Centro de Ensino Urbano Rocha 
Imperatriz, ______ de agosto de 2014. 
Aluno (a) __________________________________________...
4. Observe o exemplo: 
O mercúrio é um metal. 
Ora, o mercúrio não é sólido. 
Logo, algum metal não é sólido. 
O exemplo é...
c) O macaco foi curado da tuberculose com tal soro; logo, o homem há de curar-se da tuberculose com o mesmo soro. (analogi...
c) mantem a dominação de uma classe a outra. 
d) determina a relação entre os indivíduos e as condições de existência dele...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filosofia II bimestre- 2º ano

4.023 visualizações

Publicada em

Prova de filosofia

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Filosofia II bimestre- 2º ano

  1. 1. Centro de Ensino Urbano Rocha Imperatriz, ______ de agosto de 2014. Aluno (a) __________________________________________________________ n º ______ Professora: Mary Alvarenga Série: 2º ano ______ Turma: __________ Verificação de Filosofia 1. Marque a opção que faz referência sobre a lógica. a) Não faz parte do nosso cotidiano. b) Serve para organizar as ideias de modo maios rigoroso, para que não nos enganemos em nossas conclusões. c) Surgiu na idade média com Sócrates. d) Serve para persuadirmos as pessoas a fazerem o que queremos. e) Todas as opções a cima estão corretas 2. A obra de Aristóteles dedicada à lógica chama-se Analíticos e, como o próprio nome diz, trata da análise do pensamento nas suas partes integrantes. Essa e outras obras sobre lógica foram reunidas com o título de Organon, que significa “instrumento” e, no caso, instrumento para se proceder corretamente no pensar.  Marque a opção que informa o que é a lógica como instrumento do pensar. a) O estudo dos métodos e princípios da argumentação. b) A investigação das condições em que a conclusão de um argumento se seque necessariamente de enunciados iniciais, chamados premissas. c) O estudo que estabelece as regras da forma correta das operações do pensamento e identifica as argumentações não válidas. d) Todas as opções citadas correspondem a lógica como instrumento do pensar. e) Nenhuma das opções citadas correspondem a lógica como instrumento do pensar. 3. A proposição é um enunciado no qual afirmamos ou negamos um termo (um conceito) de outro.  Baseando-se no conhecimento adquirido sobre termo e preposição relacione as colunas abaixo. 1. Qualidades 2. Quantidades 3. Extensão dos termos ( 2 ) São gerais - universais ou totais- ou particulares ( 3 ) É a amplitude de um termo, isto é, a coleção de todos os seres que o termo designa no contexto da proposição ( 1 ) São negativas ou afirmativas (todo, nenhum)
  2. 2. 4. Observe o exemplo: O mercúrio é um metal. Ora, o mercúrio não é sólido. Logo, algum metal não é sólido. O exemplo é uma argumentação composta por três proposições, em que a última, a conclusão, deriva logicamente das duas anteriores, chamadas de premissas.  Aristóteles denomina esse tipo de argumento como: a) Silogismo b) Dedução c) Inferência d) Sofisma e) Analogia 5. Observe os silogismos I e II e analise-os conforme se pede: I II Todos os filósofos são seres humanos. Todos os seres humanos são mortais. Logo, todos os filósofos são mortais. Alguns índios não são brancos Alguns brancos são portugueses Logo, alguns portugueses não são índios. a) Identifique as premissas e a conclusão. No silogismo I e II as premissas são as duas primeiras. A conclusão é a terceira, ou seja, a última. b) Qualifique as proposições segundo a verdade ou a falsidade. I e II - Todas são verdadeiras c) Identifique os três termos que compõem o silogismo. I – filósofos, humanos e mortais II – índios, brancos e portugueses. 6. Leia com atenção os itens e identifique se os argumentos são indução, dedução ou analogia. Justifique as respostas usando os conceitos aprendidos. a) Todos os números pares são divisíveis por 2. 4 é um número par, portanto 4 é divisível por 2. (dedução, partiu do geral para o particular) b) Depois que eu nasci o sol sempre nasceu no horizonte, portanto amanhã o sol nascerá novamente. (Indução, a conclusão partiu do particular – geral)
  3. 3. c) O macaco foi curado da tuberculose com tal soro; logo, o homem há de curar-se da tuberculose com o mesmo soro. (analogia, pois a semelhança entre o macaco e o homem permite que se use o mesmo soro) 7. Informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir. a) Em um argumento dedutivo correto, a conclusão é inferida necessariamente das premissas. Ou seja, o que está dito na conclusão é extraído das premissas, pois na verdade está expresso nelas. (V) b) Num argumento por analogia defende-se que, se duas coisas são semelhantes em alguns aspetos, é provável que também sejam semelhantes noutros. (V) c) É uma parte da lógica simbólica que estuda as formas de argumentos, utilizando símbolos para representar as proposições e as conexões que se estabelecem entre elas. Podemos usar letras do alfabeto, números, parênteses, chaves e sinais específicos. (V ) 8. De acordo com o exemplo do quadro, simbolize as sentenças a seguir, usando como referência as letras destacadas. Estudo ou trabalho E = estudo E v T T= trabalho Conectivo = v a) Simbolize a negação da seguinte sentença: O presidente renunciou. ~ p b) Podemos ir a Belém de trem ou de carro. T v C c) Maria é médica e João é Engenheiro. M . J d) Você passará no concurso se e somente se estudar. C E e) Não fui a praia nem assisti o espetáculo. . ~ P . ~ E 9. A ideologia é o conjunto de representações e ideias, bem como de normas de conduta, por meio das quais o indivíduo é levado a pensar, sentir e agir da maneira que convém à classe que detém o poder. Essa consciência da realidade é uma falsa consciência, porque camufla a divisão existente dentro da sociedade, apresentando-a como una e harmônica, como se todos partilhassem dos mesmos objetivos e ideais. (ARANHA, Maria Lúcia e MARTINS, Maria Helena. Temas de Filosofia. São Paulo: Ed. Moderna, 2009, p. 121)  Com base na citação acima, é correto afirmar que a ideologia: a) constitui um corpo sistemático de representações que nos “ensinam” a pensar e de normas que nos “ensinam” agir. b) camufla as diferenças de classe e conflitos sociais, ora conhecendo a sociedade como “una e harmônica”, ora justificando as diferenças existentes.
  4. 4. c) mantem a dominação de uma classe a outra. d) determina a relação entre os indivíduos e as condições de existência deles, adaptando-os às tarefas prefixadas pela sociedade. e) Todas as opções a cima estão corretas. 10. Com base nos seus conhecimentos sobre ideologia, considere as afirmativas a seguir: I. Trata-se de um conjunto de ideias, valores ou crenças que orientam a percepção e o comportamento dos indivíduos sobre diversos assuntos ou aspectos sociais e políticos. II. Na perspectiva marxista, a ideologia é um conceito que denota “falsa consciência”: uma crença mistificante que é socialmente determinada e que se presta a estabilizar a ordem social vigente em benefício das classes dominantes. III. A ideologia consiste em ideias explícitas, fruto da reflexão coletiva e, portanto, internalizadas por todos os indivíduos sem possibilidades de se romper com seus pressupostos. IV. A ideologia pode ser usada para manipular, direcionar e/ou limitar a visão das pessoas sobre determinado assunto ou questão.  Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas. a) I e III. b) I, II e III. c) I, II e IV. d) II e IV Não faças da tua vida um rascunho. Poderás não ter tempo de passá-la a limpo. Mário Quintana Caprichem na prova! Mary Alvarenga

×