A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADA NO ENSINO APRENDIZAGEM DE ALUNOS NO ENSINO SUPERIOR                     ...
10563aprender a desenvolver o raciocínio para auxiliar na resolução de problemas (CORDENONSI;BERNARDI; SCOLARI, 2008).    ...
10564comunicação como o jornalismo (impresso, rádio, TV), livros, computadores, redestelemáticas, entre outras (GARCEZ, 20...
10565conhecimento para ser orientador, facilitador e promovedor da construção do conhecimento(HONÓRIO, 2007).       O prof...
10566          A aplicação da metodologia de questionário baseou-se amplamente na experiênciapessoal dos autores como part...
10567       f)      Já fez algum curso em Tecnologia da Informação e Comunicação (Hardware,               software, comuni...
10568benefícios. O principal deles é informar sobre notas e faltas de cada disciplina do curso emandamento. Já para 9%, ou...
10569                                    REFERÊNCIASBRAUNER, G.: Os Conectivos Lógicos ‘→’ (o implicador material) e o ‘↔’...
10570OLIVEIRA, G. P.: Novas Tecnologias da Informação e Comunicação e a Construção doConhecimento em Cursos Universitários...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A tecnologia da informação e comunicação aplicada no ensino

2.870 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A tecnologia da informação e comunicação aplicada no ensino

  1. 1. A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADA NO ENSINO APRENDIZAGEM DE ALUNOS NO ENSINO SUPERIOR BENTO, Alexandre Rodizio – Faculdades Santa Cruz alexandrerbento@yahoo.com.br AKSENEN, Elisângela Zarpelon – PUCPR elisangela.aksenen@pucpr.br Eixo Temático: Comunicação e TecnologiaResumoO crescimento das instituições privadas favorece a entrada na faculdade de alunos comdificuldade de aprendizagem. Estes somados aos que ingressam pelo vestibular formamturmas com vários níveis de aprendizagem. Assim surge a necessidade de utilizar a TIC comofacilitador no ensino e contribuir aos alunos ao desenvolvimento intelectual. O objetivo édemonstrar a importância da utilização da tecnologia da informação no ensino aprendizagem,como forma de proporcionar e estimular os alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento doraciocínio para soluções de problemas, por meio de atividades simples e dinâmicas. O métodode pesquisa utilizado do ponto de vista da forma de abordagem do problema é de pesquisaquantitativa e qualitativa. O resultado final deste questionário permite concluir que a TIC éimportante no ensino aprendizagem e age como um recurso facilitador e motivador aoprofessor e aluno.Palavras-chave: Tecnologia da informação e comunicação. Ensino aprendizagem. Ensinosuperior.Introdução O crescimento vertiginoso e descontrolado das instituições privadas de ensino superiorno Brasil está associado às alterações sociais, econômicas e institucionais, que o país passounas últimas décadas (REIS, 2007). Estes crescimentos fazem aumentar as oportunidades dosalunos que sonham em fazer um curso superior. Pois esta é uma alternativa devido àsdificuldades dos vestibulares das universidades públicas. Estes alunos quando entram na faculdade, trazem consigo, na maioria das vezes,dificuldade de compreender e até mesmo de se concentrar no ensino. Estes problemas deaprendizagem geralmente deveriam ser tratados nas séries iniciais, onde os alunos devem
  2. 2. 10563aprender a desenvolver o raciocínio para auxiliar na resolução de problemas (CORDENONSI;BERNARDI; SCOLARI, 2008). Devido a esta dificuldade, surge a necessidade de acelerar o desenvolvimento doprocesso de ensino e aprendizagem dos alunos ingressantes com auxílio da tecnologia dainformação e comunicação (TIC). A utilização deste recurso no ensino superior pode ajudarprofessores a passar o conteúdo ou mesmo favorecer os alunos que têm dificuldade deaprender (VALENTE, 1999). Assim a TIC pode ser um facilitador no ensino, para auxiliar professores nasatividades pedagógicas, em sala de aula ou fora dela, além de gerar oportunidade demudanças em relação a situações de aprendizagem. Este facilitador deve se integrar aoambiente e a realidade do aluno, não somente como recurso, mas como ferramentainterdisciplinar. Além de contribuir e ajudar o aluno a se desenvolver em suas atividades(TONIDANDEL; MAISSIAT; CAMARGO, 2006). Outros alunos podem ingressar na faculdade por meio do vestibular. Todos essessomados aos do programa do governo, são separados pelo curso escolhido, com isso, a turmacontém alunos com mais dificuldades de aprendizagem que outros. Para atender estadificuldade a TIC surge como importante nivelador no ensino aprendizagem destas turmas(KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006). A TIC contribui para o ensino aprendizagem e pode agregar valor na busca dequalidade no ensino educativo (KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006). As relações entre oensino e a qualidade podem utilizar formas ou métodos modernos e dinâmicos de ensino parapropiciar novas habilidades e competências ao aluno na sociedade globalizada (FARIA,2009). Baseados nestes argumentos, este trabalho visa descobrir por meio de uma pesquisarealizada junto aos alunos do curso de tecnologia, se a utilização da TIC como suporte aoensino aprendizagem contribui e age como um facilitador ao desenvolvimento intelectual.Para explorar as habilidades e competências dos alunos e contribuir para construção doconhecimento.A TIC no Ensino Superior Dentre as tecnologias presentes na história da humanidade, a TIC compreende osrecursos tecnológicos que possibilitam a transmissão de informação por diferentes meios de
  3. 3. 10564comunicação como o jornalismo (impresso, rádio, TV), livros, computadores, redestelemáticas, entre outras (GARCEZ, 2007). A TIC promove o acesso e a difusão das informações a todas as formas de açãocomunicativa, em todas as partes do mundo. É importante ressaltar suas interaçõesperceptivas, emocionais, cognitivas e comunicativas com as pessoas (DURIC; GRAY;HEISHMAN; FAYIN; ROSENFELD; SCHOELLES; SCHUNN; WECHSLER, 2002). Alémdisso, apresenta uma lógica e uma linguagem singular e interfere na forma de pensar, agir,relacionar e adquirir conhecimento (BRAUNER, 2008). Sendo assim, as pessoas se comunicam, adquirem informações e mudam seuscomportamentos, com a propagação acelerada da TIC. A Informação não é objeto exclusivoda educação e se transformou em parte integrante da cultura mundial alterando o modeloeducacional que dota o aluno de um saber acumulado (KENSKI, 2003). Para Kenski (2003) a TIC promove mudanças nas ações, pensamentos e na forma derepresentar a realidade dos indivíduos. Estas transformações tecnológicas exigem novosritmos e dimensões no processo ensino aprendizagem. É importante para as pessoas seatualizem e estejam em constante aprendizagem. Com a TIC o acesso as informações é bemdiversificado e não exige deslocamentos físicos até as instituições de ensino. A TIC nãotransforma as estruturas sociais, incorpora-se a elas e possibilita o desenvolvimento aceleradodo conhecimento na atualidade. A TIC transforma os meios de incorporar conhecimento, porque a aquisição decompetências torna-se um processo múltiplo e contínuo em sua fonte e formas de acesso(DAO-JIAN; XI-CANG; HONG-BO; MING-SHUAN, 2009). Porém as novas tecnologiasredefinem as velhas e promovem a busca de saberes e competências em vários locais etempos. A Internet é um desses locais e é utilizada para auxiliar no processo de ensinoaprendizagem, interagindo e integrando professores e alunos, transformando salas de aulas emambientes virtuais (OLIVEIRA, 2003). Assim é importante preparar o aluno para que o mesmo seja capaz de buscar ainformação, avaliar, selecionar e adicionar ao seu próprio conhecimento. Ele deve estarpreparado para interpretar, compreender e analisar se determinada informação que é útil. Oprocesso de ensino aprendizagem deve ser uma junção de linguagens visuais e verbais, pois oprofessor muda seu papel, deixando de atuar como conhecedor, repassador e transmissor do
  4. 4. 10565conhecimento para ser orientador, facilitador e promovedor da construção do conhecimento(HONÓRIO, 2007). O professor precisa entender de tecnologia e pedagogia para garantir um melhordesempenho no ensino aprendizagem do aluno. Além de facilitar o aprendizado, essascaracterísticas minimizam os riscos de evasão dos alunos, que é um problema preocupante naárea de ensino (MEIRELLES; MAIA, 2009). Portanto a inserção da TIC de maneira produtiva no ensino aprendizagem demandamuito esforço, principalmente do professor que precisa preparar os alunos para aprenderem aconviver com a tecnologia e ele mesmo capacitar-se técnica e pedagogicamente para usar aTIC como ferramenta de ensino. O professor também necessita tem ciência que à introduçãoda TIC no ensino aprendizagem é um processo lento e que a mesma deve ser utilizadaconforme suas necessidades pedagógicas, utilizando ferramentas (hardware, software,manuais) fáceis de utilizar e compreender por parte dele mesmo e dos alunos.Objetivo O objetivo principal deste trabalho é apresentar o ensino aprendizagem de alunos deuma instituição superior com suporte da TIC. Por meio de um questionário aplicado aosalunos do curso de tecnologia, pretende-se demonstrar a importância da utilização datecnologia da informação no ensino aprendizagem, como forma de proporcionar e estimularos alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento do raciocínio para soluções de problemas,através de atividades simples e dinâmicas.Métodos e Materiais Para comprovar a eficiência em utilizar a TIC como suporte ao ensino aprendizagemno ensino superior, a metodologia utilizada foi questionário, devido às questões básicas depesquisa, ausência de controle dos eventos comportamentais e ênfase nos eventoscontemporâneos (YIN, 2001). Este trabalho pode ser considerado como exploratório e descritivo. Para Mattar (1997)a pesquisa exploratória visa prover o pesquisar de um maior conhecimento sobre o tema ouproblema de pesquisa em perspectiva. Segundo este autor, a pesquisa exploratória utilizamétodos como: questionários, experiências, estudo de caso e observação informal.
  5. 5. 10566 A aplicação da metodologia de questionário baseou-se amplamente na experiênciapessoal dos autores como participantes ativos na condução do processo de assimilação detecnologia aqui relatado, e foi realizada por meio de uma série de entrevistas com alunos eprofessores da instituição. Neste estudo, o processo de amostragem é não probabilístico, pois parte-se de umuniverso naturalmente restrito, uma vez que participaram apenas os alunos que estavamdentro do requisito desejado. A instituição superior analisada possui em seu quadro discentecom cerca de 4000 alunos, sendo que 500 são do curso de tecnologia. A pesquisa baseou-se em questionário auto-aplicável, disponível em meio eletrônico efundamentado na literatura e pesquisa realizada. O questionário foi elaborado pelos autores. Otrabalho de desenvolvimento do questionário objetivou garantir o correto preenchimento dasquestões, tais como aquelas que permitiam somente uma alternativa como resposta ou outrasque solicitavam ao informante uma escolha dentre alternativas. Em caso de erro nopreenchimento, o aluno recebia uma mensagem na tela, identificando a pergunta em quehouvesse erro. Esse procedimento garantiu que todos os questionários recebidos puderam serconsiderados válidos. A versão final do questionário consiste de seis questões de váriasnaturezas, cobrindo diversos aspectos da TIC, inclusive os relacionados ao aprendizado dosalunos. As perguntas sobre a utilização da TIC pelos alunos da instituição superior foramapresentadas nos seguintes aspectos: a) A Tecnologia da Informação e Comunicação (Computador, Internet, celular) é um recurso que proporciona agilidade nas suas atividades diárias? b) Você utiliza os recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação no seu dia- a-dia? c) A comunicação digital (e-mail, msn, sms, mms, voip, vídeo conferência) proporciona agilidade no intercâmbio entre professor e alunos? d) Os serviços disponibilizados pela Instituição, via Internet (Portal do aluno e o Centro Desenvolvimento Acadêmico e Profissional “CEDESP”) promovem benefícios aos alunos? e) A capacitação técnica é fator de fundamental importância no uso dos recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação, você se considera capacitado para utilizá-los?
  6. 6. 10567 f) Já fez algum curso em Tecnologia da Informação e Comunicação (Hardware, software, comunicação móvel, infraestrutura)?Resultados e Discussões Pela análise dos dados obtidos da pesquisa feita aos alunos de tecnologia sobre o usoda TIC, é demonstrado o índice de respostas sim e não de forma agrupada em cada perguntana figura 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) Figura 1. Pesquisa uso da TIC. A primeira pergunta obteve o índice de 100% de sim, ou seja, as 500 respostas foramsim. Assim observa-se a importância da TIC como recurso que visa proporcionar agilidadenas tarefas executadas diariamente. Além de contribuir como suporte para difundir asinformações no meio acadêmico. Na segunda pergunta obteve-se o mesmo índice da primeira, ou seja, 100% derespostas sim, comprovando que o uso da TIC esta se tornando fundamental no ensinoaprendizagem dos alunos, além de facilitar o entendimento e contribuir como acelerador doconhecimento. Já na terceira pergunta, 490 alunos responderam que a comunicação digitalproporciona agilidade no intercambio entre professor e aluno, gerando um índice de 98%. Em2%, ou seja, 10 alunos, responderam que as tecnologias (e-mail, msn, mms, voip, vídeoconferência) não trazem velocidade no contato com o professor. Os serviços disponibilizados pela instituição via internet, foi a quarta pergunta eobteve o índice de 91% de sim, ou 455 alunos concordam que estes serviços promovem
  7. 7. 10568benefícios. O principal deles é informar sobre notas e faltas de cada disciplina do curso emandamento. Já para 9%, ou seja, 45 alunos, não utilizam os recursos de internet disponíveispela instituição. A capacitação técnica é fator fundamental na tecnologia e está no contexto da quintapergunta que obteve índice de 98% de sim, ou seja, 490 alunos responderam que não bastaexperiência teórica se não estiver aliada a técnica. Apenas 2% ou 10 alunos deram respostascontrárias aos demais, isto se deduz que talvez estejam iniciando suas atividades acadêmicas.Este resultado demonstra que o aluno deve estar capacitado tecnicamente para utilizar osrecursos disponíveis da tecnologia. A sexta pergunta obteve índice de 96% de sim, ou seja, 480 alunos observam aimportância de realizar um curso ligado área da tecnologia, pois isso contribui para o seudesenvolvimento profissional. Outros 4%, ou 20 alunos responderam que ainda nãorealizaram nenhum curso adicional na área de TI. Todas as perguntas realizadas aos alunos do curso de tecnologia atingiram índiceacima de 90%, isso reflete a preocupação e a necessidade de utilizar a TIC nas tarefasacadêmicas executadas no dia a dia.Considerações Finais A TIC esta presente em todos os segmentos pelo mundo inteiro, inclusive naeducação. Onde muitas ferramentas tecnológicas estão sendo desenvolvidas, devido àevolução da tecnologia. Estas ferramentas podem ser utilizadas pela instituição superior paraaprimorar e agilizar o contato com o material ou professor pelo aluno de tecnologia. Assim aTIC pode contribuir no ensino aprendizagem e na formação técnica e teórica dos alunos eprofessores. A TIC esta bem difundida nos alunos de tecnologia é inevitável que a utilização destasferramentas venha impulsionar a transmissão do conhecimento de forma rápida e atéagradável durante as aulas. Finalmente, é possível traçar o perfil do aluno de tecnologia que faz uso dasferramentas de TIC. Ele acha importante, gosta e utiliza a TIC para aprimorar seuconhecimento e aprender de forma ágil e dinâmica. A TIC visa à formação do tecnólogocomo profissional adaptado ao novo perfil que esta sendo desenhado para o futuro e que vemsendo cada vez mais exigido pelo mercado de trabalho moderno.
  8. 8. 10569 REFERÊNCIASBRAUNER, G.: Os Conectivos Lógicos ‘→’ (o implicador material) e o ‘↔’ (o duploimplicador) na interface Semântica-Pragmática. VIII Encontro do CELSUL (circulo deestudos linguísticos do sul), 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.CORDENONSI, A. Z.; BERNARDI, G.; SCOLARI, A. T.:Objetos de Aprendizagem comoapoio ao Desenvolvimento do Raciocínio Lógico. In: IX Congresso Iberoamericano deInformática Educativa, 2008, Caracas - Venezuela.DAO-JIAN Y.; XI-CANG Z.; HONG-BO L.; MING-SHUAN D.: Research on theKnowledge Management of the College Students Organizations. E-Business and InformationSystem Security, 2009. EBISS 09. International Conference on, IEEE, 2009, 1-5.DURIC, Z.; GRAY, W. D.; HEISHMAN, R., FAYIN, Li.; ROSENFELD, A.; SCHOELLES,M. J.; SCHUNN, C.; WECHSLER, H.: Integrating Perceptual and Cognitive Modeling forAdaptive and Intelligent Human-Computer Interaction. Proceedings of the IEEE, Vol.90 (7),2002, 1272-1289.FARIA, E. V.: A Tecnologia da Informação e da Comunicação como Ferramenta para aConstrução e Democratização do Conhecimento. Revista Eletrônica Scientia FAER, 2009,São Paulo.GARCEZ, R. O.: O Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação, no Ensino, porProfessores Universitários. Rio Grande do Sul, Maio, 2007. 175p. Dissertação de Mestradoem Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas.HONÓRIO, X. M.: O Software Microsoft PowerPoint na Educação Superior: Percepçõesde Professores e Alunos. Brasília, Maio, 2007. 140p. Dissertação de Mestrado em Educação –Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Brasília.KENSKI, V. M.: Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância. Editora Papirus, 2003.Campinas, São Paulo.KOBS, F. F.; REIS, D. R.; SCANDELARI, L.: Sistemas e Tecnologias da InformaçãoUtilizada por Instituições de Ensino Superior Privadas. Anais do XIII SIMPEP – Simpósiode Engenharia de Produção, 2006, São Paulo.MATTAR, F. N.: Pesquisa de Marketing: Metodologia, Planejamento, Execução, Análise.São Paulo: Atlas, 1997.MEIRELLES, F. S.; MAIA, M. C.: TIC Aplicada à Educação. ACORN-Redecom (AméricasCommunication Research Network - Red Americana de Investigación e Información yComunicación), Cidade do México, 2009, México.
  9. 9. 10570OLIVEIRA, G. P.: Novas Tecnologias da Informação e Comunicação e a Construção doConhecimento em Cursos Universitários: Reflexões Sobre Acesso, Conexões e Virtualidade.OEI - Revista Iberoamericana de Educación ( ISSN: 1681-5653), 2003.REIS, F. J. G..: Tendências e Gestão Empreendedora das Instituições de Educação Superior.Revista da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. ISSN 1516-6201.2007, Brasília.TONIDANDEL, I.; MAISSIAT, J.; CAMARGO, L. S.: As Demandas Sociais eTecnológicas: O Docente e a Internet. UNIrevista (UNISINOS. Online), São Leopoldo, 2006,v.1, p.inicial 1, p.final 9, ISSN:1809-4651. Disponível em<http://www.unirevista.unisinos.br/_pdf/UNIrev_Tonidandel_et _al.pdf>. Acesso em: 18 abr.2010.VALENTE, J. A.: O Computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas:UNICAMP/NIED, 1999.YIN, R. K.: Estudo de Caso: Planejamento e Método. 2ª. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

×