SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Resumo de Samba E Identidade Nacional
Esta obra discute o tema 'samba e identidade nacional', abordado de
forma generica pela historiografia que cobre o periodo Vargas.
Contestando os autores classicos da historia da cultura brasileira, que
definem o ritmo como musica portuguesa com influencia negra, o autor,
que e musico, demonstra, com base em uma pesquisa, que o samba se
originou, sim, na Africa.
E, tambem, como e em que contexto deixou a marginalidade no comeco
do seculo XX para se transformar em produto de valor comercial e um dos
icones mais simbolicos do Brasil contemporaneo - ainda que, para tal,
tenha sofrido um processo de 'branqueamento'.
Siqueira privilegia as matrizes da conformacao (religiosa e ludica) do
samba, para fundamentar sua reflexao, enfatizando a estrutura musical e
ritmica, e nao as letras de musica. Ele estuda as relacoes entre o samba e
a construcao de uma identidade nacional, analisando os personagens e
os formatos musicais do genero que serviu como catalisador da
brasilidade.
O autor parte de um substrato inicial, essencialmente criado pela cultura
negra de raizes africanas e de registro predominantemente oral. E conta
que desse substrato surge um paradigma ritmico que depois sera filtrado
e apropriado pelas variadas formas do samba urbano carioca, as
'derivacoes', que constituirao as bases tanto para suprir o novo mercado
fonografico quanto para servir a construcao de uma identidade que
ajudasse a fortalecer um pretenso Estado nacional.
A obra procura identificar, assim, uma matriz do samba perene, plena da
complexa estrutura ritmica da musica negra religiosa, e avaliar de que
modo esta mesma estrutura sobreviveu nas formas derivadas, como a do
'samba moderno'.
Para isto, faz um estudo musicologico das composicoes da epoca, que em
ultima analise resultariam de um 'branqueamento' do samba. O autor
escreve que as vicissitudes das formas derivadas seriam ainda
determinadas pela conjuntura da producao musical, pela entao nascente
industria da radiodifusao, da difusao discografica e do entretenimento.
E conclui que as formas derivadas do samba, embora mantenham os
paradigmas ritmicos de origem negra, foram apropriadas pela cultura
dominante e que o ritmo terminou por servir a ideologia do Estado.
Acesse aqui a versão completa deste livro

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a resumo-samba-e-identidade-nacional-magno-bissoli-siqueira.pdf

Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - SambaTrabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
escolafranciscozilli
 
Danças existentes no brasil
Danças existentes no brasilDanças existentes no brasil
Danças existentes no brasil
Atylla Maria
 
Danças existentes
Danças existentesDanças existentes
Danças existentes
euler223
 
A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
eercavalcanti
 

Semelhante a resumo-samba-e-identidade-nacional-magno-bissoli-siqueira.pdf (20)

AULA SOBRE O SAMBA.pdf
AULA SOBRE O SAMBA.pdfAULA SOBRE O SAMBA.pdf
AULA SOBRE O SAMBA.pdf
 
Samba além do carnaval
Samba além do carnavalSamba além do carnaval
Samba além do carnaval
 
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de SouzaA Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
 
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA PELO SAMBA – PRODUÇÃO DE PARÓDIAS.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA PELO SAMBA – PRODUÇÃO DE PARÓDIAS.PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA PELO SAMBA – PRODUÇÃO DE PARÓDIAS.
PLANO DE AULA – PRIMEIRA REPÚBLICA PELO SAMBA – PRODUÇÃO DE PARÓDIAS.
 
Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - SambaTrabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
Trabalho gênero musical - Ingrid e Miréia - Samba
 
Que bloco e esse articulo Karen Gomez 2017.pdf
Que bloco e esse articulo Karen Gomez 2017.pdfQue bloco e esse articulo Karen Gomez 2017.pdf
Que bloco e esse articulo Karen Gomez 2017.pdf
 
Origem dos generos musicais
Origem dos generos musicaisOrigem dos generos musicais
Origem dos generos musicais
 
Literatura afro brasileira
Literatura afro brasileiraLiteratura afro brasileira
Literatura afro brasileira
 
Danças existentes no brasil
Danças existentes no brasilDanças existentes no brasil
Danças existentes no brasil
 
Camargo emerson zíngaro - música caipira (origens e atualidade)
Camargo emerson zíngaro -  música caipira (origens e atualidade)Camargo emerson zíngaro -  música caipira (origens e atualidade)
Camargo emerson zíngaro - música caipira (origens e atualidade)
 
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 
A pluralidade cultural na obra do cravo carbono.keila.ictus
A pluralidade cultural na obra do cravo carbono.keila.ictusA pluralidade cultural na obra do cravo carbono.keila.ictus
A pluralidade cultural na obra do cravo carbono.keila.ictus
 
Gêneros musicais - Samba
Gêneros musicais - SambaGêneros musicais - Samba
Gêneros musicais - Samba
 
Danças existentes
Danças existentesDanças existentes
Danças existentes
 
"O que o rei não viu": música popular e nacionalidade no RJ da 1ª República
"O que o rei não viu": música popular e nacionalidade no RJ da 1ª República"O que o rei não viu": música popular e nacionalidade no RJ da 1ª República
"O que o rei não viu": música popular e nacionalidade no RJ da 1ª República
 
A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
 
Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
 
As cores do sertão
As cores do sertãoAs cores do sertão
As cores do sertão
 
Slide sobre o samba brasileiro
Slide sobre o samba brasileiroSlide sobre o samba brasileiro
Slide sobre o samba brasileiro
 

Mais de Alexandre Araujo

Idéias para pensarmos a formação de professores de música
Idéias para pensarmos a formação de professores de música Idéias para pensarmos a formação de professores de música
Idéias para pensarmos a formação de professores de música
Alexandre Araujo
 
Os primeiros programas de atendime
Os primeiros programas de atendimeOs primeiros programas de atendime
Os primeiros programas de atendime
Alexandre Araujo
 
Se a escola de violões é a melhor do mundo
Se a escola de violões é a melhor do mundoSe a escola de violões é a melhor do mundo
Se a escola de violões é a melhor do mundo
Alexandre Araujo
 
561 elton john - sorry seems to be the hardest word
561   elton john - sorry seems to be the hardest word561   elton john - sorry seems to be the hardest word
561 elton john - sorry seems to be the hardest word
Alexandre Araujo
 
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
Alexandre Araujo
 

Mais de Alexandre Araujo (18)

321908848-A-Teoria-Espiral-de-Swanwick.docx
321908848-A-Teoria-Espiral-de-Swanwick.docx321908848-A-Teoria-Espiral-de-Swanwick.docx
321908848-A-Teoria-Espiral-de-Swanwick.docx
 
Desmistificando a elaboração de slides acadêmicos - o passo a passo.pdf
Desmistificando a elaboração de slides acadêmicos - o passo a passo.pdfDesmistificando a elaboração de slides acadêmicos - o passo a passo.pdf
Desmistificando a elaboração de slides acadêmicos - o passo a passo.pdf
 
Anamnese musicoterápica integralidades
Anamnese musicoterápica   integralidadesAnamnese musicoterápica   integralidades
Anamnese musicoterápica integralidades
 
estagio curricular obrigatorio nao remunerado
 estagio curricular obrigatorio nao remunerado estagio curricular obrigatorio nao remunerado
estagio curricular obrigatorio nao remunerado
 
Dialnet musicoterapia e-saudemental-5161379 (1)
Dialnet musicoterapia e-saudemental-5161379 (1)Dialnet musicoterapia e-saudemental-5161379 (1)
Dialnet musicoterapia e-saudemental-5161379 (1)
 
pink-floyd-anthology-book-pdf
 pink-floyd-anthology-book-pdf pink-floyd-anthology-book-pdf
pink-floyd-anthology-book-pdf
 
apostila-de-musicalizacao-infantil
 apostila-de-musicalizacao-infantil apostila-de-musicalizacao-infantil
apostila-de-musicalizacao-infantil
 
Figuras de som
Figuras de somFiguras de som
Figuras de som
 
Múltiplos espaços
Múltiplos espaços Múltiplos espaços
Múltiplos espaços
 
Idéias para pensarmos a formação de professores de música
Idéias para pensarmos a formação de professores de música Idéias para pensarmos a formação de professores de música
Idéias para pensarmos a formação de professores de música
 
Música , a realidade nas escolas e política de formação
Música , a realidade nas escolas e política de formação Música , a realidade nas escolas e política de formação
Música , a realidade nas escolas e política de formação
 
Os primeiros programas de atendime
Os primeiros programas de atendimeOs primeiros programas de atendime
Os primeiros programas de atendime
 
Pellegrini 7-cordas
Pellegrini 7-cordasPellegrini 7-cordas
Pellegrini 7-cordas
 
Se a escola de violões é a melhor do mundo
Se a escola de violões é a melhor do mundoSe a escola de violões é a melhor do mundo
Se a escola de violões é a melhor do mundo
 
561 elton john - sorry seems to be the hardest word
561   elton john - sorry seems to be the hardest word561   elton john - sorry seems to be the hardest word
561 elton john - sorry seems to be the hardest word
 
Morris ginsberg
Morris ginsbergMorris ginsberg
Morris ginsberg
 
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
1988 musicoterapia e saúde mental uma experimentação rizomática
 
2707139 luis althusser
2707139 luis althusser2707139 luis althusser
2707139 luis althusser
 

Último

Último (20)

Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 

resumo-samba-e-identidade-nacional-magno-bissoli-siqueira.pdf

  • 1.
  • 2. Resumo de Samba E Identidade Nacional Esta obra discute o tema 'samba e identidade nacional', abordado de forma generica pela historiografia que cobre o periodo Vargas. Contestando os autores classicos da historia da cultura brasileira, que definem o ritmo como musica portuguesa com influencia negra, o autor, que e musico, demonstra, com base em uma pesquisa, que o samba se originou, sim, na Africa. E, tambem, como e em que contexto deixou a marginalidade no comeco do seculo XX para se transformar em produto de valor comercial e um dos icones mais simbolicos do Brasil contemporaneo - ainda que, para tal, tenha sofrido um processo de 'branqueamento'. Siqueira privilegia as matrizes da conformacao (religiosa e ludica) do samba, para fundamentar sua reflexao, enfatizando a estrutura musical e ritmica, e nao as letras de musica. Ele estuda as relacoes entre o samba e a construcao de uma identidade nacional, analisando os personagens e os formatos musicais do genero que serviu como catalisador da brasilidade. O autor parte de um substrato inicial, essencialmente criado pela cultura negra de raizes africanas e de registro predominantemente oral. E conta que desse substrato surge um paradigma ritmico que depois sera filtrado e apropriado pelas variadas formas do samba urbano carioca, as 'derivacoes', que constituirao as bases tanto para suprir o novo mercado fonografico quanto para servir a construcao de uma identidade que ajudasse a fortalecer um pretenso Estado nacional. A obra procura identificar, assim, uma matriz do samba perene, plena da complexa estrutura ritmica da musica negra religiosa, e avaliar de que modo esta mesma estrutura sobreviveu nas formas derivadas, como a do 'samba moderno'. Para isto, faz um estudo musicologico das composicoes da epoca, que em ultima analise resultariam de um 'branqueamento' do samba. O autor escreve que as vicissitudes das formas derivadas seriam ainda
  • 3. determinadas pela conjuntura da producao musical, pela entao nascente industria da radiodifusao, da difusao discografica e do entretenimento. E conclui que as formas derivadas do samba, embora mantenham os paradigmas ritmicos de origem negra, foram apropriadas pela cultura dominante e que o ritmo terminou por servir a ideologia do Estado. Acesse aqui a versão completa deste livro