SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
FORMA
    E
ESTRUTURA
      Professora Cristiana Gomes
As formas que nos
              rodeiam
 Se observarmos o meio que nos rodeia, verificamos que tudo o que nos rodeia tem uma
 FORMA, as quais conseguimos identificar como formas geométricas.

 A Geometria foi criada para dar resposta à necessidade, que o homem sentiu de produzir
 registos gráficos rigorosos.




  Page  2
 O Homem sente necessidade de intervir permanentemente no
 meio em que se desenvolve. Assim, inventa e constrói sistemas
 estruturais.

 A adaptação que o homem fez das formas da Natureza às suas
 necessidades, denomina-se relação FORMA/ FUNÇÃO, utilizando
 o material adequado à função desejada (objectos funcionais).

 O Homem procura inspiração nas formas naturais, encontrando
 soluções para resolver as dificuldades que lhe surgiam.

 Por exemplo, a forma das patas dos patos, facilita-lhes a
 deslocação dentro de água (existe sempre uma relação entre a
 forma das coisas e a sua função.)




  Page  3
Para responder às necessidades sentidas, o homem partindo da
  observação dos fenómenos naturais, realizou vários estudos, para
  encontrar a melhor solução.




  Observação das asas        Estudos para um meio de transporte aéreo




Page  4
A Estrutura
 A Estrutura é o elemento fundamental de qualquer forma; é o que
  suporte uma forma; define o aspecto exterior (forma) de qualquer
  objecto.


 É o princípio organizador dos
  elementos que constituem a
  forma (textura, linha de contorno,
  volume, tamanho, cor)




Page  5
Estruturas Naturais
Todas as estruturas criadas pela Natureza são Estruturas Naturais (não têm
a intervenção do homem).
O esqueleto dos animais é uma estrutura flexível que suporta e dá forma ao
corpo, protege os órgãos e sustenta os músculos que o fazem movimentar.




       Estruturas internas (não visíveis)



Page  6
As folhas permitem observar facilmente a sua estrutura.




Page  7
Também os troncos e ramos das árvores…




                        … são Estruturas




Page  8
Page  9
As Estruturas Naturais podem ter forma regular ou irregular




            Regulares                         Irregulares


Page  10
Estruturas
Artificiais
O Homem constrói variadíssimas estruturas que suportam e
equilibram os objectos que inventa.
                                             Irregular




            Regular

As Estruturas Artificiais também podem ter uma forma regular ou irregular



Page  11
Estruturas são também as
pontes e as vigas



Page  12
A FORMA
 Tudo o que nos rodeia tem uma forma e essas formas são
  diferentes umas das outras.
 Podemos dividir as Formas nas seguintes categorias:
  – Formas Naturais e Artificiais
  – Formas Livres e Geométricas
  – Formas Artísticas e Funcionais
  – Formas Bidimensionais e Tridimensionais




Page  13
Formas Naturais e
Artificiais
 Formas Naturais são aquelas que     Formas Artificiais são todas as
  encontramos na natureza e não        criadas pelo Homem
  sofreram qualquer intervenção do
  Homem




Page  14
Forma Natural




                            Forma Artificial




Page  15
Formas Livres e
Geométricas
 Formas livres são todas as que não    Formas geométricas são as que
  obedecem a nenhuma regra de            obedecem a regras de construção ou
  construção ou forma específica.        apresentam características
                                         geométricas




Page  16
Formas Artísticas e
Funcionais
 Formas Artísticas são formas que      Formas Funcionais são formas
  representam uma manifestação de Arte. criadas para desempenhar
                                         determinada função




Page  17
Movimento
                 Artístico:
                 Pop Art




    Muitas vezes, as Formas
    Funcionais podem ser
    ao mesmo tempo artísticas



Page  18
Formas Bidimensionais e
Tridimensionais
 As formas bidimensionais (2D) são      As formas tridimensionais (3D)
  formas planas que apresentam apenas     apresentam três dimensões, a altura,
  duas dimensões, a altura e o            largura e comprimento.
  comprimento.




Page  19
Estrutura na Arte
            Pintura                Escultura




Page  20
Arquitectura   Design




Page  21

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Texturas
TexturasTexturas
Texturas
 
Texturas
TexturasTexturas
Texturas
 
Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual
 
Módulo padrão
Módulo padrãoMódulo padrão
Módulo padrão
 
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
 
Expressão e composição da forma
Expressão e composição da formaExpressão e composição da forma
Expressão e composição da forma
 
Sistema de Projeção Axonométrica
Sistema de Projeção AxonométricaSistema de Projeção Axonométrica
Sistema de Projeção Axonométrica
 
Textura e estrutura
Textura e estruturaTextura e estrutura
Textura e estrutura
 
Módulo/Padrão
Módulo/PadrãoMódulo/Padrão
Módulo/Padrão
 
Elementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da FormaElementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da Forma
 
ESTRUTURAS
ESTRUTURASESTRUTURAS
ESTRUTURAS
 
Elementos visuais da forma
Elementos visuais da forma Elementos visuais da forma
Elementos visuais da forma
 
Modulo E Padrao
Modulo E PadraoModulo E Padrao
Modulo E Padrao
 
A Letra
A LetraA Letra
A Letra
 
Visão e Percepção
Visão e PercepçãoVisão e Percepção
Visão e Percepção
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
 
Fichas ev 7 8
Fichas ev 7 8Fichas ev 7 8
Fichas ev 7 8
 
Comunicacao Visual
Comunicacao VisualComunicacao Visual
Comunicacao Visual
 
Aula EE - composicao
Aula EE - composicaoAula EE - composicao
Aula EE - composicao
 
O Ponto
O PontoO Ponto
O Ponto
 

Mais de Cristiana Gomes (20)

Tipos de Movimento
Tipos de MovimentoTipos de Movimento
Tipos de Movimento
 
Esforços nas Estruturas p6
Esforços nas Estruturas p6Esforços nas Estruturas p6
Esforços nas Estruturas p6
 
Tipos de Estruturas p6
Tipos de Estruturas p6Tipos de Estruturas p6
Tipos de Estruturas p6
 
O Papel
O PapelO Papel
O Papel
 
Objeto Técnico - 5º/6º
Objeto Técnico - 5º/6ºObjeto Técnico - 5º/6º
Objeto Técnico - 5º/6º
 
A Embalagem
A EmbalagemA Embalagem
A Embalagem
 
Ev Teoria da Gestalt p6
Ev Teoria da Gestalt p6Ev Teoria da Gestalt p6
Ev Teoria da Gestalt p6
 
Como pesquisar na internet
Como pesquisar na internetComo pesquisar na internet
Como pesquisar na internet
 
Como criar um_blogue
Como criar um_blogueComo criar um_blogue
Como criar um_blogue
 
Electricidade
ElectricidadeElectricidade
Electricidade
 
Trabalho de Pesquisa
Trabalho de PesquisaTrabalho de Pesquisa
Trabalho de Pesquisa
 
A cor
A cor  A cor
A cor
 
Banda Desenhada
Banda Desenhada Banda Desenhada
Banda Desenhada
 
Teatro de Animação
Teatro de AnimaçãoTeatro de Animação
Teatro de Animação
 
Ponto e linha
Ponto e linhaPonto e linha
Ponto e linha
 
Movimentos Artísticos
Movimentos ArtísticosMovimentos Artísticos
Movimentos Artísticos
 
Módulo e padrão
Módulo e padrãoMódulo e padrão
Módulo e padrão
 
Método de resolução de problemas
Método de resolução de problemasMétodo de resolução de problemas
Método de resolução de problemas
 
Geometria, sólidos geométricos
Geometria, sólidos geométricosGeometria, sólidos geométricos
Geometria, sólidos geométricos
 
Geometria ponto e linha
Geometria ponto e linhaGeometria ponto e linha
Geometria ponto e linha
 

Último

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 

Último (20)

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 

Forma e Estrutura

  • 1. FORMA E ESTRUTURA Professora Cristiana Gomes
  • 2. As formas que nos rodeiam  Se observarmos o meio que nos rodeia, verificamos que tudo o que nos rodeia tem uma FORMA, as quais conseguimos identificar como formas geométricas.  A Geometria foi criada para dar resposta à necessidade, que o homem sentiu de produzir registos gráficos rigorosos. Page  2
  • 3.  O Homem sente necessidade de intervir permanentemente no meio em que se desenvolve. Assim, inventa e constrói sistemas estruturais.  A adaptação que o homem fez das formas da Natureza às suas necessidades, denomina-se relação FORMA/ FUNÇÃO, utilizando o material adequado à função desejada (objectos funcionais).  O Homem procura inspiração nas formas naturais, encontrando soluções para resolver as dificuldades que lhe surgiam.  Por exemplo, a forma das patas dos patos, facilita-lhes a deslocação dentro de água (existe sempre uma relação entre a forma das coisas e a sua função.) Page  3
  • 4. Para responder às necessidades sentidas, o homem partindo da observação dos fenómenos naturais, realizou vários estudos, para encontrar a melhor solução. Observação das asas Estudos para um meio de transporte aéreo Page  4
  • 5. A Estrutura  A Estrutura é o elemento fundamental de qualquer forma; é o que suporte uma forma; define o aspecto exterior (forma) de qualquer objecto.  É o princípio organizador dos elementos que constituem a forma (textura, linha de contorno, volume, tamanho, cor) Page  5
  • 6. Estruturas Naturais Todas as estruturas criadas pela Natureza são Estruturas Naturais (não têm a intervenção do homem). O esqueleto dos animais é uma estrutura flexível que suporta e dá forma ao corpo, protege os órgãos e sustenta os músculos que o fazem movimentar. Estruturas internas (não visíveis) Page  6
  • 7. As folhas permitem observar facilmente a sua estrutura. Page  7
  • 8. Também os troncos e ramos das árvores… … são Estruturas Page  8
  • 10. As Estruturas Naturais podem ter forma regular ou irregular Regulares Irregulares Page  10
  • 11. Estruturas Artificiais O Homem constrói variadíssimas estruturas que suportam e equilibram os objectos que inventa. Irregular Regular As Estruturas Artificiais também podem ter uma forma regular ou irregular Page  11
  • 12. Estruturas são também as pontes e as vigas Page  12
  • 13. A FORMA  Tudo o que nos rodeia tem uma forma e essas formas são diferentes umas das outras.  Podemos dividir as Formas nas seguintes categorias: – Formas Naturais e Artificiais – Formas Livres e Geométricas – Formas Artísticas e Funcionais – Formas Bidimensionais e Tridimensionais Page  13
  • 14. Formas Naturais e Artificiais  Formas Naturais são aquelas que  Formas Artificiais são todas as encontramos na natureza e não criadas pelo Homem sofreram qualquer intervenção do Homem Page  14
  • 15. Forma Natural Forma Artificial Page  15
  • 16. Formas Livres e Geométricas  Formas livres são todas as que não  Formas geométricas são as que obedecem a nenhuma regra de obedecem a regras de construção ou construção ou forma específica. apresentam características geométricas Page  16
  • 17. Formas Artísticas e Funcionais  Formas Artísticas são formas que  Formas Funcionais são formas representam uma manifestação de Arte. criadas para desempenhar determinada função Page  17
  • 18. Movimento Artístico: Pop Art Muitas vezes, as Formas Funcionais podem ser ao mesmo tempo artísticas Page  18
  • 19. Formas Bidimensionais e Tridimensionais  As formas bidimensionais (2D) são  As formas tridimensionais (3D) formas planas que apresentam apenas apresentam três dimensões, a altura, duas dimensões, a altura e o largura e comprimento. comprimento. Page  19
  • 20. Estrutura na Arte Pintura Escultura Page  20
  • 21. Arquitectura Design Page  21