Pré história do território brasileiro

1.376 visualizações

Publicada em

Tópico gerais sobre a pré-história do Brasil

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré história do território brasileiro

  1. 1. Pré-História do território brasileiro Prof. Izaac Erder
  2. 2. Onde viviam os primeiros habitantes do território brasileiro?
  3. 3. O Homem da Lagoa Santa • Descobertos pelo paleontólogo, dinamarquês Peter Lund na primeira metade do século XIX. • Peter Lund encontrou ali mais de uma dezena de fosseis humanos, além de fosseis de animais da mega fauna e explorou mais de duzentas cavernas e grutas. • Lund descobriu ossadas de gliptodontes, macrauquênias e preguiças gigantes, juntas de ossadas humanas. • Lund foi um dos principais cientistas a confirmar a teoria evolucionista de Darwin.
  4. 4. O Homem da Lagoa Santa • gliptodontes
  5. 5. O Homem da Lagoa Santa • macrauquênias
  6. 6. Peter Lund e Lagoa Santa
  7. 7. O Homem da Lagoa Santa • Depois de Peter Lund foram extraídos restos de aproximadamente 250 esqueletos humanos. Na década de 1970 foi encontrado um crânio feminino de cerca de 11.500 anos (a Luzia). • A descoberta mostrou que a região já era habitada muito antes do que se imaginava, e pôs em xeque as teorias até então mais aceitas sobre o povoamento do homem nas Américas, que consideravam uma migração única partindo da Europa e atravessando o Estreito de Bering, chegando ao Brasil através da América do Norte. • Os achados arqueológicos em Lagoa Santa confirmam a teoria de várias ondas migratórias vinda pelo estreito de Bering.
  8. 8. O Homem da Lagoa Santa • A descoberta deu força à hipótese, até então polêmica, de que o continente tenha sido ocupado não por uma, mas por diversas correntes migratórias, vindas inclusive por terra na última Idade do Gelo, durante a baixa do nível dos mares. O grupo de Luzia teria habitado o sul da China e sudeste da Ásia e migrado para a América e para a Oceania há cerca de 11 mil anos. • Apesar das contribuições de Lagoa Santa para o quebra-cabeça da ocupação das Américas, a polêmica continua. No México, foram descobertas pegadas humanas que podem ter sido feitas há 40 mil anos. Outros vestígios, encontrados no sítio arqueológico da Serra da Capivara, no Piauí, podem remontar a 60 mil anos. A caça ao tesouro está apenas começando. • Do sítio Lapa do Santo saiu o terceiro esqueleto mais antigo do Brasil e um dos mais antigos da América.
  9. 9. O Homem da Lagoa Santa • Muito pouco se sabe sobre o povo de Luzia (ou os homens de Lagoa Santa), contudo podemos afirmar que esses homens viviam com características próximas aos diversos grupos humanos do paleolítico: caçavam, colhiam e eram nômades. • Dentre os alimentos que colhiam, podemos destacar as raízes de mandioca. • Outro ponto interessante são as diversas pinturas rupestres deixadas por esses povos, além da forma singular como faziam seus funerais. • Os primeiros habitantes do “Brasil” utilizavam arco e flecha, faziam armas de pedra e ossos
  10. 10. • Colocar pinturas rupestres do povo de Lagoa Santa
  11. 11. Sambaquis: os homens das conchas • Viveram desde aproximadamente 6 mil anos atrás, ocupando o litoral da atual região sul e sudeste do Brasil. • Eram caçadores e coletores, entretanto a base de sua alimentação eram peixes e variados tipos de moluscos, como mexilhões e berbigões. • Como esses povos viviam em áreas litorâneas, e seu alimento eram muito abundante, ou seja, existia em grandes quantidade, eles não precisavam mudar de lugar constantemente. • Os Sambaquis construíram grandes estruturas (parecidas com montes) com as conchas que colhiam no mar. Entretanto essas estruturas eram muito bem pensadas, de forma a oferecer proteção ao grupo que ali vivia.
  12. 12. Sambaquis: os homens das conchas • Os povos dos Sambaquis faziam seus instrumentos de pedra polida, mas também utilizavam conchas e ossos para fazer suas ferramentas. • Além de objetos para o uso cotidiano, os povos dos Sambaquis também faziam esculturas de animais utilizando a pedra polida. • Eram grandes pescadores: pescavam tubarões, golfinhos e até mesmo baleias. • Nas sepulturas dos Sambaquis são encontradas várias ferramentas e estatuetas de pedra polida.
  13. 13. Sambaquis: os homens das conchas
  14. 14. Sambaquis: os homens das conchas
  15. 15. Sambaquis: os homens das conchas
  16. 16. Sambaquis: os homens das conchas
  17. 17. Agricultores da Amazônia • Agricultura começou a ser desenvolvida nas margens dos grandes rios da atual região amazônica a aproximadamente 4 mil anos. • O principal vegetal cultivado era a mandioca, entretanto outras plantas também eram cultivadas: tais como o milho, o feijão, o tabaco, o algodão entre outros. • Nesse mesmo período (4 mil anos atrás) foram produzida as primeiras peças de cerâmica na região amazônica, indicando uma relação muito estreita entre a cerâmica e a agricultura.
  18. 18. Agricultores da Amazônia
  19. 19. Agricultores da Amazônia
  20. 20. Agricultores da Amazônia • Os avanços técnicos agrícolas amazonense foram extremamente relevantes, para se ter uma ideia do nível tecnológico alcançado por esses primeiros agricultores no território atualmente brasileiro, precisamos falar sobre a “terra preta”. • A “terra preta” foi a produção de preparado orgânico (formado por restos de animais e plantas) utilizado como adubo para a agricultura na região. • A “terra preta” é considerada hoje como o melhor adubo já produzido pelo homem, sendo objeto de pesquisa de vários arqueólogos e cientista da área de produção de alimentos. Entretanto, essa técnica de produção de alimento foi perdida, e os índios que vivem na região não mais a realizam.
  21. 21. • Fotos da terra preta
  22. 22. Ceramistas: Povo de Santarém • Viveram na região norte do atual Brasil, a aproximados 2 mil anos atrás. • Foram exímios ceramistas, produziram uma as peças de cerâmica mais bem elaboras do mundo. • Além de peças utilitárias, o Povo de Santarém produziu belíssimas estatuetas e vasos decorativos. • Muito pouco se sabe sobre o Povo de Santarém, eles deixaram muito pouco além das suas peças de cerâmica.
  23. 23. Ceramistas: Povo de Santarém
  24. 24. Ceramistas: Povo de Santarém
  25. 25. Ceramistas: Povo de Santarém
  26. 26. Agricultores de Marajó • A Ilha de Marajó começo a ser povoada por humanos a aproximados 3.500 anos atrás, por um povo chamado Ananatuba. • Os Ananatuba eram agricultores e ceramistas: cultivavam a mandioca e produziam vasos de cerâmica simples, decorados apenas com linhas e/ou pontos. • Aproximadamente a 1.800 anos atrás surgiu na ilha uma nova cultura, provavelmente herdeira dos Ananatuba: o Povo Marajoara.
  27. 27. Agricultores de Marajó • O povo marajoara construíram morros nas margens dos rios, para se proteger das constantes cheias dos rios. • O Povo de Marajó foi uma sociedade bastante complexa, desenvolveram um complexo sistema agrícola que se valia das cheias dos rios e criou peças de cerâmica muito elaboradas e bonitas. • Assim como o Povo de Santarém, sabemos muito pouco sobre o Povo Marajoara.
  28. 28. Expansão das técnicas Ceramistas e agrícolas no território do atual Brasil: • A aproximadamente 2 mil anos atrás as técnicas de produção agrícola e ceramistas foram difundidas entre vários grupos humanos espalhados por todos o território. • Contudo essas técnicas foram adaptadas pelas diversas culturas humanas existentes no território. • Esses grupos desenvolveram um modelo de vida bastante singular: que combinava o nomadismo, a caça e coleta com a agricultura, domesticação de animas e o sedentarismo. • Essas sociedades ocuparam quase todo o território e são antepassados diretos dos atuais “índios” do Brasil.

×