O QUE É UMA DITADURA MILITAR?
Ditadura militar é uma forma de governo cujos poderes políticos são controlados por militare...
O governo Costa e Silva (1967-1969), consolidou a ditadura no Brasil. Nele,
que foramcessadastotalmente as liberdades demo...
Iniciouomandatopresidencial em15de março de 1974, seugovernodurouaté
15 de março de 1979, tendo como vice-presidente Adalb...
As eleiçõesdiretasparapresidentedoBrasil sóocorreriam em 1989, após ser estabelecida na Constituição
de 1988. Fonte: www.s...
e) O regime nãoteve característicasfascistas, pois não se realizaram esforços para organizar partido único
acima do Estado...
b) O fatode que os protestos populares pelas Diretas Já pudessem ser veiculados nas páginas dos jornais
indicaque o govern...
d) desdobramentodoprocessode aberturapolítica, marcado pelas lutas contra a limitação das liberdades
democráticas.
11. Sua...
O regime político instalado em 1964 conseguiu, em cinco anos, reduzir consideravelmente a inflação.
Enumere alguns problem...
I) arrocho salarial sobre os operários e trabalhadores de baixa renda;
II) favorecimento das grandes empresas - sobretudo ...
 O Brasil participa diretamente, enviando para a Itália (região de Monte Cassino) os pracinhas da FEB,
Força Expedicionár...
Ao términodaGuerra,as potênciasdoEixo estavam destruídas e a Inglaterra e a França também sofreram
grandesperdas.Foi a par...
a) A Itália,aliadada Alemanha desde a assinatura do Pacto de Aço, declarou guerra à Inglaterra e à França
em junho de 1940...
b) consagrouo apoiobélicodosdoispaísesaosfascistasna Guerra Civil Espanholae ampliouainfluência
políticaalemãno leste euro...
O trecho do artigo e a charge de Belmonte remontam a um importante e polêmico episódio ligado à 2ª
Guerra Mundial. Esse ep...
general De Gaulle,em1940.
e) a vitóriamilitar,comocupaçãode parte da França, enquantooutraparte ficousob controle dogovern...
a) demonstramainstabilidadepolíticadoPacíficoe do sudeste asiático,antesdominadosprincipalmente
pelaFrança e pelaInglaterr...
QUESTÕES DISCURSIVAS
01. (UFRJ-2003)
“Quase todosos espanhóispensavamnasuaguerracivil em termos nacionais, enquanto quase ...
a) Identifique os personagens do desenho e os países que respectivamente representam.
b) Relacione esse pacto à defragação...
b) Possíveistópicosque podemsercitados:
- a criação da Organizaçãodas NaçõesUnidas(ONU),em1945, comoa instituiçãocapazde i...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ditadura militar

1.022 visualizações

Publicada em

Síntese sobre a ditadura militar no Brasil.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.022
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ditadura militar

  1. 1. O QUE É UMA DITADURA MILITAR? Ditadura militar é uma forma de governo cujos poderes políticos são controlados por militares. O significado de ditadura se refere a qualquer regime de governo em que todos os poderes estão sob autoridade de umindivíduooude umgrupo. Nocaso de umaditaduraformadapor militares,esteschegam ao poder quase sempre através de um golpe de Estado. Um golpe de Estado lideradopormilitares significa que um governo legítimo é derrubado com o apoio de forças de segurança. Algumas ditaduras militares que não conseguem apoio popular são marcadas pela crueldade e pela falta de respeito aos Direitos Humanos nas perseguições aos defensores da oposição. No Brasil,oregime militarduroumaisde 20 anos (entre 1964 e 1985). No dia 1 de Abril de 1964, o governo de João Goulart (após renúncia do presidente Jânio Quadros) foi deposto e o regime militar teve início algunsdiasdepois.Ofimda ditaduramilitar no Brasil aconteceu em 1985, sendo João Figueiredo o último presidente deste período. Fonte: www.significados.com.br Fatores que influenciaram o Golpe:  Instabilidade política durante o governo de João Goulart;  Ocorrências de greves e manifestações políticas e sociais;  Alto custo de vida enfrentado pela população;  Promessa de João Goulart em fazer a Reforma de Base (mudanças radicais na agricultura, economia e educação);  Medo da classe média de que o socialismo fosse implantado no Brasil;  Apoio da Igreja Católica, setores conservadores, classe média e até dos Estados Unidos aos militares brasileiros; O clima de crise política e as tensões sociais aumentavam a cada dia. No dia 31 de março de 1964, tropas de Minas Geraise São Paulosaemàs ruas.Para evitaruma guerracivil,Jangodeixao país refugiando-se no Uruguai. Os militares tomam o poder. Em 9 de abril,é decretadoo AtoInstitucional Número1(AI-1).Este,cassamandatospolíticosde opositores ao regime militar e tira a estabilidade de funcionários públicos. Fontes: www.suapesquisa.com e www.historiadobrasil.net GOVERNOS DO PERÍODO MILITAR NO BRASIL 1. CASTELO BRANCO (1964-1967) Castelo Branco é eleito presidente do Brasil pelo Congresso Nacional, em 1964, o que legitima o endurecimento do regime no país. Castelo Branco promulga novos atos institucionais que:  ampliam os poderes do Executivo;  cria o Sistema Nacional de Informações (SNI) e o Plano de Ação Econômica do Governo, para contenção da inflação e crescimento da economia;  unifica institutos previdenciários;  decreta o fechamento do Congresso Nacional;  implementa o bipartidarismo com a Arena e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). O presidente promulga uma nova Constituição em 1967 e implementa duas leis: a Lei da Imprensarestringe a liberdade de expressão, e a Lei de Segurança Nacional define como crime atos contra a segurança nacional e a ordem política nacional. No final do seu governo, em 1967, institui-se o cruzeiro novo como moeda nacional. Fonte: www.brasil.gov.br 2. COSTA E SILVA (1967-1969)
  2. 2. O governo Costa e Silva (1967-1969), consolidou a ditadura no Brasil. Nele, que foramcessadastotalmente as liberdades democráticas. Assim que ele assumiu o governo, aumentou a repressão policial e acabou com possíveis oposições ao regime. A justificativa do presidente Costa e Silva para a permanênciadosmilitaresnopoder era que havia muita oposição naquele momento. Em resposta às constantes oposições ao Regime, o presidente fechou o Congresso Nacional e editou o AI-5. Com esse Ato Institucional, foram suspensas todas as liberdades democráticas e os direitos constitucionais, dando permissão à polícia para efetuar investigações, perseguições e prisões sem que fosse necessário solicitar um mandato judicial. Com essa suspensão, várias violações aos direitos humanos foram cometidas. O mandatode Costae Silvafoi interrompidoporqueele foi acometido por um derrame cerebral.Oseuvice,PedroAleixo, por ser um civil, não tomou posse.Sendoassim,foi organizadaumaJuntaMilitarcomo Exército,Aeronáuticae a Marinha para assumir de forma provisóriaogoverno.O afastamento de Costa e Silva somente foi solucionado com a escolha do general EmílioGarrastazuMédici para ser o novopresidentedoregime militar. Fonte: governo-militar.info 3. JUNTA MILITAR (31/8/1969 - 30/10/1969) Doente,Costae Silvafoi substituídoporumajunta militar formada pelos ministros Aurélio de Lira Tavares (Exército), Augusto Rademaker (Marinha) e Márcio de Sousa e Melo (Aeronáutica). Dois grupos de esquerda, O MR-8 e a ALN sequestram o embaixador dos EUA Charles Elbrick. Os guerrilheirosexigemalibertaçãode 15 presos políticos, exigência conseguida com sucesso. Porém, em 18 de setembro,ogovernodecretaa Lei de Segurança Nacional. Esta lei decretava o exílio e a pena de morte em casos de "guerra psicológica adversa, ou revolucionária, ou subversiva". No final de 1969, o líder da ALN, Carlos Mariguella, foi morto pelas forças de repressão em São Paul o. Fonte: www.sohistoria.com.br 4. MEDICI (1969-1974) No mandato de Garrastazu Médici, foi registrado o maior crescimento econômicodoBrasil.Osetor industrial crescia e as exportações também e isso acarretava em milhares de contratações. Eram tantas vagas de empregos, que alguns setores disputavam funcionários. Esse período de crescimento da economia ficou conhecido como “milagre econômico”. Porém, o motivo para esse crescimento era devido aos empréstimosestrangeirosque foramfeitose quandoaeconomia internacional passou por problemas, a do país começou a declinar. O “milagre econômico” contribuiu bastante para a grande desigualdade socialdaépoca,pois ocorreu uma grande concentração de renda, que impediu o desenvolvimento das camadas mais pobres da população. Para oprimirosopositores,ogovernorealizavaações principalmente contra as organizaçõesdeguerrilha.Osprincipaisgruposde guerrilhabuscavam derrubar o governo e instalar no país o socialismo. Realizaram diversas ações como assaltos a bancos, sequestros de embaixadores e atentados contra autoridades. Todas as guerrilhas urbanas acabaram destruídas, com seus militantes sendo mortos pela repressão. Durante o mandato do Médici, as torturas contra os presos políticos foram intensificadas e quando também, foram verificados os maiores números de casos. O governo negava qualquer ação ou prática de tortura. Entretanto,nãoera issoque ocorria, porque existiam locais próprios para a realização de torturas nos presos e eram feitos por pessoas especializadas. Devido ao sucesso de seu mandato, por diversas razões, Médici pode escolher quem iria sucedê -lo: ele optou por Ernesto Geisel. Fonte: governo-militar.info 5. GEISEL (1974-1979)
  3. 3. Iniciouomandatopresidencial em15de março de 1974, seugovernodurouaté 15 de março de 1979, tendo como vice-presidente Adalberto Pereira dos Santos. Seu governo foi dedicado a abertura política, enfrentando forte oposição dos militares radicais. Houve durante o seu governo, a necessidade de administrar as crises da ditadura e o amadurecimento da oposição dentro e fora do governo. Mario Henrique Simonsen foi indicado para o Ministério da Fazenda, que logo anunciou o II Plano Nacional de Desenvolvimento, na tentativa de retomar o crescimento econômico e conter o avanço da inflação. O Plano falhou, o Brasil sofreu os efeitos da crise do petróleo que gerou crise econômica nas grandes nações do mundo. A crise econômica fortaleceu a oposição política oficial no cenário político nacional. Em outubro de 1975, ocorreu a morte no jornalista Vladimir Herzog na prisão do II Exército de São Paulo, sob indícios apresentados pelo exército como suicida.Ofato fortaleceuapressãopelaanistiaaospresospolíticose aabertura de uma nova Constituinte. Fonte: www.historiabrasileira.com 6. FIGUEIREDO (1979-1985) A vitória do MDB nas eleições em 1978 começa a acelerar o processo de redemocratização. O general João Baptista Figueiredo decreta a Lei da Anistia,concedendoodireitode retorno ao Brasil para os políticos, artistas e demais brasileiros exilados e condenados por crimes políticos. Os militares de linha dura continuam com a repressão clandestina. Cartas- bomba são colocadas em órgãos da imprensa e da OAB (Ordem dos advogados do Brasil). No dia 30 de Abril de 1981, uma bomba explode durante um show no centro de convenções do Rio Centro. O atentado fora provavelmente promovido pormilitaresde linha dura, embora até hoje nada tenha sido provado. Em 1979, o governo aprova lei que restabelece o pluripartidarismo no país. Os partidos voltam a funcionar dentro da normalidade. A ARENA muda o nome e passa a ser PDS, enquanto o MDB passa a ser PMDB. Outros partidos são criados, como: Partido dos Trabalhadores ( PT ) e o Partido Democrático Trabalhista ( PDT ). Fonte: www.suapesquisa.com DIRETAS JÁ DiretasJá foi ummovimentopolíticodemocráticocomgrande participação popular que ocorreu no ano de 1984. Este movimentoerafavorável e apoiavaaemendadodeputadoDante de Oliveiraque restabeleceria as eleições diretas para presidente da República no Brasil. Durante o movimento ocorreram diversas manifestações populares em muitas cidades brasileiras como, por exemplo, passeatas e comícios. Estes eventos populares contaram com a participação de milhares de brasileiros. O movimentodasDiretasJácontoucom o apoiode diversospolíticosdaépoca como, por exemplo, Franco Montoro, Fernando Henrique Cardoso, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, José Serra, Mário Covas, TeotônioVilela,EduardoSuplicy,Leonel Brizola,LuisInácioLuladaSilva, Miguel Arraes, entre outros. Teve também a participação de artistas, jogadores de futebol, cantores, religiosos, etc. Em 25 de abril de 1984, a emendaconstitucional daseleiçõesdiretasfoi colocadaem votação. Porém, para a desilusão do povo brasileiro, ela não foi aprovada. Em 15 de janeiro de 1985, ocorreram eleições indiretas e Tancredo Neves foi eleito presidente do Brasil. Porém, em função de uma doença, Tancredo faleceu antes de assumir o cargo, sendo que o vice, José Sarney, tornou-se o primeiro presidente civil após o regime de Ditadura Militar (1964-1985).
  4. 4. As eleiçõesdiretasparapresidentedoBrasil sóocorreriam em 1989, após ser estabelecida na Constituição de 1988. Fonte: www.suapesquisa.com EXERCÍCIOS SOBRE A DITADURA MILITAR QUESTÕES OBJETIVAS 01. (Fuvest/FGV-SP) A prisão e a morte do jornalista Wladimir Herzog e do operário Manoel Fiel Filho, a bomba no show de primeiro de maio no Riocentro, a carta-bomba enviada à Ordem dos Advogados do Brasil, episódios ocorridos nos governos dos generais Ernesto Geisel e João Figueiredo revelam: a) O recrudescimento da guerrilha urbana de esquerda no Brasil. b) São episódios isolados uns dos outros, sem nenhuma inter-relação. c) A lutaentre duasfacçõesmilitares,umade extrema direita e outra de extrema esquerda, esta chefiada pelo capitão Carlos Lamarca. d) Uma política deliberada dos generais-presidentes de perseguição aos jornalistas, operários, artistas e advogados. e) Uma tentativa da chamada linha dura militar para desestabilizar o processo de abertura política. 02. (Ufrrj) "(...) Considerandoque,assim,se torna imperiosa a adoção de medidas que impeçam sejam frustrados os ideaissuperiores da Revolução, preservando a ordem, a segurança, a tranqüilidade e o desenvolvimento econômico e cultural e a harmonia política e social do país (...)." (Ato Institucional nº 5 - 13/12/1968.) A ediçãodoAI-5 representou,há30 anos,uma radicalizaçãodopodergeradopelogolpe político-militar de abril de 1964 no Brasil.Diante do quadro que se apresentava na época, podemos entender que "os ideais superiores da Revolução" significavam a) a integração do capitalismo brasileiro ao grande capital internacional e a representação da segurança nacional por um anticomunismo radical. b) a implantação da chamada "República Sindicalista" e a vinculação econômica ao sistema financeiro internacional. c) o desenvolvimento capitalista independente e a aproximação político-cultural com os países latino- americanos. d) a maioraproximaçãocom o capitalismoeuropeu,pararomperadependênciacomos Estados Unidos e a União Soviética. e) a criação de uma economia planificada e uma aproximação com outros regimes revolucionários da América. 03. (UEPG-PR) Sobre o período do regime militar no Brasil (1964-1985), identifique o que for correto. a) Os militaresraramente atuaramembloconaesferapolítica.Dividiram-seemdiversascorrentes,embora houvesse pontos de aproximação entre elas. Castelistas, nacionalistas, a linha-dura, o poder de cada um desses grupos variou ao longo do período. b) O regime consistiu num simples instrumento da classe dominante, que foi beneficiária de todas as políticas governamentais, participando efetivamente da condução da esfera econômica. c) Os militares deram destaque a uma burocracia técnica de Estado, em especial o setor ligado à política econômica. d) Esse períodoconheceutrêsfasesde institucionalizaçãodoEstado.Naprimeira,abrangendoos governos Castello Branco e Costa e Silva, foram lançadas as bases do Estado de Segurança Nacional; na segunda, governoMédici,foramdesenvolvidosomodeloeconômicoe o aparato repressivo; e na terceira, governos Geisel e Figueiredo, foram adotadas práticas políticas conhecidas como "dissensão".
  5. 5. e) O regime nãoteve característicasfascistas, pois não se realizaram esforços para organizar partido único acima do Estado e para organizar o apoio das massas. 04. (UFF-RJ) A economiabrasileira,emfinsdadécadade 1960, apresentouumnovodirecionamentoanalisadode modo ambíguo pelos especialistas: tanto corresponderia a uma política distributivista, quanto a uma política econômicaaltamente concentracionista da riqueza e da renda do país. Apesar dessa ambigüidade, não se pode negar que, nesse período: a) o aspectoconcentracionistadaeconomiafoi determinadopelaviolência da perseguição política movida pelo regime militar aos setores médios urbanos. b) o novo direcionamento econômico elevou o nível médio salarial da classe operária no Brasil. c) o cunho-distributivista da economia brasileira, para os que o defendem, teve sua origem no caráter altamente democrático de participação no mercado financeiro. d) a característica distributivista deveu-se ao aumento da renda dos trabalhadores do setor primário da economia. e) a economiaconcentracionistadeveu-se à política de arrocho salarial seletiva, praticada pelos governos militares. 05. (Fuvest-SP) Sobre o fim do período militar no Brasil (1964-1985), pode-se afirmar que ocorreu de forma a) conflituosa, resultando em um rompimento entre as Forças Armadas e os partidos políticos. b) abrupta e inesperada, como na Argentina do general Galtieri. c) negociada, como no Chile, entre o ditador e os partidos na ilegalidade. d) lenta e gradual, como desejavam setores das Forças Armadas. e) sigilosa, entre o presidente Geisel e Tancredo Neves, à revelia do exército e dos partidos. 06. (Fatec) O período compreendido entre a Redemocratização de 1945 e o início das "aberturas democráticas" pelo ex-presidente Ernesto Geisel apresentou diferentes momentos com relação às políticas econômicas adotadas. Assim, podemos dizer que: a) João Goularttentou,durante seugoverno,retomarocrescimentoeconômicodoBrasil como PlanoSalte (que visavaaopagamentode nossadívidaexternae o combate à inflação),oque lhe dariaamploapoio dos grupos financeiros internacionais. b) Nogovernode JânioQuadros,o apelonacionalistade grande impactosobre aclasse médiaurbanalevou ao desenvolvimento da capacidade produtiva dos setores ligados à energia e aos combustíveis, sendo exemplo disso a fundação da Petrobrás. c) JuscelinoKubitschek,comseuPlanode Metas, possibilitou o desenvolvimento industrial em função de um vigoroso monopólio nacional dos chamados setores de ponta de nossa economia e, para tal, obteve forte apoio da burguesia nacional. d) O período compreendido entre 1970 e 1973 representou o apogeu do conhecido "milagre brasileiro", que se baseavano investimentode capitaisestrangeiros, na participação do Estado nos chamados setores básicos e na expansão do sistema de crédito ao consumidor. e) O populismodogovernode GetúlioVargastentouorientarapolíticaeconômicano sentido de favorecer as classes agrárias, que constituíram o segmento político mais expressivo naquele momento. 07. (Unicamp 2012) O movimento pelas Diretas Já provocou uma das maiores mobilizações populares na história recente do Brasil, tendo contado com a cobertura nos principais jornais do país. Assinale a alternativa correta. a) O movimento pelas Diretas Já, baseado na emenda constitucional proposta pelo deputado Dante de Oliveira, exigia a antecipação das eleições gerais para deputados, senadores, governadores e prefeitos.
  6. 6. b) O fatode que os protestos populares pelas Diretas Já pudessem ser veiculados nas páginas dos jornais indicaque o governovigente,aoevitarcensurara imprensa,mostrava-sefavorável àseleições diretas para presidente. c) O movimento pelas Diretas Já exigia que as eleições presidenciais de 1985 ocorressem não de forma indireta, via Colégio Eleitoral, mas de forma direta por meio do voto popular. d) As manifestações populares pelas Diretas Já consistiram nas primeiras marchas e protestos civis no espaço público desde a instituição do AI-5, em dezembro de 1968. 08. (UFPI) Leia, com atenção, o depoimento do general Bandeira a respeito da participação dos militares na política brasileira: "Nomovimentode 1964, a ideologiapolíticafoi puramente ade preservaroregime democrático.Essa foi a grandemolaqueconduziu o movimento". (D'ARAÚJO, Maria Celina et al. Visões do golpe: a memória militar sobre 1964. Rio de Janeiro: Relume - Dumará, 1994.) Considerando a tendência interpretativa da História, na atualidade, é correto afirmar que: a) a real compreensão da situação política nacional fundamenta-se na objetividade do conhecimento histórico, isento de intencionalidade política. b) a interpretaçãodoreferidomilitar é inaceitável, pois no estudo da história torna-se imprescindível um maior distanciamento cronológico entre o depoente e a realidade estudada. c) a renovação metodológica, decorrente da valorização da história oral no Brasil, propiciou um novo entendimento a respeito da visão democrática dos militares. d) a marca da objetividade,nosestudoshistóricos,comprovaa validade daopinião apresentada, evitando uma versão partidária da história. e) o testemunhoapresentado,mesmoconsiderando a realidade política brasileira, vivida a partir de 1964, comprova a presença da subjetividade na interpretação histórica. 09. (Unesp 2010) Um editorial do jornal Folha de S.Paulo gerou polêmica e protestos no início de 2009. No entender do editorialista (...) as chamadas “ditabrandas” – caso do Brasil entre 1964 e 1985 – partiam de uma ruptura institucionale depois preservavam ou instituíam formas controladas de disputa política e acesso à Justiça (...). (Folha de S.Paulo, 17.02.2009.) O termo “ditabranda” reporta-se ao: a) golpe político aplicado por Getúlio Vargas; encerramento da chamada República Velha; repressão ao Partido Comunista; políticas econômicas de cunho nacionalista; suicídio de Vargas e divulgação da carta- testamento. b) período do coronelismo na política brasileira; ocorrência de fraudes nas eleições, através do chamado voto de cabresto; polícia política constituída por capangas e jagunços. c) período de Juscelino Kubitschek; imposição do crescimento econômico através da industrialização; slogan governamental “50 anos em 5”; tempo de democracia restrita, com voto censitário. d) golpe político-militar que instalou a ditadura; imposição de Atos Institucionais; extinção dos partidos existentes; instituição do bipartidarismo – ARENA e MDB; repressão à oposição e censura à imprensa. e) período de redemocratização; eleições diretas para o executivo, legislativo e judiciário; urbanização acelerada e enfraquecimento do poder dos presidentes da república. 10. (Cftmg 2010) A Lei da Anistia, de 1979, teve como significado político a(o) a) alteração na ordem constitucional para perpetuar os mecanismos de controle estatal. b) regulamentação legal da violência praticada pelo Estado contra os opositores do governo. c) engajamentodapopulaçãonadefesadasreformasde base propostaspelostrabalhadorese estudantes.
  7. 7. d) desdobramentodoprocessode aberturapolítica, marcado pelas lutas contra a limitação das liberdades democráticas. 11. Sua Pesquisa Qual das alternativas abaixo aponta uma importante decisão que abriu caminho para a redemocratização no país e fim da ditadura militar? a) Em 1984, a Campanhadas DiretasJá conquistouseuobjetivoe aseleiçõesdiretasparapresidente voltou ao país em 1985. b) Em 1979, o presidente Figueiredo estabeleceu o fim da ditadura e convocou eleições diretas para presidente. c) Em 1978, o presidente Geisel acaboucomo AI-5,restaurouo habeas-corpuse abriucaminhoparaa volta da democracia no Brasil. d) Em 1980, com apoio dos EUA, uma guerra civil derrubou o governo militar e colocou no poder um presidente civil. 12. (Ufu) A respeito do panorama sócio-cultural no Brasil entre os anos 1970/1979, assinale a alternativa INCORRETA. a) Para encobrir sua face cruel, os governos militares gastavam milhões de cruzeiros em propaganda demagógica destinada a melhorar sua imagem junto à população, divulgando slogans, tais como "Brasilame-o ou deixe-o" que, na prática, significava "apóie o regime militar ou abandone o país". b) O tricampeonatomundial de futebol, conquistado pelo Brasil em 1970, no México, foi exaustivamente explorado pelo sistema de propaganda do governo, para a criação de um clima de euforia e ufanismo. A exploração deste clima procurava mascarar a repressão, a censura e a tortura, praticados pelo governo Médici. c) Neste período não existiram movimentos de contestação ao regime militar, pois as associações de bairros, os grupos de jovens, os clubes de mães, os círculos bíblicos, o Movimento do Custo de Vida e os metalúrgicos do ABC paulista só puderam expressar sua insatisfação com a abertura, criada pela Nova República. d) As músicas "Eu Te Amo, Meu Brasil" e "Você Também É Responsável" (exaltando o MOBRAL) da dupla Don e Ravel, contribuíam para o clima nacionalista-ufanista da época. e) A imprensa alternativa, representada pelos jornais "Pasquim, Opinião e Movimento", constituiu importante espaço de crítica à ditadura militar e de defesa das liberdades democráticas. GABARITO DAS QUESTÕES OBJETIVAS 01. E 02. A 03. D 04. E 05. D 06. D 07. C 08. E 09. D 10. D 11. C 12. C QUESTÕES DISCURSIVAS 01. (Unicamp-SP) Em 13 de dezembro de 1968, o governo brasileiro promulgou o Ato Institucional n' 5, que, segundo opiniões da época, transformava o regime militar em uma ditadura "sem disfarces". a) Qual o pretexto utilizado pelo regime militar para editar esse Ato? b) Cite duas das principais medidas adotadas por esse Ato. c) Caracterize dois elementos da democracia que a diferenciam da ditadura. 02. (Fuvest) "...MeuBrasil...que sonhacoma voltadoirmão doHenfil comtanta gente que partiunumrabo de foguete chora a nossa pátria mãe gentil choram Marias e Clarices no solo do Brasil..." Esse trecho de O BÊBADO E A EQUILIBRISTA, de João Bosco e Aldir Blanc, expressa qual momento político brasileiro? Analise o panorama cultural do período retratado. 03. (Unesp)
  8. 8. O regime político instalado em 1964 conseguiu, em cinco anos, reduzir consideravelmente a inflação. Enumere alguns problemas graves que os governantes militares não conseguiram resolver, apesar dos poderes excepcionais que a legislação lhes conferia. 04. (Unicamp) O movimento das Diretas-Já em 1984 chegou a reunir centenas e milhares de pessoas na Praça da Sé em São Paulo e em outras cidades do Brasil. Ao final de cada comício, cantava-se o Hino Nacional, que expressava o descontentamento da sociedade civil com o regime político, cada vez mais, antipopular e deslegitimado. a) O que foi o movimento Diretas-Já? b) De que maneirao HinoNacional,cantadonas praças públicas,marcavauma novarelação entre o estado e a nação? 05. (Unesp) Manifestações de repúdio ao Governo Goulart precederam o movimento militar que golpeou as instituições do país a partir de 31 de março de 1964. Nos protestos veiculavam soluções salvacionistas sobre a pátria, a ordem democrática, a liberdade, Deus e a família, habilmente articuladas por forças políticas de direita, membros da Igreja Católica, grandes proprietários rurais, banqueiros e empresários nacionaise estrangeiros,que visavam a adesão do povo. Ao final de 1965, estava na praça a seguinte peça musical de Zé Queti: "Marchou com Deus pela democracia, agora chia, agora chia (...)". Com base no texto: a) esclareça o rumo que os militares, detentores do poder, imprimiram ao regime instalado; b) a partir da expressão "agora chia", procure indicar a quem o autor da composição dirigia sua sátira. 06. (Unesp) O movimento de 31 de março de 1964 foi o estágio final de um longo processo iniciado na Década de 40, após o términodaSegundaGuerraMundial.Revele otipode regime políticoque derivoudogolpe militar e o que ele significou para a sociedade brasileira. 07. (Uff) No períodoapós1964, o regime militarinaugurou uma política econômica que, entre 1968 e 1974, ganhou a denominação de "milagre brasileiro". a) Mencione dois resultados econômico-sociais observados durante o "milagre brasileiro". b) Analise as repercussões desse período histórico (1968 - 1974) na sociedade brasileira Gabarito das Questões Discursivas 01. a) A recusa da Câmara dos Deputados em autorizar que o governo militar processasse o deputado federal Márcio Moreira Alves, do MDB, devido ao discurso por ele proferido, o qual fora considerado ofensivo pelas Forças Armadas. b) Restabelecimentodascassaçõesde mandatose da suspensãode direitospolíticos;suspensão do direito de "habeas corpus". c) Na democracia,existeliberdadede expressão,aqual é cerceadana ditadura.Na democracia,hátambém a liberdade de organização político-partidária e, conseqüentemente, a liberdade de voto, as quais inexistem na ditadura 02. Fase de intensa repressão cultural e política que abrange o governo Médici e parte do governo Geisel (1969-1977). Perseguiçãoaosopositoresdoregime e censura dos meios de comunicação são os principais temas abordados no plano cultural da época. 03. Os problemas dos trabalhadores urbanos e rurais, reforma agrária, miséria, pobreza, dívida externa, saúde pública, educação e etc. 04. a) Mobilização popular em prol da emenda do deputado Dante de Oliveira pelas eleições diretas. b) Era o clamor popular exigindo, pela maioria, a democratização plena do país. 05.a) Regime autoritário, sem democracia. b) A aqueles que inicialmente apoiaram as forças reacionárias, ligadas a igreja católica. 06. Estado autoritário,regime anti-democrático,censura, mortes, torturas, exílio e concentração de renda para as elites do país. 07. a) O candidato poderá citar:
  9. 9. I) arrocho salarial sobre os operários e trabalhadores de baixa renda; II) favorecimento das grandes empresas - sobretudo as estrangeiras - pelo Estado; III) obtenção de empréstimos externos pelo governo para financiar as multinacionais; b) O "milagre brasileiro" trouxe para a classe trabalhadora um brutal achatamento salarial, com o conseqüente encarecimentodacestabásica.Face a esse arrocho,os operários foram obrigados a trabalhar mais de 44 horas semanais, em vários turnos de trabalho, de modo a tentar recuperar o poder de compra de seu salário. Desse processodecorreramtantooaumentodo númerode acidentesde trabalhonoBrasil (pelocansaço e má alimentação), quanto o crescimento do trabalho feminino e infantil como forma de recomposição salarial da família. Faz parte, ainda, desse quadro, o aumento dos índices de subnutrição e mortalidade infantil nopaís.Ademais,comofimda estabilidade instauradanopós-64,o "milagre brasileiro"consolidou a alta rotatividade no sistema de trabalho fabril, com perdas evidentes para o operariado. CAUSAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL "...a decisãode qualquerguerranemsempre deveserconsideradacomoumcaso absoluto:muitasvezeso Estado vencido vê na sua derrota um mal transitório, a que as circunstâncias políticas ulteriores poderão fornecer um remédio." – Clausewitz A crise econômica se abate sobre o sistema capitalista mundial a partir de 1929. A crise levou os países capitalistas a tomarem medidas protecionistas visando salvar os mercados internos das importações estrangeiras, ocorrendo uma verdadeira guerra tarifária. O desemprego atingiu os principais países industrializados: 11 milhões nos Estados Unidos, 6 milhões na Alemanha, 2 milhões e meio da Inglaterra e um número um pouco superior na França. Uma nova luta por mercados e novas fontes de matérias-primas levaria o mundo à Segunda Guerra Mundial. O sentimento de revanchismo e o desespero alemão conduzem Hitler ao poder em 1933. Deu-se início à "Revolução Nacional-socialista" que tinha como objetivo fazer a Alemanha retornar ao grau de potência européia. Para tal,foi necessárioorompimentocomo tratado de Versalhes.Hitler coloca-se como campeão do anti- comunismoanível mundial, assinando com o Japão (novembro de 1936) e com a Itália (janeiro de 1937) o Pacto Anti-Comintern - cujo fim é ampliar o isolamento da URSS e, quando for possível, atacá-la. O Japão dá início em 1931, a uma política externa agressiva, explorando o enfraquecimento dos Impérios Coloniais europeus que se mostram impotentes para superar a crise econômica. Fonte: www.suapesquisa.com O Início O marco inicial ocorreunoano de 1939, quandoo exércitoalemãoinvadiuaPolônia.De imediato, a França e a Inglaterra declararam guerra à Alemanha. De acordo com a política de alianças militares existentes na época, formaram-se dois grupos :  Aliados: Inglaterra, URSS, França e Estados Unidos;  Eixo: Alemanha, Itália e Japão. Fonte: www.suapesquisa.com O Desenrolar da Guerra (Resumo)  O período de 1939 a 1941 foi marcado por vitórias do Eixo, lideradas pelas forças armadas da Alemanha, que conquistouoNorte da França, Iugoslávia,Polônia,Ucrânia,Noruegae territóriosnonorte daÁfrica. O Japão anexou a Manchúria, enquanto a Itália conquistava a Albânia e territórios da Líbia.  Em 1941 o Japão ataca a base militar norte-americana de Pearl Harbor no Oceano Pacífico (Havaí). Após este fato,consideradoumatraiçãopelosnorte-americanos,osestadosUnidosentraramnoconflitoaolado das forças aliadas.  De 1941 a 1945 ocorreram as derrotasdoEixo,iniciadascomas perdassofridaspelosalemãesnorigoroso invernorusso.Neste período,ocorre umaregressãodasforçasdo Eixo que sofrem derrotas seguidas. Com a entrada dos EUA, os aliados ganharam força nas frentes de batalhas.
  10. 10.  O Brasil participa diretamente, enviando para a Itália (região de Monte Cassino) os pracinhas da FEB, Força ExpedicionáriaBrasileira.Oscercade 25 mil soldadosbrasileiros conquistam a região, somando uma importante vitória ao lado dos Aliados. Fonte: www.suapesquisa.com O Holocausto "Holocausto"é uma palavrade origemgregaque significa"sacrifício pelo fogo". O significado moderno do Holocausto é o da perseguição e extermínio sistemático, apoiado pelo governo nazista, de cerca de seis milhõesde judeus.Osnazistas,que chegaramaopoderna Alemanhaemjaneiro de 1933, acreditavam que os alemãeseram "racialmente superiores" e que os judeus eram "inferiores", sendo uma ameaça à auto- intitulada comunidade racial alemã. Durante o Holocausto as autoridades alemãs também destruíram grandes partes de outros grupos considerados"racialmente inferiores": os ciganos, os deficientes físicos e mentais, e eslavos (poloneses, russos e de outros países do leste europeu). Outros grupos eram perseguidos por seu comportamento político,ideológicooucomportamental,taiscomooscomunistas,ossocialistas,asTestemunhasde Jeováe os homossexuais. No início do regime nazista o governo Nacional-Socialista criou campos de concentração para deter seus oponentes políticos e ideológicos. Nos anos que antecederam a Guerra as SS e as autoridades policiais prenderam um número grande de judeus, ciganos e outras vítimas do seu ódio étnico e racial naqueles campos. Para concentrar, monitorar, e facilitar a deportação futura da população judaica, os alemães e seus colaboradores criaram guetos, campos de transição e campos de trabalho escravo para judeus. As autoridades alemãs também estabeleceram um grande número de campos que exploravam o trabalho forçado de não-judeus, tanto no chamado Grande Reich Alemão quanto nos territórios ocupados pela Alemanha. Entre 1941 e 1944, as autoridades nazistas alemãs deportaram milhões de judeus da Alemanha, dos territórios ocupados e dos países aliados ao Eixo para guetos e campos de extermínio, muitas vezes chamados de centros de extermínio, onde eram mortos nas instalações de gás criadas para cumprir esta finalidade. Apóso Holocausto muitos sobreviventes encontraram abrigo nos campos para deslocados de guerra (DP) administrados pelos poderes Aliados. Entre 1948 e 1951, cerca de 700.000 sobreviventes emigraram da Europa para Israel. Muitos outros judeus deslocados de guerra emigraram para os Estados Unidos e para outras nações, tais como o Brasil. O último campo para deslocados de guerra foi fechado em 1957. Os crimes cometidos durante o Holocausto devastaram a maiorias das comunidades judaicas da Europa, eliminando totalmente centenas destas comunidades centenárias. Fonte: www.ushmm.org Final e Consequências.
  11. 11. Ao términodaGuerra,as potênciasdoEixo estavam destruídas e a Inglaterra e a França também sofreram grandesperdas.Foi a partir dessa épocaque o mundo passou a ser dividido conforme a ideologia dos EUA e da URSS. Com o crescimento da Rússia, ocorreu uma maior procura pelo socialismo marxista e diversos países passaram a ter um governo comunista. Apesardasenormesperdas,muitospaíses se beneficiaramcoma Segunda Guerra. O Canadá se tornou um grande fornecedorde aviões e navios. A guerra ajudou o país a ter diversas indústrias de metais pesados. Os EUA tambémtiveramumgrande crescimentode seuparque industrial. Após a guerra, foram realizadas diversas conferências a fim de decidir a divisão territorial e os rumos da Alemanha no pós-guerra. A Alemanha foi multada e boa parte da indenização seria destinada para a União Soviética. Vários líderes nazistasforam condenados e a indústria bélica foi proibida de produzir. Enquanto os soviéticos tomavam conta da regiãooriental daEuropa,os EstadosUnidosinfluenciavamaparte ocidental do continente. Eram os prenúncios para a Guerra Fria. Com o fim da guerra, os Estados Unidos comandavam o bloco econômico capitalista e a União Soviética, estava à frente do bloco socialista. Além disso, ocorreu na Europa uma grande crise. Os países haviam perdido não só a guerra como também seu caráter econômico, político e cultural. Surgiu a ONU - Organização das Nações Unidas em 1945. É uma organização mundial que reuniu países com o intuitode assinara Carta das NaçõesUnidas.Essa carta dava poderes de mediação à organização de modo a intervir em possíveis conflitos para evitar as consequências da Segunda Guerra Mundial. Além disso, sua função também era de manter a paz mundial. Fonte: segunda-guerra.info EXERCÍCIOS Questões Objetivas 01. (Fuvest) "Esta guerra, de fato, é uma continuação da anterior." (Winston Churchill, em discurso feito no Parlamento em 21 de agosto de 1941). A afirmativa acima confirma a continuidade latente de problemas não solucionados na Primeira Guerra Mundial que contribuíram para alimentar os antagonismos e levaram à eclosão da Segunda Guerra Mundial. Entre esses problemas identificamos: a) crescente nacionalismoeconômico,aumentodadisputapormercadosconsumidorese poráreasde investimentos. b) desenvolvimentodoimperialismochinêsnaÁsia,comaberturapara o Ocidente. c) os antagonismosaustro-inglesesque giraramemtornoda questãoAlsácia-Lorena. d) oposiçãoideológicaque fragilizouosvínculosentre ospaíses,enfraquecendotodotipode nacionalismo. e) a divisãodaAlemanhaque levouaumapolíticaagressivade expansãomarítima. 02. (Mackenzie) Sobre fatos antecedentes à Segunda Guerra Mundial, assinale a alternativa incorreta. a) Os E.U.A.cortaram o enviode ferro,aço,petróleoe borrachae bloquearamcapitaisjaponesesna AméricadoNorte por causa da invasãoda ManchúriapeloJapão. b) Passandoporcima das disposiçõesdostratadosdopós-guerra,em1938, Hitler,como apoiode fascistas austríacos, ordenouaocupação da Áustria. c) Em 1936, um grupode generais,chefiadosporFranco,iniciouumarevoltacontraogovernode esquerda,legalmente constituído,naEspanha. d) A euforiaeconômicadecorrente davalorizaçãodaBolsade NovaIorque em1929 favoreceua recuperaçãoeconômicae a consolidaçãodasdemocraciasnaEuropa. e) Em 1939, Stálin conseguiuse aproximardaAlemanhaatravésdoPactoGermano-Soviético,negociado por Ribbentrope Molotov. 03. (Fatec) A ocupação da Polônia marca o início da Segunda Guerra Mundial. A tentativa de manter a paz a qualquer custo, como foi feito em Munique, se revelou impossível. Hitler não se dava por satisfeito com a reconquista do "espaço vital", queria mais e mais. Sobre a Segunda Guerra, é correto afirmar:
  12. 12. a) A Itália,aliadada Alemanha desde a assinatura do Pacto de Aço, declarou guerra à Inglaterra e à França em junho de 1940. Em setembro do mesmo ano, a Itália atacou o Egito e a Turquia. b) Em 1941, tropas alemãs invadiram o território soviético e dominaram definitivamente Leningrado e Moscou. c) A partirdos sucessosnafrente ocidental,dainvasãoe conquistadaBélgica,Holanda e França e do recuo inglês para o outro lado do canal, Hitler voltou sua atenção para a Polônia. d) O sucesso definitivo alemão deveu-se à sua tática militar, conhecida como "guerra relâmpago"; essa consistianousode forçasmotorizadas,tanquese aviação,conjugadose combinadosentre si,emuma ação defensiva. e) A partir da declaração de guerra, feita por Inglaterra e França contra a Alemanha, outros países foram entrando no conflito, de ambos os lados. A cada novo beligerante, a relação de forças se alterava, e a guerraentrava emuma novafase.Inicialmente umaguerraeuropéia,estendeu-se paulatinamente à Ásia e a África. 04. (Fgv 2009) Uma das conferênciasque selaramofimdaII Guerra Mundial (1939-1945), a Conferênciade São Francisco, originouaCarta de São Francisco(26 de junhode 1945), que estabeleceuaOrganização das Nações Unidas (ONU). Seu artigo 23 estabelece os Estados Unidos da América, a União Soviética (URSS), a França, a Grã- Bretanha e a China como membros permanentes do Conselho de Segurança, órgão responsável pela “manutençãoda paze segurançainternacionais”, podendodeclararouvetarguerras em nome de todos os membros. A escolha desses países deve-se: a) Ao reconhecimentojurídicodacontribuiçãodaChina,aliadaaoJapãodo imperadorHiroito,paraa derrotada Alemanhanazista. b) À preocupaçãode repartiro podernumanova ordeminternacional,paraque nãohouvesse qualquer novapotênciahegemônica. c) À recusade Alemanha,Japãoe Itáliaaoconvite paraintegraro Conselhode Segurançadevidoao ressentimentopopularcomrespeitoaospaísesaliados. d) À preocupaçãode protegerospaísesemdesenvolvimentode agressõesimperialistase dificultaro surgimentode regimestotalitários. e) À nova correlaçãointernacional de forçasque,em1945, já prenunciavaapolarizaçãoentre estadunidensese soviéticos, alémde concederpoderdecisórioaospaísesque haviamenfrentadoas potênciasdoEixo. 05. (Pucsp 2012) A charge acima, de autoriadesconhecida,foi publicadaem1939. Ela se refere ao tratado assinado naquele ano pela Alemanha e a União Soviética, que a) asseguroua aliançamilitarentre osdoispaísesdurante a SegundaGuerraMundial e a partiçãoda Polônia.
  13. 13. b) consagrouo apoiobélicodosdoispaísesaosfascistasna Guerra Civil Espanholae ampliouainfluência políticaalemãno leste europeu. c) impediuaeclosãode guerraabertaentre os doispaísese freouo avanço militarnazi-fascistanaEuropa. d) determinouanovadivisãopolíticadoleste europeu,noperíodoposterioràSegundaGuerraMundial,e consolidouahegemoniasoviéticanaregião. e) estabeleceuaintensificaçãodoslaçoscomerciaise ocompromissode não-agressãomútuaentre osdois países. 06. (Upe 2010) As grandesguerrasmundiaisprovocaramdificuldadesnasrelaçõesinternacionais,gerandoressentimentos e disputas diplomáticas. Os Estados Unidos procuraram fazer valer sua influência no mundo e confirmar suas conquistas políticas. Na Conferência de Potsdam, as divergências eram evidentes entre os aliados. Nessa perspectiva, as relações entre as nações a) permaneceramtensas, destacando-se oenfraquecimentodopoderdaInglaterrae as perdaseuropeias provenientesda2ª guerramundial. b) tiveramummomentode paz,com acordosque fortaleceramaeconomiamundial e ademocracianos paísesdo Ocidente. c) ajudarama debilitaro poderpolíticodaUnião Soviética,lideradaporStáline oPartidoComunista,com um socialismototalitário. d) facilitaramosoerguimentoimediatodaAlemanhacomo auxíliode empréstimosnorte-americanose a vitóriada democraciaparlamentar. e) modificaram-se,trazendoofimdosgovernostotalitárioscomsuasideiasimperialistase suaviolência políticacontra seusopositores. 07. (Fatec 2010) Considere o texto e a charge para responder à questão. GDANSK - O presidentee oprimeiro-ministrodaPolônia,LechKaczynski e DonaldTusk, comandaram nesta terça-feira, 1, em Gdansk, a cerimônia que lembrou o momento exato dos 70 anos do início da Segunda Guerra Mundial. Às 4h45 de 1º de setembro de 1939, o encouraçado alemão Schleswig-Holstein abriu fogo contra a guarniçãoda penínsulade Westerplatte,nascercaniasde Gdansk, dando início à Segunda Guerra Mundial. “Westerplatte é o símbolo da luta do fraco contra o forte”, assinalou Kaczynski, em discurso no qual reivindicou o papel de vítima da Polônia contra “os totalitarismos nazista e bolchevique”. (http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,polemica-historica-marcacerimonia-de-70-anos-da-2- guerra, 427842, 0.htm acessado em 05.09.2009)
  14. 14. O trecho do artigo e a charge de Belmonte remontam a um importante e polêmico episódio ligado à 2ª Guerra Mundial. Esse episódio foi a) a divisãodaAlemanha,logoapósa 2ª Guerra Mundial,emAlemanhaOcidental,pertencente aobloco capitalista,e AlemanhaOriental,pertencenteaoblococomunista. b) a operaçãoBarba Ruiva,executadapelaAlemanhae poreladescritacomouma cruzada para salvara Europa do bolchevismojudaico. c) a batalhade Stalingrado,emque soldadose civisrussosdefenderamacidade de Stalingradodoataque alemão,interessadonodomíniodocentroindustrial existenteàsmargensdorioVolga. d) o Dia D, momentoque marcouo avançoda força aliada,lideradapelaRússia,sobre oexércitoalemão, ocorridona regiãoda Normandia. e) a assinaturadopacto de não agressão,assinadopelaRússiacomunistae pelaAlemanhanazista,pacto esse que previa,emsegredo,adivisãodaPolôniaentre asduaspartes. 08. (Unesp 2010) Observe a figura. A Europa já não é a liberdade e a paz, mas a violência e a guerra. Durante a ocupação alemã de Paris, a alguns críticos alemães que virão lhe falar de Guernica, Picasso responderá com amargura: Não fui eu que a fiz, fizeram-na vocês. (Giulio Carlo Argan. Arte moderna, 1992.) O comentário de Pablo Picasso, em relação à sua obra Guernica, refere-se a) à separação entre manifestaçõesartísticase realidade histórica. b) ao bombardeioalemãodacidade bascaemapoioao general Franco. c) aos massacrescometidospelosnazistasdurante aSegundaGuerraMundial. d) à denúnciadaanexaçãodo territórioespanholpelastropasnazistas. e) à aliançadosnazistascom os comunistasnoinícioda SegundaGuerraMundial. 09. (Enem cancelado 2009) O objetivo de tomar Paris marchando em direção ao Oeste era, para Hitler, uma forma de consolidar sua liderançanocontinente.Comesse intuito,entre abril e junhode 1940, ele invadiua Dinamarca, a Noruega, a Bélgica e a Holanda. As tropas francesas se posicionaram na Linha Maginot, uma linha de defesa com trincheiras, na tentativa de conter a invasão alemã. Para a Alemanha, o resultado dessa invasão foi a) a ocupação de todo o territóriofrancês,usando-ocomobase paraa conquistada Suíça e da Espanha durante a segundafase daguerra. b) a tomada doterritóriofrancês,que foi entãousadocomobase para a ocupação nazistada Áfricado Norte,durante a guerrade trincheiras. c) a posse de apenasparte do território,devidoàresistênciaarmadadoexércitofrancêsnaLinhaMaginot. d) a vitóriaparcial,jáque,apóso avançoinicial,teve de recuar,devidoàresistênciadosblindadosdo
  15. 15. general De Gaulle,em1940. e) a vitóriamilitar,comocupaçãode parte da França, enquantooutraparte ficousob controle dogoverno colaboracionistafrancês. 10. (Enem cancelado 2009) O ataque japonês a Pearl Harbor e a consequente guerra entre americanos e japoneses no Pacífico foi resultadode umprocessode desgaste dasrelaçõesentre ambos.Depoisde 1934, os japoneses passaram a falar mais desinibidamente da “Esfera de coprosperidade da Grande Ásia Oriental”, considerada como a “Doutrina Monroe Japonesa”. A expansão japonesa havia começado em 1895, quando venceu a China, impôs-lhe o Tratado de Shimonoseki passandoaexercertutela sobre a Corea. Definida sua área de projeção, o Japão passou a ter atritos constantes com a China e a Rússia. A área de atrito passou a incluir os Estados Unidos quando os japoneses ocuparam a Manchúria, em 1931, e a seguir, a China, em 1937. REIS FILHO, D. A. (Org.). O século XX, o tempo das crises. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. Sobre a expansão japonesa, infere-se que a) o Japão tinhauma políticaexpansionista,naÁsia,de naturezabélica,diferente dadoutrinaMonroe. b) o Japãobuscoupromovera prosperidade daCoreia,tutelando-aàsemelhançadoque osEUA faziam. c) o povojaponêspropôscooperaçãoaosEstados Unidosao copiarema DoutrinaMonroe e proporemo desenvolvimentodaÁsia. d) a Chinaaliou-se àRússiacontrao Japão, sendoque adoutrinaMonroe previaaparceria entre osdois. e) a Manchúriaera territórionorte-americanoe foi ocupadopeloJapão,originandoaguerraentre osdois países. 11. (Enem cancelado 2009) O Massacre da Floresta de Katyn foi noticiado pela primeira vez pelos alemães em abril de 1943. Numa colinana Rússia,soldadosnazistasencontraramaproximadamente doze mil cadáveres.Empilhadoemvalas estava um terço da oficialidade do exército polonês, entre os quais, vários engenheiros, técnicos e cientistas. Os nazistas aproveitaram-se ao máximo do episódio em sua propaganda antissoviética. Em menos de dois anos, porém, a Alemanha foi derrotada e a Polônia caiu na órbita da União Soviética — a qual reescreveuahistória,atribuindoo massacre de Katynaos nazistas.A Polônia inteira sabia tratar-se de uma mentira; mas quem o dissesse enfrentaria tortura, exílio ou morte. Disponível em: veja.abril.com.br. Acesso em: 19 maio 2009 (adaptado). Comoo Massacre de Katyne a farsa montadaem torno desse episódio se relacionam com a construção da chamada Cortina de Ferro? a) A aniquilaçãofoi planejadapelaselitesdirigentespolonesascomoparte doprocessode integraçãode seupaís ao blocosoviético. b) A construçãode uma outra memóriasobre oMassacre de Katynteve osentidode tornarmenosodiosae ilegítima,aospoloneses,asubordinaçãode seupaísao regime stalinista. c) O exércitopolonêshaviaaderidoaoregime nazista,oque levouStalinaencará-locomoumpossível foco de restauração doReichapós a derrotaalemã. d) A Polôniaeraa últimafronteiracapitalistadoLeste europeue adominaçãodesse paísgarantiriaacesso ao mar Adriático. e) A aniquilaçãodoexércitopolonêse aexpropriaçãodaburguesiadaquele paíseramparte da estratégia de revoluçãopermanente e mundial defendidaporStalin. 12. (PUC-SP-2002) Às 6 da manhã, dodia 7 de dezembrode 1941, aviõesjaponesesbombardearamabase norteamericana de Pearl Harbor, no Havaí. A ofensiva iniciava o avanço japonês que, oito meses depois, controlava parte significativadoOceanoPacífico.Sobre osconflitosnoPacífico,durante aSegundaGuerra Mundial,pode -se dizer que
  16. 16. a) demonstramainstabilidadepolíticadoPacíficoe do sudeste asiático,antesdominadosprincipalmente pelaFrança e pelaInglaterra,e alvo,durante a Guerra,de interessesnorte-americanosjaponeses. b) ilustramocombate de japonesese norte-americanoscontrachinesese soviéticos,que tentavam estabelecernaregiãoa hegemoniade Estadosguiadospelaideologiasocialista. c) desembocamnaexplosãodasbombasatômicasemHiroximae Nagasaki,responsáveispelavitóriafinal dos paísesAliadossobre ospaísesdoEixoe pelarendiçãoincondicionalde Alemanhae Japão. d) iniciamumaseqüênciade combatesaéreose navais,dosquaisparticiparamativamente todosospaíses envolvidosnaGuerra,especialmente Alemanhae Itália,empenhadasemdefenderasposiçõesjaponesas. e) abremespaço para a proliferaçãodoislamismo,que acabouporconquistar,pormeiode revoluções populares,ocontrole de Estadoscomoo Paquistão,aÍndiaou as Filipinas. 13. (FUVEST-2009) As bombas atômicas, lançadas contra Hiroshima e Nagasaki em 1945, resultaram na morte de aproximadamente 300.000 pessoas, vítimas imediatas das explosões ou de doenças causadas pela exposição à radiação. Esses eventos marcaram o início de uma nova etapa histórica na corrida armamentista entre as nações, caracterizada pelo desenvolvimento de programas nucleares com finalidades bélicas. Considerando essa etapa e os efeitos das bombas atômicas, analise as afirmações abaixo. I. Asbombasatômicasque atingiramHiroshimae Nagasaki foramlançadaspelosEstadosUnidos,únicopaís que possuíaesse tipode armamentoao fimda SegundaGuerraMundial. II.As radiaçõesliberadasnumaexplosãoatômicapodemproduzirmutaçõesnomaterial genéticohumano, que causam doençascomoo câncer ou são transmitidasparaa geração seguinte,casotenhamocorridonas células germinativas. III. Desde o fimda SegundaGuerraMundial,váriasnaçõesdesenvolveramarmasatômicase,atualmente, entre as que possuemesse tipode armamento,têm-se China,EstadosUnidos,França,Índia,Israel, Paquistão,ReinoUnidoe Rússia. Está correto o que se afirma em a) I, somente. b) II,somente. c) I e II,somente. d) IIe III,somente. e) I, II e III. 14. (Mack-2005) A respeito do período anterior ao início da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), é correto afirmar que: a) o fracasso dopacto de não-agressão,entre aURSSe a Alemanhaprecipitouaofensivagermânica,que invadiuaPolônia,dandoinícioàguerra. b) a políticade apaziguamento,adotadapelaInglaterrae pelaURSS,foi umacalculadamanobraa fimde protelaro começodo conflitoe aumentaroarsenal bélicodaquelespaíses. c) com a intervençãomilitardaItáliae da AlemanhanaGuerra Civil Espanhola,apoiandoFranco,asnações européiasromperamrelaçõesdiplomáticascomessespaíses. d) o Anschluss,ocorridoem1938, sob a alegaçãode necessidade de formaçãode umaúnicanação ariana, acarretoua expulsãodaAlemanhadaLiga dasNações. e) diante da políticaexpansionistaalemã,Inglaterrae Françaacreditavamque a políticade apaziguamento seriaa única saída para impediro avançodo socialismo. 15. (Faap-1996) "Na guerra eterna a humanidade se torna grande - na paz eterna, a humanidade se arruinaria." Este discurso, pelas idéias que defende, só pode ter sido proferido por: a) o atual Rei da Espanha b) Hitler c) O PrimeiroMinistroatual de Portugal d) GetúlioVargas e) Malthus
  17. 17. QUESTÕES DISCURSIVAS 01. (UFRJ-2003) “Quase todosos espanhóispensavamnasuaguerracivil em termos nacionais, enquanto quase todos nós, por nosso lado, pensávamos em termos internacionais. Tínhamos ambos razão”. Herbert L. Matthews, correspondente do The New York Times Na Guerra Civil Espanhola.InMATHEWS,HerbertL. MetadedaEspanhamorreu:uma reavaliação da Guerra Civil Espanhola. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975, p. XIV A Guerra Civil Espanhola (1936-1939) resultou do acirramento de tensões internas, mas acabou por transformar-se em um conflito internacional de grandes proporções, a ponto de ser por muitos considerado como a primeira etapa da Segunda Guerra Mundial. Explique um dos conflitos sociais presentes na Espanha que se manifestaram na Guerra Civil. 02. (PUC - RJ-2005) Em 2005, completam-se 60 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. Entre 1939 e 1945, em conseqüência do conflito que mobilizou o maior poderio bélico já utilizado pela humanidade, morreram mais de 40 milhões de pessoas e diversas cidades ficaram arrasadas. Devido às proporções catastróficas desse episódio, ele representou um divisor de águas na História do século XX. a) Cite DUAS características do cenário internacional da década de 1930 cujos desdobramentos se relacionam à eclosão da Segunda Guerra Mundial. b) Caracterize DUAS instituiçõescriadasapósa SegundaGuerraMundial cujosobjetivoserama instauração de uma nova ordem internacional. 03. (UNICAMP-1997) A charge a seguir (extraída Antonio Pedro, A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, São Paulo, Editora Atual/Campinas, Editora Unicamp (co-edição), 1986, p. 14) retrata de forma crítica a assinatura, em 23 de agosto de 1939, de um pacto de não-agressão.
  18. 18. a) Identifique os personagens do desenho e os países que respectivamente representam. b) Relacione esse pacto à defragação da Segunda Guerra Mundial. 04. (UFES-1997) "A partirde 1927, a guerracivil opõe umaideologiaaonacionalismo chinês. Ela terminará com a vitória do comunismo.Durante muitotempo,ChiangKaichekseráomaisforte:acuará os comunistas,obrigando-os à longa marcha, êxodo que dura o ano inteiro, estende-se por 5.000 quilômetros e acaba fazendo o comunismo chinês deitar raízes nas províncias mais setentrionais." (RÉMOND, René. O Século XX. De 1914 aos nossos dias. São Paulo: Cultrix, 1993, p. 180). A Revolução Chinesa foi um longo processo revolucionário que culminou com a instauração da República Popularda China(1949). Considerandootextoacima,expliqueporque a Longa Marcha (1934/35), liderada por Mao Tsé-tung, é considerada um marco muito importante nesse processo revolucionário. Gabaritos 1. Gabarito das questões objetivas 01- [A] 02- [D] 03- [E] 04- [E] 05- [E] 06- [A] 07- [E] 08- [B] 09- [E] 10- [A] 11- [B] 12- [A] 13- [E] 14- [E] 15- [B] 2. Gabarito das questões discursivas 01. A Guerra Civil Espanhola confrontou os “nacionalistas” franquistas, apoiados por grande parte das Forças Armadas, pelos católicos tradicionalistas e pelos grandes proprietários de terra, de um lado, e os republicanos,apoiadospeloscamponeses,operários,setoresdaclasse média,estudantese intelectuais,de outro. Do ponto de vista ideológico, opôs fascistas contra socialistas, comunistas e anarquistas. Assim, o candidatodeveráexplicarque naGuerra Civil Espanhola manifestaram-se alguns dos conflitos sociais que há muito existiam na Espanha, dentre os quais: a oposição entre os defensores da primazia da Igreja Católica e de seus agentes e as forças que defendiam a laicização do Estado; os conflitos gerados pela distribuição das terras, opondo os grandes proprietários de terras (“tierratenientes”), notadamente da região da Extremadura, e o grande número de trabalhadores rurais sem terras.Tudo isso tendia a se expressar por meio de conflitos entre monarquistas e republicanos, fascistas e esquerdistas. 02. a) Característicasque podemsercitadas: - a ascensãodosregimesnazi-fascistas,de cunhonacionalista,expansionistae militarista. - a adoção por parte de diversospaísesde medidasde protecionismoeconômicoassociadasaos desdobramentosdacrise de 1929. - os efeitosdevastadoresdacrise de 1929, no que dizrespeitoàestagnaçãoeconômicae à pauperizaçãoda população. - a falênciadasestratégiasdiplomáticascriadasapósa I Guerra Mundial,atravésdaLiga das Nações.
  19. 19. b) Possíveistópicosque podemsercitados: - a criação da Organizaçãodas NaçõesUnidas(ONU),em1945, comoa instituiçãocapazde intermediaras relaçõesdiplomáticasinternacionais. - a criação da UNESCO, da OIT,da FAOe de outras agênciasrelacionadasàONU,que atuaram emsetores específicos(educação,trabalho,alimentaçãoe outros) naproposiçãode medidasde cooperação internacional. - a criação do FMI e do Banco Mundial,que deveriamatuarnoplanejamentoe regulaçãodosistema econômicointernacional. 03. a) HitlerdaAlemanhae StálindaURSS. b) Com este pacto Hitlergarantiaa neutralidadesoviéticanapossibilidadede umconflitointernacional, possibilitandoacontinuidade de suapolíticaexpansionistapróximoasfronteiradaURSS. 04. A Longa Marcha liderada por Mao Tse-tung contra o General Chiang Kai-shek, líder nacionalista que tinhaapoiofinanceirodaburguesiae que se opunha ao Partido Comunista Chinês, então Mao reúne mais de 100.000 homens para resistir aos nacionalistas.

×