2015 Era Vargas

635 visualizações

Publicada em

Nessa aula são trabalhados os principais assuntos relativos a primeira, e mais longa, passagem de Getúlio Vargas pela presidência da República Brasileira.
O objetivo dessa aula é deixar claro que a maior parte das ações de Getúlio no comando do país são fruto de duas necessidades iminentes do mandatário do país, primeiro assegurar sua máxima permanência no comando da nação,e a segunda, era evitar uma grande revolta ou revolução popular, tão temida pelas elites econômicas e sociais.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
635
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2015 Era Vargas

  1. 1. ERA VARGAS 1930 - 1945
  2. 2. CRISE GENERALIZADA PRÉ-REVOLUÇÃO DE 1930 CRISE ECONÔMICA CRISE SOCIAL CRISE POLÍTICA
  3. 3. CRISE ECONÔMICA A- Quebra da Bolsa de Nova Iorque – 1929. B- Quebra da economia cafeeira; perda do mercado americano; inviabilidade de novos empréstimos
  4. 4. CRISE POLÍTICA A- O presidente Washington Luís (SP), indicou outro paulista, Júlio Prestes, para sucessão. B- Fim da aliança do “café com leite” Apoio das oligarquias dissidentes; tenentistas; industriais. Oligarquias tradicionalmente , dependentes
  5. 5. CRISE SOCIAL A- Aumento do desemprego e das dificuldades de sobrevivência da população B- Greves; C- Tenentismo; GREVE DE 1917 REVOLTA DOS 18 DO FORTE DE COPACABANA
  6. 6. REVOLUÇÃO DE 1930 1- “Antes que o povo a faça.” 2- Governo Provisório: 2.1- Revogação da constituição de 1891; 2.2- Retirada dos governadores, nomeação dos interventores; 2.3- Fechamento do poder legislativo;
  7. 7. REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932: 1- Motivações: 1.1- SP almejava seu retorno ao centro das decisões políticas; 1.2- Queria a intervenção do Estado na economia cafeeira para amenizar os efeitos da Crise de 1929; 1.3- Queria a saída de Getúlio do poder. 2- Propostas: convocação de uma constituinte, eleições gerais imediatas, nomeação de interventor civil e paulista, a renúncia de Getúlio e a anistia completa para os revolucionários.
  8. 8. 3- O DESFECHO: 3.1- Vitória militar das tropas federais, fiéis à Getúlio; 3.2- Todas as reivindicações dos rebeldes foram atendidas, com exceção da convocação das eleições presidenciais.
  9. 9. ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE
  10. 10. CONSTITUIÇÃO DE 1934: 1. Divisão dos três poderes. a. Executivo; não existia vice-presidente; b. Deputados (4 anos-proporcionalidade) e Senadores (8 anos – 2 por Estado); c. Judiciário: criação da Corte Suprema e do mandato de segurança; 2. Nacionalização: das companhias de seguro, do subsolo, dos veículos de comunicação; restrições a imigração; proibição da concentração de imigrantes em uma só região;
  11. 11. 3. A QUESTÃO TRABALHISTA: a. As elites temem as massas; b. Ministério do Trabalho – 1930/ Lindolfo Collor; c. Salário mínimo regional; proibição da diferença salarial; 8 horas de trabalho; descanso semanal; férias anuais remuneradas; indenização do trabalhador (demissão sem justa causa); regulamentação do trabalho feminino e do menor. 4. Educação: Ministério desde 1930; ensino primário, profissional e superior; a serviço do presidente.
  12. 12. A I B A N L
  13. 13. Plínio Salgado L.C. Prestes
  14. 14. A INTENTONA COMUNISTA- 1935: 1.A Lei de Segurança Nacional, o Manifesto de 5 de julho de 1935 e o fechamento da ANL. 2. O suposto clima revolucionário no Brasil e a atuação da URSS. 3. Natal, Recife e Rio de Janeiro.
  15. 15. 4. A REPRESSÃO: o governo já sabia(?); a superioridade da forças legais; as prisões; o estado de guerra; a prisão de deputados federais.
  16. 16. A INTENTONA COMUNISTA E A PRISÃO DE PRESTES E OLGA
  17. 17. O ESTADO NOVO 1.AS ELEIÇÕES DE 1938: Armando de Salles Oliveira, José Américo de Almeida e Plínio Salgado. a. As conversas sobre o golpe. 2. O PLANO COHEN: a.A Farsa; O Capitão; A divulgação; b. O abalo no movimento popular e comunistas pós- 1935; a classe dominante aceitou o golpe; o Congresso não reagiu
  18. 18. c. O início da ditadura aberta. d. A participação da AIB; a traição de Getúlio.
  19. 19. e. A constante mudança nas posições políticas do presidente para manutenção do poder.
  20. 20. 3- A CONSTRUÇÃO DA DITADURA: a. Aliança entre a burocracia civil e militar e a burguesia industrial; b.Constituição de 1937: o fim das eleições; fechamento dos órgãos legislativos; os interventores; suspensão das liberdades civis e garantias constitucionais; os decretos-lei; c. O poder: Getúlio+Casa Civil+Ministros de Estado+Interventores+Comando militar d. O D.I.P.: controle da opinião pública; construção da imagem positiva do presidente e do seu governo (A “Voz do Brasil”)
  21. 21. A “Voz do Brasil”
  22. 22. 4- A POLÍTICA TRABALHISTA: 4.1- O “pai dos pobres”; as leis trabalhistas; A “Carta del Lavoro”; 4.2- Proibição de greves e lockout ; criação de federações e confederações de sindicatos ligados ao Ministério do Trabalho; os “Pelegos”; 4.3- A Justiça do Trabalho – 1939. 4.4- Consolidação das Leis Trabalhistas- 1943 4.5- As comemorações do 1º. de maio: estádios de São Januário e o Pacaembu; • “Trabalhadores do Brasil”
  23. 23. 5- A POLÍTICA EXTERNA: 5.1- Idas e vindas: os assédios e pressões dos EUA e da Alemanha; a industrialização e o comércio. 5.2- O exército simpatizante do EIXO; Dutra e Góis Monteiro. 5.3- O pacto secreto com os EUA em 1942 e o rompimento diplomático com o EIXO. 5.4- O torpedeamento de 5 navios brasileiros por submarinos alemães(5/08/1942) e a nossa entrada na guerra. 5.5- A F.E.B a F.A.B. e a participação brasileira na guerra.
  24. 24. Batalha de Montese
  25. 25. Soldados da FEB Soldados da Borracha
  26. 26. A ECONOMIA NA ERA VARGAS: 1. Diante da Crise de 1929 Vargas adotou os princípios do Keyneisianismo de intervenção do Estado na economia. 2. Incentivos à industrialização através da concessão de vantajosos empréstimos, protecionismo alfandegário e controle da classe operária. 3. O Estado investiu pesado em infra-estrutura e indústria de base através da criação de empresas estatais. Exemplos: C.S.N.; Companhia Vale do Rio Doce;Companhia Hidrelétrica do São Francisco e a Companhia Álcalis.
  27. 27. COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL
  28. 28. PETROBRÁS
  29. 29. 4. Proteção ao empresariado industrial brasileiro. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS: A)Desenvolvimento concentrado na região sudeste, (SP,RJ,MG) B) Onda migratória do norte e nordeste para esses polos econômicos; C) Manutenção da estrutura latifundiária e conservadora nas regiões Norte e Nordeste.
  30. 30. 6- O FIM DO ESTADO NOVO: 6.1- A inserção do Brasil no quadro das relações internacionais; 6.2- As contradições da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial; 6.3- O Manifesto dos Mineiros (24/10/1943); 6.4- A atuação da UNE;
  31. 31. 6.5- A imprensa; 6.6- O lançamento da candidatura do Brigadeiro Eduardo Gomes para presidência; 6.7- O “Queremismo”: trabalhadores, estudantes e comunistas (?) juntos a favor de Getúlio. 6.8- A crise do PACTO POPULISTA; 6.9- A deposição de Vargas.

×