Maria em Apocalipse 12 (2012)

1.520 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.520
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Maria em Apocalipse 12 (2012)

  1. 1. Curso de Mariologia (6) Maria no Apocalipse
  2. 2. Apocalíptica: esquema interpretativo e vestição literária.Contexto: influência de outras religiões, resistência cultural e religiosa.Objetivo: consolar e fortalecer a identidade.Características:- Transcendência absoluta de Deus. Necessidade de seres intermediários.- Atrás do palco da História está a luta entre Deus e as força do mal.- No céu, Deus já venceu. Na terra, há uma luta terrível entre o Bem e o Mal, encarnados em forças históricas.- A novidade vem com a destruição da ordem atual e suas estruturas.- O futuro será inesperado dom de Deus. Resta confiar e continuar resistindo.
  3. 3.  João utiliza o gênero literário apocalíptico, devido àperseguição religiosa e política do império romano Não faz reportagem antecipada sobre o fim do mundo. Quer alimentar a esperança dos cristãos. Mostra que o ressuscitado está presente com a suacomunidade. Apesar da força do mal, a vitória de Deusestá garantida.
  4. 4. Preparação da Cena: Ap 11,19 ->“Abriu-se o Revelação de algo templo de Deus, que está no céu, importante e a arca da aliança apareceu” Sinal pede interpretação.Um grande sinal apareceu no céu Bastidor da históriaUma mulher Povo de Deus, Igreja, MariaVestida de sol ? Glorificada por DeusLua debaixo dos pés Poder sobre as forças das naturezaCoroa de doze estrelas Participa da realeza de DeusGrávida, com dores de parto O novo que surge, em meio a sofrimentos
  5. 5.  Quem é a mulher? A comunidade cristã e Maria, a mãe do messias. O sinal no céu:- Mulher iluminada por Deus,- Em harmonia com o ecossistema,- Já experimentando o Reinado de Deus.- Gera o novo na história (Jo 16,21s).
  6. 6. v.9: antigaOutro sinal no céu: grande dragão vermelho serpente, diabo ou satanás, sedutor doSete cabeças com sete diademas mundo inteiro Tem todo o poderDez chifres Grande força de ataqueCauda destrói 1/3 das estrelas Destruição e desequilíbrioEstá diante da mulher, para devorar o Violência filho, logo que nascesseMulher deu à luz: apascentar as nações Ternura + força com vara de ferro Ressurreição de JesusFilho arrebatado para junto de Deus Lugar de tentação eMulher fugiu para o deserto do encontro. Alimentada por Deus
  7. 7.  O dragão:- O poder do mal, encarnado no império romano.- Está repleto de poder e autoridade.- Quer destruir o messias. Mas o Pai o liberta, pela ressurreição. A mulher:- Está no deserto deste mundo, lugar de provação e encontro com Deus.- Peregrina na fé.
  8. 8.  O dragão, também serpente e acusador, é vencido por Deus. O mal, ferido, vem lutar contra o time de Deus, na terra. Deus dá asas para seus eleitos enfrentarem o mal. O povo de Deus recebe ajuda da própria natureza, para escapar do mal.
  9. 9.  Originalmente, é um texto sobre Cristo e a comunidade de seus seguidores. Pode ser interpretado em chave mariana, consciente de que se extrapola o sentido original.
  10. 10.  Afonso Murad, Maria. Toda de Deus e tão humana. Compêndio de Mariologia. Paulinas/Santuário. 2012, cap 6, p.105-110. www.maenossa.blogspot.com Vídeos da série Trem da mariologia no Youtube

×