Esp circulação

1.778 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.778
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.350
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esp circulação

  1. 1. 1CMCG viadutos, postos de abastecimento, permitindo maiorNota de Aula mobilidade, fluidez e rapidez nos sistemas1º EM Geografia Profª Nilza M. P. Alonso organizados e assegurando uma intensificação das relações internacionais com meios de transportesESPAÇO DE CIRCULAÇÃO cada vez mais rápidos, eficientes e baratos. Os grandes fluxos internacionais Desta forma, os sistemas de transportes e Os fluxos financeiros comunicações (cujo desenvolvimento também está As vias de circulação associado a outro conjunto de inovações, que vão Os fluxos de informação das malas postais e telégrafos até os modernos(veja MGN Cap. 21: Os fluxos da economia global sistemas de fibras óticas, transmissões via satélite e(372-386). Veja também Cap. 15: Comércio exterior internet) que irão funcionar como grandes artériase integração sulamericana; reveja Energia e que viabilizam o entrosamento entre a produção e otransporte (p. 216-217); veja CNX consumo em qualquer parte do planeta. Cabe, em geral, aos governos assegurar aObjetivos: construção desta infraestrutura representada pelasa. identificar os principais fluxos do comércio hidrovias, estradas, portos e aeroportos e desta mundial. forma viabilizar as diferentes “operações”b. Descrever o funcionamento do sistema financeiro econômicas de produção, distribuição e circulação de internacional. riquezas, cada vez mais mundializadas.c. Analisar os modelos de transporte inter e Os sistemas e redes em função de suas intracontinentais. características (custos, quantidade transportada,d. Explicar o papel das infovias como facilitador do tempo gasto, valor dos fretes e seguros) se intercâmbio econômico e cultural no mundo. apresentam relativamente hierarquizados em hidrovias, ferrovias, rodovias aerovias, além de A expansão capitalista iniciada no século XVI tem portos e aeroportos que permitem as interconexõesna montagem do sistema de transportes e entre as diferentes áreas e regiões.comunicações um de seus elementos mais No caso específico das telecomunicações osimportantes, à medida que interliga as diferentes investimentos ligados à construção de centrais deáreas de produção às diferentes áreas de consumo, telecomunicações, torres de transmissão, antenas egarantindo os fluxos de bens, mercadorias, pessoas, satélites para captação de sinais permitem agilizar avalores, capitais e idéias que se disseminam de uma transmissão de dados, informações e fluxos deforma cada vez mais rápida, dando a idéia de um capitais, que são realizados on line, através domundo que “encolhe“ tornando-se cada vez menor e suporte da informática, 24 horas por dia, 365 diasinterligado. por ano, em qualquer parte do planeta, assegurando As inovações tecnológicas foram se incorporando a expansão capitalista e permitindo o que égradativamente, assegurando mais velocidade e normalmente chamado de “reprodução ampliada dorapidez, permitindo uma interconexão, cada vez capital” que só se torna viável através dosmaior, das diferentes partes do planeta, através de transportes e telecomunicações super rápidos queredes e sistemas que garantem fluxos de trocas em interligam as diferentes áreas de produção etodos os níveis: do local ao mundial. consumo. Das caravelas aos super petroleiros; das velhas Como o consumo é a meta final da produção e“maria-fumaça” ao trem bala; das carruagens aos como é no consumo que se realizam os lucros, é fácilveículos “inteligentes” que operam com perceber a relevância dos meios de transporte ecomputadores de bordo; do jegue às motos; do 14 comunicações no conjunto do sistema.bis aos modernos aviões supersônicos, essas Eles são os responsáveis pela “diminuição” doinovações acabaram por transformar nosso mundo planeta, envolvendo uma nova percepção de tempo-num grande espaço econômico cujo “centro” é espaço (enquanto o primeiro se contrai, o segundorepresentado pela chamada TRÍADE (o G7): Estados se dilata) e por uma superabundância deUnidos, Canadá; União Européia e Japão. informações que é vista como uma forma de Cada inovação foi acompanhada por um certo aceleração histórica, que se manifesta naconjunto de transformações como o aparelhamento instantaneidade das informações, na facilidade dedos portos, a construção de estaleiros, navios e coleta e transmissão de dados, pela agilidade dearmazéns, pela implantação de ferrovias, rodovias, circulação dos fluxos de capitais e numa certaportos e aeroportos, definindo redes, cada uma com “uniformização” de padrões de comportamento esuas especificidades quanto à capacidade de carga, consumo, que por sua vez transformam o mundo emrapidez, custos operacionais e graus de integração. imagens divulgadas através dos noticiários, O elemento comum a esses sistemas é o uso do fotografias, out doors, propagandas que criam umpetróleo como combustível, que passa a ser utilizado mundo “virtual” que nos leva a fazer parte doem larga escala, redefinindo os níveis de relação sistema geral de consumo que alimenta e mantêm ointernacionais entre países centrais e países sistema capitalista em funcionamento.periféricos, especialmente os produtores de petróleo, Daí resulta que o mundo contemporâneo pode sersob o comando das grandes companhias petrolíferas. percebido através de três grandes dimensões: Seu uso acaba por criar uma verdadeira a economia mundo relacionada à crescente“civilização” baseada no uso de veículos movidos a integração dos espaços de produção e consumo,petróleo, enquanto seus derivados criam uma gama expressa na chamada “globalização” e nade produtos que impulsionam as indústrias químicas mundialização do capital através das empresase petroquímicas, entre outras. No interior de cada transnacionais;território criam um novo conjunto de relações, a “aldeia global” termo criado nos anos deligados à organização do território: estradas, pontes, 1950 para caracterizar a “homogeinização” dos
  2. 2. 2hábitos, usos e costumes que se disseminam através a ter valor de uso, isto é, são vendidas de fato, osdos meios de comunicação de massas, pelo uso de lucros são realizados e a mais valia é apropriada.expressões em inglês, pela disseminação através da Quanto maior a produção, ou quanto maior for amúsica, do cinema e da TV do chamado american disponibilidade de valores de troca em circulação naway of life que refletem a hegemonia capitalista e o economia maior é a possibilidade de realização dospoder norte-americano, particularmente; lucros, permitindo a acumulação/apropriação e a e, finalmente, o shopping center global reprodução do ciclo D/D’.caracterizado pela oferta de inúmeros produtos, A relação existente entre a oferta de bens e suaoriginários das mais diferentes regiões do planeta procura determina o preço da mercadoria. (É aque estimulam o consumo (lembre-se que os chamada lei da oferta e procura que explica asshoppings são considerados “templos” de consumo) e oscilações de preço das mercadorias).asseguram a reprodução do capital, apropriado por Como cada país tende a utilizar sua própria moedaum conjunto restrito de países que desta forma é necessário que este “equivalente universal” tenhacontrolam toda a economia mundial. uma referência. Desde o final da Segunda Guerra É neste contexto que podemos perceber a Mundial (Acordo de Bretton Woods, 1944) o dólarimportância dos fluxos financeiros internacionais norte americano é utilizado como referência e comoefetuados através do comércio e das operações em moeda de troca internacional (isto é, é obolsas de valores que levam à busca de lucros e “equivalente universal” por excelência) e válido emáreas de investimentos que permitem a reprodução qualquer país do planeta. Em princípio seu valordo capital e as novas formas de relações entre os estava ligado a uma certa quantidade de ouro,países definidas pela nova divisão internacional do disponibilizada para garantir esse valor. Hoje, utiliza-trabalho, sob o controle da TRÍADE e alimentados se uma “cesta de moedas” que funciona comopelos dólares que regem as relações internacionais. reserva ou lastro (isto é como uma espécie de Essas três dimensões caracterizam o mundo “garantia” de valor).contemporâneo e servem para explicar as grandes A capacidade de compra das moedas não é adesigualdades existentes no planeta. mesma para cada país, por isso ao efetuarmos as trocas de moedas utilizamos as taxas de câmbio que Um caso muito particular: uma mercadoria refletem a conversibilidade de cada moeda, comchamada dinheiro e os fluxos financeiros. relação a este referencial. No capitalismo a produção e a circulação de bens Embora apresente um certo grau de complexidadeproduzidos (mercadorias, produtos, idéias, valores) pode-se dizer que o câmbio reflete a situação daspara atender às necessidades de consumo (reais ou contas de cada país (num certo sentido como secriadas) representam valores. comportam a balança comercial - isto é a diferença De uma forma simples e esquemática pode-se dizer entre o que se compra e o que se vende, ou aque os valores são expressos em valores de uso relação entre as compras, ou importação e as(isto é, aqueles produtos ou mercadorias que vendas, ou exportação).utilizamos como consumidores finais) e valores de Para ”fechar” suas contas o país precisa exportar (étroca (que correspondem àqueles bens produzidos a forma de garantir ingresso de moeda forte,que são disponibilizados para gerar os lucros ligados especialmente o dólar), assegurar novosaos investimentos). Os dois tipos de valores atuam investimentos e manter reservas paracomo um “duplo”, pois a mesma mercadoria pode ter eventualidades. Se as contas não “fecham” recorre-valor de troca para algumas pessoas (os produtores, se a empréstimos que enfraquecem a moeda,em geral) e valor de uso para outros (os diminuindo sua capacidade de compra. É desta formaconsumidores em geral). também que o país fica sem reservas e pode, desta As trocas de valores são efetuadas através de um forma emitir moeda sem lastro, (sem garantia) que é“equivalente universal” que é a moeda. A moeda uma das formas de se gerar inflação. Obrigadas apoderia então ser definida como a mercadoria que contrair empréstimos para saldar seuscompra todas as outras mercadorias e de certa compromissos, as autoridades monetárias do país,forma, compra a si própria, além de atribuir valor alimentam o ciclo da falta de lastro e de capitais paratodas as outras mercadorias. Em princípio a moeda investimento o que desequilibra ainda mais suatem um valor que é representado por sua capacidade moeda, gerando mais inflação e diminuindo aindade compra (ou seja, qual o grau de valor de uso que mais seu poder de compra. O dinheiro fica mais caro,ela possui. Em outras palavras, quanto posso ou seja, os juros ficam mais altos porque há o riscocomprar). Ao mesmo tempo é a moeda que de não ter como pagar os empréstimos ou não haverrepresenta os diferentes valores de troca existentes, moeda para que se realizem novas compras. A faltaatravés de uma equação que envolve investimentos de investimentos pode comprometer a produção,(quantidade de moeda aplicada para produzir gerando desequilíbrios ainda mais intensos. O quemercadorias, identificada como D) a própria explica a ocorrência de crises, que em maior oumercadoria M (à qual se agrega valor através do menor escala, desestabilizam as economias dostrabalho e custos operacionais) e, uma certa países.quantidade a mais que representa o valor acrescido Ao mesmo tempo, como a economia gira em funçãoao investimento original, isto é o lucro (representado da produção de mercadorias que tenham valor decomo D’). A diferença entre D e D’ corresponde à troca é necessário fazer investimentos, o que podechamada mais valia, cuja apropriação é feita ser feito se as contas assim permitirem, ou atrairatravés da geração de valores de troca (ou seja, a capitais de outros lugares através da perspectiva deprodução de mercadorias, bens e serviços destinados realização de lucros.à venda). A produção corresponde à geração de Esses investimentos podem ser produtivos, quandovalores de troca e é realizada socialmente através da o investimento se dirige diretamente para a produçãodivisão do trabalho. Quando as mercadorias passam
  3. 3. 3ou especulativos, quando as taxas de juros muito (A) III.altas funcionam como atrativos de ganhos rápidos. (B) I e II. O investimento pode ser feito através da compra de (C) I e a IIIpapéis (ações, por exemplo) que representam uma (D) II e a IIIforma de investimento que tanto pode ser produtivo (E) I, II e III.como especulativo. O valor dos papéis também estácondicionado à oferta e a procura que determinam 03. (UEL-PR) A questão está relacionada ao gráfico eseu preço e interferem na perspectiva de lucro. às informações a seguir Todos estes mecanismos atuam no sentido de gerarvalores de trocas e alimentam o circuito da produção,distribuição, circulação e consumo, facilitados pelaexistência de uma rede de transportes ecomunicações que interligam o planeta, alimentam osistema, gerando a globalização econômica, expressapela economia mundo, pela aldeia global e peloshopping center planetário. ATIVIDADES E EXERCÍCIOS01. “No mercado internacional uma tonelada de ferrovale aproximadamente de 20 a 30 dólares, atonelada de aço vale entre 100 e 200 dólares, a doautomóvel situa-se entre 2 mil e dez mil dólares, ada indústria eletrônica entre 50 mil e 200 mil I. Desde o século passado, a riquezadólares, enquanto a de um avião sobe acima de 200 mundial encontra-se muito concentrada.mil dólares por tonelada.” II. No conjunto dos sete países mais (Osiris Silva, ex Diretor Superintendente da ricos do mundo dois são norte-americanos. EMBRAER) III. Todos os países que compõem a O texto acima estabelece algumas considerações União Européia fazem parte do G7.sobre a estrutura das relações de trocas IV. O Japão é o único representanteinternacionais. asiático que pertence ao G7. Baseado no texto é correto afirmar que V. Com o avanço da globalização, a(A) o valor dos produtos é determinado pela participação do G7 no PIB mundial deverá ser tecnologia e pelo grau de transformação reduzida. empregados. Estão corretas apenas(B) o valor dos produtos depende de sua (A) I, II e III. procedência, sendo que os países mais ricos são (B) I, II e IV. aqueles que detêm as principais fontes de (C) I, III e V. matérias-primas industriais. (D) II, IV e V.(C) de acordo com o texto as empresas (E) III, IV e V. multinacionais são as que mais lucram com o comércio internacional. 04. (UFMT, adaptada) “A rede que abraça todo o(D) o texto retrata as transformações ligadas à planeta – a internet - maior aventura tecnológica da terceira revolução industrial. história da humanidade.”(E) o texto é apenas um exemplo e não permite tirar Sobre a internet e a revolução técnico-científica conclusões sobre as relações de troca no mercado pode-se afirmar que internacional. I. a internet permite o rápido acesso a um conjunto02. (UFF-RJ) A geografia do mundo contemporâneo é abrangente de informações, o que permitiu amarcada por uma divisão internacional do trabalho, aceleração do desenvolvimento dos países deno qual se tornou mais difícil definir o papel industrialização recente, os NICs (ou Novos Paíseseconômico dos Estados-nações. Industrializados).Isso ocorre porque II. as inovações tecnológicas são positivas para os I. na nova ordem internacional a intensa países subdesenvolvidos, pois geram empregos efragmentação político-cultural impede os processos melhoram a qualidade de vida das populações.de integração econômica nas áreas periféricas, onde III. os chamados setores de ponta da economiaos Estados são frágeis e excluídos da sociedade de relacionam-se, entre outros, à biotecnologia,consumo capitalista. informática robótica e indústria aeroespacial. II. as empresas estão muito mais flexíveis quanto à IV. o desenvolvimento da internet está ligado àlocalização de suas bases produtivas, podendo-se Guerra Fria, quando a perspectiva de destruição emlocalizar em várias regiões do mundo, dadas as massa de toda a humanidade ensejou a criação deatuais condições tecnológicas dos transportes e das um gigantesco banco de dados, hoje disponibilizadocomunicações. na rede mundial. III. a divisão tradicional entre países basicamente Estão corretas apenasprodutores de matérias-primas e países (A) I e II.industrializados vem cedendo lugar a uma divisão (B) II e III.internacional do trabalho baseada nos níveis (C) III e IV.tecnológicos da produção e no nível de qualificação (D) I, II e III.da força de trabalho. (E) II, III e IV.Estão corretas apenas
  4. 4. 404.(PUC - RJ) Transportes e comunicações estãoestreitamente ligados ao desenvolvimento de umaregião, um país ou o próprio mundo. Conforme asespecificidades da área em que são usados, ostransportes obedecem a uma hierarquia de economiae rendimento.Sobre esse assunto é correto afirmar que I. O transporte fluvial normalmente necessita deuma infra-estrutura de apoio em forma de eclusas,canais, dragagem e terraplanagem do vale do rio,como acontece nos rios Amazonas e Paraguai, devidoa sua grande declividade, o que encarece suaimplantação. II. O transporte marítimo é fundamental namovimentação de grandes cargas, como o petróleo egranéis, em geral. O gasto de energia é baixo, masimplica na construção e utilização de portos e asujeição aos cartéis internacionais do frete. III. O transporte rodoviário, apesar de mais caro,porque sofre maior desgaste, consome maiscombustível e sua capacidade de carga é menor.Entretanto não precisa de baldeação e tem avantagem nas distâncias mais curtas, com entregaporta a porta. IV. O transporte ferroviário é lento, quandocomparado com o rodoviário, por isso não é utilizadopara levar cargas a longa distância e, além disso, omaterial ferroviário é de pouca durabilidade. Estão corretas apenas (A) I e II. (B) II e III. (C) III e IV. (D) I, II, III. (E) I, II, III e IV. 06. Considerando que o Brasil é um país quedispõem de uma importante rede hidrográfica, é ricoem minério de ferro e relativamente pobre empetróleo, com se justifica a opção rodoviária comomeio de transporte preferencial no país?________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

×