
Geração 'Orpheu' (folheto)
 
Modernismo Portugal
Modernismo PortugalModernismo Portugal
Modernismo Portugal
 
Modernismo e Fernando Pessoa
Modernismo e Fernando PessoaModernismo e Fernando Pessoa
Modernismo e Fernando Pessoa
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e Presença
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e PresençaModernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e Presença
Modernismo em Portugal - características e revistas Orpheu e Presença
 
Almada negreiros
Almada negreirosAlmada negreiros
Almada negreiros
 
MODERNISMO EM PORTUGAL
MODERNISMO EM PORTUGALMODERNISMO EM PORTUGAL
MODERNISMO EM PORTUGAL
 
Modernismo em portugal e fernando pessoa
Modernismo em portugal e fernando pessoaModernismo em portugal e fernando pessoa
Modernismo em portugal e fernando pessoa
 
Almada Negreiros
Almada NegreirosAlmada Negreiros
Almada Negreiros
 

Semelhante a Modernismo em Portugal

Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptx
Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptxModernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptx
Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptxAna Rodrigues
 
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx pr_afsalbergaria
 
Autores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaAutores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaArmanda Ribeiro
 
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXIlustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXAgostinho.Gouveia
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxAgostinho.Gouveia
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxjmpcard
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxPelo Siro
 
O baile da biblioteca2
O baile da biblioteca2O baile da biblioteca2
O baile da biblioteca2Teresa Maia
 
Ana e rodrigo
Ana e rodrigoAna e rodrigo
Ana e rodrigonaliniram
 
Pessoas ilustres de Faro
Pessoas ilustres de FaroPessoas ilustres de Faro
Pessoas ilustres de Faronaliniram
 
Os modernistas da 1º fase
Os modernistas da 1º faseOs modernistas da 1º fase
Os modernistas da 1º faseIngrid Ramos
 
A Morte do Palhaço
A Morte do PalhaçoA Morte do Palhaço
A Morte do PalhaçoJosé Alves
 
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroEugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroRosário Cunha
 
Fanatismo - Florbela Espanca
Fanatismo - Florbela EspancaFanatismo - Florbela Espanca
Fanatismo - Florbela EspancaMima Badan
 

Semelhante a Modernismo em Portugal (20)

Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptx
Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptxModernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptx
Modernismo_Portugal_Aulas 8 e 9.pptx
 
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx
Portugueses ilustres ( artes e letras) do sec xx
 
Autores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesaAutores de língua portuguesa
Autores de língua portuguesa
 
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XXIlustres figuras portuquesas do sec XX
Ilustres figuras portuquesas do sec XX
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
 
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xxIlustres figuras portuquesas do sec xx
Ilustres figuras portuquesas do sec xx
 
O baile da biblioteca2
O baile da biblioteca2O baile da biblioteca2
O baile da biblioteca2
 
Ana e rodrigo
Ana e rodrigoAna e rodrigo
Ana e rodrigo
 
Pessoas ilustres de Faro
Pessoas ilustres de FaroPessoas ilustres de Faro
Pessoas ilustres de Faro
 
Modernismo e mail
Modernismo e mailModernismo e mail
Modernismo e mail
 
Os modernistas da 1º fase
Os modernistas da 1º faseOs modernistas da 1º fase
Os modernistas da 1º fase
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Miguel torga
Miguel torgaMiguel torga
Miguel torga
 
Monteiro Lobato
Monteiro LobatoMonteiro Lobato
Monteiro Lobato
 
A Morte do Palhaço
A Morte do PalhaçoA Morte do Palhaço
A Morte do Palhaço
 
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroEugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
 
Fenomenos
FenomenosFenomenos
Fenomenos
 
Manuel da Fonseca-centenário natalício
Manuel da Fonseca-centenário natalícioManuel da Fonseca-centenário natalício
Manuel da Fonseca-centenário natalício
 
Fanatismo - Florbela Espanca
Fanatismo - Florbela EspancaFanatismo - Florbela Espanca
Fanatismo - Florbela Espanca
 

Último

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfAndreiaSilva852193
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfDinisOliveira30
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxrafabebum
 
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdfAPOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
APOSTILA MATERNAL 2 ANOS PARTE 1.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
 
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
 

Modernismo em Portugal

  • 1. Modernismo em Portugal Língua Portuguesa e Literatura Professora orientadora: Isabel 2012
  • 2. Anna Beatriz Bruno Manjagalli Gabriel Vinícius Giovana Loro Glaucia Barbosa Jéssica Santana Larissa Cristina Mayara Tamires Mayara Tayla Osny Victor Patricia Caroline Rafaela Ferraz Thayne Moura 02 03 10 11 12 15 20 26 27 28 29 30 35
  • 4. Escritor e artista plástico, José Sobral de Almada Negreiros nasceu em S. Tomé e Príncipe a 07 de Abril de 1893. Foi um dos fundadores da revista “Orpheu” (1915), veículo de introdução do modernismo em Portugal, onde conviveu de perto com Fernando Pessoa. Faleceu a 15 de Junho de 1970 no Hospital de S. Luís dos Franceses, em Lisboa, no mesmo quarto onde morrera seu amigo Fernando Pessoa.
  • 5. Além da literatura e da pintura a óleo, Almada desenvolveu ainda composições coreográficas para ballet. Trabalhou em tapeçaria, gravura, pintura mural, caricatura, mosaico, azulejo e vitral.
  • 6. Em 1917, o escritor chocou o povo português com a divulgação do “Ultimatum Futurista”, no qual fazia um apelo aos jovens para que assumissem a recuperação da pátria e do espírito português, comprometidos pela fraqueza e saudosismo das gerações anteriores. Na exaltação que faz da guerra como mecanismo transformador, fica evidente a influência das ideias do líder futurista Marinetti.
  • 7. Eu não pertenço a nenhuma das gerações revolucionárias. Eu pertenço a uma geração construtiva. Eu sou um poeta português que ama a sua pátria. Eu tenho a idolatria da minha profissão e peso-a. Eu resolvo com a minha existência o significado atual da palavra poeta com toda a intensidade do privilégio. Eu tenho vinte e dois anos fortes de saúde e de inteligência. [...] Vós, oh portugueses da minha geração, nascidos como eu no ventre da sensibilidade europeia do século XX criai a pátria portuguesa do século XX. [...] ALMADA NEGREIROS, José de. Obra completa.
  • 9. Influência simbolista- decadentista; Angústia, auto-sarcasmo e frustração; Fragmentação da identidade; Aflição do indivíduo sufocado pela multidão e pelas inovações tecnológicas.
  • 10. O delírio e a confusão dos sentidos, marcas da sua personalidade, sensível ao ponto da alucinação, com reflexos numa imagística exuberante, definem a sua egolatria, uma procura de exprimir o inconsciente e a dispersão do eu no mundo.
  • 11. Per/di/-me/ den/tro/ de/ mim A Porque eu era labirinto, B E hoje, quando me sinto, B É com saudades de mim. A Passei pela minha vida Um astro doido a sonhar. Na ânsia de ultrapassar, Nem dei pela minha vida... Para mim é sempre ontem, Não tenho amanhã nem hoje: O tempo que aos outros foge Cai sobre mim feito ontem. [...] Eu tenho pena de mim, Pobre menino ideal... Que me faltou afinal? Um elo? Um rastro?... Ai de mim!... Desceu-me n'alma o crepúsculo; Eu fui alguém que passou. Serei, mas já não me sou; Não vivo, durmo o crepúsculo. Álcool dum sono outonal Me penetrou vagamente A difundir-me dormente Em uma bruma outonal. Perdi a morte e a vida, E, louco, não enlouqueço... A hora foge vivida Eu sigo-a, mas permaneço... Castelos desmantelados, Leões alados sem juba... Redondilha maior (7 sílabas poéticas) Rimas: Interpoladas ou intercaladas (ABBA)
  • 12. 1913  Escreve a peça “Alma” António Ponce de Leão 19 de Maio de 1890  Nasce na cidade de Lisboa 1900  Entra no Liceu do Carmo  Começa, então, a escrever poesia 1905  Redige e imprime o jornal “O Chinó” 1909  Transferido para Liceu Camões, escreve a peça “Amizade” Thomaz Cabreira Júnior 1911  Dedica ao amigo o poema “A Um Suicida”  Matricula-se na Faculdade de Direito de Coimbra  Segue para Paris 1914  Publica a novela “A Confissão de Lúcio” e a poesia “Dispersão” 1915  Volta a Portugal  Abril: Lança a revista “Orpheu” Fernando Pessoa  Publica a novela “Céu em Fogo”  Julho: “Orpheu 2”  Regressa a Paris 26 de Abril de 1916  Suicida-se com vários frascos de estricnina Descrito por José AraújoEstátua de Mário de Sá-Carneiro no Parque dos Poetas (Oeiras Valley) Placa em homenagem ao poeta Mário de Sá- Carneiro Café Martinho (Largo D. João da Câmara), onde decorreram muitas conversas sobre a futura publicação de 'Orpheu„.Hotel parisiense onde Mário de Sá-Carneiro morreu. Suicídio Amor Pervertido Anormal
  • 13. Antes de sua morte envia seus poemas inéditos a Fernando Pessoa, publicados apenas em 1937 sob o título Indícios de Ouro. As suas Cartas a Fernando Pessoa foram reunidas em dois volumes, em 1958 e 1959
  • 14. Indagações sobre a constituição da identidade
  • 16. • 1988- em Lisboa; • Aos 6 anos foi para a África. • empresário, editor, crítico literário, jornalista, comentador político, tradutor, inventor, astrólogo e publicitário, e ao mesmo tempo produzia suas obras em verso e prosa.
  • 17. • Álvaro de Campos • Ricardo Reis • Alberto Caeiro • faleceu em Lisboa em 1935.
  • 18. Ga/to/ que brin/ca/ na/ rua A Como se fosse na cama, B Invejo a sorte que é tua A Porque nem sorte se chama. B Redondilha maior (7 sílabas poéticas) Rimas: cruzadas ou alternadas (abab) •Comparação: Gato que brincas na rua/Como na cama que é tua •O sujeito poético inveja a sorte do gato; a sorte de ser inconsciente e de poder ser feliz. •Aliteração: q/c “que‟‟/‟‟brincas‟‟/‟‟como‟‟/‟‟cama‟‟/‟‟ porque‟‟ (confere uma leve musicalidade ao poema).
  • 19. •O gato surge como „’bom servo das leis fatais‟‟ (assume o seu destino); Bom servo das leis fatais Que regem pedras e gentes, Que tens instintos gerais E sentes só o que sentes. •Abundância de adjetivos (bom, fatais, gerais) •Verbos no presente do indicativo
  • 20. És feliz porque és assim, Todo o nada que és é teu. Eu vejo-me e estou sem mim, Conheço-me e não sou eu. PESSOA, Fernando. •Abundância de verbos; •Fragmentação do eu - „‟Eu vejo-me e estou sem mim‟‟ „‟Conheço-me e não sou eu‟‟ • Incapacidade de autodefinição •Conhece-se a razão de inveja por parte do sujeito poético; • Plena consciência de que é infeliz; • O gato consegue atingir essa felicidade
  • 21. Releitura mítica do destino português
  • 22. • A mente move a matéria. • MENS/AG(ITAT MOL)EM • releitura do destino de Portugal • Navegações • Lusíadas- Camões
  • 23. • André Luiz Oliveira – Caetano Veloso – Gilberto Gil – Gal Costa, etc.
  • 26. • geração d'Orpheu. • Essência do movimento modernista • Mario de Sá - Financeiro da revista
  • 28. •Livro Didático de Língua Portuguesa •Literatura Portuguesa http://cvc.instituto-camoes.pt/literatura/sacarneiro.htm •Algo sobre Vestibular http://www.algosobre.com.br/biografias/mario-de-sa-carneiro.html •asTormentas http://www.astormentas.com/din/biografia.asp?autor=M%E1rio+de+ S%E1-Carneiro •http://cvc.instituto-camoes.pt/literatura/sacarneiro.htm •http://www.algosobre.com.br/biografias/mario-de-sa-carneiro.html •http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/por tugues/portugues_trabalhos/fernpessoa.htm