Primeiras idéias para a hereditariedade

10.225 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Primeiras idéias para a hereditariedade

  1. 1. PRIMEIRAS IDÉIAS PARA A HEREDITARIEDADE
  2. 2. ALCMEON DE CROTONA (500 a.C) • Acreditava que homens e mulheres tinham sêmen e que este se originava no cérebro. Segundo ele, o sexo das crianças era determinado pela preponderância so sêmen de um dos pais.
  3. 3. EMPÉDOCLES DE ACRAGAS ( 492-432 a.C.) O calor do útero era decisivo na determinação do sexo dos bebês: útero quente produzia homem; útero frio, mulheres
  4. 4. ANAXÁGORAS DE CLAZOMENE ( 500-428 a.C.) Postulava que o sêmen ocorria apenas no macho e continha um protótipo de cada órgão do futuro ser; as fêmeas atuariam apenas como receptoras e nutridoras do ser pré-formado. TEORIA DA DIREITA E DA ESQUERDA: meninos eram gerados no lado direito do corpo e as meninas no lado esquerdo.
  5. 5. HIPÓCRATES DE COS ( 460-370 a.C.) PANGÊNESE Cada órgão ou parte do corpo de um organismo vivo produziria partículas hereditárias chamadas gêmulas, estas migrariam para o sêmen do macho e da fêmea e seriam transmitidas aos descendentes no momento da concepção. O novo ser seria elaborado a partir das gêmulas recebidas dos genitores, o que explicaria as semelhanças entre pais e filhos. ADEPTOS: Lamarck e Darwin
  6. 6. ARISTÓTELES 384-322 a.C.) CRITICAVA A PANGÊNESE A fêmea fornecia a “matéria” básica que constituía e nutria o ser em formação, enquanto o macho fornecia, por meio do sêmen, a “essência”, transmitindo-lhe a alma, fonte da forma e do movimento. Desenvolvimento normal: ser semelhante ao pai Desenvolvimento com pequena falha: parecido com a mãe. Desenv. com grandes falhas: prevaleceriam características dos avós e assim sucessivamente.
  7. 7. WILLIAM HARVEY (1578- 1657) Propôs que todo animal se origina de um ovo. Acreditava que o ovo produzido pela fêmea necessitava ser fertilizado pelo sêmen do macho para originar um novo ser. 1. Todo o material necessário para produzir um novo ser já estaria presente no ovo, faltando apenas ser modelado. 2. O material que constituiria o novo ser teria de ser produzido a medida que o desenvolvimento fosse ocorrendo.
  8. 8. NEHEMIAH GREW (1641-1711) • Sugeriu que o grão de pólen era o elemento masculino da reprodução das plantas com flores.
  9. 9. TEORIA DA PRÉ-FORMAÇÃO ( SÉCULO XVIII)• CONSIDERAVA A EXISTÊNCIA DE UM SER PRÉ-FORMADO NO OVO; O DESENVOLVIMENTO CONSISTIRIA APENAS NO SEU CRESCIMENTO.• OVISTAS: o ser pré-formado estava no óvulo.• ESPERMISTAS: o ser pré-formado estava no esperma.
  10. 10. TEORIA EPIGENÉTICA OU EPIGÊNESE• O OVO FERTILIZADO CONTINHA UM MATERIAL INICIALMENTE AMORFO, MAS COM O POTENCIAL PARA ORIGINAR UM NOVO SER, QUE SE ESTRUTURARIA E SE DIFERENCIARIA AO LONGO DO DESENVOLVIMENTO.
  11. 11. ANTONIE VAN LEEUWENHOEK (em 1667) • Descobriu que o sêmen expelido pelos machos contém uma enorme quantidade de criaturas microscópicas, os sptz. No interior de cada um deles havia um ser pré-formado.
  12. 12. LINEU • NÃO CONSEGUIU CLASSIFICAR OS “ ANIMAIS” ENCONTRADO NO ESPERMA POR LEEUWENHOEK.
  13. 13. LAZARO SPALLANZANI (1784) • TENTOU DETERMINAR A FUNÇÃO DO SÊMEN NA REPRODUÇÃO DE RÃS E CONCLUIU QUE OS SPTZ NÃO PARTICIPAVAM DA FERTILIZAÇÃO.
  14. 14. RUDOLF ALBERT COM KOLLIKER (1841) • DESCOBRIU QUE OS SPTZ NÃO ERAM “ANIMAIS”, MAS CÉLULAS MODIFICADAS.

×