Contabilidade Pública

3.826 visualizações

Publicada em

Aula 02 Contabilidade Publica

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.826
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
102
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contabilidade Pública

  1. 1. REVISÃO AULA 1 Objetivo Geral:Que o estudante identifique a origem, objeto, campo de aplicação;Conceitue a contabilidade, e reconheça os elementos patrimoniais.Identifique a situação liquida ou PLReconheça a origem e classificação das ContasConteúdo:Origem; conceito; objeto e campo de aplicação dacontabilidade;Formação do PL;Composição do Patrimônio.Origem da Contabilidade →Repúblicas Italianas em 1494 o frei matemáticoitaliano Luca Pacciolli criou o método das Partidas Dobradas que diz: Nãohá devedor sem credor e vice versa a cada débito corresponde umcrédito de igual valor.
  2. 2. RECORDANDO Conceito: CONTABILIDADE O objeto da É A CIENCIA QUE ESTUDA ANALISA REGISTRA E Contabilidade é o CONTROLA OS ATOS E FATOS Patrimônio e o seu DE UMA ADMINISTRAÇÃO Campo de Aplicação são as Empresas
  3. 3. O PATRIMÔNIOConceito Contábil e Componentes PatrimoniaisPATRIMÔNIO: É O CONJUNTO DE BENS, DIREITOS E OBRIGAÇÕES.BENS: tudo que pode ser avaliado economicamente e que satisfaça as nossasnecessidades;TANGÍVEIS: têm existência física, existe como coisa ou objeto. Ex.:Dinheiro, mercadoria p/ revenda, imóveis, veículos, móveis, etc.INTANGÍVEIS: não existência tem física Ex.: Marcas e patentes, ações ou Quotas deCapital.DIREITOS : são bens de nossa propriedade que se encontram em poder deterceiros. (valores a receber). Ex.: duplicatas a receber, títulos areceber, notas promissórias a receber, aluguéis a receber, clientes,dinheiro em banco, aplicações financeiras, etc.OBRIGAÇÕES: são bens de propriedade de terceiros que se encontram em nossopoder. (valores a pagar). Ex.: duplicatas a pagar, títulos a pagar, notas promissórias apagar, aluguéis a pagar, fornecedores, impostos a recolher, etc.
  4. 4. COMPOSIÇÃO PATRIMONIALATIVO: PASSIVO: conjunto de obrigações→(parte negativa).conjunto de bens e direitos → (parte Também chamado de Capital de Terceiros ou Passivopositiva). Chamado de Patrimônio Bruto Exigível. PATRIMÔNIO LÍQUIDO : diferença entre o Ativo e o Passivo. Representa as obrigações da entidade para com os sócios ou acionistas. É a parte do Patrimônio que vai medir ou avaliar a situação ou condição da entidade; é chamado, também, de Passivo não exigível ou Situação Líquida. PATRIMÔNIO LÍQUIDO = ATIVO - PASSIVO
  5. 5. EQUAÇÃO PATRIMONIAL E SUAS VARIAÇÕES  Situações Patrimoniais  a) ATIVO > PASSIVO Patrimônio Líquido é POSITIVO / SUPERAVITÁRIO  → Situação Favorável PL + ou SL +  → Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) excedem o valor das obrigações com  terceiros (Passivo Exigível)  b) ATIVO < PASSIVO Patrimônio Líquido é NEGATIVO / DEFICITÁRIO  → Situação Desfavorável PL (-) ou SL (-) ou Passivo a Descoberto  → Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem menores que as obrigações  com terceiros (Passivo Exigível)  c) ATIVO = PASSIVO Patrimônio Líquido é NULO / EQUILIBRADO  → Situação NULA, Equilíbrio Aparente A = PE, logo PL = 0  → Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem iguais às obrigações com  terceiros (Passivo Exigível); nessa hipótese o patrimônio líquido será nulo.  d) ATIVO = PATRIMÔNIO LÍQUIDO   → Situação Plena ou Propriedade Total A = PL, logo PE = 0  → Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem iguais ao patrimônio líquido;  nessa hipótese, as obrigações com terceiros (Passivo Exigível) serão nulas. e) PASSIVO EXIGÍVEL = PATRIMÔNIO LÍQUIDO   → Situação de Inexistência de Ativos PE = ( PL ) , logo A = 0  → Ocorre quando as obrigações com terceiros (Passivo Exigível) for igual  ao patrimônio líquido negativo; nessa hipótese, o ativo será nulo.
  6. 6. CONCEITO DE DÉBITO E CRÉDITO DÉBITO E CRÉDITO O lado esquerdo de uma conta é chamado o lado do débito, o lado DÉBITO CRÉDITO direito é chamado o lado do crédito. Um lançamento no lado esquerdo de uma conta é Bens Obrigações denominado lançamento a débito E ou débito; um lançamento no lado Direitos Patrimônio Líquido direito de uma conta é chamado lançamento a crédito ou, simplesmente crédito. Utilizam-se também os verbos creditar e debitar.Exp.: Aquisição de um Veículo a vista no valor de R$ 35.000,00. Veículos Caixa D C D C 35.000,00 35.000,00
  7. 7. PLANO AULA 2 OBJETIVO.:O estudante devera ser capaz de: Distinguir as principais características do Método das Partidas Dobradas; Identificar as contas Patrimoniais e de Resultado, classificar as contas, de acordo com os grupos e subgrupos do Ativo e do Passivo; Reconhecer e classificar os elementos patrimoniais em um plano de contas; Identificar e saber aplicar as fórmulas de lançamentos; Analisar e classificar os fatos ocorridos de acordo com sua natureza; Conhecer e identificar os elementos básicos da Escrituração; Saber efetuar as partidas de Diário e transportá-la para o Razão; Ser capaz de elaborar um balancete de Verificação. CONTEÚDOS: Classificação e funções das Contas Planos de Conta Escrituração e o Método das Partidas Dobradas Balancete de Verificação
  8. 8. CLASSIFICAÇÃO E FUNÇÃO DAS CONTAS NO BALANÇO Grupos de Grupos de No balanço patrimonial, as contas Contas do Contas do são classificadas segundo os Ativo Passivo elementos do patrimônio que No Ativo, as contas são No passivo, as contas dispostas em são classificadas registrem e agrupadas de modo a ordem nos seguintes facilitar o conhecimento e a análise decrescente de grupos: grau de liquidez Passivo Circulante da situação financeira da empresa. dos elementos Passivo Exigível a nelas Longo Prazo; registrados, nos seguintes Resultados de grupos: Exercícios Futuros; e Ativo Circulante; Patrimônio Líquido, Ativo Realizável a divido em: Longo Prazo; e Capital Social; Ativo Permanente, divido em: Reservas de Capital; Investimentos; Reservas de Ativo Imobilizado; Lucro; e Lucros ou Ativo Diferido Prejuízos Acumulados .
  9. 9. CONTAS DE RESULTADO Conceito de Receita, Custo e Despesa De uma maneira bastante simplificada, Despesas Receitas podemos conceituar como: Receita é a renda que a empresa Serão sempre obtém pelas vendas de mercadorias e Serão sempre produtos, pela prestação de serviços etc. debitadas creditadas (quer receba os valores a vista ou não). Despesa é o gasto que a empresa tem com as demais “utilidades”, ou seja, os gastos com as vendas (comissões pagas a vendedores), com a administração da empresa (aluguel, água, luz, telefone), com os juros de empréstimos bancários (despesas financeiras) etc. Custo é um gasto relativo à aquisição ou produção de um bem de venda ou de uso. Por exemplo: para que uma empresa comercia venda uma mercadoria, ela primeiramente adquire essa mercadoria. O gasto com a aquisição é classificada como custo da mercadoria vendida
  10. 10. PLANO DE CONTAS  Plano de Contas  →O Plano de Contas é, na essência, um guia que norteia os trabalhos contábeis de registro de fatos e atos inerentes à empresa e serve de parâmetro para a elaboração financeira (ou demonstrações contábeis).  → O Plano tem por finalidade principal estabelecer normas de conduta para o registro das operações da organização e, na sua montagem, devem ser levados em conta três objetivos fundamentais:  → Atender as necessidade de informação da administração da empresa;  → Observar formato compatível com os princípios de contabilidade e com a norma legal que regula a elaboração do balanço patrimonial e das demais demonstrações contábeis (ou seja, a Lei nº 6.407/76);  → Adaptar-se tanto quanto possível as exigências dos agentes externos à empresa.
  11. 11. ESCRITURAÇÃO E O MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS  MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS - é o método pelo qual cada débito efetuado  em uma ou mais contas, deve corresponder um crédito em uma ou mais contas, de tal  forma que o total debitado seja sempre igual ao total creditado.  Escrituração: é o conjunto de lançamentos contábeis. A Escrituração completa é  composta pelos lançamentos contábeis e pelas demonstrações financeiras elaboradas no encerramento de cada exercício social.  Função da Escrituração:  Histórica = consiste no registro dos fatos na ordem cronológica (Livro Diário);  Sistêmica = consiste na organização dos elementos contábeis de acordo com  sua natureza e valores respectivos (Livro Razão);  Processo de Escrituração:  Pode ser manual, mecanizado ou por processamento de dados;  Todo lançamento deve estar apoiado em documentos hábeis e idôneos e  adequados ao tipo de operação, Registro dos fatos no livro Diário; Transcrição dos registros para o livro Razão; Elaboração do Balancete de Verificação;  Apuração do Resultado e elaboração das demonstrações contábeis (Balanço  Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício), transcrevendo-se  estas demonstrações no livro Diário.
  12. 12. LANÇAMENTOS Elementos Básicos de um Lançamento: Data da operação Conta debitada Conta creditada Histórico da operação Valor da operação. 4 FÓRMULAS DE LANÇAMENTOS Há 4 fórmulas para o registro de fatos contábeis, à saber: 1ª Fórmula : simples ( uma conta debitada e uma conta creditada). Ex: Compras à vista de mercadorias para revenda, no dia 10/10/11 de Comercial Araujo, conforme NF nº 534, no valor de R$ 12.000,00. Contabilização: Campo Grande MS, 10 de outubro de 2011. D- Mercadorias C- Caixa Pago Comercial Araujo NF nº 534............................R$ 12.000,00 2ª Fórmula: composta ( uma conta debitada, duas ou mais contas creditadas). Ex: Compras de mercadorias em 15/10/11 no valor de R$ 5.000,00 conf. Nf nº541 de Comercial Araújo Ltda nas seguintes condições: 50% à vista e o restante através de Duplicatas nº 010 e 011; Contabilização:
  13. 13. CAMPO GRANDE MS, 15 DE OUTUBRO DE 2011 D- Mercadorias C- Caixa Pago parte NF nº 541.....................................2.500,00 C- Duplicatas a Pagar restante NF nº 541 conf. dupl.nº 010 e 011 2.500,00 Total da NF nº 541 de Comercial Araújo Ltda......... R$ 5.000,00 3ª Fórmula: composta ( duas ou mais contas debitadas e uma conta creditada). Ex: Vendas de mercadorias no valor de R$ 2.500,00 em 20/10/11 conf NF nº 100 nas seguintes condições: 20% à vista e o restante à prazo conf. duplicata nº 050; Contabilização: D- Caixa Recebimento 20% NF nº 100................................500,00 D- Dupl. a Receber restante conf. duplicata nº 050..........................2.000,00 Vendas total................................................................... R$ 2.500,00 4ª Fórmula: Composta ( duas ou mais contas debitadas, duas ou mais contas creditadas). Obs: Fórmula usada com restrições devido exigência do Fisco Federal.
  14. 14. QUADRO RESUMO DO MECANISMO DÉBITO E CRÉDITO NATUREZA SALDO DAS CONTAS DO SALDO AUMENTAR DIMINUIR ATIVO D D C PASSIVO C C D PATRIMONIO C C D LIQUIDO RECEITAS C C D DESPESAS E D D C CUSTOS CONTAS C C DRETIFICADORAS DO ATIVO CONTAS D D CRETIFICADORAS DO PASSIVO
  15. 15. Quando adquirimos bens e direitos, obtemos um aumento do Ativo, portanto,debitar a respectiva conta.Quando damos saída de bens e direitos, obtemos uma diminuição do Ativo,portanto, creditar a respectiva conta.Quando assumimos uma obrigação, atingimos um aumento do Passivo,portanto, creditar a respectiva conta.Quando resgatamos uma obrigação, atingimos um diminuição do Passivo,portanto, debitar a respectiva conta.Quando contraímos uma despesa, debitar a respectiva conta.Quando estornamos uma despesa ou a transferimos para demonstração deresultado, creditar a respectiva conta.Quando obtemos uma receita, creditar a respectiva conta.Quando estornamos uma receita, ou a transferimos para a demonstração deresultado, debitar a respectiva conta
  16. 16. Escrituração ContábilO registro de cada fato contábil chama-se lançamento.Os lançamentos são efetuados nos livros contábeis tais como: o Livro Diário, oLivro Razão etc.LançamentoEx.: Compra de uma máquina a prazo , no dia 04/10, conforme NF nº 11, no valorde R$ 800,00 emitida pela Comercial Moreira Ltda.Campo Grande, 04 de outubro de 2011Máquinasa Duplicatas a PagarPago NF nº11 de Comercial Moreira 800,00A escrituração pode ser também através dos recursos da eletrônica ( informática).Então teremos as planilhas e automaticamente Diário/Razão.Podemos então concluir que escrituração é um conjunto de lançamentos
  17. 17. PROCESSO CONTÁBIL Documento ↓ Diário ou Planilha ↓ Razão ↓ Balancete de Verificação ↓ Encerramento do Exercício ↓ ↓Demonstração do Balanço Patrimonial Resultado
  18. 18. REFORÇANDO  1- Todo lançamento tem nos documentos os elementos de comprovação da ocorrência dos fatos contábeis correspondentes.  2-De posse dos documentos, classifica-os de acordo com a conta origem e registra-se o fato no Diário.  3-Apos registrados os fatos no Diário, este é transportado para o Razão.  4-A seguir extrai-se os saldos das contas do Razão e elabora-se o Balanço de Verificação, para constatar a igualdade entre o total dos valores debitados e o total dos valores creditados.  5-Constatada a igualdade no Balancete de Verificação, faz-se os ajustes necessários tais como: apuração do Lucro Bruto (RCM), Lucro Líquido (RE), Provisões, Correção Monetária, Depreciação, Amortização etc.  6-Após o Encerramento do Exercício a contabilidade está em condições de gerar os relatórios básicos: Demonstrações do Resultado do Exercício (DRE) e o  Balanço Patrimonial (BP).
  19. 19. BALANCETE DE VERIFICAÇÃO O balancete de verificação é um demonstrativo auxiliar de caráter não obrigatório, que relaciona os saldos das contas remanescentes no diário. Imprescindível para verificar se o método de partidas dobradas está sendo observado pela escrituração da empresa. Por este método cada débito deverá corresponder a um crédito de mesmo valor, cabendo ao balancete verificar se a soma dos saldos devedores é igual a soma dos saldos credores.
  20. 20. Este demonstrativo deve ser levantado mensalmente segundo a NBCunicamente para fins operacionais, não tendo obrigatoriedade fiscal, comsuas informações extraídas dos registros contábeis mais atualizados. Ograu de detalhamento do balancete de verificação deverá estar adequado afinalidade do mesmo. Caso o demonstrativo seja destinado a usuáriosexternos o documento deverá ser assinado por contador habilitado peloconselho regional de contabilidade (CRC).Geralmente o balancete é levantado antes do início de um novo exercício,servindo também como suporte aos gestores para visualizar a situação daempresa diante dos saldos mensurados, sendo um demonstrativo de fácilentendimento e de grande relevância.
  21. 21. BALANCETE DE VERIFICAÇÃO CONTAS SALDOS Exemplo DEVEDOR CREDOR CAIXA 90.000,00 CAPITAL 90.000,00 BCM 80.000,00 VEÍCULO 20.000,00 DPLP 10.000,00 MÓVEIS E UTENSÍLIOS 10.000,00 EMPRESTIMOS A PAGAR 50.000,00 200.000,00 200.000,00 TOTAL

×