TEORIA E PRÁTICA DE ALFABETIZAÇÃOGRUPO ODISSÉIA:ELIZABETH BASILEREINILDES AGOSTINIROSANA MOREIRA ROBERTOSELMA TERRA
Visão do(s) Professor(es) da                               Visão do(s) Professor(es) da     Educação Infantil             ...
Visão do(s) Professor(es) da                               Visão do(s) Professor(es) da     Educação Infantil             ...
Visão do(s) Professor(es) da                            Visão do(s) Professor(es) da     Educação Infantil                ...
Visão do(s) Professor(es) da                             Visão do(s) Professor(es) da     Educação Infantil               ...
A aprendizagem com significado para a criança, deve ser alicerçada na mediaçãopedagógica do professor. Dessa forma, a cria...
Projeto interdisciplinar pronto
Projeto interdisciplinar pronto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto interdisciplinar pronto

2.577 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto interdisciplinar pronto

  1. 1. TEORIA E PRÁTICA DE ALFABETIZAÇÃOGRUPO ODISSÉIA:ELIZABETH BASILEREINILDES AGOSTINIROSANA MOREIRA ROBERTOSELMA TERRA
  2. 2. Visão do(s) Professor(es) da Visão do(s) Professor(es) da Educação Infantil Classe de Alfabetização Linguagem oral:  Linguagem oral: Na Educação Infantil, é preciso que o professor estejasempre ciente do desenvolvimento infantil, conhecendo Na alfabetização, a produção oral continua o seuas perspectivas que mais ajudam neste processo. Em desenvolvimento aprimorando o seu uso comtodo esse processo a linguagem oral é a expressão a argumentos e vocabulário mais elaborado.ser trabalhada e valorizada até o momento da Através da linguagem oral se estabelece a relaçãoalfabetização. com a linguagem escrita comprovando que, o que é Inicia-se com a produção de sons, balbucio, palavras falado pode ser escrito.soltas, construção de frases chegando as pequenashistórias com coerências ao pensamento lógico. Os jogos e brincadeiras de faz de conta, ajudam muitono desenvolvimento da criatividade, da personalidadeda criança e da evolução da linguagem oral.
  3. 3. Visão do(s) Professor(es) da Visão do(s) Professor(es) da Educação Infantil Classe de Alfabetização Grafismo e Linguagem escrita:  Grafismo e Linguagem escrita: A primeira coisa a fazer é incentivar a ferramenta mais Alfabetizar não é um trabalho simples e fácil, aopoderosa, que é o corpo. Por meio dele, a criança entra contrário, ao alfabetizar, além de tornar a criança capazem contato com texturas, temperaturas e gostos. de ler e escrever é preciso também envolvê-la nasOutras ações para estimular a linguagem verbal, é por práticas sociais da leitura e escrita de modo quemeio de histórias e músicas e a imitação, entendendo a aprendam a fazer uso delas.necessidade de reproduzir gestos e falas e procurandovalorizar a expressão individual de cada um.
  4. 4. Visão do(s) Professor(es) da Visão do(s) Professor(es) da Educação Infantil Classe de Alfabetização Expressão Plástica:  Expressão Plástica:. É o meio das crianças entrarem em contato com o que Tem um papel primordial na formação doainda não conhecem. Nessa fase, as linguagens se pensamento simbólico. Ela exerce forte influência nomisturam e um mesmo objeto, como um giz de cera, desenvolvimento da criatividade e da imaginação.pode ser usado tanto para desenhar quanto parabatucar, desenvolvendo mais a capacidade cognitiva. O prazer do risco, a formação das células, aconstrução da cena fazem parte da evolução gráfica naeducação infantil.
  5. 5. Visão do(s) Professor(es) da Visão do(s) Professor(es) da Educação Infantil Classe de Alfabetização Expressão Sonora e Corporal:  Expressão Sonora e Corporal: É o período sensório-motor, caracterizado pela A criança já tem desenvoltura para se comunicarprática . O mundo é algo a experimentar e conhecer por verbalmente. Nessa fase ela já está mais ciente de si,meio dos órgãos dos sentidos e das ações corporais. conhece mais o corpo e ganha competência para atuar A criança necessita da presença dos objetos no mundo.concretos. Seus esquemas de ação são olhar, agarrar, Atividades como dança, jogos esportivos.ouvir, alcançar com a boca ou sentir com a pele.
  6. 6. A aprendizagem com significado para a criança, deve ser alicerçada na mediaçãopedagógica do professor. Dessa forma, a criança desenvolve sua criatividade através da mediação doeducador que estimula o aluno a realizar suas próprias produções artísticas. O professor deve estar emconstante aperfeiçoamento e realizando escolha dos recursos didáticos de forma condizente com a faixaetária das crianças, bem como com os objetivos que pretende alcançar (CRAIDY; KAERCHER, 2001). O uso e o domínio de ferramentas tecnológicas podem propiciar estratégias diferentes parao desenvolvimento de habilidades cognitivas, reflexão crítica e solução de problemas. "Oferecem umnovo paradigma para explorar quantidades de informação, e leva-nos além do ‘quê’ para o ‘como’ e o‘porquê’, da figura estática para a visualização dinâmica, da experiência limitada para múltiplas ediversificadas experiências" (SCULLEY, apud STAHL, 1995, p. 295).

×