A superfície da terra

9.161 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.161
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
730
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A superfície da terra

  1. 1. 1° ANOE.E. M. Maria Neusa Araújo MouraDisciplina: GeografiaTurma: 1° anoProfessora: Renata RodriguesBlog: geo-educacao.blogspot.com.brEmail: rena7hynh@hotmail.com geo-educacao.blogspot.com.br
  2. 2.  Informações do interior da Terra obtidas por vias indiretas.  Perfurações (5000 e 6000 m), extração de petróleo.  A divisão da estrutura da Terra baseada sobre abalos sísmicos (terremotos).  Comportamento das ondas/natureza dos materiais.  Análise dos frequentes abalos sísmicos, estudos do vulcanismo, pesquisas dos fundos oceânicos.Saiba mais...As liberações das ondas sísmicas são constantes principalmente nasregiões montanhosas da Terra, nas fossas submarinas e nas cadeiasoceânicas. A maioria é de baixa intensidade, só sendo captada porinstrumentos chamados sismógrafos. Quando a intensidade é maior, oresultado é o estremecimento da superfície terrestre, o terremoto. geo-educacao.blogspot.com.br
  3. 3.  A análise minuciosa dos gráficos produzidos pelos sismógrafos indicou uma importante descontinuidade no comportamento das ondas sísmicas na própria litosfera (crosta). Sabe-se que a litosfera não é uma camada de estrutura rígida contínua, mas se constitui de duas grandes famílias de rochas com formações e idades muito distintas. Admite-se que a litosfera se divide na verdade em duas crostas – uma crosta continental ou siálica (SIAL) e outra crosta oceânica (SIMA). geo-educacao.blogspot.com.br
  4. 4.  Distinções em suas espessuras, tipologia das rochas e nas formas do relevo. Crosta terrestre: espessuras médias em torno de 40 km, podendo atingir até 70 km. Crosta oceânica: espessura média em torno de 7 km, em algumas partes 4 ou 5 km. geo-educacao.blogspot.com.br
  5. 5.  A litosfera, constituída pela crosta continental e pela crosta oceânica, não é um corpo dinâmico. Apesar da aparente estabilidade e rigidez, a litosfera é dotada de dinamismo alimentado pelas forças do manto e do núcleo. Essas duas partes internas da Terra apresentam material em estado fluido no núcleo (com temperaturas que podem atingir os 4000°C) e de pastoso e rígido no manto (onde as temperaturas chegam a mais de 2000°C). geo-educacao.blogspot.com.br
  6. 6.  O manto, com 2 900 km de espessura média, é formado por magma pastoso e denso, em estado de fusão. O núcleo é formado predominantemente por níquel e ferro. É subdividido em duas partes: o núcleo externo, em estado de fusão, e o núcleo interno (a parte mais densa do planeta, também chamado de nife). Este, apesar das elevadas temperatura, está em estado sólido devido à alta pressão no centro da Terra. geo-educacao.blogspot.com.br
  7. 7.  Em decorrência de suas características físico- químicas, toda essa enorme massa de material apresenta movimentação interna que acaba por se refletir na camada rígida externa, a litosfera. Terremotos, vulcanismo, formações de montanhas, falhamentos, metamorfismo, intrusões e dobramentos. geo-educacao.blogspot.com.br
  8. 8.  A teoria da tectônica de placas é a mais nova interpretação da gênese e da dinâmica da litosfera, sustentáculo do relevo terrestre e submarino. A litosfera, constituída pela crosta continental e pela crosta oceânica, se divide em vários blocos ou placas, à semelhança de grandes placas de cerâmica revestindo um piso. Essas placas não são da mesma dimensão e também não são fixas, apresentando sinais de deslocamento no plano horizontal e deslizando sobre o manto. geo-educacao.blogspot.com.br
  9. 9.  Esses grandes blocos ou placas tectônicas incorporam estruturas tanto da crosta continental como da crosta oceânica. Seus limites são aproximadamente determinados pela presença de linhas de forte atividade sísmica, como vulcanismo e terremotos. Desse modo, os limites estão sempre associados às áreas das cadeias ou dorsais mesoceânicas, que são áreas montanhosas nos fundos oceânicos e nas margens dos continentes, com cadeias montanhosas nas partes emersas e fossas oceânicas nos fundos marinhos. geo-educacao.blogspot.com.br
  10. 10. geo-educacao.blogspot.com.br
  11. 11. geo-educacao.blogspot.com.br
  12. 12.  Leitura das páginas: 89, 90, 91, 92, 93 e 94. geo-educacao.blogspot.com.br

×