Prática com Infraworks 360 Autodesk

180 visualizações

Publicada em

Integração entre GIS e BIM. UFABC, novembro de 2016.
Apresentação disponível em: https://youtu.be/_tscebmrgoI

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
180
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prática com Infraworks 360 Autodesk

  1. 1. INTEGRAÇÃO BIM & GIS: Prática com o Software AUTODESK INFRAWORKS Vitor Vieira Vasconcelos Bacharelado em Planejamento Territorial 2016
  2. 2. GIS - Geographical Information System (SIG – Sistema de Informações Geográficas) Sistemas Computacionais de Coleta, Armazenamento, Manipulação e Saída de Dados Geográficos BIM – Building Information Modeling Processo de envolve a geração e gerenciamento de representações digitais de características físicas e funcionais dos lugares GIS & BIM
  3. 3. Elaboração e avaliação de propostas de projeto no contexto espacial, integrando CAD, GIS, BIM. Autodesk Infraworks
  4. 4. VANTAGENS  Maneira fácil e rápida de criar e avaliar propostas de projeto urbano e infraestrutura (viária)  Facilidade de visualizar propostas em 2D e 3D  Transformação de dados geoespaciais 2D em modelos tridimensionais que facilitam a compreensão e o entendimento do projeto  Apresentar ideias para usuários (clientes, gestores, população, etc.) de maneira mais acessível  Permite importar vários tipos de dados georeferenciados sobre a área de estudo (ortofoto, modelo digital de terreno, etc.)  Permite gerar alguns estudos (insolação, gabaritos, tráfego, drenagem, etc.)  Permite algumas personalizações (tipos de vias, por exemplo)  Permite comunicação com outros softwares BIM Autodesk Infraworks
  5. 5. DESVANTAGENS  Não gera projeto executivo (propostas precisam ser exportadas para outros softwares: Civil 3D)  Não substitui um software SIG  Não é um software livre/código aberto, mas atualmente a AUTODESK disponibiliza licenças gratuitas para estudantes. Autodesk Infraworks
  6. 6. Autodesk Infraworks
  7. 7. 1. Criar um projeto no Infraworks 2. Importar dados 3. Criar infraestruturas 3D 4. Trabalhar com múltiplas propostas de projetos 5. Esboçar e visualizar projetos conceituais para vias, terrenos, uso do solo, construções, mobiliário urbano 6. Criar trajetórias de visualização e vídeo Atividades
  8. 8. Jardim Oratório – Mauá Área de Estudo
  9. 9. Slides e Dados Slides e Dados Disponíveis em: http://bit.do/oratorio2016 Material adicional sobre Geoprocessamento: https://flaviafeitosa.wordpress.com/teaching/bpt-cartgeo/
  10. 10. https://flaviafeitosa.wordpress.com/teaching/bpt-cartgeo/ Mais informações sobre GIS
  11. 11. Iniciando o Infraworks Entre no Infraworks  Clique em “Opções do Aplicativo” -> “Geral”  Selecione o idioma para “Português – Brasil”
  12. 12. Caso a visualização esteja muito pesada para o computador  Clique em “Opções do Aplicativo” -> “Gráficos 3D”  Selecione “Otimizar para a velocidade”  Arraste a opção “Exibir detalhes” para mais baixa Otimização de Processamento
  13. 13.  Abrir ->Selecionar arquivo “Oratorio.sqlite”  Comandos:  Clique duplo sobre determinado ponto: Zoom no ponto de interesse  Teclas “+” e “-” também controlam zoom Técnicas de Navegação
  14. 14.  Arraste o View Cube no canto direito da tela: Rotaciona o modelo.  Clique no lado do View Cube que corresponde à vista que você quer: ir direto para uma vista  Clique no item Home no canto superior direito: Volta para a vista original do modelo  Outra opção: “Menu de Contexto”->“Voltar ao início” Nota: o botão “Home” não aparece até que se passe o mouse em cima Técnicas de Navegação
  15. 15. Selecionar Recursos do Modelo Ferramentas de Seleção
  16. 16.  Salva Vistas (Localizações) de Interesse  “Marcar sua Localização Atual”  Clique em “Adicionar” e dê o nome desejado Marcadores de Localização
  17. 17.  Volte à tela inicial, clicando em  Clique em “Novo” (ou ctrl + N)  Na janela “Novo Modelo”, selecione a pasta de trabalho  Na localização “My computer” e em “Nome”, dê o nome desejado ao modelo  Selecione “Configurações Avançadas” e Defina o Sistema de Coordenadas: UTM84-23S (WGS84, UTM 23S) Criando um novo modelo
  18. 18. Sistemas Geodésicos de Referência Fonte: Júlio D’Alge Nós!!! SAD69 WGS84 SIRGAS2000
  19. 19. Criando um novo modelo Clique em “I” > Criar e gerenciar seu modelo > Propriedades do modelo
  20. 20. Criando um novo modelo Desativar opção “Utilizar todo o modelo” “Carregar extensão do arquivo…” > Selecionar arquivo “MDT_Oratorio.img”, que representa o modelo digital de terreno na área de estudo, na pasta “MDT”
  21. 21. Vetor vs. Raster Elementos representados de forma mais precisa  Ponto  Linha  Polígono ESTRUTURA Spaguetti (.dwg) ou Topológica (.shp) Espaço subdividido em células (ou pixels) Exemplos: .dxf, .dwg, .shp Exemplos: .jpg, .tiff, .png, .adf Criando um novo modelo - Dados
  22. 22. http://gis.sbcounty.gov/images/elevation_map.jpg UNIVERSO REPRESENTAÇÃO
  23. 23. Criando um novo modelo - Dados
  24. 24. Associação entre Geometria (localização) & Atributos Fonte: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/05.059/479 Vetores + Tabelas
  25. 25. Ortofotos (Emplasa) – RASTER Arquivo: ortofoto_WGS84_ UTM23S.img Criando um novo modelo - Dados Agradecimentos à Raquel Alfieri, Camila Brito e Sabrina Nascimento pela organização e digitalização dos dados utilizados nesta aula
  26. 26. MODELO DIGITAL DE TERRENO (GRADE REGULAR - RASTER) Criando um novo modelo - Dados Arquivo: MDT_Oratorio.img
  27. 27. Vias (VETOR)  Eixo de Vias (VETOR) Criando um novo modelo - Dados Arquivo: Logradouro.shp
  28. 28. Edificações (VETOR): Digitalizadas sobre a Ortofoto Arquivo: Pavimentos.shp Criando um novo modelo - Dados
  29. 29. MODELO DIGITAL DO TERRENO  Clicar no botão “origem dos dados” para abrir a barra lateral. Nesta barra serão adicionados e gerenciados os dados. Importando Dados
  30. 30. MODELO DIGITAL DO TERRENO  Clicar na seta ao lado do botão “Adicionar origem dos dados do arquivo” para escolher o tipo de arquivo a ser carregado. Selecione “Raster” e procure o arquivo MDT_Oratorio.img, na pasta MDT Importando Dados  Dado é automaticamente reconhecido como pertencente à classe “Terreno”  Clicar em “Atualizar origem dos dados”
  31. 31. Importando Dados
  32. 32. MOSAICO DE IMAGENS 1. Inserir dado > Raster > Selecionar arquivo “ortofoto_WGS84_UTM23S.img”, na pasta “Ortofoto Cortada” É reconhecido como “Imagens de Chão” 2. Selecione o nome do arquivo clique em “atualizar origem dos dados” Importando Dados
  33. 33. VIAS 1. Inserir dado > SHP > Selecionar arquivo “logradouros.shp”, na pasta “Vias” 2. Botão direito sobre nome do arquivo > Configurar > Tipo: Estradas 3. Origem > Opções de modelagem de polilinhas > Modelar polilinhas Importando Dados
  34. 34. VIAS Se desejar, definir Estilo das Vias na aba “Comum” Ao final, “Fechar & Atualizar” Importando Dados
  35. 35. EDIFICAÇÕES 1. Inserir dado > SHP > Selecionar arquivo “pavimentos.shp”, na pasta “Pavimentos” 2. Botão direito sobre nome do arquivo > Configurar > Tipo: Edificios 3. Altura do Telhado > Editar OBS: usar ponto e não vírgula: 3.5 Importando Dados
  36. 36. EDIFICAÇÕES 1. “Estilo de Regra”  Ícone do Lápis  “Selecionar estilo/cor” 2. Aba “Fachada” ou “Material” Escolha uma fachada/material/cor disponível 3. No item “Material do Telhado”  “Material/Roofing” Importando Dados
  37. 37. Importando Dados
  38. 38. EDIFÍCIOS Em configurações > Tabela > Dados do Usuário/Descrição É possível selecionar um atributo (coluna) do dado original com importância para análises posteriores (ex. Uso, pavimentos, etc.) Importando Dados
  39. 39. CAMADAS DE SUPERFÍCIE  Selecione o botão “Camadas de superfície”. Ligue e desligue camadas NAVEGADOR DE MODELOS  Ligar e desligar camadas  Trancar camadas para seleção  Filtrar e criar subconjuntos  Controlar nível de detalhamnto Gerenciando Dados no Modelo
  40. 40. NAVEGADOR DE MODELOS (ou Alt+3) Cada tipo de informação tem uma lista de ícones que podem ser usados para gerenciar a visualização dos dados. Da esquerda para a direita:  A Lâmpada liga e desliga a visibilidade  O prédio (nível de detalhamento – LDO adaptativo) gerencia a exibição de grandes quantidades de dados. Exibe mais ou menos detalhes conforme o Zoom  O cadeado torna a camada selecionável ou inselecionável  O quadrado colorido mostra a cor utilizada para realçar características da camada ou subconjunto  O funil abrirá o editor de expressão para filtragem de dados e criação de subconjuntos Gerenciando Dados no Modelo
  41. 41. NAVEGADOR DE MODELOS – Explorando…  Ligue e desligue a camada “Edifícios”. Clique no botão “Ativar Realce” para visualizar todos os prédios realçados  Realçar uma camada faz com que ela mude de cor para que vc possa vê-la claramente. Clicando com botão direito sobre o item, podemos “Definir cor de realce” Gerenciando Dados no Modelo
  42. 42. NAVEGADOR DE MODELOS – Explorando…  Crie um subconjunto com as edificações com altura superior a 7m:  Em Estruturas > Edifícios, Clique em  Em “Criar novo subconjunto”: Selecione Propriedade > ROOF_HEIGHT  Regra de seleção: ROOF_HEIGHT > 7  Defina o nome do novo subconjunto Gerenciando Dados no Modelo
  43. 43. EFEITOS VISUAIS  Clicar em “criar e conduzir apresentações do projeto de infraestrutura” > “Efeitos Visuais” / “Sol e Ceu” Otimizando Visualização Configurar data, horário e cobertura de nuvens Explore a alteração dos parâmetros e impactos de cada um deles. Outros efeitos: brilho, contraste, intensidade da luz, estrutura de arame (permite visualizar os itens abaixo do solo, como tubos, etc.)
  44. 44. As propriedades de qualquer feição visível podem ser alteradas das seguintes maneiras:  Botão esquerdo sobre o objeto no desenho para selecioná-lo.  Botão direito sobre o objeto no desenho > Editar Algumas alterações já podem ser realizadas, como “mover”, “rotacionar”, “alterar altura”, etc.  Botão direito sobre o objeto no desenho > Propriedades Propriedades de Feições
  45. 45. Botão direito sobre o objeto no desenho > Propriedades. É possível editar. Propriedades de Feições
  46. 46. Aba Início > Criar e Gerenciar seu Modelo > “Regras de Estilo”  Aba Lateral “Edifícios” > Clique em [+] para adicionar nova regra  Atribuir um estilo diferente (no caso, cor) para edificações com número de pavimentos diferentes  Clique no “+” para criar um novo estilo. Dê o nome de “Pavimentos_1” Estilos para Fachadas
  47. 47.  Dê um clique duplo sobre a regra “Pavimentos_1” para abrir o Editor de regras  Em “Expressão”, clique em “Editar” e escreva: USER_DATA = 1 (lembrando que user_data, no nosso caso, é o número de pavimentos)  Em “Estilos”, clique em “Adicionar” e selecione a textura/cor desejada.  Repita o procedimento para “Pavimentos_2” e “Pavimentos_3” Estilos para Fachadas
  48. 48. Clique em “Regras de Execução” Estilos para Fachadas Representação Temática 3D
  49. 49.  Clique na seta “Alternar Proposta Ativa” (ao lado de master)  Verifique que a proposta “Master” está ativa  Clique em “Criar nova proposta…” e dê um nome para a proposta. Criando Propostas de Projetos
  50. 50. Criando Propostas de Projetos Uma nova proposta será sempre baseada em qualquer proposta que estiver ativa quando você clicar em “Adicionar nova proposta”. Desta maneira, você pode criar novas propostas baseadas em propostas feitas anteriormente, sem ter que redesenhar tudo do começo. Atenção: para preservar os dados originais, deixe na proposta master a base do desenho lembrando-se de criar uma nova proposta quando começar a fazer o projeto. Se for testar alternativas, o melhor é criar uma nova proposta para cada uma delas.
  51. 51.  Vá em “Criar os recursos de projeto conceitual” Criando Propostas de Projetos
  52. 52. Ferramenta para adicionar edifícios Criação de Edificação Selecionar o estilo, desenhar o perímetro do edifício e clicar 2X para finalizar.
  53. 53.  Para refinar a forma, arraste as alças nos cantos É possível alterar a altura, mover, rotacionar, etc. Criação de Edificação
  54. 54. Selecionar tudo = Ctrl A Limpar Seleção = Esc Copiar = Ctrl C Apagar = Delete Cortar = Ctrl X Colar = Ctrl V Duplicar = Ctrl D Desfazer = Ctrl Z Refazer = Ctrl Y Comandos de Atalho / Edição
  55. 55. Para modificar as características do edifício criado (ou qualquer outro elemento, como vias…): - Selecione o edifício - Clique com o botão direito > Propriedades… Criação de Edificação - Em “estilização”, é possível mudar a textura da fachada e telhado
  56. 56. Criação de Área Verde “Linha de Árvores” ou “Grupo de Árvores”  “Linha de Árvores” – Desenhe uma linha e clique 2X para finalizar. O resultado será uma “fileira” de árvores  “Grupo de Árvores” – Desenhe um polígono e clique 2X para finalizar. O resultado será uma área repleta de árvores
  57. 57. Criação de Área Verde O controle deslizante “densidade do recurso” permite obter mais/menos árvores
  58. 58. Observe que o edifício (e sua área) e as árvores foram adicionados à proposta. Cada item tem as informaçoes expandidas clicando na seta. Isso pode ser usado para fazer estatísticas de cada uma das propostas.
  59. 59. Criação de Áreas de Água Selecionar “Áreas de Água” Desenhar polígono
  60. 60. Criação de Rios Selecionar “Rios” Desenhar linha, clique duplo para finalizar
  61. 61. Criação de Rios Selecionar o Rio, clicar com o botão direito e “Propriedades…” Em “Estilização”, é possível modificar a textura da água Em “ Área da água”, é possível modificar a largura do banco, a largura do rio e o nível da água
  62. 62. Paleta de Estilos É possível aplicar um estilo a determinado objeto simplesmente “carregando” o estilo para o objeto em questão
  63. 63. Paleta de Estilos Os estilos também podem ser editados (ferramenta “lápis”) Exercício Crie uma área verde (APP) ao longo do rio.
  64. 64.  Faixa de Desenho: “Estradas”  Selecionar estilo de estrada  Desenhar a via. Criação de Vias
  65. 65. Criação de Vias  Desenhar a via com a quantidade necessária de cliques.  Um maior número de pontos (cliques) poderá facilitar posteriormente a modificação do traçado da via  Caso queira aumentar o número de pontos, clique no ponto com o botão direito e selecione “Adicionar vértice”
  66. 66. Criação de Vias Para modificar o estilo da via:  Selecionar a via, clicar com o botão direito e em “Propriedades…” OU  Abrir a paleta de estilo e arrastar o estilo desejado até o objeto selecionado
  67. 67. Pontes Criar os vértices na via nos pontos desejados (limites da ponte) No trecho escolhido para a ponte: Botão direito > Dividir recursos Paleta de estilos > Estradas > Bridge Arrastar o estilo para o trecho da ponte Procedimento similar pode ser realizado para a criação de túneis Paleta de estilos > Estrada> Túnel
  68. 68. Procedimento similar pode ser realizado para a criação de túneis Paleta de estilos > Estrada> Túnel Outra estratégia: No trecho escolhido para o túnel: Botão direito > Dividir recursos Rebaixar o trecho da via usando o vértice 3D (cone azul) Túnel
  69. 69. Vias: Customização CUSTOMIZAR O PERFIL DA VIA:  Paleta de estilos > Estrada  Selecionar um estilo (ponto de partida) e copiá-lo  Dar um nome ao estilo copiado e editá- lo (ferramenta lápis ou clicar 2X)
  70. 70. Modificar os parâmetros Vias: Customização
  71. 71. Inserir “Acabamento” Vias: Customização
  72. 72.  Adicionar nova proposta (“SegundaProposta”) e explorar demais ferramentas de desenho  Criar Barreiras  Criar Mobiliário Urbano  Criar Áreas de Cobertura  Adicionar Pontos de Interesse (Inclui biblioteca 3D) Outras Ferramentas
  73. 73. Importando Dados de Modelos 3D Importar um modelo 3D elaborado em outro software (Revit, por exemplo)  Criar nova proposta: “TerceiraProposta”  Em “Origem dos Dados” > Adicionar um arquivo de dados > Selecione 3D Model > CommercialBuilding.3ds, na pasta “3D Models” O modelo 3ds será adicionado ao painel de Origem de Dados, mas ainda precisará ser configurado.  Clique em “Configurações..” (botão direito do mouse)
  74. 74.  Na janela “Configuração de origem de dados”, escolha “Edifício” como o tipo de característica no menu.  Em “sistemas de coordenadas”, deixe XY-M  Mude no item “Posição”, que deve estar configurado como “Origem local” para “2D central” (isto é, onde o modelo irá aparecer no cursor)  Em Escala, deixe X, Y e Z = 50 Importando Dados de Modelos 3D
  75. 75.  Clique na aba “Modelo 3D” para visualizar o modelo Importando Dados de Modelos 3D
  76. 76.  Na aba Localização geográfica, clique em “Colocação Interativa”. Dê um clique duplo no local em que a construção deve ser colocada no modelo. Clique em Fechar & Atualizar Importando Dados de Modelos 3D
  77. 77. A construção irá aparecer sem telhados nem paredes. Para visualizar as paredes externas e o telhado, selecione “Configurações e Utilitários” e clique no botão “Opções do Aplicativo”. Na seção “Gráficos 3D”, clique na caixa de seleção “Mostrar faces posteriores”. Clique OK. Importando Dados de Modelos 3D
  78. 78.  Para unir propostas diferentes, deixe uma das propostas que pretende unir ativa e clique em “mesclar propostas”  Selecione proposta para mesclar com a proposta ativa. Mesclar Propostas
  79. 79.  Possibilidade de adicionar informações auxiliares ao projeto, como altitude do terreno ou edificações  Temas de Terreno > Adicionar um novo tema [+]  “Propriedades do Tema” Temas de Terreno/Recursos
  80. 80. Temas de Terreno
  81. 81. Temas de Recursos Altura das Edificações
  82. 82. Outras opções IMPORTAR E VISUALIZAR UM TEMA EXTERNO (Ex. Padrões de Relevo) Origem dos Dados > Importar Shp “Relevo”, na pasta “Bases” Configurar… > Tipo “Area de Cobertura” > Descrição e Categoria “Classe” Origem > Opções de modelagem das polilinhas > Modelar polilinhas
  83. 83. Outras opções Regras de Estilo > Nova Regra (+) Editar Expressão (lápis): DESCRIPTION = ‘Colinas’ Repetir para as demais classes E clicar “Regras de Execução”
  84. 84. Outras opções
  85. 85. Outras opções Para desativar/ativar as Camadas de Superfície (no caso, ortofoto ou padrões de relevo)
  86. 86. Outras opções IMPORTAR E VISUALIZAR UM TEMA EXTERNO (Ex. Áreas de Risco) Origem dos Dados > Importar Shp “Setor_risco”, na pasta “Bases” Configurar… > Tipo “Area de Cobertura” > Descrição e Categoria “Layer” Origem > Opções de modelagem das polilinhas > Modelar polilinhas
  87. 87. Outras opções Regras de Estilo > Nova Regra (+) Editar Expressão (lápis): DESCRIPTION = ‘RISCO_2’ Repetir para as classes “RISCO_3” e “RISCO_4” E clicar “Regras de Execução”
  88. 88. Outras opções
  89. 89. Visualizando o Modelo: Fotos Criar Instantâneo
  90. 90. Visualizando o Modelo: Vídeos Criador de Storyboard - Dê um nome ao seu storyboard - Selecione a cena inicial da animação - Clique em “Adicionar animação de caminho da câmera” - Selecione uma segunda cena e clique em “Adicionar um quadro novo após o selecionado anteriormente” - Repita a seleção das cenas. - Ao final, clique em “Play” para ver o resultado
  91. 91. Visualizando o Modelo: Videos Gravar/Exportar vídeo
  92. 92. Tutoriais YouTube – Canal Autodesk Infraworks 360 https://www.youtube.com/user/InfraWorks360
  93. 93. Exercício • Escolha uma localidade dentro do modelo “Oratorio” e crie uma paisagem estilizada de um cenário incluindo: • Áreas de água (rios e/ou lagos) • Asfaltamento de ruas de diferentes estilos • Pontes e túneis • Áreas verdes (arborização) • Elementos como equipamentos urbanos, veículos e pedestres • Construa um storyboard visualizando o seu cenário sob diversos ângulos e exporte um video de até 30 segundos.

×