A DOR COMO ENSINAMENTO

399 visualizações

Publicada em

A dor na visão espiritualista

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A DOR COMO ENSINAMENTO

  1. 1. DOR em sentido geral é a sensação desagradável e penosa, resultante de uma lesão, contusão, ferimento ou funcionamento anômalo de um órgão. Por extensão o termo se aplica a sentimentos de tristeza, mágoa, aflição, pesar, que podem repercutir de maneira mais ou menos intensa sobre o organismo, causando mal-estar.
  2. 2. - A doença sempre tem, basicamente, uma origem espiritual, sendo que a causa poderá ter se dado na existência atual ou em encarnação anterior. - Kardec: "As doenças fazem parte das provas e vicissitudes da vida terrena e são inerentes à grosseria da nossa natureza material e à inferioridade do mundo que habitamos. - As paixões e excessos de toda ordem semeiam em nós gérmens malsãos, às vezes hereditários.
  3. 3. DOR FÍSICA :Para a medicina da terra a dor física é um sintoma de alarme, apresentado pelo organismo, dizendo que algo não vai bem com o seu funcionamento. Vista desta forma, a dor física deixa de ser uma inimiga e passa a ser uma grande aliada do nosso organismo ou do nosso corpo, pois este autêntico alarme revela que devemos parar e nos cuidar, de forma a atenuar ou aliviar por completo a sua presença desagradável. Quando descoberta, a pessoa inicia toda uma vigilância a fim de não a provocar, agindo de forma a neutralizar a sua fonte geradora.
  4. 4. DOR MORAL : É aquela que advém do sofrimento e da emoção e esta ligada ,as frustrações (expectativas) de não conseguirmos atingir determinadas metas. Exemplo: Agressões Emocionais, vivenciadas dentro das relações afetivas, que independentemente do contato físico, ferem moralmente.
  5. 5.  Surge da perda do significado do sentido de esperança, ela é reconhecida quando dizemos: QUE DÓI A ALMA. As dores espirituais são aquela que marcam profundamente nosso espírito. Em geral são originadas por traumas vividos nessa ou em encarnações anteriores.
  6. 6. Na maioria das vezes, a doença vem de atos negligentes, de nós mesmos, direcionados ao nosso corpo. Hábitos indesejados, excessos, ou até mesmo vícios. Como já sabemos, o ajuste de nossas faltas é inexorável. Mas, também é do nosso conhecimento que as doenças podem ter causas provenientes de outras vidas e, assim, pelo princípio da pluralidade das existências seremos convidados ao ajuste de contas.
  7. 7. SOMOS O CENTRO E SENHOR DE NOSSO PRÓPRIO DESTINO ! Ter consciência de que somos os RESPONSAVEIS pelos acontecimentos de nossa vida, é reconhecer em si mesmo o referencial manifestador que cria a realidade, atraindo para si tudo de bom ou ruim que lhe acontece na vida. -NOSSOS FATORES INTERNOS DETERMINAM A SAÚDE DO NOSSO CORPO, BEM COMO , AS DOENÇAS. -A FORMA MAIS INTELIGENTE DE SUPERARMOS OS MOMENTOS DE AFLIÇÕES, SERA SEMPRE A SERENIDADE !
  8. 8. Nosso corpo é o sensor que indica a maneira como lidamos com os acontecimentos.  CADA PARTE DELE REFLETE UMA EMOÇÃO. Todas as alterações metabólicas do nosso organismo têm sua origem no DESEQUILIBRIO EMOCIONAL, ocasionados por situações do ambiente, afetando nossas emoções. De acordo com nossas ALTERAÇÕES EMOCIONAIS vamos manter A SAÚDE ou provocar as DOENÇAS em forma de dor e sofrimento.
  9. 9. SOMOS OS CAUSADORES DE NOSSAS DOENÇAS ! Problemas Renais PRESSÃO ALTA TIREÓIDE PROBLEMAS CARDÍACOS PROBLEMAS PARA ESTABELECER VÍNCULOS AFETIVOS – dependência do outro e necessidade de apoio. SOLUÇÃO – A prática do desapego FUGA ATRAVÉS DE PREOCUPAÇÕES ou dedicação excessiva aos afazeres. SOLUÇÃO – Procure realizar suas tarefas da melhor maneira possível, porem, não se cobre o impossível e respeite os seus limites. LIBERDADE DE SERMOS COMO NÓS SOMOS ! SOLUÇÃO: A liberdade é condição natural do ser. Não significa ter que dominar ou controlar todos que nos cercam, mas articular a realidade visando encontrar meios para realizar s/objetivos. DESÂNIMO E DESMOTIVAÇÃO SOLUÇÃO: Dê o melhor de si, procurando moldar a realidade de acordo com seus reais sentimentos.
  10. 10. Sistema Respiratório: A saúde desse sistema é mantida quando a pessoa interage bem com o meio onde vive, sentindo-se parte integrante dele. Em geral, problemas respiratórios refletem as dificuldades para se inteirar com a vida e expressar-se diante das pessoas ao redor. Sistema Respiratório: A saúde desse sistema é mantida quando a pessoa interage bem com o meio onde vive, sentindo-se parte integrante dele. Em geral, problemas respiratórios refletem as dificuldades para se inteirar com a vida e expressar-se diante das pessoas ao redor. Sistema Circulatório : capacidade de fluir pela vida, realizar tudo que for necessário para bem viver, para manifestar as idéias e realizar os objetivos. As doenças cardiovasculares refletem a maneira indevida com que as pessoas conduzem sua vida. Elas não preservam aquilo que brota do seu ser, reprimem-se diante dos obstáculos. Sistema Urinário: É o referencial da habilidade de se relacionar: manifestar sentimentos, estabelecer laços afetivos e promover uma convivência feliz. A pessoa que apresenta complicações renais encontra muita dificuldade para estabelecer relacionamentos harmoniosos em sua vida.

×