1. EURICO GASPAR DUTRA: 1946 – 1951
A. INTRODUÇÃO
 Eleito com o apoio dos partidos getulistas
(PSD/PTB).
REPÚBLICA LIBERA...
1. EURICO GASPAR DUTRA:
B. CENÁRIO INTERNACIONAL: contexto da
guerra fria – O Brasil decide-se pelo apoio aos
EUA (Alinham...
 O general do exército dos EUA,
Dwight Eisenhower, um dos
comandantes das tropas aliadas
na Segunda Guerra Mundial,
visit...
 O BRASIL E A GUERRA FRIA
a) 1947 – maio: Fechamento do PCB.
b) 1947 – agosto/setembro: Conferência
Interamericana da Man...
 O BRASIL E A GUERRA FRIA
c) 1947 – outubro: Rompimento com a União das
Repúblicas Socialistas Soviéticas.
d) 1948 – jane...
1. EURICO GASPAR DUTRA:
B. ECONOMIA:
 I FASE: Liberalismo econômico.
a) Esgotamento de reservas financeiras.
b) Em conseq...
 II FASE: a partir do segundo semestre de 1947
houve o início de uma política intervencionista.
a) 1948 – Plano SALTE (Sa...
c) 1948 – início da construção da HIDRELÉTRICA
DE PAULO AFONSO I, a partir de 1948, a
primeira grande usina da Chesf ergui...
e) 1950 – inauguração do ESTÁDIO DO MARACANÃ
(Copa do Mundo) e desenvolvimento do esporte em
geral.
REPÚBLICA LIBERAL: DUT...
e) 1950 – início das CONCESSÕES
PARA TRANSMISSÃO DE
TELEVISÃO no Brasil, e inauguração,
em setembro de 1950, das transmiss...
1. EURICO GASPAR DUTRA:
C. POLÍTICA INTERNA: período de
redemocratização. (modernização conservadora)
REPÚBLICA LIBERAL: D...
 Fatos importantes da política interna
a) o restabelecimento da independência dos
Poderes;
b) instalação da Assembléia Co...
e) promulgação da Constituição, em 16 de
Setembro de 1946, como importante instrumento
de normalização das relações políti...
g) Articulação do denominado Acordo
Interpartidário, entre setores conservadores,
especialmente do PSD e UDN, como bases d...
O que previa a nova constituição:
1. a determinação de realização eleições diretas e
secretas para os cargos do Legislativ...
O que previa a nova constituição:
5. o direito às manifestações públicas de caráter
reivindicatório ou contestatório;
6. a...
Mas na prática:
1. Março de 1946: cerceamento do direito de greve,
pelo Decreto-Lei n° 9.070, de, publicado antes
mesmo da...
Mas na prática:
3. 1947 – maio: Fechamento do PCB.
4. 1947 – maio: decretou-se a ilegalidade e o
fechamento da Confederaçã...
2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954
A. INTRODUÇÃO
 Primeira vez eleito pelo voto
popular: apoio do PTB, PSD, PSB,
Comunista...
"Bota o retrato do velho outra vez
Bota no mesmo lugar
O sorriso do velhinho
Faz a gente se animar, oi
Eu já botei o meu
E...
2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954
B. POLÍTICA E ECONOMIA
 RETORNO AO NACIONALISMO E AO
INTERVENCIONISMO.
 Plano Lafer – ...
 criação do BNDE: - investimentos nas
industriais nacionais
 criação da PETROBRÁS em 1953.
REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
 Impedimento da REMESSA DE LUCROS para
o exteriores (das transnacionais).
 RETOMADA DO POPULISMO E DA
POLÍTICA DE MASSAS...
 Inflação
REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954
B. REAÇÕES A POLÍTICA E AO MODELO
ECONÔMICO.
 Vargas começa a ser criticado pelos udeni...
 Após o atentado da Rua
Toneleiros que culminou na
morte do Major Rubem Vaz a
aeronáutica e o exército pedem
a renúncia i...
 Vargas isolado opta pelo Suicídio – Vargas
morre como herói.
REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
Embarque do corpo
do presidente
Getúlio Vargas no
aeroporto Santos
Dumont com destino
ao Rio Grande do
Sul. Rio de Janeiro...
 Consequências políticas da morte de Vargas.
ERA DO POPULISMO
 Reação das massas
contra os opositores de
Vargas.
 Sobre...
 A SUCESSÃO PRESIDENCIAL:
 Café Filho (PSD – vice):
 aproximação com UDN.
 SUMOC 113 – facilidades de importações
para...
3. A ERA J.K: 1956 a 1961
A. INTRODUÇÃO
 O Brasil e rumo ao 1°
mundo: Crescimento
econômico acelerado:
 “50 anos de
dese...
3. A ERA J.K: 1956 a 1961
B. POLÍTICA INTERNA: ESTABILIDADE
 Maioria no Congresso Nacional que dava
sustentação aos proje...
3. A ERA J.K: 1956 a 1961
B. POLÍTICA INTERNA
 Capacidade demonstrada pelo presidente
em operar conciliatoriamente as
est...
C. ECONOMIA: NACIONAL-
DESENVOLVIMENTISMO:
 A utilização do Estado como
instrumento coordenador do
desenvolvimento, estim...
 O ISEB e a implantação do Plano de Metas:
 Áreas de atuação: Energia – Transporte – Indústria –
Educação – Alimentação....
 Facilidades para
multinacionais – ex. setor
automotivo.
 Criação do GEICON: Grupo
Executivo da Indústria e
Construção N...
 Investimentos em infra-estrutura (estradas,
portos, hidrelétricas etc), indústria de base
(siderúrgicas, metalúrgicas) e...
 Resultados obtidos:
a) Modernização e crescimento do parque industrial
brasileiro.
b) Desníveis regionais (a criação da ...
f) Dependência econômica dos investimentos do
capital internacional,
REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
D. A POLÍTICA EXTERNA: ROMPIMENTO
MOMENTÂNEO COM O FMI.
 Exigências feitas pelo FMI não são cumpridas
pelo Brasil.
 Supe...
E. A Cultura Brasileira.
 Fusão da arte popular e erudita:
 O Cinema Novo e a Bossa Nova
REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
4. A CURTA GESTÃO JÂNIO: 1961
A. INTRODUÇÃO
 Durou apenas 8 meses
 Sem base partidária: PTN
(Partido Trabalhista
Naciona...
 Campanha: utilizou-se do
populismo, personalismo e da
demagogia.
 Teatral, contraditório, apresentava-
se como a renova...
B. POLÍTICA INTERNA:
Moralismo e Austeridade.
 Proibição de brigas de galo,
do uso do lança-perfume,
das corridas de cava...
C. POLÍTICA EXTERNA
“INDEPENDENTE” – não
alinhamento.
 Reatou relações
diplomáticas com URSS,
CHINA e CUBA.
 Condecorou ...
C. A RENÚNCIA
 Perda do apoio e crítica
pela condecoração de
Guevara
 Objetivo: Golpe.
REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
4. A CONTURBADA GESTÃO GOULART: 1961 –
1964
A. INTRODUÇÃO
 Entrave para a posse de
Jango.
 1961 – Rede pela Legalidade
(...
 Solução negociada – instituição do
parlamentarismo (Tancredo Neves)
B. FASE PARLAMENTARISTA: objetivo de
reduzir os pode...
 1963: Retomada de poderes (volta do
presidencialismo – plebiscito).
REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
C. FASE PRESIDENCIALISTA
 Bases do governo Jango:
a) A formulação do Plano Trienal (Ministro Celso
Furtado)
b) Regulament...
d) concessão à Petrobrás do monopólio de
fornecimento de derivados de petróleo aos órgãos
de governo, autarquias e estatai...
 Lei de Remessa de Lucros:
 Descontentamento dos EUA e da oposição
ligada a UDN.
 Reformas de Base (agrária, urbana, po...
 Acirramento de atritos entre defensores e
opositores do governo:
COMÍCIO DA
CENTRAL DO BRASIL
(RJ) - Manifestação de
apo...
 Declínio de JANGO: acusado de desejar tornar-
se ditador.
 Pretexto/estopim: Apoio de JANGO ao motim
dos Marinheiros.
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Brasil república 1945-1964

244 visualizações

Publicada em

1945-1964

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brasil república 1945-1964

  1. 1. 1. EURICO GASPAR DUTRA: 1946 – 1951 A. INTRODUÇÃO  Eleito com o apoio dos partidos getulistas (PSD/PTB). REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  2. 2. 1. EURICO GASPAR DUTRA: B. CENÁRIO INTERNACIONAL: contexto da guerra fria – O Brasil decide-se pelo apoio aos EUA (Alinhamento automático). REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  3. 3.  O general do exército dos EUA, Dwight Eisenhower, um dos comandantes das tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial, visita o Rio de Janeiro, em 13 de agosto de 1946, ocasião em que o líder da UDN, Otávio Mangabeira, beija-lhe a mão; No célebre registro fotográfico de Ibrahim Sued, o deputado Otávio Mangabeira beija a mão do general norte-americano Dwight Eisenhower em sessão solene na Câmara dos Deputados realizada em 1946. Arquivo Nacional. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  4. 4.  O BRASIL E A GUERRA FRIA a) 1947 – maio: Fechamento do PCB. b) 1947 – agosto/setembro: Conferência Interamericana da Manutenção da Paz e Segurança do Continente, em Petrópolis com a presença do presidente Trumam no Brasil que resultou na assinatura do TIAR (Tratado Interamericano de Assistência Recíproca) REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  5. 5.  O BRASIL E A GUERRA FRIA c) 1947 – outubro: Rompimento com a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. d) 1948 – janeiro: Cassação dos parlamentares do PCB. e) 1948 – outubro: instalação da Escola Superior de Guerra – ESG: com inspiração e apoio norte- americano REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  6. 6. 1. EURICO GASPAR DUTRA: B. ECONOMIA:  I FASE: Liberalismo econômico. a) Esgotamento de reservas financeiras. b) Em conseqüência de intensas importações houve o esgotamento das reservas de divisas (cerca de 708 milhões de Dólares) significando o fracasso do liberalismo cambial e alfandegário. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  7. 7.  II FASE: a partir do segundo semestre de 1947 houve o início de uma política intervencionista. a) 1948 – Plano SALTE (Saúde, Alimentação, Transporte, Energia) b) 1948 – Missão Abbink: Comissão Técnica Mista Brasil - chefiada por John Abbink e pelo ministro Otávio Gouveia de Bulhões, para diagnosticar problemas da economia brasileira, inclusive quanto ao emprego de recursos externos no setor petrolífero; REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  8. 8. c) 1948 – início da construção da HIDRELÉTRICA DE PAULO AFONSO I, a partir de 1948, a primeira grande usina da Chesf erguida no rio São Francisco. d) 1948 – início da campanha "O PETRÓLEO É NOSSO", a partir da manifestação ocorrida em 15 de Julho de 1948, no Rio de Janeiro, contrária ao projeto de Estatuto do Petróleo, de conteúdo privatista, enviado pelo governo Dutra ao Congresso Nacional; REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  9. 9. e) 1950 – inauguração do ESTÁDIO DO MARACANÃ (Copa do Mundo) e desenvolvimento do esporte em geral. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  10. 10. e) 1950 – início das CONCESSÕES PARA TRANSMISSÃO DE TELEVISÃO no Brasil, e inauguração, em setembro de 1950, das transmissões regulares da TV Tupi, em São Paulo, fato pioneiro na América Latina; f) 1951 – inauguração, da BR-2, nova conexão rodoviária entre Rio e São Paulo, também conhecida como VIA DUTRA. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  11. 11. 1. EURICO GASPAR DUTRA: C. POLÍTICA INTERNA: período de redemocratização. (modernização conservadora) REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  12. 12.  Fatos importantes da política interna a) o restabelecimento da independência dos Poderes; b) instalação da Assembléia Constituinte, em 5 de Fevereiro de 1946, cujos trabalhos foram concluídos 18 de Agosto do mesmo ano. c) criação, pelo movimento sindical, da Confederação Geral dos Trabalhadores do Brasil, em Setembro de 1946; REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  13. 13. e) promulgação da Constituição, em 16 de Setembro de 1946, como importante instrumento de normalização das relações políticas institucionais e da democracia representativa, com o restabelecimento das eleições diretas; REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  14. 14. g) Articulação do denominado Acordo Interpartidário, entre setores conservadores, especialmente do PSD e UDN, como bases de sustentação do governo, o que provocou a marginalização de Getúlio Vargas e do Partido Trabalhista Brasileiro, que acabaram rompendo com o governo. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  15. 15. O que previa a nova constituição: 1. a determinação de realização eleições diretas e secretas para os cargos do Legislativo e Executivo; 2. o restabelecimento da Justiça eleitoral; 3. a liberdade partidária; 4. a garantia à livre associação de classe; REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  16. 16. O que previa a nova constituição: 5. o direito às manifestações públicas de caráter reivindicatório ou contestatório; 6. a garantia às liberdades individuais, 7. além da liberdade de imprensa 8. Mandato presidencial de 5 anos 9. o reconhecimento do direito de greve (exceto para os casos previstos por leis específicas). REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  17. 17. Mas na prática: 1. Março de 1946: cerceamento do direito de greve, pelo Decreto-Lei n° 9.070, de, publicado antes mesmo da conclusão e promulgação da Constituição. 2. Maio de 1946: o presidente decretou o fechamento dos cassinos e proibiu os "jogos de azar" no país. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  18. 18. Mas na prática: 3. 1947 – maio: Fechamento do PCB. 4. 1947 – maio: decretou-se a ilegalidade e o fechamento da Confederação Geral dos Trabalhadores do Brasil e a intervenção em 143 sindicatos. 5. Manteve a censura a imprensa. REPÚBLICA LIBERAL: DUTRA
  19. 19. 2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954 A. INTRODUÇÃO  Primeira vez eleito pelo voto popular: apoio do PTB, PSD, PSB, Comunistas e massa trabalhadora. REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  20. 20. "Bota o retrato do velho outra vez Bota no mesmo lugar O sorriso do velhinho Faz a gente se animar, oi Eu já botei o meu E tu não vais botar? Já enfeitei o meu E tu vais enfeitar? O sorriso do velhinho Faz a gente trabalhar" (RETRATO DO VELHO, de Mário Pinto e Haroldo Lobo) REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  21. 21. 2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954 B. POLÍTICA E ECONOMIA  RETORNO AO NACIONALISMO E AO INTERVENCIONISMO.  Plano Lafer – Plano Nacional de Reaparelhamento Econômico. (procurava desenvolver setores essenciais como a siderurgia, petroquímica, energia, transporte e a agricultura) REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  22. 22.  criação do BNDE: - investimentos nas industriais nacionais  criação da PETROBRÁS em 1953. REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  23. 23.  Impedimento da REMESSA DE LUCROS para o exteriores (das transnacionais).  RETOMADA DO POPULISMO E DA POLÍTICA DE MASSAS  Aumento do salário mínimo em 100 % . REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  24. 24.  Inflação REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  25. 25. 2. VARGAS, O RETORNO: 1951 a 1954 B. REAÇÕES A POLÍTICA E AO MODELO ECONÔMICO.  Vargas começa a ser criticado pelos udenistas, multinacionais e empresários entreguistas.  Crítico que se destaca é Carlos Lacerda (jornalista udenista e conservador).  A imprensa, exceto o Jornal A Última Hora. REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  26. 26.  Após o atentado da Rua Toneleiros que culminou na morte do Major Rubem Vaz a aeronáutica e o exército pedem a renúncia incondicional de Vargas. “República do Galeão” "Esta bala não era dirigida a Lacerda, mas a mim“ "Tenho a impressão de me encontrar sobre um mar de lama" "Se me quiserem depor, só encontrarão o meu cadáver" REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  27. 27.  Vargas isolado opta pelo Suicídio – Vargas morre como herói. REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  28. 28. REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  29. 29. Embarque do corpo do presidente Getúlio Vargas no aeroporto Santos Dumont com destino ao Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro (DF), 25 de agosto de 1954. (CPDOC/AnC foto 038_33) REPÚBLICA LIBERAL: VARGAS
  30. 30.  Consequências políticas da morte de Vargas. ERA DO POPULISMO  Reação das massas contra os opositores de Vargas.  Sobrevida ai populismo por mais 10 anos
  31. 31.  A SUCESSÃO PRESIDENCIAL:  Café Filho (PSD – vice):  aproximação com UDN.  SUMOC 113 – facilidades de importações para empresas estrangeiras.  Afastamento por doença.  Carlos Luz (PSD - Presidente do Congresso Nacional) assume:  Tentativa de golpe.  Impedido pelo Marechal Henrique T. Lott. CAFÉ FILHO CARLOS LUZ ERA DO POPULISMO
  32. 32. 3. A ERA J.K: 1956 a 1961 A. INTRODUÇÃO  O Brasil e rumo ao 1° mundo: Crescimento econômico acelerado:  “50 anos de desenvolvimento em 5 de governo” REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  33. 33. 3. A ERA J.K: 1956 a 1961 B. POLÍTICA INTERNA: ESTABILIDADE  Maioria no Congresso Nacional que dava sustentação aos projetos encaminhados pelo Executivo. (PSD e no PTB)  Evitava tocar nos privilégios dos grandes proprietários à medida que não colocava em xeque os mecanismos de dominação sobre a massa trabalhadora rural REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  34. 34. 3. A ERA J.K: 1956 a 1961 B. POLÍTICA INTERNA  Capacidade demonstrada pelo presidente em operar conciliatoriamente as estratégias populistas, conferindo-lhes uma marca pessoal. “Presidente Bossa Nova”. REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  35. 35. C. ECONOMIA: NACIONAL- DESENVOLVIMENTISMO:  A utilização do Estado como instrumento coordenador do desenvolvimento, estimulando o empresariado nacional, mas também criando um clima favorável a entrada de capital estrangeiro tanto em forma de empréstimos como em forma de investimentos diretos. REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  36. 36.  O ISEB e a implantação do Plano de Metas:  Áreas de atuação: Energia – Transporte – Indústria – Educação – Alimentação.  Meta - síntese: construção de Brasília. REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  37. 37.  Facilidades para multinacionais – ex. setor automotivo.  Criação do GEICON: Grupo Executivo da Indústria e Construção Naval  Desenvolvimento da indústria automobilística com o GEIA: Grupos de Estudos da indústria automobilística. REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  38. 38.  Investimentos em infra-estrutura (estradas, portos, hidrelétricas etc), indústria de base (siderúrgicas, metalúrgicas) e de bens de consumo duráveis (indústria automobilística, indústria eletro-eletrônica etc). Construção de estradas (Belém-Brasília) (Usina de Furnas) REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  39. 39.  Resultados obtidos: a) Modernização e crescimento do parque industrial brasileiro. b) Desníveis regionais (a criação da SUDENE foi uma tentativa de superar tais contrastes) c) a migração de trabalhadores rurais para a as zonas urbanas. d) Crescimento da dívida pública (divida externa) e) Crescimento da inflação e a queda do poder aquisitivo do salário real REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  40. 40. f) Dependência econômica dos investimentos do capital internacional, REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  41. 41. D. A POLÍTICA EXTERNA: ROMPIMENTO MOMENTÂNEO COM O FMI.  Exigências feitas pelo FMI não são cumpridas pelo Brasil.  Superávit primário. (facilitação das importações pelo governo)  Corte dos gastos públicos (construção de Brasília)  Controle da inflação (emissão de papel moeda). REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  42. 42. E. A Cultura Brasileira.  Fusão da arte popular e erudita:  O Cinema Novo e a Bossa Nova REPÚBLICA LIBERAL: J. K.
  43. 43. 4. A CURTA GESTÃO JÂNIO: 1961 A. INTRODUÇÃO  Durou apenas 8 meses  Sem base partidária: PTN (Partido Trabalhista Nacional), de representação inexpressiva  Apoio da UDN – “Jânio no poder é a UDN de porre” REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
  44. 44.  Campanha: utilizou-se do populismo, personalismo e da demagogia.  Teatral, contraditório, apresentava- se como a renovação política.  Vassoura – símbolo de campanha (“varrer a corrupção”). REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
  45. 45. B. POLÍTICA INTERNA: Moralismo e Austeridade.  Proibição de brigas de galo, do uso do lança-perfume, das corridas de cavalo em dias úteis e do uso do biquíni.  Racionalização dos recursos para saldar a dívida externa com o corte de subsídios para o trigo e o petróleo e congelamento de salários. REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
  46. 46. C. POLÍTICA EXTERNA “INDEPENDENTE” – não alinhamento.  Reatou relações diplomáticas com URSS, CHINA e CUBA.  Condecorou Ernesto “Chê” Guevara. REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
  47. 47. C. A RENÚNCIA  Perda do apoio e crítica pela condecoração de Guevara  Objetivo: Golpe. REPÚBLICA LIBERAL: JÂNIO
  48. 48. 4. A CONTURBADA GESTÃO GOULART: 1961 – 1964 A. INTRODUÇÃO  Entrave para a posse de Jango.  1961 – Rede pela Legalidade (RS) – Leonel Brizola.  Congresso Nacional – Ranieri Mazzilli (contra a posse de Jango) REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  49. 49.  Solução negociada – instituição do parlamentarismo (Tancredo Neves) B. FASE PARLAMENTARISTA: objetivo de reduzir os poderes do presidente  Tancredo Neves: empréstimos nos EUA  Brochado da Rocha: aprovação do 13°  Hermes Lima: convocação do plebiscito. REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  50. 50.  1963: Retomada de poderes (volta do presidencialismo – plebiscito). REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  51. 51. C. FASE PRESIDENCIALISTA  Bases do governo Jango: a) A formulação do Plano Trienal (Ministro Celso Furtado) b) Regulamentação do Código Brasileiro de Telecomunicações (nacionalização dos serviços), c) criação da Eletrobrás. REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  52. 52. d) concessão à Petrobrás do monopólio de fornecimento de derivados de petróleo aos órgãos de governo, autarquias e estatais, e) proibição do registro de financiamento estrangeiro para a importação de máquinas e equipamentos que a indústria nacional pudesse fabricar, f) inauguração Usiminas e Cosipa (Companhia Siderúrgica Paulista). REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  53. 53.  Lei de Remessa de Lucros:  Descontentamento dos EUA e da oposição ligada a UDN.  Reformas de Base (agrária, urbana, política e educacional).  Foram recusadas pelo Congresso que era de maioria conservadora (PSD e UDN)  Atuação intensa das Ligas Camponesas (Francisco Julião). REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  54. 54.  Acirramento de atritos entre defensores e opositores do governo: COMÍCIO DA CENTRAL DO BRASIL (RJ) - Manifestação de apoio ao presidente. MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS PELA LIBERDADE (SP) – Manifestação contrária ao presidente. REPÚBLICA LIBERAL: JANGO
  55. 55.  Declínio de JANGO: acusado de desejar tornar- se ditador.  Pretexto/estopim: Apoio de JANGO ao motim dos Marinheiros.  31 de março de 1964: O GOLPE.  Razões do Golpe: Foi mesmo um golpe militar? O Colapso do populismo  Foi mesmo um golpe made in Brazil? Apoio dos EUA no contexto da Guerra Fria (Operação Brother Sam) COLAPSO DO POPULISMO

×