TELECENTRO COMUNITÁRIO VOZ POPULAR - MÓDULO CORAIS.ORG

273 visualizações

Publicada em

Organização: Daniel Pereira
Parceria: NUPLAR/INCUBES-UFPB
Apoio: GOVERNO FEDERAL/MINC e PREFEITURA DE JOÃO PESSOA/FUNJOPE

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TELECENTRO COMUNITÁRIO VOZ POPULAR - MÓDULO CORAIS.ORG

  1. 1. DanielPereiradosSantos CENTRO POPULAR DE CULTURA E COMUNICAÇÃO PONTO DE CULTURA VOZ DA PERIFERIA TELECENTRO COMUNITÁRIO VOZ POPULAR Apoio:
  2. 2. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos O que são Corais?
  3. 3. Conforto versus alienação Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos MULTIPLATAFORMA
  4. 4. • Abertura do código fonte • Documentação • É acessível Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos • Projetos abertos • Design Colaborativo SOFTWARE LIVRE
  5. 5. O livro Coralizando está disponível no link: http://corais.org/sites/default/files/coralizando_colaboracao_versao1.pdf Plataforma corais.org O livro explica os conceitos que estão por trás da prática de coralizar. A colaboração não é algo que acontece por acaso; existe um pensamento por trás. A Plataforma Corais propicia a realização do pensamentos orientado ao comum, ajudando a fazer acontecer na prática ou, no mínimo, tornar este comum mais palpável. Compartilhar conhecimentos é o primeiro passo. O segundo passo é a gestão de projetos sem depender de um@ chef@ ou de qualquer outra estrutura hierárquica. A Plataforma Corais oferece ferramentas colaborativas baseadas em software livre que ajudam as pessoas a se organizarem com poucos recursos iniciais. DanielPereiradosSantos
  6. 6. Plataforma corais.org Frederick van Amstel, é o Coordenador do Projeto Corais, atualmente mora na Holanda. DanielPereiradosSantos
  7. 7. O Laboratório de Cultura Digital conversou com o atual coordenador do projeto, Frederick van Amstel, sobre a plataforma e a suas diversas possibilidades. Frederick é formado em Jornalismo e mestre em tecnologia. Atualmente vive na Holanda, onde realiza pesquisa de doutorado sobre design participativo na Universidade de Twente. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos ORIGEM DA PLATAFORMA CORAIS Corais é uma plataforma feita em tecnologias livres para a construção colaborativa de projetos online. Diferente de qualquer outra plataforma do tipo existente, o Corais conta com uma série de recursos e ferramentas que auxiliam os usuários na construção de seus projetos. Além disso, deixa, voluntariamente, uma trilha de conhecimentos que pode ser acessada futuramente por interessados e pelos entusiastas da plataforma. À semelhança de um coral, que oferece estrutura para diferentes formas de vida marinha, a plataforma Corais pretende o mesmo: criar uma grande rede de produtores colaborativos através das ferramentas e das tecnologias disponibilizadas.
  8. 8. O Instituto Faber-Ludens vinha desenvolvendo projetos abertos em seu website desde 2007. Qualquer pessoa podia acessar os resultados e até participar dos projetos. Graças à essa estrutura, nossos pesquisadores e alunos conseguiam trabalhar colaborativamente mesmo estando espalhados pelos quatro cantos do país. Pensando que isso poderia ser útil para outras instituições a gente criou a Plataforma Corais em 2011. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos COMO FOI A CONCEPÇÃO DO CORAIS?
  9. 9. O objetivo do Corais é fornecer uma estrutura propícia para a proliferação de diferentes formas de vida. Cada projeto hospedado é considerado vivo enquanto as pessoas colaboram. Quando se torna inativo e morre, os rastros deixados pela colaboração, ou seja, as discussões e documentos gerados, podem ser usados por novos projetos. Essa dinâmica de colaboração é análoga aos recifes de corais, que usam estruturas mortas como base para seu desenvolvimento. Nós implementamos várias outras dinâmicas inspiradas no design da natureza com o intuito de pensar a colaboração como um ecossistema vivo. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos QUAIS SÃO OS CONCEITOS POR TRÁS DA PLATAFORMA?
  10. 10. A Plataforma Corais permite que projetos aconteçam mesmo que as pessoas envolvidas não possam se encontrar pessoalmente e mesmo que não hajam recursos financeiros disponíveis. Cada pessoa participa quando pode, no seu horário livre. As tarefas podem ser geridas horizontalmente, sem que uma pessoa tenha que carregar a cruz de dizer o que precisa ser feito. Quando o projeto descobre que pode gerar valor, é possível habilitar a ferramenta de moeda social. Em suma, o Corais é feito para projetos de gestão ou fortalecimento de uma comunidade. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos QUE TIPOS DE PROJETOS PODEM SER GERIDOS ATRAVÉS DA CORAIS?
  11. 11. Plataforma corais.org Como funciona essa construção colaborativa de projetos? Como saber que o que já foi construído não será apagado? A construção colaborativa depende da maneira como os participantes do projeto usam as ferramentas disponíveis. Temos projetos em que os usuários preferem colaborar por meio do texto colaborativo em tempo real, outros que preferem posts e comentários, outros que se concentram na distribuição de tarefas, e outros que trocam imagens e vídeos. Tudo depende da habilidade dos participantes em usar a ferramenta, pois a plataforma não impõe uma maneira específica de colaborar. “Eu acredito muito que colaboração é um fenômeno emergente, difícil de ser colocado numa estrutura pré-definida”. Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos
  12. 12. Os conteúdos gerados pelos projetos são licenciados em Creative Commons para poderem ser usados por outros projetos. Embora seja possível ao criador do projeto apagá-lo quando este se torna inativo, a maioria deixa-os disponíveis. A hospedagem deste conteúdo, que fica aberto para qualquer visitante, é patrocinada pela Locaweb, uma das maiores empresas do ramo na América-Latina. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos
  13. 13. Existem várias ferramentas colaborativas no mercado, mas elas não promovem a formação de comunidades. O conteúdo fica fechado atrás de uma senha, com direitos autorais reservados pela empresa que oferece a ferramenta. Ninguém pode descobrir esse conteúdo e se tornar eventualmente um colaborador. A Plataforma Corais é um espaço comum para desenvolvimento de projetos colaborativos. É possível conhecer novas pessoas e se valer da experiência delas. Além disso, como o código-fonte é livre, novas ferramentas são desenvolvidas constantemente. Atualmente não existe nenhuma outra plataforma que ofereça o mesmo mix de ferramentas que a Corais: blog, moeda social, cursos à distância, gestor de tarefas, chat, calendário, e muito mais, tudo integrado! Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos COMO AS FERRAMENTAS DISPONÍVEIS NA PLATAFORMA AJUDAM NA CONSTRUÇÃO COLABORATIVA DESSES PROJETOS?
  14. 14. Além do ambiente para projetos, o Corais oferece uma árvore de conhecimentos generalizados, passíveis de serem aplicados em qualquer projeto. Esta árvore conecta-se com os projetos no momento em que uma tarefa é adicionada. Ela pode incluir um link para a página do conhecimento generalizado que dá base para a execução da tarefa. A vantagem é que se pode consultar esta árvore enquanto se executa a tarefa e pode-se descobrir novos conhecimentos, inclusive, verificando as tarefas associadas a eles em outros projetos. A árvore do conhecimento também pode ser usada para a criação de cursos à distância e material didático, como os cartões de planejamento UXCards. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos UMA DAS PROPOSTAS DO CORAIS GIRA EM TORNO DO CONHECIMENTO E APRENDIZADO LIVRES. COMO A PLATAFORMA DÁ VAZÃO A ESTAS IDEIAS?
  15. 15. COMO FUNCIONA A QUESTÃO DO DESIGN LIVRE? • O design livre é a filosofia por trás disso tudo. No livro de mesmo nome a gente propôs as seguintes liberdades fundamentais, inspiradas nas liberdades do software livre: • A liberdade de aprender a usar. Independente de um uso proposto ou esperado no projeto aberto que for consultado. • A liberdade de estudar e reproduzir o processo que gerou o produto. Consultar a documentação das decisões de design, os arquivos-fonte. • A liberdade de colaborar com o processo, inclusive modificando o mesmo. Alterar qualquer parte de um processo. • A liberdade de aprender a fazer. E produzir e reproduzir. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos
  16. 16. Essas liberdades se tornam relevantes quando os projetos são desenvolvidos em público, para o público. A gente vê tanta coisa ao nosso redor que foi projetada e que não tivemos oportunidade de interferir no processo de produção. Porém, temos sempre a possibilidade de recomeçar esse processo à partir dos recursos que temos à mão fazendo hacks, gambiarras, usos criativos. A Plataforma Corais demonstra que essa continuidade infinita e indeterminada de projetos pode ser legalizada e estimulada, apresentando resultados práticos e inovadores. Plataforma corais.org Fonte: http://labculturadigital.org/2014/01/30/corais-plataforma-livre-para-criacao-colaborativa-de-projetos/ DanielPereiradosSantos
  17. 17. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  18. 18. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  19. 19. Pontuação de um dos alunos do Curso Online de AI Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CAPITAL SOCIAL - PONTUAÇÃO
  20. 20. Pontuação do CPCC, moeda Orquídea Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CAPITAL SOCIAL - PONTUAÇÃO
  21. 21. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos PROJETOS CORAIS  Projeto fechado e público  Projeto privado  Banco Comunitário
  22. 22. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos Mais de 290 projetos cadastrados (aberto, moderados e com convites) 24 projetos de reformulação de sites de ONGs até o momento 3641 Membros atuais PROJETOS CORAIS Somente com convite Aberto Moderado
  23. 23. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  24. 24. SOBRE A PLATAFORMA CORAIS Corais é uma plataforma para desenvolvimento de projetos colaborativos. Assim como um recife de corais oferece infraestrutura propícia para diferentes formas de vida marinha, esta plataforma visa a proliferação de projetos colaborativos que contribuam para o bem comum. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  25. 25. O Instituto Faber-Ludens criou essa plataforma em 2011 para apoiar o desenvolvimento de projetos abertos em outras organizações, sem necessariamente haver vínculos formais com o Instituto, seguindo a estratégia de Inovação Aberta. Em 2012, o Corais tornou-se independente do Instituto Faber-Ludens e, em 2013, mudou-se para o Instituto Ambiente em Movimento. No IAM, a plataforma é desenvolvida por Frederick van Amstel. A história do Corais está documentada no artigo Design Livre: Cannibalistic Interaction Design, publicado no Fórum Internacional de Design como Processo. O artigo recupera a noção de antropofagia desenvolvida pelo Modernismo brasileiro e recentemente pelo movimento de Cultura Digital. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos ORIGEM
  26. 26. O Corais é um Living Lab filiado à Rede Europeia de Living Labs. Living Lab é um espaço de desenvolvimento de projetos compartilhado por várias organizações públicas e privadas que desejam colaborar para inovar em conjunto. O Living Lab facilita a troca de conhecimento e oferece infraestrutura para cocriação e teste de novos produtos. O Living Lab enfatiza que os produtos sejam criados e testados em contextos reais, não em laboratórios antissépticos, por isso o nome living (vivo) e lab (laboratório). O Corais é, portanto, um ecossistema que envolve laboratórios, salas de aula, comunidades e startups que acreditam no aprender fazendo, fazer aprendendo. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CONCEITO
  27. 27. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CONCEITO
  28. 28. No Corais tudo que é postado no sistema fica disponível para os participantes do projeto e também para qualquer pessoa que esteja logada no Corais, criando assim uma base de conhecimento para futuras consultas, a tão aclamada documentação exigida pelos gerentes de projetos gerada instantaneamente com o desenvolvimento do projeto. Além disso, pessoas fora do projeto podem contribuir com comentários ou se juntar ao projeto e contribuir mais ativamente. A cada atualização no projeto os membros do grupo recebem uma notificação por e-mail, mantendo uma dinâmica colaborativa em que todos estão a par do que está acontecendo. O conhecimento gerado é licenciado por Creative Commons, uma licença que permite o uso por projetos futuros sem precisar pagar direitos autorais ou pedir autorização. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CONHECIMENTO ABERTO
  29. 29. O Corais conta com diversas ferramentas que permitem a colaboração e o desenvolvimento de projetos remotamente. Vamos visita-las? Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos FERRAMENTAS COLABORATIVAS
  30. 30. O Corais conta com diversas ferramentas que permitem a colaboração e o desenvolvimento de projetos remotamente. Vamos visita-las? Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos FERRAMENTAS COLABORATIVAS Com estas ferramentas em mão os participantes podem fazer suas reuniões, debater questões, fomentar o projeto com informações de forma colaborativa e livre. Quanto maior a dialética mais transparente se torna a caixa preta, permitindo a apropriação do conhecimento e a futura validação do projeto, já que todas as etapas de pesquisa e concepção estarão documentadas. O Corais adquire as comunicações dentro do projeto e a torna disponível a todos, gerando uma documentação de projeto. Esta validação é importante para se mostrar o caminho percorrido para chegar àquele resultado considerado final, quantas ideias foram deixadas de lado, quantas se juntaram e se tornaram uma. Mostrando o valor do design como processo de inovação social.
  31. 31. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos ÁRVORE DO CONHECIMENTO
  32. 32. O Corais possibilita o aprendizado continuado mesmo que o projeto que estava sendo desenvolvido tenha acabado. Através da Árvore do Conhecimento, que representa descrição de metodologias design de forma colaborativa como em um wiki, todos podem dar sua contribuição expandindo o conhecimento para a comunidade. Ao utilizar um dos métodos da Árvore em um projeto, é criado um link que adiciona o método como referência no projeto. Assim se cria uma base de exemplos de forma orgânica para cada um dos métodos disponíveis. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos ÁRVORE DO CONHECIMENTO
  33. 33. Pelo processo de realização de projetos no Corais ser público, o participante acaba criando uma espécie de portifólio online. É uma forma de expor seus trabalhos de forma rápida. O grande diferencial deste portifólio gerado pelo Corais para os portifólios comuns, é que não se exibe só o resultado final mas sim todo o processo criativo que levou àquele resultado. Assim, dando maior respaldo a pesquisa e concepções realizadas no decorre do trabalho, já que tudo está documentado automaticamente. E como forma de estímulo a produção o participante ainda ganha pontos na comunidade. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos ÁRVORE DO CONHECIMENTO
  34. 34. É um baralho de métodos em desenvolvimento na plataforma livre Corais. Através do brainstorming colaborativo os UX Cards podem ser utilizados de diferentes maneiras com a finalidade de resolver problemas de Design, planejamento de projetos em User Experience (UX) e revisão do workflow (processo de trabalho). Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos UXCARDS
  35. 35. LIVRO COLABORATIVO Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  36. 36. O Corais foi desenvolvido inspirado na filosofia do Design Livre, descrita no livro de igual nome. Este livro foi escrito em uma semana por 12 colaboradores, que utilizaram o Corais para se organizar. O livro está publicado em PDF com projeto gráfico aberto e pode ser impresso sob demanda no Clube dos Autores. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos DESIGN LIVRE
  37. 37. Software Livre A Plataforma Corais é baseada no software livre Open Atrium que, por sua vez, é baseado no Drupal. O Open Atrium vem com funcionalidades básicas de colaboração (blog, tarefas, calendário), mas a grande vantagem é plugar novas funcionalidades desenvolvidas pela comunidade. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos DESIGN LIVRE Devido à arquitetura ser orientada ao desenvolvimento colaborativo, a quantidade de módulos e features adicionais é muito grande. Para montar o Corais, foram customizadas as funcionalidades que seriam úteis para projetos de design. Veja a lista dos módulos utilizados no Corais.
  38. 38. A logo do Corais foi criada em 5 minutos no Microsoft Paint por Gabriela Silvares. A proposta era justamente criar uma logo temporária, convidando os participantes da plataforma a redesenhá-la. Você pode participar se quiser! Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos IDENTIDADE VISUAL
  39. 39. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos BOAS PRÁTICAS PARA ONG’s ACREDITÁVEL ACESSÍVEL DESEJÁVEL UTILIZÁVEL ENCONTRÁVEL VALIOSO ÚTEIS
  40. 40. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos TRABALHO COLABORATIVO
  41. 41. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos TEXTO COLABORATIVO
  42. 42. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos TEXTO COLABORATIVO
  43. 43. Os alunos remodelam os sites das ONGs usando os conceitos do curso. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos PROJETOS FINAIS DO CURSO AL NO CORAIS
  44. 44. Conhecimento deve ser construído de forma colaborativa e livre Autonomia para realizar as atividades com maior liberdade Gera uma Cultura Colaborativa É uma Plataforma de Projetos para uma Inovação Social Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos CONCLUINDO
  45. 45. Referências Site CORAIS.ORG. Disponível em: <http://corais.org/> Acesso em: 08 de Junho de 2015, 10:30:00. Corais CPCC. Disponível em: <http://corais.org/cpcc> Acesso em: 08 de Junho de 2015, 10:30:00. Corais Daniel Faculdades. Disponível em: <http://corais.org/danielfaculdades/node/86440> Acesso em: 08 de Junho de 2015, 10:30:00. Corais ITEIA. Disponível em: <http://www.iteia.org.br/videos/plataforma-coraisorg-gestao- colaborativa-de-living-labs> Acesso em: 08 de Junho de 2015, 10:30:00. Instituto Faber-Ludens. Disponível em: <www.faberludens.com.br>. Acesso em: 08 de Julho de 2015. Plataforma corais.org DanielPereiradosSantos
  46. 46. CENTRO POPULAR DE CULTURA E COMUNICAÇÃO PONTO DE CULTURA VOZ DA PERIFERIA TELECENTRO COMUNITÁRIO VOZ POPULAR DanielPereiradosSantos

×