Danças existentes    no Brasil
<ul><li>As danças no Brasil sincretizam influências das mais diversas regiões do mundo, resultado da pluralidade das matri...
SAMBA <ul><li>O  samba  é um gênero musical, de onde deriva um tipo de dança, de raízes africanas surgido no Brasil e tido...
 
<ul><li>Apesar do samba existir em todo o país - especialmente nos Estados da Bahia, do Maranhão, de Minas Gerais e de São...
CAPOEIRA <ul><li>A história da capoeira começa no século XVI, na época em que o Brasil era colônia de Portugal. A mão-de-o...
 
<ul><li>Ao chegarem ao Brasil, os africanos perceberam a necessidade de desenvolver formas de proteção contra a violência ...
Forró <ul><li>Forró  é uma festa popular brasileira, de origem nordestina e é a dança praticada nessas festas, conhecida t...
 
FREVO <ul><li>O  frevo  é um ritmo musical e uma dança brasileiros com origens no estado de Pernambuco, misturando marcha,...
 
<ul><li>Pode-se afirmar que o frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pen...
MAXIXE <ul><li>O  Maxixe  (também conhecido como  Tango brasileiro ) é um tipo de dança de salão brasileira criada pelos n...
 
<ul><li>Dançada a um ritmo rápido de 2/4, notam-se também influências do lundu, das polcas e das habaneras.Tal como o tang...
MOÇAMBIQUE   <ul><li>Bailado guerreiro de origem negra, sem enredo, ao som de instrumentos de percussão, semelhante às dan...
 
XAXADO <ul><li>O nome provém do som que os sapatos faziam no chão ao se dançar; é uma dança do agreste e sertão pernambuca...
 
CONGO <ul><li>Dança dramática de origem africana, que se realiza de preferência pelo Natal, pela festa de Nossa Senhora do...
 
<ul><li>Laura Hipólito  Xavier – Oficina Formas e Fôrmas </li></ul><ul><li> </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Danças existentes

47.484 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
1 comentário
10 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
47.484
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.489
Comentários
1
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Danças existentes

  1. 1. Danças existentes no Brasil
  2. 2. <ul><li>As danças no Brasil sincretizam influências das mais diversas regiões do mundo, resultado da pluralidade das matrizes étnicas aqui existentes. Dessa mistura, resultam vários tipos de danças, ritmos e sons, a exemplo do Samba, do Baião, do Maxixe, do Frevo,da Capoeira e das danças folclóricas. </li></ul>
  3. 3. SAMBA <ul><li>O samba é um gênero musical, de onde deriva um tipo de dança, de raízes africanas surgido no Brasil e tido como o ritmo nacional por excelência. Considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras, o samba se transformou em símbolo de identidade nacional. Dentre suas características originais, está uma forma onde a dança é acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano e levado, na segunda metade do século XIX, para a cidade do Rio de Janeiro pelos negros que migraram da Bahia e se instalaram na então capital do Império. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>Apesar do samba existir em todo o país - especialmente nos Estados da Bahia, do Maranhão, de Minas Gerais e de São Paulo - sob a forma de diversos ritmos e danças populares regionais que se originaram do batuque, o samba como gênero é uma expressão musical urbana do Rio de Janeiro, onde de fato nasceu e se desenvolveu entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX. Foi no Rio de Janeiro que a dança praticada pelos escravos baianos migrados entrou em contato e incorporou outros gêneros musicais tocados na cidade (como a polca, o maxixe, o lundu, o xote, entre outros), adquirindo um caráter totalmente singular e criando o samba carioca urbano e carnavalesco . </li></ul>
  5. 6. CAPOEIRA <ul><li>A história da capoeira começa no século XVI, na época em que o Brasil era colônia de Portugal. A mão-de-obra escrava africana foi muito utilizada no Brasil, principalmente nos engenhos (fazendas produtoras de açúcar) do nordeste brasileiro. Muitos destes escravos vinham da região de Angola, também colônia portuguesa. Os angolanos, na África, faziam muitas danças ao som de músicas.  </li></ul>
  6. 8. <ul><li>Ao chegarem ao Brasil, os africanos perceberam a necessidade de desenvolver formas de proteção contra a violência e repressão dos colonizadores brasileiros. Eram constantemente alvos de práticas violentas e castigos dos senhores de engenho. Quando fugiam das fazendas, eram perseguidos pelos capitães-do-mato, que tinham uma maneira de captura muito violenta.  Os senhores de engenho proibiam os escravos de praticar qualquer tipo de luta. Logo, os escravos utilizaram o ritmo e os movimentos de suas danças africanas, adaptando a um tipo de luta. Surgia assim a capoeira, uma arte marcial disfarçada de dança. Foi um instrumento importante da resistência cultural e física dos escravos brasileiros. </li></ul>
  7. 9. Forró <ul><li>Forró é uma festa popular brasileira, de origem nordestina e é a dança praticada nessas festas, conhecida também por arrasta-pé, bate-chinela, fobó, forrobodó. No forró, vários ritmos musicais daquela região, como baião, a quadrilha, o xaxado, que tem influências holandesas e o xote, que veio de Portugal, são tocados, tradicionalmente, por trios, compostos de um sanfoneiro (tocador de acordeom que no forró é tradicionalmente a sanfona de oito baixos), um zabumbeiro e um tocador de triângulo. </li></ul>
  8. 11. FREVO <ul><li>O frevo é um ritmo musical e uma dança brasileiros com origens no estado de Pernambuco, misturando marcha, maxixe e elementos da capoeira. Surgido na cidade do Recife no fim do século XIX, o frevo caracteriza-se pelo ritmo extremamente acelerado. Muito executado durante o carnaval, eram comuns conflitos entre blocos de frevo, em que capoeiristas saíam à frente dos seus blocos para intimidar blocos rivais e proteger seu estandarte </li></ul>
  9. 13. <ul><li>Pode-se afirmar que o frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pensavam em dar ao povo mais animação nos folguedos. No decorrer do tempo, a música ganhou características próprias acompanhadas por um bailado inconfundível de passos soltos e acrobáticos </li></ul>
  10. 14. MAXIXE <ul><li>O Maxixe (também conhecido como Tango brasileiro ) é um tipo de dança de salão brasileira criada pelos negros que esteve em moda entre o fim do século XIX e o início do século XX. Teve a sua origem no Rio de Janeiro na década de 1870, mais ou menos quando o tango também dava os seus primeiros passos na Argentina e no Uruguai, do qual sofreria algumas influências </li></ul>
  11. 16. <ul><li>Dançada a um ritmo rápido de 2/4, notam-se também influências do lundu, das polcas e das habaneras.Tal como o tango, este estilo foi também exportado para a Europa e Estados Unidos da América, no início do século XX </li></ul>
  12. 17. MOÇAMBIQUE <ul><li>Bailado guerreiro de origem negra, sem enredo, ao som de instrumentos de percussão, semelhante às danças de combate das congadas, e no qual o ritmo é marcado com entrechoques de bastões. Comum nos estados brasileiros de Minas Gerais, São Paulo e Goiás. </li></ul>
  13. 19. XAXADO <ul><li>O nome provém do som que os sapatos faziam no chão ao se dançar; é uma dança do agreste e sertão pernambucano, bailada somente por homens, que remonta da década de 20. Tornou-se popular pelos cangaceiros do grupo de Lampião. </li></ul>
  14. 21. CONGO <ul><li>Dança dramática de origem africana, que se realiza de preferência pelo Natal, pela festa de Nossa Senhora do Rosário, e pela de São Benedito na região Norte e Nordeste do Brasil. </li></ul>
  15. 23. <ul><li>Laura Hipólito Xavier – Oficina Formas e Fôrmas </li></ul><ul><li> </li></ul>

×