Capitulo 18:O que são os meios de comunicação: Devido ao desenvolvimento e ao crescimento dos meiosde comunicação, o publi...
Muitos jornalistas comentam que o acessor deve conhecer muito bem a empresa onde eletrabalha, pois o primeiro contato que ...
A evolução dos meios de comunicação: A velocidade com que as informações são passada adiante é muito alta, principalmente ...
O fluxo de informações: Em tempos de crises desprezar a comunicação com os meios abrecaminho para o surgimento dos boatos....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Texto 5

207 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Texto 5

  1. 1. Capitulo 18:O que são os meios de comunicação: Devido ao desenvolvimento e ao crescimento dos meiosde comunicação, o publico se tornou muito seletivo (exigente), sempre está à procura do quemelhor contribui para sua vida. Então os veículos de comunicação sentiram a necessidade deaprimorar suas capacidades de sedução.Os meios de comunicação não são mais apenas formadores de opiniões ou propagadores deinformação, hoje eles ocupam lugar no espaço jornalístico, são neles que muitas vezes seiniciam a informação.Por conta de toda essa “valorização” dos veículos de comunicação, a preocupação por partedeles em saber se a noticia é realmente noticiável, o que padrões ele deve seguir, qual o seuenfoque foram redobradas.A mídia se tornou um verdadeiro campo de batalha, as organizações empresariais e publicasbuscam pela visibilidade de suas atividades, dirigentes e produtos.Novas funções do profissional de relações publicas nas organizações: Em pleno século 21 oprofissional de relações publica estão assumindo novas funções, ele hoje é responsável peloposicionamento estratégico da informação uma vez que se manter um relacionamento com amídia. Alem de ter que se relacionar com os seus vários públicos, os quais são determinadospelas atividades da organização e pelas áreas de problema nela existente.Um das maiores preocupações dessa profissão é acompanhar as percepções dos formadores deopinião, se preocupar com a identidade e a imagem corporativa.Virou uma “especialização do jornalismo”.As atividades que o assessor de relações com a imprensa desenvolve são:Apurar a informação a ser divulgada: é necessário que o profissional esteja presente emreuniões sobre a adm da empresa, pois uma vez que o profissional não está bem informado dascondições da empresa ele não possui condições para se comunicar com seu publico.Um problema que ainda se encontra no meu dos profissionais de RP é o fato de que eles semprequerem ser matéria, esquecendo que podem se fonte também!Gerar informação competente: para que as empresar atuem com eficiência no universo dosmeios de comunicação é necessário conhecer bem a informação que se quer passar a diante ereconhecer quais são os meios mais adequados para divulgá-la.Antes de produzir o release é necessário pautar a informação. Pautar é articular as informações,ouvir as fontes, e colher argumentos.Para que o release obtenha sucesso, é necessário que o acessor (normalmente é o acessor queescreve os releases e manda para os pauteiros e editores) sempre indique a fonte da noticia (depreferência no início) e que forneça uma informação de interesse publico, que atraia o leitor.
  2. 2. Muitos jornalistas comentam que o acessor deve conhecer muito bem a empresa onde eletrabalha, pois o primeiro contato que o jornalista tem com a empresa é através do acessor, e seele não passar segurança, o jornalista desiste de recolher a informação.Segmentar a informação: devemos ter conhecimento de quais são as funções de todos osprofissionais de trabalham nos meio de comunicação, para saber para quem mandar asinformações de modo efetivo.Não se deve mandar uma grande quantidade de releases para um mesmo veiculo, pois alem detumultuar o trabalho da imprensa, esses veículos podem concluir que o acessor não temconhecimento de como funciona esse veiculo.É necessário adequar o release para cada tipo de segmento dos veículos de comunicação.Diversificar as informações: O jornalista sempre esta a procura de noticias, principalmente asexclusivas, porem o jornalista evita buscar informações em empresas que forneçam inverdadesou faça auto-elogios.Em caso de crises da empresa, as informações devem ser ponderadas porem informadas comrapidez.Acompanhe a publicação da noticia: depois que o acessor consegue que sua informção sejapublicada é necessário acompanhar a repercução desse noticia. Porem alem de avaliar a noticiaque já foi publicada ele também tem que avaliar as noticias que não foram publicadas, encontraro porquê.Preparar fontes institucionais: outra função muito importante do acessor é a capacitação dequem fala treinar as pessoas que possivelmente podem ser usadas como fonte para uma matériapela imprensa.Treinamento para relações com a mídia: o media training é cada vez mais usado pelasempresas, é basicamente um treinamento que capacita fontes para o relacionamento com amídia. É um treinamento feito pelo acessor.O acessor tem como prioridade o treinamento dos executivo-comunicadores.Capitulo 19:Relações publicas no gerenciamento de crises: Toda empresa que participa do mercadocompetitivo está sujeita a ver seus produtos e/ou representantes e/ou sua marca envolvidos emexposições negativas.Trabalhos dentro da empresa que possam prevenir incidentes garantem uma maior segurança.A atividade de relações publicas é responsável em coletar as informações e de intermediar ocontato empresa/imprensa/publico interessado.Quanto mais a exposição da empresa, maior a necessidade de promover ações preventivascontra crises.A prevenção é muito mais barata do que reperar danos após a crise.
  3. 3. A evolução dos meios de comunicação: A velocidade com que as informações são passada adiante é muito alta, principalmente se o assunto tiver tema polemico ou negativo.Devido a essa rapidez, as empresas sempre precisam estar preparadas para responder a certasinformações com muita agilidade, pois qualquer segundo perdido pode causar um impactomuito grande à imagem da empresa.Por isso as empresas possuem uma porta-voz que é uma pessoa que pode transmitir o queaconteceu com clareza e realidade, conforme as medidas já tomadas pela empresa.Mexer com as estruturas: Toda empresa é um organismo vivo, e ao longo do tempo oambiente onde ela está presente acaba moldando a forma de vida da empresa, o que pode serchamado de cultura.Por isso toda mudança que ocorre em uma empresa tem que ser levada muito a sério, pois àsvezes é preciso levar em conta aspectos culturais.A verdade, acima de tudo: O que as pessoas esperam das empresas para que haja uma relaçãosadia e duradoura: transparência; comportamento ético, esperança e sinais positivos para ofuturo; e respeito às pessoas e à privacidade de cada uma delas.Então é visível que se a empresa atuar de forma clara e honesta especialmente em momento decrise, as chances de colher bons resultados é muito grande.Plano básico de ação:Prever e identificar possíveis problemas: Dispor de interlocutores competentes (porta-voz éele que defendera a imagem da empresa)Viabilizar ações rápidas (a objetividade e a eficiência ajudam a superar problemas com maiorrapidez e facilidade)Realizar simulações (ajuda a aprimorar procedimentos e por em pratica planos)Como enfrentar uma crise: A prevenção é o melhor caminho.O profissional de RP nessa situação deve propor planejar e coordenar ações com caráterpositivo.Nas crises ele deve tomar um posicionamento de gerenciamento e funcionar como assessoria daalta gerencia na tomada de decisões, evitando prejuízos a imagem da empresa.Quando é criado um grupo dentro da empresa para solucionar um problema é ideal convocar umRP de fora da empresa, pois ele pode ter soluções mais eficazes por não ter um contatoemocional.O controle das emoções: O porta-voz de uma empresa sempre deve estar calmo e inteligível,pois qualquer demonstração de emoção mais excessiva pode piorar a situação, sendo uma deixapara o jornalista fazer deduções negativas.Porem estar preparado e bem informado pode ser a solução para driblar excesso de emoções.
  4. 4. O fluxo de informações: Em tempos de crises desprezar a comunicação com os meios abrecaminho para o surgimento dos boatos. Para que isso não aconteça à repassagem mais rápida deinformações que saiam da própria empresa pode ser o melhor caminho.Diante uma crise: Manter contato com a imprensa, restrito e exclusivamente com o porta voz.Sempre tentar manter o controle da situação, informando e tomando medidas internamente, paraque a situação não vire alvo da imprensa.Administração de informações negativas:Não enfrentar a imprensa despreparado, ou mostrando desinteresse com o problema. A empresa deve ser a primeira a comentar sobre a situação, para que não haja boatos quepossam denegrir a imagem.Entrevistas: Em entrevistas coletivas as respostas precisam ser claras e objetivas.A relação com a imprensa deve ser estritamente profissional.Não deixar documento na mesa, pois qualquer jornalista pode ter em mãos informações às vezesconfidenciais e tirar conclusões erradas. Finalmente: Não se pode passar informações incorretas, infundadas ou que mostremdesinteresse por parte da empresa para a imprensa.A omissão de informação é um erro grave, pois a empresa não é a única fonte de informação.Respostas “misteriosas” podem fazer com que a empresa perca o controle da situação uma vezque se podem tirar varias conclusões.

×