Bioindicadores de qualidade ambiental iv

3.206 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.206
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bioindicadores de qualidade ambiental iv

  1. 1. Bioindicadores deQualidade Ambiental Dr. Júlio N. C. Louzada Universidade Federal de Lavras Depto. de Biologia
  2. 2. Objetivos do quarto dia: Ampliar a discussão sobre como trabalhar com bioindicadores Apresentar um trabalho em andamento com uso de insetos como bioindicadores de qualidade ambiental na restinga Discutir a possibilidade de uso de bioindicadores na avaliação de tecnologias agrícolas
  3. 3. Como tomar os primeirospassos? Formação Informação Pensar de forma abrangente o problema Agir com método Estabelecer protocolos Formar parcerias Com outros cientistas Com o público geral
  4. 4. Estudo de caso I: Besouros detritívoros comobioindicadores dos efeitos da degradação e substituição da restinga
  5. 5. O que é restinga?
  6. 6. Como se forma a restinga?
  7. 7. Olhando de perfil fica assim:
  8. 8. Qual a distribuição da restinga?
  9. 9. Qual a importância da restinga?
  10. 10. Quais os principais problemas ouagentes estressores presentes? Queimada Exploração de madeira Expansão imobiliária Substituição por pastagens Desconhecimento geral Baixa capacidade de regeneração
  11. 11. A baixa capacidade de regeneração está associada ao solo
  12. 12. Como avaliar os efeitos da modificação no ambienteEscolha de um grupobioindicador: Scarabaeidaedetritívoros – rola bosta Fácil de amostrar Grande diversidade Grandes populações Grande sensibilidade a alterações ambientaisQuais parâmetros escolhidos:riqueza, dominância,composição de espécies;Quais outros seriam possíveis:tamanho, estrutura de guildas
  13. 13. A técnica de amostragem 18 cm “Pitfall” com isca atrativa
  14. 14. Delineamento amostral: Níveis de stress ambiental
  15. 15. Distribuição do esforço Quatro áreas independentes de cada nível Em cada área oito armadilhas Período de 24h de exposição da armadilha
  16. 16. Resultados obtidosParâmetro bioindicador: abundância de espécies chave
  17. 17. Resultados obtidosParâmetro bioindicador: distribuição de abundância
  18. 18. Proposta explicativa
  19. 19. Possibilidades no campo agrícola
  20. 20. Parâmetros bioindicadores Pragas Doenças Produtividade
  21. 21. Cenas do próximo capítulo Apresentar como tem sido o uso de bioindicadores para avaliar a integridade de ecossistemas inundáveis (wetlands); Apresentar as rotinas de trabalho e justificativas para o uso de plantas algas e anfíbios como bioindicadores

×