SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
CONJUNTO DOS NÚMEROS
      INTEIROS
O QUE SÃO NÚMEROS NEGATIVOS?
    São números que representam medidas
 abaixo de zero.
Exemplos:
            -4   -35   -1    -2137

 Os números acima de zero são chamados de
                positivos.

                  E O ZERO?

       O zero não é positivo nem negativo.
PARA QUE SERVEM OS NÚMEROS
        NEGATIVOS?

  Dentre várias utilidades veremos as mais comuns:
 Representar temperaturas abaixo de zero.
 Indicar um saldo negativo de uma conta bancária.
 Efetuar subtrações onde o subtraendo é maior que
  o minuendo. Ex: 7-10
COMO É FORMADO O CONJUNTO
  DOS NÚMEROS INTEIROS?
 É formado pelo conjunto dos números naturais,
mais os números negativos.
Representações:
      Ν = { 0,1,2,3,4,5,...}
      Ζ = {... − 5,−4,−3,−2,−1,0,1,2,3,4,5,...}

                                       Z
                                N
COMO REPRESENTAMOS O
CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS
      NA RETA NUMÉRICA?


    -5 -4 -3 -2 -1   0   1   2   3   4   5


                           O conjunto dos
                         números naturais é
                         um subconjunto dos
                          números inteiros.
OBSERVAÇÃO:
   Quanto mais a direita estiver um número,
 maior ele será.

Veja:
         -5 -4 -3 -2 -1   0   1   2   3   4   5


        5>3         -3 > -5           0 > -2

          Macete: quanto mais negativo
          for um número, menor ele será.
TENTE FAZER SOZINHO!
                Responda:

a) Qual é o maior número negativo?

b) Qual é o antecessor de -5?

c) Qual é o sucessor de -10?
SOLUÇÃO

a) O maior número negativo é -1.

b) O antecessor de -5 é -6.

c) O sucessor de -10 é -9.
O QUE SIGNIFICAM OS SÍMBOLOS:
               Ζ ,Ζ ,Ζ ,Ζ e Ζ ?
                  *
                  +    −
                            *
                            +
                                   *
                                    −
 Ζ é o conjunto dos números inteiros sem o zero.
  *

                Ζ* = {...,−3,−2,−1,1,2,3,...}
 Ζ + é o conjunto dos números inteiros não-negativos.
                  Ζ + = { 0,1,2,3,...}
 Ζ − é o conjunto dos números inteiros não-positivos.
                      Ζ − = {...,−3,−2,−1,0}
  Ζ   *
      + é o conjunto dos números inteiros positivos.
                       Ζ* = {1,2,3,...}
                        +

          Ζ   *
              − é o conjunto dos números inteiros negativos.
                       Ζ* = {...,−3,−2,−1}
                        _
O QUE É O MÓDULO DE UM NÚMERO?
   É o valor que representa a distância entre
 esse número e o zero.

Exemplo:

           -4           0             4

             A distância entre o número 4 e o
           zero é a mesma entre o número -4
           e o zero. Logo, o módulo desses de
                     4 e -4 é igual a 4.
COMO INDICAMOS O
   MÓDULO DE UM NÚMERO?

    Colocando esse número entre duas barras
 verticais.
Exemplos:   6 =6        20 = 20
            −6 = 6      − 20 = 20

                      O módulo também
                     pode ser chamado de
                        valor absoluto
VAMOS PRATICAR!

Quais são os possíveis valores para x em
                  x = 2?

Resposta:
 2 e -2, pois qualquer um desses números,
quando colocado no lugar do x tem
resultado igual a 2.
TENTE FAZER SOZINHO!


 Apresente os possíveis valores de
         x na expressão:

            x <4
Solução

  Temos que verificar quais são os números
que o módulo dá um resultado menor que 4.


   Logo, a resposta é {-3,-2,-1,0,1,2,3}
O QUE SÃO NÚMEROS SIMÉTRICOS?
   São números que apresentam o mesmo
 módulo.

Exemplos:
            10 e -10
            8 e -8
            201 e -201

               Os números simétricos
               também são chamados
                    de opostos.
RESOLVENDO PROBLEMAS
Responda:
Qual é o simétrico de 5?
            -5
Qual é o oposto de -10?
            10
Qual é o módulo do oposto de -35?
                 35
TENTE FAZER SOZINHO!

    Apresente o simétrico do
 oposto do módulo de -7.


      SOLUÇÃO

  O módulo de -7 é 7.
  O oposto de 7 é -7.
  O simétrico de -7 é 7.
COMO SOMAMOS E SUBTRAÍMOS
        NÚMEROS INTEIROS?

    Primeiro retiramos os parênteses e depois
efetuamos os cálculos.

Se o sinal antes do parêntese for +, então conservamos
o sinal de todos os números dentro do parêntese.

Se o sinal antes do parêntese for -, então mudamos o
sinal de todos os números dentro do parêntese.

     Exemplos: a) + (+30) + (-25) = + 30 – 25 = + 5
                 b) - (-17) + (+3) = + 17 + 3 = + 20
PARA EFETUAR OS CÁLCULOS, USAREMOS A
               SEGUINTE REGRA:

 Se os sinais forem iguais, somamos os valores absolutos e
  conservamos o sinal.

 Se os sinais forem diferentes, subtraímos os valores
  absolutos e conservamos o sinal do maior.

  Exemplos:
                   a) -(+45) + (-5) = - 45 - 5 = - 50

                   b) -(+20) + (+4) = - 20 + 4 = -16
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES!

1) Se não existir sinal antes de um parênteses ou
   antes de um número, então dizemos que o
   sinal é +. Ou seja, + (30) = (+30) = + (+30) =
   30.

2) A soma de números simétricos é igual a zero.
   Ou seja, -10 + 10 = 0 e 8 - 8 = 0.
RESOLVENDO EXPRESSÕES
               (-5) + (-9) + (-3) + (+8) + (+2)=

Tirando os parênteses, temos:

                     -5–9–3+8+2=
Juntando os números negativos e os números positivos, temos
                         - 17 + 10 =
Efetuando os cálculos, encontramos:
                              -7
TENTE FAZER SOZINHO!


    Resolva a expressão:

 12 + {- 2 + [- 3 – (- 2 + 11)]} =
SOLUÇÃO

12 + {- 2 + [- 3 – (- 2 + 11)]} =
12 + {- 2 + [- 3 – (+ 9)]} =
12 + {- 2 + [- 3 – 9]} =
12 + {- 2 + [- 12]} =
12 + {- 2 - 12} =
12 + {- 14} =
12 – 14 =
-2
COMO MULTIPLICAMOS E
 DIVIDIMOS NÚMEROS INTEIROS?

    Basta efetuar os cálculos com os valores
absolutos. O sinal deve obedecer a seguinte
regra: se forem iguais, +, se forem diferentes, - .

Exemplos:
                a) (-3) . (-4) = 12
                b) (+8) : (+4) = 2
                c) (-3) . (+4) = - 12
                d) (+8) : (-4) = - 2
TENTE FAZER SOZINHO!


      Resolva a expressão:

[-27 + (- 12 + 4)] : [1 + (- 3) . (- 2)]=
SOLUÇÃO

[-27 + (- 12 + 4)] : [1 + (- 3) . (- 2)]=
[-27 + (- 8)] : [1 + (+ 6)]=
[-27 - 8] : [1 + 6]=
[-35] : [7]=
-5
COMO ELEVAMOS UM NÚMEROS
  INTEIRO A UMA POTÊNCIA?
   Basta efetuar o cálculo da potência com os
valores absolutos. Se o expoente for par, o
resultado é sempre positivo. Se o for ímpar,
permanece o sinal inicial.


 Exemplos:
              a) (-5)2 = 25
              b) (+5)2 = 25
              c) (-5)3 = - 125
              d) (+5)3 = 125
REGRAS IMPORTANTES
 Qualquer base elevada a 1 é igual a ela mesma.

                     a1 = a
 Zero elevado a qualquer expoente é igual a
  zero.

                      0b = 0
 Qualquer base elevada a zero é igual a 1.


                       a0 = 1
COMO MULTIPLICAMOS
 POTÊNCIAS COM A MESMA BASE?

Basta conservar a base e somar os expoentes.

Exemplos:

 (6)7 . (6)3 = 67+3 = 610
                             Quando um número não
                              apresenta expoente,
 (-20)4 . (-20) = (-20)5      dizemos que está
                                  elevado a 1.
COMO DIVIDIMOS POTÊNCIAS COM
       A MESMA BASE?

Basta conservar a base e subtrair os expoentes.

   Exemplos:


           (5)7 : (5)3 = (5)7-3 = 54

           (-9)5 : (-9)3 = (-9)5-3 = (-9)2
COMO ELEVAMOS UMA POTÊNCIA
    A OUTRA POTÊNCIA?

     Basta conservar a base e multiplicar os
expoentes.


Exemplos:
            (42)3 = 42x3 = 46
            (53)6 = 53x6 = 518
COMO EXTRAÍMOS A RAIZ QUADRADA
    DOS NÚMEROS INTEIROS?

  Basta efetuar os cálculos que já conhecemos,
  pois só podemos extrair raiz quadrada de
números não-negativos.

 Exemplos:

             +9 =3
            − 9 não existe no conjunto Ζ.
TENTE FAZER SOZINHO!


      Resolva a expressão:

 ( − 2)   2
                [                    ]
              − ( − 7 ) : 10 0 + 5.( − 3) − 36 =
SOLUÇÃO

( − 2) − [( − 7 ) : 100 + 5.( − 3) ] −
      2
                                         36 =
4 − [ ( − 7 ) : 1 + 5.( − 3) ] − 6
4 − [ − 7 + ( − 15) ] − 6 =
4 − [ − 7 − 15] − 6 =
4 − [ − 22] − 6 =
4 + 22 − 6 =
26 − 6 =
20

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila mb cefet
Apostila mb cefetApostila mb cefet
Apostila mb cefet
comentada
 
Números Relativos 6º ano
Números Relativos 6º anoNúmeros Relativos 6º ano
Números Relativos 6º ano
Ana Duarte
 
07 expressões numéricas
07 expressões numéricas07 expressões numéricas
07 expressões numéricas
Carla Gomes
 
Caderno de atividades matematica
Caderno de atividades matematicaCaderno de atividades matematica
Caderno de atividades matematica
Priscila Nunes
 
MatemáTica BáSica
MatemáTica BáSicaMatemáTica BáSica
MatemáTica BáSica
educacao f
 

Mais procurados (19)

Matemática básica
Matemática básicaMatemática básica
Matemática básica
 
Expressões simples
Expressões simples Expressões simples
Expressões simples
 
Matemática Básica
Matemática BásicaMatemática Básica
Matemática Básica
 
REGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAISREGRAS DOS SINAIS
REGRAS DOS SINAIS
 
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com,Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros
 www.AulasDeMatematicanoRJ.Com,Br  - Matemática -  Conjunto de Números Inteiros www.AulasDeMatematicanoRJ.Com,Br  - Matemática -  Conjunto de Números Inteiros
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com,Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros
 
Apostila Matematica Básica Parte 2
Apostila Matematica Básica Parte 2Apostila Matematica Básica Parte 2
Apostila Matematica Básica Parte 2
 
Apostila mb cefet
Apostila mb cefetApostila mb cefet
Apostila mb cefet
 
Matematica7 numeros racionais_e_introducao_a_algebra
Matematica7 numeros racionais_e_introducao_a_algebraMatematica7 numeros racionais_e_introducao_a_algebra
Matematica7 numeros racionais_e_introducao_a_algebra
 
Matematica aplicada
Matematica aplicadaMatematica aplicada
Matematica aplicada
 
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
 
Números Relativos 6º ano
Números Relativos 6º anoNúmeros Relativos 6º ano
Números Relativos 6º ano
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
 
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Conjuntos Numéricos
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Conjuntos Numéricoswww.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Conjuntos Numéricos
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Conjuntos Numéricos
 
Apostila eja-matematica-basica-medio-2012
Apostila eja-matematica-basica-medio-2012Apostila eja-matematica-basica-medio-2012
Apostila eja-matematica-basica-medio-2012
 
Matemática básica engenharias
Matemática básica   engenhariasMatemática básica   engenharias
Matemática básica engenharias
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
 
07 expressões numéricas
07 expressões numéricas07 expressões numéricas
07 expressões numéricas
 
Caderno de atividades matematica
Caderno de atividades matematicaCaderno de atividades matematica
Caderno de atividades matematica
 
MatemáTica BáSica
MatemáTica BáSicaMatemáTica BáSica
MatemáTica BáSica
 

Destaque (11)

Números Inteiros
Números InteirosNúmeros Inteiros
Números Inteiros
 
numeros inteiros
 numeros inteiros numeros inteiros
numeros inteiros
 
Números inteiros racionais e reais plano
Números inteiros racionais e reais planoNúmeros inteiros racionais e reais plano
Números inteiros racionais e reais plano
 
Web quest
Web questWeb quest
Web quest
 
Conjunto dos números racionais
Conjunto dos números racionaisConjunto dos números racionais
Conjunto dos números racionais
 
7º ano - 2 - Quiz - Números Inteiros
7º ano - 2 - Quiz - Números Inteiros7º ano - 2 - Quiz - Números Inteiros
7º ano - 2 - Quiz - Números Inteiros
 
Aula 1 MAT
Aula 1 MATAula 1 MAT
Aula 1 MAT
 
Números Inteiros
Números InteirosNúmeros Inteiros
Números Inteiros
 
Conjunto dos Números Inteiros
Conjunto dos Números Inteiros Conjunto dos Números Inteiros
Conjunto dos Números Inteiros
 
Números inteiros
Números inteirosNúmeros inteiros
Números inteiros
 
Números naturais
Números naturaisNúmeros naturais
Números naturais
 

Semelhante a www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros

Apostila matematica concursos
Apostila matematica concursosApostila matematica concursos
Apostila matematica concursos
educacao f
 

Semelhante a www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros (20)

Apostila matematica concursos
Apostila matematica concursosApostila matematica concursos
Apostila matematica concursos
 
Apostila de matematica para concursos
Apostila de matematica para concursosApostila de matematica para concursos
Apostila de matematica para concursos
 
Números relativos
Números relativos Números relativos
Números relativos
 
Matematica3ef
Matematica3efMatematica3ef
Matematica3ef
 
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
 
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
 
Numeros Inteiros 2
Numeros Inteiros 2Numeros Inteiros 2
Numeros Inteiros 2
 
622 apostila01 mb
622 apostila01 mb622 apostila01 mb
622 apostila01 mb
 
Apostila matematica-1-02-conjuntos-numericos
Apostila matematica-1-02-conjuntos-numericosApostila matematica-1-02-conjuntos-numericos
Apostila matematica-1-02-conjuntos-numericos
 
Aula 1 mat em
Aula 1   mat emAula 1   mat em
Aula 1 mat em
 
1685986254_Aula-6-7o-MAT-Conjunto-Numeros-inteiros.pptx
1685986254_Aula-6-7o-MAT-Conjunto-Numeros-inteiros.pptx1685986254_Aula-6-7o-MAT-Conjunto-Numeros-inteiros.pptx
1685986254_Aula-6-7o-MAT-Conjunto-Numeros-inteiros.pptx
 
isoladas-matematica-do-zero-aula-2-dudan-resolvido.pdf
isoladas-matematica-do-zero-aula-2-dudan-resolvido.pdfisoladas-matematica-do-zero-aula-2-dudan-resolvido.pdf
isoladas-matematica-do-zero-aula-2-dudan-resolvido.pdf
 
Aula 1 mat ef
Aula 1   mat efAula 1   mat ef
Aula 1 mat ef
 
Conjuntos numéricos versão mini
Conjuntos numéricos   versão miniConjuntos numéricos   versão mini
Conjuntos numéricos versão mini
 
Números inteiros relativos
Números inteiros relativosNúmeros inteiros relativos
Números inteiros relativos
 
Números inteiros
Números inteirosNúmeros inteiros
Números inteiros
 
Exercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturaisExercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturais
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
 
matemticabsica-111113222216-phpapp02.pptx
matemticabsica-111113222216-phpapp02.pptxmatemticabsica-111113222216-phpapp02.pptx
matemticabsica-111113222216-phpapp02.pptx
 
Números inteiros relativos adição e subtração
Números inteiros relativos   adição e subtraçãoNúmeros inteiros relativos   adição e subtração
Números inteiros relativos adição e subtração
 

Mais de ApoioAulaParticular

Mais de ApoioAulaParticular (12)

www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Óptica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Ópticawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Física -  Óptica
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Física - Óptica
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Química - Ligações Químicas
www.AulaParticularApoio.Com.Br -  Química -  Ligações Químicaswww.AulaParticularApoio.Com.Br -  Química -  Ligações Químicas
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Química - Ligações Químicas
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vidawww.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Biologia – Origem da Vida
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexoswww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Climawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia – Clima
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Independência dos EUA
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Independência dos EUAwww.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Independência dos EUA
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Independência dos EUA
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Equação Exponêncial
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Equação Exponêncialwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Equação Exponêncial
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Equação Exponêncial
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia - Energia
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia -  Energiawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia -  Energia
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Geografia - Energia
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Cruzadas
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Cruzadaswww.AulaParticularApoio.Com.Br -História -  Cruzadas
www.AulaParticularApoio.Com.Br -História - Cruzadas
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominalwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genéticawww.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
www.AulaParticularApoio.Com.Br -Biologia - Genética
 

Último

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 

www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Conjunto de Números Inteiros

  • 2. O QUE SÃO NÚMEROS NEGATIVOS? São números que representam medidas abaixo de zero. Exemplos: -4 -35 -1 -2137 Os números acima de zero são chamados de positivos. E O ZERO? O zero não é positivo nem negativo.
  • 3. PARA QUE SERVEM OS NÚMEROS NEGATIVOS? Dentre várias utilidades veremos as mais comuns:  Representar temperaturas abaixo de zero.  Indicar um saldo negativo de uma conta bancária.  Efetuar subtrações onde o subtraendo é maior que o minuendo. Ex: 7-10
  • 4. COMO É FORMADO O CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS? É formado pelo conjunto dos números naturais, mais os números negativos. Representações: Ν = { 0,1,2,3,4,5,...} Ζ = {... − 5,−4,−3,−2,−1,0,1,2,3,4,5,...} Z N
  • 5. COMO REPRESENTAMOS O CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS NA RETA NUMÉRICA? -5 -4 -3 -2 -1 0 1 2 3 4 5 O conjunto dos números naturais é um subconjunto dos números inteiros.
  • 6. OBSERVAÇÃO: Quanto mais a direita estiver um número, maior ele será. Veja: -5 -4 -3 -2 -1 0 1 2 3 4 5 5>3 -3 > -5 0 > -2 Macete: quanto mais negativo for um número, menor ele será.
  • 7. TENTE FAZER SOZINHO! Responda: a) Qual é o maior número negativo? b) Qual é o antecessor de -5? c) Qual é o sucessor de -10?
  • 8. SOLUÇÃO a) O maior número negativo é -1. b) O antecessor de -5 é -6. c) O sucessor de -10 é -9.
  • 9. O QUE SIGNIFICAM OS SÍMBOLOS: Ζ ,Ζ ,Ζ ,Ζ e Ζ ? * + − * + * − Ζ é o conjunto dos números inteiros sem o zero. * Ζ* = {...,−3,−2,−1,1,2,3,...} Ζ + é o conjunto dos números inteiros não-negativos. Ζ + = { 0,1,2,3,...} Ζ − é o conjunto dos números inteiros não-positivos. Ζ − = {...,−3,−2,−1,0} Ζ * + é o conjunto dos números inteiros positivos. Ζ* = {1,2,3,...} + Ζ * − é o conjunto dos números inteiros negativos. Ζ* = {...,−3,−2,−1} _
  • 10. O QUE É O MÓDULO DE UM NÚMERO? É o valor que representa a distância entre esse número e o zero. Exemplo: -4 0 4 A distância entre o número 4 e o zero é a mesma entre o número -4 e o zero. Logo, o módulo desses de 4 e -4 é igual a 4.
  • 11. COMO INDICAMOS O MÓDULO DE UM NÚMERO? Colocando esse número entre duas barras verticais. Exemplos: 6 =6 20 = 20 −6 = 6 − 20 = 20 O módulo também pode ser chamado de valor absoluto
  • 12. VAMOS PRATICAR! Quais são os possíveis valores para x em x = 2? Resposta: 2 e -2, pois qualquer um desses números, quando colocado no lugar do x tem resultado igual a 2.
  • 13. TENTE FAZER SOZINHO! Apresente os possíveis valores de x na expressão: x <4
  • 14. Solução Temos que verificar quais são os números que o módulo dá um resultado menor que 4. Logo, a resposta é {-3,-2,-1,0,1,2,3}
  • 15. O QUE SÃO NÚMEROS SIMÉTRICOS? São números que apresentam o mesmo módulo. Exemplos: 10 e -10 8 e -8 201 e -201 Os números simétricos também são chamados de opostos.
  • 16. RESOLVENDO PROBLEMAS Responda: Qual é o simétrico de 5? -5 Qual é o oposto de -10? 10 Qual é o módulo do oposto de -35? 35
  • 17. TENTE FAZER SOZINHO! Apresente o simétrico do oposto do módulo de -7. SOLUÇÃO O módulo de -7 é 7. O oposto de 7 é -7. O simétrico de -7 é 7.
  • 18. COMO SOMAMOS E SUBTRAÍMOS NÚMEROS INTEIROS? Primeiro retiramos os parênteses e depois efetuamos os cálculos. Se o sinal antes do parêntese for +, então conservamos o sinal de todos os números dentro do parêntese. Se o sinal antes do parêntese for -, então mudamos o sinal de todos os números dentro do parêntese. Exemplos: a) + (+30) + (-25) = + 30 – 25 = + 5 b) - (-17) + (+3) = + 17 + 3 = + 20
  • 19. PARA EFETUAR OS CÁLCULOS, USAREMOS A SEGUINTE REGRA:  Se os sinais forem iguais, somamos os valores absolutos e conservamos o sinal.  Se os sinais forem diferentes, subtraímos os valores absolutos e conservamos o sinal do maior. Exemplos: a) -(+45) + (-5) = - 45 - 5 = - 50 b) -(+20) + (+4) = - 20 + 4 = -16
  • 20. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES! 1) Se não existir sinal antes de um parênteses ou antes de um número, então dizemos que o sinal é +. Ou seja, + (30) = (+30) = + (+30) = 30. 2) A soma de números simétricos é igual a zero. Ou seja, -10 + 10 = 0 e 8 - 8 = 0.
  • 21. RESOLVENDO EXPRESSÕES (-5) + (-9) + (-3) + (+8) + (+2)= Tirando os parênteses, temos: -5–9–3+8+2= Juntando os números negativos e os números positivos, temos - 17 + 10 = Efetuando os cálculos, encontramos: -7
  • 22. TENTE FAZER SOZINHO! Resolva a expressão: 12 + {- 2 + [- 3 – (- 2 + 11)]} =
  • 23. SOLUÇÃO 12 + {- 2 + [- 3 – (- 2 + 11)]} = 12 + {- 2 + [- 3 – (+ 9)]} = 12 + {- 2 + [- 3 – 9]} = 12 + {- 2 + [- 12]} = 12 + {- 2 - 12} = 12 + {- 14} = 12 – 14 = -2
  • 24. COMO MULTIPLICAMOS E DIVIDIMOS NÚMEROS INTEIROS? Basta efetuar os cálculos com os valores absolutos. O sinal deve obedecer a seguinte regra: se forem iguais, +, se forem diferentes, - . Exemplos: a) (-3) . (-4) = 12 b) (+8) : (+4) = 2 c) (-3) . (+4) = - 12 d) (+8) : (-4) = - 2
  • 25. TENTE FAZER SOZINHO! Resolva a expressão: [-27 + (- 12 + 4)] : [1 + (- 3) . (- 2)]=
  • 26. SOLUÇÃO [-27 + (- 12 + 4)] : [1 + (- 3) . (- 2)]= [-27 + (- 8)] : [1 + (+ 6)]= [-27 - 8] : [1 + 6]= [-35] : [7]= -5
  • 27. COMO ELEVAMOS UM NÚMEROS INTEIRO A UMA POTÊNCIA? Basta efetuar o cálculo da potência com os valores absolutos. Se o expoente for par, o resultado é sempre positivo. Se o for ímpar, permanece o sinal inicial. Exemplos: a) (-5)2 = 25 b) (+5)2 = 25 c) (-5)3 = - 125 d) (+5)3 = 125
  • 28. REGRAS IMPORTANTES  Qualquer base elevada a 1 é igual a ela mesma. a1 = a  Zero elevado a qualquer expoente é igual a zero. 0b = 0  Qualquer base elevada a zero é igual a 1. a0 = 1
  • 29. COMO MULTIPLICAMOS POTÊNCIAS COM A MESMA BASE? Basta conservar a base e somar os expoentes. Exemplos:  (6)7 . (6)3 = 67+3 = 610 Quando um número não apresenta expoente,  (-20)4 . (-20) = (-20)5 dizemos que está elevado a 1.
  • 30. COMO DIVIDIMOS POTÊNCIAS COM A MESMA BASE? Basta conservar a base e subtrair os expoentes. Exemplos:  (5)7 : (5)3 = (5)7-3 = 54  (-9)5 : (-9)3 = (-9)5-3 = (-9)2
  • 31. COMO ELEVAMOS UMA POTÊNCIA A OUTRA POTÊNCIA? Basta conservar a base e multiplicar os expoentes. Exemplos: (42)3 = 42x3 = 46 (53)6 = 53x6 = 518
  • 32. COMO EXTRAÍMOS A RAIZ QUADRADA DOS NÚMEROS INTEIROS? Basta efetuar os cálculos que já conhecemos, pois só podemos extrair raiz quadrada de números não-negativos. Exemplos: +9 =3 − 9 não existe no conjunto Ζ.
  • 33. TENTE FAZER SOZINHO! Resolva a expressão: ( − 2) 2 [ ] − ( − 7 ) : 10 0 + 5.( − 3) − 36 =
  • 34. SOLUÇÃO ( − 2) − [( − 7 ) : 100 + 5.( − 3) ] − 2 36 = 4 − [ ( − 7 ) : 1 + 5.( − 3) ] − 6 4 − [ − 7 + ( − 15) ] − 6 = 4 − [ − 7 − 15] − 6 = 4 − [ − 22] − 6 = 4 + 22 − 6 = 26 − 6 = 20