O movimento artístico português necessita de inovação. Os
artistas plásticos continuam a satisfazer os gostos de uma
socie...
BIBLIOTECA ESCOLAR
EPADD
Em Dezembro de 1916, Amadeo promoveu, primeiro no Porto
e depois em Lisboa, uma mostra em que reu...
Geração 'Orpheu' (folheto)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Geração 'Orpheu' (folheto)

460 visualizações

Publicada em

Dar alguma informação no centenário da 'Orpheu,

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
460
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
221
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geração 'Orpheu' (folheto)

  1. 1. O movimento artístico português necessita de inovação. Os artistas plásticos continuam a satisfazer os gostos de uma sociedade burguesa. O naturalismo predomina na arte. Os impressionistas não têm repercussões em Portugal. É um país limitado. Em Portugal a modernidade iniciou-se com a queda da monarquia e a implantação da República - um sinal de mudança. O primeiro sinal de ruptura surge na exposição de Arte Livre de 1911 (apesar de apresentar ainda pinturas naturalistas, já manifesta critica social e politica). Outro factor importante foi o regresso de um grupo de artistas vindos de Paris, que foram forçados a sair devido à I Guerra Mundial que assola a Europa. Estes já tinham convivido com as vanguardas modernistas e implementaram este novo conceito de arte em Portugal. Entre eles encontram-se Amadeo de Sousa Cardoso, Santa-Rita Pintor, Almada Negreiros, Eduardo Viana e Helena Vieira da Silva. Em 1915 sai o primeiro número da revista ORPHEU que provoca algum escândalo. GERAÇÃO ORPHEU
  2. 2. BIBLIOTECA ESCOLAR EPADD Em Dezembro de 1916, Amadeo promoveu, primeiro no Porto e depois em Lisboa, uma mostra em que reuniu, sob o título de Abstraccionismo, 114 pinturas. O desfasamento da cultura estética nacional impediu uma receção favorável das propostas pictóricas de Amadeo, ganhando os certames uma aura de escândalo (coroada no limite pela agressão física ao pintor). Neste contexto importa destacar o protagonismo de Almada Negreiros e Fernando Pessoa na sua defesa pública. Ambos o reconheceram como o pintor mais significativo do seu tempo.

×