SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
DISCIPLINA                 HISTÓRIA

                     Crise da República velha

Nº de Aulas para            02 AULAS
desenvolver o Tema

Data de início                 2013

                        ADRIANA GOMES
Professor
                           MESSIAS
OBJETIVO

Compreender os motivos que levaram ao fim da
República Oligárquica, a influência da Crise de
1929 para a Economia e Política do Brasil e os
movimentos sociais no Brasil na década de 20.
A Crise da República Velha no
            Brasil
Antecedentes
• No final do século XIX, os italianos, portugueses,
  espanhóis e alemães eram a maioria da
  população operária no Brasil.
• A maioria destes imigrantes abandonaram as
  fazendas de café em busca de trabalho
  assalariado nas fábricas.
A Indústria nascia à sombra do café
Péssimas condições de Vida: salários baixos,
custo de vida alto, moradias precárias (cortiços)
Trabalho
 Infantil
Início dos movimentos Operários
• Socialistas: defendiam a propriedade
  social dos meios de produção, ou seja,
  uma sociedade sem luta de classe.
• Anarquistas: pregavam a autogestão e o
  fim absoluto do Estado.
Vamos Comparar
No Brasil
• 1906: I Congresso Operário Brasileiro, com
  características anarquistas, estimularam a
  criação de sindicatos= ANARCOSSINDICALISTAS
• Várias manifestações e Italianos são
  apontados como os organizadores das
  revoltas.
• Lei Adolfo Gordo: autorizava a expulsão de
  estrangeiros e deportação para o ACRE.
1917: Ano Vermelho
• Reflexo da 1ª Guerra Mundial: alto custo de
  vida e ideias da Revolução Russa chegam no
  Brasil.
• Início de greves, repressão policial e revoltas.
• 1920: II Congresso Operário Brasileiro
• 1922: Foi fundado o PC (Partido Comunista)
• - Os socialistas defendiam jornada de trabalho
  reduzida para 8 horas
• -Salário de Trabalho
• -Proibição do trabalho infantil
Tenentismo
• A Revolta do Forte de Copacabana, em 1922, foi o primeiro
  movimento militar armado, que pretendeu tirar do poder as elites
  tradicionais eclodiu uma rebelião de jovens oficiais, que, sob o
  comando do Capitão Euclides Hermes da Fonseca, dominou o
  Forte, enfrentando resistência das forças legalistas. O combate
  continuou na rua e os 17 militares que saíram do Forte receberam o
  apoio do civil Octávio Corrêa. Cada um com um pedaço da
  Bandeira Nacional junto ao coração, marcharam de peito aberto
  para enfrentar as forças legalistas. A luta foi desigual e terminou
  com a morte de praticamente todos os revoltosos.
  Como resultado, foi decretado estado de sítio no país, mantido
  durante quase todo o governo Epitácio Pessoa. Esse gesto
  representou o supremo sacrifício de um punhado de jovens pelo
  mais puro ideal de regeneração da Pátria. Entre os “Dezoito do
  Forte” estavam os Tenentes Antônio de Siqueira Campos e Eduardo
  Gomes que sobreviveram à imolação de seus companheiros.
Para pesquisar
http://www.fortedecopacabana.com/modules/xoopstube/singlevideo.php?cid=8&lid=5


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=h5SlX5MTO0I


http://www.youtube.com/watch?v=O5m50seJ2fs



http://www.youtube.com/watch?v=43Hg4qA2XVA
   Resumo
Coluna Paulista
• No dia 5 de julho de 1924, tropas de São Paulo tentaram promover um
  movimento de caráter nacional que deveria tomar conta de outras
  importantes cidades do país. Entretanto, a rebelião liderada por Isidoro
  Dias Lopes conseguiu acender outros focos somente em Mato Grosso,
  Amazonas, Pará, Sergipe e Rio Grande do Sul. No estado paulista, a
  ação tenentista conseguiu tomar pontos estratégicos da capital e atacar
  o Palácio dos Campos Elíseos, sede do governo estadual. O vigor dos
  ataques militares obrigou Carlos de Campos, presidente do Estado, a
  fugir de São Paulo. A capital se transformou em um verdadeiro palco de
  guerra, forçando cerca de 300 mil pessoas a saírem refugiadas.
A Coluna Prestes

          A "Grande Marcha" de 1925 a 27 foi
          o ponto culminante de um
          movimento militar, denominado de
          Tenentismo. Esse movimento armado
          visava derrubar as oligarquias que
          dominavam o país e, posteriormente,
          desenvolver um conjunto de
          reformas institucionais, com o intuito
          de eliminar os vícios da República
          Velha.
          Foram 24.000 km em dois anos
Semana de Arte Moderna
• foi um movimento cultural, que ocorreu no
  estado de São Paulo, no ano de 1922. Ela
  contava com a presença de ilustres artistas,
  entre os mais famosos Tarsila do Amaral,
  Oswald de Andrade, Anita Malfatti, dentre
  outros. A semana foi uma forma de libertação
  da cultura artística vinda da Europa, como
  o Cubismo, Expressionismo e outros.
• O movimento, que aconteceu no Teatro
  Municipal de São Paulo, recebeu apoio do
  então governador do estado, Washington Luís.
Em resumo...
• http://www.youtube.com/watch?feature=play
  er_embedded&v=DmEalgCgJ4U#!

http://www.youtube.com/watch?v=PLmPNFjx2Tk
Características da República velha que
  propiciaram a revolução de 1930
• Regionalismo: a presidência ocupada
  alternadamente por paulistas e mineiros=
  república do café com leite.
• Coronelismo: domínio dos grandes
  proprietários de terra (coronéis) que ditavam
  os rumos da nação.
• Manipulação Eleitoral: o candidato do
  governo sempre ganhava.
Revolução de 1930
1929: Crise Mundial
• Em 1929 a economia mundial é abalada por
  uma forte crise provocada pela falência da
  bolsa de valores de Nova York, o Brasil
  sendo ainda um país predominantemente
  agrário, exportador de produtos primários,
  principalmente o café, e dependente dos
  mercados e empréstimos externos, a crise de
  1929 atingiu duramente a economia do
  Brasil.
No Campo Político: Crise
• Na sucessão presidencial de 1930, São Paulo e Minas
  Gerais discordaram sobre o nome do candidato que
  disputaria o pleito. O presidente Washington Luiz
  apoiou a candidatura do paulista Julio Prestes, ao invés
  de apoiar a candidatura do mineiro Antônio Carlos.

  Essa atitude levou Minas Gerais a romper com a
  aliança com os paulista e a apoiar as oligarquias de
  outros estados: do Rio Grande do Sul e da Paraíba.
  Desse modo, esses três estados formaram um grupo
  político de oposição chamado Aliança Liberal.
Processo Revolucionário
• Em abril de 1930 é anunciada a vitória de Julio
  Prestes;
• Getúlio Vargas (ex Ministro da Fazenda de
  Washington Luís), candidato vencido, denunciou
  fraudes na eleição.
• João Pessoa, vice de Getúlio Vargas foi
  assassinado.
• Em 03/10 Vargas faz discurso conclamando
  gaúchos para se rebelarem contra o governo
  federal, gaúchos, se unem com paraibanos e
  cariocas contra São Paulo.
O Golpe de Estado
• Em 03/11 de 1930, a junta militar entrega o
  poder aos revoltosos, na pessoa de Getúlio
  Vargas. Início da Era Vargas: 1930-1954
Site para pesquisa
http://cpdoc.fgv.br/revolucao1930/acervo

Site com varias informações culturais, políticas, imagens,
fotos e futebol na década de 30.
http://ultimosegundo.ig.com.br/revolucao1930/


http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/revolucao-de-1930/


 http://www.videodeaula.com.br/historia-do-brasil/a-revolucao-de-
 1930/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinioBrasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinio
Alexandre Protásio
 
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era VargasH.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
Edvaldo Lopes
 

Mais procurados (19)

A década de 1920 e a revolução de 1930
A década de 1920 e a revolução de 1930A década de 1920 e a revolução de 1930
A década de 1920 e a revolução de 1930
 
Era vargas 2016
Era vargas 2016Era vargas 2016
Era vargas 2016
 
Crise do estado oligárquico
Crise do estado oligárquicoCrise do estado oligárquico
Crise do estado oligárquico
 
Brasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinioBrasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinio
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
 
Eua década de 1920 - Dos "Golden Years" à Grande Depressão
Eua década de 1920 - Dos "Golden Years" à Grande DepressãoEua década de 1920 - Dos "Golden Years" à Grande Depressão
Eua década de 1920 - Dos "Golden Years" à Grande Depressão
 
Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30
 
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistênciaCapítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
Capítulo 3 - Primeira República - dominação e resistência
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
 
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era VargasH.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
 
Tenentismo
TenentismoTenentismo
Tenentismo
 
Brasil Republicano: revoltas, lutas e conquistas. - Prof. Medeiros
Brasil Republicano: revoltas, lutas e conquistas. - Prof. MedeirosBrasil Republicano: revoltas, lutas e conquistas. - Prof. Medeiros
Brasil Republicano: revoltas, lutas e conquistas. - Prof. Medeiros
 
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo ConstitucionalEra vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
 
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
 
Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910
 

Destaque

Estados unidos nos loucos anos 20
Estados unidos nos loucos anos 20Estados unidos nos loucos anos 20
Estados unidos nos loucos anos 20
Daniel Gonçalves
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
franciscaf
 

Destaque (20)

Inconfidencia 8 ano
Inconfidencia 8 anoInconfidencia 8 ano
Inconfidencia 8 ano
 
Estados unidos nos loucos anos 20
Estados unidos nos loucos anos 20Estados unidos nos loucos anos 20
Estados unidos nos loucos anos 20
 
Anos 20 Estados Unidos
Anos 20 Estados UnidosAnos 20 Estados Unidos
Anos 20 Estados Unidos
 
Brasil pos 2ª guerra mundial 2013
Brasil pos  2ª guerra mundial 2013Brasil pos  2ª guerra mundial 2013
Brasil pos 2ª guerra mundial 2013
 
R evolução russa2013
R evolução russa2013R evolução russa2013
R evolução russa2013
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Pré História
Pré HistóriaPré História
Pré História
 
Geografia industrialização (em)
Geografia industrialização (em)Geografia industrialização (em)
Geografia industrialização (em)
 
Na zismo 2012 9 ano
Na zismo 2012 9 anoNa zismo 2012 9 ano
Na zismo 2012 9 ano
 
Governo vargas
Governo vargasGoverno vargas
Governo vargas
 
Vargas1
Vargas1Vargas1
Vargas1
 
Reforma protestante em
Reforma protestante emReforma protestante em
Reforma protestante em
 
Feudalismo 3 em
Feudalismo 3 emFeudalismo 3 em
Feudalismo 3 em
 
Imperio bizantino 3 ano
Imperio bizantino 3 anoImperio bizantino 3 ano
Imperio bizantino 3 ano
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
1ª guerra mundial
1ª guerra mundial1ª guerra mundial
1ª guerra mundial
 
Viagens maritimas
Viagens maritimasViagens maritimas
Viagens maritimas
 
Grecia1
Grecia1Grecia1
Grecia1
 
Islamismo3 ano
Islamismo3 anoIslamismo3 ano
Islamismo3 ano
 
Aula vinda família real
Aula vinda família realAula vinda família real
Aula vinda família real
 

Semelhante a A crise da república velha no brasil

A crise da república velha no brasil
A crise da república velha no brasilA crise da república velha no brasil
A crise da república velha no brasil
Adriana Gomes Messias
 
História rafa- república da espada e república do café com leite
História   rafa- república da espada e república do café com leiteHistória   rafa- república da espada e república do café com leite
História rafa- república da espada e república do café com leite
Rafael Noronha
 
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
wladimir1aguiar
 
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XX
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XXPrincipais manifestações populares no Brasil - séc. XX
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XX
Elton Zanoni
 

Semelhante a A crise da república velha no brasil (20)

A crise da república velha no brasil
A crise da república velha no brasilA crise da república velha no brasil
A crise da república velha no brasil
 
República velha 4
República velha 4República velha 4
República velha 4
 
História rafa- república da espada e república do café com leite
História   rafa- república da espada e república do café com leiteHistória   rafa- república da espada e república do café com leite
História rafa- república da espada e república do café com leite
 
REVOLUÇÃO DE 1930 E ERA VARGAS UM PASSEIO PELA A HISTÓRIA.pptx
REVOLUÇÃO DE 1930  E ERA VARGAS UM PASSEIO PELA A HISTÓRIA.pptxREVOLUÇÃO DE 1930  E ERA VARGAS UM PASSEIO PELA A HISTÓRIA.pptx
REVOLUÇÃO DE 1930 E ERA VARGAS UM PASSEIO PELA A HISTÓRIA.pptx
 
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
Movimentossociaisnarepblicavelha1889 1930-130326111526-phpapp01
 
Os Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no BrasilOs Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no Brasil
 
História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Revoltas da primeira república.pptx
Revoltas da primeira república.pptxRevoltas da primeira república.pptx
Revoltas da primeira república.pptx
 
Hist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdfHist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdf
 
brasil republica.pdf
brasil republica.pdfbrasil republica.pdf
brasil republica.pdf
 
República velha e suas revoltas
República velha e suas revoltasRepública velha e suas revoltas
República velha e suas revoltas
 
Brasil republica
Brasil republicaBrasil republica
Brasil republica
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
3° ano Brasil República Velha
3° ano   Brasil República Velha3° ano   Brasil República Velha
3° ano Brasil República Velha
 
A crise do segundo reinado
A crise do segundo reinadoA crise do segundo reinado
A crise do segundo reinado
 
República Velha
República VelhaRepública Velha
República Velha
 
aula-revoluode1930-140222094305-phpapp01.pptx
aula-revoluode1930-140222094305-phpapp01.pptxaula-revoluode1930-140222094305-phpapp01.pptx
aula-revoluode1930-140222094305-phpapp01.pptx
 
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XX
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XXPrincipais manifestações populares no Brasil - séc. XX
Principais manifestações populares no Brasil - séc. XX
 
As conjurações do final do século xviii
As conjurações do final do século xviiiAs conjurações do final do século xviii
As conjurações do final do século xviii
 

Mais de Adriana Gomes Messias

Mais de Adriana Gomes Messias (20)

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Doutrinas sociais
Doutrinas sociaisDoutrinas sociais
Doutrinas sociais
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Racismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexãoRacismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexão
 
Absolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e InglaterraAbsolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e Inglaterra
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
 
Problemas ambientais
Problemas  ambientais Problemas  ambientais
Problemas ambientais
 
Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos
 
Terra planeta agua
Terra planeta aguaTerra planeta agua
Terra planeta agua
 
Diversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidadeDiversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidade
 
Ecotecnologia
EcotecnologiaEcotecnologia
Ecotecnologia
 
Cartografia
Cartografia Cartografia
Cartografia
 
As grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugalAs grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugal
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Império Árabe
Império ÁrabeImpério Árabe
Império Árabe
 
Imperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_anoImperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_ano
 
Biomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasilBiomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasil
 
Fontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptxFontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptx
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 

A crise da república velha no brasil

  • 1. DISCIPLINA HISTÓRIA Crise da República velha Nº de Aulas para 02 AULAS desenvolver o Tema Data de início 2013 ADRIANA GOMES Professor MESSIAS
  • 2. OBJETIVO Compreender os motivos que levaram ao fim da República Oligárquica, a influência da Crise de 1929 para a Economia e Política do Brasil e os movimentos sociais no Brasil na década de 20.
  • 3. A Crise da República Velha no Brasil
  • 4. Antecedentes • No final do século XIX, os italianos, portugueses, espanhóis e alemães eram a maioria da população operária no Brasil. • A maioria destes imigrantes abandonaram as fazendas de café em busca de trabalho assalariado nas fábricas.
  • 5.
  • 6. A Indústria nascia à sombra do café
  • 7. Péssimas condições de Vida: salários baixos, custo de vida alto, moradias precárias (cortiços)
  • 9. Início dos movimentos Operários • Socialistas: defendiam a propriedade social dos meios de produção, ou seja, uma sociedade sem luta de classe. • Anarquistas: pregavam a autogestão e o fim absoluto do Estado.
  • 11. No Brasil • 1906: I Congresso Operário Brasileiro, com características anarquistas, estimularam a criação de sindicatos= ANARCOSSINDICALISTAS • Várias manifestações e Italianos são apontados como os organizadores das revoltas. • Lei Adolfo Gordo: autorizava a expulsão de estrangeiros e deportação para o ACRE.
  • 12. 1917: Ano Vermelho • Reflexo da 1ª Guerra Mundial: alto custo de vida e ideias da Revolução Russa chegam no Brasil. • Início de greves, repressão policial e revoltas.
  • 13. • 1920: II Congresso Operário Brasileiro • 1922: Foi fundado o PC (Partido Comunista) • - Os socialistas defendiam jornada de trabalho reduzida para 8 horas • -Salário de Trabalho • -Proibição do trabalho infantil
  • 14. Tenentismo • A Revolta do Forte de Copacabana, em 1922, foi o primeiro movimento militar armado, que pretendeu tirar do poder as elites tradicionais eclodiu uma rebelião de jovens oficiais, que, sob o comando do Capitão Euclides Hermes da Fonseca, dominou o Forte, enfrentando resistência das forças legalistas. O combate continuou na rua e os 17 militares que saíram do Forte receberam o apoio do civil Octávio Corrêa. Cada um com um pedaço da Bandeira Nacional junto ao coração, marcharam de peito aberto para enfrentar as forças legalistas. A luta foi desigual e terminou com a morte de praticamente todos os revoltosos. Como resultado, foi decretado estado de sítio no país, mantido durante quase todo o governo Epitácio Pessoa. Esse gesto representou o supremo sacrifício de um punhado de jovens pelo mais puro ideal de regeneração da Pátria. Entre os “Dezoito do Forte” estavam os Tenentes Antônio de Siqueira Campos e Eduardo Gomes que sobreviveram à imolação de seus companheiros.
  • 16. Coluna Paulista • No dia 5 de julho de 1924, tropas de São Paulo tentaram promover um movimento de caráter nacional que deveria tomar conta de outras importantes cidades do país. Entretanto, a rebelião liderada por Isidoro Dias Lopes conseguiu acender outros focos somente em Mato Grosso, Amazonas, Pará, Sergipe e Rio Grande do Sul. No estado paulista, a ação tenentista conseguiu tomar pontos estratégicos da capital e atacar o Palácio dos Campos Elíseos, sede do governo estadual. O vigor dos ataques militares obrigou Carlos de Campos, presidente do Estado, a fugir de São Paulo. A capital se transformou em um verdadeiro palco de guerra, forçando cerca de 300 mil pessoas a saírem refugiadas.
  • 17. A Coluna Prestes A "Grande Marcha" de 1925 a 27 foi o ponto culminante de um movimento militar, denominado de Tenentismo. Esse movimento armado visava derrubar as oligarquias que dominavam o país e, posteriormente, desenvolver um conjunto de reformas institucionais, com o intuito de eliminar os vícios da República Velha. Foram 24.000 km em dois anos
  • 18. Semana de Arte Moderna • foi um movimento cultural, que ocorreu no estado de São Paulo, no ano de 1922. Ela contava com a presença de ilustres artistas, entre os mais famosos Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, dentre outros. A semana foi uma forma de libertação da cultura artística vinda da Europa, como o Cubismo, Expressionismo e outros.
  • 19. • O movimento, que aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, recebeu apoio do então governador do estado, Washington Luís.
  • 20. Em resumo... • http://www.youtube.com/watch?feature=play er_embedded&v=DmEalgCgJ4U#! http://www.youtube.com/watch?v=PLmPNFjx2Tk
  • 21. Características da República velha que propiciaram a revolução de 1930 • Regionalismo: a presidência ocupada alternadamente por paulistas e mineiros= república do café com leite.
  • 22. • Coronelismo: domínio dos grandes proprietários de terra (coronéis) que ditavam os rumos da nação.
  • 23. • Manipulação Eleitoral: o candidato do governo sempre ganhava.
  • 25. 1929: Crise Mundial • Em 1929 a economia mundial é abalada por uma forte crise provocada pela falência da bolsa de valores de Nova York, o Brasil sendo ainda um país predominantemente agrário, exportador de produtos primários, principalmente o café, e dependente dos mercados e empréstimos externos, a crise de 1929 atingiu duramente a economia do Brasil.
  • 26. No Campo Político: Crise • Na sucessão presidencial de 1930, São Paulo e Minas Gerais discordaram sobre o nome do candidato que disputaria o pleito. O presidente Washington Luiz apoiou a candidatura do paulista Julio Prestes, ao invés de apoiar a candidatura do mineiro Antônio Carlos. Essa atitude levou Minas Gerais a romper com a aliança com os paulista e a apoiar as oligarquias de outros estados: do Rio Grande do Sul e da Paraíba. Desse modo, esses três estados formaram um grupo político de oposição chamado Aliança Liberal.
  • 27. Processo Revolucionário • Em abril de 1930 é anunciada a vitória de Julio Prestes; • Getúlio Vargas (ex Ministro da Fazenda de Washington Luís), candidato vencido, denunciou fraudes na eleição. • João Pessoa, vice de Getúlio Vargas foi assassinado. • Em 03/10 Vargas faz discurso conclamando gaúchos para se rebelarem contra o governo federal, gaúchos, se unem com paraibanos e cariocas contra São Paulo.
  • 28. O Golpe de Estado • Em 03/11 de 1930, a junta militar entrega o poder aos revoltosos, na pessoa de Getúlio Vargas. Início da Era Vargas: 1930-1954
  • 29. Site para pesquisa http://cpdoc.fgv.br/revolucao1930/acervo Site com varias informações culturais, políticas, imagens, fotos e futebol na década de 30. http://ultimosegundo.ig.com.br/revolucao1930/ http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/revolucao-de-1930/ http://www.videodeaula.com.br/historia-do-brasil/a-revolucao-de- 1930/