1º simulado ENEM - Humanas e Naturais

2.030 visualizações

Publicada em

Simulado ENEM Sartre COC

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.030
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1º simulado ENEM - Humanas e Naturais

  1. 1. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 1 INSTRUÇÃO: Para responder às questões, identifique APENAS UMA alternativa correta e marque a letra correspondente na Folha de Respostas. CIÊNCIAS NATURAIS E SUAS TECNOLOGIAS 01. CALCULADORA DE IMC. O IMC (Índice de Massa Corpórea) é reconhecido pela OMS como a principal referência para classificação das diferentes faixas de peso. Mas, atenção: não deve ser o único parâmetro para definir os riscos relacionados à obesidade. Outros fatores, como circunferência abdominal e taxa de colesterol, também são muito importantes. Disponível em http://drauziovarella.com.br/obesidade/imc/ Acesso em 29 de março de 2015 Um estudo avaliou dois grupos (grupos 1 e 2) do sexo masculino com idade de 14 anos, durante 12 meses. O objetivo foi acompanhar o desenvolvimento do índice de massa corporal (IMC). No início das observações, ambos os grupos apresentaram estatura média de 1,60 m e o peso corporal médio de 60 kg. O grupo 1 consumiu dieta rica em alimentos plásticos e o 2 em alimentos energéticos. Ao término do experimento, o grupo 1 apresentou aumento de 8 cm na média da estatura e 5 kg na média do peso corporal. O grupo 2 apresentou aumento de 5 cm na média da estatura e 14 kg na média do peso corporal. Ambos os grupos praticavam exercícios físicos sob orientação profissional. Com base nos dados obtidos no final do período do estudo, conclui-se que o grupo: A) 1 apresentou sobrepeso devido ao consumo de uma dieta rica em lipídios e carboidratos. B) 2 apresentou peso normal devido ao consumo de uma dieta rica em proteínas e fibras. C) 2 apresentou sobrepeso devido ao consumo de uma dieta rica em lipídios e carboidratos. D) 1 apresentou obesidade devido ao consumo de uma dieta rica em lipídios e proteínas. E) 2 apresentou obesidade devido ao consumo de uma dieta rica em lipídios e proteínas. 02. Considerada uma das patologias de mais larga distribuição no Continente Americano, a doença de Chagas completou em 2009 cem anos de seu descobrimento, tido como um grande feito científico de Carlos Justiniano Ribeiro Chagas, ocorrido em 1909, durante expedição à pequena Cidade de Lassance (interior do Estado de Minas Gerais). O descobrimento desta moléstia constitui o mais belo exemplo do poder da lógica a serviço da ciência. Nunca até agora, nos domínios das pesquisas biológicas, se tinha feito um descobrimento tão complexo e brilhante e, o que mais, por um só pesquisador. (Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.43 no.5 Uberaba Sept./Oct. 2010) Daquela época até hoje, houve avanços significativos nas pesquisas que envolvem esse parasita. Com relação à sua estrutura celular e ao seu modo de transmissão, podemos concluir que ele é um: A) procarionte do Domínio Archaea e transmitido por um inseto hematófago. B) procarionte do Domínio Bacteria e transmitido por um caramujo hematófago. C) procarionte do Domínio Eukarya e transmitido por um mosquito hematófago. D) eucarionte do Domínio Eukarya e transmitido por um inseto hematófago. E) eucarionte do Domínio Archaea e transmitido por um caramujo hematófago.
  2. 2. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 2 03. A malária continua a ser principal causa de morte e de internamento nas unidades sanitárias da província de Nampula. Dados fornecidos pelas autoridades de Saúde, afectas ao Hospital Central de Nampula (HCN), indicam que no primeiro semestre deram entrada naquela unidade hospitalar 4.569 casos de malária que causaram 298 óbitos. Negligência por parte de algumas famílias que resistem ao uso das redes mosquiteiras e o deficiente sistema de saneamento em determinadas zonas residenciais são apontadas como as principais causas de propagação daquela enfermidade. Disponível em http://www.verdade.co.mz/saude-e-bem-estar/48859-malaria-mata-298-pessoas-na-maior-unidade-sanitaria-da-zona-norte- Acesso em 29 de março de 2015 O trecho acima, retirado de um artigo do um jornal moçambicano na verdade, faz referência a uma endemia que, por sua incidência continental, merece atenção em todos os seus aspectos pois é uma doença: A) bacteriana, cuja transmissão está vinculada a água e a alimentos contaminados; B) tropical infecciosa causada por nematoides, transmitida pelo mosquito Anopheles. C) crônica causada por platelmintos parasitas e decorre da penetração ativa de suas larvas através da pele do indivíduo. D) com quadros febris que variam em intensidade e sazonalidade de acordo com a espécie etiológica de Plasmodium. E) do grupo das protozooses causada pelo Plasmodium e propagada pelo mosquito Aedes Aegypti. 04. Em anfíbios, realizaram-se experimentos em que os núcleos de células embrionárias foram transplantados para ovos de anfíbios, que tiveram seus núcleos retirados. Considerando-se o total de ovos que não rejeitaram o núcleo transplantado, foi montado o gráfico a seguir: A explicação biológica para a diferença relatada no gráfico é que: A) os núcleos de mórula estão em um estágio em que todos os genes estão reprimidos. B) os núcleos de mórula são geneticamente distintos dos outros núcleos em questão. C) os núcleos de blástula e gástrula não receberam os estímulos citoplasmáticos necessários para o desenvolvimento do embrião. D) os núcleos da blástula e gástrula têm seus produtos gênicos eliminados por mecanismos fagocitários. E) os núcleos de gástrula já iniciaram o processo de diferenciação celular. 05. Células procarióticas e eucarióticas possuem tanto aspectos em comum quanto aspectos que as diferenciam. A figura abaixo representa esses tipos celulares indicando alguns de seus componentes. As características dessas células e os aspectos indicados na figura mostram que: A) apenas os eucariontes possuem ácidos nucleicos como moléculas informacionais. B) células procarióticas não possuem os ribossomos, que são necessários à produção de proteínas nas células eucariontes. C) por possuírem parede celular, as células A e C são certamente procariontes. D) a célula A não possui material nuclear e, portanto, também não possui os genes, sendo assim uma célula procarionte. E) a compartimentalização citoplasmática e a existência de endomembranas permitem concluir que as células B e C são eucarióticas.
  3. 3. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 3 06. O composto químico capsaicina é o principal responsável pelo ardor causado pela ingestão de pimentas. Esta substância é extremamente irritante para os mamíferos e produz uma sensação de queimação em contato com qualquer tecido. A capsaicina, depois de ser separada das pimentas, pode ser usada para preparar armas não letais como o spray de pimenta. A fórmula estrutural da capsaicina está demonstrada a seguir: O composto acima apresenta cadeia: A) alicíclica, insaturada, ramificada e heterogênea. B) fechada, saturada, normal e homogênea. C) aromática, insaturada, normal e homogênea. D) acíclica, insaturada, normal e homogênea. E) cíclica, insaturada, ramificada e heterogênea. 07.Enquanto Rivaldo estudava, sua irmã Rinete, perto da mesa, lavava a janela do quarto. Infelizmente, sem que notassem, respingou água sanitária sobre o livro de Química. Certa frase desse livro, atingida por algumas gotas da solução, teve então três palavras completamente apagadas. Essas três palavras encontram-se representadas por três reticências entre colchetes, na frase abaixo: “No etileno, molécula de geometria [...], o carbono forma, com outro carbono, uma ligação [...], devido à hibridação do tipo [...].” Então, Rivaldo identificou corretamente as três palavras apagadas pela água sanitária, como sendo, respectivamente: A) linear, sigma, sp. B) trigonal, sigma, sp. C) angular, sigma, sp3. D) trigonal, pi, sp2. E) tetraédrica, pi, sp3. 08. O odor desagradável na transpiração é tema de estudo pelos cientistas do mundo todo. Pesquisas realizadas apontam os ácidos carboxílicos como principais responsáveis pelo mau cheiro. Para combatê-los, os desodorantes, em sua grande maioria, contêm o triclosan, substância que inibe o crescimento das bactérias (bacteriostático). Sua estrutura pode ser representada por: E, de acordo com ela, identifica-se que apresenta: A) apenas carbonos com hibridação sp3. B) apenas carbonos com hibridação sp2. C) um grupo álcool. D) ligação dupla e, portanto, é um alceno. E) cadeia carbônica alifática e homocíclica.
  4. 4. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 4 09. O benzopireno, composto aromático com cinco anéis condensados, é genericamente chamado de HPA (hidrocarboneto policíclico aromático). Sua fórmula estrutural está representada a seguir: Esse composto é comprovadamente um agente cancerígeno muito potente e mutagênico, o que significa que ele reage com o DNA humano, interferindo na reprodução das células. Para se ter uma ideia, ele pode provocar essa doença em cobaias que tiverem uma região da sua pele, sem pelos, em contato com essa substância. O benzopireno, agente cancerígeno encontrado na fumaça do cigarro, é um hidrocarboreto: A) aromático polinuclear solúvel em água. B) aromático mononuclear insolúvel em água. C) alinfático saturado de fórmula molecular C22H14. D) aromático de fórmula molecular C20H12. E) aromático de fórmula molecular C18H10. 10. O craqueamento catalítico fluido (CCF) é um processo comumente usado, e uma refinaria de petróleo moderna inclui normalmente um cat cracker, particularmente refinarias dos EUA. O processo foi usado pela primeira vez em torno de 1942 e emprega um catalisador em pó. Durante a Segunda Guerra Mundial, forneceu às forças aliadas abundante abastecimento de gasolina e borracha artificial, que contrastava com a penúria sofrida pelas forças do Eixo. Processo de implementações iniciais foram baseados em uma alumina catalisadora de baixa atividade, e um reator onde as partículas do catalisador foram suspensas em um fluxo de alimentação ascendente de hidrocarbonetos em um leito fluidizado. Sistemas de craqueamento catalisados por alumina ainda estão em uso em laboratórios de escolas secundárias e universidades em experimentos sobre alcanos e alcenos. O catalisador é normalmente obtido por trituração de pedra-pomes, que contêm principalmente óxido de alumínio e sílica, em pequenas peças porosas. No laboratório, o óxido de alumínio (ou recipiente pososo) deve ser aquecido. Em projetos mais recentes, as reações de craqueamento ocorrem usando-se um catalisador muito ativo baseado em zeólita em um curto tempo de contato em um tubo vertical ou inclinado para cima chamado de "riser". Alimentação pré-aquecida é pulverizada na base do riser através de bocais de alimentação, onde entra em contato com o catalisador fluidizado extremamente quente entre 1230 e 1400 °F (665 a 760°C). O cracking das frações médias da destilação do petróleo é, hoje, uma tecnologia empregada na maioria das refinarias porque: A) aumenta o rendimento em óleos lubrificantes. B) economiza energia técnica no processo de destilação. C) permite a utilização de equipamento mais compacto. D) facilita a destilação do petróleo. E) aumenta o rendimento em frações leves.
  5. 5. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 5 11. Uma pessoa está em pé dentro de um ônibus que se move com velocidade constante. Em um dado instante, ela deixa cair de sua mão uma fruta que segurava. Suponha que outra pessoa parada na calçada possa visualizar a fruta caindo até vê-la atingir o piso do ônibus. Desprezando-se a resistência do ar, das ilustrações a seguir, a representação da posição em que a fruta atingiu o piso do ônibus corresponde a: A) D) B) E) C) 12. Baseado nas propriedades ondulatórias de transmissão e reflexão, as ondas de ultrassom podem ser empregadas para medir a espessura de vasos sanguíneos. A figura (1) a seguir representa um exame de ultrassonografia obtido de um homem adulto, onde os pulsos representam os ecos provenientes das reflexões nas paredes anterior e posterior da artéria carótida, que envolvem os tempos de ida até a parede e de volta ao emissor (figura 2). Figura 1 Figura 2
  6. 6. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 6 Suponha que a velocidade de propagação do ultrassom seja de 1.500 m/s. Nesse sentido, a espessura (diâmetro) dessa artéria, em cm, é: A) 1,00. B) 1,05. C) 1,20. D) 1,50. E) 2,10. 13. O superesportivo Lamborghini Aventador Roadster chega oficialmente ao Brasil, vendido apenas sob encomenda. Disponível no país há menos de um mês, o conversível já teve uma unidade arrematada no país. De acordo com os testes feitos, nota-se que a cada segundo o Aventador consegue aumentar sua velocidade cerca de: A) 9,25 m/s B) 13,8 m/s C) 27,7 m/s D) 39,0 m/s E) 100 m/s 14.Os vencedores da prova de 100 m rasos são chamados de homem/mulher mais rápido (a) do mundo. Em geral, após o disparo e acelerando de maneira constante, um bom corredor atinge a velocidade máxima de 12,0 m/s a 36,0 m do ponto de partida. Essa velocidade é mantida por 3,0s. A partir desse ponto, o corredor desacelera, também de maneira constante, com a = −0,5 m/s2, completando a prova em, aproximadamente, 10s. Assim, a aceleração nos primeiros 36,0 m e a distância percorrida nos 3,0s seguintes são, respectivamente: A) 2,0 m/s2; 72,0 m. B) 2,0 m/s2; 38,0 m. C) 2,0 m/s2; 36,0 m. D) 4,0 m/s2; 36,0 m. E) 4,0 m/s2; 38,0 m. Potência: 710 cv 0 – 100km/h: 3s Velocidade máxima: 350km/h Preço: R$ 3,4 milhões
  7. 7. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 7 15. Uma barata corre em MUV durante dois segundos, a partir do repouso, ao fugir de um grupo de perseguidores. Indecisa, ela para e assim permanece por um segundo, invertendo, então, seu sentido. Desta forma, durante mais dois segundos ela acelera com valor três vezes maior do que no trecho em que fugia do grupo, levantando voo e passando a persegui-los com velocidade constante, conforme a figura anterior. Desprezando o tempo que ela levou para parar na primeira situação, o gráfico que melhor representa sua velocidade em função do tempo seria: A) D) B) E) C)
  8. 8. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 8 16.A fosfatidilserina é um fosfolipídio aniônico cuja interação com cálcio livre regula processos de transdução celular e vem sendo estudada no desenvolvimento de biossensores nanométricos. A figura representa a estrutura da fosfatidilserina: Com base nas informações do texto, a natureza da interação da fosfatidilserina com o cálcio livre é do tipo: Dado: Cálcio: Z = 20 A) iônica somente com o grupo aniônico fosfato, já que o cálcio livre é um cátion monovalente. B) iônica com o cátion amônio, porque o cálcio livre é representado como um ânion monovalente. C) iônica com os grupos aniônicos fosfato e carboxila, porque o cálcio em sua forma livre é um cátion divalente. D) covalente com qualquer dos grupos não carregados da fosfatidilserina, uma vez que estes podem doar elétrons ao cálcio livre para formar a ligação. E) covalente com qualquer grupo catiônico da fosfatidilserina, visto que o cálcio na sua forma livre poderá compartilhar seus elétrons com tais grupos. 17.As substâncias poliatômicas podem ser representadas por estruturas geométricas, as quais são definidas de acordo com as propriedades químicas dos elementos. Em uma estrutura octaédrica formada pelos elementos genéricos X e Y, onde o comprimento da ligação X — Y é igual a 5 nm (1 nm = 10-9 m) a seção que a divide em duas pirâmides regulares está representada na figura ao lado. Desprezando-se os efeitos de atração e repulsão, a distância aproximada entre os elementos Y e um exemplo de fórmula molecular que apresente a estrutura geométrica abordada são, respectivamente: A) 5 nm e C2H4 B) 5 nm e CH4 C) 7 nm e SF6 D) 7 nm e NH3 E) 7 nm e CH4 18. As origens da isomeria No ano de 1825 dois químicos alemães, Justus Von Liebig e Friedrich Wohler, travam um debate em torno das substâncias fulminato de prata e cianato de prata. Pelos conhecimentos de química da época, estas deveriam ser o mesmo composto, pois eram formadas pelos mesmos elementos químicos e nas mesmas proporções. Liebig dizia que o cianato de prata de Wohler não podia existir porque ele não tinha as propriedades explosivas do seu fulminato de prata, substância que ele conhecia, muito utilizada na confecção de fogos de artifício. Hoje sabemos que o íon cianato, NCO-, tem o átomo menos eletronegativo, C, no centro da estrutura. Já o íon fulminato, muito instável, CNO-, tem a mesma composição elementar, mas o átomo de N é central. A massa e a fórmula estrutural dos compostos fulminato de prata e cianato de prata, respectivamente, são: Dados: N = 14; C = 12; O = 16, Ag = 107,9. A) 149,9 g.mol-1; 149,9 g.mol-1; Ag+ [O – N  C]-; Ag+ [O – C  N]-. B) 159,9 g.mol-1; 159,9 g.mol-1; Ag+ [O – N  C]-; Ag+ [O – C  N]-. C) 159,9 g.mol-1; 149,9 g.mol-1; Ag+ [O – C  C]-; Ag+ [O – N  N]-. D) 159,9 g.mol-1; 159,9 g.mol-1; Ag+ [O – C  N]-; Ag+ [O – N  N]-. E) 149,9 g.mol-1; 149,9 g.mol-1; Pt+ [O – N  C]-; Pt+ [O – C  N]-.
  9. 9. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 9 19. “No ano de 2014, o Estado de São Paulo vive uma das maiores crises hídricas de sua história. A fim de elevar o nível de água de seus reservatórios, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) contratou a empresa ModClima para promover a indução de chuvas artificiais. A técnica de indução adotada, chamada de bombardeamento de nuvens ou semeadura ou, ainda, nucleação artificial, consiste no lançamento em nuvens de substâncias aglutinadoras que ajudam a formar gotas de água.” (http://exame.abril.com.br. Adaptado.) Para a produção de chuva artificial, um avião adaptado pulveriza gotículas de água no interior das nuvens. As gotículas pulverizadas servem de pontos de nucleação do vapor de água contido nas nuvens, aumentando seu volume e massa, até formarem gotas maiores que, em condições meteorológicas favoráveis, podem se precipitar sob a forma de chuva. Segundo dados da empresa ModClima, dependendo das condições meteorológicas, com 1 L de água lançada em determinada nuvem é possível produzir o volume equivalente a 50 caminhões-pipa de água precipitada na forma de chuva. Sabendo que um caminhão-pipa tem capacidade de 10 m3, a quantidade de chuva formada a partir de 300 L de água lançada e a força intermolecular envolvida na formação das gotas de chuva são, respectivamente: A) 150 mil litros e ligação de hidrogênio. B) 150 litros e ligação de hidrogênio. C) 150 milhões de litros e dipolo induzido. D) 150 milhões de litros e ligação de hidrogênio. E) 150 mil litros e dipolo induzido. 20.Observe a posição do elemento químico ródio (Rh) na Tabela Periódica. Dentre as características do Ródio, aquela que pode ser identificada pela sua posição na tabela é que esse elemento: A) possui massa atômica menor que a do cobalto (Co). B) apresenta reatividade semelhante à do estrôncio (Sr), característica do 5o período. C) é um elemento não metálico. D) é uma substância gasosa à temperatura ambiente. E) é uma substância boa condutora de eletricidade.
  10. 10. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 10 21.As bactérias reproduzem-se basicamente por bipartição, um mecanismo assexuado em que um indivíduo dá origem a dois outros, geneticamente idênticos entre si. O aumento da variabilidade genética nas bactérias ocorre por mutação ou por transmissão de material genético que pode se dar por meio de três mecanismos. Observe a ilustração abaixo que esquematiza um destes mecanismos, que se caracteriza: A) por ser um processo de recombinação, em que genes são transferidos entre bactérias por meio de um vetor. B) pela transmissão vertical de genes, evidenciando um importante processo metabólico. C) pelo aumento da variabilidade genética a partir da incorporação de um material genético oriundo de bactérias mortas ou decompostas. D) pela transferência da cópia de um DNA extranucleoidal, capaz de permitir ao receptor maior poder adaptativo. E) pela transferência de uma cópia do nucleoide, a partir de uma ponte formada por especialização do flagelo. 22.Os pássaros ao lado são espécies diferentes que coexistem na mesma floresta. Cada um deles se alimenta de insetos de espécies diferentes que vivem em diferentes locais da mesma árvore. Isso é possível porque: A) A, B e C possuem sobreposição de nichos. B) B e C competem entre si. C) A,B e C possuem diferenças nos nichos ecológicos. D) A e C são filogeneticamente próximos. E) A e B sofrem exclusão competitiva. 23.A ilustração representa, simplificadamente, uma teia alimentar com seus diversos componentes bióticos espalhados nos diferentes níveis tróficos. Com base na interpretação dessa teia e nos conhecimentos sobre o fluxo de matéria e energia nos ecossistemas naturais, pode-se inferir que: A) os consumidores primários dessa teia competem entre si pela obtenção de alimento diretamente dos produtores. B) a energia flui de forma acumulativa à medida que se distancia do primeiro nível trófico. C) a capacidade fotossintetizante permite aos produtores a manutenção do fluxo de energia da teia alimentar. D) os seres dos níveis tróficos mais elevados são os que recebem a maior quantidade de energia derivada dos produtores. E) os insetos representados ocupam o mesmo nível trófico por serem ambos predados pelo mesmo organismo.
  11. 11. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 11 24.Em um ecossistema lacustre habitado por vários peixes de pequeno porte, foi introduzido um determinado peixe carnívoro. A presença desse predador provocou variação das populações de seres vivos ali existentes, conforme mostra o gráfico a seguir. A curva que indica a tendência da variação da população de fitoplâncton nesse lago, após a introdução do peixe carnívoro, é a identificada por: A) W B) X C) Y D) Z E) A 25. “Jamie Whitaker mal nasceu e já se tornou celebridade. Jamie é o que já está sendo chamado de ‘irmão salvador’ pelos tabloides (jornais populares) do Reino Unido, uma criança gerada para fornecer tecidos vivos para tentar salvar a vida de outro filho de seus pais. O irmão de Jamie se chama Charlie e sofre de uma forma rara de anemia causada por anomalia genética... Como foi concebido por técnicas de fertilização in vitro... Jamie pôde ter suas células testadas no útero, uma forma de confirmar sua compatibilidade com as de Charlie.” (Leite, M. Ciência em Dia. Folha de S. Paulo, MAIS.) Em relação ao texto, a técnica de fertilização "in vitro": A) nos coloca diante de situações concretas de biotecnologia e de bioética, pois envolve escolha de genótipos de seres humanos. B) nada tem a ver com aspectos de bioética, pois não envolve escolha de genótipo de seres humanos. C) já é totalmente dominada pelos cientistas e amplamente utilizadas pelos especialistas na área de reprodução humana. D) não envolve problemas de bioética, uma vez que na concepção de Jamie foram empregadas técnicas de fertilização "in vitro". E) não tem nenhuma relação com biotecnologia ou com bioética, uma vez que o embrião, depois de selecionado, é implantado no útero materno, onde, de fato, se dá o desenvolvimento do feto. 26.As lâmpadas de LED (Light Emissor Diode) estão substituindo progressivamente as lâmpadas fluorescentes e representam um avanço tecnológico nas formas de conversão de energia elétrica em luz. A tabela a seguir compara as características dessas lâmpadas. Características Fluorescente LED Potência média (W) 9 8 Tempo médio de duração (horas) 6000 25000 Tensão nominal (Volts) 110 220 Fluxo luminoso (lm) 490 450
  12. 12. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 12 Com relação à eficácia luminosa, que representa a relação entre o fluxo luminoso e a potência do dispositivo, Lúmen por Watt (lm/W), temos que: A) a troca da lâmpada fluorescente pela de LED ocasionará economia de 80% de energia. B) a eficácia luminosa da lâmpada de LED é de 84, 25 lm/W. C) a razão entre as correntes elétricas que passam pela lâmpada fluorescente e pela lâmpada de LED, nessa ordem, é de 3,75. D) a consumo de energia elétrica de uma lâmpada de LED durante o seu tempo médio de duração é de 200 kWh. E) em 12 horas de uso, a lâmpada de LED tem maior consumo que a lâmpada fluorescente. 27.Para uma boa operacionalidade dos circuitos elétricos, é comum que um técnico eletricista determine as características de um determinado resistor, submetendo o mesmo a vários valores de diferença de potencial e obtendo as intensidades de corrente elétrica correspondentes. Com os valores obtidos, o técnico constrói o gráfico V X i como o mostrado abaixo. Fazendo uma análise do gráfico construído, podemos afirmar que: A) a resistência desse resistor tende a aumentar com o seu aquecimento, devido ao aumento da corrente. B) no trecho de 0 a 800 mA, o resistor é considerado ôhmico, pois o valor da resistência é constante. C) no trecho de 600 mA até 800 mA, a relação R = U/i não pode ser aplicada, pois o resistor não é mais ôhmico. D) quando passa pelo resistor uma corrente de 800 mA, a resistência elétrica do mesmo é 5 Ω. E) se o técnico desejar construir um resistor de resistência igual a 5 Ω, utilizando um fio de níquel cromo (ρ = 1,5.10-6Ω.m) com área da secção reta de 1,5 mm2, o comprimento deste fio deverá ter 5 m. 28.Um resistor (frequentemente chamado de resistência, que é na verdade a sua medida) é um dispositivo elétrico muito utilizado em eletrônica, ora com a finalidade de transformar energia elétrica em energia térmica por meio do efeito joule, ora com a finalidade de limitar a corrente elétrica em um circuito. Os resistores podem ser fixos ou variáveis. Neste caso são chamados de potenciômetros ou reostatos. Com relação ao estudo desses dispositivos, é correto afirmar que: A) se tivermos um aquecedor que foi fabricado para operar em 110 V e quisermos ligá-lo numa rede de 220 V, certamente, ao executar tal ação, aumentaremos o rendimento do aquecedor. B) lâmpadas fluorescentes e ferros de passar têm por finalidade a produção do efeito Joule, portanto esses resistores obedecem diretamente à lei de Joule. C) duplicando a diferença de potencial nos extremos de um resistor de resistência constante, a potência elétrica dissipada no resistor tornar-se-á quatro vezes maior. D) a resistência é sempre dependente da diferença de potencial. E) a resistência de um resistor depende exclusivamente do material de que ele é composto. 29.Em regiões mais frias do Sul do Brasil, é comum o uso de aquecedores elétricos com especificações 5 000 W – 220 V, que geralmente vêm acompanhados de um reservatório de volume 100 litros. Seu rendimento é 80%. Estando completamente cheio com água e ligado corretamente, o tempo necessário para se aquecer essa água de 20°C é: A) 15 minutos B) 28 minutos C) 35 minutos D) 45 minutos E) 90 minutos Dados: massa específica da água = 1 g/cm3 ; Calor específico da água = 4,2 J cal / (g. ºC).
  13. 13. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 13 30.Um dos trunfos da tecnologia nos gramados está nos grandes telões de alta definição. Alimentado por um circuito elétrico, esses telões estão presentes em todos os estádios. Entretanto, a FIFA proibiu as imagens de replay durante os jogos, para evitar constrangimentos para os árbitros. Admitindo que o cabo que alimenta um telão tem área da seção transversal de 5 x 10-8 m2, comprimento de 0,5 metros, sendo submetido a uma ddp de 0,85V e a resistividade do material de que são feitos ρ = 1,7 · 10-8 Ω m, a intensidade de corrente elétrica é correspondente a: A) 1A B) 2,5A C) 3,75A D) 4,5A E) 5A 31. Substituto dos gases CFC, o HFC pode estar aquecendo o planeta. Se, por um lado, o buraco na camada de ozônio está diminuindo desde o Protocolo de Montreal, a temperatura do planeta tem aumentado descontroladamente nas últimas décadas por conta, entre outros fatores, da emissão dos chamados hidrofluorcarbonetos, os HFC. Cientistas já preveem que ações similares às tomadas com a emissão destes gases deverão ser impostas, pois, caso contrário, o aquecimento previsto para o próximo século será antecipado em aproximadamente 20 anos. (http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35-atitude/1880-substituto-dos-gases-cfc-o-hfc-possui-alto-potencial-de-aquecimento- global.html ) A vantagem de se utilizar os gases HFC em geladeiras e em aparelhos de ar condicionado é explicada pelo fato desses gases serem capazes de: A) permitir uma maior incidência de radiação U.V. na superfície da Terra. B) reduzir a velocidade com que o gás ozônio se transforma em gás oxigênio na troposfera. C) não formar com outras moléculas de gases, misturas homogêneas. D) não reagir com o ozônio estratosférico, reduzindo o número de moléculas de O3 nessa parte da atmosfera. E) formar coloides estáveis dentro dos equipamentos citados. 32. Mercúrio: como tratar a sífilis no século XVI Quando a sífilis apareceu na Europa no final do século XV, na forma de uma violenta epidemia, fonte de intenso sofrimento, logo surgiram os primeiros tratamentos considerados "específicos" para o seu combate: o mercúrio. Os graves efeitos colaterais dos unguentos mercuriais provocavam resistências: já em 1497, Alexandri Benedetto relatava paralisias, amolecimento e perda dos dentes. O aumento da salivação, sinal de intoxicação pelo mercúrio, era vista como meio de se eliminar a substância nociva da doença. Botaldus, em 1563 chegou a preconizar a quantidade de saliva a ser produzida para um tratamento efetivo: inicialmente 1 chopine (465 ml) aumentando para 1 pinte (930 ml) após 5 ou 6 dias. Uma amostra desse líquido, o mercúrio metálico, possui em relação a água pura: A) a mesma temperatura de ebulição ao nível do mar. B) as mesmas propriedades organolépticas. C) maior quantidade de massa por unidade de volume. D) uma fórmula química mais complexa. E) menor densidade. 33.A exposição aguda por inalação (em curto prazo) dos seres humanos ao benzeno pode causar sonolência, tonturas, dores de cabeça. O tolueno, por sua vez, pode afetar o sistema nervoso e é facilmente absorvido pelos pulmões. Uma mistura líquida constituída por benzeno e tolueno pode ser separada por: A) decantação. B) destilação fracionada. C) centrifugação. D) levigação. E) sifonação.
  14. 14. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 14 34.Um determinado volume de água foi colocado em um recipiente de formato cúbico e em seguida resfriado à 0°C. Após a mudança de estado físico, um analista determinou o número de moléculas presentes no cubo de água formado. Desprezando possíveis efeitos de compressão ou expansão e admitindo a aresta do cubo igual a 3 cm, o número de moléculas de água presentes no cubo será, aproximadamente, igual a: Dados: Densidade da água: 1 g / cm3 Constante de Avogadro: 6 x 1023 Massa Molar da água: 18 g/mol A) 1 x 1023 B) 3 x 1023 C) 5 x 1023 D) 7 x 1023 E) 9 x 1023 35.Entre 13,2°C e 161°C, o estanho é estável e possui uma configuração conhecida como estanho branco ou Sn – , que é um sólido brilhante branco-prateado, maleável, moderadamente dúctil e bom condutor. Essa é a forma conhecida pela maioria das pessoas e tem uma variedade de aplicações domésticas e tecnológicas, como em ligas (bronze e soldas) e em revestimento de aço (folhas-deflandres). O Sn — pode sofrer uma transição para uma estrutura conhecida como estanho cinzento, o Sn — um sólido cinza-escuro, não metálico e na forma de pó. O Sn — é semicondutor, não dúctil e sem aplicabilidade. Essas duas espécies podem reagir de modo diferente. Por exemplo, as reações realizadas a -14  do Sn — e do Sn — com solução de ácido clorídrico concentrado, livre de oxigênio dissolvido, produzem SnC 2.2H2O e SnC 4.5H2O respectivamente. (Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc34_3/04-AQ-45-11.pdf. Adaptado.) As informações apresentadas indicam: A) as aplicações dos átomos de um elemento químico radioativo. B) a participação da radiação-α nas características físicas do estanho. C) a influência da temperatura sobre as propriedades de isótonos do estanho. D) a transformação do estanho em outro elemento químico por meio de aquecimento. E) as propriedades físicas e químicas distintas de duas formas alotrópicas de um elemento químico. 36.A tirinha representa um agente causador de uma verminose comum em território nacional. Entre vários conhecimentos corretos sobre esse parasita e a doença a ele associada encontram-se: A) A informação que as tênias, na verdade são várias lombrigas no mesmo corpo. B) O fato da cisticercose ser derivada da ingestão do cisticerco presente na carne contaminada. C) A informação que a ingestão de carne mal passada com a presença do cisticerco aumenta o risco de contrair teníase. D) O fato de cada proglótide ao ser ingerida origina uma larva cercária que desencadeia a teníase. E) O fato que para evitar-se teníase e cisticercose é aconselhável andar calçado e beber água tratada.
  15. 15. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 15 37.Amostras de duas plantas chegaram a um centro de toxicologia acompanhadas de um parecer médico e do seguinte laudo técnico: Paciente 1 Paciente 2 Quadro Intoxicação por ingestão de raízes de mandioca-brava: Monihot utilissima Intoxicação por ingestão de raízes de mandioca-brava: Monihot dulcis Procedência da amostra Mato Grosso Rio Grande do Sul Verificou-se que havia pequenas diferenças na composição química de cada amostra, embora o mecanismo de ação de ambas fosse muito parecido e os sintomas da intoxicação, os mesmos. Tal resultado é: A) esperado, pois embora ambas pertençam ao mesmo gênero, trata-se de espécies diferentes. B) esperado, pois embora trate-se da mesma espécie, as plantas provêm de locais diferentes. C) inesperado, já que se tratam de dois gêneros diferentes com o mesmo nome comum. D) inesperado, já que se trata da mesma espécie e, portanto, os resultados deveriam ser iguais. E) inesperado, pois trata-se do mesmo gênero e espécie, com nome comum semelhante. 38. A comunidade clímax constitui a etapa final de uma sucessão ecológica. Considera-se que a comunidade chegou ao clímax quando: A) as teias alimentares, menos complexas, são substituídas por cadeias alimentares. B) a taxa de consumo da respiração iguala-se a Produtividade Primária Bruta. C) cessam a competição interespecífica e a competição intraespecífica. D) a produção primária líquida é alta. E) a biomassa vegetal iguala-se à biomassa dos consumidores. 39. As vitaminas foram descobertas há cerca de 100 anos e, a partir dos anos 80, invadiram as prateleiras das farmácias, na forma de suplementos vitamínicos, com dosagens acima das recomendadas pelas organizações de saúde, o que ainda hoje gera muita discussão sobre os benefícios ou malefícios que esse ""banho"" de vitaminas pode acarretar ao organismo. Contudo é relevante saber a importância das mesmas para a saúde e de quais fontes alimentícias podemos obtê-las. Considere o quadro abaixo. Vitamina Sintonia de Carência no Organismo Fontes Alimentares A 1 Fígado, leite, cenoura B1 2 Cereais integrais, carnes magras C 3 Frutas cítricas D 4 Peixe, leite, gema de ovo K 5 Vegetais com folhas verdes, tomate
  16. 16. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 16 Os números 1, 2, 3, 4 e 5, respectivamente, podem ser substituídos pelos sintomas: A) cegueira noturna, hemorragias, escorbuto, raquitismo e disfunção do sistema nervoso. B) escorbuto, cegueira noturna, raquitismo, disfunção do sistema nervoso e hemorragias. C) cegueira noturna, raquitismo, hemorragias, escorbuto e disfunção do sistema nervoso. D) disfunção do sistema nervoso, raquitismo, escorbuto, cegueira noturna e hemorragias. E) cegueira noturna, disfunção do sistema nervoso, escorbuto, raquitismo e hemorragias. 40.Pesquisas indicam que a margarina não é fontes de colesterol enquanto o leite é rico deste lipídio. Isso é verdade porque a manteiga é um derivado do leite que possui em sua composição o colesterol. Já a margarina é obtida por meio da hidrogenação de óleos vegetais, produzida por meio de um processo onde as moléculas de hidrogênio são incorporadas às moléculas de gordura artificialmente. O óleo, matéria-prima das margarinas, difere da gordura do leite porque: A) apresenta em sua estrutura química um álcool de cadeia longa e ácidos graxos. B) é um esteroide que controla a fluidez da membrana plasmática. C) é insaturado e líquido à temperatura ambiente. D) atua como fonte de energia preferencial no metabolismo celular. E) apresenta em sua estrutura química o glicerol e três ácidos graxos e atua como reserva energética em animais. 41.Os espelhos retrovisores, que deveriam auxiliar os motoristas na hora de estacionar ou mudar de pista, muitas vezes causam problemas. Na figura ao lado, verifica-se que o espelho retrovisor do lado esquerdo, em alguns modelos, vem acompanhado de um espelho auxiliar que distorce a imagem, dando a impressão de que o veículo está a uma distância diferente da real. Este tipo de espelho, chamado convexo, é utilizado com o objetivo de ampliar o campo visual do motorista. Esta noção equivocada de distância se dá em função de: A) a imagem gerada no espelho convexo ser sempre virtual assim como no espelho plano. B) a imagem gerada pelo espelho convexo ser sempre direita assim como no espelho plano. C) a imagem gerada pelo espelho convexo não ser simétrica como no caso do espelho plano. D) a imagem deste tipo de espelho ser menor que o objeto assim como no espelho plano. E) toda imagem virtual ser direita independentemente do tipo de espelho. 42.Mãe e filho visitam a "Casa dos Espelhos" de um parque de diversões. Ambos se aproximam de um grande espelho esférico côncavo. O espelho está fixo no piso de tal forma que o ponto focal F e o centro de curvatura C do espelho ficam rigorosamente no nível do chão. A criança para em pé entre o ponto focal do espelho e o vértice do mesmo. A mãe pergunta ao filho como ele está se vendo e ele responde: A) "Estou me vendo maior e em pé." B) "Não estou vendo imagem alguma." C) "Estou me vendo menor e de cabeça para baixo." D) "Estou me vendo do mesmo tamanho." E) “Estou me vendo em pé e menor” 43.A figura mostra um objeto e sua imagem produzida por um espelho esférico. Nota- se que neste caso a imagem é direita e maior que o objeto. Desta forma: A) o espelho é convexo e o objeto está a uma distância maior que o raio do espelho. B) o espelho é côncavo e o objeto está posicionado entre o foco e o vértice do espelho. C) o espelho é côncavo e o objeto está posicionado a uma distância maior que o raio do espelho. D) o espelho é côncavo e o objeto está posicionado entre o centro e o foco do espelho. E) o espelho é convexo e o objeto está posicionado a uma distância menor que o raio do espelho.
  17. 17. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 17 44.Uma foto de um casal é tirada entre dois espelhos planos verticais que formam um ângulo de 60o entre si. Nesta hipótese, a quantidade de indivíduos do sexo masculino que aparecem na foto é: A) 1 B) 2 C) 3 D) 5 E) 6 45.A figura abaixo mostra um eclipse solar no instante em que é fotografado em cinco diferentes pontos do planeta. Três dessas fotografias estão reproduzidas abaixo. As fotos poderiam corresponder, respectivamente, aos pontos: A) III, V e II. B) II, III e V. C) II, IV e III. D) I, II e III. E) I, II e V.
  18. 18. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 18 CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS 46. Fonte: http://static.panoramio.com/photos/large/64191436.jpg A foto é da igreja de Santa Maria La Blanca, em Toledo, na Espanha. Construída pelos judeus da região para ser uma sinagoga (templo judeu), foi, posteriormente, uma mesquita (templo muçulmano), até ser convertida em Igreja Católica. Atualmente é um monumento às três religiões que moldaram a história da Espanha e do Ocidente. A partir dessa observação e dos estudos sobre a temática do monoteísmo, percebe-se que as relações entre as três grandes religiões monoteístas da história foram marcadas: A) por uma perfeita integração, na medida em que todas provêm de uma mesma raiz e compartilham de credos comuns, como a unicidade e trindade de Deus, o universalismo e o papel dos grandes profetas, como Jesus e Maomé. B) por guerras constantes, como no período das cruzadas, quando os cristãos tiveram que se unir para fazer frente à invasão dos muçulmanos, que já tinham conquistado a Itália e ameaçavam o resto da Europa. C) por conflitos constantes, que se refletem até os dias atuais, como na disputa recente entre cristãos terroristas e muçulmanos pelo controle da Palestina. D) pela alternância entre períodos de conflito e de paz, pois embora haja diferenças teológicas fundamentais entre os três credos, eles compartilham a crença num Deus único. E) por relações conflituosas em torno da posse de lugares sagrados, como é o caso da Palestina, já que as três religiões se baseiam na Bíblia, em cujos textos não fica claro a quem Deus outorgou o direito sobre essa terra. 47. Quem subisse ao topo da cúpula de Santa Sofia (a maior igreja de Constantinopla), teria uma vista panorâmica da cidade “coroada pela água”. Dali ficava bastante evidente a razão pela qual Constantinopla, um dia, governou o mundo. Na tarde de 29 de maio de 1453, Mehmet II, sultão do Império Otomano fez essa subida. Era um dia memorável. (Baseado em ROGER CROWLEY. “Impérios do Mar”. São Paulo: Ed. Três Estrelas. 2009) Efetivamente, este seria um dia memorável para a história, porque: A) significava a culminância de um processo expansionista, que tinha começado com a morte de Maomé e vinha sendo levado a cabo por vários povos muçulmanos ao longo de séculos. B) a partir desse momento, o domínio árabe no Mediterrâneo entraria em decadência, passando para as mãos dos otomanos, aliados de Gênova e Veneza, permitindo a manutenção da supremacia definitiva desses povos no comércio das especiarias. C) imporia aos cristãos o monopólio muçulmano no comércio com o Extremo Oriente, impedindo que os europeus retornassem à situação vigente nos quase duzentos anos que duraram as cruzadas, quando os cristãos dominaram as rotas das especiarias. D) os cristãos deixariam de lado a tentativa de ir para o Oriente fazendo a rota do “Périplo Africano”, que se mostrara exaustiva e pouco rentável, partindo para a reunião de suas forças com o objetivo de retomar Constantinopla dos turcos. E) uma vez nas mãos dos turcos, o comércio do Mediterrâneo se tornaria acessível e prioritário a outros povos, como portugueses e espanhóis, rompendo o monopólio que Gênova e Veneza tinham sobre esse mar.
  19. 19. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 19 48. (http://g1.globo.com/mundo/noticia/) A imagem mostra clérigos cristãos participando da cerimônia de formatura da primeira brigada cristã criada para combater o Estado Islâmico. A análise da imagem acima e a reflexão acerca da criação de um grupo de voluntários cristãos, treinados militarmente com o objetivo de recuperar cidades cristãs tomadas pelos jihadistas do Estado Islâmico, podem evidenciar: A) a coerência com a filosofia pacífica cristã da antiguidade. B) uma relação com o movimento cruzadista medieval. C) a inexistência de reação violenta às ações do Estado Islâmico. D) a diminuição gradual dos conflitos de caráter religioso. E) a evolução das negociações diplomáticas no Oriente Médio. 49. O mapa abaixo faz referência à situação política da Europa durante o século VI. Nesse contexto, é válido afirmar que: http://1.bp.blogspot.com/-uyibmLu7_is/UYjcM1FBpBI/AAAAAAAAAIk/IfZtaVUgkmo/s1600/Novo+mapa+pol%C3%ADtico+-+ap%C3%B3s+ invas%C3%B5es.png A) os vários reinos bárbaros do início da Idade Média manterão suas fronteiras inalteradas até os dias atuais, graças ao papel pacificador da Igreja, que evitou conflitos entre eles. B) a diversidade linguística e cultural que se observa, nos dias atuais, no Continente Europeu, está relacionada com a multiplicidade de povos que invadiram essa região durante a Idade Média. C) os vários Estados Nacionais que se formaram com as invasões bárbaras refletem o alto grau de organização política e social desses povos, que por essa razão, conseguiram derrotar e dominar o Império Romano. D) a colaboração dos visigodos, vândalos e suevos, que habitavam a Península Ibérica, foi fundamental para a dominação dos muçulmanos nessa região por mais de setecentos anos, sem quase nenhuma resistência dos povos locais. E) a adesão dos povos anglo-saxões à Reforma Protestante demonstra a insatisfação desses povos com a condução da Igreja nesse início da Idade Média.
  20. 20. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 20 50. Examinando a imagem abaixo da moeda inglesa de 5 libras, cunhada em 2010, às vésperas dos sessenta anos de sua coroação como rainha da Inglaterra. https://www.bullionbypost.co.uk/media/uploads/images/2014/01/22/five_pound_sovereign_obverse.jpg Em torno de seu rosto está a inscrição “Elizabeth II, Rainha pela graça de Deus. Defensora da fé.” Desta forma, percebe-se: A) a validade das teses defendidas pela Igreja na Idade Média, o que fazem da Inglaterra atual, um Estado Teocrático. B) a manutenção dos pressupostos defendidos por Maquiavel e Hobbes acerca da origem divina do poder real. C) o fato de a religião continuar sendo a sustentação político-filosófico das monarquias, mesmo na atualidade. D) a excepcionalidade da monarquia britânica, cujo rei se tornou chefe da Igreja de seu país, ao contrário das outras monarquias, que promoveram a separação entre Igreja e Estado. E) a conservação do papel da monarquia como instituição divina, especialmente na Inglaterra, onde o rei exerce a chefia da Igreja, conjuntamente com o papa. 51. “Em julho de 2014, foi criado, em Fortaleza (Brasil), o Novo Banco de Desenvolvimento, idealizado para ser uma alternativa ao Banco Mundial. O banco terá capital de US$50 bilhões, que pode ser ampliado para US$100 bilhões, para financiar projetos de infraestrutura e sustentabilidade em países emergentes, sem se submeter às imposições dos países ricos do Banco Mundial da ONU. Foi estabelecido, também, um Arranjo Contingente de Reservas, que funcionará como um fundo de emergência inicial de US$100 bilhões que pode ser sacado pelos países em épocas de crise no balanço de pagamentos. Todos os países do grupo assumirão a presidência do banco, obedecendo a rotatividade a cada cinco anos.” (Folha de S.Paulo, 13.07.2014. Adaptado) O texto refere-se à criação do Banco entre os países do: A) Mercosul. B) BIRD. C) BRICS. D) Nafta. E) FMI. 52. O avanço da Globalização tem nos trilhos do capitalismo a sua principal via de desenvolvimento. Sobre os temas capitalismo e globalização, analise as proposições a seguir e marque a correta. A) Mesmo antes da intensificação do processo conhecido como Globalização, a maior internacionalização das economias permitiu às grandes corporações produzirem seus produtos em diversas partes do mundo, buscando principalmente a redução de custos. B) A regulação atual do capitalismo se dá por uma relação dialética do mercado, que através do poder do governo em regulamentar preços (Walfare State) regula a quantidade e as técnicas de produção de mercadorias. C) Atualmente, a Globalização é restrita as relações comerciais e financeiras, não produzindo qualquer tipo de influência sobre os hábitos das pessoas, mesmo aquelas que estão cada vez mais ligadas à rede mundial de computadores (Internet). D) O neo-Keynesianismo, aplicado após a II Guerra pela Europa, se caracteriza como uma doutrina baseada em um conjunto de ideias políticas e econômicas capitalistas que defendem a ampla participação do Estado na economia. E) A sociedade capitalista foi gestada em meio à dissolução da ordem feudal, particularmente nos países asiáticos, considerando-se o fortalecimento da relação de servidão em detrimento do trabalho assalariado.
  21. 21. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 21 53. O sistema econômico capitalista expandiu-se no mundo ocidental a partir do século XVI, de forma desigual no tempo e no espaço. Apresentou um grande dinamismo ao longo de sua história, passando por evoluções consideráveis e se tornando praticamente hegemônico após a queda do muro de Berlim e a desintegração da antiga URSS. Sobre o sistema econômico capitalista e sua evolução no tempo e no espaço, é correto afirmar que a fase do: A) capitalismo financeiro teve início com a Revolução Industrial na Inglaterra no século XVIII, onde a rápida transformação da matéria-prima em produtos manufaturados favoreceu o aumento da produção e a expansão do comércio mundial. B) capitalismo financeiro teve início com a formação do bloco G 7, nos anos de 1980, com os investimentos passando a ser dominados exclusivamente pelos sistemas bancários desses países. C) capitalismo financeiro foi acentuada com o fim da Segunda Guerra Mundial, quando a economia capitalista foi marcada por uma expressiva mundialização, sob o comando dos grandes conglomerados multinacionais. D) capitalismo financeiro foi iniciada com a Primeira Guerra Mundial e a consequente necessidade de aumento da produção de armamentos, o que levou as indústrias a adaptarem-se, aumentando a produção, para suprir tal necessidade. E) capitalismo industrial teve início com o fim da Segunda Guerra Mundial, quando os Estados Unidos financiaram a reconstrução da Europa Ocidental através do Plano Marshall, que ocasionou um aumento na produção industrial norte-americana. 54. Leia a notícia com atenção: Sem Paraguai, Mercosul oficializa entrada da Venezuela Com o ingresso da Venezuela, o Mercosul passa a contar com população de 270 milhões de habitantes, ou 70% da população da América do Sul. Segundo o Ministério de Relações Exteriores, o PIB do bloco alcançará US$ 3,3 trilhões (83,2% do PIB sul-americano), e seu território passará a 12,7 milhões de km² (72% da área da América do Sul). (Fonte: Agência Roters em março de 2013.) Tendo em vista os conhecimentos acerca dos blocos econômicos, e com base no texto introdutório, assinale a alternativa correta. A) A sigla Mercosul significa Mercado Comum do Sul, uma vez que este bloco econômico pode ser classificado como uma Zona de Preferência Tarifária Comum, pois permite o livre trânsito de mão de obra e capitais. B) O Mercosul é uma União Aduaneira, pois este bloco abarca uma Zona de Livre Comércio dotada de TEC (Tarifa Externa Comum – uma mesma tarifa para os produtos importados de países não pertencentes ao grupo). C) O Mercosul pode ser classificado com uma união econômica e monetária, tendo em vista o uso de uma moeda única por todos os membros, assim como livre trânsito de pessoas. D) A entrada da Venezuela em 2012 só troxe prejuízos ao bloco, pois esse novo membro não agrega qualquer vantagem econômica ao Mercosul, além de ser um tradicional rival dos EUA. E) Os membros originais, que participaram da assinatura do Tratado de Assunção, em 1991, eram: Paraguai, Chile, Bolívia e Argentina. 55. No decorrer do século XX, para a organização de projetos de criação de blocos econômicos, foi necessário superar rivalidades históricas. Isto ocorreu na Europa e também na América do Sul, quando o Brasil e a Argentina deixaram de lado as disputas por hegemonia e engendraram um acordo, na década de 1980, que posteriormente originou o Mercosul. Estes exemplos permitem afirmar que: A) a herança colonial europeia dá maior flexibilidade aos países sul-americanos no âmbito das relações políticas e econômicas. B) quando o objetivo é reduzir ou eliminar os desníveis econômicos, as diferenças históricas são abandonadas. C) as questões de natureza étnico-culturais podem ser relevantes para o estabelecimento de relações comerciais. D) no contexto da globalização, as relações entre os Estados e as economias nacionais são modificadas. E) as questões geopolíticas se tornam entraves quando os países procuram estabelecer relações multilaterais.
  22. 22. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 22 56. Historicamente, o que Parmênides faz é extrair do fundo das primeiras cosmogonias filosóficas seu arcabouço lógico, centralizado na noção de unidade. Ao mesmo tempo, tratando essa noção com estrito rigor racional, mostra que ela parece incompatível com a multiplicidade e o movimento percebidos. "O que é", sendo "o que é", terá de ser único: além do "o que é" apenas poderia existir, diferente dele, "o que não é" — o que seria absurdo, pois significaria atribuir existência ao não-ser, impensável e indivisível. Contrariando o pensamento de Heráclito, Parmênides considerava: A) a impossibilidade do movimento constante. B) a atividade constante do movimento. C) a mobilidade transcendental de tudo. D) que o movimento existe para todos os mundos. E) que no mundo das ideias tudo se movimenta. 57. “Mais que saber identificar a natureza das contribuições substantivas dos primeiros filósofos é fundamental perceber a guinada de atitude que representam. A proliferação de óticas que deixam de ser endossadas acriticamente, por força da tradição ou da ‘imposição religiosa’, é o que mais merece ser destacado entre as propriedades que definem a Filosofia.” (OLIVA, Alberto; GUERREIRO, Mario. “Pré-socráticos: a invenção da Filosofia”. Campinas: Papirus, 2000. p. 24.) A “guinada de atitude” que o texto afirma ter sido promovida pelos primeiros filósofos: A) A aceitação acrítica das explicações tradicionais relativas aos acontecimentos naturais. B) A discussão crítica das ideias e posições, que podem ser modificadas ou reformuladas. C) A busca por uma verdade única e inquestionável, que pudesse substituir a verdade imposta pela religião. D) A confiança na tradição e na “imposição religiosa” como fundamentos para o conhecimento. E) A desconfiança na capacidade da razão em virtude da “proliferação de óticas” conflitantes entre si. 58. “Tales foi o iniciador da filosofia da physis, pois foi o primeiro a afirmar a existência de um princípio originário único, causa de todas as coisas que existem, sustentando que esse princípio é a água. Essa proposta é importantíssima... podendo com boa dose de razão ser qualificada como a primeira proposta filosófica daquilo que se costuma chamar civilização ocidental.” (REALE, Giovanni. “História da Filosofia: Antiguidade e Idade Média.” São Paulo: Paulus, 1990. p. 29.) A Filosofia surgiu na Grécia, no século VI a.C. Seus primeiros filósofos foram os chamados pré-socráticos. De acordo com o texto, o principal problema por eles investigado era a: A) ética, enquanto investigação racional do agir humano. B) estética, enquanto estudo sobre o belo na arte. C) epistemologia, como avaliação dos procedimentos científicos. D) a cosmologia, como investigação acerca da origem e da ordem do mundo. E) a filosofia política, enquanto análise do Estado e sua legislação. 59. “Amor platônico”, na linguagem popular, é entendido como o amor idealizado, utópico, no qual o amante não revela seu desejo à amada, não sendo mesmo nem capaz de pensar em sexo com ela. Segundo Platão: O Amor, no ideal platônico, não se fundamenta num interesse (mesmo o sexual). É, sim, um amor centrado na beleza do caráter e na inteligência da pessoa, em vez de em seus atributos físicos. “Como o pai, o amor está constantemente na pista do que é belo e bom; [...]” “[...] Uma das coisas mais belas é a sabedoria e o Amor é amor pelo belo, de modo que é forçoso o amor aspirar à sabedoria, como um filósofo. Sendo filósofo está entre a sabedoria e a ignorância[...]”. (Platão, “O Banquete”) De acordo com o texto: A) Platão referia-se à beleza do ser como Ser; da alma virtuosa e não da beleza física. B) o amor platônico na acepção vulgar, é o amor fundamentado na virtude. C) amor platônico é o amor declarado. D) o amor segundo Platão, é uma relação afetuoso em que não há o elemento sexual. E) amor é lançar-se na concupiscência e nos prazeres dos sentidos.
  23. 23. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 23 60. “No contexto da polis grega, as leis comuns nasciam de uma convenção entre cidadãos, definida pelo confronto de suas opiniões em um verdadeiro espaço público, a ágora, confronto esse que concedia a essas convenções a qualidade de instituições públicas.” (MAGDALENO, F. S. A territorialidade da representação política: vínculos territoriais de compromisso dos deputados fluminenses. São Paulo: Annablume, 2010.) No texto, está relatado um exemplo de exercício da cidadania associado ao seguinte modelo de prática democrática: A) Direta. B) Sindical. C) Socialista. D) Corporativista. E) Representativa. 61. “O termo ‘símbolo’, com origem no (grego), designa um tipo de signo em que o significante (realidade concreta) representa algo abstrato (religiões, nações, quantidades de tempo ou matéria, etc.) por força de convenção, semelhança ou contiguidade semântica (como no caso da cruz que representa o Cristianismo, porque ela é uma parte do todo que é imagem do Cristo morto). Charles Sanders Pierce desenvolveu uma classificação geral dos signos. Sendo um signo, ‘símbolo’ é sempre algo que representa outra coisa (para alguém).” (Fonte http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADmbolo) (http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/43/Heraldic_Royal_Crown_(Common).svg/2000px- Heraldic_Royal_Crown_(Common).svg.png) A coroa é um dos símbolos mais difundidos na cultura ocidental. Sua simbologia contrasta frontalmente com o que está contido no fragmento: A) A paz somente é possível quando todos renunciam à liberdade que têm sobre si mesmos abdicando de sua “liberdade total”, do estado de natureza, consentindo a concentração deste poder nas mãos de um governante soberano. B) Uma grande multidão institui a uma pessoa, mediante pactos recíprocos uns aos outros, para em nome de cada um como autora, poder usar a força e os recursos de todos, da maneira que considerar conveniente, para assegurar a paz e a defesa comum. C) Quando um príncipe deixa tudo por conta da sorte, ele se arruína logo que ela muda. Feliz é o príncipe que ajusta seu modo de proceder aos tempos, e é infeliz aquele cujo proceder não se ajusta aos tempos. D) Um poder que não garanta o direito à propriedade e à proteção da vida não poderá ter meios de legitimar o seu exercício. Sob tal aspecto, um governo que não respeite esses direitos deve ser legitimamente deposto pela população. E) A política deve ser concebida como uma experiência de integração para realizar a fusão do indivíduo e das massas na unidade orgânica e mística da nação como uma comunidade étnica e moral, adotando medidas de discriminação e perseguição contra aqueles considerados fora desta comunidade.
  24. 24. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 24 62. https://leviata.files.wordpress.com/2007/06/detalhe_gravura_leviathan_pb2.jpg A imagem que ilustrou a edição original do livro Leviatã de Thomas Hobbes traz um rei gigante vestido por uma “malha” feita de pessoas em tamanho reduzido. O conjunto dessas pessoas simbólicas representa a formação: A) da participação popular na democracia. B) do poder centralizado necessário ao Estado. C) da vontade do povo dentro da república. D) da fé dos membros da sociedade na religião. E) do exército organizado para proteger o rei. 63. A Constituição Brasileira de 1988 determinou, em seu artigo 60, como os deputados e senadores podem alterar a constituição. Entretanto, no seu parágrafo IV, ela diz textualmente: Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir: I - a forma federativa de Estado; II - o voto direto, secreto, universal e periódico; III - a separação dos Poderes; IV - os direitos e garantias individuais. Percebe-se nesse parágrafo: A) a influência das ideias de Rousseau, no inciso I e de Hobbes no inciso IV. B) a ideia básica dos escritos de Voltaire, no inciso III. C) o pensamento de Maquiavel, no inciso IV. D) a visão de Locke, no inciso II. E) a principal proposta da obra “O Espírito das Leis” de Montesquieu, no inciso III. 64. A Reforma Protestante, iniciada pelas críticas de Martinho Lutero, iniciou um processo de disputa por fiéis durante a Idade Moderna. A partir da análise da imagem, pode-se concluir que a Igreja Católica, visando expandir sua influência pelo mundo: A) apoiou a Expansão Marítima Comercial europeia, enviando missionários jesuítas no período de Contrarreforma. B) excomungou Lutero, acusando-o de heresia e obteve sucesso no combate à reforma, sem perder um número significativo de fieis. C) combateu a expansão marítima, difundindo misticismos e medos acerca da imensidão desconhecida do Mar. D) manteve-se neutra acerca das disputas que englobam a formação dos Estados Nacionais, conseguindo manter a influência sobre as coroas europeias. E) buscou agregar a teoria luterana e a ética calvinista a sua própria doutrina, modificando os seus dogmas e fundindo as Igrejas sob seu domínio. Padre Antônio Vieira pregando aos índios, in: http://www.anovieirino.com/
  25. 25. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 25 65. "Se uma pessoa é gay, busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?", afirmou o Papa durante a entrevista concedida aos jornalistas que o acompanhavam no voo de volta à Itália depois da visita de uma semana ao Brasil, surpreendendo boa parte dos vaticanistas presentes. (http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/07/declaracao-do-papa-francisco-sobre-gays-gera-reacoes.html) A declaração do Papa Francisco, em sua primeira visita ao Brasil no ano de 2013, evidencia: A) a intolerância, característica do Cristianismo, em relação as questões dos grupos minoritários da atualidade. B) a incorporação, por parte da Igreja Católica, das reformas luteranas propostas no século XVI. C) o discurso missionário, característico dos jesuítas, na busca pela conquista de fiéis. D) a incapacidade da Igreja Católica de mudar seu discurso mesmo diante das transformações da mentalidade da sociedade. E) a superação definitiva das formas de preconceito cristãs em relação as uniões entre pessoas do mesmo sexo. 66. Os blocos regionais surgiram devido às reformas econômicas impulsionadas pelo processo de globalização, pelo desenvolvimento das comunicações e pela ampliação das trocas comerciais. O objetivo era facilitar o comércio entre os países-membros. Analisando as fases, características e exemplos elencados abaixo, a alternativa que faz a relação correta é a: Nível de integração Características/objetivos Exemplos A) Zona de Livre Comércio Eliminação de algumas barreiras tarifárias e de tarifas que incidem sobre o comércio entre os países do Grupo Mercosul B) União Econômica e Monetária Os países-membros de uma zona de livre comércio adotam uma mesma tarifa nas importações provenientes de mercados externos, a Tarifa Externa Comum (TEC), com moeda única Nafta C) Mercado Comum Adoção de níveis tarifários preferenciais: tarifas comerciais entre os países-membros do Grupo são inferiores às tarifas cobradas de países não membros União Europeia D) União Econômica e Monetária Os países-membros de uma zona de uma União Econômico Monetária se comportam como um Mercado Comum dotado de moeda única e unificam políticas fiscais e taxas de juros. União Europeia E) Mercado Comum Adoção de níveis tarifários preferenciais: tarifas comerciais entre os países-membros do Grupo são inferiores às tarifas cobradas de países não membros Mercosul 67. Na União Europeia, buscava-se coordenar políticas domésticas, primeiro no plano do carvão e do aço, e, em seguida, em várias áreas, inclusive infraestrutura e políticas sociais. E essa coordenação de ações estatais cresceu de tal maneira, que as políticas sociais e as macropolíticas passaram a ser coordenadas, para, finalmente, a própria política monetária vir a ser também objeto de coordenação com vistas à adoção de uma moeda única. No Mercosul, em vez de haver legislações e instituições comuns e coordenação de políticas domésticas, adotam-se regras claras e confiáveis para garantir o relacionamento econômico entre esses países. (ALBUQUERQUE. J A. G. Relações Internacionais contemporâneas: a ordem mundial depois da Guerra Fria. Petrópolis: Vozes, 2007 (adaptado).) Os aspectos destacados no texto que diferenciam os estágios dos processos de integração da União Europeia e do Mercosul são, respectivamente: A) consolidação da interdependência econômica – aproximação comercial entre os países. B) conjugação de políticas governamentais – enrijecimento do controle migratório. C) criação de inter-relações sociais – articulação de políticas nacionais. D) composição de estratégias de comércio exterior – homogeneização das políticas cambiais. E) reconfiguração de fronteiras internacionais – padronização das tarifas externas.
  26. 26. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 26 68. Intensificam-se cada vez mais situações como a de países como o Brasil, que buscam inserir-se na economia globalizada, empenham-se em atrair investimentos produtivos estrangeiros, que geram riquezas e estimulam o crescimento econômico. Ao mesmo tempo, economias mais desenvolvidas impõem uma série de barreiras protecionistas aos fluxos de circulação de mercadorias. Assinale a alternativa que identifica a função das barreiras protecionistas. A) Aumentar a porcentagem do patrimônio no exterior sobre o patrimônio local. B) Dificultar o investimento em capital produtivo, uma vez que elas impedem a circulação de mercadorias. C) Baixar os impostos de importação, tornando o produto estrangeiro inviável no mercado. D) Proteger o mercado interno da concorrência estrangeira. E) Dificultar os fluxos de capitais produtivos, conhecidos como investimentos estrangeiros. 69. Segundo Melhem Adas (2004), com a venda de produtos a preços mais baixos que o custo de produção, a União Europeia foi uma das responsáveis pela regressão da agricultura de produtos alimentares básicos da África Subsaariana, conduzindo esses países a uma situação crítica de insegurança alimentar ou de dependência de importação. A essa prática econômica chamamos especificamente de: A) protecionismo econômico. B) dumping. C) política de subsídios. D) desregulamentação econômica. E) neoliberalismo. 70. Leia a receita apresentada a seguir. TACACÁ 2 litros de tucupi temperado 4 dentes de alho 4 pimentas de cheiro 4 maços de jambu 1 2 kg de camarão 1 2 xícara de goma de mandioca Sal a gosto Modo de servir: muito quente, em cuias, temperado com pimenta. (Disponível em: <www.receitastipicas.com/receita/tacaca.html>. Acesso em: 9 set. 2013.) Comer é um ato social, histórico, geográfico, religioso, econômico e cultural. O preparo dos alimentos, a escolha dos ingredientes e a maneira de servir identificam um grupo social e ajudam a estabelecer uma identidade cultural. Essa receita, “Tacacá”, comida muito apreciada na culinária paraense, demonstra A) uma interação cultural, com a incorporação de ingredientes advindos de tradições culinárias distintas. B) um modo de preparo espontâneo, associado aos padrões culinários da colônia. C) um modelo ritualista de servir, vinculado ao formalismo religioso africano. D) um modo de utilizar os ingredientes provenientes do extrativismo, associado ao nomadismo dos quilombos. E) uma imposição de identidade cultural, pelo uso de produtos cultivados em áreas sertanejas.
  27. 27. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 27 71. Leia o texto a seguir: Antes de tudo, não existem as “democracias exportadas”, é um engano. Os Estados poderosos se opõem à democracia. Em todo o mundo árabe houve uma única eleição livre: a de janeiro de 2006, na Palestina. Todos estão de acordo que foram livres e justas. Mas, do ponto de vista americano e israelense, ganharam as pessoas erradas. Como nos Estados Unidos a classe dirigente e os intelectuais desprezam a democracia, eles reagiram junto com Israel, castigando a população. Não foi só com o Hamas na Palestina, vamos pegar o exemplo da Venezuela: podem ter a opinião que quiserem sobre Chávez, mas a questão é o que pensam os venezuelanos. E os estudos de Latinobarometro (consultoria chilena) dos últimos anos indicam a Venezuela no primeiro ou segundo lugar em aprovação do próprio governo e da democracia. É isso que pensam as pessoas. E como reagem os Estados Unidos? Respaldam um golpe militar, sansões, demonizam o presidente... O mesmo com a Bolívia. Novamente, cada um pode opinar como quiser, mas houve eleições notavelmente democráticas em dezembro de 2005, quando a maioria indígena pôde, pela primeira vez, eleger um de seus pares, Evo Morales. Isso é democracia. Quando os Estados Unidos tentam solapá-la refletem sua visão: está tudo bem, desde que seja da nossa maneira. (Entrevista exclusiva de Noam Chomsky. Le Monde Diplomatique Brasil. Ano 2, n. 15, out. 2008, p. 11.) Com base no texto, é correto afirmar que: A) o grande problema das “democracias exportadas” é que elas garantem, em geral, vitória de grupos contrários aos interesses das populações historicamente dominadas. B) a democracia é um valor universal, mas respeitada na prática por um leque exclusivo de países, os economicamente mais fortes. C) os Estados Unidos têm representado um papel fundamental no sentido de evitar desvios ditatoriais na América Latina, sendo exemplos os casos da Venezuela e Bolívia. D) os anos 2000 marcaram o declínio do espírito imperialista, inclusive aquele de caráter basicamente cultural. E) a exemplo do que aconteceu na história norte-americana, o fortalecimento da democracia na América Latina passa por um distanciamento das questões étnicas, como a questão dos indígenas. 72. Leia o texto abaixo: SÓCRATES — Figura-te agora o estado da natureza humana, em relação à ciência e à ignorância, sob a forma alegórica que passo a fazer. Imagina os homens encerrados em morada subterrânea e cavernosa que dá entrada livre à luz em toda extensão. Aí, desde a infância, têm os homens o pescoço e as pernas presos de modo que permanecem imóveis e só vêem os objetos que lhes estão diante. Presos pelas cadeias, não podem voltar o rosto. Atrás deles, a certa distância e altura, um fogo cuja luz os alumia; entre o fogo e os cativos imagina um caminho escarpado, ao longo do qual um pequeno muro parecido com os tabiques que os pelotiqueiros põem entre si e os espectadores para ocultar-lhes as molas dos bonecos maravilhosos que lhes exibem. GLAUCO — Imagino tudo isso. SÓCRATES — Supõe ainda homens que passam ao longo deste muro, com figuras e objetos que se elevam acima dele, figuras de homens e animais de toda a espécie, talhados em pedra ou madeira. Entre os que carregam tais objetos, uns se entretêm em conversa, outros guardam em silêncio (...). ("A República" de Platão. 6ª ed. Editora Atena, 1956, p. 287-291.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre o a Alegoria da Caverna de Platão, assinale a alternativa correta. A) As sombras da parede são ecos, percepções, reflexos de outras imagens que apresentam o mundo das aparências a realidade rotineira. B) Os objetos carregados pela caverna representam as coisas do mundo metafísico, como construções e pessoas. C) O Sol representa a forma ideal Aristotélico. D) O que está fora da caverna não representa as formas ideais, a fantasia, os sonhos. E) O conhecimento verdadeiro, segundo Platão, é dado pela experiência e dos sentidos.
  28. 28. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 28 73. Da Antiguidade até o início do mundo contemporâneo, embora tenham surgido várias teorias a respeito de como se efetua o conhecimento, não há discordância sobre a possibilidade de o homem conhecer o real e não somente saber qual é o objeto conhecido, mas indagar sobre o sujeito do conhecimento: quais as possibilidades de engano e acerto? Quais os métodos que podemos utilizar para garantir que o conhecimento seja verdadeiro? As formas de conhecimento: A) musical, filosófico, científico, artesanal e pela religião. B) Filosófico, científico, senso comum e mitológico. C) matemático, analítico, artístico, senso comum e irônico. D) mimético, teorético, exegético, hermenêutico e maiêutico. E) científico, filosófico, muscular, artesanal e pela religião. 74. Sócrates nasceu em 470 ou 469 a.C., em Atenas, filho de Sofrônico, escultor, e de Fenáreta, parteira. Ele gostava de exprimir suas ideias aos seus amigos e conterrâneos. Vivia caminhando pela cidade grega e de modo bem singular (através de perguntas que o faziam parecer ignorante) convencia as pessoas de que ninguém é mau, e que todo homem pode aprender a ser bom e feliz, só bastando conhecer a si mesmo. Por expor francamente seu modo de ver o mundo, acabou desagradando muitos atenienses. Assim ele foi condenado à morte por injúria contra os deuses e alienação de jovens. A liberdade de seus discursos, a feição austera de seu caráter, a sua atitude crítica, irônica e a consequente educação por ele ministrada, criaram descontentamento geral, hostilidade popular, inimizades pessoais, apesar de sua probidade. Diante da tirania popular, bem como de certos elementos reacionários, aparecia Sócrates como chefe de uma aristocracia intelectual. Foi condenado a morte pelos governantes tiranos. Cercado de fiéis e admirados, sem demonstrar pesar algum, tomou um veneno chamado cicuta e ali mesmo morreu. A morte de Sócrates é um dos grandes marcos da filosofia clássica. A filosofia de Sócrates se apresentou perigosa a muitos da sociedade ateniense do século V a.C. O filósofo, Sócrates, acreditava que: A) cabia ao filósofo instruir com toda veemência as verdades adquiridas em um processo de descobertas superficiais e de pouco questionamento. B) o filósofo deveria se preocupar não em apresentar verdades prontas aos seus ouvintes, mas ajudá-los a “parir” ideias, incentivá-los a questionar e adquirir assim, conhecimentos mais sustentáveis e essenciais. C) a política era a principal preocupação do filósofo, por isso encontrou muita dificuldade com as autoridades atenienses. D) os cidadãos de Atenas deveriam esquecer das questões políticas, porque a ética e moral que eram alguns de seus principais assuntos, não faziam parte do estudo da política. E) atenas era uma cidade berço das discussões filosóficas, logo seria importante para um filósofo seguir para outras cidades, já que não teriam tanto espaço para novas discussões com os atenienses. 75. O texto abaixo revela o importante papel que as profecias oraculares desempenharam na cultura grega antiga. “O templo de Apolo, incrustado na fascinante paisagem montanhosa de Delfos, abrigava o poderoso oráculo e era o mais importante local religioso do antigo mundo grego. Os generais buscavam conselhos do oráculo a respeito de estratégias de guerra. Os colonizadores procuravam orientação antes de suas expedições para a Itália, Espanha e África. Os cidadãos consultavam-no sobre investimentos e problemas de saúde. As recomendações do oráculo emergem de forma notável nos mitos. Quando Orestes perguntou-lhe se deveria vingar a morte de seu pai, assassinado por sua mãe, o oráculo encorajou-o. Édipo, avisado pelo oráculo de que mataria o pai e se casaria com a mãe, esforçou-se para evitar esse destino, mas fracassou de forma célebre.” (HALE, J.R. “A Fonte do Poder no Oráculo de Delfos” In: Revista Scientific American Brasil, ano 2, n° 16, setembro de 2003, p. 59.) O conhecimento das profecias oraculares pertence ao: A) Artístico, pois retrata a beleza da paisagem montanhosa de Delfos. B) Científico, pois o conhecimento do oráculo era baseado em experiências. C) Filosófico, pois os templos gregos eram conhecidos pelo critério do lógos investigativo. D) Mítico, pois trata do mundo grego num período onde os oráculos (uma espécie de sacerdote) guiava e orientava o povo. E) Senso comum, pois os oráculos eram tratados como pessoas normais pelos gregos.
  29. 29. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 29 76. https://antoniocv.files.wordpress.com/2014/01/escravatura_550pxl.jpg A identidade negra não surge da tomada de consciência de uma diferença de pigmentação ou de uma diferença biológica entre populações negras e brancas e(ou) negras e amarelas. Ela resulta de um longo processo histórico que começa com o descobrimento, no século XV, do Continente Africano e de seus habitantes pelos navegadores portugueses, descobrimento esse que abriu o caminho às relações mercantilistas com a África, ao tráfico negreiro, à escravidão e, enfim, à colonização do Continente Africano e de seus povos. (K. Munanga. Algumas considerações sobre a diversidade e a identidade negra no Brasil. In: Diversidade na educação: reflexões e experiências. Brasília: SEMTEC/MEC, 2003, p. 37.) Com relação ao assunto tratado na imagem e no texto acima, percebe-se que: A) a colonização da África pelos europeus foi simultânea ao descobrimento desse continente. B) a existência de lucrativo comércio na África levou os portugueses a desenvolverem esse continente. C) o surgimento do tráfico negreiro foi posterior ao início da escravidão no Brasil. D) a colonização da África antecedeu as relações comerciais entre esse continente e a Europa. E) a exploração da África decorreu do movimento de expansão europeia a partir da Expansão Ultramarina e a percepção do alto lucro que poderia gerar o tráfico negreiro. 77. Os indígenas foram também utilizados em determinados momentos, e sobretudo na fase inicial [da colonização do Brasil]; nem se podia colocar problema nenhum de maior ou melhor “aptidão” ao trabalho escravo (...). O que talvez tenha importado é a rarefação demográfica dos aborígines, e as dificuldades de seu apresamento, transporte, etc. Mas na “preferência” pelo africano revela-se, mais uma vez, a engrenagem do sistema mercantilista de colonização; esta se processa num sistema de relações tendentes a promover a acumulação primitiva de capitais na metrópole; ora, o tráfico negreiro, isto é, o abastecimento das colônias com escravos, abria um novo e importante setor do comércio colonial, enquanto o apresamento dos indígenas era um negócio interno da colônia. Assim, os ganhos comerciais resultantes da preação dos aborígines mantinham-se na colônia, com os colonos empenhados nesse “gênero de vida”; a acumulação gerada no comércio de africanos, entretanto, fluía para a metrópole; realizavam-na os mercadores metropolitanos, engajados no abastecimento dessa “mercadoria”. Esse talvez seja o segredo da melhor “adaptação” do negro à lavoura escravista. Paradoxalmente, é a partir do tráfico negreiro que se pode entender a escravidão africana colonial, e não o contrário. http://act14-anjovida.blogspot.com.br/2012_02_01_archive.html (Fernando A. Novais. Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial. São Paulo: Hucitec, 1979, p. 105. Adaptado.) Pela análise da imagem e do texto percebe-se que: A) os escravos africanos aceitavam melhor o trabalho duro dos canaviais do que os indígenas, o que justificava o empenho de comerciantes metropolitanos em gastar mais para a obtenção, na África, daqueles trabalhadores. B) o principal motivo da adoção da mão de obra de origem africana era o fato de que esta precisava ser transportada de outro continente, o que implicava a abertura de um rentável comércio para a metrópole, que se articulava perfeitamente às estruturas do sistema de colonização. C) o comércio negreiro só pôde prosperar porque alguns mercadores metropolitanos preocupavam-se com as condições de vida dos trabalhadores africanos, enquanto que outros os consideravam uma “mercadoria”. D) a rentabilidade propiciada pelo emprego da mão de obra indígena contribuiu decisivamente para que, a partir de certo momento, também escravos africanos fossem empregados na lavoura, o que resultou em um lucrativo comércio de pessoas. E) os escravos indígenas eram de mais fácil obtenção do que os de origem africana, e por isso a metrópole optou pelo uso dos primeiros, já que eram mais produtivos e mais rentáveis.
  30. 30. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 30 78. Responda à questão, sobre a escravidão no Brasil, com base no texto abaixo. A BRECHA CAMPONESA “Um outro mecanismo de controle e manutenção da ordem escravista foi a criação de uma margem de economia própria para o escravo dentro do sistema escravista, a chamada brecha camponesa. Ao ceder um pedaço de terra em usufruto e a folga semanal para trabalhá-la, o senhor aumentava a quantidade de gêneros disponíveis para alimentar a escravatura numerosa, ao mesmo tempo em que fornecia uma válvula de escape para as pressões resultantes da escravidão (...). O espaço da economia própria servia para que os escravos adquirissem tabaco, comida de regala uma roupinha melhor para mulher e filhos, etc. Mas, no Rio de Janeiro do século XIX, sua motivação principal parece ter sido o que apontamos como válvula de escape para as pressões do sistema: a ilusão de propriedade distrai a escravidão e prende, mais do que uma vigilância feroz e dispendiosa, o escravo à fazenda. Distrai, ao mesmo tempo, o senhor do seu papel social, tornando-o mais humano aos seus próprios olhos. (...) Certamente o fazendeiro vê encher-se a sua alma de certa satisfação quando vê vir o seu escravo de sua roça trazendo o seu cacho de bananas, o cará, a cana, etc. (...) O sistema escravista — como qualquer outro — não poderia, evidentemente, viabilizar-se apenas pela força. "O extremo aperreamento desseca-lhes o coração, escreve o barão justificando a economia própria dos escravos, endurece-os e inclina-os para o mal. O senhor deve ser severo, justiceiro e humano.” (REIS, João José & SILVA, Eduardo, In: MOTA, Myriam Becho & BRAICK, Patrícia Ramos. "História das cavernas ao terceiro milênio". São Paulo: Moderna, 1997, p.248.) A chamada "brecha camponesa", de que tratam os autores do texto, refere-se a: A) um mecanismo de distração para os escravos que, após passarem a semana inteira produzindo apenas cana-de-açúcar, em um dia da semana poderiam se dedicar ao plantio de outros gêneros, além de receberem uma parcela da produção do açúcar para seu próprio consumo. B) um mecanismo de controle e manutenção da ordem escravista, já que senhores e escravos podiam trabalhar conjuntamente, distraindo-se das tensões permanentes do sistema metropolitano e reduzindo muito as profundas diferenças econômicas e sociais existentes entre eles. C) um pedaço de terra cedido em usufruto ao escravo, além de uma folga semanal para trabalhar na terra, de onde os negros podiam extrair gêneros para sua subsistência. D) uma espécie de propriedade privada dos escravos, que possibilitava a estes produzir gêneros complementares para sua subsistência, suprindo também as necessidades alimentares de seu senhor, que trocava esses produtos por cana-de-açúcar. E) um mecanismo de distração dos senhores, os quais passarão a produzir diretamente alguns gêneros para sua subsistência, criando, assim, uma válvula de escape contra as pressões do sistema. 79. “... todos os gêneros produzidos junto ao mar podiam conduzir- se para a Europa facilmente e os do sertão, pelo contrário, nunca chegariam a portos onde os embarcassem, ou, se chegassem, seria com despesas tais que aos lavradores não faria conta largá- los pelo preço por que se vendessem os da Marinha. Estes foram os motivos de antepor a povoação da costa à do sertão.” (Frei Gaspar da Madre de Deus, em 1797.) As informações contidas no mapa e no texto demonstram: A) o contraste entre o povoamento do Nordeste e o do Sudeste. B) o estranhamento do autor sobre o que se passava na região das Minas. C) o desconhecimento dos colonos das desvantagens de se ocupar o interior. D) o caráter litorâneo da colonização portuguesa da América, que dificultou uma maior interiorização nesse período. E) o que àquela altura ainda poucos sabiam sobre as desvantagens do sertão. (http://geografalando.blogspot.com.br/2013/03/espaco-geografico-brasileiro-origens.html)
  31. 31. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 31 80. Analise os dados da tabela abaixo. Proprietários de terras agrícolas em São Paulo e Santana do Parnaíba Trabalhadores nas propriedades agrícolas Índios Escravos de origem africana Data Domingos da Rocha 92 24 1661 Francisco de Camargo 58 16 1672 Marcelino de Camargo 124 14 1684 Jerônimo Bueno 55 11 1693 Pedro Vaz de Barros 47 24 1697 Salvador Jorge Velho 81 20 1708 Maria Bueno 54 25 1710 Amador Bueno da Veiga 92 45 1720 (John Monteiro, Negros da terra. 1994.) Os dados contidos na tabela, referente ao período colonial brasileiro, permitem perceber que: A) em todo o território colonial a mão de obra escrava predominou, devido aos altos lucros do tráfico negreiro. B) entre 1661 e 1693 houve um aumento no uso da mão de obra africana nessas regiões, em decorrência da crise da economia açucareira. C) o uso da mão de obra indígena teve um crescimento contínuo nessas regiões, diferente da mão de obra africana. D) os escravos africanos só predominaram nessas regiões citadas, em relação aos indígenas, entre o final do século XVII e início do XVIII. E) apesar da mão de obra escrava africana ter predominado nas principais áreas econômicas coloniais do Brasil, em algumas outras, os indígenas representaram a principal força de trabalho. 81. Imagem 01 (Boias frias in: http://www.vooz.com.br/noticia/2014/0ab-propoe-comissao-da-verdade-para-a-escravidao-no-brasil/9818) Imagem 02 (A escravidão moderna que fingimos não ver- Projeto fotográfico que registra a escravidão moderna de Lisa Kristine in: http://www.pragmatismopolitico.com.br/wp-content/uploads/2013/08/escravidao2.jpg.)
  32. 32. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 32 TEXTO: Trabalho escravo ou escravidão por dívida é uma forma de escravidão que consiste na privação da liberdade de uma pessoa (ou grupo), que fica obrigada a trabalhar para pagar uma dívida que o empregador alega ter sido contraída no momento da contratação. Essa forma de escravidão já existia no Brasil, quando era preponderante a escravidão de negros africanos que os transformava legalmente em propriedade dos seus senhores. As leis abolicionistas não se referiram à escravidão por dívida. Na atualidade, pelo artigo 149 do Código Penal Brasileiro, o conceito de redução de pessoas à condição de escravos foi ampliado de modo a incluir também os casos de situação degradante e de jornadas de trabalho excessivas. (Adaptado de Neide Estergi. A luta contra o trabalho escravo, 2007.) Com base na analise das imagens e do texto, relacionados à temática da escravidão, percebe-se que: A) a utilização do africano como mão de obra no período colonial, derivou-se principalmente da escravidão por dívida. B) a escravidão de negros africanos foi a única forma de trabalho escravo na história do Brasil. C) a escravidão só foi abolida definitivamente no Brasil a partir do atual Código Penal Brasileiro, pelo seu artigo 191. D) as jornadas excessivas e as situações degradantes de trabalho são consideradas formas de escravidão pela legislação brasileira atual. E) a privação da liberdade de uma pessoa, sob a alegação de dívida contraída no momento do contrato de trabalho, não é uma modalidade de escravidão. 82. (Spix e Martius, Negociantes contando índios, Viajem pelo Brasil, 3 vols- http://multirio.rio.rj.gov.br/historia/modulo01/imagens/imagem3-21-amp.html) Observadores jesuítas estimaram em 300 mil o número de índios capturados apenas nas missões do Paraguai. (...) muitos foram vendidos como escravos em São Vicente e principalmente no Rio de Janeiro, onde a produção de açúcar desenvolveu-se ao longo do século XVII. (...) Devemos também levar em conta a conjuntura de escassez de suprimento de escravos africanos, entre 1625 e 1650 (...). Não é uma simples coincidência que naqueles anos tenha ocorrido uma ativação das bandeiras. (Boris Fausto. História do Brasil) A conjuntura de escassez de escravos africanos, a que se refere o texto, ocorreu por ocasião do episódio: A) da invasão e implantação da colônia francesa no Brasil, denominada França Antártica. B) da implantação do Governo Geral com o regimento de Thomé de Sousa. C) das invasões holandesas no Nordeste do Brasil, e do controle dos mesmos sobre o tráfico de escravos africanos nesse período. D) da implantação do Sistema de Capitanias Hereditárias, principalmente da área de Pernambuco. E) da fundação da Capitania de São Vicente, que surgiu com o objetivo de garantir mão de obra indígena para o restante do território.
  33. 33. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 33 83. As invasões holandesas no Brasil, no século XVII, estavam relacionadas à necessidade de os Países Baixos manterem e ampliarem sua hegemonia no comércio do açúcar na Europa, que havia sido interrompido: A) pelos interesses ingleses que dominavam o comércio entre o Brasil e Portugal. B) pela política Manuelina, que objetivava desenvolver o beneficiamento do açúcar na própria colônia, com apoio dos ingleses. C) pela política de monopólio comercial da Coroa Portuguesa, reafirmada em represália à mobilização anticolonial dos grandes proprietários de terra. D) pela Guerra de Independência dos Países Baixos contra a Espanha, e seus consequentes reflexos na colônia portuguesa, devido à União Ibérica. E) pelos interesses comerciais dos franceses, que estavam presentes no Maranhão, em relação ao açúcar. (Navios de Guerra holandeses in: https://tokdehistoria.files.wordpress.com/2013/02/747px-reinier_nooms_- _before_the_battle_of_the_downs_-_c-1639.jpg) 84. As regiões brasileiras apresentam nítida diferença na distribuição do PIB segundo os setores econômicos. Analise a tabela a seguir. % do PIB por setor econômico Região Primário Secundário Terciário I 9 34 57 II 10 16 74 III 6,4 23,6 70 IV 8,2 29 62,4 V 3,2 29,4 74,4 Brasil 7 24 69 (IBGE-2013) A região II, caracterizada pela maior exportação brasileira de grãos, apresenta a maior porcentagem brasileira no setor de agronegócios; também possui uma grande porcentagem no setor terciário e a menor participação na atividade industrial brasileira, apesar da expansão do setor nessa região. Trata-se da região brasileira: A) Norte. B) Nordeste. C) Sudeste. D) Centro-Oeste. E) Sul. 85. Importantes nascentes do Rio Araguaia encontram-se ameaçadas por causa da aceleração de processos associados à dinâmica geológica externa atual e à apropriação do terreno. Levando-se em conta a localização dessas nascentes, associada a relevos de planalto e ao Sistema Aquífero Guarani da Bacia Sedimentar do Paraná, considera- se que esses processos são intensificados principalmente pela: A) atividade agrícola, em áreas de ocorrência de solos jovens, originados de rochas calcárias, a qual intensifica o surgimento de dolinas e cavernas. B) atividade agropecuária, com o desmatamento de áreas de solos arenosos espessos, que intensifica a ocorrência de processos erosivos hídricos. C) ocupação urbana, gerando impermeabilização de solos argilosos, jovens e rasos, o que intensifica a ocorrência de desmoronamentos. D) ocupação de encostas muito inclinadas, em áreas de afloramento de rochas graníticas, aumentando a ocorrência de corrida de detritos. E) atividade de extração de rochas quartzíticas, gerando áreas de deposição de rejeitos, aumentando a ocorrência de queda de blocos rochosos.
  34. 34. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 34 86. Considere a tabela abaixo. ASSASSINATOS DE INDÍGENAS NO BRASIL E NO MATO GROSSO DO SUL ANO 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012* Total Brasil 42 37 43 58 92 60 60 60 51 51 554 MS 13 16 28 28 53 42 33 34 32 31 310 MS(%) 31% 43% 65% 48% 58% 70% 55% 57% 63% 61% 56% *De janeiro a novembro de 2012. (www.cimi.org.br. Acessado em 10/07/2013.) Com base na tabela e em seus conhecimentos, está correto o que se afirma em: A) Mato Grosso do Sul é o estado que concentra o maior número de indígenas no País, segundo o Censo Demográfico 2010, o que explica o percentual elevado de sua participação no número total de indígenas assassinados. B) A quantidade de indígenas assassinados no País diminuiu, principalmente, no Mato Grosso do Sul, em função do maior número de homologações de terras indígenas, efetivadas por pressão da bancada ruralista no Congresso Nacional. C) No Mato Grosso do Sul, a maior parte dos conflitos que envolvem indígenas está relacionada com projetos de construção de grandes usinas hidrelétricas. D) O grande número de indígenas assassinados no Mato Grosso do Sul explica-se pelo avanço da atividade de extração de ouro em terras indígenas. E) No período abrangido pela tabela, a participação do Mato Grosso do Sul no total de indígenas assassinados é muito alta, em consequência, principalmente, de disputas envolvendo a posse da terra. 87. A Amazônia, até o Terciário Médio, comportava-se como um paleogolfão da fachada pacífica do continente, intercalado entre os terrenos do escudo guianense e o escudo brasileiro. Era uma espécie de mediterrâneo de “boca larga”, voltada para o oeste. Quando se processou o desdobramento e soerguimento das Cordilheiras Andinas, restou um largo espaço no centro da Amazônia, exposto à sedimentação flúvio-lacustre e fluvial extensiva. (Aziz Nacib Ab’ Saber (1924-2012) Escritos Ecológicos – São Paulo: Lazuli Editora, 2006, paginas 130-131. Adaptado.) Glossário: Paleogolfão: ampla reentrância da costa, com grande abertura, constituindo em amplas baías, constatada em antiga era geológica. As características atuais do domínio morfoclimático amazônico têm sua origem na dinâmica dos processos naturais que ocorreram no passado, conforme explica o geógrafo Aziz Ab’Saber. Sobre esses processos mencionados, avalia-se que: A) contribuíram para a formação das planícies e dos tabuleiros. B) favoreceram a gênese da bacia sedimentar. C) alteraram a direção da drenagem, de leste para oeste. D) atenuaram as características do clima regional. E) provocaram a expansão do cerrado sobre a floresta. 88. Com um longo histórico de desencontros, o desenvolvimento econômico e o meio ambiente andam às turras no país. O noticiário dá a impressão de que se trata de diferenças irreconciliáveis, e talvez sejam. (CINTRA, L. A.; MARTINS, R. Revista Carta na Escola, ago. 2009 (fragmento).) Nesse início de século XXI, um exemplo dos desencontros entre natureza e economia é o(a): A) replantio de espécies da Mata Atlântica em substituição às lavouras de café. B) derrubada de trechos de floresta para a conclusão de viadutos na Rodovia Transamazônica. C) expansão da fronteira agrícola na Amazônia, a fim de expandir as áreas de plantio de soja. D) redução da Mata de Araucárias, devido à urbanização descontrolada nas diferentes regiões do país. E) diminuição do Pantanal, tendo em vista a expansão dos latifúndios, que cumprem sua função social.
  35. 35. SARTRE COC — Simulado ENEM — 01/2015 35 89. Leia o texto que é parte de uma declaração dada, em abril de 2012, pelo índio Raoni, cacique e pajé kaiapó. Ninguém aqui quer essa obra, porque vai ser ruim pra nós. Vai ser ruim pro branco que mora por aqui também. Vai ser muito ruim porque a nossa vida tá ligada ao rio, tá ligada à floresta, tá ligada ao peixe e à caça. Tá ligada à terra, que é nossa... (www.controversia.com.br/index.php?act=textos&id=12229. Acesso em: 30.09.2012. Adaptado) O depoimento de Raoni está relacionado: A) ao desmatamento provocado pela construção de uma siderúrgica na região da Serra dos Carajás. B) ao aumento da área urbana de Manaus, devido à expansão das indústrias eletroeletrônicas da Zona Franca. C) à expansão da pecuária e ao consequente aumento do número de trabalhadores temporários no sul do Pará. D) aos problemas socioambientais provocados pela construção de uma hidrelétrica na Amazônia. E) à construção de canais que farão a transposição das águas do Rio São Francisco para o sertão nordestino. 90. Analise a figura a seguir e leia os textos que a acompanham. “O governo federal e o setor privado inauguraram um novo ciclo de desenvolvimento e ocupação da Amazônia Legal, onde vivem 24,4 milhões de pessoas e que representa só 8% do PIB brasileiro”. (FOLHA DE S. PAULO, São Paulo, 16 out. 2011, p. B1.) […] “Assim, ao invés de reproduzir, como nas antigas áreas de incorporação agrícola, estruturas produtivas preexistentes, a expansão recente da fronteira agropecuária na Amazônia constitui, antes de mais nada, uma fronteira tecnológica na qual a inovação científica é o elemento central de explicação do novo perfil produtivo do agrorregional”. (Disponível em: <www.ibge.gov.br/home/geociencias/geografia/mapasdoc3.shtm>. Acesso em: 8 mar. 2011.) Considerando-se a figura e os textos apresentados e a grande diversidade natural, social, econômica, tecnológica e cultural da Amazônia Legal, evidencia-se uma região em crescente processo de diferenciação. Esse processo contraria a imagem difundida pelo mundo de um espaço homogêneo, caracterizado pela presença de uma cobertura vegetal, que a identifica tanto interna quanto externamente. Desse modo, o novo modelo de desenvolvimento e de ocupação da Amazônia Legal, atualmente, baseia-se: A) na articulação dos setores de produção de energia elétrica, transporte, mineração e agronegócio. B) no desenvolvimento de estratégias de preservação e controle da exploração dos recursos naturais. C) na estratégia geopolítica baseada no binômio desenvolvimento e segurança. D) na ocupação militar explicitada pelo Projeto Calha Norte. E) nas estratégias que visam ao aprofundamento da internacionalização da Amazônia.

×