SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
Nessa aula estudaremos:
O que foram as Cruzadas medievais
Os motivos desse movimento
Seus participantes
Os locais de atuação
Principal consequência
A partir de agora vamos viajar no tempo...
E nossa parada será na Europa, Idade Média.
             Vamos começar?
       COLOCAR ALGUM EFEITO 
    Se quiser pode colok outro desenho
A Europa vivia a Baixa Idade Média, onde a
sociedade era feudal e passava por uma transição:
-Intensificação do comércio;
-Surgimento de nova classe- burguesia;
-Fortalecimento do poder dos reis;
-Crescimento demográfico.
         Nesse momento surgem as cruzadas.
Mas o que foram as
    cruzadas?
militares
“E xpedições
               d as contra
e mpreendi
      os inimigos da
                  e por isso
 Cristandade pela
                    s
     legitimado
       Igreja ...” Hilário
           Franco Jr.
O objetivo, a princípio, das expedições era de
libertar lugares santos- Jerusalém e Oriente Médio da
influência dos infiéis, aquele não praticavam o
cristianismo- os mulçumanos.
        Por isso era considerada uma guerra santa, em
nome de Deus. Esse movimento durou cerca de 200
anos.
Com    isso   a   Igreja   desejava   reconquistar
territórios e fortalecer o poder do papa unindo a Igreja
ortodoxa a católica, e com isso reafirmando- no
Oriente.
      A fé e religiosidade da sociedade medieval
contribuíram na organização das cruzadas.
Muitos cristãos visitavam os locais onde Jesus
viveu, mas em 1071 os turcos dominaram Jerusalém e
passou a persegui-los.
      Isso estimulou o papa Urbano II a organizar a
primeira expedição para combater os mulçumanos, e
contou com apoio do Rei e senhores feudais.
Mas por que o nome Cruzadas?
Na época era usado outros nomes com guerra
santa ou peregrinação. O termo cruzada surgiu depois,
pois os participantes eram vistos como soldados do
Cristo e marcados pela cruz.
Mulçumanos
                      Guerra
Cruzadas   Conceito              Unificação/
                      Santa
                               fortalecimento
A Europa feudal passava por transições nos setores da
sociedade. Nesse instante surge o movimento cruzadista,
organizado pela Igreja com o objetivo de libertar locais
santos dos infiéis- guerra santa.

       Esse nome refere-se à função dos participantes, que
integravam o exército de Deus, tendo a marca da cruz. O
objetivo da Igreja era fortalecer seu poder nessas regiões, e
contou com a religiosidade da sociedade.
Jerusalém ainda é um local de peregrinação religiosa.
Você conhece alguma cidade, no Brasil, que também
reuni pessoas pela fé?
Jerusalém ainda é um local de peregrinação religiosa.
Você conhece alguma cidade, no Brasil, que também
reuni pessoas pela fé?

    Nossa Senhora Aparecida em SP, lavagem da
    escadaria do Senhor do Bomfim em Salvador.
Marque Verdadeiro ou Falso.

a) A Europa na Idade Média passava por transição, entre elas
o fortalecimento dos senhores feudais. (   )

b) O objetivo das cruzadas era libertar os lugares santos dos
infiéis. (   )

c) As cruzadas foram expedições organizadas pela Igreja.(   )
Marque Verdadeiro ou Falso.

a) A Europa na Idade Média passava por transição, entre elas
o fortalecimento dos senhores feudais. ( F )

b) O objetivo das cruzadas era libertar os lugares santos dos
infiéis. ( V )

c) As cruzadas foram expedições organizadas pela Igreja.
( V )
A   motivação   para
cruzadas não foi apenas
religiosa, foi também a
oportunidade de sair da
vida   miserável,   ampliar
fortunas e comércio.
O   financiamento     era   da   Igreja,   nobres,
mercadores e Ordens religiosas; cada um com
interesses próprios na região.

      Portanto as cruzadas não foram apenas de
caráter religioso, mas político e econômico.
Tanto a motivação como os envolvidos estão
relacionados ao contexto da Europa na Idade Média,
você lembra?
-Intensificação do comércio;
-Surgimento de nova classe- burguesia;
-Fortalecimento do poder dos reis;
-Crescimento demográfico.
Mulçumanos
                       Guerra
           Conceito                   Unificação/
                       Santa
                                    fortalecimento


                            Religião
           Motivação       Fortunas
Cruzadas                   Comércio




                                   Filhos de
                                senhores feudais
           Participantes
                                nobres
                                comerciantes
Existiam outros motivos para as cruzadas como
oportunidade de sair da vida miserável, ampliar fortunas e
comércio.

      Os envolvidos foram filhos de senhores feudais,
nobres e comerciantes italianos. O financiamento contou
além dos envolvidos, com Ordens religiosas e a Igreja.

      Podemos afirmar que teve carácter politico e
econômico e está relacionado com a transição da sociedade.
Encontre os envolvidos nas cruzadas.


        G   J   H   W   O   R   R   G   B   B   F   Y

        C   O   M   E   R   C   I   A   N   T   E   S

        G   L   A   X   V   R   P   P   O   V   U   Z

        U   I   G   R   E   J   A   L   B   B   D   Z

        J   H   W   E   G   G   X   A   R   J   A   N

        R   O   U   I   C   C   R   Q   E   U   I   B

        J   H   W   I   G   G   E   T   S   R   S   F
Encontre os envolvidos nas cruzadas.


        G   J   H   W   O   R   R   G   B   B   F   Y

        C   O   M   E   R   C   I   A   N   T   E   S

        G   L   A   X   V   R   P   P   O   V   U   Z

        U   I   G   R   E   J   A   L   B   B   D   Z

        J   H   W   E   G   G   X   A   R   J   A   N

        R   O   U   I   C   C   R   Q   E   U   I   B

        J   H   W   s   G   G   E   T   S   R   S   F
Sobre os participantes das cruzadas, qual o interesse...

a)Da Igreja-




b) Dos filhos dos senhores feudais-




c) Dos comerciantes-
Sobre os participantes das cruzadas, qual o interesse...

a)Da Igreja- Conquistar territórios, unir as igrejas ortodoxa e
católica e reafirmar seu poder no Oriente.

b) Dos filhos dos senhores feudais- busca de fortuna e
oportunidades, pois não herdaria nada de seu pais.

c) Dos comerciantes- Livre passagem no Mediterrâneo.
Por que podemos afirmar que as cruzadas não foram apenas
de caráter religioso, mas político e econômico?
Por que podemos afirmar que as cruzadas não foram apenas
de caráter religioso, mas político e econômico?

Porque envolveu interesses de comerciantes italianos e
filhos de senhores feudais em busca de riquezas. E
também de nobres e reis visando fortalecer seu poder.
Foram organizadas oito cruzadas divididas em
duzentos anos, algumas com sucesso, outra não. Os
exércitos eram organizados pelos senhores feudais.



  Você conhece algum conflito envolvendo religião?
A principal consequência foi a reabertura do
Mar Mediterrâneo, possibilitando o acesso as riquezas
do Oriente a ampliação do comércio, e fim do
isolamento proposto pelo sistema feudal.

      Esse desdobramento vai influenciar a mudança
da sociedade e transição para a Idade Moderna.
Mulçumanos
           Conceito    Guerra
                       Santa            Unificação/
                                      fortalecimento

                           Religião
           Motivação       Fortunas
                           Comércio
Cruzadas
                            Filhos de senhores
                                  feudais
           Participantes
                                nobres
                                comerciantes
                          Oito
            Atuação
                       expedições



           Consequências        Mediterrâneo
Foram organizados oito cruzadas com a ajuda dos
senhores feudais; obteve-se sucessos e fracassos, mas a
principal consequência foi a reabertura do Mar
Mediterrâneo e aumento do comércio.
1-As cruzadas foram...


2- Os participantes foram...


3- Sua duração foi de ...


4- As regiões atacadas foram...


5- A principal consequência foi ...
Referências:
o www.historianet.com.br
o As Cruzadas- Hilário Franco Jr. Ed. Brasiliense,
  Col. Tudo é História, 1989.
o História Geral e Brasil- Luiz Koshiba e Denise M.
  F.Pereira, Ed. Atual, ensino médio, 2004.
Expedições militares organizadas pela
igreja,   com    objetivo    de    dominar
territórios e se fortalecer diante da igreja
ortodoxa.
Comerciantes, reis, filhos de senhores
feudais e nobres sem título.
Duzentos anos.
Palestina e regiões do Oriente Médio
Abertura do Mar Mediterrâneo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadasA igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
Felipe de Souza
 
História da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - CruzadasHistória da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - Cruzadas
Glauco Gonçalves
 
cap09 - idade média-do apogeu a crise
cap09 - idade média-do apogeu a crisecap09 - idade média-do apogeu a crise
cap09 - idade média-do apogeu a crise
whybells
 
A história secreta da igreja
A história secreta da igrejaA história secreta da igreja
A história secreta da igreja
Ezio Gama
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidental
Lecia Neves
 

Mais procurados (18)

As cruzadas set final
As cruzadas set finalAs cruzadas set final
As cruzadas set final
 
A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadasA igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
A igreja-na-idade-média-e-as-cruzadas
 
Cruzadas e a história dos cavaleiros templários
Cruzadas e a história dos cavaleiros templáriosCruzadas e a história dos cavaleiros templários
Cruzadas e a história dos cavaleiros templários
 
História da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - CruzadasHistória da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - Cruzadas
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Idade Média 2ª parte
Idade Média 2ª parteIdade Média 2ª parte
Idade Média 2ª parte
 
Cruzadas.final
Cruzadas.finalCruzadas.final
Cruzadas.final
 
A cruzada
A cruzadaA cruzada
A cruzada
 
Igreja medieval
Igreja medievalIgreja medieval
Igreja medieval
 
Idade média anglo - rafa noronha
Idade média   anglo - rafa noronhaIdade média   anglo - rafa noronha
Idade média anglo - rafa noronha
 
cap09 - idade média-do apogeu a crise
cap09 - idade média-do apogeu a crisecap09 - idade média-do apogeu a crise
cap09 - idade média-do apogeu a crise
 
M7 ensino 03 04
M7 ensino 03 04M7 ensino 03 04
M7 ensino 03 04
 
Apresentação de Tcc
Apresentação de TccApresentação de Tcc
Apresentação de Tcc
 
A história secreta da igreja
A história secreta da igrejaA história secreta da igreja
A história secreta da igreja
 
Trabalho de interdisciplinar
Trabalho de interdisciplinarTrabalho de interdisciplinar
Trabalho de interdisciplinar
 
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crençaA identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidental
 
Historia 2014 tipo_b
Historia 2014 tipo_bHistoria 2014 tipo_b
Historia 2014 tipo_b
 

Destaque (7)

Feudalismo 2013
Feudalismo 2013Feudalismo 2013
Feudalismo 2013
 
Renascimento, formação dos estados nacionais, e mercantilismo
Renascimento, formação dos estados nacionais, e mercantilismoRenascimento, formação dos estados nacionais, e mercantilismo
Renascimento, formação dos estados nacionais, e mercantilismo
 
Renascimento comercial idade média
Renascimento comercial idade médiaRenascimento comercial idade média
Renascimento comercial idade média
 
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste NegraBaixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
 
A peste negra
A peste negraA peste negra
A peste negra
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Renascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbanoRenascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbano
 

Semelhante a www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Cruzadas

Lista de Exercícios 1 - História Medieval
Lista de Exercícios 1 - História MedievalLista de Exercícios 1 - História Medieval
Lista de Exercícios 1 - História Medieval
Formancipa Extensão
 
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a InquisiçãoAs principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
filomena morais
 
Revisão de prova de história 1º
Revisão de prova de história 1ºRevisão de prova de história 1º
Revisão de prova de história 1º
eunamahcado
 
Apostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasilApostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasil
Direito2012sl08
 
Apostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasilApostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasil
Direito2012sl08
 
A sociedade medieval parte 2 a
A sociedade medieval  parte 2 aA sociedade medieval  parte 2 a
A sociedade medieval parte 2 a
Carla Teixeira
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Eduardo Mariño Rial
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
Clara Mendes
 

Semelhante a www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Cruzadas (20)

www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - História - Baixa Idade Média
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - História -  Baixa Idade Médiawww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - História -  Baixa Idade Média
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - História - Baixa Idade Média
 
Igreja e cultura medieval
Igreja e cultura medievalIgreja e cultura medieval
Igreja e cultura medieval
 
Islamismo Prof Pavan Hist
Islamismo Prof Pavan HistIslamismo Prof Pavan Hist
Islamismo Prof Pavan Hist
 
Lista de Exercícios 1 - História Medieval
Lista de Exercícios 1 - História MedievalLista de Exercícios 1 - História Medieval
Lista de Exercícios 1 - História Medieval
 
Trabalho a cruzada
Trabalho a cruzadaTrabalho a cruzada
Trabalho a cruzada
 
A baixa idade média
A baixa idade médiaA baixa idade média
A baixa idade média
 
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a InquisiçãoAs principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
As principais expressões da religião:as Ordens e a Inquisição
 
Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.
 
A formação da Europa Feuldal
A formação da Europa FeuldalA formação da Europa Feuldal
A formação da Europa Feuldal
 
Revisão de prova de história 1º
Revisão de prova de história 1ºRevisão de prova de história 1º
Revisão de prova de história 1º
 
Baixa Idade Média
Baixa Idade MédiaBaixa Idade Média
Baixa Idade Média
 
Apostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasilApostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasil
 
Apostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasilApostila de historia direito do brasil
Apostila de historia direito do brasil
 
A sociedade medieval parte 2 a
A sociedade medieval  parte 2 aA sociedade medieval  parte 2 a
A sociedade medieval parte 2 a
 
Baixa idade média ocidental
Baixa idade média ocidentalBaixa idade média ocidental
Baixa idade média ocidental
 
Atividades Capitalismo e Absolutismo
Atividades   Capitalismo e AbsolutismoAtividades   Capitalismo e Absolutismo
Atividades Capitalismo e Absolutismo
 
Resumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docxResumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docx
 
Feudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade MédiaFeudalismo- Baixa Idade Média
Feudalismo- Baixa Idade Média
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
Idade média oriental
Idade média orientalIdade média oriental
Idade média oriental
 

Mais de ApoioAulaParticular

Mais de ApoioAulaParticular (12)

www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Óptica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Ópticawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Óptica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Óptica
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Química - Ligações Químicas
www.AulaParticularApoio.Com.Br -  Química -  Ligações Químicaswww.AulaParticularApoio.Com.Br -  Química -  Ligações Químicas
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Química - Ligações Químicas
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vidawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Conjunto de Números Inteiroswww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Conjunto de Números Inteiros
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexoswww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Climawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Independência dos EUA
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Independência dos EUAwww.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Independência dos EUA
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Independência dos EUA
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Equação Exponêncial
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Equação Exponêncialwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Equação Exponêncial
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Equação Exponêncial
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia - Energia
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia -  Energiawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia -  Energia
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia - Energia
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominalwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genéticawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Cruzadas

  • 1.
  • 2. Nessa aula estudaremos: O que foram as Cruzadas medievais Os motivos desse movimento Seus participantes Os locais de atuação Principal consequência
  • 3. A partir de agora vamos viajar no tempo... E nossa parada será na Europa, Idade Média. Vamos começar? COLOCAR ALGUM EFEITO  Se quiser pode colok outro desenho
  • 4. A Europa vivia a Baixa Idade Média, onde a sociedade era feudal e passava por uma transição: -Intensificação do comércio; -Surgimento de nova classe- burguesia; -Fortalecimento do poder dos reis; -Crescimento demográfico. Nesse momento surgem as cruzadas.
  • 5. Mas o que foram as cruzadas?
  • 6. militares “E xpedições d as contra e mpreendi os inimigos da e por isso Cristandade pela s legitimado Igreja ...” Hilário Franco Jr.
  • 7. O objetivo, a princípio, das expedições era de libertar lugares santos- Jerusalém e Oriente Médio da influência dos infiéis, aquele não praticavam o cristianismo- os mulçumanos. Por isso era considerada uma guerra santa, em nome de Deus. Esse movimento durou cerca de 200 anos.
  • 8. Com isso a Igreja desejava reconquistar territórios e fortalecer o poder do papa unindo a Igreja ortodoxa a católica, e com isso reafirmando- no Oriente. A fé e religiosidade da sociedade medieval contribuíram na organização das cruzadas.
  • 9. Muitos cristãos visitavam os locais onde Jesus viveu, mas em 1071 os turcos dominaram Jerusalém e passou a persegui-los. Isso estimulou o papa Urbano II a organizar a primeira expedição para combater os mulçumanos, e contou com apoio do Rei e senhores feudais.
  • 10.
  • 11. Mas por que o nome Cruzadas?
  • 12. Na época era usado outros nomes com guerra santa ou peregrinação. O termo cruzada surgiu depois, pois os participantes eram vistos como soldados do Cristo e marcados pela cruz.
  • 13. Mulçumanos Guerra Cruzadas Conceito Unificação/ Santa fortalecimento
  • 14. A Europa feudal passava por transições nos setores da sociedade. Nesse instante surge o movimento cruzadista, organizado pela Igreja com o objetivo de libertar locais santos dos infiéis- guerra santa. Esse nome refere-se à função dos participantes, que integravam o exército de Deus, tendo a marca da cruz. O objetivo da Igreja era fortalecer seu poder nessas regiões, e contou com a religiosidade da sociedade.
  • 15. Jerusalém ainda é um local de peregrinação religiosa. Você conhece alguma cidade, no Brasil, que também reuni pessoas pela fé?
  • 16. Jerusalém ainda é um local de peregrinação religiosa. Você conhece alguma cidade, no Brasil, que também reuni pessoas pela fé? Nossa Senhora Aparecida em SP, lavagem da escadaria do Senhor do Bomfim em Salvador.
  • 17. Marque Verdadeiro ou Falso. a) A Europa na Idade Média passava por transição, entre elas o fortalecimento dos senhores feudais. ( ) b) O objetivo das cruzadas era libertar os lugares santos dos infiéis. ( ) c) As cruzadas foram expedições organizadas pela Igreja.( )
  • 18. Marque Verdadeiro ou Falso. a) A Europa na Idade Média passava por transição, entre elas o fortalecimento dos senhores feudais. ( F ) b) O objetivo das cruzadas era libertar os lugares santos dos infiéis. ( V ) c) As cruzadas foram expedições organizadas pela Igreja. ( V )
  • 19. A motivação para cruzadas não foi apenas religiosa, foi também a oportunidade de sair da vida miserável, ampliar fortunas e comércio.
  • 20. O financiamento era da Igreja, nobres, mercadores e Ordens religiosas; cada um com interesses próprios na região. Portanto as cruzadas não foram apenas de caráter religioso, mas político e econômico.
  • 21. Tanto a motivação como os envolvidos estão relacionados ao contexto da Europa na Idade Média, você lembra? -Intensificação do comércio; -Surgimento de nova classe- burguesia; -Fortalecimento do poder dos reis; -Crescimento demográfico.
  • 22. Mulçumanos Guerra Conceito Unificação/ Santa fortalecimento Religião Motivação Fortunas Cruzadas Comércio Filhos de senhores feudais Participantes nobres comerciantes
  • 23. Existiam outros motivos para as cruzadas como oportunidade de sair da vida miserável, ampliar fortunas e comércio. Os envolvidos foram filhos de senhores feudais, nobres e comerciantes italianos. O financiamento contou além dos envolvidos, com Ordens religiosas e a Igreja. Podemos afirmar que teve carácter politico e econômico e está relacionado com a transição da sociedade.
  • 24. Encontre os envolvidos nas cruzadas. G J H W O R R G B B F Y C O M E R C I A N T E S G L A X V R P P O V U Z U I G R E J A L B B D Z J H W E G G X A R J A N R O U I C C R Q E U I B J H W I G G E T S R S F
  • 25. Encontre os envolvidos nas cruzadas. G J H W O R R G B B F Y C O M E R C I A N T E S G L A X V R P P O V U Z U I G R E J A L B B D Z J H W E G G X A R J A N R O U I C C R Q E U I B J H W s G G E T S R S F
  • 26. Sobre os participantes das cruzadas, qual o interesse... a)Da Igreja- b) Dos filhos dos senhores feudais- c) Dos comerciantes-
  • 27. Sobre os participantes das cruzadas, qual o interesse... a)Da Igreja- Conquistar territórios, unir as igrejas ortodoxa e católica e reafirmar seu poder no Oriente. b) Dos filhos dos senhores feudais- busca de fortuna e oportunidades, pois não herdaria nada de seu pais. c) Dos comerciantes- Livre passagem no Mediterrâneo.
  • 28. Por que podemos afirmar que as cruzadas não foram apenas de caráter religioso, mas político e econômico?
  • 29. Por que podemos afirmar que as cruzadas não foram apenas de caráter religioso, mas político e econômico? Porque envolveu interesses de comerciantes italianos e filhos de senhores feudais em busca de riquezas. E também de nobres e reis visando fortalecer seu poder.
  • 30. Foram organizadas oito cruzadas divididas em duzentos anos, algumas com sucesso, outra não. Os exércitos eram organizados pelos senhores feudais. Você conhece algum conflito envolvendo religião?
  • 31.
  • 32.
  • 33. A principal consequência foi a reabertura do Mar Mediterrâneo, possibilitando o acesso as riquezas do Oriente a ampliação do comércio, e fim do isolamento proposto pelo sistema feudal. Esse desdobramento vai influenciar a mudança da sociedade e transição para a Idade Moderna.
  • 34. Mulçumanos Conceito Guerra Santa Unificação/ fortalecimento Religião Motivação Fortunas Comércio Cruzadas Filhos de senhores feudais Participantes nobres comerciantes Oito Atuação expedições Consequências Mediterrâneo
  • 35. Foram organizados oito cruzadas com a ajuda dos senhores feudais; obteve-se sucessos e fracassos, mas a principal consequência foi a reabertura do Mar Mediterrâneo e aumento do comércio.
  • 36.
  • 37. 1-As cruzadas foram... 2- Os participantes foram... 3- Sua duração foi de ... 4- As regiões atacadas foram... 5- A principal consequência foi ...
  • 38. Referências: o www.historianet.com.br o As Cruzadas- Hilário Franco Jr. Ed. Brasiliense, Col. Tudo é História, 1989. o História Geral e Brasil- Luiz Koshiba e Denise M. F.Pereira, Ed. Atual, ensino médio, 2004.
  • 39. Expedições militares organizadas pela igreja, com objetivo de dominar territórios e se fortalecer diante da igreja ortodoxa.
  • 40. Comerciantes, reis, filhos de senhores feudais e nobres sem título.
  • 42. Palestina e regiões do Oriente Médio
  • 43. Abertura do Mar Mediterrâneo