Renascimento
XV-XVI
Mestre em Artes Visuais [2015 – UFSM]
Especialista em Artes Visuais Cultura e Criação [2011 – SENAC]
B...
Termo aplicado a um movimento
intelectual e artístico. Renascimento ou
Renascença é o nome que se dá ao
período que vai do...
Este movimento começou a se manifestar na Itália, mais
precisamente em Florença, cidade que a essa altura já
tinha se torn...
Os elementos em comum foram:
- A redescoberta da arte e da literatura da Grécia e de Roma;
- O estudo científico do corpo ...
Durante esse período, a
exploração de novos continentes
e a pesquisa científica
proclamavam a confiança no
homem e, ao mes...
O período marca a saída da Idade Média e o início
da Idade Moderna. A burguesia conquista um
espaço crescente na sociedade...
Em virtude do desenvolvimento
das técnicas de pintura, seu
prestígio aumentou, chegando ao
auge na Alta Renascença (1500-
...
LAMENTAÇÃO.
Giotto di Bondoni.
Afresco.
1303-1305.
2.00 x 1.85 m.
Pádua,
Capela da Arena.
ENTREGA DAS CHAVES A SÃO PEDRO.
Pietro Perugino.
Afresco. 1481-1482.
3.40 x 5.50m.
Roma, Vaticano, Capela Sistina.
Sandro
Botticelli (1444/5-1510)
A primavera.
Sandro Botticelli.
Têmpera sobre madeira. cerca de 1482.
3.15 x 2.05 m.
Florença, Galeria degli Uffizi.
O nascimento de vênus.
Sandro Botticelli.
Têmpera sobre tela. cerca de 1485.
1.75 x 2.80 m.
Florença, Galeria degli Uffizi.
Leonardo
da Vinci (1452-1519)
RETRATO DE CECÍLIA
GALLERANI.
Leonardo da Vinci.
Óleo sobre madeira.
1490.
0.55 x 0.40 m.
Cracóvia,
Museu Czartorychi.
MONA LISA.
Leonardo da Vinci.
Óleo sobre madeira.
1503-1506.
0.77 x 0.53 m.
Paris,
Museu do Louvre.
Esboço de A Virgem, o Menino,
Santa Ana e São João. 1508.
A VIRGEM COM O
MENINO E SANTA ANA.
Leonardo da Vinci.
Óleo sobre...
A ÚLTIMA CEIA.
Leonardo da Vinci.
Óleo e têmpera sobre gesso (afresco).
1495-1498.
4.60 x 8.80 m.
Milão, Santa Maria da Gr...
ESTUDO DO FETO.
Leonardo da Vinci.
Pena e tinta.
1510-1512.
Windsor, Castelo Windsor.
AS PROPORÇÕES DA
FIGURA HUMANA.
(Homem de Vitrúvio)
Leonardo da Vinci.
Pena e tinta.
1490.
3.44 x 2.45 m.
Veneza, Galeria ...
Michelangelo
Buonarrotti (1475-1564)
PIETÁ.
Miguel Ângelo.
Mármore.
1499.
1.74 m altura.
São Pietro, Vaticano.
DAVI.
Miguel Ângelo.
Mármore.
1501-1504.
4.34 m altura.
Galeria da Academia, Florença.
CAPELA SISTINA.
O JUÍZO FINAL.
Miguel Ângelo.
Afresco.
1535-1541.
1.700 m x 1.330 m .
Capela Sistina, Vaticano.
A CRIAÇÃO DO HOMEM. (pormenor)
Miguel Ângelo.
Afresco.
1510-1511.
2.80 m x 5.70 m .
Capela Sistina, Vaticano.
Rafael
Sanzio (1483-1520)
A ESCOLA DE ATENAS. Rafael.
Afresco. 1510-1511.
7.72 m largura na base.
Roma, Palácio do Vaticano, Sala da Assinatura.
A VIRGEM SIXTINA.
Rafael.
Afresco.
1513-1514.
2.56 x 1.96 m.
Dresden, Gemäldegalerie Alte Meister.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Renascença

374 visualizações

Publicada em

Leonardo da Vinci, Michelangelo Buonarroti, Rafael Sanzio, Sandro Botticelli

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Renascença

  1. 1. Renascimento XV-XVI Mestre em Artes Visuais [2015 – UFSM] Especialista em Artes Visuais Cultura e Criação [2011 – SENAC] Bacharel em Artes Visuais [2012 – UNIJUÍ] Licenciado em Artes Visuais [2009 – UNIJUÍ] Prof. Sandro Bottene sandrobottene.com
  2. 2. Termo aplicado a um movimento intelectual e artístico. Renascimento ou Renascença é o nome que se dá ao período que vai do século XV ao XVI (1450-1550). Fundamentado no conceito de que o homem é a medida de todas as coisas, significou um retorno às formas e proporções da antiguidade greco-romana (reflorescimento da cultura clássica).
  3. 3. Este movimento começou a se manifestar na Itália, mais precisamente em Florença, cidade que a essa altura já tinha se tornado um estado independente e um dos centros comerciais mais importantes da época. Em pouco tempo espalhou-se pelas demais cidades italianas (com grandes proporções em Roma) e logo se difundiu no restante da Europa.
  4. 4. Os elementos em comum foram: - A redescoberta da arte e da literatura da Grécia e de Roma; - O estudo científico do corpo humano e do mundo natural; - A intenção de reproduzir com realismo as formas da natureza. Com o advento dos novos conhecimentos técnicos, como o estudo da anatomia, os artistas evoluíram na arte de pintar os temas do retrato, da paisagem, dos motivos mitológicos e religiosos. Estudo da anatomia humana realizada pelo artista Leonardo da Vinci em corpos dissecados.
  5. 5. Durante esse período, a exploração de novos continentes e a pesquisa científica proclamavam a confiança no homem e, ao mesmo tempo, a Reforma Protestante diminuía o domínio da Igreja. O resultado foi que o estudo de Deus (teocentrismo) como Ser Supremo foi substituído pelo estudo do ser humano (humanismo). Além disso, a invenção da imprensa por Gutenberg foi fundamental na divulgação da cultura renascentista. Em 1440, Gutenberg desenvolve a tecnologia da prensa móvel, utilizando os tipos móveis: caracteres avulsos gravados em blocos de madeira ou chumbo, que eram rearrumados numa tábua para formar palavras e frases do texto
  6. 6. O período marca a saída da Idade Média e o início da Idade Moderna. A burguesia conquista um espaço crescente na sociedade e o artesão deixa seu anonimato para se tornar artista. Principais inovações na representação: Perspectiva – ilusão de profundidade numa superfície plana (ponto de fuga); Uso de luz e sombra – invenção do chiaroscuro (representação das formas com partes claras e escuras produzindo uma ilusão de tridimensionalidade); Óleo sobre tela – introdução da técnica de pintura com mais opções de cores e pela sua durabilidade.
  7. 7. Em virtude do desenvolvimento das técnicas de pintura, seu prestígio aumentou, chegando ao auge na Alta Renascença (1500- 1520) com Botticelli, Leonardo, Michelangelo e Rafael.
  8. 8. LAMENTAÇÃO. Giotto di Bondoni. Afresco. 1303-1305. 2.00 x 1.85 m. Pádua, Capela da Arena.
  9. 9. ENTREGA DAS CHAVES A SÃO PEDRO. Pietro Perugino. Afresco. 1481-1482. 3.40 x 5.50m. Roma, Vaticano, Capela Sistina.
  10. 10. Sandro Botticelli (1444/5-1510)
  11. 11. A primavera. Sandro Botticelli. Têmpera sobre madeira. cerca de 1482. 3.15 x 2.05 m. Florença, Galeria degli Uffizi.
  12. 12. O nascimento de vênus. Sandro Botticelli. Têmpera sobre tela. cerca de 1485. 1.75 x 2.80 m. Florença, Galeria degli Uffizi.
  13. 13. Leonardo da Vinci (1452-1519)
  14. 14. RETRATO DE CECÍLIA GALLERANI. Leonardo da Vinci. Óleo sobre madeira. 1490. 0.55 x 0.40 m. Cracóvia, Museu Czartorychi.
  15. 15. MONA LISA. Leonardo da Vinci. Óleo sobre madeira. 1503-1506. 0.77 x 0.53 m. Paris, Museu do Louvre.
  16. 16. Esboço de A Virgem, o Menino, Santa Ana e São João. 1508. A VIRGEM COM O MENINO E SANTA ANA. Leonardo da Vinci. Óleo sobre madeira. 1502-1516. 1.68 x 1.30 m. Paris, Museu do Louvre.
  17. 17. A ÚLTIMA CEIA. Leonardo da Vinci. Óleo e têmpera sobre gesso (afresco). 1495-1498. 4.60 x 8.80 m. Milão, Santa Maria da Graça – Refeitório.
  18. 18. ESTUDO DO FETO. Leonardo da Vinci. Pena e tinta. 1510-1512. Windsor, Castelo Windsor.
  19. 19. AS PROPORÇÕES DA FIGURA HUMANA. (Homem de Vitrúvio) Leonardo da Vinci. Pena e tinta. 1490. 3.44 x 2.45 m. Veneza, Galeria da Academia.
  20. 20. Michelangelo Buonarrotti (1475-1564)
  21. 21. PIETÁ. Miguel Ângelo. Mármore. 1499. 1.74 m altura. São Pietro, Vaticano.
  22. 22. DAVI. Miguel Ângelo. Mármore. 1501-1504. 4.34 m altura. Galeria da Academia, Florença.
  23. 23. CAPELA SISTINA.
  24. 24. O JUÍZO FINAL. Miguel Ângelo. Afresco. 1535-1541. 1.700 m x 1.330 m . Capela Sistina, Vaticano.
  25. 25. A CRIAÇÃO DO HOMEM. (pormenor) Miguel Ângelo. Afresco. 1510-1511. 2.80 m x 5.70 m . Capela Sistina, Vaticano.
  26. 26. Rafael Sanzio (1483-1520)
  27. 27. A ESCOLA DE ATENAS. Rafael. Afresco. 1510-1511. 7.72 m largura na base. Roma, Palácio do Vaticano, Sala da Assinatura.
  28. 28. A VIRGEM SIXTINA. Rafael. Afresco. 1513-1514. 2.56 x 1.96 m. Dresden, Gemäldegalerie Alte Meister.

×