SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Planejamento e Controle de Estoque
Níveis de Estoque
Profª Especialista: Jannieli Moraes
NÍVEIS DE ESTOQUE
Sendo os estoques
recursos físicos com valor
econômico associado, há a
necessidade de evitar
dispêndios desnecessários.
Para tanto, as
equações propostas a
seguir têm a finalidade de
manter níveis adequados
de estoque.
PREVISÃO DE ESTOQUE
 1- Estoque máximo- EM
 2- índice de cobertura (giro de estoque)-I.C
 3- Nível de ressuprimento- NR
 4- Estoque virtual- EV
 5- Estoque de segurança ou mínimo - ES
 6- Tempo de ressuprimento- TR
 7- Ponto de ruptura-PR
EM- ESTOQUE MÁXIMO
Conceito
É a quantidade máxima permitida em
estoque para o item em análise. O nível
máximo pode ser atingido pelo estoque
virtual, quando da emissão da ordem de
compra até a entrega das mercadorias.
EM- ESTOQUE MÁXIMO
ES – Estoque de segurança ou mínimo
FÓRMULA
EMmáx.= ES X 2
EXEMPLO
Numa empresa o estoque para
ressuprimento de um item é de 1715
pçs, qual deverá ser seu estoque
máximo?
EMmáx.= ES X 2
EM máx= 1715 x 2
EM máx = 3430 pçs
IC-Índice de cobertura ou giro de
estoque
Consiste no giro de estoques
FÓRMULA
IC= QV / QC
QV – Quantidade vendida
QC – Quantidade comprada
Exemplo
Numa empresa o item código 037 tem
as seguintes movimentações:
►Quantidade mensal de
entrada: 15000 pçs
►Quantidade mensal
requisitada para o processo
produtivo: 9600 pçs
IC= QV/QC
IC= 9600 / 15000
IC= 0,64%
Tabela de valores
estatísticos para o
índice de cobertura:
- De 0 a 30%
- RUIM
- De 30% A 70%
- BOM
- De 70% a 100%
- ÓTIMO
ES-ESTOQUE DE SEGURANÇA OU
MÍNIMO
Conceito
É a quantidade mínima aceitável
de estoques para suportar o tempo de
ressuprimento. Indica a quantidade de
estoques para iniciar os pedidos de
encomendas.
ES – Estoque de segurança ou
mínimo
Fórmula
ES= ( CMM X TR ) / 30 DIAS
TR = Tempo de ressuprimento
CMM =Consumo médio mensal
ES= ( CMM X TR) / 30 DIAS
ES =( 2450 X 21) / 30
ES= 1715 pçs
Analisando 6 meses de movimentação,
o consumo médio mensal de um item
foi de 2450 pçs, para a aquisição do
mesmo, o tempo de reposição é de 21
dias. Qual o estoque de segurança do
mesmo?
NR-NÍVEL DE RESSUPRIMENTO
Conceito
É a quantidade a ser atingida
pelo estoque real. Indica o nível
médio de estoques em função das
demandas de mercado.
NR- NÍVEL DE RESSUPRIMENTO
Fórmula
NR= [( ES + CMM) x TR]/30
ES= Estoque de segurança
CMM= Consumo médio mensal
TR= Tempo de ressuprimento
NR= [(ES + CMM) x TR] /30
NR=[(1715 + 2450)x21]/30
NR=2916 pçs
Qual o nível de ressuprimento de um
item com estoque de segurança de
1715 pçs, consumo médio mensal de
2450 pçs e tempo de reposição 21
dias?
TR- TEMPO DE RESSUPRIMENTO
Conceito
É o intervalo de tempo entre a
emissão da ordem de compra e o
recebimento de mercadorias oriundas
dos fornecedores. É composto por
tempos internos e externos de
movimentação de estoques.
TR- TEMPO DE RESSUPRIMENTO
Fórmula
TR=TPC+TAF+TT+TRR
TPC-Tempo de preparação de compra
TAF-Tempo de atendimento do fornecedor
TT- Tempo de transporte
TRR-Tempo de recebimento e regularização
TR=TPC+TAF+TT+TRR
TR= 2 + 12 + 5 + 2
TR= 21 DIAS
Para colocação do pedido de um
item, gasta-se 2 dias, fornecedor
produz o mesmo em 12 dias, gasta-se
5 dias de transporte e 2 dias para
recebimento e regularização.
Qual o tempo de ressuprimento deste
material?
ER-ESTOQUE REAL
Conceito
Consiste na quantidade real de
estoques em depósito. Não existem
estimativas matemáticas para este
critério.
O recomendado para verificar a
quantidade de estoques é a realização
de inventários para a redução de risco,
perdas e depreciação de materiais.
EV- ESTOQUE VIRTUAL
Conceito
É o estoque real acrescido das
quantidades encomendadas aos
fornecedores.
EV- ESTOQUE VIRTUAL
Fórmula
EV= ER + ENCOMENDAS
ER- Estoque real
EV= ER+ ENCOMENDAS
EV=3500+5200
EV= 8700 PÇS
Numa empresa o estoque real de um
determinado item é de 3500 pçs, sendo
realizada uma encomenda de 5200 pçs.
Qual o estoque virtual deste item?
PR- PONTO DE RUPTURA
Conceito
Indica que o estoque está nulo.
Ocorre quando o consumo de materiais
chegou ao nível zero.
É uma situação negativa para a
área de materiais, devido a compras
emergenciais e sem a existência do
poder de barganha com fornecedores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de aula logística 2012.2
Plano de aula logística   2012.2Plano de aula logística   2012.2
Plano de aula logística 2012.2Daniel Moura
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02Sheila Moreira Bezerra
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1Diego José
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoCharles Rebouças
 
MRP na prática - gerenciamento da produção
MRP na prática - gerenciamento da produção MRP na prática - gerenciamento da produção
MRP na prática - gerenciamento da produção Nara Oliveira
 
Tributos no comércio exterior
Tributos no comércio exteriorTributos no comércio exterior
Tributos no comércio exteriorABRACOMEX
 
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiais
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiaisRecebimento Armazenamento e Movimentação de materiais
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiaisGustavo Pessoa
 
Importação e exportação
Importação e exportaçãoImportação e exportação
Importação e exportaçãoAlison Gabriel
 

Mais procurados (20)

incoterms
incotermsincoterms
incoterms
 
Plano de aula logística 2012.2
Plano de aula logística   2012.2Plano de aula logística   2012.2
Plano de aula logística 2012.2
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1
 
Calculo giro de estoque
Calculo giro de estoqueCalculo giro de estoque
Calculo giro de estoque
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
 
MRP na prática - gerenciamento da produção
MRP na prática - gerenciamento da produção MRP na prática - gerenciamento da produção
MRP na prática - gerenciamento da produção
 
Cadeia de Suprimentos
Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
 
Marketing de varejo
Marketing de varejoMarketing de varejo
Marketing de varejo
 
01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística
 
Tributos no comércio exterior
Tributos no comércio exteriorTributos no comércio exterior
Tributos no comércio exterior
 
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiais
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiaisRecebimento Armazenamento e Movimentação de materiais
Recebimento Armazenamento e Movimentação de materiais
 
Administração de materiais 2008_02
Administração de materiais 2008_02Administração de materiais 2008_02
Administração de materiais 2008_02
 
Planejamento de Compras
Planejamento de ComprasPlanejamento de Compras
Planejamento de Compras
 
Importação e exportação
Importação e exportaçãoImportação e exportação
Importação e exportação
 
Estoque
Estoque Estoque
Estoque
 
Logistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - SlidesLogistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - Slides
 
Aula Compras
Aula ComprasAula Compras
Aula Compras
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
O case McDonalds - Lean SCM XIV Ed
O case McDonalds - Lean SCM XIV EdO case McDonalds - Lean SCM XIV Ed
O case McDonalds - Lean SCM XIV Ed
 

Semelhante a NIVEIS DE ESTOQUE - PROF JANNIELI MORAES.pptx

O plano de reposição de estoques
O plano de reposição de estoquesO plano de reposição de estoques
O plano de reposição de estoquesCarlos Alexandre Sá
 
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptaugustocosta82
 
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptaugustocosta82
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado61321330 adm-estoque-e-almoxarifado
61321330 adm-estoque-e-almoxarifadoVera Gomes
 
Abraao Conceitos de gestao de estoques.ppt
Abraao Conceitos de gestao de estoques.pptAbraao Conceitos de gestao de estoques.ppt
Abraao Conceitos de gestao de estoques.pptAndersonBarbosa629031
 
Apresentação 2.pptx
Apresentação 2.pptxApresentação 2.pptx
Apresentação 2.pptxssuser7bf558
 
Gestão de Stocks
Gestão de StocksGestão de Stocks
Gestão de Stocksdiogovelez
 
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Estoques
Administração da Produção - Planejamento e Controle de EstoquesAdministração da Produção - Planejamento e Controle de Estoques
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Estoquesdouglas
 
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadista
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadistaCustos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadista
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadistaAgnaldo Cruz
 
O aprovisionamento gestão de stocks final
O aprovisionamento gestão de stocks finalO aprovisionamento gestão de stocks final
O aprovisionamento gestão de stocks finaljoaoprates
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boianifabioboiani
 
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...IFSC
 
O aprovisionamento gestão de stocks
O aprovisionamento gestão de stocks O aprovisionamento gestão de stocks
O aprovisionamento gestão de stocks Andreramos98
 
Erick venancio 9º8
Erick venancio 9º8Erick venancio 9º8
Erick venancio 9º8erickv99
 
Felipe cesconetto custos de estoque
Felipe cesconetto   custos de estoqueFelipe cesconetto   custos de estoque
Felipe cesconetto custos de estoqueAgnaldo Cruz
 
Apostila cálculo de estoques
Apostila cálculo de estoquesApostila cálculo de estoques
Apostila cálculo de estoquesAlexandre Manta
 

Semelhante a NIVEIS DE ESTOQUE - PROF JANNIELI MORAES.pptx (20)

T&q
T&qT&q
T&q
 
Aula 2 - Estoque Minimo.pdf
Aula 2 - Estoque Minimo.pdfAula 2 - Estoque Minimo.pdf
Aula 2 - Estoque Minimo.pdf
 
O plano de reposição de estoques
O plano de reposição de estoquesO plano de reposição de estoques
O plano de reposição de estoques
 
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
 
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.pptADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
ADMINISTRAÇÃOFINANCEIRADEESTOQUES.ppt
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado61321330 adm-estoque-e-almoxarifado
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado
 
Abraao Conceitos de gestao de estoques.ppt
Abraao Conceitos de gestao de estoques.pptAbraao Conceitos de gestao de estoques.ppt
Abraao Conceitos de gestao de estoques.ppt
 
Apresentação 2.pptx
Apresentação 2.pptxApresentação 2.pptx
Apresentação 2.pptx
 
Gestão de Stocks
Gestão de StocksGestão de Stocks
Gestão de Stocks
 
Gestão de estoques
Gestão de estoquesGestão de estoques
Gestão de estoques
 
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Estoques
Administração da Produção - Planejamento e Controle de EstoquesAdministração da Produção - Planejamento e Controle de Estoques
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Estoques
 
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadista
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadistaCustos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadista
Custos de estoques e parâmetros de ressuprimento estudo de caso em um atacadista
 
O aprovisionamento gestão de stocks final
O aprovisionamento gestão de stocks finalO aprovisionamento gestão de stocks final
O aprovisionamento gestão de stocks final
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boiani
 
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...
My quadro de indicadores economico financeiros professor cleverson tabajara -...
 
O aprovisionamento gestão de stocks
O aprovisionamento gestão de stocks O aprovisionamento gestão de stocks
O aprovisionamento gestão de stocks
 
Erick venancio 9º8
Erick venancio 9º8Erick venancio 9º8
Erick venancio 9º8
 
Felipe cesconetto custos de estoque
Felipe cesconetto   custos de estoqueFelipe cesconetto   custos de estoque
Felipe cesconetto custos de estoque
 
PrazosMedios
PrazosMediosPrazosMedios
PrazosMedios
 
Apostila cálculo de estoques
Apostila cálculo de estoquesApostila cálculo de estoques
Apostila cálculo de estoques
 

Último

Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.E-Commerce Brasil
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...imostorept
 
Opções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfOpções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfReinerModro
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxEduardoRodriguesOliv2
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...E-Commerce Brasil
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...E-Commerce Brasil
 
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...E-Commerce Brasil
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...E-Commerce Brasil
 

Último (8)

Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 
Opções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfOpções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdf
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 

NIVEIS DE ESTOQUE - PROF JANNIELI MORAES.pptx

  • 1. Planejamento e Controle de Estoque Níveis de Estoque Profª Especialista: Jannieli Moraes
  • 2. NÍVEIS DE ESTOQUE Sendo os estoques recursos físicos com valor econômico associado, há a necessidade de evitar dispêndios desnecessários. Para tanto, as equações propostas a seguir têm a finalidade de manter níveis adequados de estoque.
  • 3. PREVISÃO DE ESTOQUE  1- Estoque máximo- EM  2- índice de cobertura (giro de estoque)-I.C  3- Nível de ressuprimento- NR  4- Estoque virtual- EV  5- Estoque de segurança ou mínimo - ES  6- Tempo de ressuprimento- TR  7- Ponto de ruptura-PR
  • 4. EM- ESTOQUE MÁXIMO Conceito É a quantidade máxima permitida em estoque para o item em análise. O nível máximo pode ser atingido pelo estoque virtual, quando da emissão da ordem de compra até a entrega das mercadorias.
  • 5. EM- ESTOQUE MÁXIMO ES – Estoque de segurança ou mínimo FÓRMULA EMmáx.= ES X 2
  • 6. EXEMPLO Numa empresa o estoque para ressuprimento de um item é de 1715 pçs, qual deverá ser seu estoque máximo? EMmáx.= ES X 2 EM máx= 1715 x 2 EM máx = 3430 pçs
  • 7. IC-Índice de cobertura ou giro de estoque Consiste no giro de estoques FÓRMULA IC= QV / QC QV – Quantidade vendida QC – Quantidade comprada
  • 8. Exemplo Numa empresa o item código 037 tem as seguintes movimentações: ►Quantidade mensal de entrada: 15000 pçs ►Quantidade mensal requisitada para o processo produtivo: 9600 pçs IC= QV/QC IC= 9600 / 15000 IC= 0,64% Tabela de valores estatísticos para o índice de cobertura: - De 0 a 30% - RUIM - De 30% A 70% - BOM - De 70% a 100% - ÓTIMO
  • 9. ES-ESTOQUE DE SEGURANÇA OU MÍNIMO Conceito É a quantidade mínima aceitável de estoques para suportar o tempo de ressuprimento. Indica a quantidade de estoques para iniciar os pedidos de encomendas.
  • 10. ES – Estoque de segurança ou mínimo Fórmula ES= ( CMM X TR ) / 30 DIAS TR = Tempo de ressuprimento CMM =Consumo médio mensal
  • 11. ES= ( CMM X TR) / 30 DIAS ES =( 2450 X 21) / 30 ES= 1715 pçs Analisando 6 meses de movimentação, o consumo médio mensal de um item foi de 2450 pçs, para a aquisição do mesmo, o tempo de reposição é de 21 dias. Qual o estoque de segurança do mesmo?
  • 12. NR-NÍVEL DE RESSUPRIMENTO Conceito É a quantidade a ser atingida pelo estoque real. Indica o nível médio de estoques em função das demandas de mercado.
  • 13. NR- NÍVEL DE RESSUPRIMENTO Fórmula NR= [( ES + CMM) x TR]/30 ES= Estoque de segurança CMM= Consumo médio mensal TR= Tempo de ressuprimento
  • 14. NR= [(ES + CMM) x TR] /30 NR=[(1715 + 2450)x21]/30 NR=2916 pçs Qual o nível de ressuprimento de um item com estoque de segurança de 1715 pçs, consumo médio mensal de 2450 pçs e tempo de reposição 21 dias?
  • 15. TR- TEMPO DE RESSUPRIMENTO Conceito É o intervalo de tempo entre a emissão da ordem de compra e o recebimento de mercadorias oriundas dos fornecedores. É composto por tempos internos e externos de movimentação de estoques.
  • 16. TR- TEMPO DE RESSUPRIMENTO Fórmula TR=TPC+TAF+TT+TRR TPC-Tempo de preparação de compra TAF-Tempo de atendimento do fornecedor TT- Tempo de transporte TRR-Tempo de recebimento e regularização
  • 17. TR=TPC+TAF+TT+TRR TR= 2 + 12 + 5 + 2 TR= 21 DIAS Para colocação do pedido de um item, gasta-se 2 dias, fornecedor produz o mesmo em 12 dias, gasta-se 5 dias de transporte e 2 dias para recebimento e regularização. Qual o tempo de ressuprimento deste material?
  • 18. ER-ESTOQUE REAL Conceito Consiste na quantidade real de estoques em depósito. Não existem estimativas matemáticas para este critério. O recomendado para verificar a quantidade de estoques é a realização de inventários para a redução de risco, perdas e depreciação de materiais.
  • 19. EV- ESTOQUE VIRTUAL Conceito É o estoque real acrescido das quantidades encomendadas aos fornecedores.
  • 20. EV- ESTOQUE VIRTUAL Fórmula EV= ER + ENCOMENDAS ER- Estoque real
  • 21. EV= ER+ ENCOMENDAS EV=3500+5200 EV= 8700 PÇS Numa empresa o estoque real de um determinado item é de 3500 pçs, sendo realizada uma encomenda de 5200 pçs. Qual o estoque virtual deste item?
  • 22. PR- PONTO DE RUPTURA Conceito Indica que o estoque está nulo. Ocorre quando o consumo de materiais chegou ao nível zero. É uma situação negativa para a área de materiais, devido a compras emergenciais e sem a existência do poder de barganha com fornecedores.