Junção Neuromuscular

4.652 visualizações

Publicada em

Apresentação de diapostivos acerca da junção neuromuscular relacionada ao músculo estriado esquelético.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.652
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Junção Neuromuscular

  1. 1. Junção NeuromuscularDisponível em: <http://www.bu.edu/histology/p/21501|ca.htm>Acessado em 27/04/2012 às 15:26.
  2. 2. Junção Neuromuscular Uma junção neuromuscular (NMJ) corresponde à junção entre o terminal axonal de um neurônio motor com a placa motora. Em vertebrados, junção neuromuscular (NMJ) é possibilitada pela atuação do neurotransmissor acetilcolina.
  3. 3. Mecanismo de AçãoClassicamente, a junção neuromuscular é dividida em 9 passos. Primeiro passo Chegada de um potencial de ação ao terminal pré-sináptico e abertura de canais de cálcio voltagem-dependentes com influxo de íons cálcio.
  4. 4. Mecanismo de Ação Segundo passo O influxo de íons cálcio promove a formação de vesículas contenedoras de neurotransmissores e a subsequente associação à membrana plasmática do terminal pré-sináptico através de proteínas SNARE.
  5. 5. Mecanismo de Ação Terceiro passo Esvaziamento das vesículas contenedoras de neurotrasmissores na fenda sináptica através da exocitose. Quarto passo Difusão da acetilcolina e subsequente ligação a receptores nicotínicos de acetilcolina (nAChRs) do terminal pós-sináptico.
  6. 6. Mecanismo de Ação Quinto passo Os receptores nicotínicos de acetilcolina (nAChR) são receptores ionótropicos que permitem a entrada de íons sódio e a saída de íons potássio no terminal pós-sináptico.
  7. 7. Mecanismo de Ação Sexto passo Diferenças iônicas provocam um gradiente eletroquímico a desencadear um potencial de placa terminal (EPP), onde o terminal pós-sináptico aqui corresponde ao tecido muscular.
  8. 8. Mecanismo de Ação Sétimo passo A despolarização é generalizada e continuada com o acoplamento excitação-contração. Oitavo passo A acetilcolina é degradada pela atuação da enzima acetilcolinesterase em acetato e colina. Nono passo A colina sofre recaptação.
  9. 9. Desenvolvimento Os terminais axonais de neurônios motores secretam proteoglicanos agrin, captadas por receptores MuSK (muscle specific kinase) no tecido muscular. A ativação do complexo libera as proteínas Dok-7 e RAPSN (43 kDa receptor-associated protein of the synapse).

×