Grupo 8Cobaltoterapia        Antonio Carlos da Silva Senra Filho                      Lucas Delbem Albino                 ...
Contexto histórico   ~ 1951 muitas máquinas de teleterapia usavam o Radium como elemento    fonte de radiação.   Com o t...
Decaimento Beta   O decaimento beta é usualmente representado segundo o esquema:               60           60         0 ...
Cobalto - 60 Criado artificialmente em reatores nucleares. Meia-Vida : 5,27 anos         T(1/2) = ln2 / λ Emissor de ra...
Mapa de Decaimento
Cobalto - 60
Interações em relação a energia
Efeitos
Arranjo de fontes Câmara preenchida de chumbo Próximo ao centro é colocada a fonte radioativa. Cápsulas do tipo da figu...
Arranjo de fontes   Para campos complexos (varia para cada paciente),    temos colimadores individuais.
Cabeçote
Efeitos
Efeitos
Efeitos
PenumbraEfeito criado a partir de espalhamento inelástico do fóton com as  placas colimadoras.Contribui para a contaminaçã...
Espectro
Dose Build up
Dose Build up
Variação da dose vs profundidade
Distribuição de Isodoses                     • As cartas de isodose são                     função da forma e da área do  ...
Correção de Isodoses
Porcentagem de Dose profunda(PDP)   Relação percentual da Dose numa profundidade em relação a dose máxima   A percentage...
Técnicas de tratamento   Fracionamento       Campo Direto       Campos Paralelos e opostos       Campos Y ou T       ...
Bibliografia   Johns   Attix   Nist.gov
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cobaltoterapia apresentacao

3.357 visualizações

Publicada em

Seminário sobre terapia com Cobalto.
Seminário apresentado na disciplina de Dosimetria ministrada para o curso de Física Médico da USP campus de Ribeirão Preto.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cobaltoterapia apresentacao

  1. 1. Grupo 8Cobaltoterapia Antonio Carlos da Silva Senra Filho Lucas Delbem Albino Flávio Magalhães Biló
  2. 2. Contexto histórico ~ 1951 muitas máquinas de teleterapia usavam o Radium como elemento fonte de radiação. Com o tempo de uso das unidades, o custo do Radium aumentou (U$ 20/mg), e as máquinas usavam cerca de 10 g de Radium. 1951 duas fontes de Co – 60 foram produzidas no Canadá. Uma para um reator nuclear e outra disponível para uso clínico para terapia. Em primeira formação foi formado uma fonte (pequena) a uma grande distância do paciente para simular uma máquina de raio – X de alta energia. A partir da década de 50 a produção de Co – 60 e a fabricação de unidades com este radioisótopo foi expandida em várias técnicas radioterápicas.
  3. 3. Decaimento Beta O decaimento beta é usualmente representado segundo o esquema: 60 60 0 27Co 28 Ni 1 energia A atividade A(t) de uma fonte é a taxa com que os núcleos radioativos decae m, ou seja, a razão do número de desintegrações nucleares dN num inter valo de tempo dt. A(t) = dN(t)/dt Substituindo a expressão para N(t) e fazendo a derivada obtém-se: A = A0 e­λt onde A0 = λ N0 é a atividade da fonte no instante t = 0.
  4. 4. Cobalto - 60 Criado artificialmente em reatores nucleares. Meia-Vida : 5,27 anos T(1/2) = ln2 / λ Emissor de raios gamma. (estado excitado do Ni) Energia média: 1,25 MeV Dois fotons: 1,33 MeV eoutro de 1,17 MeV Taxa de dose: 50 – 300 cGy/minPara um campo 10x10 cm,profundidade de 5cm.
  5. 5. Mapa de Decaimento
  6. 6. Cobalto - 60
  7. 7. Interações em relação a energia
  8. 8. Efeitos
  9. 9. Arranjo de fontes Câmara preenchida de chumbo Próximo ao centro é colocada a fonte radioativa. Cápsulas do tipo da figura ao lado. A fonte é colocada sob o material pesado móvel que pode ser relacionado em 180°. Pode-se gerar campos de ra-diação retangulares 4x4 cm e35x35 cm. Atividade: 3000 a 12000 Ci
  10. 10. Arranjo de fontes Para campos complexos (varia para cada paciente), temos colimadores individuais.
  11. 11. Cabeçote
  12. 12. Efeitos
  13. 13. Efeitos
  14. 14. Efeitos
  15. 15. PenumbraEfeito criado a partir de espalhamento inelástico do fóton com as placas colimadoras.Contribui para a contaminação de elétrons sobre a região irradiada. (caso indesejado)Etr ~ 0,99 MeV para fótons de 1,25 MeV.
  16. 16. Espectro
  17. 17. Dose Build up
  18. 18. Dose Build up
  19. 19. Variação da dose vs profundidade
  20. 20. Distribuição de Isodoses • As cartas de isodose são função da forma e da área do campo de irradiação, da distância foco-superfície e da qualidade da radiação.
  21. 21. Correção de Isodoses
  22. 22. Porcentagem de Dose profunda(PDP) Relação percentual da Dose numa profundidade em relação a dose máxima A percentagem de dose profunda decresce com o aumento da profundidade devido à atenuação sofrida pela radiação e com o inverso do quadrado da distância, com exceção da região de build-up.
  23. 23. Técnicas de tratamento Fracionamento  Campo Direto  Campos Paralelos e opostos  Campos Y ou T  Quatro campos +, X (próstata , colo de útero)
  24. 24. Bibliografia Johns Attix Nist.gov

×