SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
Baixar para ler offline
DESOBSESSÃO POR CORRENTE
DESOBSESSÃO POR CORRENTE
MAGNÉTICA
MAGNÉTICA
O CONTATO INICIAL
CORRENTE MAGNÉTICA - HISTÓRICO
CORRENTE MAGNÉTICA - HISTÓRICO
EURÍPEDES BARSANULFO E A CORRENTE MAGNÉTICA:
EURÍPEDES BARSANULFO E A CORRENTE MAGNÉTICA:
“Os trabalhos espíritas se realizavam duas vezes por
semana e á noite. Após a leitura de um trecho de uma obra da
Doutrina, Eurípedes saía de sua mesinha e vinha ocupar o seu lugar
na corrente de concentração e dos médiuns, que formavam círculo, no
centro do salão. De pé, o mestre dirigia profunda e sentida prece,
iniciada sempre pelo Pai Nosso e rematada por oração improvisada de
adoração e evocação. Terminada a oração , sentava-se de mãos
dadas, formando a corrente; do lado esquerdo, repousando sobre uma
mesa muitas garrafas de água a serem fluidificadas.” (Corina
Novelino, Eurípedes, o homem e a missão, 7.ed., p.98)
JERÔNIMO CANDINHO
JERÔNIMO CANDINHO
• Nasceu em Sacramento - MG, no ano de 1888
• Aluno muito estimado de Eurípedes
• Dá continuidade à missão de Eurípedes
• Fundador da cidade de Palmelo (trabalho de desobsessão e cura)
• Protegeu e difundiu o legado de Eurípedes
• Terapêutica das correntes magnéticas.
• Sacramento Palmelo Brasília Brasil 14
“(...) a obsessão - tem
merecido dos cristão novos o mais
acendrado interesse. Apesar disso,
avassaladoramente vem se mantendo
em caráter epidêmico, qual morbo
virulento que se alastra por toda a
terra, hoje mais do que em qualquer
época ...”
(Manoel P. de Miranda, Nos bastidores
da obsessão, 9.ed., p.9)
“ Não mensurada ou detectada com facilidade, a obsessão campeia
desarvorada, arrebanhando multidões de vítimas que se deixam consumir, num como
noutro plano da vida.”
(Manoel P. de Miranda, Trilhas da libertação, 4.ed., p.8)
O ATENDIMENTO DAS MULTIDÕES
O ATENDIMENTO DAS MULTIDÕES
1
OBSESSÃO
OBSESSÃO
“É a ação persistente de um mau Espírito sobre
uma pessoa. Apresenta características muito diversas,
desde a simples influência de ordem moral, sem sinais
exteriores perceptíveis, até a completa perturbação do
organismo e das suas faculdades mentais. Oblitera todas as
faculdades mediúnicas.”
(Allan Kardec, O Evangelho Segundo o
Espiritismo, 4. ed., FEESP, p.356, item 81).
“A obsessão é o resultado de
um demorado convívio psíquico entre os
dois espíritos afins, seja pelo amor que
desatrela as paixões inferiores ou
através do ódio que galvaniza os
litigantes, imanando-os um ao outro com
vigor.” (Manoel Philomeno de Miranda,
Painéis da obsessão, p. 157).
2
OBSESSÃO SIMPLES
OBSESSÃO SIMPLES
“ A obsessão é a ação quase que permanente de um Espírito estranho, que leva
a pessoa a ser solicitada por uma necessidade incessante de agir desta ou daquela maneira
e de fazer isto ou aquilo.”(Allan Kardec, Revista espírita, out 1858, p.277)
FASCINAÇÃO
FASCINAÇÃO
“ A fascinação tem consequências muito mais graves. É uma ilusão produzida
pela ação direta do Espírito sobre o pensamento do médium e que, de certa maneira, lhe
paralisa o raciocínio [...].” (Allan Kardec, O livro dos médiuns, item 239).
SUBJUGAÇÃO
SUBJUGAÇÃO
“[...] é uma constrição que paralisa a vontade daquele que a sofre e o faz agir a
seu mau grado. Numa palavra: o paciente fica sob um verdadeiro jugo.” (Allan Kardec, O
livro dos médiuns, item 240 )
VARIEDADES DA OBSESSÃO
VARIEDADES DA OBSESSÃO
“A obsessão apresenta caracteres diversos,
que é preciso distinguir e que resultam do grau de
constrangimento e da natureza dos efeitos que produz.
4
CAUSAS DA OBSESSÃO
CAUSAS DA OBSESSÃO
“As causas da obsessão variam de
acordo com o caráter do Espírito. É, ‘as vezes, uma
vingança que este toma de um indivíduo de quem
guarda queixas do tempo de outras existências.
Muitas vezes, também, não há mais do que o desejo
de fazer mal [...] Esses Espíritos agem, não raro por
ódio e inveja do bem; daí o lançarem suas vistas
malfazejas sobre as pessoas mais honestas. (Allan
Kardec, O livro dos médiuns, 48.ed., p.245)
OBSESSOR
OBSESSOR
“Obsessor, em sinonímia correta, que dizer
‘aquele que importuna!. e ‘aquele que importuna’ é,
quase sempre, alguém que nos participou a
convivência profunda, no caminho do erro, a voltar-se
contra nós, quando estejamos procurando a
retificação necessária.”
(Emmanuel, Seara dos Médiuns).
3
“No caso específico das obsessões entre encarnados e
desencarnados, estes últimos, identificando a irradiação enfermiça do
devedor, porque são também infelizes, iniciam o cerco ao adversário
pretérito, através de imagens, mediante as quais fazem-se notados,
não necessitando de palavras para serem percebidos, insinuando-se
com insistência até estabelecerem o intercâmbio que passam a
comandar...”
(Manoel P. de Miranda, Painéis da Obsessão, p.8).
MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA
MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA
AÇÃO MENTAL
AÇÃO MENTAL
5
“A mente que se dirige a outra cria imagens para fazer-se
notada e compreendida, prescindindo da palavra e da ação para
insinuar-se, por quanto, ambientando a repetição, atinge o objetivo
que demanda, projetando-se sobre aquela que procura influenciar. E
se a mente visada sintoniza com a onda criadora lançada sobre ela,
inicia-se vivo circuito de força, dentro do qual a palavra e a ação se
incumbem de consolidar a correspondência, formando o círculo de
encantamento em que o obsessor e o obsidiado passam a viver,
agindo e reagindo um sobre o outro.”
(Emmanuel, Pensamento e Vida, 8. ed., p.124).
MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA
MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA
AÇÃO MENTAL
AÇÃO MENTAL
5
Francisco Cândido Xavier
‘‘Leis de Amor’’ FEEESP 1963
Quem se refere à obsessão há
Quem se refere à obsessão há
de reportar-se, necessariamente,
de reportar-se, necessariamente,
às correntes mentais.
às correntes mentais.
O
O
pensamento é a base de tudo.
pensamento é a base de tudo.
ENERGIA MENTAL
ENERGIA MENTAL
“O que lhes posso
dizer é que o Espírito que
vocês evocam, por mais longe
que esteja, recebe, por assim
dizer, o contragolpe do
pensamento como uma espécie
de choque elétrico que chama
a sua atenção para o lado de
onde vem o pensamento a ele
dirigido. Podemos dizer que ele
ouve o pensamento, como na
terra vocês ouvem a voz.”
(Allan Kardec, O Livro dos
Médiuns, Edição Especial,
Lake, cap 25, item 282).
9
PENSAMENTOS E PALAVRAS
PENSAMENTOS E PALAVRAS
“Nossos pensamentos não precisam da vestimenta da
palavra para serem compreendidos pelos espíritos, e todos os
Espíritos percebem o pensamento que lhes desejamos comunicar
[...].”
(Allan Kardec, O livro dos Médiuns, Edição Especial, Lake, item 225).
“Jactos de energia mental, partidos de Silva, alcançavam-no
agora em cheio, no tórax, como a lhe buscarem o coração.
O visitante chorava.
Via-se porém, com clareza, que não eram palavras, a força
que o convencia, mas sim o sentimento irradiante com que eram
estruturadas.” (André Luiz, Nos domínios da mediunidade, 12. ed., p.
63).
9
Os meios
Desobsessão
• Há diversos processos de
medicação espiritual contra o
vampirismo, os quais poderemos
desenvolver em direções diversas.
André Luiz, Missionários da Luz, 21ª ed.,p.63
O meio mais eficaz
- Desobsessão
• Antes de esperar dominar o mau
espírito, é preciso dominar-se a si
mesmo. De todos os meios para adquirir
a força de o conseguir, o mais eficaz é a
vontade, secundada pela prece,
entendida a prece de coração e não
aquelas nas quais a boca participa mais
que o pensamento. (Revista Espírita)
A prece
Não há prece sem resposta. E a oração,
filha do amor, não é apenas súplica. É
comunhão entre o criador e a criatura,
constituindo, assim, o mais poderoso
influxo magnético que conhecemos.
André Luiz, Os Mensageiros, 17ª ed.,p.136
Ação dos Raios
• Toda prece elevada é manancial de
magnetismo criador e vivificante, e toda
criatura que cultiva a oração, com o
devido equilíbrio de sentimento,
transforma-se gradativamente, em foco
irradiante de energias da divindade.
» André Luiz, Missionários da Luz, 21ª ed.,p.67
Emissão eletromagnética
“Nunca poderemos enumerar todos os benefícios da
oração. Toda vez que se ora num lar, prepara-se a
melhoria do ambiente doméstico. Cada prece do coração
constitui emissão eletromagnética de relativo poder.[...]O
homem que hora traz consigo inalienável couraça. O lar
que cultiva a prece, transforma-se em fortaleza...
As entidades das sombras experimentam choques de
vulto, em contato com as vibrações luminosas deste
santuário doméstico, e é por isso que se mantém à
distância...” André Luiz, Os Mensageiros, 17ª ed.,p.197
A ELETRICIDADE DO PENSAMENTO
...“Eu falava da eletricidade do pensamento e dizia que
um dia ela seria empregada como o é a sua irmã, a
eletricidade física. ... reunidos
reunidos, os homens
desprendem um fluido que lhes transmite,
transmite, com a
com a
rapidez do relâmpago, as
rapidez do relâmpago, as menores impressões
menores impressões.(...)Nos
processos criminais e políticos, os assistentes
puderam constatar a corrente magnética
a corrente magnética
que, pouco a pouco, forçava as pessoas
interessadas a ocultar o pensamento, a descobri-lo, e
até mesmo a se acusar, pois não mais podiam suportar
suportar
a pressão elétrica
a pressão elétrica que, malgrado seu, fazia brotar a
verdade, não da sua consciência, mas do seu coração.
(...) o mesmo fenômeno ocorre nas idéias intelectuais
idéias intelectuais,
que se comunicam de cérebro a cérebro... (RS /
OUT/1860 - Delphine de Girardin)
PENSAMENTO
• POR SUA NATUREZA FLUÍDICA,
ESSENCIALMENTE MÓVEL E ELÁSTICA, SE
ASSIM SE PODE DIZER, COMO AGENTE DIRETO
DO ESPÍRITO, O PERISPÍRITO É POSTO EM AÇÃO
E PROJETA RAIOS PELA VONTADE DO ESPÍRITO.
POR ESSES RAIOS ELE SERVE À TRANSMISSÃO
DO PENSAMENTO, PORQUE, DE CERTA FORMA,
ESTÁ ANIMADO PELO PENSAMENTO DO
ESPÍRITO. ...
Allan Kardec, Revista Espírita, EDICEL, dez. 1862, p.357
“Os técnicos terrestres
começam a preocupar-se seriamente com
os efeitos físicos visíveis e audíveis dos
fenômenos da interferência
eletromagnética. Nós, porém, estudantes
atentos da Doutrina Espírita, estamos
muito mais preocupados com os
fenômenos da interferência
eletromagnética de natureza mental,
responsáveis por essa terrível epidemia
de obsessões que assola as multidões de
pessoas em todos os quadrantes do
mundo. O pensamento é na verdade, a
mais poderosa das usinas geradoras de
força eletromagnética, naturalmente
captável pelas outras mentes, em
especial por aquelas ás quais se
dirige...”
(Hernani T. Santana, Notações de um
aprendiz, FEB, p.124).
PENSAMENTO - USINA GERADORA
PENSAMENTO - USINA GERADORA
“Assimilamos os pensamentos daqueles
que pensam como pensamos.
É que sentindo, mentalizando, falando
ou agindo, sintonizamo-nos com as emoções e
idéias de todas as pessoas, encarnadas ou
desencarnadas, da nossa faixa de simpatia.
Estamos invariavelmente atraindo ou
repelindo recursos mentais que se agregam aos
nossos, fortificando-nos para o bem ou para o mal,
segundo a direção que escolhemos.
Em qualquer providência e em qualquer
opinião, somos sempre a soma de muitos.
Expressamos milhares de criaturas e
milhares de criaturas nos expressam.”
(Emmanuel, Pensamento e Vida, 8. ed. lição 08)
ASSIMILAÇÃO MENTAL
ASSIMILAÇÃO MENTAL
10
O PENSAMENTO COLETIVO
O PENSAMENTO COLETIVO
“Uma reunião é um ser coletivo cujas qualidades e propriedades são a resultante de
todas aquelas de seus membros e formam como um feixe.”
(Alan Kardec, O livro dos médiuns, item 331)
“ ... se o pensamento coletivo adquire força pelo número, um conjunto de
pensamentos idênticos, tendo o bem por objetivo, terá mais força para neutralizar a ação dos
maus espíritos.”
(Alan Kardec, Revista espírita, dezembro de 1868, p.353)
16
PENSAMENTO E FORÇA ELETROMAGNÉTICA
PENSAMENTO E FORÇA ELETROMAGNÉTICA
“ Entre os seres pensantes há ligação que ainda
não conheceis. O magnetismo é o piloto desta ciência, que
mais tarde compreendereis melhor. ”
(Allan Kardec, O livro dos espíritos, 81.ed., perg. 388)
MAGNETISMO
MAGNETISMO
11
“[...] O pensamento é força eletromagnética.
Pensamento, eletricidade e magnetismo conjugam-se em todas as
manifestações da Vida Universal, [...].”
(Emmanuel, Pensamento e vida, 11. ed., p. 16).
MAGNETISMO E ESPIRITISMO
MAGNETISMO E ESPIRITISMO
“Os sacerdotes nos templos dos deuses no
antigo Egito, já eram iniciados nos segredos da
experimentação magnética.”
(Michaelus, Magnetismo espiritual, 7.ed., p.8)
“Mesmer foi realmente quem despertou a atenção
pública para os fenômenos magnéticos (1779).
(Michaelus, Magnetismo espiritual, 7.ed., p.9)
“ O magnetismo preparou o caminho do
Espiritismo, e os rápidos progressos desta última doutrina
são incontestavelmente devidos à vulgarização das idéias
sobre a primeira; sua conexão é tal que, por assim dizer é
impossível falar de um sem falar do outro.
(Alan Kardec, Revista espírita, março de 1858, p.96)
12
“O codificador do Espiritismo afirmou em 1858 (RS, junho, 1858, pp 175-176) que
havia 35 anos, professava a ciência magnética, tendo-se iniciado, assim, em 1823.
ALLAN KARDEC O E MAGNETISMO
Os magnetizadores dessa época tendiam principalmente para os trabalhos de
cura, concentrando quase todos os esforços na diagnose e terapêutica das doença.[...]
Ao que tudo indica, Kardec seguia a mesma orientação aceita pelo magnetismo
de então, ou seja, a que acabamos de nos referir, muito embora entre seus adeptos
houvessem naturais divergências.
Eram extensos os conhecimentos do codificador quanto ao magnetismo, e ele
mesmo disse possuir, igualmente, grande número de livros contra o Magnetismo, escritos
por homens em evidência. (RS, 1858, p.227)
(Biografia de Allan Kardec, Zeus Wantuil e francisco Thiesen, 1.ed., p. 148-150)
“Além do magnetismo mineral, vegetal, animal, existem o
magnetismo humano e o magnetismo espiritual. O magnetismo
humano consiste na concentração, por efeito da vontade do homem,
dos fluidos existentes nele e na atmosfera que o cerca, e mediante os
quais, a certa distância, ele atua sobre outro homem ou sobre as
coisas. O magnetismo espiritual resulta da concentração da vontade
dos espíritos, concentração por meio da qual eles reúnem à volta de si
os fluidos, quaisquer que sejam, encerrados no ser humano ou
disseminados no espaço, e os dispõe de modo e exercerem ação sobre
o homem ou sobre as coisas, produzindo os efeitos por ele desejados.”
(Os Quatro Evangelhos, tradução Guillon RIbeiro, FEB)
TIPOS DE MAGNETISMO
Métodos
mais
recentes
Gravura do Sec. XVIII
Ação Magnética Coletiva
para diversos fins
“ A cadeia se forma de pessoas sãs,
interessadas, ou que possam se interessar pela cura
do doente, ou então, pela reunião dos próprios
enfermos, que se agrupam para seu comum
tratamento.”
(Michaelus, Magnetismo espiritual, 4,ed., p. 114)
CADEIAS MAGNÉTICAS
CADEIAS MAGNÉTICAS
A CORRENTE
A CORRENTE MAGNÉTICA
MAGNÉTICA
“Na opinião de Deleuze, é o meio
mais poderoso para aumentar a força do
magnetismo e por em circulação o fluido.”
(Michaelus, Magnetismo espiritual, 4,ed., p. 113)
13
Ação magnética coletiva?
O Ser Coletivo
Desobsessão
• Uma reunião é um ser coletivo cujas
qualidades e propriedades são a
resultante de todas aquelas de seus
membros e formam como um feixe [...]
– Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, itens 331
e 332
Assimilação Mental Desobsessão
Assimilamos os pensamentos daqueles que
pensam como pensamos.
É que sentindo, mentalizando, falando ou
agindo, sintonizamo-nos com as emoções
e idéias de todas as pessoas, encarnadas
ou desencarnadas, da nossa faixa de
simpatia.
• Emmanuel, Pensamento e Vida, Lição 8
Soma de muitos
Desobsessão
Estamos invariavelmente atraindo ou
repelindo recursos mentais que se agregam
aos nossos, fortificando-nos para o bem ou
para o mal, segundo a direção que
escolhemos.
Em qualquer providência e em qualquer
opinião, somos sempre a soma de muitos.
Expressamos milhares de criaturas e milhares
de criaturas nos expressam.
• Emmanuel, Pensamento e Vida, Lição 8
O Pensamento Coletivo
Desobsessão
1. O poder que adquire o pensamento ou a vontade,
pelo conjunto de pensamentos ou vontades
reunidas.
2. Esta força é multiplicada pelo número de
vontades idênticas, como a força muscular é
multiplicada pelo número de braços.
3. Com efeito, se o pensamento coletivo adquire
força pelo número, um conjunto de pensamentos
idênticos, tendo o bem por objetivo, terá mais
força para neutralizar a ação dos maus espíritos.
O Pensamento Coletivo
Desobsessão
4. A união faz a força, axioma verdadeiro no
moral quanto no físico.
5. Não sendo seus eflúvios detidos por
correntes contrárias, espalhar-se-ão sobre
todos os assistentes, precisamente porque
todos os terão atraídos pelo pensamento, não
cada um em proveito pessoal, mas em
proveito de todos, conforme a Lei da
Caridade.
6. Pela comunhão de pensamentos, os homens
se assistem entre si, e ao mesmo tempo
assistem os Espíritos e são por estes
assistidos.
O Pensamento Coletivo
Desobsessão
7. As relações entre o mundo visível e o mundo invisível
não são mais individuais, são coletivas e, por isso
mesmo, mais poderosas para o proveito das massas,
como para os indivíduos.
8. Graças ao Espiritismo, compreendemos, então, o poder
e os efeitos do pensamento coletivo.
9. Há o mesmo com os Espíritos[...] Os que são felizes
experimentam uma maior alegria por esse concerto
harmonioso; os que sofrem sentem um maior alívio.
 Allan Kardec, Revista Espírita, Dez 1868, EDICEL, p.353
PRECE E VIBRAÇÃO
PRECE E VIBRAÇÃO
“Um amigo da família e membro da
Sociedade Espírita de Paris, julgou dever interrogar um
Espírito superior, que respondeu: “ A idéia fixa dessa
senhora, por sua mesma causa , atrai em sua volta uma
porção de espíritos maus, que a envolvem com seus
fluidos e alimentam as suas idéias, impedindo que lhe
cheguem as boas influências. Os espíritos dessa
natureza abundam sempre em semelhantes meios e
constituem, sempre, obstáculo á cura dos doentes.
Contudo podereis curá-la, mas para tanto é necessário
uma força moral capaz de vencer a resistência, e tal
força não é dada a um só. Cinco ou seis Espíritas
sinceros se reúnam todos os dias, durante alguns
instantes e peçam com fervor a Deus e aos bons
Espíritos que a assistam; que a vossa prece seja, ao
mesmo tempo, uma magnetização mental; para tanto
não necessitais estar junto a ela, cuja força estará na
razão de vossa intenção, aumentada pelo número. Por
tal meio podereis neutralizar o mau fluido que a
envolve. Fazei isto: tende fé em Deus e esperai.” (Allan
Kardec, Revista Espírita, jan. 1863, p. 5).
17
FUNCIONAMENTO DA CORRENTE MAGNÉTICA
FUNCIONAMENTO DA CORRENTE MAGNÉTICA
“ O funcionamento se dá em quatro momentos distintos:
a) Expulsão
a) Expulsão
Os médiuns psicofônicos, passistas, dirigente com auxílio da prece, expulsam do mundo
íntimo e dos seus halos energéticos os remanescentes vibratórios que trazem do círculo diário
e, com o auxílio do autopasse e das passagens iniciais, reajustam-se para o início da atividade
ou se renovam, na continuidade do atendimento.
“A oração é prodigioso banho de forças, tal a vigorosa corrente mental que atrai. Por ela,
Clara e Henrique, expulsam do próprio mundo interior os sombrios remanescentes da atividade
comum que trazem do círculo diário de luta [...]” .”(André Luiz, Nos Domínios da
Mediunidade,12. ed., p.163).
18
b) Absorção
b) Absorção
Momento em que os médiuns da corrente, do passe e o dirigente absorvem as substâncias
renovadoras do plano espiritual, casando os fluidos da corrente com as irradiações dos
trabalhadores do Plano Maior da Vida e, de todos os médiuns entre si, formando uma bateria
mento-eletromagnética, onde cada participante funciona como pilha ou tomada, gerando e
dando passagem ás forças que não lhes pertencem e que serão dirigidas aos pacientes, tanto
encarnados como desencarnados.” (Desobsessão por Corrente Magnética, p. 135).
“A oração é prodigioso banho de forças, tal a vigorosa corrente mental que atrai. Por ela,
Clara e Henrique [...] sorvem do nosso plano as substâncias renovadoras de que se repletam, a
fim de conseguirem com eficiência, a favor do próximo.”(André Luiz, Nos Domínios da
Mediunidade,12. ed., p.163).
19
c) Emissão
c) Emissão
“ Com a formação da salutar corrente fluídica, pelo pensamento dos médiuns unidos entre si
e com a espiritualidade superior, origina-se uma força mento-eletromagnética, um manancial de
fluidos curativos, que é sustentado pela vontade consciente, intenção superior e atenção
permanente, gerando múltiplas ações que são ampliadas pelo número de médiuns, por suas
qualidades morais e pela homogeneização do ambiente. “ (Desobsessão por Corrente Magnética,
p. 136).
“ Comovido com a beleza de suas súplicas reparei com assombro que o coração se lhe
transformava num foco ardente de luz, do qual saíam inúmeras partículas resplandecentes,
projetando-se sobre o corpo e sobre a alma do esposo com a celeridade de minúsculos raios.”
(André Luiz, Missionários da luz, 21.ed., p.65).
20
d) Recepção
d) Recepção
“ Momento em que a corrente atua à semelhança de um eletroímã, permitindo a passagem,
em seu campo de força, dos espíritos sofredores, atraindo-os em blocos ou em falanges,
agrupados pelas vibrações similares. Como tais entidades não possuem o corpo físico, além de
receberem os raios ou a salutar corrente fluídica, podem mergulhar ou se ligarem, como um
plugue, às tomadas energéticas representadas pelos centros perispirituais dos médiuns
psicofônicos em ação, ou se imantarem à corrente como um todo. As vibrações de ódio ou de
desequilíbrios que trazem, recebem por alguns momentos a reação benfazeja das partículas
luminescentes, emitidas pelos médiuns, gerando dessa forma uma verdadeira reação físico-
química de natureza espiritual, libertando-as das formas psíquicas, bacilos, ovóides, fluidos
degradantes que as envolvem, etc.” (Desobsessão por Corrente Magnética, p. 137).
21
O QUE É
O QUE É
“Não ignora o amigo que, do mesmo
modo que o médium, pelo perispírito, absorve
as energias dos comunicantes espirituais
que, no caso de estarem em sofrimento,
perturbação ou desespero, de imediato
experimentam melhora no estado geral, por
diminuir-lhe a carga vibratória prejudicial, a
recíproca é verdadeira...Trazido o Espírito
rebelde ou malfazejo ao fenômeno da
incorporação, o perispírito do médium
transmite-lhe alta carga fluídica animal,
chamemo-la assim, que bem comandada
aturde-o, fa-lo quebrar algemas e mudar a
maneira de pensar...”
(Loucura e obsessão, 2. ed., p.135).
O CHOQUE ANÍMICO
O CHOQUE ANÍMICO
22
Ímã
• “Consideremos o médium como sendo um ímã e
os Espíritos em determinada faixa vibratória, na
condição de limalhas de ferro”(...)
• ... “Do mesmo modo, os sofredores, atraídos pela
irradiação do médium, absorvem-lhe a energia
fluídica , com possibilidade de demorar-se por
demorar-se por
ela impregnados
ela impregnados (...) tornando-os maleáveis às
orientações e mais acessíveis à condução do
bem.”(Loucura e Obsessão, Manuel P. Miranda)
Os Efeitos
“ A partir daquele
momento, Ricardo passou a
experimentar sensações
agradáveis, a que se
desacostumara.
O mergulho nos fluidos
salutares do médium Jonas
propiciou-lhe uma rápida
desintoxicação, modificando-
lhe, por um momento embora, a
densa psicosfera em que se
situava”.
“ O choque anímico,
decorrente da psicofonia
controlada, debilitou-o, fazendo-
o adormecer por largo período.”
(Manoel Philomeno de Miranda, Nas
fronteiras da loucura, 2.ed., p. 185-186)23
DAR AS MÃOS NA CORRENTE
Termo utilizado por André Luiz:
“O assistente organizou a corrente magnética, tomando
posição guiadora cada irmão encarnado localiza-se entre dois
de nós outros, almas libertas do plano físico mais
experimentadas no campo espiritual. De mãos entrelaçadas,
para permutar energias em assistência mútua, utilizamos
intensivamente a volitação ganhando alturas. (André Luiz,
Obreiros da Vida Eterna, 21. ed., p.194).
Mãos dadas
• ... Muitos servidores de nossa esfera
mantinham-se de mãos dadas, formando
extensa corrente protetora da mesa
consagrada aos serviços da noite(...)
• Trata-se da cadeia magnética necessária à
eficiência de nossa tarefa de doutrinação.
Sem essa rede de forças positivas, que
opera a vigilância indispensável, não
teríamos elementos para conter as entidades
perversas e recalcitrantes.(...) (André Luiz,
Missionários da Luz)
AÇÃO MAGNÉTICA ATRAINDO UM ESPÍRITO PARA A CORRENTE E
VÁRIOS OUTROS CONDUZIDOS POR ESPÍRITOS TRABALHADORES
ESPÍRITOS SOFREDORES COLOCADOS EM LEITOS PARA ENCAMINHAMENTOE
OUTROS, ENDURECIDOS NO MAL, IMPEDIDOS DE ENTRAR
FAIXAS
MAGNÉTICA
S
SEPARADOS
POR FAIXAS
CAMPO DA
CORRENTE
EQUIPE MEDIÚNICA
EQUIPE MEDIÚNICA
• O DIRIGENTE - é atribuição do dirigente a coordenação, orientação,
condução e disciplina de todo o trabalho. (Desobsessão por Corrente
Magnética, P. 165)
• MÉDIUNS PSICOFÔNICOS - magnetização e doutrinação mental,
vibração igual e contrária, emissão de uma salutar corrente fluídica que
atinge o alvo independente da distância. Ligações rápida, transitórias de
entidades sofredoras. (Desobsessão por Corrente Magnética, P. 171)
• PASSISTAS - Seguindo a orientação do dirigente, auxiliam
vibratoriamente e energeticamente os médiuns psicofônicos e as
entidades que, durante a fase de recepção, se “ligam”, “passam” ou
“mergulham” nos fluidos da corrente. (Desobsessão por Corrente
Magnética, P. 183)
• MÉDIUNS VIDENTES - deve prestar esclarecimentos quando solicitado.
(Desobsessão por Corrente Magnética, P. 193)
24
TERAPÊUTICA BÁSICA DE DESOBSESSÃO
TERAPÊUTICA BÁSICA DE DESOBSESSÃO
1. Triagem ou conversação fraterna;
2. Reunião Pública de Evangelização e passes espíritas;
3. Aulas para os pacientes , com informações gerais
sobre o tratamento, a partir de temas como obsessão, problemas
familiares e pessoais, auto-cura etc,;
4. Passes de desobsessão e Corrente Magnética de
atendimento geral;
5. Grupos de vibração, em benefício dos pacientes e
seus familiares;
6. Trabalhos de desobsessão por doutrinação verbal;
7. Cursos na Casa Espírita
8. Caravanas de culto no lar
(Desobsessão por Corrente Magnética,
Editora Auta de Souza, p. 71).
25

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Qualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidadeQualificação e prática da mediunidade
Qualificação e prática da mediunidade
 
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Magnetismo - Espiritísmo
Magnetismo - EspiritísmoMagnetismo - Espiritísmo
Magnetismo - Espiritísmo
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidadeCb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
 
Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOSAula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
 
Obsessao
ObsessaoObsessao
Obsessao
 
Genese cap 13 aula 1 de 2 os milagres segundo o espiritismo
Genese cap 13 aula 1 de 2   os milagres segundo o espiritismoGenese cap 13 aula 1 de 2   os milagres segundo o espiritismo
Genese cap 13 aula 1 de 2 os milagres segundo o espiritismo
 
Genese cap 15 parte 2 de 3 de 29 a 47 dupla vista curas etc
Genese cap 15 parte 2 de 3  de 29 a 47   dupla vista curas etcGenese cap 15 parte 2 de 3  de 29 a 47   dupla vista curas etc
Genese cap 15 parte 2 de 3 de 29 a 47 dupla vista curas etc
 
Genese CAP 10 Formacao Primaria Seres Vivos
Genese CAP 10 Formacao Primaria Seres VivosGenese CAP 10 Formacao Primaria Seres Vivos
Genese CAP 10 Formacao Primaria Seres Vivos
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
 
Palestra Espirita - Tema livre-arbítrio
Palestra Espirita - Tema livre-arbítrio Palestra Espirita - Tema livre-arbítrio
Palestra Espirita - Tema livre-arbítrio
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Obsessão do ponto de vista espírita
Obsessão do ponto de vista espíritaObsessão do ponto de vista espírita
Obsessão do ponto de vista espírita
 
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade  - SintoniaMecanismo das comunicações - Afinidade  - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
 
2.8.5 Extase
2.8.5   Extase2.8.5   Extase
2.8.5 Extase
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
 

Semelhante a 23237075-corrente-vinculos-27.pdf

Semelhante a 23237075-corrente-vinculos-27.pdf (20)

Palestra Obsessao
Palestra ObsessaoPalestra Obsessao
Palestra Obsessao
 
COMBATE À OBSESSÃO
COMBATE À OBSESSÃOCOMBATE À OBSESSÃO
COMBATE À OBSESSÃO
 
opoderdopensamento-160914205819.pdf
opoderdopensamento-160914205819.pdfopoderdopensamento-160914205819.pdf
opoderdopensamento-160914205819.pdf
 
Conquiste o inimigo venca a obsessao
Conquiste o inimigo   venca a obsessaoConquiste o inimigo   venca a obsessao
Conquiste o inimigo venca a obsessao
 
O Poder do Pensamento
O Poder do PensamentoO Poder do Pensamento
O Poder do Pensamento
 
O poder do pensamento
O poder do pensamentoO poder do pensamento
O poder do pensamento
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
 
Influência dos espíritos em nossas vidas berimbau 2017
Influência dos espíritos em nossas vidas berimbau 2017Influência dos espíritos em nossas vidas berimbau 2017
Influência dos espíritos em nossas vidas berimbau 2017
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
O médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnicoO médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnico
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!
 
A força do pensamento
A força do pensamentoA força do pensamento
A força do pensamento
 
PENSAMENTO-E-MEDIUNIDADE-SEMINÁRIO-FEB-25-06-2016-ARISMAR.pdf
PENSAMENTO-E-MEDIUNIDADE-SEMINÁRIO-FEB-25-06-2016-ARISMAR.pdfPENSAMENTO-E-MEDIUNIDADE-SEMINÁRIO-FEB-25-06-2016-ARISMAR.pdf
PENSAMENTO-E-MEDIUNIDADE-SEMINÁRIO-FEB-25-06-2016-ARISMAR.pdf
 
Seminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias DesobsessivasSeminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias Desobsessivas
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição PlanetáriaInfluencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
 
Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35Estudo do livro Roteiro lição 35
Estudo do livro Roteiro lição 35
 
Palestra Espírita - Horizontes da mente
Palestra Espírita - Horizontes da mentePalestra Espírita - Horizontes da mente
Palestra Espírita - Horizontes da mente
 
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (8)

Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 

23237075-corrente-vinculos-27.pdf

  • 1. DESOBSESSÃO POR CORRENTE DESOBSESSÃO POR CORRENTE MAGNÉTICA MAGNÉTICA
  • 3. CORRENTE MAGNÉTICA - HISTÓRICO CORRENTE MAGNÉTICA - HISTÓRICO EURÍPEDES BARSANULFO E A CORRENTE MAGNÉTICA: EURÍPEDES BARSANULFO E A CORRENTE MAGNÉTICA: “Os trabalhos espíritas se realizavam duas vezes por semana e á noite. Após a leitura de um trecho de uma obra da Doutrina, Eurípedes saía de sua mesinha e vinha ocupar o seu lugar na corrente de concentração e dos médiuns, que formavam círculo, no centro do salão. De pé, o mestre dirigia profunda e sentida prece, iniciada sempre pelo Pai Nosso e rematada por oração improvisada de adoração e evocação. Terminada a oração , sentava-se de mãos dadas, formando a corrente; do lado esquerdo, repousando sobre uma mesa muitas garrafas de água a serem fluidificadas.” (Corina Novelino, Eurípedes, o homem e a missão, 7.ed., p.98) JERÔNIMO CANDINHO JERÔNIMO CANDINHO • Nasceu em Sacramento - MG, no ano de 1888 • Aluno muito estimado de Eurípedes • Dá continuidade à missão de Eurípedes • Fundador da cidade de Palmelo (trabalho de desobsessão e cura) • Protegeu e difundiu o legado de Eurípedes • Terapêutica das correntes magnéticas. • Sacramento Palmelo Brasília Brasil 14
  • 4. “(...) a obsessão - tem merecido dos cristão novos o mais acendrado interesse. Apesar disso, avassaladoramente vem se mantendo em caráter epidêmico, qual morbo virulento que se alastra por toda a terra, hoje mais do que em qualquer época ...” (Manoel P. de Miranda, Nos bastidores da obsessão, 9.ed., p.9) “ Não mensurada ou detectada com facilidade, a obsessão campeia desarvorada, arrebanhando multidões de vítimas que se deixam consumir, num como noutro plano da vida.” (Manoel P. de Miranda, Trilhas da libertação, 4.ed., p.8) O ATENDIMENTO DAS MULTIDÕES O ATENDIMENTO DAS MULTIDÕES 1
  • 5. OBSESSÃO OBSESSÃO “É a ação persistente de um mau Espírito sobre uma pessoa. Apresenta características muito diversas, desde a simples influência de ordem moral, sem sinais exteriores perceptíveis, até a completa perturbação do organismo e das suas faculdades mentais. Oblitera todas as faculdades mediúnicas.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, 4. ed., FEESP, p.356, item 81). “A obsessão é o resultado de um demorado convívio psíquico entre os dois espíritos afins, seja pelo amor que desatrela as paixões inferiores ou através do ódio que galvaniza os litigantes, imanando-os um ao outro com vigor.” (Manoel Philomeno de Miranda, Painéis da obsessão, p. 157). 2
  • 6. OBSESSÃO SIMPLES OBSESSÃO SIMPLES “ A obsessão é a ação quase que permanente de um Espírito estranho, que leva a pessoa a ser solicitada por uma necessidade incessante de agir desta ou daquela maneira e de fazer isto ou aquilo.”(Allan Kardec, Revista espírita, out 1858, p.277) FASCINAÇÃO FASCINAÇÃO “ A fascinação tem consequências muito mais graves. É uma ilusão produzida pela ação direta do Espírito sobre o pensamento do médium e que, de certa maneira, lhe paralisa o raciocínio [...].” (Allan Kardec, O livro dos médiuns, item 239). SUBJUGAÇÃO SUBJUGAÇÃO “[...] é uma constrição que paralisa a vontade daquele que a sofre e o faz agir a seu mau grado. Numa palavra: o paciente fica sob um verdadeiro jugo.” (Allan Kardec, O livro dos médiuns, item 240 ) VARIEDADES DA OBSESSÃO VARIEDADES DA OBSESSÃO “A obsessão apresenta caracteres diversos, que é preciso distinguir e que resultam do grau de constrangimento e da natureza dos efeitos que produz. 4
  • 7. CAUSAS DA OBSESSÃO CAUSAS DA OBSESSÃO “As causas da obsessão variam de acordo com o caráter do Espírito. É, ‘as vezes, uma vingança que este toma de um indivíduo de quem guarda queixas do tempo de outras existências. Muitas vezes, também, não há mais do que o desejo de fazer mal [...] Esses Espíritos agem, não raro por ódio e inveja do bem; daí o lançarem suas vistas malfazejas sobre as pessoas mais honestas. (Allan Kardec, O livro dos médiuns, 48.ed., p.245) OBSESSOR OBSESSOR “Obsessor, em sinonímia correta, que dizer ‘aquele que importuna!. e ‘aquele que importuna’ é, quase sempre, alguém que nos participou a convivência profunda, no caminho do erro, a voltar-se contra nós, quando estejamos procurando a retificação necessária.” (Emmanuel, Seara dos Médiuns). 3
  • 8. “No caso específico das obsessões entre encarnados e desencarnados, estes últimos, identificando a irradiação enfermiça do devedor, porque são também infelizes, iniciam o cerco ao adversário pretérito, através de imagens, mediante as quais fazem-se notados, não necessitando de palavras para serem percebidos, insinuando-se com insistência até estabelecerem o intercâmbio que passam a comandar...” (Manoel P. de Miranda, Painéis da Obsessão, p.8). MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA AÇÃO MENTAL AÇÃO MENTAL 5
  • 9. “A mente que se dirige a outra cria imagens para fazer-se notada e compreendida, prescindindo da palavra e da ação para insinuar-se, por quanto, ambientando a repetição, atinge o objetivo que demanda, projetando-se sobre aquela que procura influenciar. E se a mente visada sintoniza com a onda criadora lançada sobre ela, inicia-se vivo circuito de força, dentro do qual a palavra e a ação se incumbem de consolidar a correspondência, formando o círculo de encantamento em que o obsessor e o obsidiado passam a viver, agindo e reagindo um sobre o outro.” (Emmanuel, Pensamento e Vida, 8. ed., p.124). MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA MECANISMOS DA AÇÃO OBSESSIVA AÇÃO MENTAL AÇÃO MENTAL 5
  • 10. Francisco Cândido Xavier ‘‘Leis de Amor’’ FEEESP 1963 Quem se refere à obsessão há Quem se refere à obsessão há de reportar-se, necessariamente, de reportar-se, necessariamente, às correntes mentais. às correntes mentais. O O pensamento é a base de tudo. pensamento é a base de tudo.
  • 11. ENERGIA MENTAL ENERGIA MENTAL “O que lhes posso dizer é que o Espírito que vocês evocam, por mais longe que esteja, recebe, por assim dizer, o contragolpe do pensamento como uma espécie de choque elétrico que chama a sua atenção para o lado de onde vem o pensamento a ele dirigido. Podemos dizer que ele ouve o pensamento, como na terra vocês ouvem a voz.” (Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, Edição Especial, Lake, cap 25, item 282). 9
  • 12. PENSAMENTOS E PALAVRAS PENSAMENTOS E PALAVRAS “Nossos pensamentos não precisam da vestimenta da palavra para serem compreendidos pelos espíritos, e todos os Espíritos percebem o pensamento que lhes desejamos comunicar [...].” (Allan Kardec, O livro dos Médiuns, Edição Especial, Lake, item 225). “Jactos de energia mental, partidos de Silva, alcançavam-no agora em cheio, no tórax, como a lhe buscarem o coração. O visitante chorava. Via-se porém, com clareza, que não eram palavras, a força que o convencia, mas sim o sentimento irradiante com que eram estruturadas.” (André Luiz, Nos domínios da mediunidade, 12. ed., p. 63). 9
  • 13. Os meios Desobsessão • Há diversos processos de medicação espiritual contra o vampirismo, os quais poderemos desenvolver em direções diversas. André Luiz, Missionários da Luz, 21ª ed.,p.63
  • 14. O meio mais eficaz - Desobsessão • Antes de esperar dominar o mau espírito, é preciso dominar-se a si mesmo. De todos os meios para adquirir a força de o conseguir, o mais eficaz é a vontade, secundada pela prece, entendida a prece de coração e não aquelas nas quais a boca participa mais que o pensamento. (Revista Espírita)
  • 15. A prece Não há prece sem resposta. E a oração, filha do amor, não é apenas súplica. É comunhão entre o criador e a criatura, constituindo, assim, o mais poderoso influxo magnético que conhecemos. André Luiz, Os Mensageiros, 17ª ed.,p.136
  • 16. Ação dos Raios • Toda prece elevada é manancial de magnetismo criador e vivificante, e toda criatura que cultiva a oração, com o devido equilíbrio de sentimento, transforma-se gradativamente, em foco irradiante de energias da divindade. » André Luiz, Missionários da Luz, 21ª ed.,p.67
  • 17. Emissão eletromagnética “Nunca poderemos enumerar todos os benefícios da oração. Toda vez que se ora num lar, prepara-se a melhoria do ambiente doméstico. Cada prece do coração constitui emissão eletromagnética de relativo poder.[...]O homem que hora traz consigo inalienável couraça. O lar que cultiva a prece, transforma-se em fortaleza... As entidades das sombras experimentam choques de vulto, em contato com as vibrações luminosas deste santuário doméstico, e é por isso que se mantém à distância...” André Luiz, Os Mensageiros, 17ª ed.,p.197
  • 18. A ELETRICIDADE DO PENSAMENTO ...“Eu falava da eletricidade do pensamento e dizia que um dia ela seria empregada como o é a sua irmã, a eletricidade física. ... reunidos reunidos, os homens desprendem um fluido que lhes transmite, transmite, com a com a rapidez do relâmpago, as rapidez do relâmpago, as menores impressões menores impressões.(...)Nos processos criminais e políticos, os assistentes puderam constatar a corrente magnética a corrente magnética que, pouco a pouco, forçava as pessoas interessadas a ocultar o pensamento, a descobri-lo, e até mesmo a se acusar, pois não mais podiam suportar suportar a pressão elétrica a pressão elétrica que, malgrado seu, fazia brotar a verdade, não da sua consciência, mas do seu coração. (...) o mesmo fenômeno ocorre nas idéias intelectuais idéias intelectuais, que se comunicam de cérebro a cérebro... (RS / OUT/1860 - Delphine de Girardin)
  • 19. PENSAMENTO • POR SUA NATUREZA FLUÍDICA, ESSENCIALMENTE MÓVEL E ELÁSTICA, SE ASSIM SE PODE DIZER, COMO AGENTE DIRETO DO ESPÍRITO, O PERISPÍRITO É POSTO EM AÇÃO E PROJETA RAIOS PELA VONTADE DO ESPÍRITO. POR ESSES RAIOS ELE SERVE À TRANSMISSÃO DO PENSAMENTO, PORQUE, DE CERTA FORMA, ESTÁ ANIMADO PELO PENSAMENTO DO ESPÍRITO. ... Allan Kardec, Revista Espírita, EDICEL, dez. 1862, p.357
  • 20. “Os técnicos terrestres começam a preocupar-se seriamente com os efeitos físicos visíveis e audíveis dos fenômenos da interferência eletromagnética. Nós, porém, estudantes atentos da Doutrina Espírita, estamos muito mais preocupados com os fenômenos da interferência eletromagnética de natureza mental, responsáveis por essa terrível epidemia de obsessões que assola as multidões de pessoas em todos os quadrantes do mundo. O pensamento é na verdade, a mais poderosa das usinas geradoras de força eletromagnética, naturalmente captável pelas outras mentes, em especial por aquelas ás quais se dirige...” (Hernani T. Santana, Notações de um aprendiz, FEB, p.124). PENSAMENTO - USINA GERADORA PENSAMENTO - USINA GERADORA
  • 21. “Assimilamos os pensamentos daqueles que pensam como pensamos. É que sentindo, mentalizando, falando ou agindo, sintonizamo-nos com as emoções e idéias de todas as pessoas, encarnadas ou desencarnadas, da nossa faixa de simpatia. Estamos invariavelmente atraindo ou repelindo recursos mentais que se agregam aos nossos, fortificando-nos para o bem ou para o mal, segundo a direção que escolhemos. Em qualquer providência e em qualquer opinião, somos sempre a soma de muitos. Expressamos milhares de criaturas e milhares de criaturas nos expressam.” (Emmanuel, Pensamento e Vida, 8. ed. lição 08) ASSIMILAÇÃO MENTAL ASSIMILAÇÃO MENTAL 10
  • 22. O PENSAMENTO COLETIVO O PENSAMENTO COLETIVO “Uma reunião é um ser coletivo cujas qualidades e propriedades são a resultante de todas aquelas de seus membros e formam como um feixe.” (Alan Kardec, O livro dos médiuns, item 331) “ ... se o pensamento coletivo adquire força pelo número, um conjunto de pensamentos idênticos, tendo o bem por objetivo, terá mais força para neutralizar a ação dos maus espíritos.” (Alan Kardec, Revista espírita, dezembro de 1868, p.353) 16
  • 23. PENSAMENTO E FORÇA ELETROMAGNÉTICA PENSAMENTO E FORÇA ELETROMAGNÉTICA “ Entre os seres pensantes há ligação que ainda não conheceis. O magnetismo é o piloto desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor. ” (Allan Kardec, O livro dos espíritos, 81.ed., perg. 388) MAGNETISMO MAGNETISMO 11 “[...] O pensamento é força eletromagnética. Pensamento, eletricidade e magnetismo conjugam-se em todas as manifestações da Vida Universal, [...].” (Emmanuel, Pensamento e vida, 11. ed., p. 16).
  • 24. MAGNETISMO E ESPIRITISMO MAGNETISMO E ESPIRITISMO “Os sacerdotes nos templos dos deuses no antigo Egito, já eram iniciados nos segredos da experimentação magnética.” (Michaelus, Magnetismo espiritual, 7.ed., p.8) “Mesmer foi realmente quem despertou a atenção pública para os fenômenos magnéticos (1779). (Michaelus, Magnetismo espiritual, 7.ed., p.9) “ O magnetismo preparou o caminho do Espiritismo, e os rápidos progressos desta última doutrina são incontestavelmente devidos à vulgarização das idéias sobre a primeira; sua conexão é tal que, por assim dizer é impossível falar de um sem falar do outro. (Alan Kardec, Revista espírita, março de 1858, p.96) 12
  • 25. “O codificador do Espiritismo afirmou em 1858 (RS, junho, 1858, pp 175-176) que havia 35 anos, professava a ciência magnética, tendo-se iniciado, assim, em 1823. ALLAN KARDEC O E MAGNETISMO Os magnetizadores dessa época tendiam principalmente para os trabalhos de cura, concentrando quase todos os esforços na diagnose e terapêutica das doença.[...] Ao que tudo indica, Kardec seguia a mesma orientação aceita pelo magnetismo de então, ou seja, a que acabamos de nos referir, muito embora entre seus adeptos houvessem naturais divergências. Eram extensos os conhecimentos do codificador quanto ao magnetismo, e ele mesmo disse possuir, igualmente, grande número de livros contra o Magnetismo, escritos por homens em evidência. (RS, 1858, p.227) (Biografia de Allan Kardec, Zeus Wantuil e francisco Thiesen, 1.ed., p. 148-150)
  • 26. “Além do magnetismo mineral, vegetal, animal, existem o magnetismo humano e o magnetismo espiritual. O magnetismo humano consiste na concentração, por efeito da vontade do homem, dos fluidos existentes nele e na atmosfera que o cerca, e mediante os quais, a certa distância, ele atua sobre outro homem ou sobre as coisas. O magnetismo espiritual resulta da concentração da vontade dos espíritos, concentração por meio da qual eles reúnem à volta de si os fluidos, quaisquer que sejam, encerrados no ser humano ou disseminados no espaço, e os dispõe de modo e exercerem ação sobre o homem ou sobre as coisas, produzindo os efeitos por ele desejados.” (Os Quatro Evangelhos, tradução Guillon RIbeiro, FEB) TIPOS DE MAGNETISMO
  • 27. Métodos mais recentes Gravura do Sec. XVIII Ação Magnética Coletiva para diversos fins
  • 28. “ A cadeia se forma de pessoas sãs, interessadas, ou que possam se interessar pela cura do doente, ou então, pela reunião dos próprios enfermos, que se agrupam para seu comum tratamento.” (Michaelus, Magnetismo espiritual, 4,ed., p. 114) CADEIAS MAGNÉTICAS CADEIAS MAGNÉTICAS A CORRENTE A CORRENTE MAGNÉTICA MAGNÉTICA “Na opinião de Deleuze, é o meio mais poderoso para aumentar a força do magnetismo e por em circulação o fluido.” (Michaelus, Magnetismo espiritual, 4,ed., p. 113) 13
  • 30. O Ser Coletivo Desobsessão • Uma reunião é um ser coletivo cujas qualidades e propriedades são a resultante de todas aquelas de seus membros e formam como um feixe [...] – Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, itens 331 e 332
  • 31. Assimilação Mental Desobsessão Assimilamos os pensamentos daqueles que pensam como pensamos. É que sentindo, mentalizando, falando ou agindo, sintonizamo-nos com as emoções e idéias de todas as pessoas, encarnadas ou desencarnadas, da nossa faixa de simpatia. • Emmanuel, Pensamento e Vida, Lição 8
  • 32. Soma de muitos Desobsessão Estamos invariavelmente atraindo ou repelindo recursos mentais que se agregam aos nossos, fortificando-nos para o bem ou para o mal, segundo a direção que escolhemos. Em qualquer providência e em qualquer opinião, somos sempre a soma de muitos. Expressamos milhares de criaturas e milhares de criaturas nos expressam. • Emmanuel, Pensamento e Vida, Lição 8
  • 33. O Pensamento Coletivo Desobsessão 1. O poder que adquire o pensamento ou a vontade, pelo conjunto de pensamentos ou vontades reunidas. 2. Esta força é multiplicada pelo número de vontades idênticas, como a força muscular é multiplicada pelo número de braços. 3. Com efeito, se o pensamento coletivo adquire força pelo número, um conjunto de pensamentos idênticos, tendo o bem por objetivo, terá mais força para neutralizar a ação dos maus espíritos.
  • 34. O Pensamento Coletivo Desobsessão 4. A união faz a força, axioma verdadeiro no moral quanto no físico. 5. Não sendo seus eflúvios detidos por correntes contrárias, espalhar-se-ão sobre todos os assistentes, precisamente porque todos os terão atraídos pelo pensamento, não cada um em proveito pessoal, mas em proveito de todos, conforme a Lei da Caridade. 6. Pela comunhão de pensamentos, os homens se assistem entre si, e ao mesmo tempo assistem os Espíritos e são por estes assistidos.
  • 35. O Pensamento Coletivo Desobsessão 7. As relações entre o mundo visível e o mundo invisível não são mais individuais, são coletivas e, por isso mesmo, mais poderosas para o proveito das massas, como para os indivíduos. 8. Graças ao Espiritismo, compreendemos, então, o poder e os efeitos do pensamento coletivo. 9. Há o mesmo com os Espíritos[...] Os que são felizes experimentam uma maior alegria por esse concerto harmonioso; os que sofrem sentem um maior alívio.  Allan Kardec, Revista Espírita, Dez 1868, EDICEL, p.353
  • 36. PRECE E VIBRAÇÃO PRECE E VIBRAÇÃO “Um amigo da família e membro da Sociedade Espírita de Paris, julgou dever interrogar um Espírito superior, que respondeu: “ A idéia fixa dessa senhora, por sua mesma causa , atrai em sua volta uma porção de espíritos maus, que a envolvem com seus fluidos e alimentam as suas idéias, impedindo que lhe cheguem as boas influências. Os espíritos dessa natureza abundam sempre em semelhantes meios e constituem, sempre, obstáculo á cura dos doentes. Contudo podereis curá-la, mas para tanto é necessário uma força moral capaz de vencer a resistência, e tal força não é dada a um só. Cinco ou seis Espíritas sinceros se reúnam todos os dias, durante alguns instantes e peçam com fervor a Deus e aos bons Espíritos que a assistam; que a vossa prece seja, ao mesmo tempo, uma magnetização mental; para tanto não necessitais estar junto a ela, cuja força estará na razão de vossa intenção, aumentada pelo número. Por tal meio podereis neutralizar o mau fluido que a envolve. Fazei isto: tende fé em Deus e esperai.” (Allan Kardec, Revista Espírita, jan. 1863, p. 5). 17
  • 37. FUNCIONAMENTO DA CORRENTE MAGNÉTICA FUNCIONAMENTO DA CORRENTE MAGNÉTICA “ O funcionamento se dá em quatro momentos distintos: a) Expulsão a) Expulsão Os médiuns psicofônicos, passistas, dirigente com auxílio da prece, expulsam do mundo íntimo e dos seus halos energéticos os remanescentes vibratórios que trazem do círculo diário e, com o auxílio do autopasse e das passagens iniciais, reajustam-se para o início da atividade ou se renovam, na continuidade do atendimento. “A oração é prodigioso banho de forças, tal a vigorosa corrente mental que atrai. Por ela, Clara e Henrique, expulsam do próprio mundo interior os sombrios remanescentes da atividade comum que trazem do círculo diário de luta [...]” .”(André Luiz, Nos Domínios da Mediunidade,12. ed., p.163). 18
  • 38. b) Absorção b) Absorção Momento em que os médiuns da corrente, do passe e o dirigente absorvem as substâncias renovadoras do plano espiritual, casando os fluidos da corrente com as irradiações dos trabalhadores do Plano Maior da Vida e, de todos os médiuns entre si, formando uma bateria mento-eletromagnética, onde cada participante funciona como pilha ou tomada, gerando e dando passagem ás forças que não lhes pertencem e que serão dirigidas aos pacientes, tanto encarnados como desencarnados.” (Desobsessão por Corrente Magnética, p. 135). “A oração é prodigioso banho de forças, tal a vigorosa corrente mental que atrai. Por ela, Clara e Henrique [...] sorvem do nosso plano as substâncias renovadoras de que se repletam, a fim de conseguirem com eficiência, a favor do próximo.”(André Luiz, Nos Domínios da Mediunidade,12. ed., p.163). 19
  • 39. c) Emissão c) Emissão “ Com a formação da salutar corrente fluídica, pelo pensamento dos médiuns unidos entre si e com a espiritualidade superior, origina-se uma força mento-eletromagnética, um manancial de fluidos curativos, que é sustentado pela vontade consciente, intenção superior e atenção permanente, gerando múltiplas ações que são ampliadas pelo número de médiuns, por suas qualidades morais e pela homogeneização do ambiente. “ (Desobsessão por Corrente Magnética, p. 136). “ Comovido com a beleza de suas súplicas reparei com assombro que o coração se lhe transformava num foco ardente de luz, do qual saíam inúmeras partículas resplandecentes, projetando-se sobre o corpo e sobre a alma do esposo com a celeridade de minúsculos raios.” (André Luiz, Missionários da luz, 21.ed., p.65). 20
  • 40. d) Recepção d) Recepção “ Momento em que a corrente atua à semelhança de um eletroímã, permitindo a passagem, em seu campo de força, dos espíritos sofredores, atraindo-os em blocos ou em falanges, agrupados pelas vibrações similares. Como tais entidades não possuem o corpo físico, além de receberem os raios ou a salutar corrente fluídica, podem mergulhar ou se ligarem, como um plugue, às tomadas energéticas representadas pelos centros perispirituais dos médiuns psicofônicos em ação, ou se imantarem à corrente como um todo. As vibrações de ódio ou de desequilíbrios que trazem, recebem por alguns momentos a reação benfazeja das partículas luminescentes, emitidas pelos médiuns, gerando dessa forma uma verdadeira reação físico- química de natureza espiritual, libertando-as das formas psíquicas, bacilos, ovóides, fluidos degradantes que as envolvem, etc.” (Desobsessão por Corrente Magnética, p. 137). 21
  • 41.
  • 42.
  • 43. O QUE É O QUE É “Não ignora o amigo que, do mesmo modo que o médium, pelo perispírito, absorve as energias dos comunicantes espirituais que, no caso de estarem em sofrimento, perturbação ou desespero, de imediato experimentam melhora no estado geral, por diminuir-lhe a carga vibratória prejudicial, a recíproca é verdadeira...Trazido o Espírito rebelde ou malfazejo ao fenômeno da incorporação, o perispírito do médium transmite-lhe alta carga fluídica animal, chamemo-la assim, que bem comandada aturde-o, fa-lo quebrar algemas e mudar a maneira de pensar...” (Loucura e obsessão, 2. ed., p.135). O CHOQUE ANÍMICO O CHOQUE ANÍMICO 22
  • 44. Ímã • “Consideremos o médium como sendo um ímã e os Espíritos em determinada faixa vibratória, na condição de limalhas de ferro”(...) • ... “Do mesmo modo, os sofredores, atraídos pela irradiação do médium, absorvem-lhe a energia fluídica , com possibilidade de demorar-se por demorar-se por ela impregnados ela impregnados (...) tornando-os maleáveis às orientações e mais acessíveis à condução do bem.”(Loucura e Obsessão, Manuel P. Miranda)
  • 45. Os Efeitos “ A partir daquele momento, Ricardo passou a experimentar sensações agradáveis, a que se desacostumara. O mergulho nos fluidos salutares do médium Jonas propiciou-lhe uma rápida desintoxicação, modificando- lhe, por um momento embora, a densa psicosfera em que se situava”. “ O choque anímico, decorrente da psicofonia controlada, debilitou-o, fazendo- o adormecer por largo período.” (Manoel Philomeno de Miranda, Nas fronteiras da loucura, 2.ed., p. 185-186)23
  • 46. DAR AS MÃOS NA CORRENTE Termo utilizado por André Luiz: “O assistente organizou a corrente magnética, tomando posição guiadora cada irmão encarnado localiza-se entre dois de nós outros, almas libertas do plano físico mais experimentadas no campo espiritual. De mãos entrelaçadas, para permutar energias em assistência mútua, utilizamos intensivamente a volitação ganhando alturas. (André Luiz, Obreiros da Vida Eterna, 21. ed., p.194).
  • 47. Mãos dadas • ... Muitos servidores de nossa esfera mantinham-se de mãos dadas, formando extensa corrente protetora da mesa consagrada aos serviços da noite(...) • Trata-se da cadeia magnética necessária à eficiência de nossa tarefa de doutrinação. Sem essa rede de forças positivas, que opera a vigilância indispensável, não teríamos elementos para conter as entidades perversas e recalcitrantes.(...) (André Luiz, Missionários da Luz)
  • 48. AÇÃO MAGNÉTICA ATRAINDO UM ESPÍRITO PARA A CORRENTE E VÁRIOS OUTROS CONDUZIDOS POR ESPÍRITOS TRABALHADORES
  • 49. ESPÍRITOS SOFREDORES COLOCADOS EM LEITOS PARA ENCAMINHAMENTOE OUTROS, ENDURECIDOS NO MAL, IMPEDIDOS DE ENTRAR FAIXAS MAGNÉTICA S SEPARADOS POR FAIXAS CAMPO DA CORRENTE
  • 50. EQUIPE MEDIÚNICA EQUIPE MEDIÚNICA • O DIRIGENTE - é atribuição do dirigente a coordenação, orientação, condução e disciplina de todo o trabalho. (Desobsessão por Corrente Magnética, P. 165) • MÉDIUNS PSICOFÔNICOS - magnetização e doutrinação mental, vibração igual e contrária, emissão de uma salutar corrente fluídica que atinge o alvo independente da distância. Ligações rápida, transitórias de entidades sofredoras. (Desobsessão por Corrente Magnética, P. 171) • PASSISTAS - Seguindo a orientação do dirigente, auxiliam vibratoriamente e energeticamente os médiuns psicofônicos e as entidades que, durante a fase de recepção, se “ligam”, “passam” ou “mergulham” nos fluidos da corrente. (Desobsessão por Corrente Magnética, P. 183) • MÉDIUNS VIDENTES - deve prestar esclarecimentos quando solicitado. (Desobsessão por Corrente Magnética, P. 193) 24
  • 51. TERAPÊUTICA BÁSICA DE DESOBSESSÃO TERAPÊUTICA BÁSICA DE DESOBSESSÃO 1. Triagem ou conversação fraterna; 2. Reunião Pública de Evangelização e passes espíritas; 3. Aulas para os pacientes , com informações gerais sobre o tratamento, a partir de temas como obsessão, problemas familiares e pessoais, auto-cura etc,; 4. Passes de desobsessão e Corrente Magnética de atendimento geral; 5. Grupos de vibração, em benefício dos pacientes e seus familiares; 6. Trabalhos de desobsessão por doutrinação verbal; 7. Cursos na Casa Espírita 8. Caravanas de culto no lar (Desobsessão por Corrente Magnética, Editora Auta de Souza, p. 71). 25