Sistema endócrino

6.051 visualizações

Publicada em

1 comentário
18 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.051
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
18
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema endócrino

  1. 1. Sistema endócrino Prof. Emanuel
  2. 2. Introdução A manutenção da homeostasia corporal depende da ação reguladora e integradora de dois sistemas: Sistema endócrino Sinais químicos Via corrente sanguínea Resposta lenta e de longa duração Sistema nervoso Sinais elétricos Via neurônio (nervos) Resposta rápida e de curta duração Prof. Emanuel
  3. 3. Introdução  Hormônios – São sinais químicos produzidos por células especializadas e que regulam outras células do mesmo organismo Prof. Emanuel Glândula endócrina
  4. 4. Introdução  Hormônios – São sinais químicos produzidos por células especializadas e que regulam outras células do mesmo organismo  Feromônio – Exercem regulação em outros indivíduos Ação hormonal Glândula endócrina Hormônio (sangue) Órgão alvo Resposta Prof. Emanuel
  5. 5. Tipos de glândulas a) Exócrinas – Liberam a secreção para fora da corrente sanguínea. Possuem ducto secretor Ex. Salivar, lacrimal, sudorípara, mamária b) Endócrinas – Liberam a secreção para dentro da corrente sanguínea. Não possuem ducto secretor Ex. Tireóide, hipófise, pineal c) Anfícrinas – São glândulas mistas Ex. Pâncreas, testículos Prof. Emanuel
  6. 6. • Não necessitam de transportadores sanguíneos • Receptor localizado na plasmalema da célula alvo • Ocorre a transferência do sinal e a ativação do 2º mensageiro • Ex. Insulina, Glucagon a) Hormônios hidrossolúveis ( peptídicos e polares) Hormônio Receptor Ativação do 2º mensageiro Resposta celular Tipos de hormônios X receptoresProf. Emanuel
  7. 7. Tipos de hormônios X receptoresProf. Emanuel 2º mensageiro hormonal Ação do 2º mensageiro Resposta celular Ação do 2º mensageiro
  8. 8. Tipos de hormônios X receptoresProf. Emanuel b) Hormônios lipossolúveis ( esteróides e apolares) • Necessitam de transportadores sanguíneos • Receptor intracelular (citoplasma ou núcleo) • Ex. Corticóides e sexuais
  9. 9. Tipos de hormônios X receptoresProf. Emanuel
  10. 10. Sistema endócrino humano  Hipotálamo X hipófise  Pineal  Tireóide  Paratireóide  Adrenais  Pâncreas  Gônadas Prof. Emanuel
  11. 11. • Localizada na base do crânio (cela túrcica do osso esfenóide) • Intimamente relacionada com o hipotálamo Hipófise ou pituitária Prof. Emanuel
  12. 12.  Divisão: a) Lóbulo anterior ou adenohipófise b) Lóbulo intermediário ou mesohipófise c) Lóbulo posterior ou neurohipófise Hipófise ou pituitária Prof. Emanuel
  13. 13. Hipófise ou pituitária Prof. Emanuel Células endócrinas (Adenohipófise) Vasos sanguíneos Vasos sanguíneos Neurônios Neurônios Vasos sanguíneos Neurônios (Neurohipófise)
  14. 14. Hormônios da adenohipófise • Natureza: protéica • Função: Estimula o crescimento ósseo, cartilagionoso e muscular Prof. Emanuel • Deficiência: Nanismo Hormonal • Excesso: Na infância: Gigantismo No adulto : Acromegalia a) Hormônio do crescimento, somatotrofina ou GH Músculos Tecido adiposo Ossos Fígado
  15. 15. Hormônios da adenohipófise b) Prolactina ou hormônio luteotrófico • Natureza: protéica • Funções: • Estimular crescimento das mamas • Estimular a lactogênese • Aumenta a produção de tecido conjuntivo Prof. Emanuel
  16. 16. c) TSH ou tireotrofina • Natureza: Protéica • Função: Estimular a síntese e a secreção de tiroxina (hormônio da tireóide) Hormônios da adenohipófise Prof. Emanuel Hipófise Tireóide Tiroxina
  17. 17. Hormônios da adenohipófise Prof. Emanuel  Regulação hormonal: • Feedback negativo (inibição) • Feedback positivo (estimulação) HIPÓFISE Tireóide T3 e T4 Altos níveis +- TSH Baixos níveis
  18. 18. Hormônios da adenohipófise d) ACTH ou adrenocorticotrofina • Natureza: Peptídica • Função: Estimular o córtex da supra renal a produzir corticóides Hipófise ACTH (sangue) Supra renal Corticóide (sangue) Feed-back negativo Feed-back positivo Prof. Emanuel
  19. 19. Hormônios da adenohipófise e) Gonadotrofinas (FSH e LH) • Natureza: glicoprotéica • Função: Estimular o funcionamento das gônadas Prof. Emanuel FSH HOMEM MULHER Estimular a espermatogênese Estimular a maturação do folículo ovariano Hipófise Folículo Ovário
  20. 20. LH HOMEM MULHER Estimular a produção de testosterona Estimular a ovulação e a formação do corpo lúteo Hormônios da adenohipófise Prof. Emanuel Hipófise Folículo Ovário
  21. 21. Após a ovulação: Prof. Emanuel a) Ocorre fecundação:  Formação do zigoto  Nidação  Produção de HCG  Manutenção do corpo lúteo  Alta de progesterona  Sem menstruação
  22. 22. Após a ovulação: Prof. Emanuel a) Não ocorre fecundação:  Sem formação de zigoto  Sem nidação  Sem produção de HCG  Regressão do corpo lúteo  Baixa de progesterona  Ocorre a menstruação
  23. 23. Hormônio da mesohipófise a) MSH ou melanotrofina • Natureza: peptídica • Funções: • Estimular os melanócitos • Participar do mimetismo Prof. Emanuel Melanócito
  24. 24. Hormônio da hipófise Prof. Emanuel
  25. 25. A neurohipófise armazena os hormônios (neurohormônios) produzidos pelo hipotálamo a) Ocitocina • Natureza: Peptídeo • Funções: • Estimula a liberação de leite materno • Contrações uterinas durante o parto Hormônio da neurohipófise
  26. 26. Hormônio da neurohipófise Diabetes insipidus O álcool inibe a liberação do ADH Prof. Emanuel b) Antidiurético(ADH) ou vasopressina • Natureza: Peptídeo • Funções: • Estimula a reabsorção de água nos néfrons reduzindo a diurese • Estimula a contração dos vasos sanguíneos aumentando a pressão arterial • Deficiência: • Poliuria • Polidipsia
  27. 27. Glândula pineal ou epífise • Localizada no diencéfalo • Produz melatonina • Natureza: Amina (aminoácido modificado) • Funções: • Regulação circadiana (sono) • Anti-oxidante Prof. Emanuel
  28. 28. Glândula pineal ou epífise Prof. Emanuel
  29. 29. • Localizada na região anterior do pescoço (laringe) • Regulada pelo TSH produzido na hipófise • Utiliza iodo na produção hormonal • A carência de iodo pode promover o Bócio endêmico Tireóide ou tiróide Prof. Emanuel
  30. 30. Tireóide ou tiróide Prof. Emanuel
  31. 31. a) Hormônios derivados da tironina (aminoácido iodado) • T3 e T4 (tiroxina) – Estimulam o metabolismo oxidativo • Metabolismo alto • Agitação,nervosismo • Insônia • Emagrecimento • Taquicardia • Exoftalmia Excesso Hormônios da tireóide Prof. Emanuel HIPERTIREOIDISMO
  32. 32. HIPOTIREOIDISMO • Metabolismo Baixo • Sonolência • Obesidade • Cretinismo/nanismo • Queda de cabelo • Edemas corporais • Unhas fragilizadas Hormônios da tireóide Deficiência Prof. Emanuel
  33. 33. Hormônios da tireóide b) Tireocalcitonina • Natureza: Peptídeo • Função: • Hipocalcemiante (Reduz o teor de Ca++ no sangue) Ca ++ Acúmulo de Ca++ nos ossos Reduz a absorção intestinal Prof. Emanuel
  34. 34. • Localizadas na lateral da tireóide • Produzem o paratôrmonio • Natureza: Protéica • Função: Hipercalcemiante Paratireóides Ca ++ Libera Ca++ dos ossos Aumenta a absorção intestinal Prof. Emanuel
  35. 35. HIPERPARATIREOIDISMO • Hipercalcemia • Fragilidade óssea • Cálculos renais HIPOPARATIREOIDISMO • Hipocalcemia • Hemorragias • Tetania Paratireóides Prof. Emanuel
  36. 36. Pâncreas Prof. Emanuel • Glândula mista localizada no abdome • Possui uma porção exócrina (ácinos) e uma porção endócrina (Ilhotas de Langerhans) Ilhotas de Langerhans • Células Alfa – Glucagon • Células Beta – Insulina
  37. 37. Pâncreas Prof. Emanuel
  38. 38. a) Glucagon – É hiperglicemiante • Estimula a glicogenólise • Facilita a saída de glicose da célula • Aumenta a glicemia b) Insulina – É hipoglicemiante • Facilita a entrada de glicose na célula • Estimula a glicogenogênese • Reduz a glicemia Hormônios do pâncreas Prof. Emanuel
  39. 39. Hormônios do pâncreas Alta de glicose Baixa de glicose Prof. Emanuel
  40. 40. Diabetes mellitus Tipo I (Infanto-juvenil) Auto-imune Destruição das células Beta Redução na produção de insulina Tipo II Células tornam-se refratárias a insulina (associada a obesidade e sedentarismo) Redução na produção de insulina (associada a longevidade) Hormônios do pâncreas Prof. Emanuel
  41. 41. • Sintomas da diabetes: a) glicosúria b) Poliuria c) polidipsia d) polifagia e) hiperglicemia f) alterações metabólicas g) degenerações celular Hormônios do pâncreas Prof. Emanuel
  42. 42. • Localizadas acima dos rins • Divididas em: • Córtex – produz os corticóides (ACTH) • Medula – produz adrenalina (Sistema nervoso simpático) Supra-renal ou adrenal Prof. Emanuel Córtex Medula
  43. 43. a) Corticóides – São reguladores metabólicos, derivados do colesterol. • Ex. Glicocorticóides (Cortisol) Mineralocorticóides (Aldosterona) Sexocorticóides ( Testosterona) Supra-renal ou adrenal (Córtex) Prof. Emanuel
  44. 44.  Renina X Angiotensina X aldosterona Queda da pressão arterial Liberação de renina Ativação da angiotensina Contração da musculatura das artérias Aumento da pressão arterial Liberação de aldosterona pela adrenal Aumenta a reabsorção de sais Aumento da pressão arterial Supra-renal ou adrenal (Córtex) Prof. Emanuel
  45. 45. Supra-renal ou adrenal (Córtex) Prof. Emanuel Aumento da glicemia Estimula o sistema nervoso Anti-alérgico e anti- inflamatório Mediador do stress  Efeitos do cortisol Cortisol no sangue
  46. 46. Supra-renal ou adrenal (medula) • Adrenalina ou epinefrina – Composto químico mediador das reações de alarme Reação de alarme • Taquicardia e taquipneia • Brocodilatação • Vasoconstricção periférica • Hiperglicemia • Sudorese Prof. Emanuel
  47. 47. ALTERAÇÕES NA FASE DE CHOQUE DA REAÇÃO DE ALARME ALTERAÇÕES OBJETIVOS a) aumento da frequência cardíaca e pressão arterial o sangue circulando mais rápido melhora a atividade muscular esquelética e cerebral, facilitando a ação e o movimento b) contração do baço levar mais glóbulos vermelhos à corrente sanguínea e melhora a oxigenação do organismo e de áreas estratégicas c) o fígado libera glicose para ser utilizado como alimento e energia para os músculos e cérebro d) Vasoconstricção periférica diminui o sangue dirigido à pele e vísceras, aumentando para músculos e cérebro e) Taquipneia/broncodilatação favorece a captação de mais oxigênio f) dilatação das pupilas para aumentar a eficiência visual Reação de alarme Prof. Emanuel

×